You are on page 1of 29

CAPÍTULO 3

PROPRIEDADES DE UMA SUBSTÂNCIA PURA

MSc. Marcela Gonçalves Ferreira

Capítulo 3 - Propriedades de uma substância Pura
Consideramos no capítulo anterior 3 propriedades de uma subst. :
Volume específico, pressão e temperatura.

Nossa atenção será voltada para as subs. puras e consideramos
algumas das fases em que uma substância pura pode existir e o
número de propriedades independentes que pode ter.

O conhecimento do comportamento das subs., através de suas
propriedades, é essencial na análise do processo e sistema
termodinâmico.

Precisamos conhecer as propriedades da água para projetar ou
selecionar, as turbinas , bombas, trocadores de calor e os vários
equipamentos que compõem as instalações.

do valor da massa específica da água no estado encontrado e o conhecimento do valor da massa específica da água no estado encontrado na seção de descarga do condensador – é essencial no projeto da tubulação que liga o condensador à Bomba. .Por exemplo: Precisamos saber os valores de temp. de evaporação da água na pressão do gerador de vapor. a perda de pressão no escoamento da água líquida será significativa e ocorrerá aumento da potência necessária para acionar a bomba. (fluído de trabalho) percorre vários processos. É um dos exemplos de sistemas termodinâmicos onde uma subs. Se essa tubulação for dimensionada incorretamente e a velocidade de escoamento for excessiva.

. Pode existir em mais de uma fase. Subst. Ex. Pura em resumo: • composição química invariável e homogênea. é a mesma em todas as fases. mas a C.: água líquida. mistura de água líquida e vapor de água.1) A substância Pura: Composição química invariável e homogênea. Q.3. mistura de gelo e água líquida. • apresenta-se em uma ou mais fases.

• Quando a temperatura atinge 99.6 °C . •Quando a última gota de líquido tiver vaporizado. a T aumenta consideravelmente .L. uma transferência adicional de calor implica numa mudança de fase ( Fig.2) Equilíbrio de fases V. . o Volume específico aumenta ligeiramente e a Pressão permanece constante.S numa substância pura: Consideramos como sistema a água contida no êmbolo.1 Mpa no sistema . Isto é uma parte do Líquido se transforma em VAPOR . Adicional de calor resulta num aumento de Temperatura e do Volume específico.3. Temperatura inicial= 20 À medida que é transferido calor à água. uma transf. a P e T permanecem constante mas o Volume específico aumenta consideravelmente.0 Kg. e durante o processo. b) . Êmbolo imponham o de 0. Suponhamos Ma= 1.

.

Essa pressão é chamada “pressão de saturação” para a temperatura dada. .O termo designa a temperatura na qual se dá vaporização de uma substância pura a uma dada pressão. Líquido Saturado .Se uma substância se encontra como líquido à temperatura e pressão de saturação diz-se que ela está no estado de líquido Saturado.Temperatura de saturação .

é chamada “vapor saturado”. o líquido é chamado de líquido sub-resfriado (significa que a temperatura é mais baixa que a temperatura de saturação para a pressão dada). Título (x) .Líquido Sub-resfriado . Fig. vapor úmido. 2. massa de líquido mais a massa de vapor. é chamada título. é menor que a Temp. de saturação para a pressão existente. de saturação.1-1c.Quando uma substância se encontra parte líquida e parte vapor. Neste caso o título é igual a 1 ou 100% “vapor saturado seco”) pois a massa total (mt) é igual à massa de vapor (mv). . ou líquido comprimido.Se a temp. a relação entre a massa de vapor pela massa total.Se uma substância se encontra completamente como vapor na temp. do líq. isto é. Vapor Saturado .

maior que a temperatura de saturação é chamado “vapor superaquecido”.Quando o vapor está a uma temp.e neste caso.” . as substâncias que chamamos de gases são vapores altamente superaquecidos.Vapor Superaquecido . “Em verdade. a temperatura pode ser aumentada para uma pressão constante. A pressão e a temperatura do vapor superaquecido são propriedades independentes.

+ vapor Líquido comprimido .Diagrama de fases para água: T x ν • Líquido – vapor líquido – vapor vapor superaquecido Líq. vapor Líq .

x. é a fração mássica de vapor de uma mistura de fases. .Título O título.

LÍQUIDA E VAPOR PODEM COEXISTIR EM EQUILÍBRIO.ESSE DIAGRAMA MOSTRA COMO AS FASES SÓLIDA. G F ⇒ vaporização a pressão constante G B ⇒ vaporização a temperatura Constante C D ⇒ fusãovaporização a pressão constante (coexistência das fases no ponto de intersecção) G H ⇒ processo indefinido (acima do ponto crítico (distinção não lúcida das fases). . B ⇒ sublimação a A pressão constante E G ⇒ fusão a pressão Constante As mudanças de fase ocorrem a temperaturas e pressões específicas.

2-1 diagrama T x v e diagrama P x v . Figura 2.. observamos assim a formação de patamares de mudança de fase em um diagrama de propriedades no plano T x v ou P x v.CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES 1) Durante a mudança de fase de L-vapor à pressão constante. como mostrado na figura abaixo. a temperatura se mantém constante. Quanto maior a pressão na qual ocorre a mudança de Fase líquido-vapor maior será a temperatura.

2) Aumentando-se a pressão observa-se no diagrama que as linhas de líquido saturado e vapor saturado se encontram. Figura 2. Pressões mais elevadas que a pressão do ponto crítico resultam em mudança de fase de líquido para vapor superaquecido sem a formação de vapor úmido. O ponto de encontro dessas duas linhas define o chamado "Ponto Crítico".2-1 diagrama T x v diagrama P x v .

diagrama P x v .A Figura abaixo mostra o diagrama P -V no qual é fácil visualizar as linhas de temperatura constante e o ponto de inflexão da isoterma crítica. Figura 2.2-1 .

• Região de vapor superaquecido. • 8-12-14-c : linha de vapor saturado.Diagrama Temperatura x Volume • Os diagramas em geral são ferramentas para visualizarmos processos e também ajuda na determinação do estado do sistema. . • Acima do ponto crítico a mudança de fase não é distinta (líquido para vapor). • Região de líquido comprimido / Subresfriado . • A região dentro do chapéu é designada: região de equilíbrio líquido-vapor. região de duas fases. • 6-10-13-c : linha de líquido saturado. • Reparar no Caminho das isobáricas (p= cte ). substância é designada de fluido. região úmida. região de saturação.

Diagrama Pressão – Volume Específico Caminho das isotérmicas .

Diagrama de Fase da água : p x v .

Esboços dos Diagramas OBS: Apenas os diagramas em função de n mostram as regiões bifásicas (líquido + vapor). . Obs.: A memorização destes diagramas para análises termodinâmicas é de grande importância.

1. •Tabela B.2.3 – apresenta as propriedades de vapor superaquecido. •Tabela B.1. A pressão e T são propriedades independentes na região de vapor superaquecido.3. das quais a primeira é o volume específico.1. Para cada p é fornecido um grande número de Temperaturas. . Para cada Temperatura são tabeladas 4 propriedades termodinâmicas.4) Tabelas de Propriedades termodinâmicas: •Tabela B.1.

Regiões Gráficas das Tabelas de Vapor .

. reatores nucleares. etc. ciclos de refrigeração.Tabela de Propriedades • Tabelas de propriedades termodinâmicas de algumas substâncias de interesse foram desenvolvidas (medidas e tabuladas) para auxiliar nos cálculos de desempenho em turbinas a vapor. geradores de vapor.

.

.

.

.

a água se encontra como líquido comprimido na condição proposta pois a pressão fornecida é maior do que a pressão de saturação na mesma temperatura (analise a posição dos pontos a nos diagramas da Figura 3.5 kPa. T – v. Solução: a ) A Tabela A.4). e p – T. Assim.5 m3/kg. b ) 120 ºC e 0. Determine a fase de cada um dos estados fornecidos utilizando as tabelas do Apêndice A e indique a posição destes estados nos diagramas p – v.1 Considere a água como fluido de trabalho e os estados termodinâmicos definidos por: a ) 120 ºC e 500 kPa.1.1 indica que a pressão de saturação para a temperatura de 120 ºC é 198. A Tabela A. De modo análogo.4).Exemplo 3. . nós podemos afirmar que a água está no estado de líquido comprimido porque a temperatura fornecida no problema é menor do que a temperatura de saturação relativa a pressão fornecida (observe a posição do ponto a no diagrama p – T da Figura 3.1.9 ºC.2 indica que a temperatura de saturação para a pressão de 500 kPa é 151.

que o volume específico do líquido saturado e do vapor saturado são.1.2 indica.00106 e 0.b ) A Tabela A. respectivamente.4. iguais a 0. T– v são úteis para visualizar os estados saturados .89186 m3/kg. Os diagramas p – v e líquido-vapor. Esses valores nos indicam que a água está no estado saturado (uma mistura de líquido saturado com vapor saturado cujo estado pode ser representado pelos pontos b dos diagramas da Figura 3. para a temperatura de 120 ºC.

.4: Propriedades do Líquido comprimido para demonstrar sua utilização.1.Tabela B. Exemplos e EXERCÍCIOS.