ROTEIRO DE ELABORAÇÃO
Atendendo, prioritariamente, as exigências do

BANCOS DA AMAZÔNIA S. A.
Empreendimentos Industriais, Agroindustriais, Infraestruturais, Turismo,
Comércio ou Serviço

ATENÇÃO:
Antes de iniciar um novo projeto salve este arquivo com outro nome.
Leia as Instruções na tela INSTR.
Para iniciar seu projeto acesse as planilhas subsequentes ticando no
Botão correspondente.

ECONÔMICOS E FINANCEIROS 18 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 - 11 - Capacidade Instalada Vendas dos Últimos 12 Meses Programa de Produção e Receita Anual Necessidade de Insumos à Produção Anual Necessidade de Mão-de-Obra Encargos Sociais Depreciação.Í N D I C E ITEM Página I - APRESENTAÇÃO 3 II - CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA 6 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 7 7 7 7 7 7 7 7 8 8 8 10 10 10 10 - Razão Social Endereço Ramo de Atividade Forma Jurídica Data de Constituição Inscrições e Registros Nº de Filiais Capital Social Porte Controle de Capital Organização Administrativa Participação da Sociedade em Outras Empresas Participação dos Sócios em Outras Empresas Incentivos e/ou Benefícios Fiscais Regime de Tributação III .O FINANCIAMENTO 1 2 3 4 5 6 7 8 Valor Solicitado Recursos Prazos Solicitados Descrição Sumária do Projeto Justificativa do Pedido Plano de Aplicação das Inversões a Realizar Garantias Capacidade de Aporte de Recursos Próprios 12 12 12 12 12 14 16 16 IV . Manutenção e Seguro Estrutura de Custos Anuais Indicadores do Capital de Giro Projeção das Necessidades de Capital de Giro Usos e Fontes Esquema de Amortização do Financiamento Capacidade de Pagamento / Fluxo de Caixa 18 19 20 25 26 26 27 28 32 33 37 42 43 .ASPECTOS TÉCNICOS.

11 . com respectivo Demonstrativo de Resultados. 16 .Estatuto (se S/A) ou Contrato Social de Constituição da Empresa e suas alterações..Se houver benfeitorias no imóvel onde está(rá) implantado o empreendimento ou em qualquer dos demais imóveis que servirão de garantia. apresentar Certidão de Averbação de Benfeitorias (Cartório de Registro de Imóveis). 4 .Relação Patrimonial dos sócios/avalistas. Extratos atualizados de financiamentos bancários vigentes.Cópia de contrato de arrendamento ou de aluguel. . 2 .Balancete recente (de no máximo 60 dias).Termo de Responsabilidade Técnica pela Elaboração do Projeto. 3 . 7 8 9 10 - Cópia de contratos de financiamento vigentes.Cópias dos Relatórios de Análise da ADA. SUFRAMA. no caso de projetos aprovados por esses órgãos de desenvolvimento.Certidão de Cadeia Dominial (Cartório de Registro de Imóveis) do imóvel onde está(rá) implantado o empreendimento e dos demais imóveis que servirão de garantia à operação. se houver. etc. 5 .Cópia da Escritura / Registro de Imóveis do imóvel onde está(rá) implantado o empreendimento e dos demais imóveis que servirão de garantia à operação. 6 .Elaboração e Acompanhamento do Projeto. no caso de empresa localizada em imóvel arrendado ou alugado. Ata da Assembléia que elegeu a atual diretoria e conselho de administração.1 ITEM 14 15 16 17 18 19 20 21 V- - Página Porte da Empresa Índices Econômico-Financeiros Ponto de Nivelamento Taxa Interna de Retorno Méritos do Projeto Benefícios Sociais Concedidos aos Funcionários Mercado Esquematização de Balanços ANEXOS COMPLEMENTARES 44 44 44 44 44 44 45 49 50 DA EMPRESA: 1 . Comprovante de Isenções Tributárias e Fiscais. 14 .Contrato de Prestação de Serviço . 15 .Em caso de S.Balanços dos 3 últimos exercícios. "Curriculum Vitae" dos sócios-dirigentes e/ou gerente de produção (se for o caso). se houver. 12 .A. com respectivos Demonstrativos de Resultados. com estimativa de valores (Declaração de Bens do IR). 13 ..

com prova de respectiva transcrição do DNPM. 26 . 2 18 . 23 . f. Certidão de Cadastramento no IBAMA . e. expedida pela autoridade administrativa local do município de localização da jazida.Alvará de Funcionamento fornecido pela Prefeitura. de máquinas. assim como o CALCÁRIO DOLOMÍTICO. Data de início da exploração da jazida. Cópia do projeto apresentado ao DNPM.). e não se destinem como matéria-prima à indústria de transformação. CASCALHOS. b. somente ao estadual ou somente ao municipal. embarcações e/ou móveis e utensílios a adquirir. 19 . Cubagem da jazida. quais sejam: ARDÓSIAS. com estimativa de valores (Declaração de Bens do IR). . disponibilidade de bens para venda. apresentar Licença Prévia (LP) ou Licença de Instalação (LI) ou Licença de Operação (LO). empregado como corretivo de solos na agricultura.No caso do item anterior. será exigida apenas a Licença e seu registro junto ao DNPM. b. Secretaria ou órgão estadual/municipal competente. 22 . Licença Específica. devidamente registrada no DNPM. Tempo de vida útil da jazida. pedra de talhe. apresentar somente o SIF ou SIE ou SIM. equipamentos.17 . Testes laboratoriais sobre o mineral. se empresa beneficiária do FINAM. fornecidas pela CVM e pela ADA respectivamente. Portaria de Lavra.Se indústria mineral: a. expedida pelo órgão Estadual do Meio Ambiente: 20 . projeto aprovado pelo Ministério da Agricultura.de preferência no BASA.Relação Patrimonial dos sócios/avalistas. causem degradação ambiental. de qualquer forma. 24 . OBSERVAÇÕES: No caso de substâncias minerais da Classe II do Código de Mineração. GNAISSES. apresentação de Declaração de Regularidade da Situação junto à Comissão de Valores Mobiliários e junto ao FINAM.Comprovação da capacidade de aporte de recursos próprios (aplicações financeiras . Quando já implantada. AREIAS. etc. conforme o caso. h. quando utilizados "in natura" para preparo de agregados. conforme a produção destinar-se ao mercado interestadual.Se indústria beneficiadora de Madeira: a. Certidão de Regularidade de Situação junto ao IBAMA. d. 21 . ou argamassa.Orçamentos analíticos das edificações a realizar. 25 .Se indústria alimentícia em implantação.Se empresa que desenvolva atividade utilizadora de recursos ambientais ou que. e de ARGILAS empregadas no fabrico de cerâmica vermelha.Proposta (orçamentos) dos fornecedores e catálogos. respectivamente. c. GRANITOS. QUARTZITOS E SAIBROS. Estudos geológicos sobre a jazida. g. veículos.

coligadas. elaborado por técnico habilitado do BASA ou profissional/empresa credenciada.) / Contrato (p/ Ltda. OBS. 36 .3 últimos Balanços completos. de todas as empresas do grupamento econômico.Balancete sintético. composição e controlearquivadas de capital todas as empresas do grupamento econômico.: Excluir e/ou acrescentar documentos de acordo com o caso. 1 33 . Cronograma Físico-financeiro das inversões totais a realizar.Laudo de Avaliação das garantias. da pessoa jurídica detentora do controle acionário. com respectivo Demonstração de Resultados. 3 . incluindo planta de localização. ou que os sócios da postulante tenham participação acionária de controle acima de 10%. inclusive coligadas e empresas em que os sócios tenham participações acionárias de controle acima de 10%. inclusive controladora. 37 . de até 60 dias.A. Lay out das construções civis. Projeto arquitetônico das obras civis. DAS DEMAIS EMPRESAS DO GRUPO 34 . 35 .) Social da empresa controladora com devidamente nosde órgãos competentes. em valor suficiente para cobrir o crédito proposto.Estatuto (p/ S.respectivas Quadro de alterações. Cronograma Físico-financeiro das construções civis a realizar. Lay out das máquinas e equipamentos.27 28 29 30 31 32 - Especificações Técnicas das construções civis a realizar.

APRESENTAÇÃO (Se mais de uma página é melhor fazer em um arquivo separado do Word) 5 .I .

00 0. N.CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA 1- RAZÃO SOCIAL Nome de Fantasia: 2- ENDEREÇO Cidade (UF): E-Mail: Site: CEP: Fone/FAX: 3- RAMO DE ATIVIDADE 4- FORMA JURÍDICA Sociedade empresária limitada.II . J.00 Nº DE COTAS - VALOR ( R$ ) 0. 5- DATA DE CONSTITUIÇÃO 6- INSCRIÇÕES E REGISTROS .00 .: . P.: Valor da Cota = R$ 1.C.00 0.Inscrição Estadual: 7- NÚMERO DE FILIAIS 8- CAPITAL SOCIAL SITUAÇÃO Base em: (data) Autorizado Subscrito Integralizado OBS.

7

09 - PORTE
(A definir)

10 - CONTROLE DE CAPITAL
NOME

CNPJ/CPF

T O T A L

VALOR (R$)

0.00

%
#DIV/0!
#DIV/0!
100.00%

OBSERVAÇÕES:
1. No caso do controle do capital pertencer a pessoa jurídica, preencher quadro idêntico relativo
ao seu capital, e anexar Balanços dos 3 últimos exercícios e Balancete mais recente e cópia dos
Atos Constitutivos atualizados;
2. Quando houver aumento do capital, apresentar a composição e controle da nova situação.

11 - ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA
11.1 - Dirigentes
NACIONALIDADE

NOME, CPF e ENDEREÇO

CARGO

0
0

11.2 - Capacidade Administrativa

Comentar sobre a capacidade dos sócios dirigentes, relatando sua formação acadêmica, se
for o caso, e enumerando suas experiências empresariais.
Anexar organograma da empresa e Curriculum Vitae dos dirigentes e gerentes de produção
(se for o caso). O Curriculum deve conter dados pessoais, formação acadêmica,
experiências empresariais, experiências na atividade, participações acionárias em outras
empresas etc.

8

.

.

3 .11.Organograma Exemplo GERÊNCIA GERAL GERÊNCIA ADMINISTRATIVA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO PESSOAL COMPRAS/VENDAS CONTABILIDADE PRODUÇÃO .

9 .

12 - PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE EM OUTRAS EMPRESAS

Não tem.

13 - PARTICIPAÇÃO DOS SÓCIOS EM OUTRAS EMPRESAS

Não tem.

14 - INCENTIVOS E/OU BENEFÍCIOS FISCAIS
Informar aqueles que a empresa possui e anexar documentos comprobatórios com
respectivos Relatórios de Análises e Laudos Técnicos.

15 - REGIME DE TRIBUTAÇÃO
TRIBUTO
- Simples
- PIS
-IPI
-ISS
-ICMS
- Vendas no Estado
- Vendas em outros estados
- Vendas no Exterior
- COFINS
- Imposto de Renda / Contrib. Social

%
0.65%

17%
12%
0%
3%
0%
25%

INCIDENTE SOBRE
Faturamento
Faturamento Interno
Faturamento
Faturamento
Vendas - Compras
- No Estado
- Outros Estados
- No Exterior
Faturamento Interno
Faturamento Externo
Lucro Tributável

OBS: Informar os impostos e/ou taxas a que está sujeita a empresa com indicação dos respectivos
percentuais e suas incidências.

10

III - O FINANCIAMENTO

1-

VALOR SOLICITADO
EM R$
0.00
0.00
0.00
0.00

%
0.00%
0.00%
0.00%
100.00%

Próprios
- Ativo Fixo
- Capital de Giro
- Elaboração do Projeto
T O TAL

0.00
0.00
0.00
0.00

0.00%
0.00%
0.00%
0.00%

FNO - Amazônia Sustentável
- Ativo Fixo
- Capital de Giro
- Elaboração do Projeto
T O TAL

0.00
0.00
0.00
0.00

0.00%
0.00%
0.00%
0.00%

- Ativo Fixo
- Capital de Giro
- Elaboração do Projeto
T O TAL

2-

3-

RECURSOS

PRAZOS SOLICITADOS
- Carência
- Amortização
-Total

4-

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO PROJETO

5-

JUSTIFICATIVA DO PEDIDO

meses
meses
0 meses

Apresentar a justificativa quanto a decisão de se realizar este empreedimento,
especialmente no que tange a oportunidade, a importância, opção técnica pela escolha
da localização do empreendimento e a viabilidade do mesmo.

Pagamento anual de impostos R$ 12 - .A justificativa do projeto deverá explicitar ao que agregará a partir da implantação do empreendimento na cidade e o que possibilitará a atração de novos demadantes ao novo empreendimento.Nº de empregos diretos . .

Quant. Unid. caso não tenha no SINAPI. fazer a composição de custos desses itens. Construções Civis DISCRIMINAÇÃO 12345678910 11 - Código(SINAPI. O Estado é onde será realizado a construção civil. .6 -Investimentos Terreno IDENTIFICAÇÃO VALOR DO TERRENO OBS: Os valores dos itens abaixo deverão ser sem BDI. Por sua vez. e não sendo possível fazê-lo. o BDI será detalhado conforme descrito na planilha BDI. usar o da Secretaria de Obra do Estado.

12 13 14 BDI % TOTAL DAS CONSTRUÇÕES CIVIS 13 0.00% .

TOTAL QUADRIMESTRE VLR UNITÁRIO (R$) 1º 2º - 3º - - - .IDENTIFICAÇÃO - VLR.

00 .00 13 0.00 0.00 0.0.

00% 0. (1.00% Total do grupo D 0.00% Fórmula para o cálculo do B.3 Impostos PIS (especificar cada item em %) COFINS (especificar cada item em %) ISSQN (Prefeitura Local)(especificar cada item em %) Total do grupo C 0.00% 0. ( benefícios e despesas indiretas ) BDI = BDI (%) = (((1+A) x (1+D) x (1+B) ) .00% C C.D.2 A.COMPOSIÇÃO DA TAXA DE BENEFÍCIOS E DESPESAS INDIRETAS Grupo A A.00% D Despesas Financeiras (F) Despesas Financeiras (F) (especificar cada item em % 0. deverá ser observado a determinação contida no GRUPO I – CLASSE VII – Plenário TC 036.1 ) x 100 .00% 0.00% .076/2011-2 (TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO) 0.1 A.2 C.1 C.00% 0.C) _____________________________________________________ Assinatura do Representante Legal Nome da Empresa OBS: Para o preenchiimento da tabela do Bdi acima.BDI .00% B B.1 Bonificação Lucro Bruto (especificar cada item em %) Total do grupo B 0.I.00% 0.00% 0.00% 0.3 Despesas indiretas Administração central (especificar cada item em % Seguro + Garantia (especificar cada item em % Riscos (especificar cada item em %) Total do grupo A Grupo Grupo Grupo 0.

fazer a composição de custos desses itens. .CONSTRUÇÃO CIV DISCRIMINAÇÃO 12345678910 11 12 13 14 TOTAL DAS CONSTRUÇÕES CIVIS Código(SINAPI. usar o da Secretaria de Obra do Estado. caso não tenha no SINAPI. O Estado é onde será realizado a construção civil. e não sendo possível fazêlo.

Quant.00 0. VLR UNITÁRIO QUADRIMESTRE 1º 2º 3º - 0.00 .ONSTRUÇÃO CIVIL COM BDI Unid.00 0.

VLR.00 . TOTAL (R$) 0.

Móveis e Utensílios DISCRIMINAÇÃO 1234TOTAL DE MÓVEIS E UTENSÍLIOS Máquinas e Equipamentos DISCRIMINAÇÃO 1234567TOTAL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Veículos DISCRIMINAÇÃO TOTAL DE VEÍCULOS Embarcações DISCRIMINAÇÃO TOTAL DE EMBARCAÇÕES .

Outros Fixos (DI) DISCRIMINAÇÃO TOTAL DE OUTROS FIXOS TOTAL DOS INVESTIMENTOS FIXOS TOTAL DO ATIVO FIXO 14 .

TOTAL 0. TOTAL - FORNECEDOR Quanti -dade VALOR (R$) UNIT.FORNECEDOR Quanti -dade VALOR (R$) UNIT.00 FORNECEDOR Quanti -dade VALOR (R$) UNIT. TOTAL - .00 FORNECEDOR Quanti -dade VALOR (R$) UNIT. TOTAL 0.

TOTAL - 14 0.0% - 100% - .FORNECEDOR Quanti -dade VALOR (R$) UNIT.

00 3 100% 100% .5% O financiamento.4 - Período de Implantação do Empreendimento (em meses): 6. 6.Ativo Fixo = .Cap.3 - - Elaboração do Projeto % INCIDENTE SOBRE VALOR (R$) 1.Outros - T O T A L 6.Peças e Material de Reposição - 11.5 - Parcela dos Investimentos a realizar que será financiada: . de Giro = 0.1 - Capital de Giro DISCRIMINAÇÃO VALOR (R$) 1- Caixa Mínimo - 2- Financiamento de Vendas - 3- Matéria-Prima - 4- Materiais e Mercadorias - 5- Material Secundário - 6- Material de Embalagem - 7- Combustíveis e Lubrificantes - 8- Produtos em Elaboração - 9- Produtos Acabados - 10 .6.

15 .

Juntar cópia da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física.6 - Garantias Comprometidas com Responsabilidades em Ser = (1. com estimativa de valores.1 - VALOR (R$) GARANTIAS PREEXISTENTES - Terreno - Edificações - Máquinas e Equipamentos Preexistentes - Terreno. 7.2 - 7. 'Máquinas e Equipamentos a Adquirir c/ o Financiamento - Conforme item 6.Aval dos Dirigentes da Postulante.3 - TOTAL DAS GARANTIAS após aplicado o Financiamento - 7.3 x "7.1 . do último exercício. com o recibo de entrega à Receita Federal.PLANO DE APLICAÇÃO DAS INVERSÕES A REALIZAR .7- GARANTIAS DISCRIMINAÇÃO 7.6") = - .Ativo Fixo: Terreno Máquinas e Equipamentos Veículos Embarcações - GARANTIA PROGRESSIVA - Obras civis a serem construídas com o financiamento conforme descrição no PLANO DE APLICAÇÃO DAS INVERSÕES A REALIZAR Construções Civis - 7. Responsabilidades em ser no Banco da Amazônia: 7.5 - OBS: Relacionar os bens dos sócios-avalistas da operação.4 - Garantia Suplementar .

7 - Saldo de Garantias Preexistentes ("7.3" ."7.7.6 - Relação Garantias Totais / Financiamento #DIV/0! 8- CAPACIDADE DE APORTE DE RECURSOS PRÓPRIOS 16 .6"): - 7.6"): - 7.7 - Relação Garantias Prévias / Financiamento (incluindo máquinas e equipamentos a adquirir) #DIV/0! 7.1" ."7.8 - Saldo de Garantias FINAIS ("7.

ECONÔMICOS E FINANCEIROS 1 .IV .: UNIDADE ATUAL PROJETADA DIÁRIA MENSAL ANUAL DIÁRIA MENSAL ANUAL .ASPECTOS TÉCNICOS.CAPACIDADE INSTALADA(PROGRAMA DE PRODUÇÃO/ OPERAÇÃO/ VENDAS ANUAIS) QUANTIDADE PRODUTO OBS.

QUANTIDADE PRODUTO UNIDADE 18 ATUAL PROJETADA DIÁRIA MENSAL ANUAL DIÁRIA MENSAL ANUAL .

#VALUE! 12 .#VALUE! 6 .#VALUE! 8 .#VALUE! T O TAL - 19 .#VALUE! 4 .#VALUE! 9 .#VALUE! 10 .#VALUE! 3 .#VALUE! 7 .2- VENDAS DOS PRÓXIMOS 12 MESES MÊS/ANO VALOR (R$) 1 .#VALUE! 5 .#VALUE! 11 .#VALUE! 2 .

: Projeção para o nível de estabilização da produção/vendas. VALOR (R$) ATUAL PROJET. Relação Produção Projetada / Produção Atual = #DIV/0! .PROGRAMA DE PRODUÇÃO E RECEITA ANUAL PRODUTOS T O T A L UNIDADE PREÇO QUANTIDADE UNIT. ( R$ ) ATUAL PROJET. - - OBS.3 .

PRODUTOS UNIDADE PREÇO QUANTIDADE UNIT. 20 VALOR (R$) ATUAL PROJET. ( R$ ) ATUAL PROJET. .

Atual : .Nível de Utilização da Capacidade Instalada: .1 .: 50% no seu 1º ano após implantado o empreendimento.Projetado: OBS. . 60% no seu 2º ano após implantado o empreendimento.3. 70% a partir do 3º ano após implantado o empreendimento.

21 .

a partir do 3º ano após implantado o empreendimento. .

21 .

2 .PROCESSO PRODUTIVO 22 .3.

.

FLUXOGRAMA DE PRODUÇÃO RECEPÇÃO E ARMAZENAGEM EXPEDIÇÃO 23 .3 .3.

23 .

CONTROLE DE QUALIDADE DA PRODUÇÃO 3.3.COEFICIENTE TÉCNICO DA(S) MATÉRIA(S)-PRIMA(S) PRODUTO Prod.ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO E VENDAS .7 . Acabado / Mat.Prima COEFICIENTE DE PRODUTO(S) ACABADO(S) SEM DEFEITO 3.6 .5 .8 .4 .REGIME DE PRODUÇÃO E VENDAS 3.REGIME DE TRABALHO Horas / Dia Dias / Mês Meses / Ano Atual 8 25 12 Projetado 8 25 12 3.

24 .

00 80. - 1.00 Materiais e Mercadorias - - Material Secundário - - Material de Embalagem - - - - - - Combustível e Lubrif. Gasolina Álcool Óleo Diesel Óleo Lubrificante GLP Energia Água Litro Litro Litro Litro 25Kg KWh m3 2.50 2.00 2.4- NECESSIDADE DE INSUMOS À PRODUÇÃO ANUAL INSUMO ORIGEM UNIDADE VALOR UNITÁRIO ( R$ ) QUANTIDADE ATUAL PROJET.000.00 0.15 T O T A L Relação Consumo Projetado / Consumo Atual: 25 #DIV/0! 2.00 2.84 2.000.400 30. Matéria-Prima VALOR (R$) ATUAL PROJET.00 .000.27 3.000 2.

- - ATUAL PROJET.Mão-de-Obra Variável T O TAL 6- QUANTIDADE VALOR (R$) ATUAL PROJET. - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - ENCARGOS SOCIAIS INCIDENTE SOBRE Honorários Mão-de-Obra Fixa Mão-de-Obra Variável T O TAL % 20% 80% 80% VALOR (R$) ATUAL PROJET.Honorários / Pró-labore 2 .5- NECESSIDADE DE MÃO-DE-OBRA FUNÇÃO SALÁRIO SALÁRIO MENSAL ANUAL 1 . - - - - .Mão-de-Obra Fixa 3 .

26 .

2.5% 10. - - - - 0.0% 2.0% 2.5% 1.0% 10.a.0% 4.a.5% 1.0% 20.a.0% ATUAL PROJETADO - - - - .0% 10.5% 1. MANUTENÇÃO E SEGURO I M O B I LI ZAD O DISCRIMINAÇÃO Construções Civis Máquinas e Equipamentos Móveis e Utensílios Veículos Embarcações T O TAL T O TAL AN UAL M E N SAL ATUAL DEPRECIAÇÃO PROJETADO - - MANUTENÇÃO % a.7 . ATUAL PROJETADO % a.0% - - - - 0.0% 4.0% ATUAL SEGURO PROJETADO % a.5% 10.DEPRECIAÇÃO.

27 .

Encargos Sociais .Materiais e Mercadorias .00 100.Eventuais - - 2.Energia .Manutenção .Honorários .Salários .Eventuais - - Custos Variáveis - 2.Encargos Sociais .Material de Embalagem .00 .00 CUSTOS - 2.Material Secundário .Seguros .Depreciação .Mão-de-Obra .00 T O TAI S .Comunicações .Combustíveis e Lubrificantes .Alimentação de Funcionários .Comissão sobre Vendas .Matéria-Prima .Impostos .8- ESTRUTURA DE CUSTOS ANUAIS ESPECIFICAÇÃO VALOR (R$) ATUAL PROJETADO Custos Fixos - - .Propaganda .Água .Juros Bancários .100.100.000.Transporte .

28 .

Eventuais Fixos (A) Demais Custos Fixos (B) % dos Demais Custos Fixos estabelecido para Eventuais (C) Eventuais = (A) x (B) b) CUSTOS VARIÁVEIS 1.Necessidade de Insumos à Produção Anual 6.1 - Memória de Cálculo dos Custos Projetados a) CUSTOS FIXOS 1.8. Honorários / Pró-labore Ver Quadro IV-05 . 3.50% - . 2. Salários = R$ = = R$ 5% - Ver Quadro IV-5 . Ver Quadro IV-6 . Manutenção e Seguro Ver Quadro IV-7 . Água.Necessidade de Mão-de-Obra.Necessidade de Mão-de-Obra.Encargos Sociais. Depreciação.Encargos Sociais. Encargos Sociais Ver Quadro IV-6 . Energia. Encargos Sociais. Matéria-Prima. Comunicação (A) Receita Anual Projetada (B) % da Receita estimada para Comunicações (C) Custo Anual Projetado c/ Comunicações = (A) x (B) 29 = R$ = = R$ 0. Ver Quadro IV-4 . 2. 5. 3.Depreciação. 4.Necessidade de Mão-de-Obra. Combustíveis e Lubrificantes. Material de Embalagem. Manutenção e Seguros. Material Secundário. Materiais e Mercadorias. Salários Ver Quadro IV-5 .

Transporte (definir uma das opções abaixo) A empresa não registra custo de Transporte uma vez que os mesmos estão embutidos nos preços de matéria-prima e produto acabado.65% - = = R$ 0% - = = R$ 0% - I. 0. S. I. (H) % de Incidência (I) Valor a Pagar = (A) x (H) = = R$ 0. I.000. s/ Vendas = (A) x (B) 10. (A) Receita Anual Projetada = (B) % da Receita estimada para Transporte = 1% (C) Custo Anual Projetado c/ Transporte = (A) x (B) = R$ - 8. S.00% - P. = R$ = = R$ Impostos (A) Faturamento Anual (B) % de Vendas no Estado (C) % de Vendas em Outros Estados (D) % de Vendas no Exterior (E) Compras Anuais (F) % de Compras no Estado (G) % de Compras em outros Estados Simples (H1) % de Incidência = (I1) Valor a Pagar = (A) x (H1) = R$ 0.70% - = R$ = = R$ 2% - = R$ = = = = R$ = = 0% 0% 100% 2. (L) % de Incidência (M) Valor a Pagar = (A) x (L) .00 100% 0% Comissão sobre Vendas (A) Receita Anual Projetada (B) % da Receita estimada para Comissão s/ Vendas (C) Custo Anual Projetado c/ Comis. S.7. Propaganda (A) Receita Anual Projetada (B) % da Receita estimada para Propaganda (C) Custo Anual Projetado c/ Propaganda = (A) x (B) 9. P. (J) % de Incidência (K) Valor a Pagar = (A) x (J) I.

30 I./Dia) (D) Nº de Refeições/Funcionário/Ano (E) Custo Anual = (A) x (B) x (C) x (D) 13.00 300 - = R$ = = R$ 2.0% - TOTAL DE IMPOSTOS = (I1) + (I) + (K) + (M) + (S) + (U) = R$ - (A) Faturamento Anual = R$ - (B) % de Vendas a Prazo ou no Mercado Externo (C) % de Desc.S. Eventuais Variáveis (A) Demais Custos Variáveis (B) % sobre Demais Custos Variáveis p/ Eventuais (C) Eventuais = (A) x (B) . 12./Func.(R) se > 0 = = = = R$ = R$ = R$ 17% 12% 0% 340.C.00 COFINS 11.00 - (T) % de Incidência (U) Valor a Pagar = (A) x (T) = = R$ 3.5% - = = = R$ = = R$ 100% 5. Duplic.M.00 5% 100.000. Juros Bancários Alimentação de Pessoal (A) Nº de Funcionários da Empresa (B) % de Funcionários que recebem ajuda alimentar (C) Custo por Refeição (1 Ref. (N) Incidência de ICMS no Estado (0) Incidência de ICMS em outros Estados (P) Incidência de ICMS no Mercado Externo (Q) Débito de ICMS = (A) x ((B)x(N) + (C)x(O) + (D)x(P)) (R) Crédito de ICMS = (E) x ((F)x(N) + (G)x(O)) (S) Valor a Pagar de ICMS = (Q) . e/ou Adiantamento de Câmbio (D) Taxa Média de Juros (E) Juros Anuais = (A) x (B) x (C) x (D) = = = = R$ 100% 0% 1.

31 .

Outros .3. de dias do custo total menos depreciação 1.7 . de dias efetivos de funcionamento ao ano 1.9 .Nº.3.2 2. equipamentos e veículos 1.Nº.6 .Nº.Materiais Secundários .Nº. das vendas (em dias) .3.Materiais e Mercadorias .Produtos Acabados .1 .4 .2 .8 .Nº.3 . de dias de estoque mínimo de mat.Nº.3.Combustível e Lubrificantes . de dias de estoque mínimo de materiais e mercadorias 1.1 . secundário 1.Nº.5 . de dias de estoque mínimo de combustíveis e lubrificante 1.% de vendas a prazo 1.2 . ou das necessidades - PROJETADO 300 4.3 - FONTES CRÉDITOS DE FORNECEDORES % de compras a prazo Prazo médio de pagamento (em dias) DESCONTOS DE DUPLICATAS (ou Adiantamento de Câmbio) % de vendas a prazo % de descontos Prazo médio concedido (em dias) IMPOSTOS % do total do Ativo Circul.3 . de dias de estoque de produtos acabados 1.Nº.3.FINANCIAMENTO DE VENDAS .3.Peças e Materiais de Reposição .Nº.Material de Embalagem .1 2.0% 0% 0 5. de dias efetivos do processo produtivo .INDICADORES DO CAPITAL DE GIRO DISCRIMINAÇÃO I-USOS 1.3.% sobre o total de ativo circulante.0% .Produtos em Processo .3. de dias de estoque mínimo de material de embalagem 1.CAIXA MÍNIMA .4 .% sobre total de máquinas.ESTOQUES 1.0% 0. de dias de estoque mínimo de matéria-prima 1. II 2.Prazo médio de financiam.Matéria-Prima .

32 .

Amazônia Sustentável - - - 2 .4 .Material de Embalagem 3.7 .Matéria-Prima 3.2 .Produto Acabado 3.1.5 .Combustível e Lubrificantes 3.NECESSIDADES 1 .Recursos Próprios - - - TOTAL DAS FONTES - - - II .PROJEÇÃO DAS NECESSIDADES DE CAPITAL DE GIRO EXISTENTE Balancete de PROJETADO DISCRIMINAÇÃO (data) A COMPLEMENTAR I .1 .Material Secundário 3.2 .1.3 .4 .FNO .Estoques - - - - - 3.5 .Outras Fontes - - - 1.Outros - - - TOTAL DAS NECESSIDADES - - - 1 .FONTES 33 .1.Recursos de Terceiros - - - 1.3 .1.1.Outros - - - 1.Produto em Processo 3.1 . de Reposição 4 .8 .10 .Crédito de Fornecedores 1.Desconto de Duplicatas/Títulos 1.Materiais e Mercadorias 3.1 .Caixa Mínimo - - - 2 .Impostos 1.2 .Financiamento de Vendas - - - 3 .Financiamentos p/ Giro 1.6 .Peças e Mat.

3 - 1.1 - Matéria-Prima (A) Custo Anual com Matéria-Prima (B) Nº de Dias de Estoque Mínimo (C) Matéria-Prima = (A) x (B) / 360 1. Estoques 3. Caixa Mínimo (Disponibilidades) (A) Custo Total Anual (no 2º ano após implantado) (B) Depreciação (C) Nº de Dias de Custo Total (D) Caixa Mínimo = ((A) .4 - = R$ = R$ = = = R$ Materiais e Mercadorias (A) Custo Anual com Materiais e Mercadorias (B) Nº de Dias de Estoque Mínimo (C) Materiais e Mercadorias = (A) x (B) / 360 3.Memória de Cálculo da Projeção das Necessidades de Capital de Giro a) NECESSIDADES 1. 3.800.(B)) x (C) / 360 2.2 - = R$ = R$ = = R$ Material de Embalagem (A) Custo Anual com Material de Embalagem (B) Nº de Dias de Estoque Mínimo (C) Material de Embalagem = (A) x (B) / 360 34 .714.00 - Financiamento de Vendas (A) Custo Total Anual (B) Depreciação (C) % de Vendas a Prazo (D) Prazo Médio Concedido (em dias) (E) Financiamento de Vendas = ((A) .29 - = R$ = = R$ - = R$ = = R$ - = R$ = = R$ - Material Secundário (A) Custo Anual com Material Secundário (B) Nº de Dias de Estoque Mínimo (C) Material Secundário = (A) x (B) / 360 3.00 0% - = R$ = = R$ 1.(B)) x (C) x (D) / 360 3.10.1 .800.

7 .3.1 - Outras Fontes 1.00 85.00 85.Produto em Processo (A) Custo Total Anual (B) Depreciação (C) Custos Posteriores a Comercialização (D) Nº de Dias do Processo Produtivo (E) Nº de Dias de Trabalho Anual (F) Custo de Produto em Processo = ((A) .Crédito de Fornecedores (A) Custo Anual com Insumos (B) % de Compras a Prazo (C) Prazo Médio Obtido (D) Crédito de Fornecedores = ((A) x (B) x (C)) / 360 .800.1 .29 0% - 3.(C)) x (D) / (E) = R$ = = R$ = = = R$ 1. estimado p/ Peças de Reposição (E) Peças e Material de Reposição = ((A) + (B) + (C)) x (D) b) FONTES 1.71 300 - = R$ = R$ = R$ = = R$ 4% - = R$ = = = R$ 1.714.800.6 .71 300 - 3. Recursos de Terceiros 1.(B) .Produto Acabado (A) Custo Total Anual (B) Depreciação (C) Custos Posteriores a Comercialização (D) Nº de Dias de Estoque Mínimo (E) Nº de Dias de Trabalho Anual (F) Produto Acabado = ((A) .8 .Peças e Material de Reposição (A) Valor Imobilizado em Máquinas e Equipamentos (B) Valor Imobilizado em Veículos (C) Valor Imobilizado em Embarcações (D) Percentual do Imobil.1.(B) .5 - Combustível e Lubrificantes (A) Custo Anual com Combustível e Lubrificantes (B) Nº de Dias de Estoque Mínimo (C) Combustível e Lubrificantes = (A) x (B) / 360 = R$ = = R$ - 3.(C)) x (D) / (E) = R$ = = R$ = = = R$ 1.

(B) . pela 1ª Limitação = (E) x (F) (J) Valor do Financ.3 .35 1.Impostos (A) Total dos Usos para Capital de Giro (B) % dos Usos Provenientes de Impostos (C) Impostos = (A) x (B) = R$ = = R$ 5% - = R$ = R$ = R$ = R$ = R$ = = = R$ = R$ = R$ = R$ 100% 50% - = R$ = R$ = R$ - 1. (G) 2ª Limitação .4 . possível de Financ. + Rec.% do Financ.Financiamento p/ Giro Serão mantidos os níveis atuais de Recursos de Outras Fontes Financeiras.1.1.1. Solicitado = menor entre (I) e (J) 2- Recursos Próprios (A) Necessidades de Giro a Complementar (B) Valor a ser Financiado (D) Recursos Próprios = (A) . para Ativo Fixo (H) Valor do Financiamento p/ Ativo Fixo (I) Valor do Financ.Outros Serão mantidos os mesmos níveis atuais.(D) (F) 1ª Limitação .2 - Financiamento Solicitado (A) Total das Necessidades de Giro (B) Valor Existente (Ativo Circulante última peça Contábil) (C) Necessidades a Complementar = (A) . 1.1.% do Valor a Complem.2 . Próprios) = (C) .5 . 1.Desconto de Duplicatas/Títulos (A) Receita Anual (B) % de Vendas a Prazo (C) % de Vendas a Prazo Descontadas (D) Prazo Médio Concedido (E) Desconto de Duplicatas = ((A) x (B) x (C) x (D)) / 360 = R$ = = = = R$ 0% 0% - 1.(B) (D) Parcela Coberta com Outras Fontes (E) A Complementar (Financ. pela 2ª Limitação = (G) x (H) (K) Financ.

36 .

Móveis e Utensílios .3 .11 .Elaboração do Projeto 1.RLP + INVEST + DIFERIDO - - - FONTES - - - 1 .2 .Capital de Giro - - - .RECURSOS DA EMPRESA . Montagem e outros .RECURSOS DE TERCEIROS - - - 1.CAPITAL DE GIRO - 3 .Ativo Fixo .Elaboração do Projeto 37 - - .USOS E FONTES ESPECIFICAÇÃO EXISTENTE À TOTAL BALANCETE DE REALIZAR ( R$ ) (data) ( R$ ) ( R$ ) U S O S - - - 1 .OUTROS .Terrenos .Veículos .Financ.Embarcações .Amazônia Sustentável - - - .Capital de Giro .1 .Máquinas e Equipamentos .Elaboração do Projeto - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 1.Ativo Fixo .ELABORAÇÃO PROJETO - 4 .Ativo Fixo . FNO .Depreciação - - 2 .Capital de Giro .Capital de Giro 2 .Construções Civis .Instalação.Total Financiamentos Bancários .ATIVO FIXO - - - .Ativo Fixo .

- .

. . . .12 . . . . . . . . . . . .00% 0% AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 SALDO DEVEDOR TOTAL 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 BÔNUS ADIMPL. . . . . . . . . Encargos (anual). . . . . . . . . . Total dos Encargos (ao ano). . . . . . . . . . . . . . . . . . . % de Encargos capitalizados durante o período de carência. . . . PERÍODO 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 1º ANO 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 2º ANO JUROS CALCUL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Prazo Total (em meses). . . . . . . .Amazônia Sustentável (BK) Saldo Devedor (R$) . . Bônus de Adimplência (s/ os juros). . . . . . . . . . . . . . . . . .ESQUEMA DE AMORTIZAÇÃO DO FINANCIAMENTO . . . . . .FNO . . . . . Prazo de Amortização (em meses). 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0. . . . . . . . . . . Carência (em meses). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .Financ. . . . . . . . . . . .

PERÍODO JUROS CALCUL. BÔNUS ADIMPL. AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL SALDO DEVEDOR TOTAL 38 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 3º ANO 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 4º ANO 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 5º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .

BÔNUS ADIMPL. AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL SALDO DEVEDOR TOTAL 39 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 6º ANO 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 7º ANO 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 8º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .PERÍODO JUROS CALCUL.

PERÍODO JUROS CALCUL. AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL SALDO DEVEDOR TOTAL 40 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 9º ANO 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 10º ANO 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 11º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 . BÔNUS ADIMPL.

AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL SALDO DEVEDOR TOTAL 41 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 12º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .PERÍODO JUROS CALCUL. BÔNUS ADIMPL.

BÔNUS ADIMPL. AMORTIZAÇÕES JUROS 42 PRINCIPAL TOTAL SALDO DEVEDOR .PERÍODO JUROS CALCUL.

. . . 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 BÔNUS ADIMPL. . . . . 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Prazo de Amortização (em meses). . . . .Financ. . Encargos (anual). . . . . . . Bônus de Adimplência (s/ os juros).00% 0% AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 SALDO DEVEDOR TOTAL 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 . . . . . . . . . . . . . % de Encargos capitalizados durante o período de carência. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Carência (em meses). . . . . . . . . . .ESQUEMA DE AMORTIZAÇÃO DO FINANCIAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Prazo Total (em meses). . . . . . . . . . .12 . . . . . .Amazônia Sustentável Saldo Devedor (R$) . Total dos Encargos (ao ano). PERÍODO 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 1º ANO 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 2º ANO JUROS CALCUL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . FNO . . . . . . . . . . .

38 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 3º ANO 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 4º ANO 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 5º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .

39 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 6º ANO 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 7º ANO 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 8º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .

40 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 9º ANO 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 10º ANO 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 11º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 41 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .

133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 12º ANO 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 42 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 .

. Prazo Total. . . . Encargos (anual). . . . PERÍODO JUROS CALCUL. . Bônus de Adimplência (s/ os juros). . . . . .ESQUEMA DE PAGAMENTO DE OUTROS FINANCIAMENTOS Saldo Devedor (R$) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .12. . . . . . . . . . . BÔNUS ADIMPL. . . . . . . . . . . . . . . . 0 AMORTIZAÇÕES JUROS PRINCIPAL SALDO DEVEDOR TOTAL 0 0 1º ANO 0 0 0 0 0 0 2º ANO 0 0 0 0 0 0 3º ANO 0 0 0 0 0 0 4º ANO 0 0 0 0 0 0 5º ANO 0 0 0 0 0 0 6º ANO 0 0 0 0 0 0 7º ANO 0 0 0 0 0 0 8º ANO 0 0 0 0 0 0 9º ANO 0 0 0 0 0 0 10º ANO 0 0 0 0 0 0 11º ANO 0 0 0 0 0 0 12º ANO 0 0 0 0 0 0 13º ANO 0 0 0 0 0 0 14º ANO 0 0 0 0 0 0 15º ANO 0 0 0 0 0 0 16º ANO 0 0 0 0 0 0 17º ANO 0 0 0 0 0 0 18º ANO 0 0 0 0 0 0 19º ANO 0 0 0 0 0 0 20º ANO 0 0 0 0 0 0 . . . . . a consumir (em meses). . . % de Encargos capitalizados durante o período de carência. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Prazo de Amortização (em meses). . . . . . a consumir (em meses) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Carência. . . .1 . . . . . . . .

43 .

100) (2.100) (2.100) (2.100 2.100) (2.100) 0 0 0 0 0 0 0 - - - - - - - - - - - - 05. No 2º ano após implantado irá operar a 60% da capacidade instalada.100) (2.100) (2. ATUAL FINANCIAMENTO - 15.100 -2.100) (2.125) (1.100) (2.100 -2.100 2.CAPACIDADE DE PAGAMENTO / FLUXO DE CAIXA ESPECIFICAÇÃO 1 2 01.100) (2.100) (2.100 -2.100) 0 - - (1. BRUTA FLUXO DE CAIXA: 0 - - - - - - - - - - - - - - - - - (2.100) (2.13 .100) (2.: Considerando-se o período de implantação do projeto de 3 meses.100 2. No 1º ano após implantado irá operar a 50% da capacidade instalada.125) (1.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.800 2.125 04.100) (2.100) (2.125) (1.100) (2.100) (2.100) (2. (+) DEPRECIAÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 12.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2. AMORTIZAÇÕES / DISPON.100) (2.125 -1.100 -2.100 -2.100) (2.100 2.100 2. (-) ENCARGOS ATUAL FINANCIAMENT0 06.100) 09.100) (2.800) (2.100) (2. (-) OUTRAS AMORTIZAÇÕES 16.100) (2.100) (2.800) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100 -2.100) (2. (-) IMPOSTO DE RENDA 08.100 -2.100) (2.100 2. (=) LUCRO TRIBUTÁVEL 14 (2.100 OBS.100 -2.100 2.100) (2.100) (2.100) (2. (=) LUCRO OPERACIONAL 3 4 5 6 7 PE R IOD O (AN O) 9 10 11 8 12 13 16 17 18 19 20 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1.100 -2.100) (2.100) (2.100) 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 14.100 2.100 -2.100) (2.100 -2.100) (2.100) (2.800) (2.100) (2.100 2.100) (2.800) (2.100) (2.125) (1.100 2.100) (1.100 -2.100) (2. (=) SALDO DISPONÍVEL - 11.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100 -2. (-) CUSTOS 03.100) (2.100) (2.800) (2.100) (2.100) (2.100 (1.100) (2.100) (2. (-) DIVIDENDOS / GRATIFICAÇÕES 10.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100 2.100) (2.100) (2.100) (2. RECEITAS 02.100 2.100 2. 43 Limite máximo admissível de comprometimento da Disponibilidade Bruta: 70% .100 -2.100 2.100) (2.100) (2.100 -2.100) (2.100 -2.125) (1.100) (2.100) (2. (=) LUCRO LÍQUIDO 15 1.100) (2. (-) ENCARGOS DE OUTROS FINANC.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2. (=) DISPONIBILIDADE BRUTA (1.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2. - - - - - - - - - - - - - - - - - - 0 - - (1.100) (2.100) (2.100 2.100) 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% -1. A partir do 3º ano após implantado irá operar a 70% da capacidade instalada.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.100) (2.800) (2.100) (2. (+) FUNDO P/ AUMENTO CAPITAL 13.125) (1.100 2.100 -2. (-) AMORTIZ.100) (2. (=) DISPONIBILIDADE LÍQUIDA 17.100) (2.100) (2.100 2.800 -2.100) (2.100) (2.100) 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 (1.100) (2.100) 07.

Financeiros: #DIV/0! #DIV/0! .Lucro Líquido / Investimento Total 2.PONTO DE NIVELAMENTO .BENEFÍCIOS SOCIAIS CONCEDIDOS AOS EMPREGADOS 44 .: P.Financiamento / Investimento Total .TIR T.00% OBS. Social (nº de empregos gerados direta e indiretamente). em relação à capacidade instalada. Ambiental.Receita / Investimento Total 3.MÉRITOS DO PROJETO Econômico (impostos a pagar). 17 . das Demais Empresas do Grupo Receita Operacional Bruta Total do Grupo - Pelos dados acima a postulante se classifica como (A definir) 15 .I. O. Rentabilidade: #DIV/0! #DIV/0! #DIV/0! .R.Lucro Operacional / Receita . = 0. Eficiência Operacional #DIV/0! . = Err:523 ao ano. B.TAXA INTERNA DE RETORNO .14 .Lucro Líquido / Receita .N.PORTE DA EMPRESA R$ Receita Operacional Bruta Anual - R. 18 .N.ÍNDICES ECONÔMICO-FINANCEIROS (Ao nível operacional previsto) 1.Capital Social Total / Financiamento 16 . 19 .PN P.

. ABASTECIMENTO DE MATERIAIS/ MERCADORIAS E OUTROS INSUMOS a) b) c) d) origem.MERCADO (se mais de uma página é melhor fazer em um arquivo separado do Word) Apresentar os estudos respectivos.. etc........a prazo.facilidade de comercialização e escoamento da produção/vendas....... rede bancária. tais como: . matéria-prima e outros insumos..... evidenciando: a) As razões que conduziram ao programa de produção/ vendas/prestação de LOCALIZAÇÃO Apresentar os estudos respectivos. ....à vista.... b) Fatores que justifiquem a localização.. Município. .. água....dias ..disponibilidade de energia elétrica.. Distrito.inter-relacionamentos industriais e/ou comerciais.... período de comercialização..% .....% ..... evidenciando: a) Local de instalação do empreendimento..movimentação turística ou comercial que garanta uma boa taxa de ocupação.. onde fique comprovada a viabilidade do empreendimento. política de compras ..prazo médio obtido ........ período de safra (se for o caso). meios de comunicação.outros fatores...facilidade de acesso..... favores creditícios. com quantificação de suas potencialidades tanto sob a ótica da oferta quanto da demanda.20 . especificando o Estado... mão-de-obra.. Rua etc....... . . .

2. 2. 8. 20. 5.Principais Concorrentes 1. 3. 9.6 . 4.Composição do Mercado LOCAL No Estado Outros Estados Mercado Externo T O TAL 20. 20. 48 ATUAL PROJET.20. 4.5 .3 .Principais Clientes 1.4 . 7. 6. 4. 100% 100% 100% 100% . 5.Principais Fornecedores 1. 6. 3. 3. 2.

7. 20. 20. c) Incluir no Balanço Patrimonial da empresa.1. Tal prevenção de risco objetivo evitar a geração de externalidades prejudiciais aos usuários dos serv proporcionados pelos recursos ambientais externos à circunscrição do empreendimento. suas repercussõ etc.8.7.7 ASPECTOS SÓCIO-AMBIENTAIS 20. b) extrato do passivo ambiental da empresa com a(s) respectiva(s) cópia(s) do(s) auto(s) de infração.PREVENÇÃO COM ACIDENTE E SEGURANÇA DO TRABALHO 20.4– PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCO AMBIENTAL DO EMPREENDIMENTO Especificar : Dentro e foratem doscomo limites da planta do espaço industrial.CONSIDERAÇÕES FINAIS Neste item deve ser feita uma análise de viabilidade econômico-financeira do empreendimento.3– FORMA DE TRATAMENTO E/OU DESCARTE DO LIXO E/OU EFLUENTES INDUSTRIAIS.7. lavrado(s) competente(s).2– TIPOS DE RESÍDUOS E/OU EFLUENTES GERADOS NO PROCESSO PRODUTIVO Especificar: 20. Anexar à a) planta de estação de tratamento de lixo e/ou efluentes industriais com descrição dos referidos processos.20. contas de provisão para correção e prevenção de impactos ambientais. .7.

.

DO EMPREENDIMENTO rnalidades prejudiciais aos usuários dos serviços ambientais. nceira do empreendimento. empreendimento. Anexar à proposta: m descrição dos referidos processos. cópia(s) do(s) auto(s) de infração. lavrado(s) pelo(s) órgão(s) correção e prevenção de impactos ambientais.BALHO PROCESSO PRODUTIVO E/OU EFLUENTES INDUSTRIAIS. suas repercussões para a região .

.

7 Outros Créditos 1.6 Fornecedores 1.3 Diferido 1 #VALUE! 2 % #VALUE! 3 % #VALUE! 4 % (data) % - - - - - - - - - - - - ATIVO TOTAL - 1 PASSIVO CIRCULANTE - - - - 1.9 Outras exigibilidades 2 EXIGÍVEL A LG.5 Adiantamento a Fornecedores 1.3 Coligadas/Controladas 2.4 Reserva de reavaliação 4. Rec.6 Lucros / Prejuízos acumulados 4.21 .4 Estoques 1.4 Créditos Diversos 3 ATIVO PERMANENTE 3.2 Imobilizado 3.1 Investimentos 3.2 Debêntures 2.3 Duplicatas a receber 1. feitos a Clientes 2.1 Capital subscrito 4. de Clientes 1.3 Adiant.2 (-) Capital a realizar 4.1 Caixa/Bancos 1.5 Imposto de Renda a Recolher 1.8 Despesas Exercício Seguinte 2 REALIZÁVEL A LG PRAZO 2.1 Financiamentos 1.6 Outras exigibilidades 3 4 RES.1 Adiant.1 Instituições de Crédito 2.FUTURO PATRIMÔNIO LÍQUIDO - - - - 4. PRAZO - - - - 2. Descontados 1.5 Empréstimo Coligada 2.2 Aplicações Financeiras 1.7 Resultado do Exercício PASSIVO TOTAL - #VALUE! #VALUE! - - #VALUE! #VALUE! - - #VALUE! #VALUE! - - #VALUE! #VALUE! .2 Impostos a recuperar 2.3 Reserva de capital 4.3 Impostos Parcelados 2.7 Salários e Encargos Sociais 1.4 Dividendos a Pagar 1.5 Reserva de lucros 4./Títs.4 Fornecedores 2.2 Duplic.6 Impostos a recuperar 1.8 Impostos e Taxas 1. DE EXERC.ESQUEMATIZAÇÃO DE BALANÇOS BALANÇOS Nº D A T A S 1 ATIVO CIRCULANTE 1.

49 .

) Despesas com Vendas ( . ( .) Participações LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO LUCRO LÍQUIDO/CAPITAL INTEGRALIZADO #VALUE! % #VALUE! % #VALUE! % (data) 0.DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS I T E N S RECEITA OPERACIONAL BRUTA ( .) Despesas não operacionais LUCRO ANTES DO IR.00 - 0.) Outras despesas operacionais ( .00 0. Social ( .) Despesas financeiras ( + ) Receitas financeiras ( . de Renda ( . Vendidos LUCRO BRUTO ( .00 0.) Provisão para Imp. E PARTIC.) Despesas Administrativas/Operacionais ( .22 .00 - 0.) Abatimentos sobre vendas ( .00 0. CONTB.00 0.00 0.00 - 0..00 0..00 - 0.00 0. Merc.00 0.00 0.) Provisão para Contrib. ou Serv.) Custo dos Prod.00 - - - - - .) Vendas canceladas ( .00 0.+ ) Resultado da equivalência patrimonial LUCRO OPERACIONAL ( + ) Receitas não operacionais ( .) Impostos sobre vendas RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA (ROL) ( .

50 .

% .

.

23 . CP / PL CRESCIMENTO DA RECEITA OPERACIONAL BRUTA Indeterminado SITUAÇÃO RELATIVA DO PL COMPARADO COM O ANTERIOR Indeterminado SITUAÇÃO FINANCEIRA Liquidez Geral Liquidez Corrente Liquidez Seca Solvência :1 :1 :1 :1 CONSIDERAÇÕES FINAIS 51 :1 :1 :1 :1 :1 :1 :1 :1 :1 :1 :1 :1 .Geral End.Geral / PL End. LP no End. Banc.CP no End.Geral Endiv.ANÁLISE FINANCEIRA ÍNDICE EXERCÍCIO #VALUE! #VALUE! #VALUE! (data) ENDIVIDAMENTO Endiv.

0% 0. Embarcações - 3º - - - 0.2 Recursos Próprios - 4.0% - - - - 0.0 CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO GERAL DISCRIMINAÇÃO TOTAL MÊS 2º 1º 1.0% - - - - 0.2 Recursos Próprios - 2.0% - 0.0% - 0.1 FNO 1.0% - - - - 0.0% - 0.0% - 0. Máquinas e Equipamentos - 3.0% - 0.0% - 0.1 FNO 2.2 Recursos Próprios - 5.1 FNO 4.0% 0.0% . Veículos - 4.0% - - - - 0.2 Recursos Próprios - 3.0% - 0.1 FNO 3.0% - 0. Construções Civis - 1. Móveis e Utensílios - 2.

0% 0.0% - 0. Instalações e Montagens - 6.2 RECURSOS PRÓPRIOS - - - - - - - 0.0% - - - - - - - 0.2 Recursos Próprios - 7.0% - - - 0. Elaboração do Projeto - 8.0% 0.0% - 0.0% 0.5.0% - - - - - - - - - 0.2 Recursos Próprios - 6.1 FNO - 9.0% - 0. T O T A L - 9.0% - 0.0% 0.1 FNO - 8.1 FNO 8.0% 0.0% - 0.2 Recursos Próprios - 9.0% 0.1 FNO 6.1 FNO 5.0% - 0.0% - 0.0% - 0.0% . Capital de Giro - 7.

PORTE: 2 .Rec.QUADRO A SER VERIFICADO APÓS INSERIDOS TODOS OS DADOS NUMÉRICOS FOLHA DE CHECAGEM 1 .: 4 .VALOR DO CRÉDITO: 3 .CAPITAL DE GIRO: Cap.Med. Garant.Comprom. R. Social / Endividamento: 5 .Após o Financiamento 12 .Atual/Rec. Bruta: (A definir) 4 0. Max.Giro/Financ.Relação Rédito/Receita: 6 .Cap.Pto. de NIVELAMENTO 8 .00% OK #DIV/0! #DIV/0! Err:523 0. I.00% ALERTA #DIV/0! Prejudicado #VALUE! Prejudicado #DIV/0! #DIV/0! 0% OK #DIV/0! #DIV/0! Err:523 #DIV/0! #DIV/0! . Disp.Relação Inic.T.12m 9 .Rédito Atual/LAIR DRE anualizada 10 ./Financiamento 11 . : 7 .

EM CAPITAL DE GIRO) BANCO DA AMAZÔNIA S/A Belém (PA). 28 de Junho de 2008 Responsável Pela Elaboração do Projeto Endereço E-mail .Sugestão de capa (foto) DESTINADO A OBTENÇÃO DE FINANCIAMENTO PARA INVESTIMENTO MISTO (FIXO.

.

e as informações fixas que compõem o roteiro. As células a serem preenchidas apresentam caracteres em VERDE (exceção para os valores negativos. se for o caso. que não devem ser alteradas. A impressão deve ser precedida da "Visualização de Impressão" de todas a páginas a serem impressas para verificação da sua configuração. PARA IMPRIMIR As planilhas estão configuradas para impressão em papel de 210 x 297 mm e impressora HP Deskjet 820.Imprimir . que deverá ser "pressionado" com o indicador do Mouse após marcadas as planilhas a serem impressas da mesma .INSTRUÇÕES DE USO Cada página do roteiro está em uma Planilha. que aparecem em VERMELHO). alteradas. Após a Planilha DAD-AUX o preenchimento passa a ser feito diretamente nas páginas do Roteiro. As células que contêm fórmulas e portanto podem sofrer alteração de acordo com os dados digitados em outros endereços estão na cor CREME. no botão onde está desenhada uma impressora. A impressão pode ser feita através do botão "Imprimir todo o Projeto" da tela MENU. para uso em outro tipo de impressora poderão ser necessários ajustes na configuração de página. para diferenciar das demais células.Planilhas Selecionadas (selecionar planilhas a serem impressas mantendo pressionada a tecla CTRL e ticando o botão esquerdo do mouse com o indicador nas páginas a serem impressas na Guia de Planilhas abaixo). Outra maneira de imprimir é através da barra de ferramentas ""Padrão". As células preenchidas em AZUL devem ser examinadas e. mas não atendem obrigatoriamente a todos os casos. salvo se excepcionalmente necessário e por quem já domine toda a planilha. ou no menu ARQUIVO . nomeada conforme Guia de Planilhas abaixo. O preenchimento é iniciado com a Planilha DAD-AUX (Dados Auxiliares) que é a primeira à direita desta planilha na Guia de acesso abaixo. na cor PRETA. pois as informações nelas contidas representa apenas um indicativo do mais usual na maioria dos projetos.

Planilhas Selecionadas (selecionar planilhas a serem impressas mantendo pressionada a tecla CTRL e ticando o botão esquerdo do mouse com o indicador nas páginas a serem impressas na Guia de Planilhas abaixo). no botão onde está desenhada uma impressora.Imprimir . ou no menu ARQUIVO . . que deverá ser "pressionado" com o indicador do Mouse após marcadas as planilhas a serem impressas da mesma forma descrita no método anterior. Outra maneira de imprimir é através da barra de ferramentas ""Padrão". A impressão pode ser feita através do botão "Imprimir todo o Projeto" da tela MENU.páginas a serem impressas para verificação da sua configuração.

DE (exceção para os renciar das demais cessário e por quem ação de acordo com s informações fixas . alteradas. o do mais usual na casos.e Guia de Planilhas Auxiliares) que é a to diretamente nas or o caso.

.

0 INFORMAÇÕES PENDENTES 1234567- .