OAB 2ª FASE – XX EXAME DE ORDEM

Direito do Trabalho – Aula 09
Aryanna Linhares
Inquérito Judicial para Apuração
de Falta Grave
1.1. HIPÓTESES DE CABIMENTO
O inquérito judicial é uma ação cujo fim é rescindir um contrato de trabalho, por isso, alguns doutrinadores a denominam de “ação constitutiva (negativa) necessária para apuração de falta grave que autoriza a resolução do contrato de trabalho do empregado estável por iniciativa do empregador”.1
Não são todas as hipóteses de estabilidade provisória do empregado no emprego que exigem do empregador a
propositura do inquérito judicial para apuração de falta grave a fim de rescindir um contrato de trabalho por justa
causa. Há grande divergência quanto a tais hipóteses, entretanto, a maioria entende cabível as seguintes:
• dirigente sindical: estabilidade prevista nos arts. 8o, VIII, da CF e 543, § 3o, da CLT e inquérito estabelecido
nas Súmulas nos 197 do STF e 379 do TST;
• empregados membros do Conselho Nacional da Previdência Social (art. 3o, § 7o, da Lei no 8.213/91);
• empregados eleitos diretores de sociedade cooperativa (art. 55 da Lei no 5.764/71).
• estável decenal (art. 492 da CLT).
Quanto aos estáveis decenais, cumpre destacar que a CF/88 pôs fim à sua estabilidade. Entretanto, os empregados que já à época da Constituição tinham completado 10 anos de trabalho na empresa, e não haviam optado
pelo FGTS, só podem ser dispensados através da instauração de inquérito.
O empregador tem a faculdade de suspender o empregado estável que cometer falta grave (art. 494 da CLT),
devendo ajuizar o inquérito no prazo decadencial de 30 dias (art. 853 da CLT).
A propositura do inquérito para apuração de falta grave contra empregado garantido com estabilidade deve ser
apresentada por escrito à vara do trabalho (art. 853 da CLT).
Caso fique comprovada a falta grave do empregado, a sentença autorizará a rescisão do contrato de trabalho.
Caso o trabalhador tenha sido suspenso, o contrato de trabalho será considerado rescindido desde a data da suspensão do empregado.
Nos termos do artigo 821 da CLT, no inquérito admite-se até 6 testemunhas para cada uma das partes.
Art. 821 da CLT. Cada uma das partes não poderá indicar mais de 3 (três) testemunhas, salvo quando se tratar
de inquérito, caso em que esse número poderá ser elevado a 6 (seis).
O inquérito é uma ação de caráter dúplice, de modo que uma vez reconhecida a inexistência de falta grave praticada pelo empregado, fica o empregador obrigado a reintegrá-lo no serviço e a pagar-lhe os salários a que teria
direito no período da suspensão.
Art. 495 da CLT. Reconhecida a inexistência de falta grave praticada pelo empregado, fica o empregador obrigado a readmiti-lo no serviço e a pagar-lhe os salários a que teria direito no período da suspensão.
1.2. ESTRUTURA DO INQUÉRITO JUDICIAL PARA APURAÇÃO DE FALTA GRAVE
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA _____ VARA DO TRABALHO DE _____
NOME DO EMPREGADOR, qualificação e endereço completos, vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, por intermédio de seu advogado
adiante assinado (procuração anexa), com escritório profissional no endereço
completo, onde recebe intimações e notificações, com fulcro nos artigos 494 e
853, ambos da CLT, INSTAURAR:
INQUÉRITO JUDICIAL PARA APURAÇÃO DE FALTA GRAVE
em face de NOME DO EMPREGADO, qualificação e endereço completos,
pelas razões de fato e de direito a seguir expostas.
I – FATOS

1

Idem, ibidem, 2009, p. 954.

www.cers.com.br

1

A produção de provas de todos os meios de prova em direito admitidos. c) pedir a declaração de extinção do contrato por justa causa do empregado. em especial. Local e data Advogado OAB no www. Do cabimento do inquérito Indicar o dispositivo legal ou jurisprudencial (súmulas e OJs) que indicam que o empregado estável somente pode ser dispensado por justa causa mediante inquérito judicial para apuração de falta grave. Por fim. Dá-se à causa o valor de R$ _____. requer: A notificação do requerido para que ofereça resposta em audiência a ser designada por este juízo.OAB 2ª FASE – XX EXAME DE ORDEM Direito do Trabalho – Aula 09 Aryanna Linhares Relatar o caso.cers. 2. II – REQUISITOS ESPECÍFICOS 1. a prova documental e testemunhal. consequentemente. retroativamente à data de sua suspensão. Do prazo Esclarecer que a ação está sendo proposta dentro do prazo decadencial de 30 dias. 853 da CLT). contados da suspensão do empregado estável (art. III – MÉRITO O Examinando deve: a) mencionar a estabilidade e a falta grave. Nestes termos.com. IV – REQUERIMENTOS FINAIS Diante o exposto.br 2 . Pede deferimento. com data retroativa à suspensão contratual. que seja o contrato de trabalho rescindido por justa causa do requerido. b) indicar o artigo em que a falta está capitulada como grave. requer o julgamento procedente dos pedidos e.