Raízes de Polinômios

Polinômio é um caso particular de equação não-linear, portanto o que foi visto
para raízes de equações não-lineares pode ser estendido para polinômios. Será visto
algumas características específicas de polinômios. Como viu-se, para a solução de raízes
procura-se dividir o processo em duas fases: localização de raízes e determinação de raízes.
Localização de Raízes
Teorema Fundamental da Algebra
Se p ( x) for um polinômio de grau n  1 ou seja a o , a1 , ... , a n , reais ou
complexos, com a n  0 , então p ( x) tem pelo menos um zero, ou seja  um   C tal
que p ( )  0 .
Regras de Sinal de Descartes
a) Raízes Reais Positivas: O número de zeros reais positivos (pos) de um p ( x) , com
coeficientes reais, não excede o número (v) de variações de sinal dos coeficientes e (vpos) é inteiro, par e não negativo.
Exemplo:

p ( x)  2 x 5  3x 4  4 x 3  x  1

 se v  pos  0  pos  2
v2 
 se v  pos  2  pos  0
b) Raízes Reais Negativas: Toma-se p (  x) e utiliza-se a regra para raízes positívas.
Exemplo:

p( x)  2 x 5  3x 4  4 x 3  x  1
p(  x)  2 x 5  3 x 4  4 x 3  x  1

 se v  neg  0  neg  3
v3 
 se v  neg  2  neg  1
Teorema de Bolzano

com x o  0 e três iterações. Método de Birge-Vieta O método de Birge-Vieta é uma variante do método de Newton-Raphson e utilizado associado ao Método de Horner para o cálculo de valores de polinômios se torna computacionalmente mais eficiente. Exemplo Obter utilizando o Método de Birge-Vieta uma raíz de x 3  2 x  1 . b] .Seja p ( x) um polinômio com coeficientes reais x  [a. b] . todos os métodos da Bissecção. utilizando o Método de Horner. o processo iterativo do Método de Newton-Raphson passa a ser: x k 1  x k  R R Onde: R é o resta da divisão p( x) (x  xk ) p ' ( x) R é o resta da divisão (x  xk ) Como viu-se os valores de R e R podem ser calculados de forma eficiente através do Método de Horner. MIL. Se p(a)  p(b)  0   um número par ou não existe raízes reais em [ a. Determinação de Raízes Como polinômios são casos particulares de equações não-lineares. b] . N-R e Secante já estudados também podem ser utilizados na determinação de raízes. Se p(a)  p(b)  0   um número impar de raízes reais em [ a. Se p ( x) for um polinômio. p ( x)  (( x  0) x  2) x  1 Primeira Iteração .

36  0.6  1 0.6  0.6 5 R Segunda Iteração  b3  a 3  1  b  a  b x  0  1 0. b3  a3  1  b  a  b x  0  1 1  1  2 2 3o p( x o )  b1  a1  b2 xo  2  11  3  bo  ao  b1 xo  1  31  2 R2  c3  b3  1  p ' ( x o )  c 2  b2  c 3 x o  1  1 1  2 R  5  c  b  c x  3  2 1  5  1 1 2o x1  x o  R 2  1   0.6  0.416  0.6  2 2 31 p( x1 )  b1  a1  b2 x1  2  0.08  1 1 21 x 2  x1  R 0.6   0.416 R  0.416  c 3  b3  1  p ' (x1 ) c2  b2  c3 x1  0.6  1.2 R  3.36  bo  ao  b1 x1  1  2.6  0.6  3.08 R Terceira Iteração x 3  0.6  2.36 1.454 .08  c  b  c x  2.2  0.465 3.

ou seja  um   C tal que p ( )  0 .. reais ou complexos. Como viu-se.Exemplo: O preço à vista (PV) de uma mercadoria é R$ 300. não excede o número (v) de variações de sinal dos coeficientes e (vpos) é inteiro. Exemplo: p ( x)  2 x 5  3x 4  4 x 3  x  1  se v  pos  0  pos  2 v2   se v  pos  2  pos  0 d) Raízes Reais Negativas: Toma-se p (  x) e utiliza-se a regra para raízes positívas. com coeficientes reais. com a n  0 . Localização de Raízes Teorema Fundamental da Algebra Se p ( x) for um polinômio de grau n  1 ou seja a o .00 e mais 04 prestações mensais (PM) de R$ 80.00.. portanto o que foi visto para raízes de equações não-lineares pode ser estendido para polinômios. Será visto algumas características específicas de polinômios. par e não negativo. . a1 . que pode ser financiado com uma entrada (E) de R$ 100. Exemplo: p( x)  2 x 5  3x 4  4 x 3  x  1 p(  x)  2 x 5  3 x 4  4 x 3  x  1 . para a solução de raízes procura-se dividir o processo em duas fases: localização de raízes e determinação de raízes. Raízes de Polinômios Polinômio é um caso particular de equação não-linear. a n . Regras de Sinal de Descartes c) Raízes Reais Positivas: O número de zeros reais positivos (pos) de um p ( x) .00. . então p ( x) tem pelo menos um zero. Qual a taxa de juros.

Exemplo Obter utilizando o Método de Birge-Vieta uma raíz de x 3  2 x  1 . Se p(a)  p(b)  0   um número par ou não existe raízes reais em [ a. Método de Birge-Vieta O método de Birge-Vieta é uma variante do método de Newton-Raphson e utilizado associado ao Método de Horner para o cálculo de valores de polinômios se torna computacionalmente mais eficiente. se v  neg  0  neg  3 v3   se v  neg  2  neg  1 Teorema de Bolzano Seja p ( x) um polinômio com coeficientes reais x  [a. MIL. Se p ( x) for um polinômio. N-R e Secante já estudados também podem ser utilizados na determinação de raízes. utilizando o Método de Horner. Determinação de Raízes Como polinômios são casos particulares de equações não-lineares. Se p(a)  p(b)  0   um número impar de raízes reais em [ a. p ( x)  (( x  0) x  2) x  1 . b] . b] . com x o  0 e três iterações. todos os métodos da Bissecção. b] . o processo iterativo do Método de Newton-Raphson passa a ser: x k 1  x k  R R Onde: R é o resta da divisão p( x) (x  xk ) R é o resta da divisão p ' ( x) (x  xk ) Como viu-se os valores de R e R podem ser calculados de forma eficiente através do Método de Horner.

6 5 R Segunda Iteração  b3  a 3  1  b  a  b x  0  1 0.2 R  3.454 .6  1 0.6  0.2  0.08  c  b  c x  2.6  0.6  0.465 3.36 1.6  1.416 R  0.416  0.416  c 3  b3  1  p ' (x1 ) c2  b2  c3 x1  0.6  2 2 31 p( x1 )  b1  a1  b2 x1  2  0.6  3.Primeira Iteração  b3  a3  1  b  a  b x  0  1 1  1  2 2 3o p( x o )  b1  a1  b2 xo  2  11  3  bo  ao  b1 xo  1  31  2 R2  c3  b3  1  p ' ( x o )  c 2  b2  c 3 x o  1  1 1  2 R  5  c  b  c x  3  2 1  5  1 1 2o x1  x o  R 2  1   0.36  0.36  bo  ao  b1 x1  1  2.6   0.08  1 1 21 x 2  x1  R 0.08 R Terceira Iteração x 3  0.6  2.

então as raízes complexas deste polinômio são complexas conjugadas aos pares. pode-se perceber que uma maneira de encontrar-se raízes complexas é determinar o polinômio do segundo grau que é formado pelo produto das raízes complexas conjugadas. A partir do teorema.5 x b3  0  b 4 x b 2  0  b3 x b1  0  b2 x bo  1  b1 x  R c 5  b5 c 4  b4  c 5 x c 3  b3  c 4 x c 2  b2  c 3 x c1  b1  c 2 x  R Determinação de Raízes Complexas Teorema Se os coeficientes de p(x) são reais. que pode ser financiado com uma entrada (E) de R$ 100.Exemplo: O preço à vista (PV) de uma mercadoria é R$ 300.5 x 4  0 x 3  0 x 2  0 x  1  0 ((((2. então  2  a1  jb1 também e uma raiz com multiplicidade m.5  2. xo  0 e utilizando o Método p ( x)  2.5) x  0) x  0) x  0) x  1  0 b5  2.5 b4  3. Qual a taxa de juros. isto é.5 x  3.00 e mais 04 prestações mensais (PM) de R$ 80. se  1  a1  jb1 é um zero de p(x) com multiplicidade m. Define-se então: sendo d ( x) um d ( x)  [ x  ( a  jb)]  [ x  ( a  jb)]  x 2  px  q fator quadrático de p ( x) e p e q números reais. .00. Exemplo – Determine a raiz do polinômio com de Birge-Viete e o Método de Horner.00.5 x 5  3.

. o polinômio genérico escrito da forma:2 p ( x)  a n x n  a n 1 x n 1  .. Se p ( x) for divisível por d ( x) .. Procedimento Iterativo a) Dividir p( x)  a n x n  a n 1 x n 1  .. pode ser p ( x)  ( x 2  px  q )(bn  2 x n  2  . 2.Assim. tem-se um resto r1 x  r2 . Método de Lin A idéia do Método de Lin é obter-se iterativamente os coeficientes p e q do polinômio do segundo grau d ( x) e.. obter as raízes complexas conjugadas utilizando a fórmula de Báskara.  a1 x  a o por através do método de Briot-Ruffini bn  a n bn 1  a n 1  p k bn bn  2  a n  2  p k bn 1  q k bn  b1  a1  p k b2  q k b3 bo  a o  p k b1  q k b2 b) Efetuar: d ( x)  x 2  p k x  q k ...... assim. d ( x ) são Repetindo-se o processo em Q( x) .. tem-se r1  r2  0 e as duas raízes de raízes de p ( x) .  a1 x  a o . Tomar valores iniciais p k e q k .. Assim sucessivamente até que Q ( x ) seja um polinômio de grau  2 . . Algoritmo 1...  b1 x  bo )  R ( x ) d ( x) Q( x) Se p ( x) não for divisível por d ( x) .... obtém-se mais duas raízes de p ( x) .

4.75  0. Repetir o procedimento até que n  2 . Em caso contrário volte ao passo 2. 5. então x 2  p k 1 x  q k 1 é o fator quadrático procurado e passe ao passo 3.q k 1  ao b2 p k 1  a1  q k 1b3 b2 c) Calcular o desvio p  p  q  q .0 j xo  0  j . O método de Newton-Raphson pode também ser utilizado no cálculo de raízes complexas.9983  0. tem-se: . k 1 k k 1 k 3. Exemplo: f ( x)  x 2  2 x  2 f ' ( x)  2 x  2 f (x ) x k 1  x k  ' k f (xk ) Para um valor inicial x1  0. Basta mudar o algoritmo para aritmética complexa e iniciar com uma solução inicial complexa.075  0. Se desvio<  .9973 j x 4  1. Aplique a fórmula de Báskara e obtenha duas raízes. Dividir p ( x) por x 2  p k 1 x  q k 1 e volte ao passo 1 com n  n  2 .975 j x 3  0.0  1.75 j x 2  1.