You are on page 1of 21

SUMÁRIO

14
CAPA
Mais consciência
A Credit Performance é a primeira e única na hora de gastar

Se cobrança é resultado,
revista especializada na indústria brasileira

5
de crédito e cobrança. A publicação é
idealizada pela CMS People do Brasil, EDITORIAL
promotora dos mais importantes eventos

a solução é Localcred.
deste mercado em 12 países, e conta com

6
o apoio do Instituto GEOC e da Serasa
Experian. Com periodicidade trimestral ENtrevista
e tiragem de quatro mil exemplares, a Diversificação e depósitos em
revista oferece conteúdo especialmente moeda local sustentam bancos
desenvolvido para os executivos líderes de da AL durante a crise
grandes corporações e empresas da área.
Distribuição exclusiva e gratuita.

Conselho Editorial:
10 Análise Setorial
Juros sob controle podem
garantir patamares equilibrados
Adilson Melhado, Cícero de Toledo de crescimento no setor

19
Piza Filho, Cláudio Kawasaki, Estefânia
Shiromoto, Fernanda Bortolussi, João Caso de sucesso
Leme, João Paulo de Mattos, Juliana Incorporação abre caminho para
Azuma, Luciana Felletti, Luis Barbuda, Pablo novos negócios
Salamone, Silvina Virga, Victoria Iturrieta

Redação e produção:
Burson-Marsteller Brasil
22 Indicadores
Banco Central puxa o freio para
conter inflação
Diretor de redação:
Pedro Corrêa 24 Idéias e Tendências
Fraude, um mal para empresas
e consumidores

25
Editora e jornalista responsável:
Luciana Morassi (MTB 4.765) Novidades
Líderes se reúnem em Lisboa;
Colaboraram nesta edição: Serasa Experian abre
Ana Elisa Ventura, Daniele Garcia, Mariana megastore de certificação
Loiola, Mariana Hansen e Christiane digital da América Latina

27
Marcondes Alves de Brito
Prêmio Líderes
E-mail da redação: Reconhecimento aos destaques

28
creditperformance@cmspeople.com
Opinião
Diagramação e Produção Gráfica: Eficiência na cobrança.
Grecco Comunicação Qual o segredo?

Responsável Comercial:
Madleine Rose M. Sprocatti
30 Tendência
Vantagens para a empresa e
para os consumidores
madi@cmspeople.com

32
Tel. (11) 3868-2883/ 3865-7013
Destaques
Credit Performance, a revista da indústria de Promotores de crédito se reúnem
crédito e cobrança em encontro inédito no país
100
Endereço na internet:
www.creditperformance.com.br
33 Pelo mundo
Bogotá: cidade de contrastes

35
95
sofisticação & luxo
Credit Performance® é uma publicação da Velas ao mar
75
CMS People. Todos os direitos reservados,

37
proibida a reprodução total ou parcial sem
prévia autorização
Aconteceu no mercado
Credit & Marketing
25 Vision: transformando
dados em informação

38
5
Ponto de vista
O mercado de crédito no Brasil:
0
o que esperar de 2010

CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 


Associada ao: Certificação:
EDITORIAL

A Celso Marcon
Advogados Associados,
mudou de nome e
de marca.

Essa mudança aconteceu para que pudéssemos acompanhar a grande evolução dessa sociedade de
advogados nos últimos anos e, principalmente, para transmitir aos nossos clientes, parceiros e
colaboradores o que a LC Marcon Advogados Associados representa no mercado de assessoria jurídica e
recuperação de crédito: confiança, segurança e qualidade em seus negócios.

- Mais de 2400 colaboradores; 28 filiais distribuídas nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste;
- Em breve, a inauguração de um novo site, com capacidade para cerca de 1100 pontos de acionamento
em Vila Velha/ES.

Um novo nome e uma nova marca,


Credit Performance, a revista do mercado de crédito e cobrança no Brasil. Para visualizar apresentações e notícias acesse www.creditperformance.com.br.
mas com a experiência que você já conhece.
 | JUNHO
Empresa Parceira.2010 | CREDIT PERFORMANCE (55 27) 2123 7300 - www.lcmarcon.adv.br CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 
ENTREVISTA ENTREVISTA

Divulgação
Segredo para crescer
está nas pessoas e processos
bem estruturados
Christiane Marcondes Alves de Brito
Especial para a revista Credit Performance

A O fato de as economias
afirmação é de Ricardo Marino, diretor executivo da área de pessoas e unidades
externas do Itaú Unibanco. Responsável pela integração de diferentes culturas
latino-americanas, em geral,
no processo de fusão que deu origem ao maior banco do Hemisfério Sul, Mari-
no acumula também o papel de mentor estratégico das ações de expansão na América
possuírem um setor bancário
Latina. Acompanhe aqui entrevista exclusiva na qual o executivo aponta os desafios diversificado, com a presença
e as oportunidades do grupo no cenário econômico atual. O crédito imobiliário – se- também de instituições
gundo analistas do grupo – deve crescer acima dos 40%, acompanhando o recente públicas fortes, mostrou-se
crescimento desse segmento, acentuado, embora ainda pequeno nos valores absolutos
uma vantagem na crise”.
em relação ao PIB brasileiro.
Ricardo Marino,
diretor executivo da área de pessoas e
No fechamento do 1º trimestre de 2010, School of Management e Mestrado na unidades externas do Itaú Unibanco
o Itaú Unibanco integra o ranking dos Harvard Business School, EUA. Iniciou
maiores bancos do mundo por valor de sua carreira no Banco Credit Comerciale
mercado, segundo a Bloomberg. Soma, of France (CCF) e trabalhou também no Credit Performance – O Itaú saiu, sem crescendo, mesmo num ritmo muito mais
em dezembro de 2009, 4.896 agências Banco de Investimentos Garantia (CSFB) dúvida, fortalecido da crise internacio- baixo do que antes da crise.  
e postos de atendimento bancários, e Goldman Sachs em Nova York. nal de 2008. Como você vê os bancos
operacionalizados por um grupo de da América Latina após a crise finan- Credit Performance – Na sua opinião, o
101.640 funcionários. Levou essa bagagem para o Itaú, onde – an- ceira internacional? que diferencia os bancos da AL no ce-
tes de assumir o atual papel estratégico de nário global, garantindo vantagens no
Até o final de 2010, planeja abrir aproxi- consolidação do grupo na AL – coordenou a Ricardo Marino – A crise, claramente, enfrentamento da recente crise?
madamente 150 agências em todo o país criação da divisão de Business Intelligence da ainda não terminou. Mas é fácil perce-
e continua investindo fortemente para Itaucard, a Mesa de Clientes da Tesouraria, ber que a América Latina tem conseguido Ricardo Marino – Além dos fatores ma-
aproveitamento das oportunidades de a área de crédito do Mercado Empresas e a atravessá-la com, relativamente, poucos croeconômicos determinantes, como taxa
crescimento da economia brasileira nos área de Crédito Imobiliário. A experiência lhe problemas. A solidez de seus sistemas de câmbio flutuante, disciplina fiscal, regu-
próximos anos. dá a certeza: “O crédito imobiliário alicerçará bancários é um dos motivos. Basta ver lação mais rigorosa e saldo credor em re-
o crescimento no setor de crédito e cobrança que o crédito bancário internacional para servas internacionais, o ambiente bancário
A América Latina, fronteira já desbravada no Brasil dos próximos dez anos.” a região continuou a crescer, ainda que na América Latina é diferente por contar
e conquistada, é o outro mercado de opor- num ritmo mais lento. No final de março com a presença forte de bancos estrangei-
tunidades que a instituição quer ampliar O executivo, que também responde pelas deste ano, o saldo total de haveres dos ros e internacionais, e, ao mesmo tempo,
e consolidar. Pessoas e processo de fusão operações da América Latina (Argentina, bancos estrangeiros na Europa emergen- com uma base de depósitos em moeda
bem alicerçado serão pilares dessa expan- Chile, Uruguai e Paraguai) do Itaú Uniban- te, na Ásia emergente e no Oriente Médio local preponderante. A captação de depó-
são anunciada, segundo Ricardo Marino, co, acredita que pessoas e equipes motiva- caiu drasticamente, desde o princípio da sitos em moeda local permitiu aos bancos
diretor executivo da área de pessoas e uni- das são “fundamentais para a identifica- crise, em meados de 2007, e até se tor- estrangeiros instalados na região continu-
dades externas. ção das melhores práticas e a construção nou negativo – isto é, os bancos liquida- ar emprestando mesmo no auge da crise,
de um novo, e ainda melhor, banco onde ram empréstimos. Já na América Latina, logo após a quebra do Lehman Brothers,
Marino é engenheiro pela Universidade se trabalhar”. Acompanhe a seguir entre- houve uma desaceleração do crescimen- no final de 2008. Empréstimos de bancos
de São Paulo, com MBA no MIT Sloan vista exclusiva. to, mas o crédito para a região continuou estrangeiros denominados e lastreados em

 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 


ENTREVISTA

O VISUAL É NOVO
MAS A QUALIDADE E
COMPETÊNCIA SÃO AS
MESMAS DE SEMPRE.
A J. A . Rezende conquistou a
credibilidade e a confiança de seus
ESCRITÓRIOS
clientes, provendo os melhores
São Paulo
resultados em recuperação de
Porto Alegre
créditos.
Rio de Janeiro
Para traduzir o crescimento Belo Horizonte
e sucesso da empresa, Curitiba
redesenhamos nossa Campinas
moeda local costumam ser mais resistentes a crises ex-
logomarca, que está Aracajú
ternas do que o crédito em moeda estrangeira. Dessa
Carteira do Itaú Unibanco forma, a participação de bancos e fluxos de emprés- mais forte, moderna e Manaus
deve crescer 20% em 2010 timos internacionais não representou um canal de alinhada aos nossos Brasília
contágio da crise tão importante quanto no passado. valores e missão. Recife
Além disso, o fato de as economias latino-americanas,
O movimento de aumento do poder aquisitivo de em geral, possuírem um setor bancário diversificado,
todas as classes sociais é acompanhado de perto com a presença também de instituições públicas for-
pelo Itaú Unibanco, que oferece produtos específi- tes, mostrou-se uma vantagem. A diversificação foi
cos para suprir as necessidades crescentes de cada muito importante.
perfil de cliente. Para isso, desenvolve linhas de
crédito acessíveis com o objetivo de atender cada Credit Performance – O Brasil surpreendeu o mundo
segmento social e suas particularidades. por sua forte capacidade de recuperação. Quais fo-
ram, na sua avaliação, os pilares desta retomada?
Atento também e comprometido com a educação
financeira, o banco busca ampliar a conscientiza- Ricardo Marino – A freada brusca dos fluxos globais
ção de seus públicos a respeito do emprego ade- causou um choque cambial no Brasil. Porém, ao con-
quado do dinheiro e dos serviços, contribuindo trário do que sempre ocorria por aqui, a inflação não
com o desenvolvimento econômico sustentável de subiu. Pela primeira vez, pudemos lançar mão das cha-
longo prazo do país e de sua população. Nesse madas políticas anticíclicas.
sentido, o Itaú Unibanco tem ampliado sua ofer-
ta de crédito ao consumidor e às empresas. Em Credit Performance – Nos últimos 10 anos o Brasil
especial, vem beneficiando pequenas e médias mostrou um forte desenvolvimento do crédito ao
com produtos e taxas competitivos. Em 2010, sob consumo. O que impulsionará o Brasil nos próxi-
um cenário de crescimento do PIB estimado entre mos 10 anos?
5,5% e 6%, prevê crescimento médio de aproxi-
madamente 20% na carteira de crédito, excluin- Ricardo Marino – O crédito imobiliário, que deverá
do-se o segmento de grandes empresas. alicerçar o setor de crédito e cobrança.

A proposta é ampliar em 20% os financiamentos a Credit Performance – Como o maior banco da AL,
pequenas e médias empresas, e entre 16% e 17% quais desafios e oportunidades o Itaú Unibanco
para pessoas físicas entre 16% e 17%. O crédito visualiza no cenário atual?
imobiliário deve crescer acima dos 40%, acompa-
nhando o recente crescimento desse segmento, Ricardo Marino – A primeira oportunidade é a de A melhor opção em recuperação de crédito
acentuado, embora ainda pequeno, nos valores empreender uma execução muito bem feita da inte-
CERTIFICAÇÃO:
absolutos em relação ao PIB brasileiro. Para per- gração entre Itaú e Unibanco, de maneira a consolidar
mitir a expansão prevista da carteira de crédito, a liderança no mercado doméstico. Após essa etapa, o
o índice de capitalização do banco (critério de banco estará atento às oportunidades para servir me- EMPRESA ASSOCIADA:

Basiléia) é confortavelmente superior ao mínimo lhor os seus clientes na AL, dando preferência para o SÃO PAULO (matriz)
exigido pelo Banco Central. ganho de escala nos países em que o Itaú Unibanco já Rua Líbero Badaró, 471
tem presença. Tel/Fax: (11) 3293-1444
www.jarezende.com.br
 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE
Análise Setorial Análise Setorial

Bye, bye crise?


• Recordes superados – O desempenho do primeiro trimestre
de 2010 supera em 19% o recorde anterior, de 554.440 postos

Radiografia
de trabalho, no primeiro trimestre de 2008. O saldo de março
é 29% maior que os 206.556 registrados em 2008, até então
melhor marca da história.

do setor
• Salário – O Caged de março mostrou o crescimento do
salário médio de admissão, que apresentou aumento real de
4,37% em relação ao mesmo trimestre de 2009, ao passar de
R$ 782,53 em 2009, para R$ 816,70 em 2010.

• Juros – O ministro Carlos Lupi disse ser contrário à elevação


dos juros pelo Banco Central, argumentando que o dinheiro fica
“mais caro” e , consequentemente, o setor produtivo troca os
Juros sob controle podem garantir patamares investimentos pela especulação.
equilibrados de crescimento no setor
Fonte: Caged – Cadastro Geral de Empregados e

iStockphoto
Christiane Marcondes Alves de Brito Desempregados - Assessoria de Imprensa do MTE

N
ão é hora, ainda, de abrir champa- últimos anos, essas empresas fizeram inves- garantir essa escalada. O cenário é promis- A recuperação de crédito é uma das prin- o momento é crítico, por outro lado tam-
nhe para comemorar, mas a crise timentos constantes em qualificação de re- sor quando se fala em crédito e cobrança. cipais contribuições das empresas de co- bém é pródigo em oportunidades: a inte-
está sob controle e o Brasil, segun- cursos humanos e na disseminação intensa O Índice Nacional SCPC de Crédito ao Con- brança ao crescimento econômico do País, gração plena entre as empresas de crédi-
do o Ministro do Trabalho e Emprego, Car- de inteligência em suas operações, utilizan- sumidor (INCC), baseado no movimento no qual se destaca a chamada nova “classe to e as de cobrança poderá garantir uma
los Lupi, vive em abril o melhor período da do tecnologias de última geração aliadas a de consultas dos SCPCs e SPCs de todo o média”. Esse novo contingente de consu- assimilação muito mais rápida do perfil,
A inclusão de
história na geração de empregos: em mar- sólidas experiências. Brasil, atingiu 111,3 pontos em março, com midores e as lições aprendidas com a recen- necessidades e características desse novo
ço, bateu novo recorde, com a criação de novos grupos de variação positiva de 10,7% sobre igual pe- te crise mostram que cautela, observação, grupo de consumo. A estratégia vencedo-
266.415 postos. No trimestre foram gera- Com mais de 30 anos de atuação no merca- consumidores ríodo de 2009 e de 26,2% em relação ao inteligência e agilidade na correção de ru- ra, nesse novo cenário, deve contemplar
dos 657.259 novos empregos. do nacional e a parceria efetiva com bancos traz grandes mês anterior. O resultado indica que a recu- mos são ingredientes essenciais no ciclo de o compartilhamento de informações e de
Durante o período de 2008, com as linhas e financeiras, as maiores do segmento ado- oportunidades, mas, peração do crédito e das vendas do varejo, crédito e cobrança. competências especificas, tanto por parte
de crédito e as taxas de inadimplência equi- taram ações estruturadas e rápidas, buscan- iniciada a partir do segundo semestre do das empresas de crédito quanto de co-
ao mesmo tempo,
libradas, o mercado estava em pleno cresci- do a estabilização durante o processo de cri- ano passado, está se consolidando. O avanço econômico conta com a susten- brança. Assim, elas poderão desenvolver
mento. A chegada da crise fez com que os se mundial. Mattos observa: “Quando você contribui para o tabilidade da criação de empregos, que os modelos ideais de atuação em relação
bancos e financeiras trabalhassem com foco tem os principais players do ciclo de crédito surgimento de Atualmente com 1.800 empresas que fatu- atingirá números recordes, segundo o Mi- aos novos desafios do segmento.”
na diminuição do risco e na qualidade – ain- atuando de forma coordenada e com obje- novos riscos, pois ram R$ 8,64 bilhões anuais, o setor de cré- nistério do Trabalho e do Emprego. Somen-
da maior – de liberação do crédito. “Como tivos claros, os impactos são menores. Po- o comportamento dito e cobrança vivencia crescente aumento te neste ano serão criados 2,5 milhões de Outra tendência apontada por analistas
nosso sistema financeiro tem bases muito demos dizer que entramos em 2010 com de demanda. A Associação Nacional das novos postos, superando a previsão inicial é a concentração em diversos setores da
desses, na aquisição,
sólidas, com graus de alavancagem dife- muito otimismo, porque a experiência da Empresas de Recuperação de Crédito (Aserc) de 2 milhões. O número é o maior na histó- economia. O movimento, mundial, não
renciados quando comparados ao mercado crise aproximou ainda mais as empresas de liquidação e projeta um crescimento de 30% no fatura- ria do Brasil e representa oportunidade de deve prejudicar a atuação financeira no
internacional, ele apresenta uma saúde que crédito e as empresas de recuperação de inadimplência, pode mento das empresas do setor em 2010, o emprego formal para mais de 14 milhões Brasil: “Quando essas competências são
permitiu um ajuste rápido e a manutenção crédito e cobrança. As oportunidades de comprometer as que significaria receitas de R$ 10 bilhões. de brasileiros em 8 anos. unificadas por aquisições ou fusões o
em patamares operacionais aceitáveis, tan- desenvolvimento conjunto e de criação de análises e formatações mercado passa, inevitavelmente, a exigir
to na concessão de crédito quanto na ma- novos modelos é uma prática recorrente e A expansão nas linhas de crédito, por outro “A inclusão de novos grupos de consu- ainda mais das empresas de cobrança nos
tanto na concessão
nutenção dos índices de inadimplência”, tem balizado a retomada da normalidade. lado, não deve afetar a taxa de inadimplên- midores traz grandes oportunidades, mas, quesitos investimento, estrutura, qualifi-
assegura o superintendente do Instituto O setor saiu fortalecido com a superação da de crédito quanto cia, que se manterá inalterada. Pode haver ao mesmo tempo, contribui para o surgi- cação e capacidade de adaptação a no-
GEOC, João Paulo de Mattos. crise e mostrou que tem competência para nas abordagens aumento em termos de números absolutos, mento de novos riscos, pois o comporta- vos cenários e desafios. Portanto, com a
transformar dificuldade em oportunidade.” das empresas em função do aumento da massa de acesso mento desses, na aquisição, liquidação e constituição dessas superorganizações
A contribuição das empresas de recuperação de cobranças”. ao crédito, mas, percentualmente, o índice inadimplência, pode comprometer as aná- financeiras, as operações de crédito e co-
de crédito, segundo Mattos, foi fundamen- Otimismo – O Brasil vive um momento mui- de inadimplência não sofrerá aumento. Isso lises e formatações tanto na concessão de brança se qualificaram e avançaram ainda
tal para o restabelecimento da normalidade to importante com relação ao crescimento João Paulo de Mattos, significa aumento de atividades e desenvol- crédito quanto nas abordagens das em- mais na direção dos melhores resultados e
na economia do País. Não à toa: durante os da economia e o crédito é fundamental para superintendente do Instituto GEOC vimento do setor. presas de cobranças”, avalia Mattos. “Se performances”, avalia Mattos.

10 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 11


A Serasa Experian pode ajudar sua empresa a ampliar os negócios com mais

segurança. Só a Serasa Experian tem o Hunter, uma solução que minimiza os

prejuízos de fraudes. Seja qual for o seu desafio, pergunte o que a gente pode

fazer por você.

Ligue 0800 773 7728


Acesse já serasaexperian.com.br
CAPA
xxx CAPA
xxx

Mais consciência na hora de gastar


S
ábado, 10h15, a apresentadora Deni- Denise confessa que não entendia muito BMF&Bovespa, patrocinadora de um exten-
se Chahestian dá as boas-vindas aos de economia doméstica quando começou a so programa de educação financeira, que
espectadores da TV Cultura paulista e ancorar seus programas com 12 minutos de inclui várias outras ações além da co-produ-
Educação financeira não é mais passa a falar sobre “educação financeira”. duração. Agora “ficou esperta” e procura le- ção do programa, que entrou na grade da
um paradoxo que nubla o “céu Longe de ser maçante, o programa, que vem var para a vida pessoal os ensinamentos que emissora no segundo semestre de 2009 e
aberto de possibilidades” do setor interessando públicos de todos os tipos, é transmite em rede nacional. deve ter vida longa, a julgar pela visibilidade
uma coprodução da BMF&Bovespa. Domin- já alcançada.
de crédito e cobrança no Brasil. Ao go, numa escola da periferia na zona sul de Orçamento familiar, endividamento, inves-
contrário, o conceito, incorporado São Paulo, pais, professores e líderes locais timento em ações, poupança e até a com- Turma da Mônica
inclusive por agentes financeiros, participam de workshop de educação finan- pra da casa própria são alguns dos temas contra os superendividados
está dando origem a práticas ceira e uso responsável do dinheiro. Dinâmi- que já abordou, sempre de forma simples Em março último, a Mauricio de Sousa Pro-
cos, os encontros fazem parte do programa e didática. E sempre com a consultoria da duções e a Universidade Metodista de São
de benchmark que alicerçam o “Sonhos Reais”, promovido pela Serasa Ex- Paulo lançaram o gibi “Superendividados”,
desenvolvimento sustentável do perian (ver detalhes na página 18). com a Turma da Mônica. Em 20 páginas, a
setor e do País. Conheça a seguir

ão
Divulgaç
iniciativas criativas que estão Iniciativas como essas contribuem para der-
rubar a máxima de que agente financeiro
disseminando o uso equilibrado do só se preocupa com lucros. Elas deixam
dinheiro e o consumo consciente claro que o agente financeiro sabe que só
entre os mais diversos públicos, de existe lucro verdadeiro quando a operação
crianças a “superendividados”. de crédito e investimento tem sustentabili-
dade; do contrário, o emprego de dinheiro
em desenvolvimento pessoal ou empresa-
rial não constituirá solução, mas apenas um
Christiane Marcondes Alves de Brito castelo de cartas pronto a desmoronar com
Especial para a revista Credit Performance o primeiro sopro de dificuldades.

Dicas para
alcançar
1. Compare seus
compromissos
financeiros a seus
vencimentos
• No início de cada mês, antes de receber
seu pagamento, faça uma soma
dos seus compromissos financeiros.
2. Conheça suas reais necessidades
• Antes de fazer qualquer compra, ou
aquisição, verifique se o que está
comprando é algo de que realmente
• Antes de fazer grandes dívidas, ou
longas prestações, ouça a opinião de
pessoas de sua família que moram com

sustentabilidade Compare a soma desses valores com os


valores que você tem a receber.
necessita, ou se é algo que está
comprando por impulso.
você e que colaboram financeiramente
com as despesas.

financeira
• No início de cada ano faça uma soma • Quando for fazer compras de
dos compromissos financeiros que supermercado faça uma lista, anote o
você já assumiu e que deverá pagar. preço médio dos itens anotados, assim
Compare a soma desses valores com os você já irá ao supermercado ciente do
Por Marli Aparecida Sampaio* valores que você já sabe que irá receber quanto poderá gastar.
durante o ano. • Não se esqueça de se alimentar antes
de ir ao supermercado. Isso ajuda a
economizar com os supérfluos.

14 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 15


xxx
CAPA xxx
CAPA

divertida aventura ensina as crianças a lida-


rem com dinheiro. A publicação, que come- ocupadas com o futuro ou em busca de um Web. Em 2007, fomos convidados a fazer Patricia Quadros – Por mais difícil que
morou os 20 anos do Código de Defesa do Muito além de um programa de TV sonho. Em geral, percebemos que todas elas parte de um grupo de trabalho liderado por possa parecer, quando uma pessoa se
Consumidor, completados agora em 2010, querem aprender a organizar o próprio orça- entidades do governo – dentre elas, o Banco predispõe a poupar, tudo o que ela pre-
teve uma tiragem de 100 mil exemplares mento para começar uma poupança. Embora central e a Comissão de Valores Mobiliários cisa fazer é organizar o orçamento e co-

G
para distribuição gratuita em palestras de rande parte da nossa vida é feita de escolhas que envolvem dinheiro. Se não tivermos os conceitos de controle de orçamento pesso- (CVM) e ficamos responsáveis por desenvol- meçar. Se pararmos para analisar, vamos
orientação sobre o superendividamento e disciplina, corremos o risco de pagar caro por uma vida financeira desorganizada. A al e de formação de poupança sejam relativa- ver um plano de iniciativas para implementar perceber que o dinheiro está em muitos
também em escolas, associações de bairros educação financeira é importante para ensinar as pessoas sobre quais informações mente simples, na prática, não é tão fácil ter a educação financeira na grade curricular momentos do nosso dia a dia. E é nesses
e comunidades carentes. elas devem avaliar ao tomar decisões de consumo e poupança, ensina Patricia Quadros, da disciplina para conter os próprios gastos. As das escolas brasileiras. O primeiro resultado momentos, que estão as oportunidades
BMF&Bovespa, entidade que patrocina o programa “Educação Financeira”, da TV Cultura. pessoas estão em busca desse tipo de orien- desse trabalho está prestes a sair. Em 2010, o de começarmos uma poupança. Pode ser
Na história, Magali vai ao supermercado tação e encontram suporte quando acessam projeto piloto será aplicado em 650 escolas. bem pouco no início, até mesmo centa-
com seu pai e enche o carrinho com as Credit Performance – Como fazer do orçamento pessoal. Ao colocar as receitas e nossos cursos presenciais e on-line. No programa de televisão Educação Finan- vos. O mais importante é cultivar o hábi-
gulodices que adora. Na hora do acerto de crédito um investimento? despesas no papel é possível ter uma visão ceira somos os responsáveis pelo conteúdo e to. É preciso absorver a idéia de que uma
conta, os cartões do pai não passam pelo Patricia Quadros – Em nossos progra- geral da situação financeira. Podemos visu- Credit Performance – Quais são os seus contamos com a colaboração de consultores pessoa com acesso à educação financeira
caixa, porque estão com os limites estoura- mas de educação financeira, defendemos alizar para onde vai o dinheiro, checar se o parceiros no programa e que tipo de edu- especialistas em economia e finanças. Essa pode, inclusive, mudar sua própria condi-
dos, e ele percebe, desesperado, que está o uso do crédito de forma responsável. nosso gasto é compatível ao nosso ganho e cação eles proporcionam aos seus clientes? colaboração nos permite falar sobre os mais ção social.
endividado. Ao longo das páginas seguin- Mostramos que ele é importante para a verificar onde é possível reduzir despesas com Patricia Quadros – A BM&FBOVESPA sem- diversos assuntos e produtos financeiros.
tes, o suspense que encanta os minileitores economia, mas alertamos quanto ao seu mais facilidade. No entanto, para evitar que pre teve um compromisso com a educação. Credit Performance – Como organizar
de Mauricio de Sousa traz as reviravoltas uso dentro das reais possibilidades finan- o crédito se torne um endividamento fora de O lançamento do programa de TV, em 2009, Credit Performance – Qual é a principal um orçamento pessoal?
de sempre e também diversas dicas sobre ceiras de cada um. Incentivamos nossos controle, além de fazer o orçamento, é preci- foi mais um passo para levar informações so- atitude para aprender a economizar? Patricia Quadros – No site do programa
como lidar com a falta de dinheiro e como alunos a pesquisar e optar por institui- so ter disciplina. bre educação financeira a um maior número Patricia Quadros – Na verdade, são duas: Educação Financeira é possível baixar um
economizar, para que as crianças cresçam ções que ofereçam os melhores custos de pessoas. Mas é importante destacar que definir objetivos e ter disciplina. Quando modelo de planilha que pode ser usada
conscientes e ajam responsavelmente na financeiros. Mostramos ainda que, em Credit Performance – Como os adultos, com realizamos esse trabalho já há muitos anos. não temos um objetivo claro fica mais difícil para organizar um orçamento pessoal.
hora de fazer compras. determinados casos, o endividamento atitudes viciadas, correspondem a propos- Em 2002, iniciamos o Programa de Popula- poupar. Nossa tendência natural é ceder aos Essa planilha pode ser customizada de
pode ser positivo. São os casos em que tas de redução financeira? O programa de rização e ampliamos as nossas iniciativas de nossos desejos, viver o agora e deixar para acordo com a necessidade de qualquer
O Desembargador do Tribunal de Justiça de o crédito é usado para formação de pa- TV é muito procurado nesse sentido? educação financeira buscando fomentar a resolver o futuro quando ele chegar. Porém, pessoa, de qualquer perfil. Mas a planilha
São Paulo, Rizzatto Nunes, e a ex-diretora trimônio, como na aquisição da casa pró- Patricia Quadros – A educação financeira é cultura de investimentos. Em 2006, come- essa atitude muda quando sabemos que o não é o único meio. Um caderno já dá
executiva do PROCON-SP, Marli Aparecida pria, por exemplo. um assunto que tem alcançado cada vez mais çamos a ministrar cursos e palestras gratui- sacrifício de adiar o consumo hoje tem uma conta do recado. O mais importante é as-
Sampaio, desenvolveram o projeto, batizado destaque. Muitas pessoas que procuram por tos sobre o assunto com o lançamento do causa maior: um sonho a ser alcançado. sumir um compromisso consigo mesmo e
de “Educação para o Consumo”, e cederam Credit Performance – O que evitar para nossos programas de educação financeira, Educar. Ainda nesse ano, lançamos a com- anotar tudo o que é gasto. Tudo mesmo.
gratuitamente os direitos autorais da parte que o crédito não se torne dívida? incluindo o programa de televisão, estão em petição interescolar Desafio BM&FBOVESPA, Credit Performance – Como poupar quan- Pequenas despesas podem se transformar
que lhes coube abordar: o superendivida- Patricia Quadros – A melhor maneira de busca de soluções para uma situação de en- que já está em sua quinta edição e agora do se ganha o bastante para bancar as em grandes gastos. Ou em grandes eco-
mento, desenvolvido com exclusividade para lidar com as finanças é por meio de um dividamento. Outras, por exemplo, estão pre- chega a todo território nacional em versão despesas mensais? nomias, o que é melhor ainda.
a revista especial da Turma da Mônica.

3. Cuidado com o crédito fácil


• Se você já tem um empréstimo
consignado (aquele que desconta em
folha de pagamento), evite utilizar o
• Se você já estiver nesta situação, procure
o banco, proponha um reparcelamento
dessas dívidas. Se não conseguir, procure
• Utilize cartão de crédito e cheque
especial com racionalidade. Ou seja,
somente gaste no cartão de crédito e no
4. Não deixe suas
dívidas crescerem
• Quando perceber que não conseguirá
pagar prestações de suas dívidas,
procure o credor, faça uma proposta de
• Se perceber que está difícil pagar a fatura
do cartão de crédito, tire o cartão do
bolso. Procure o gerente de seu banco
5. Priorize o
pagamento de
gastos fixos
• Por exemplo, o valor do aluguel, das
despesas de condomínio, da mensalidade
escolar, da prestação da casa própria,
cheque especial. outro banco que tenha juros e encargos cheque especial o que você vai conseguir reparcelamento, com parcelas menores. e faça um empréstimo para pagar o do plano de saúde, de um empréstimo
• Evite pegar empréstimos nos terminais menores. Lá você vai propor ao gerente pagar quando vier a fatura. Antecipe-se ao credor. Isso lhe garante cartão. Os juros são bem menores. descontado em folha ou pago com
de caixas eletrônicos. Esses valores são a “Portabilidade de Crédito”, que é a • Evite pagar as compras com cheque vantagens, tais como: pagamento de • Se fizer um parcelamento de dívidas, carnê, os parcelamentos de dívidas, as
divididos em parcelas pequenas, que, em possibilidade de o devedor movimentar especial, pague sempre a vista. juros de mora, multas e outros encargos. nunca atrase as parcelas. prestações em geral.
princípio, cabem em seu orçamento, mas o empréstimo de uma instituição para • Nunca pague o valor mínimo de sua fatura
o problema é que após esse empréstimo outra em busca de juros menores, de cartão de crédito. Se não conseguir
virá a oferta de outro, depois outro, mais conforme Resolução 3.401/06 do Banco pagar o valor total da fatura, pague ao
outro e quando você perceber seu salário Central do Brasil. menos o dobro do valor mínimo.
já estará retido, na totalidade, para pagar
essas parcelas.

16 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 17


xxx
CAPA caso de sucesso

A Universidade Metodista de São Paulo, em Sonhos Reais. A importância


de viver sonhos possíveis
“Sonhos Reais” consiste em cinco Incorporação
abre caminho para
parceria com a Editora Atlas, Papéis Nova workshops semanais, sempre aos domin-
Mercante, Gráfica RR Donnelley Moore e A Serasa Experian também já se engajou na gos, somando 20 horas de trabalho. A
Associação Civil SOS Consumidor “acredi- educação financeira do seu público, criando metodologia, inédita no Brasil, é da Mi-
taram no projeto e o tornaram realidade”,
conta Mauricio de Sousa.
o “Sonhos Reais”. O nome é mais do que
apropriado para um projeto que, segundo
o seu gestor, Tomás Carmona, leva a pro-
cro Finances Oportunities, organização
norte-americana que adaptou a ferra-
menta à realidade brasileira com patro-
novos negócios
Dinheiro não é brincadeira fessores e pais da rede pública de ensino cínio do Citibank.
Processo de aquisição e fusão da NovaQuest
Para o gestor do programa “Sonhos Reais” ferramentas para lidar adequada e provei-
da Serasa Experian, Tomás Carmona, saber tosamente com “dinheiro”. Os macrotemas do workshop são orça- aponta para nova tendência no setor

Sergio Zacchi
dizer “não” às crianças é uma das princi- mento e poupança, gerenciamento de
pais “vacinas” contra a inadimplência que O programa piloto foi implantado, em dívidas, serviços bancários e negociações Ana Elisa Paiva
atinge os consumidores. Normalmente, os 2009, em escolas carentes da zona sul pau- financeiras, família e dinheiro, educação Nelson Martos: sócio-diretor e fundador da NovaQuest
pequenos recebem tudo o que pedem ou listana e atualmente passa por processos de financeira na escola. “O interessante da

O
se sentem “desvalorizadas” num universo avaliação para levantamento de resultados. educação financeira é que ela já come- mercado brasileiro de cobrança na Entre as soluções bem-sucedidas desenvolvidas era inédito no Brasil até a aquisição da CreditO-
em que “comprar é preciso”: comprar tênis A julgar pelos dados empíricos, o plano im- ça aos quatro meses de idade, quando área de recuperação de crédito está para os clientes, Nelson cita a criação de um ne pela NovaQuest, em fevereiro deste ano. “O
de marca, os produtos da moda, os games plantado foi um sucesso e terá continuida- a criança passa a se confrontar com o aquecido, e algumas novidades po- serviço de atendimento especializado em vare- negócio adquirido foi preservado na sua totali-
que todos os colegas comentam. de no segundo semestre de 2010. aprendizado da ‘espera’; afinal, educação dem favorecer ainda mais esse cenário. É o jo para o Banco Sofisa. Esta solução ajudou o dade. Nas reuniões estratégicas envolvendo as
financeira nada mais é do que aprender a caso da Novaquest, que, com a incorporação banco a suportar a demanda crescente da car- lideranças das duas equipes, juntamente com
A educação financeira não quer ser um “Criamos um programa interno de forma- esperar, esperar para ter dinheiro e poder da CreditOne, começa a alcançar resultados teira de crédito de veículos, que deu um salto os sócios da NovaQuest, definimos diversas
fator que atrapalhe a inclusão do menor ção de voluntários em educação financeira comprar o objeto do desejo, esperar para inéditos no país, segundo o sócio-diretor e entre 2007 e setembro de 2008. formas de causar o menor impacto possível na
no seu universo de convívio, mas procura com o objetivo de levar à população o tema ver as moedas aumentarem no cofrinho e fundador da NovaQuest, Nelson Martos. A incorporação das operações”, garante.
mostrar os limites entre o que é possível e de uma forma empática, simples, de rápida somar um valor que proporcione a com- manutenção da qualidade dos serviços das Logo após a crise mundial de crédito, no final
o que não é possível comprar. Em última assimilação. A metodologia é importada e pra de algo desejado”, ensina Carmona. duas instituições, depois de apenas dois me- de 2008, a NovaQuest também desenvolveu Como as duas empresas têm compromissos
instância, pode demonstrar que o valor de adaptada às necessidades das seis escolas ses de fusão, indica que esse pode ser um para o Banco BMG uma célula operacional es- em manter o nível de serviços junto aos seus
uma pessoa não reside nas suas “posses”, da Regional Sul da Secretaria Estadual onde O programa acabou incorporando material bom negócio para outras empresas do setor. pecífica e especializada em renegociação de clientes, desde o início, ambas as equipes se
mas no que essa pessoa pode e deve se implantamos o programa. Levamos conhe- que a Serasa já utilizava – antes da associa- créditos vencidos. Esta outra solução contri- empenharam em tocar o processo sem que-
tornar. “Esta compreensão passa pelo en- cimento aos pais, professores e líderes de ção à Experian – para disseminar o conceito Empresa especializada em serviços de recupe- buiu para a diminuição da despesa de provi- bra de qualidade e produtividade: “sem dúvi-
tendimento de como funciona o sistema fi- comunidade carente por meio de nosso de consumo consciente, como gibis e até ração de crédito e atendimento ao cliente, a são de devedores duvidosos do banco. No se- das, esse foi nosso grande desafio. Em 90%
nanceiro, por exemplo, é importante saber grupo de voluntários, na verdade colabora- manual do professor. Segundo Carmona, NovaQuest foi criada em 2003, com o objetivo gundo semestre de 2009, praticamente todos dos casos, os objetivos nesse sentido foram
a diferença entre parcelas de baixo valor e dores que de livre e espontânea vontade se certamente é mais fácil ensinar crianças a de prover soluções personalizadas às diversas os bancos com grandes volumes de carteiras alcançados e superados”.
juros altos. As pessoas se apegam ao valor submeteram ao curso de capacitação – de lidar com dinheiro porque é muito mais fácil necessidades dos clientes, oferecendo opções de créditos adotaram essa mesma forma de
da parcela e não enxergam os juros embuti- 80 horas – que realizamos no primeiro se- “criar hábitos saudáveis do que modificar diferenciadas em atendimento. “Trabalhei em renegociação para diminuir as perdas. A integração entre as equipes teve de ocorrer no
dos”, explica Carmona. mestre de 2009”, diz Carmona. hábitos equivocados”. financeiras e bancos de 1978 a 2003, quando dia a dia e, hoje, passados dois meses da incor-

6.
saí das organizações Bradesco para realizar o A aquisição da CreditOne poração, não é mais possível enxergar dois gru-
sonho de construir o meu próprio negócio”, pos ou duas empresas distintas. “De todos os
relembra Nelson. “Iniciei as operações da No- Em mais de 30 anos de mercado, Nelson Mar- objetivos almejados e obtidos, termos feito uma
vaQuest tendo como meu principal cliente o tos participou de diversos processos de fusões operação de fusão e incorporação operacional,
próprio Bradesco, atuando nas carteiras do e aquisições de instituições financeiras, mas, se- num mercado sem histórico desse evento, e
BCN e da Finasa. Depois vieram Itaú, BV Fi- gundo ele, especificamente no setor de serviços onde o resultado de 1+1 deu maior que 2, o que
Tome atitudes efetivas quando estiver no vermelho nanceira, BMG, entre outros. Hoje, temos dez de recuperação de crédito, esse tipo de evento nos deixa muito orgulhosos”, diz Nelson.
dos melhores contratantes do mercado finan-
• Converse com sua família sobre suas • Troque o plano do telefone fixo e celular, • Inclua no seu orçamento (anual e ceiro em nosso portfólio”.
dificuldades financeiras. A conversa não diminua o pacote da TV por assinatura, mensal) os gastos esporádicos, caso do
serve apenas para deixá-los cientes das procure um supermercado com preços licenciamento do carro, compra de material Para alcançar esses resultados, a NovaQuest Resultados da NovaQuest A Novaquest recebeu, em 2008, o Selo
dívidas, mas para que todos o ajudem a mais em conta. escolar, festinha da escola dos filhos, festa busca oferecer serviços personalizados, siste- após a incorporação gEoc - Excelência em Serviços de Cobran-
economizar e a sair do vermelho. • Todos esses gastos são os flexíveis. de aniversários, presentes, etc. mas operacionais qualificados e equipes espe- • Aumento do portfólio de clientes em 30% ça, que reúne uma série de critérios e
• Faça sua família se unir a você para que • Reduza os gastos supérfluos. Compras cializadas em traçar as melhores estratégias. exigências, como: experiência no mercado;
*Marli Aparecida Sampaio é co-autora da cartilha
• Aumento da participação nos clientes
juntos, diminuam os gastos flexíveis de coisas que você pode deixar para uma “As soluções personalizadas para clientes, opinião dos clientes quanto aos serviços
“Superendividados”, ex-diretora executiva do PROCON- comuns em 40%
(Gastos flexíveis também são fixos, mas época de menos aperto financeiro. SP e professora da Universidade Metodista de São Paulo. como o próprio nome diz, não são commodi- prestados; projetos de melhoria de perfor-
podem variar de valor. Por exemplo, as ties ou produtos de prateleira. Surgem, espe- • Crescimento de 40% no faturamento mance; infraestrutura e tecnologia da infor-
contas com água, energia elétrica, gás cialmente, em momentos pontuais, quando • Participação de 700 colaboradores mação; e alcance e gestão de resultados.
e telefone, as despesas com feiras e as soluções padronizadas já não atendem às • Atuação em 4 estados brasileiros
supermercados, com vestuário etc.). expectativas do cliente ou quando o serviço
SERVIÇO - NovaQuest
atravessa uma mudança de premissas e re- www.novaquest.com.br
quer criatividade para implementar essas mu- (55 11) 3523-0200
danças”, explica o executivo.

18 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 19


Indicadores Indicadores

Banco Central
puxa o freio para
conter inflação
A reação do mercado e dos consumidores, assim como o
rumo das questões econômicas internacionais, determinarão
os possíveis novos aumentos da taxa básica de juros.

iStockphoto
Christiane Marcondes Alves de Brito

D
epois do pacote de medidas lan- do ano. “O aumento era necessário, pois possível crescer sem inflação e com uma de eleições. “É o setor que mais emprega Na prática, o aumento da taxa básica de
çado pelo governo federal no final o país estava trabalhando em nível superior infraestrutura compatível com as possibi- mão de obra metropolitana, além de ter juros afetará as vendas a prazo: haverá o
de 2008 para atenuar os efeitos da ao compatível com a meta da inflação para lidades de escoamento da produção. “As uma vasta cadeia produtiva que também desestímulo à compra, contribuindo para
crise internacional, o Banco Central se pre- o ano”, comenta Levy. medidas do governo federal tiraram o Bra- se beneficia. Em ano eleitoral, construir ca- a diminuição dos investimentos. Com as
para para conter as implicações colaterais sil de um período de recessão e o coloca- As medidas do sas é um bom negócio e, para o governo, é novas taxas, poupar será um bom negócio
do que foi um bom remédio para a econo- O gerente de indicadores de mercado da ram para crescer, mas o ‘remédio’ conti- vantagem manter esta produção alta e con- para o consumidor e para as empresas, e o
governo federal
mia brasileira, como a redução de juros e Serasa Experian, Luiz Rabi, também apon- nuou sendo dado sem precisar. Agora, é trolar com a taxa de juros”, aponta. resultado será uma economia mais lenta e
os estímulos fiscais. No dia 28 de abril, na ta essa tendência de aumento como medi- preciso puxar o freio”, comenta. Para ele,
tiraram o Brasil um crescimento controlado. “O remédio é
reunião do Comitê de Política Monetária da para conter a inflação. “Existe a meta os estímulos deveriam ter sido retirados de um período Em vez de aumentar impostos e cortar amargo, mas deve ser tomado”, indica Luiz
do Banco Central (Copom), foi iniciado um oficial que o Banco Central persegue, de antes, por volta de setembro de 2009, evi- de recessão e gastos, para Rabi, o governo federal pode Rabi. Para ele, a “doença” da inflação se-
ciclo de aperto monetário, o primeiro des- 4,5% ao ano, que está acima disso hoje, tando o problema da inflação: “o governo o colocaram amenizar os cortes previstos – por ser este ria pior para o trabalhador de baixa renda,
de setembro de 2008. assim como as previsões para 2011”, as- não só demorou a reverter o pacote, como um ano eleitoral –, optando por uma políti- que não pode se defender de níveis altos
para crescer,
sinala. O sobreaquecimento da economia, gastou demais, e a produção em massa ba- ca fiscal mais frouxa. “O Banco Central está de inflação.
O aumento inicial da taxa Selic foi de 0,75 resultado direto do sucesso do pacote an- teu recorde”.
mas o ‘remédio’ fazendo a parte dele, e eu espero que o go-
pontos percentuais, número já previsto por ticrise, resultou em alta da inflação. Só nos continuou sendo verno também faça a sua.” Mesmo com a A certeza é a de que, agora, é preciso es-
uma parte do mercado, acumulando 9,5%. primeiros quatro meses de 2010, a inflação Em direção oposta, a indústria de materiais dado sem precisar. previsão de um ciclo de aperto, a meta de perar e ver qual será a reação do mercado
Paulo Levy, professor da PUC-RJ e econo- acumulada já é de 2,5%, mais da metade de construção segue com os impostos re- Agora, é preciso inflação do BC para 2010 não será atingida, e dos consumidores, assim como quais ru-
mista do Instituto de Pesquisa Econômica prevista para todo o ano, segundo levanta- duzidos até o final do ano. Para o presiden- mas deve ficar dentro da margem de tole- mos tomarão as questões econômicas in-
puxar o freio”.
Aplicada (IPEA), acredita que a taxa básica mento do BC. te do Conselho Regional de Economia de rância, passando dos 5%. “Agora, é corrigir ternacionais, que não podem ser deixadas
de juros, que foi de 8,75% no primeiro tri- Minas Gerais, Jersone Tasso Moreira Silva, Luís Rabi, a trajetória da inflação para 2011, não pas- de lado. Estas variáveis determinarão, em
mestre e a mais baixa da história, siga cres- Segundo Rabi, o Brasil iniciou o ano com a manutenção das taxas da construção civil gerente de indicadores de sando dos 6%”, defende o especialista da parte, os possíveis novos aumentos da taxa
cendo e fique entre 11% e 12% até o final crescimento acentuado, acima do que era pode estar ligada ao fato de 2010 ser ano mercado da Serasa Experian Serasa Experian. básica de juros.

Indicador Serasa Experian de Perspectiva Indicador Serasa Experian de Perspectiva Indicador Serasa Experian de Indicador Serasa Experian de
da Inadimplência das Empresas da Inadimplência do consumidor Perspectiva do crédito às Empresas Perspectiva do crédito ao consumidor
Deslocado 6 meses adiante Deslocado 6 meses adiante Deslocado 6 meses adiante Deslocado 6 meses adiante
Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência das Empresas Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência do Consumidor Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito às Empresas Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor
(deslocado 6 meses adiante) (deslocado 6 meses adiante) (deslocado 6 meses adiante) (deslocado 6 meses adiante)

135.0 115.0 108 109

125.0 106 107


110.0
104 105
115.0
105.0
102 103
105.0
100.0 100 101
95.0
98 99
95.0
85.0
96 97
90.0
75.0 94 95

65.0 85.0 92 93
Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Ago Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Nov Mai Ago Dez Jun Dez Jun Dez Jun Dez Jun Dez Jun Dez Jun Set Dez Jun Dez Jun Dez Jun Dez Jun Dez Jun Dez Jun Set
04 04 05 05 06 06 07 07 08 08 09 09 10 10 04 04 05 05 06 06 07 07 08 08 09 09 10 10 04 05 05 06 06 07 07 08 08 09 09 10 10 04 05 05 06 06 07 07 08 08 09 09 10 10

A escala vertical está indicada em base 100, sendo este o número correspondente à média histórica registrada

22 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 23


IDEIAS & TENDÊNCIAS novidades

A g e n d a

iStockphoto
FRAUDE, UM MAL PARA EMPRESAS Acompanhe os principais eventos da CMS em 2010:

E CONSUMIDORES
10 de junho
8º Congresso Nacional de
Crédito e Cobrança
Argentina / Buenos Aires /
Caesar Park

Laércio Oliveira Pinto 1 de setembro


5º Congresso Nacional de
Presidente da Unidade de Negócios de Crédito e Cobrança
Crédito da Serasa Experian Chile / Santiago / Espacio Riesco

16 de setembro
4º Congresso Nacional de

Carol Carquejeiro
Vista panorâmica de Lisboa Financiamento de Consumo e
Meios de Pagamento

Líderes da Indústria de Crédito e


Argentina / Buenos Aires / Hotel
Four Seasons

A
s ocorrências de fraudes estão em dos sócios e se têm ocorrido ações fora
alta no Brasil e no mundo e, na mes- do padrão do mercado. Recuperações se reúnem em Lisboa 23 e 24 de setembro
5º Congresso Nacional de
Crédito e Cobrança
ma direção, vão as perdas financeiras
Peru / Lima / Sheraton Lima
das empresas e os prejuízos ao consumidor. Para apurar as inconsistências em relação ...O 1º Congresso Nacional de Crédito e Recuperações, em Lisboa, acontece em 12 de Hotel & Convention Center
ao consumidor, é igualmente importante outubro, no Centro Cultural de Belém. Durante o evento, líderes do mercado nacional vão
8 de outubro
Hoje, a indústria das fraudes é lucrativa, co- confirmar dados cadastrais e avaliar os as- compartilhar suas experiências e visões sobre o crédito e sua gestão de recuperações. No 3º Congresso Nacional de
mandada por quadrilhas, dirigida com inte- pectos comportamentais, com o suporte de dia 11 de outubro serão realizadas atividades específicas para o “intercâmbio de negócios” Crédito e Cobrança
Equador / Quito
ligência e criatividade; possuem, sobretudo, modelagem matemática e redes neurais. entre empresas do Brasil e Portugal. Mais informações no site www.cmspeople.com.
muita agilidade. 12 de outubro
Por conta das fraudes de subscrição, carac- 1º Congresso Nacional de Crédito
e Recuperações
Mesmo que grande parte dos negócios no terizadas pelas informações imprecisas e
país já tenha sofrido algum tipo de fraude, inverídicas, as empresas normalmente con-
Localcred engaja filiais CMS mobiliza ações Portugal / Lisboa / Centro Cultural
de Belém
são poucas as empresas que, efetivamente, fundem a perda decorrente como de inadim- de todo o país em ação para ajudar as vítimas
14 e 15 de outubro
a compreende como risco e adota uma ges- plência. Precisa ser entendido que a fraude solidária ao Rio de Janeiro da tragédia no Chile 1º Congresso Nacional de
tão estratégica adequada para gerenciá-la. é intencional, enquanto a inadimplência, na Microfinanças
Colômbia / Bogotá / Tequendama
maior parte dos casos, não. Mais: a empresa A assessoria de cobrança Localcred, em A CMS People convoca todas as pessoas e
Do lado do consumidor, não há preocupa- que foi fraudada uma vez, se não se prevenir, conjunto com suas 17 filiais, arrecadou empresas que integram a comunidade da 21 de outubro
3º Congresso Nacional de
ção ou cuidado para proteger suas informa- o será outras vezes, pois o crime identifica mais de mil peças de roupa em prol das indústria de crédito e cobrança a estende- Financiamento de Consumo,
ções pessoais. Falta uma conscientização onde há espaço para voltar. famílias mais afetadas pelas fortes chu- rem a mão em solidariedade às vítimas do Pagamento e Recuperação
em relação aos riscos e às consequências da vas no Rio de Janeiro, no começo de terremoto no Chile. A CMS escolheu como Uruguai / Montevideo / Radisson
Montevideo Victoria Plaza Hotel
fraude, o que torna mais fácil a ação dos estelionatários. A partir Os estudos da Serasa Experian mostram que os setores mais visados abril. “É uma forma singela de nossos alvo das doações a Fundación “Un Techo
do roubo de informações pessoais de um documento, ou a criação pelos fraudadores são os de produtos de fácil comercialização, que colaboradores demonstrarem solidarie- para mi País”, organização sem fins lucra- 1 e 2 de novembro
2º Congresso Internacional de
de um fictício, se busca a obtenção de crédito, causando grandes são rapidamente reposicionados no mercado. Nem por isso esses dade aos nossos irmãos fluminenses”, tivos que atua na construção de casas para Crédito e Cobrança e 1º Fórum
problemas para o cidadão, que poderá ter anotações negativas em agentes deixam de estar presentes nos golpes com automóveis, diz Paulo Colello, superintendente co- quem perdeu tudo no desastre. Saiba como Venezuelano de Microfinanças
Venezuela / Caracas / Hotel
seu nome. Sobra a ele provar que é vítima em várias ocorrências, o seguros, cartões de crédito etc. A empresa vulnerável às fraudes mercial e de marketing da assessoria. ajudar em http://www.cmseventos.com/ Tamanaco Intercontinental
que não é uma tarefa fácil. Cabe ao consumidor extremo cuidado acaba sofrendo danos à sua imagem, os acionistas se sentem pre- chile_2010/es/ayudemos_a_chile/.
com sua documentação e evitar dar seus dados pessoais a qual- judicados, os empregados perdem a confiança e seus processos in- 9 e 10 de novembro
6º Congresso Nacional e 8º
quer solicitação. ternos ficam desacreditados. Congresso Latino-Americano de
Crédito e Cobrança
O crédito é um dos canais preferidos dos fraudadores, porque seu Pode-se dizer que o risco de fraude faz parte dos negócios. É recor- Serasa Experian abre primeira megastore Brasil / São Paulo / Teatro Alfa e
Hotel Transamérica
resultado é imediato. Nesse contexto, o roubo ou furto de informa- rente, sempre existiu e existirá. O compromisso em reduzi-lo deve de certificação digital da América Latina
ções sempre marca o início do processo criminoso. Para qualquer estar no cotidiano das empresas. E cumpre lembrar que a forma 23 e 24 de novembro
2º Congresso Nacional de Crédito
empresa, a aceitação de um novo cliente, consumidor ou corpora- mais eficaz de minimizá-lo é utilizar ferramentas de prevenção, ... A Serasa Experian inaugurou, no dia em 2010, cerca de 600 mil empresas que e Recuperação
tivo, e seu financiamento exigem, além da confirmação dos dados compartilhar dados sobre eventos fraudulentos, monitorar os pos- 31 de março, em São Paulo, sua primeira terão de emitir eletronicamente suas notas Espanha / Madrid / NH Eurobuilding
cadastrais, a avaliação comportamental. Este último aspecto, o do sívei avisos de risco e de alteração comportamental, e consistir os e maior loja de atendimento exclusivo para fiscais de mercadorias – e para isso neces-
comportamento, adquire especial importância na identificação dos dados coletados no mercado ante as informações oficiais. emissão de certificados digitais. “A Megas- sitam de um certificado digital – e cerca de
sinais de inconsistências. tore Serasa Experian é um marco no mer- 1,4 milhão de empresas cujas declarações
Com o gerenciamento de fraudes as perdas são minimizadas, os cado da certificação digital e é parte de terão de ser entregues com certificação. “A
Para detecção de fraudes empresarias é fundamental cruzar negócios ficam mais rentáveis e seguros, favorecendo a competiti- nossos investimentos nos últimos anos para Megastore está estruturada para emitir cer-
informações, tais como: se a empresa cliente aponta mais de vidade e preservando a imagem da empresa. atender à demanda crescente deste merca- ca de 40 mil certificados digitais por mês”,
um endereço para o seu negócio; se várias empresas funcio- do”, diz o presidente da Serasa Experian, afirma Igor Rocha, presidente de negócios informações: www.cmseventos.com
nam em um só local; se há divergência dos dados cadastrais Sua empresa está preparada contra as fraudes? Ricardo Loureiro. Essa demanda abrange, de Identidade Digital da Serasa Experian.

24 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 25


Prêmio Líderes

Homenageados do prêmio líderes 2009


Inscrições

Divulgação
abertas em 2010
O 6º Congresso Nacional e o 8º
Congresso Latino-Americano de
Crédito e Cobrança já têm data
e local definidos: São Paulo (SP),
nos dias 9 e 10 de novembro. As
inscrições já estão abertas no site:
www.cmseventos.com.
Os indicados pela Comissão Or-
ganizadora serão divulgados ain-
da no primeiro semestre de 2010,
e os nomes ficarão disponíveis no
site do evento. Inscreva-se e ga-
ranta seu lugar neste encontro!

Reconhecimento aos destaques


da indústria de crédito
Daniele Garcia ças”, Issaia Abbud, Gerente B-FSC Cobrança vio Mathias, Diretor Comercial do Itaú, já
da Volkswagen Serviços S/A, foi o primeiro foram contemplados.

C
hegando à sua terceira edição em a ser premiado pelo seu desempenho no se- Para chegar a estes nomes, anunciados no
2010, o Prêmio Líderes de Crédito tor de cobranças. O Superintendente da BV encerramento dos Congressos, são consi-
e Cobrança é uma homenagem aos Financeira, Yeh Jui Cheng, que já havia sido deradas quatro fases. Em um primeiro mo-
principais líderes da indústria de crédito. A indicado em 2008 na mesma categoria, foi mento, são escolhidos os quatro indicados
premiação toma lugar junto com o Congres- o homenageado da última edição. pela Comissão Organizadora do evento, por
so Nacional de Crédito e Cobrança, que se A terceira, “Trajetória em Crédito e Co- meio de votação. Os nomes são disponibili-
prepara para a sua sexta edição. Inovador brança”, é o maior reconhecimento da zados no site da CMS Brasil. A segunda fase
e exclusivo, o Prêmio reconhece os maiores indústria para um líder-chave. São pre- é feita pelos participantes do congresso, no
destaques do setor, que, com excelência, são miados aqueles que, ao longo de sua primeiro dia do evento. Cada um recebe, em
exemplos para os companheiros, colegas de vida profissional, colaboraram com novas seu material, uma cédula de votação, que é
trabalho e futuros profissionais que aspiram a ideias, práticas e soluções para o desen- depositada na urna do evento. Os votos são
uma carreira de sucesso. volvimento da área. Espírito de superação, apurados com fiscalização e homologação
Como evento anual mais importante da área por exemplo, é um dos valores que corres- de uma empresa auditora. Por fim, ocorre a
de CeC Ibero-Americano, o Prêmio oferece pondem à performance desses premiados. divulgação do resultado. Eleitos pelo público,
a oportunidade aos seus participantes de se José Paulo Rodrigues, Superintendente de os líderes são reconhecidos e homenageados
tornarem peças fundamentais na escolha Cobrança do Banco Bradesco, e Luiz Ota- pelos principais profissionais do setor.
dos homenageados. Por meio dos seus vo-
tos é que os líderes serão premiados, diante
dos mais de mil profissionais que participam Os ícones do C&C
anualmente do Congresso.
A premiação se dá em três categorias. A Edição de 2008 Edição de 2009
primeira, “Excelência em Crédito”, reco- Excelência em Cobrança Excelência em Cobrança
nhece quem contribuiu consistentemente Issaia Abbud / Yeh Jui Cheng / BV
para o crescimento sustentável da área de Volkswagen Serviços S/A Financeira
crédito, desenvolvendo sistemas, modelos Excelência em Crédito Excelência em Crédito
e soluções estratégicas. Na primeira edição, Marcos Vanderlei Adalberto Savioli / Banco
o vencedor foi Marcos Vanderlei Ferreira, Ferreira / Banco Itaucred Panamericano
Diretor de Crédito e Cobrança do Banco Financiamentos Trajetória em Crédito
Itaucred Financiamentos. Em 2009, Adal- Trajetória em Crédito e Cobrança
berto Savioli, Diretor Executivo do Banco e Cobrança Luiz Otavio Mathias /
Panamericano, foi quem teve seu trabalho José Paulo Rodrigues / Banco Itaú
reconhecido na categoria. Banco Bradesco
Quando o assunto é “Excelência em Cobran-

26 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 27


OPINIão

Eficiência na cobrança.
Qual o segredo?
580 HORAS DE ESPECIALIZAÇÃO EM CRÉDITO E COBRANÇA
Cícero de Toledo Piza Filho
Diretor Administrativo e Financeiro do Instituto GEOC

PRIMEIRA TURMA COMEÇA EM AGOSTO


A

Carol Carquejeiro
atividade de cobrança tem passado da linha nos permite propor uma solução sob
por grandes transformações nos úl- medida para o inadimplente. Já tivemos casos
timos anos. Saiu de um cenário de em que o cliente, após o acordo, enviou e-mail O Instituto GEOC lançou o MBA executivo A entidade de ensino escolhida para ser a complexidade e alta performance. Por isso
pouca relevância, para um modelo de gran- e telefonou agradecendo a atenção e preocu- IGEOC em Crédito e Cobrança, estágio mais responsável pela viabilidade do projeto sentimos a necessidade de preparar da
de complexidade e alto desempenho. No pação com o seu momento. Tratar com digni- alto na formação dos profissionais do setor. educacional foi o Grupo IBMEC - Instituto melhor maneira possível os profissionais da
passado, seja como profissão ou atividade dade, respeito e objetividade só é possível com O curso foi elaborado pela frente de Brasileiro de Mercado de Capitais.“O MBA área”, afirma o superintendente do IGEOC,
trabalho de RH do Instituto GEOC, que executivo IGEOC em Crédito e Cobrança é João Paulo de Mattos. “O curso MBA execu-
empresarial, não era vista como um negócio um time muito bem preparado. Para ter uma
durante mais de oito meses se dedicou a o primeiro passo de um projeto muito mais tivo IGEOC em Crédito e Cobrança é o
de grande importância no ciclo de crédito. ideia, nesta atividade, o tempo médio de uma abrangente. O convênio entre o IGEOC e o
definir o conteúdo que melhor atenderia as primeiro do país com essa modelagem e faz
Com a chegada do período de estabilização ligação em determinadas carteiras de crédito é Grupo IBMEC poderá levar cursos a distân- parte de um conjunto de projetos desen-
necessidades e oportunidades do
e os modelos competitivos na concessão do totalmente diferente de outros segmentos. segmento. Durante esse trabalho contamos cia e presenciais para todo o Brasil, revela o volvidos pelas empresas de recuperação de
crédito, além da diminuição das margens, com a participação e envolvimento da diretor do Grupo IBMEC, Carlos Longo. crédito, visando um modelo organizacional
uma sensível evolução no segmento de recu- Fazer com que o modelo organizacional das ACREFI – Associação Nacional das Institu- em plena sintonia com o cenário atual. Foi
peração de crédito foi provocada. A atividade empresas de recuperação de crédito esteja ições de Crédito, Financiamento e Investi- “Com a chegada do período de estabiliza- um curso pensado e estruturado para as
de recuperação ganhou maior destaque, na em plena sintonia com o cenário atual de mento – que aportou ao projeto as necessi- ção e os modelos competitivos na necessidades desse mercado.”
medida em que trazer de volta o crédito ao modernidade e alta performance não é um dades do mercado financeiro, construindo concessão do crédito, a atividade de
uma visão desafiadora e ampla sobre o ciclo cobrança saiu de um estágio de pouca
concessor contribuía diretamente para um desafio fácil. É preciso deixar de lado vaida-
de crédito e cobrança. relevância para um modelo de grande
melhor resultado nas operações. Para atingir des empresariais e buscar incansavelmente a
esse novo patamar evolutivo, as empresas qualidade como diferencial. As empresas par-
tiveram que investir muito em seu maior pa- ticipantes do Instituto GEOC desenvolveram
trimônio: pessoas capacitadas. Podemos afirmar que o maior segredo diversos programas, que vão desde o recrutamento e seleção até o
em relação a ter eficiência em cobrança é uma equipe experiente e programa de maior destaque junto às associadas – o Selo de Qualida-
muito bem preparada. Gente gerando diferencial. de Igeoc. O selo implementado em parceria com a Fundação Getulio
Vargas (FGV) agora conta com a Fundação Vanzolini, da USP, como
 A atividade está chegando a um modelo cada vez mais complexo, entidade certificadora. Isso tem permitido, ao longo dos últimos anos,
onde a utilização das tecnologias da informação de última geração acelerar o desenvolvimento das empresas associadas por meio de ava-
passou a ser um insumo importante. Especialização é outro segredo. liação de uma série de indicadores de desempenho, que permitem a
Hoje a atividade de cobrança não é exercida como um grande bloco, elaboração e implantação de projetos de investimentos, focados na
onde as individualidades de cada produto de crédito não eram levadas melhoria da qualidade operacional. O Selo de Qualidade Igeoc tem
em consideração, apenas o valor da dívida e, do outro lado, apenas promovido uma evolução significativa nessas organizações.
o “devedor”. Esse antigo modelo ajudou a criar uma imagem negati-
va, oferecendo resistência à atividade empresarial e ao profissional de Outras iniciativas que proporcionam a construção de diferenciais em
cobrança que atua no relacionamento efetivo com os inadimplentes, eficiência em cobrança são os programas de capacitação, que o Insti-
que até nos dias de hoje percebe a atividade como algo punitivo.  tuto implantou. Tudo começa com o recrutamento e a seleção, que dá
oportunidade de ingresso ao mercado de trabalho para pessoas que, Mattos informa também que o projeto possível debater em alto nível temas que Venha fazer parte deste grupo, no qual
A recuperação de crédito atualmente utiliza as relações humanas como em muitos casos, têm a oportunidade do primeiro e único emprego educacional do IGEOC trará à discussão vão desde a criação e concessão de produ- os principais atores do ciclo de crédito e
um grande mecanismo de aproximação. Quando um negociador entra em uma família. Segue no treinamento de formação específica em cases atuais do setor de crédito e cobrança. tos de crédito até a recuperação do crédito cobrança estarão lado a lado, constru-
em contato com um cliente que, temporariamente, está inadimplente, todas as fases de atuação, chegando a Universidade em Crédito e Para isso tanto o Grupo IBMEC como o e cobrança, passando por todas as etapas indo novos modelos para o segmento.
suas principais características – profissão, renda, tamanho da família, Cobrança, que possibilita aos colaboradores a qualificação educacio- IGEOC identificaram profissionais de do processo: mercado, público-alvo,
mercado, que poderão contribuir para o financeiro, marketing, canais de
local da residência, entre outros – ajudam a entender todo o contexto. nal em alto nível. Recentemente, o Instituto, por meio de seu grupo
sucesso educacional do projeto. “O distribuição, segmentação, risco de crédito, Mais informações:
Desta forma, é possível analisar e oferecer ao cliente a melhor solu- de especialistas em RH, desenvolveu sob medida o estágio mais alto Instituto GEOC
dinamismo, a competitividade e a alta fraude, ouvidoria, acionamento preventivo,
ção ou alternativas para resolver as pendências. As informações são na formação dos profissionais do setor, que é o MBA executivo IGE- performance das empresas de crédito e cobrança amigável e judicial, modelos de Telefone: 5511 3369 - 3800
facilitadoras na aproximação, mas o maior segredo da eficiência em OC em Crédito e Cobrança. Elaborado em parceria com a instituição cobrança estarão representadas em sala de negociação, melhores práticas, tecnologias Email: inscricaoMBA@igeoc.org.br
cobrança que temos em nosso segmento são as pessoas. de ensino IBMEC – Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais – com aula, na presença de professores, alunos e de ultima geração e modelos inteligentes
larga experiência  na customização de programas específicos de for- palestrantes”, diz o especialista. Assim, será para segmentação.
Quando uma pessoa está em dificuldades, ser ouvido e, principalmente, mação executiva. Hoje podemos, sem dúvida, dizer que se existe um
entendido por seu interlocutor, é vital para a configuração da solução. segredo para eficiência em cobrança é o fortalecimento do relaciona-
A sensibilidade de um recuperador de crédito é um grande diferencial. mento com nossos clientes e o constante investimento na formação e
Uma palavra mais dura ou a percepção da fragilidade do outro lado evolução da melhor tecnologia mundial já concebida: PESSOAS.
INFORME PUBLICITÁRIO

28 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE


Tendências Tendências

Vantagens

iStockphoto
para a empresa e
para os consumidores
Novas maneiras encontradas para fiscalizar a
arrecadação, adotadas pela Secretaria da Fazenda
do Estado de São Paulo e do Conselho Nacional
de Política Fazendária, em parceira com a Receita
Federal facilitam e aumentam os negócios das
empresas e trazem benefícios aos consumidores

Ana Elisa Paiva

U
ma iniciativa do governo de São Pau- participantes ainda concorrem a sorteios
lo para conscientizar a população com bonificações em dinheiro.
sobre a importância de exigir a nota
fiscal dos estabelecimentos comerciais na As vantagens não são apenas para os consu-
aquisição de mercadorias tem melhorado o midores. A Nota Fiscal Paulista surgiu como População tem
comportamento dos cidadãos. O programa um incentivo à população e tem sido uma vantagens ao
Nota Fiscal Paulista (NFP) devolve 30% do importante aliada do governo no combate pedir notas fiscais
ICMS recolhido pelo estabelecimento, pro- à sonegação de impostos. Para Sebastião em suas compras
porcional ao valor da nota fiscal. Para isso, Luiz Gonçalves dos Santos, conselheiro do
basta que o consumidor informe o seu CPF Conselho Regional de Contabilidade de São
ou CNPJ no momento da compra. Paulo (CRC-SP), o programa foi uma iniciati-
va muito inteligente e pode servir de mode- risco de possíveis erros nas notas feitas à mão. impostos. Todo o processo passa a ser ele- dência do governo de utilizar os meios
Em 2009, a NFP ganhou o Prêmio Excelência lo para outros estados. “São Paulo sempre Agora, a empresa emissora gera um arquivo trônico. As vantagens da nota fiscal eletrô- eletrônicos como ferramentas de trabalho
A Nota Fiscal
em Governo Eletrônico, promovido pelo Mi- foi o carro-chefe. É um modelo bom para o eletrônico com as informações da operação nica são muitas. e disponibilizar serviços públicos utilizados
nistério do Planejamento, Orçamento e Ges- Brasil.” Ele acredita que outros Estados de-
Paulista representa comercial. Uma assinatura digital garante a pela sociedade no formato digital. A políti-
tão e pela Associação Brasileira de Entidades verão seguir o exemplo e implantar sistemas o reconhecimento ao integridade dos dados e a autoria do emissor. Além da contribuição para o meio ambien- ca do governo eletrônico já é realidade em
Estaduais de Tecnologia da Informação e parecidos, cada qual fazendo as adaptações trabalho da equipe da O arquivo corresponde à Nota Fiscal Eletrônica te, há a eliminação de erros manuais e de alguns estados, como Pernambuco. Essa
Comunicação (ABEP). “A Nota Fiscal Paulis- necessárias à sua realidade. Secretaria da Fazenda, e é transmitido pela internet para a Secretaria digitação, pois é gerada eletronicamente. transferência do formato de documentos
ta representa o reconhecimento ao trabalho da Fazenda, que, após fazer uma pré-valida- “Ela acaba com a cadeia de corrupção, físicos para digitais, como a Nota Fiscal Ele-
que desenvolveu
da equipe da Secretaria da Fazenda, que No rumo digital ção do arquivo, cria um protocolo de autoriza- pois a fiscalização é feita na fonte. Quan- trônica, é viável por gerar uma padroniza-
desenvolveu um sistema de fácil acesso, que
um sistema de fácil ção de uso. Para acompanhar a mercadoria, é do o fiscal chega a um estabelecimento, já ção dos relacionamentos eletrônicos entre
aproximou os consumidores da Secretaria da Outra iniciativa importante para melhorar a acesso, que aproximou impresso o Documento Auxiliar da Nota Fiscal tem um histórico da vida daquele comer- empresas e o surgimento de empregos na
Fazenda“, afirma Guilherme Rodrigues Silva, transparência nas relações entre empresas e os consumidores da Eletrônica (DANFE), em única via que contém ciante”, afirma Sebastião Luiz, do CRC-SP. prestação de serviços.
coordenador adjunto da Coordenadoria de os órgãos arrecadadores, além de agilizar e Secretaria da Fazenda; a chave de acesso para consulta da nota fiscal
Administração Tributária (CAT). melhorar os processos de arrecadação fiscal, eletrônica na internet e um código de barras O novo processo garante, também, mais Redução de custos de impressão, economia
Ela acaba com a
foi a do Conselho Nacional de Política Fazen- que facilita a captura e a confirmação de in- eficácia e segurança no controle fiscal, me- nos custos de envio do documento fiscal, li-
O consumidor pode decidir como usar o dária (CONFAZ) com a criação da Nota Fiscal
cadeia de corrupção, formações pelas unidades fiscais. lhorando a troca de informações entre os beração de espaços usados na armazenagem
crédito gerado pelo programa. No prazo Eletrônica (NF-e). Antigamente, as notas fis- pois a fiscalização é fiscos. A economia de material, de tempo e de documentos fiscais e incentivo ao uso de
de cinco anos, é possível utilizá-lo para re- cais eram emitidas em quatro vias e acompa- feita na fonte”. A maior contribuição desse modelo foi a redução de despesa com armazenagem dos relacionamentos eletrônicos com clientes
duzir o valor do débito do IPVA, para con- nhavam a mercadoria até o seu destino final. economia de papel. Desde que foi implan- documentos é considerável. foram melhorias trazidas pelo novo formato
tribuir com entidades sociais ou ainda ser Sebastião Luiz Gonçalves dos Santos, tada, já houve uma redução de 30% no que têm beneficiado muitas empresas. Além
transferido para a conta corrente ou pou- Com esse processo, gastava-se mais tempo conselheiro do Conselho Regional de consumo. Para o governo, a melhora ficou Iniciativas como a Nota Fiscal Paulista e a disso, contribuem para a confiabilidade nos
pança do contribuinte. Os contribuintes na emissão, mais papel e trabalhava-se com o Contabilidade de São Paulo (CRC-SP) na fiscalização e queda da sonegação de Nota Fiscal Eletrônica evidenciam a ten- processos de arrecadação fiscal.

30 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 31


DESTAQUES Pelo Mundo

Promotores de crédito
se reúnem em encontro Bogotá,
cidade de contrastes
inédito no país
1º Congresso Nacional de Promotores de Crédito pretende

iStockphoto
fortalecer e promover o segmento em todo o território nacional País é lembrado por figuras famosas,
como o artista plástico Fernando
Daniele Garcia
Botero, o Nobel Gabriel García
Marquez e a cantora pop Shakira

P
ela primeira vez promotores de crédito A indústria do crédito consignado será des- Santuario Nossa
de todo o Brasil terão um espaço para taque do 1º Congresso Nacional de Promo- Daniele Garcia Senhora del Carmen
aprofundar questões específicas do se- tores de Crédito. “Pretendemos destacar a

N
tor e fortalecer o debate sobre o futuro da força que o crédito consignado tem hoje no o alto de seus 2.600 metros sobre o nível do mar, Bogotá, capi- áreas centrais. E é bom estar preparado para a revista de malas,
indústria do crédito no país. O 1º Congresso país, assim como sua capacidade de cresci- tal da Colômbia, surpreende pela diversidade cultural e hospi- bolsas e sacolas nos aeroportos e na entrada de museus, bibliote-
Nacional de Promotores de Crédito, promo- mento e o futuro do setor”, afirma Marcia- talidade de seu povo “chevere” (gíria colombiana para “baca- cas e de alguns prédios comerciais. Além de fazerem a segurança,
vido pela Associação Nacional das Empresas no Testa, diretor regional da ANEPS e sócio- na”). Um passeio pelas ruas do antigo bairro La Candelaria, a riqueza os policiais são ótimas fontes de informações aos turistas.
Prestadoras de Serviço ao Consumo (ANEPS), diretor da Agiplan, uma das 115 empresas da comida e do tradicional café colombiano são algumas das atrações
acontece durante o 6º Congresso Nacional e filiadas à entidade. imperdíveis da cidade. Cidade colonial fundada em 1538 pelos espa- De Bogotá também é fácil o acesso a todas as regiões da Colômbia,
8º Congresso Latino-Americano de Crédito e nhóis com o nome de Santa Fé de Bogotá, a capital colombiana tem, país lembrado também por figuras famosas como o escritor e prê-
Cobrança, nos dias 9 e 10 de novembro de Um fórum entre representantes de ban- hoje, mais de sete milhões de habitantes e está em rápido desenvol- mio Nobel Gabriel García Marquez, a cantora pop Shakira e o artis-
2010, no Teatro Alfa e Hotel Transamérica, a produtividade do setor”, acredita. Etche- cos sobre o crédito consignado deverá vimento. Apesar de chamar a atenção do mundo pelas notícias sobre ta plástico Fernando Botero. Portanto, aproveitar as comodidades
em São Paulo. O encontro, que contará com goyen será um dos palestrantes do evento, enriquecer os debates. Fernando Perrelli, guerrilhas e narcotráfico, Bogotá é uma típica metrópole latino-ameri- da capital e incluir no roteiro destinos como o Triângulo do Café,
a presença e o apoio de empresários, institui- no qual apresentará a pesquisa “O obser- diretor da Bradesco Promotora, acredita cana, com shoppings, mercados ao ar livre, amplos espaços públicos, Cartagena e Medellín também podem ser uma ótima pedida.
ções financeiras e promotores de crédito, pro- vador”, que busca monitorar e entender os que o congresso será uma grande oportu- uma arquitetura variada, museus, bibliotecas, boa gastronomia, vida
mete impulsionar o segmento no País. hábitos de consumo dos brasileiros. nidade de aprofundar a discussão sobre a noturna e intensa programação cultural e de lazer.
necessidade de ajustes e regulamentação
Para o presidente da ANEPS, Luís Carlos Ben-
to, esse primeiro congresso será um marco
Desenvolvido pela Cetelem em parceria com
a empresa de pesquisa IPSOS - Public Affairs,
do crédito consignado. “Entre as carteiras
de pessoa física, a do crédito consignado
Durante boa parte do ano, a cidade mantém uma temperatura
constante de 14ºC. Como a paisagem de Bogotá é marcada pelos
Cresce inadimplência entre
para a indústria brasileira de crédito. “Essa o estudo confirma a tendência do crescimen- foi a que mais cresceu nos últimos anos e morros que a cercam, é possível ter uma bela vista de qualquer os jovens colombianos
é uma categoria nova no Brasil, pois tomou to da classe C no Brasil nos últimos cinco deve continuar acima das demais cartei- região da cidade, principalmente se estiver em pontos mais ele-
impulso somente de dez anos para cá. Ago- anos, refletindo no consumo de crédito e de ras”, aposta. vados, como o Morro de Monserrate. Para aliviar o mal estar cau- De acordo com a Covinoc, empresa com 57 anos de atuação na
ra, temos de aproveitar o grande crescimen- bens como um todo. “É preciso repensar o sado pela altitude, é comum o consumo de chá de coca, comer- área de recuperação de crédito e cobrança e ampla cobertura
to econômico e nos preparar para enfrentar crédito como alavanca de desenvolvimento e Os setores de financiamento de veículos cializado em lojas de produtos naturais e em algumas feiras de na Colômbia, os jovens e pequenos empresários do país estão
esse mercado crescente. O evento será mui- acredito que o Congresso contribuirá muito e de crédito imobiliário, no entanto, tam- artesanato. Vale lembrar que a bebida não contém propriedades cada vez menos em dia com suas obrigações financeiras e co-
to importante para estruturar melhor nosso para isso”, diz. bém terão espaço nos debates, já que de entorpecentes e, por isso, não é considerada ilegal no país. merciais. A expansão dos serviços de telefone celular pós-pago
segmento”, afirma. acordo com a presidência da ANEPS, am- e o aumento da expedição de cartões de crédito são aponta-
Fundada em 2001, a ANEPS enfrenta hoje bos têm potencial para alavancar a área Como em qualquer outra metrópole, é sempre recomendável fi- dos como os principais responsáveis pela grande inadimplên-
Um dos grandes resultados esperados a o desafio de moralizar o mercado, de acor- de crédito no Brasil. “A participação do car atento ao circular pela periferia e pelos bairros mais afastados cia entre os colombianos. O presidente da Covinoc, John Jairo
partir do encontro é fortalecer a própria do com o diretor financeiro da entidade, crédito imobiliário ainda é muito peque- do centro, principalmente à noite. O turista pode estranhar a pre- Aristizabal, atribui o crescimento das dívidas ao fato de que o
entidade, que tem entre seus principais Manuel Magno Alves. “Defendemos que a na comparada a de outros países e ainda sença de muitos policiais ou militares, camuflados e armados, nas forte estímulo ao microcrédito no país não foi acompanhado
objetivos a capacitação e a certificação dos atuação deve ser ética, harmônica e organi- pode crescer muito”, aposta Bento. Já o de políticas para promover a cultura do pagamento.
profissionais do setor, a elaboração de pro- zada em todo o território nacional. Infeliz- número de operações de venda de veículos
jetos de autorregulamentação do segmen- mente, ainda existem empresas que geram vem crescendo de forma mais acelerada e Casa presidencial: um dos pontos turísticos de Bogotá “Diante desse contexto, é fundamental conhecer o cliente
to, além da promoção e da organização da problemas para os bancos, como fraudes, a tendência é continuar nesse ritmo, se- para gerar oportunidades e estratégias de cobranças”, desta-

iStockphoto
indústria do crédito. contratos inexistentes ou forjados. Nossa gundo Alves. “Os público D e E estão em cou Aristizabal, durante o 4º Seminário Regional de Crédito e
proposta é justamente treinar e qualificar ascensão. Pessoas que, anos atrás, deixa- Cobranças, que reuniu profissionais do setor em 15 de abril,
A qualificação da mão de obra é o maior as operadoras e oferecer um registro que vam de consumir bens de consumo de alto em Bucaramanga, Colômbia. Aristizabal também estará entre
desafio da indústria do crédito, na opinião identifique os profissionais e as empresas valor, agora aproveitam o aumento das os palestrantes do 7º Congresso Andino de Crédito e Cobran-
de Marcos Etchegoyen, presidente da Ce- sérias e transparentes”, afirma. O congres- ofertas de crédito. A expectativa é de que, ça, que ocorrerá em Bogotá, nos dias 2 e 3 de junho, com a
telem, empresa de serviços financeiros li- so, para Alves, será uma oportunidade de nos próximos dez anos, a participação da abertura do Presidente da República Álvaro Uribe Velez. Mais
gada ao banco BNP Paribas. “Quanto mais divulgar a Associação e sua proposta entre indústria do crédito no PIB alcance um pa- informações em www.cmseventos.com.
especializados forem os profissionais, maior os promotores brasileiros. tamar muito maior”, diz.

32 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 33


sofisticação & luxo

Fotos: Mozart Latorre


Velas ao Mar Lançamentos
De lanchas a iates de luxo, o mercado Luxo al mare
náutico segue aquecido em 2010 Um dos destaques do último Rio
Boat Show, realizado em abril, no
Mariana Hansen Rio de Janeiro, foi o lançamento
da Intermarine 540, embarcação
de luxo, cabinada com flybridge.

G
anhar o mundo, partir rumo ao infini- cada: de 14 a 19 de outubro, no Transa- Tamanho: 54,65 pés
to, ter um dia agradável com a família. mérica Expo Center, em São Paulo. Preço: sob consulta
Quem sai em busca de uma embarca-
ção própria tem à frente um mar de possibili- Entre os modelos mais em conta disponíveis
dades cada vez mais acessível aos brasileiros. O nas revendedoras, é possível encontrar lan-
país representa cerca de 1% dos aventureiros chas de 16 pés a partir de R$ 32 mil. Segun-
que embarcam no restrito – e crescente – mer- do Fabrício Guerra, gerente comercial da
cado de iates de luxo. Mas os ventos também Guerra Náutica – revendedor autorizado da
sopram a favor de quem deseja um modelo Fibrafort (veja foto) –, os marinheiros de pri-
de pequeno ou médio porte. Segundo a As- meira viagem não param na primeira com-
sociação Brasileira dos Construtores de Barcos pra. “Eles começam com uma lancha menor
e seus Implementos (Acobar), o setor náutico para esquiar. Em um ano ou dois, é comum
nacional cresceu 10% em 2009, enquanto as a troca por outra mais equipada ou com ca- Beleza arrojada
vendas no mundo caíram 30% no mesmo pe- bine. Quando vêm pela primeira vez, muitos Quem acha que navegar é
ríodo, por conta da crise econômica. chegam acompanhados pela família e todos preciso e fica melhor quando o
escolhem a embarcação juntos”, conta. investimento não chega à cifra
Um exemplo desse otimismo foi a gera- dos milhões, pode optar por um
ção de cerca de R$ 150 milhões em negó- Já um exemplar de luxo não sai por menos de modelo de lancha como a Focker
cios na última edição do Rio Boat Show, R$ 1 milhão. A maior produtora desses iates é 270, da Fibrafort. O barco tem a
um dos maiores eventos da América La- a Itália, vendendo mais de 250 unidades por maior popa da categoria.
tina. Na onda de um mercado promissor, ano. Os principais fabricantes são a Azimut-Be- Tamanho: 27 pés
a fabricante italiana Azimut Yachts, em netti, representada no Brasil pela Intermarine, Preço: entre R$ 176 mil (básico) e
parceria com a Yacht Brasil, analisou o e o Ferretti Group, que mantém parceria com R$ 230 mil (personalizado)
público-alvo brasileiro que tem potencial a brasileira Spirit. Ambas têm licenciamento
para se tornar consumidor. Segundo a exclusivo para montar essas embarcações fora
Azimut, das 800 mil famílias inclinadas da Itália. Entre as celebridades que possuem
à compra de uma embarcação, a maior um desses estão Eike Batista, Ana Maria Bra-
parte se encontra em São Paulo, Rio de ga e Roberto Carlos. O cantor, aliás, é um dos
Janeiro e Santa Catarina. Os paulistas li- muitos compradores que têm uma ligação es-
deram o ranking, com 50% dos possíveis pecial com suas embarcações: elas são sempre
navegantes. De olho nesse público, a São batizadas com o nome de Lady Laura, uma
Paulo Boat Show 2010 já tem data mar- homenagem à mãe, recém-falecida.

CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 35


Aconteceu no Mercado
AGILIDADE INCOMPARÁVEL EM NOTIFICAÇÕES EXTRAJUDICIAIS E PROTESTOS
ATUAÇÃO EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL

Fernando Martinho
Vision 2010: Debates sobre negócios, marketing e informação
ALTO DESEMPENHO, BAIXO CUSTO E TOTAL CONFORMIDADE LEGAL

Credit & Marketing Vision:


transformando dados em informação
O estrategista Thomas Davenport, palestrante de abertura do evento Credit and
Marketing Vision, destacou a importância da análise de dados para a tomada de decisão
Ana Elisa Ventura

N
os dias 18 e 19 de maio, a Serasa Ex- car fatores realmente importantes para um atribuição de todos da organização, e não

Notarial Consultoria - Notável em todos os aspectos perian realizou a segunda edição do


Credit and Marketing Vision. Com
bom desempenho e cheguei a cinco: dados,
empresa, liderança, públicos-alvo e analistas.
só dos Ph.Ds.

Com mais de 20 anos de experiência, a Notarial Consultoria cobranças, instituições financeiras, construtoras, imobiliárias, uma platéia de mais de 400 executivos, pa- Claro que essa cultura analítica tem que ser Outro momento de destaque do Vision 2010
é reconhecida por antecipar as necessidades do mercado, empresas e pessoas físicas em geral. lestrantes internacionais, debates com des- combinada com a tecnologia – e esta tem foi a palestra de Francisco Valim, CEO do gru-
tacados líderes da economia e workshops que estar disponível. Isso pode não ser tão po Experian para quatro continentes – Euro-
acelerando os procedimentos cartorários através de serviços
Onde quer que sua empresa esteja no Brasil, ela poderá especializados deram forma ao Vision 2010. fácil, mas acredito ser o caminho”, afirmou. pa, Oriente Médio, África e América Latina,
customizados de alta qualidade, máxima performance e que falou sobre como acelerar o crescimento
contar com a expertise única da Notarial: capaz de agilizar
segurança. Com uma equipe de especialistas em diversas O destaque do encontro, que aconteceu no Davenport explicou que as empresas ana- dos negócios e da economia. A identificação
de maneira notável, a efetivação do procedimento de
áreas do Direito e Administração e modernas ferramentas de Hotel Grand Hyatt São Paulo, foi a palestra de líticas costumam ser eficientes e precisas dos mercados que efetivamente vão fazer a
constituição em mora, seja por notificação extrajudicial ou
tecnologia da informação digital, funciona como um poderoso Thomas Davenport, Ph.D. em Ciências Sociais nas tomadas de decisões, pois se baseiam diferença, sobre os quais é necessário atuar e
pelo protesto. Entre já em contato. pela Harvard University, que falou dos desa- prioritariamente em dados. Empresas brasi- manter controle, segundo Valim, é a melhor
back-office para escritórios de advocacia, assessorias de
fios para se tomar decisões em uma organiza- leiras como Itaú, Petrobrás e Ambev foram forma de acertar em um ambiente de cons-
ção e sobre as melhores formas de gestão. Na classificadas como analíticas. Uma técnica tantes mudanças.
abertura, o presidente da Serasa Experian e importante, de acordo com o professor, é
NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL PROTESTOS Experian para a América Latina, Ricardo Lou- nunca descartar informações e ter um ob- No segundo dia do evento, José Alexandre
• Notificação pessoal na praça do devedor • Protesto de Títulos reiro, destacou que um dos principais desa- jetivo para chegar ao êxito nas análises. Scheinkman, professor de economia da Uni-
• Notificação eletrônica em cartório na praça do devedor • Cancelamento e baixas de Protesto fios das empresas é crescer diariamente em O Google, por exemplo, começou com a versidade de Princeton, abordou o cenário eco-
• Confirmação de endereço com aviso de recebimento • Cópias do Instrumento de Protesto um ambiente cada vez mais competitivo. Afir- análise de algoritmos. Um dos diferenciais nômico mundial e o posicionamento atual do
mou que o objetivo comum é, não só em ma- das empresas analíticas é adicionar funcio- Brasil. “O Brasil se beneficiou de um processo
• Envio eletrônico de carga • Certidão de Protesto
rketing como em crédito, buscar as melhores nalidade aos seus serviços e contar em seu de reforma que começou em 1990 e que, feliz-
• Gerenciador próprio de web • Adiantamento de custas condições para decidir com mais eficiência, quadro de funcionários com profissionais mente, foi continuado pelos governos seguin-
• Adiantamento de custas • Baixa de restritivos em órgão de utilizando o crédito para alavancar negócios. analíticos, como estatísticos, que saibam tes. Nesse contexto, as empresas brasileiras se
• Instrumentalização de notificações proteção ao crédito - SPC/Serasa traduzir aos seus dirigentes os dados cole- beneficiaram com ganho de eficiência, o que
Em entrevista, Thomas Davenport disse que tados para definição de estratégias. comprova seu ótimo cenário”, destacou.
ainda há muita ineficiência analítica nas em-
presas, ou seja, há existência de dados, mas Uma boa iniciativa para começar a percor- Para a continuação do desenvolvimento do
UNIDADE BELO HORIZONTE não há a análise dessas informações na hora rer o caminho da análise é institucionalizar país, o professor enumerou atitudes que con-
Rua Tupis, 38, 13º andar – Centro – Tel: 31 2515-7700 da tomada de decisão. O elo entre a infor- a tomada de decisões melhores. Na visão de templam investimento em educação, aumen-
NOVA UNIDADE CONTAGEM mação e a decisão é muito pequeno; dessa Davenport, a tendência é de um futuro mais to da produtividade do setor público, melhora
Rua Inglaterra, 681, sala 204 – Tel: 31 2565-0216 forma, basear as definições em fatos, infor- analítico, no qual haja a ligação da análise das cidades quanto à ocupação do solo e cri-
mações analíticas e dados do mercado é a com a tomada de decisões – mas para se minalidade, além de mais investimento e pro-
contato@notarialconsultoria.com.br melhor opção para acertar. “Tentei identifi- obter sucesso, essa análise precisa ser uma dução na área de ciência e tecnologia.
www.notarialconsultoria.com.br
36 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE CREDIT PERFORMANCE | JUNHO 2010 | 37
Ponto de Vista

Euforia Responsável
Luis Carlos Bento
é presidente da ANEPS - Associação Nacional das
Empresas Prestadoras de Serviços ao Consumo

Carol Carquejeiro
J
á está mais do que evidente o nho o impacto que é capaz de
poder que a oferta de crédito gerar na economia local.
exerce sobre a economia brasi-
leira. Embora seja um dos fatores Tal ação, que tanto tem contribu-
que alavanca os índices de mobili- ído para o desenvolvimento na-
dade social, a tomada de crédito cional, pleiteia especial atenção
não figura apenas como opção às às questões de enquadramento
classes menos favorecidas. Segun- em uma categoria sindical espe-
do índices do setor, consumidores cífica, bem como a uma melhor Site Tamboré
cuja renda mensal situa-se entre visualização pela justiça do traba- mlsf@mlsf.com.br | www.mlsf.com.br
R$ 5 e R$ 10 mil, elevaram sua lho no perfeito entendimento da
procura por crédito em 32,8% em atividade de promoção em se di-
março deste ano. ferenciar das funções bancárias.
Estes são os atuais desafios.
A extensão territorial do nosso País pode ser considerada um desa-

9001:2000 referente às empresas ML Gomes e ML Serviços de Cobrança


fio para a disseminação e distribuição do crédito em todas as regi- Por outro lado, no que tange às promotoras, a lição de casa está
ões e camadas sociais. Entretanto, ainda que essas características sendo feita. A ANEPS está totalmente engajada no processo de
possam configurar uma grande barreira, o Brasil é hoje referência qualificação e profissionalização dos agentes que atuam com a
internacional de acesso ao crédito, seja por meio do consignado intermediação da concessão  de crédito diretamente ao público
às taxas mais atrativas, seja através de outras modalidades: crédito final. Apoiamos a recente iniciativa da Associação Brasileira de
destinado à aquisição de bens de consumo, crédito pessoal ou fi- Bancos (ABBC), no desenvolvimento do primeiro treinamento vir-
A ML Serviços Financeiros atua na prestação de serviços para
nanciamento de veículos, entre outros. tual voltado para a prevenção e combate à lavagem de dinheiro e o ciclo de crédito há 22 anos, em especial, focada na recuperação
ao financiamento do terrorismo, com o objetivo de garantir que
de créditos e manutenção do cliente consumidor.
E é exatamente neste contexto que entram em cena os agentes o aumento da propagação do crédito transcorra com a máxima
engajados de promoção e intermediação do crédito, organizados transparência e ética e atenda toda a sociedade, inclusive os ór- Constituímos e posicionamos estrategicamente cada unidade de
através de empresas prestadoras de serviços voltadas a esta ativida- gãos reguladores das instituições financeiras. negócio para atender o mercado financeiro de forma especializada.
de. A Associação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviço ao
Consumo (ANEPS) é quem representa essa categoria, que contribui Além desta, outras iniciativas de capacitação que estão sendo de-
sobremaneira para a democratização do acesso ao crédito. senvolvidas convergem para reforçar a conscientização do crédito. Possuímos atuação nacional com rede própria - 21 filiais e 5 polos.
Este é um compromisso que deve crescer e ser aprimorado na mes-
Os agentes contratados por essas empresas têm a importante ma proporção da euforia pela expansão do crédito como forma
missão de propagar a possibilidade de crédito, mesmo nas re- de fomentar o consumo. E desta forma, somente por intermédio

*ISO
Certificações* Empresa Associada
giões mais remotas do Brasil onde nem mesmo as instituições da cooperação de todos os envolvidos no processo será possível
financeiras estão instaladas. Nestes casos, o acesso ao crédito consolidar a democratização do crédito em um case de sucesso
também pode ser considerado uma questão de cidadania, tama- “quantitativo e qualitativo”.

38 | JUNHO 2010 | CREDIT PERFORMANCE


A Serasa Experian pode ajudar sua empresa

a recuperar mais clientes gastando menos,

a priorizar ações de cobrança conforme a

probabilidade de recuperação e muito mais.

Seja qual for o tamanho da sua empresa, pode

desafiar a gente. Pergunte o que a gente pode

fazer por você.

Ligue 0800 773 7728


Acesse já serasaexperian.com.br