You are on page 1of 17

A região Sul do país é a menor entre as cinco regiões do Brasil e possui uma população com mais de 29

milhões de habitantes. É formada por três estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que ocupam
uma área de 576.773,368 km², de acordo com o IBGE.
Os estados pertencentes ao Sul estão bem colocados quando se verifica os indicadores de saúde, taxa de
mortalidade, qualidade de vida e educação. Muito influente na economia do país, sofreu influências dos
imigrantes vindos da Itália e Alemanha e possui IDH e PIB bastante satisfatórios. Seus estados fazem
fronteira com Uruguai, Argentina, Paraguai, Região Centro-Oeste e Região Sudeste.
Principais Cidades do Sul do Brasil
As capitais brasileiras dos estados e também as principais cidades da região sul são:

Florianópolis (SC);

Curitiba (PR);

Porto Alegre (RS).

Principais Pontos Turísticos do Sul

Cataratas do Iguaçu (PR);

Pico Paraná (PR);

Cascata do Caracol (RS);

Ruínas Jesuítas de São Miguel das Missões (RS);

Beto Carreiro World (SC), etc.

História da Região Sul

Os povos indígenas como os carijós, os guaranis e os kaingangs foram os primeiros habitantes do sul.
Durante a colonização do Brasil, a região estava fora do domínio de Portugal, porém outras regiões como o
Nordeste e o Sudeste já haviam sido ocupados durante o século XVI e XVII. O povoamento do sul começou
principalmente nos séculos XIX e XX.
No século XVI, padres espanhóis que faziam parte da Companhia de Jesus chegaram com o objetivo de
catequizar os índios e também dominar a terra. Eles foram os responsáveis pela criação de aldeias
conhecidas por missões. Os indígenas que lá habitavam, criavam gados, aprendiam ofícios e praticavam a
agricultura. Com a chegada dos bandeirantes, que atacavam esses locais e aprisionavam indígenas, esses
moradores tiveram que fugir, deixando seus campos e gados. Além disso, doenças e epidemias contribuíram
significativamente para redução das populações indígenas.
Portugal também desejava estender os domínios até o rio da Prata (Uruguai), e por isso, criou a Colônia do
Sacramento, em 1680. Esse fato, rendeu grandes conflitos entre eles e a Espanha (já que eles detinham a
região). Foram criados também fortes militares no litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul e nos
arredores surgiram pequenos povoados. Durante muito tempo, Portugal e Espanha travaram batalhas pelas
terras do sul, que só foram solucionadas com a criação do Tratado de Madrid, de 1750.

Imigração no Sul do Brasil O crescimento da população do sul. Eles foram os responsáveis por cultivar uva e produzir vinho. e também por imigrantes europeus que vieram a partir do século XIX. Mas como essas populações não estavam acostumadas ao cultivo (ainda mais devido a dificuldade de plantar no solo arenoso). alemães. Outros povos também vieram para o sul. outros grupos de imigrantes como ucranianos. tropeiros. Além deles. a fim de garantir o seu domínio ao sul do Brasil. A ocupação do imigrantes nos estados não foram iguais. Os italianos também fizeram parte da fundação da região. Essa área foi de grande importância. que encontraram ótimas terras para a cafeicultura. americanos. ocuparam cidades como São Leopoldo e Novo Hamburgo. Sendo uma região fortemente influenciada pela cultura alemã e italiana. Já os italianos. norte e oeste do Paraná (Vale do rio Itajaí e Rio dos Sinos). do sul para o sudeste. ocuparam inicialmente o nordeste do Rio Grande do Sul. nas tradições e nos costumes. sendo essencial para a exportação de carne de charque para alimentar as regiões das minas (atual Minas Gerais) e o Rio de Janeiro. No século XX. logo se limitaram a plantar por subsistência e investiram na atividade de pesca. Características Gerais da Região Sul do Brasil População da Região Sul A população era formada inicialmente por indígenas e posteriormente por bandeirantes. mas em menor quantidade. Blumenau. Caxias do Sul e Garibaldi. por exemplo. há marcas na arquitetura. tais como Pomodore. Os imigrantes alemães se instalaram e também deram origem a cidades importantes de Santa Catarina. Já no Rio Grande do Sul. houve a oportunidade de ocupar outras áreas. poloneses. com destaque para Florianópolis e Porto Alegre. devido as condições diferenciadas do relevo e da vegetação. mineiros e nordestinos. em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. açorianos e italianos. trouxeram. russos e japoneses ocuparam algumas partes do estado do Paraná. russos. Portugal doava terras para os militares. além dos paulistas. nos hábitos alimentares. No século XVIII. paulistas. continuou depois da chegada dos imigrantes europeus que se estabeleceram em colônias. e com isso. Os portugueses ocuparam o litoral. no Rio Grande do Sul. transformados mais tarde em propriedades pastoris. No século XIX. cavalos e gados). poloneses. o governo português procurou colonizar toda a área do litoral. paulistas chegaram para ocupar as áreas de campos e fundaram as mais antigas vilas. como os ucranianos. Além disso. a atividade agrícola realizada pelos membros da família. principalmente. que ocorreu a criação dos latifúndios. por meio da estrada de ferro que ligava São Paulo ao Rio Grande do Sul. em Florianópolis é forte a presença deles. foi na Campanha Gaúcha. e passava pelo Paraná e Santa Catarina. Por isso. já que tratava dos rebanhos. além de outros produtos. para o país. no idioma e outras características provenientes da imigração do século XIX. houve um interesse grande pelo comércio do gado e com a chegada dos tropeiros ocorreu a comercialização de animais (mulas. Itajaí. assim chegaram à região os colonos açorianos que residiram em colônias agrícolas. dentre .Ainda no século XVI. além disso. bem como surgimento de povoados. as primeiras colônias passaram por tempos difíceis de adaptação. Mas. construindo cidades como Bento Gonçalves. Brusque e Joinville. na serra gaúcha e também o sul do estado de Santa Catarina. Os alemães se instalaram no norte de Santa Catarina.

sendo constantemente associada ao Pampas Gaúcho e a Mata das Araucárias. principalmente onde os planaltos são mais elevados. formando a Serra do Mar e também uma pequena área de Santa Catarina. como no estado de Santa Catarina. também conhecidos por Pampas. no inverno. Argentina e Uruguai.localizada na Usina Hidrelétrica de Itaipu (divisa com Brasil e Paraguai). Porto Alegre. além dos campos da campanha localizados nos pampas com uma vegetação formada por ervas rasteiras e coxilhas (tipo de relevo). No litoral é marcada por uma vegetação costeira em praias. em cooperação entre o Brasil e o Paraguai e é uma das mais importantes usinas do país. Encontra-se nas áreas mais elevadas dos planaltos. do Paraná e do Atlântico Sul. fazem parte da hidrografia do sul. Pradarias. Rio Grande do Sul. Hidrografia do Sul Com um grande potencial hidrelétrico.outros. dentre outras plantas. Ocupa grande parte do sul brasileiro. com espécies como o pinheiro-do-Paraná. as Regiões Hidrográficas das Bacias do rio Uruguai. A agricultura. sofreu grande devastação com a expansão agrícola e o desmatamento. em que estão concentradas grandes populações estão Curitiba. As principais cidades.pode ser dividido em Planalto Arenito-Basáltico e Depressão Periférica. É uma atividade que se desenvolveu nas últimas décadas e pode .presente em grande parte do Paraná. apenas no norte do Paraná. Clima do Sul O clima que predomina no sul do Brasil é o subtropical. Já uma atividade ligada a área industrial são as agroindústrias.abrange municípios de Santa Catarina. Essa usina foi construída no Rio Paraná. por exemplo. Já os campos sulinos. Campos do Sul e Campanha Gaúcha são formados pelos campos meridionais.  Bacia do Rio Uruguai . sendo os campos do planalto que ocupam o Paraná até o norte do Rio Grande do Sul. As principais bacias são:  Bacia do Rio Paraná . o Jacuí. As formas de relevo que mais se destacam são:  Planalto Atlântico (Cristalino) . o Itajaí e o Pelotas. o Uruguai. além das cidades do Vale do Rio Itajaí. podem receber geadas ou mesmo neve. empresas que industrializam produtos agropecuários. Relevo do Sul O relevo da região sul se destaca pelo planalto. Os principais rios são o Paraná.  Planalto Meridional . Economia do Sul A economia do sul está apoiada no setor industrial e na agropecuária. em algumas partes dos estados. agrega várias técnicas modernas de cultivo. Sendo uma região fria. porém há variações. além das planícies e da campanha gaúcha. Com estações do ano que variam. esta por sua vez. há ocorrência delas no verão. as chuvas são constantes durante o ano. restingas e mangues. Vegetação do Sul A vegetação da região sul é variada. erva-mate.

sendo o único da região sul que faz fronteira com outra região do Brasil. com 399 municípios. o Iguaçu. através do extrativismo. . o Ivaí. Dentre os principais produtos cultivados estão: o milho. Pau-de-Fita e o Fandango. Os sulistas tem em seu cardápio comidas típicas como arroz carreteiro. Há também o destaque para a monocultura. No oeste de Santa Catarina e Paraná.RS). além da exploração de madeira de pinho. Curitiba (PR) e no nordeste de Santa Catarina. a leste. Santa Catarina. a indústria e o extrativismo vegetal. onde estão localizados grande parte dos frigoríficos que abastece o mercado interno e externo. a maçã.SC) e a Festa da Uva (Caxias do Sul . ocorrem geadas em algumas partes do estado. Se destaca no estado o turismo cultural.  Londrina. suínos e ovinos. Estados do Sul do Brasil Paraná O Paraná é um estado que faz fronteira com o Mato Grosso do Sul. Possui um dos relevos mais altos do país.307. Chula. Possui uma área de 199. a sudoeste e do Paraguai. são as festas populares e manifestações com características europeias. etc.  Maringá. sendo comum as formas de relevo do planalto cristalino. na agricultura. Ainda no sul do estado de Santa Catarina. a oeste.  Cascavel. arroz. além das praias e das belas paisagens que atraem visitantes. sendo comuns a criação de bovinos. em especial. São Paulo. o Itacaré e o Paranapanema. planalto basáltico. Cultura e Comidas Típicas do Sul Na cultura. além dos campos limpos.  São José dos Pinhais. o chimarrão. o pinhão e o peixe com pirão. o Tibagi. a uva. ocorre a exploração de carvão mineral. Dentre as danças típicas. Seus principais rios são o Paraná. churrasco. a batata. dentre eles. Com um clima subtropical. além da Argentina. no planalto.945 km². do quais o ponto mais alto é o Pico Paraná. o café. Dentre suas principais atividades econômicas estão a agricultura. ocorre a suinocultura.  Foz do Iguaçu. sendo formado por uma vegetação composta pela mata dos pinhais e a mata atlântica. uma das atrações. a serra do mar e a baixada litorânea. tais como a Oktoberfest (Blumenau . o Piriqui. Conta atualmente. sendo Curitiba a sua capital e também. como o charolês e o hereford são um exemplo disso. Rebanhos de linhagens europeias. grande parte das atividades são realizadas em pequenas propriedades.ser encontrada nas áreas metropolitanas da cidade de Porto Alegre (RS). o feijão e a cebola. ao sul. trigo. ao norte. estão as famosas Dança Gaúcha. Oceano Atlântico. os principais são:  Curitiba. o barreado. a noroeste. com a prática da policultura. Além disso. uma das cidades com a maior população do estado. Outra área importante é a pecuária. para o cultivo de soja.

no século XIX. Santa Catarina Santa Catarina é o menor estado da região sul do país. antes da chegada dos europeus. Os portugueses só passaram a frequentar a região paranaense após a descoberta de ouro e posteriormente o início da criação de bovinos. Para a estruturação do estado. No início. foi fundado o que viria a ser o primeiro município do estado. começou a colonização no estado e foi fundada a Vila de Paranaguá. Dom Alvarez. a procura por ouro. onde os moradores deixaram suas terras para se dedicar às minas. Tornou-se capitania em 1660 e foi elevado à condição de cidade em 1842. indicando como eram a vida dos primeiros habitantes desta região. foi criada a primeira povoação no Paraná. No século XVII. às margens do rio Paraná.733. Itália e Alemanha. No século XVIII. sob domínio da Coroa Espanhola. . através da agricultura. a vila de Ontíveros. adquirindo o nome de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá. no início. Foi desmembrado da Província de São Paulo em 1853. o primeiro a conhecer toda a extensão do estado foi o bandeirante Aleixo Garcia. com a produção de café. Como os europeus exploravam o território. a partir do século XVII. Com o passar dos anos. Desde o século XVI. Diogo de Unhate foi o primeiro português a reinvindicar terras em solo paranaense e em 1614 conquistou uma sesmaria na região de Paranaguá. houve um aumento dos vicentinos (da Capitania de São Vicente) pelo Litoral e nos campos de Curitiba. pois como era pouco. Já sua capital. passando a se chamar Cuidad Real Del Guairá (atual cidade de Terra Roxa). Existem vários registros e sítios arqueológicos que fazem parte da história do estado. os portugueses haviam criado duas capitanias no litoral: a de São Vicente (região de Barra de Paranaguá e Bertioga) e Sant'Ana (de Barra de Paranaguá até os limites estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas). várias comunidades jesuítas foram atacadas. recebeu a denominação de vila em 1693. O Paraná pertencia à capitania de São Vicente e recebia europeus desde o século XVI que buscavam madeiras para vender. Surgiram também atividades como extrativismo e exportação de madeira e erva-mate. houve. Em 1648. que vieram para o estado. no século XIX. além do surgimento de indústrias. como é visto atualmente. No início do século XVI. Em 1600. a fim de trabalhar com agricultura de abastecimento em colônias agrícolas. com uma área de 95. à procura de mão-de-obra escrava. foi transferida para as proximidades da foz do rio Piquiri. O estado divide-se em oito regiões principais que são Litoral. quanto Espanha lutaram pela sua ocupação. deu origem a província de Vera ou do Guairá (atual estado do Paraná). Ainda. Essa povoação juntamente com a Vila Rica do Espírito Santo. recebeu imigrantes europeus vindos de países como Polônia. Em 1554. não durou. a economia do estado cresceu bastante. tanto Portugal. que mais tarde se transformou em vila. sendo a capital Florianópolis. O principal conflito que recebeu sua participação foi a Guerra do Contestado entre 1912 e 1916. Curitiba.História do Paraná O nome Paraná é de origem guarani e significa rio caudaloso ou semelhante ao mar. o território estava dividido pelo Tratado de Tordesilhas. Em 1541. Com as expedições dos bandeirantes. partiu da Ilha de Santa Catarina para tomar posse do território. Esse fato deixou pessoas em situações de muita pobreza. o povoado de Paranaguá. surgiram as terras dedicadas para à criação e comércio do gado. Possui 295 municípios.378 km². por causa dos imigrantes. que mais tarde. e com isso a Coroa Espanhola criou várias cidades e povoados para assegurar o seu domínio.

o estado se destaca na indústria alimentícia. surgiu a vila de Nossa Senhora da Graça (atual São Francisco do Sul). ocorre a presença de neve. na região do Planalto Serrano. E. O território era habitado por índios carijós. quando uma expedição passou por suas terras. A vegetação é formada por dunas.  Blumenau. a partir dos bandeirantes que habitaram em Nossa Senhora do Desterro (atual Florianópolis). Possui um clima subtropical.  Itajaí. veio da Espanha. o Oceano Atlântico. Florianópolis se destaca. Foi em 1637.  Jaraguá do Sul. restingas. Na área econômica. já no inverno.  Criciúma. existem autores que acreditam que foi o italiano. por exemplo. Catarina Medrano. com temperaturas que variam de 13º a 25ºC. As principais cidades de Santa Catarina são:  Florianópolis. Santo Antônio dos Anjos da Laguna (atual Laguna). pescados. Em 1526. Em 1529. nos setores de turismo. por causa do naufrágio de uma embarcação entre a ilha de Santa Catarina e o continente. chuvas bem distribuídas ao longo do ano e com as quatro estações definidas. Vale do Itajaí. do grupo tupi-guarani.  Lages. a oeste. Planalto Serrano. Existem muitas vertentes de quem seria o responsável pelo nome do estado. em homenagem à esposa. ao sul. já outros atribuem a Santa Catarina de Alexandria. o Rio Grande do Sul. com atividades que vão desde a agricultura ao turismo. História de Santa Catarina A história de Santa Catarina teve início ainda no ano de 1515. ao norte. mangues e mata atlântica. a leste e a Argentina. Planalto Norte. existem vários polos espalhados pelo estado. que iniciou de fato a povoação do estado. pela primeira vez. . o italiano Sebastião Caboto. Oeste e Meio-Oeste. Além disso. frango e também na agricultura. Suas águas foram nomeadas inicialmente de “Baía dos Perdidos”.  Joinville. serviços e construção civil. Já em 1660. que nomeou a Ilha de Santa Catarina de “Porto dos Patos”. tecnologia. com a produção de carne suína. ou seja.  Chapecó. a do navegador português Juan Dias Solis. Faz fronteira com o Paraná. o nome Santa Catarina surgiu no mapa-mundi de Diego Ribeiro. em 1714.  Balneário Camboriú. a segunda cidade do estado. os verões são quentes.Nordeste.

tanto que levou os espanhóis a atacarem a ilha em 1777. Uma das principais atividades econômica do sul é a agropecuária. com o nome de São Pedro de Alcântara. a cidade de Porto Alegre. de 1839. Camaquã e Ibicuí. ao sul e a Argentina. de Hermann Blumenau. quando os navegadores portugueses Pero Lopes e Martin Afonso. Já no Vale do Itajaí.  Rio Grande. Taquari. ao leste. mas sem desembarcar. nomeando-a de Rio Grande de São Pedro. Antas. um planalto. os italianos. o Uruguai. Jacuí. participou também da Guerra do Contestado. Houve registros da existência do território em 1531. passaram pela costa. Assim como nos outros estados sulistas. A primeira colônia europeia de Santa Catarina. . que passaram a morar em colônias. que se tornou Juliana de Laguna. charrua e kaingang. ocorre a presença da Mata dos Pinhais (ou das Araucárias). além de outros segmentos. Rio Grande do Sul O Rio Grande do Sul possui fronteira com o estado de Santa Catarina. a colônia de Blumenau. O estado teve uma importante participação na Revolução Farroupilha. Os farrapos tomaram a cidade de Laguna. ao norte.  Pelotas. com alemães católicos de Bremen. Além dela. apenas aventureiros percorriam esse território e inicialmente.  Caxias do Sul.No ano de 1739. com foco na agroindústria. Tendo como capital gaúcha. A ilha foi devolvida no mesmo ano depois do Tratado de Santo Idelfonso. foi fundada em 1850. o oceano Atlântico.  Canoas. cujo objetivo principal era transformá-lo em uma república independente. Seu relevo é formado por uma baixada e ao norte. na Alemanha. Com 497 municípios. o estado tornou-se o principal posto português da América do Sul. Pelotas. as principais cidades do Rio Grande do Sul são:  Porto Alegre. mas no litoral ocorre uma vegetação do tipo litorâneo. História do Rio Grande do Sul A região onde se encontra atualmente o Rio Grande do Sul era onde viviam os índios guaranis. Seu clima é o subtropical.445 km². Por muito tempo. sede do Governo da Republica Farroupilha. foi criada em 1829. a oeste. Os principais rios do estado são Uruguai. possui uma área de 281. a região no século XVI foi explorada pelos espanhóis.731. expulsando tropas e autoridades. Somente a partir de 1829 é que chegaram os primeiros imigrantes europeus: primeiro os alemães e em 1877. de 1912 a 1916.  Gravataí. Ijuí.

A cidade de Porto Alegre. O território foi dominado pelos portugueses e ofertados aos súditos do rei. mas só assumiu o cargo em 1837. a cidade de Porto Alegre foi tomada. Os farroupilhas ganharam muitas batalhas e proclamaram em setembro de 1836 a República Rio-Grandense. Dentre as causas da revolução estavam o descontentamento com o governo imperial. houveram grandes disputas pela terra. chamada inicialmente de Porto de Viamao. Caí e Taquari. Revolução Farroupilha A Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos foi um conflito que ocorreu contra o governo imperial brasileiro. São Luiz Gonzaga. onde se estabeleceram nas regiões dos vales dos Sinos. Aconteceu na província de São Pedro do Rio Grande do Sul. já os italianos. Eles foram expulsos pelos bandeirantes em 1641. pelo líder estancieiro Bento Gonçalves e as tropas imperiais tiveram que fugir da região. Tornou-se a capital da capitania no ano seguinte.As terras começaram a ser povoadas a partir do século XVII com as missões implantadas pelos jesuítas. em setembro de 1835. foi fundada oficialmente em 1772. nas margens do Rio Piratinim. a principal fonte de renda era a pecuária com a caça. enfraquecimento das missões. na margem do rio da Prata. econômicas e políticas para esse estado e tinha como estopim a venda de charque para outras províncias. Nesse conflito. além da oposição a entrada de concorrência de outros países na comercialização de charque e couro. foi fundada a missão de São Nicolau. Porém. Em 1626. em 1684. a guerra guaranítica (1753-1756) e a destruição dessas missões por tropas militares portuguesas. São Lourenço Mártir e Santo Ângelo Custódio). O objetivo dos jesuítas era catequizar. Bento Gonçalves. os jesuítas espanhóis voltaram para o Rio Grande do Sul e ergueram novamente a missão de São Nicolau e mais seis (São Francisco de Borja. Assim. em 1875. . contra os altos impostos cobrados sobre o ouro e o charque. foi criada a Colônia do Sacramento. charqueada (produção da carne de charque) e dos frigoríficos. Outras reduções foram instaladas no município conhecido atualmente como Candelária. tornou-se presidente. Antônio de Souza Neto tornou-se o novo líder. na área que ficou conhecida por Sete Povos das Missões. Com a prisão dele. Porto Alegre só começou a ser ocupada a partir do século XVIII. São Miguel Arcanjo. após sua fuga. Laguna. Essa revolta buscava melhorias sociais. Um marco da história gaúcha foi a participação na Revolução Farroupilha. além de roubo de gado. Com a fuga deles todo o gado. um forte militar chamado de Jesus-Maria-José (hoje município de Rio Grande). A partir de 1682. Os portugueses desejavam se expandir em direção ao rio da Prata. criação. Os germânicos chegaram a partir de 1824. um conjunto de aldeamentos indígenas. que durou 10 anos. de 1835 a 1845. São João Batista. que cuidavam na época. Eles sobreviviam da policultura em pequenas propriedades onde prevalecia o trabalho familiar. a busca pela independência das províncias. proteger e ensinar os indígenas com atividades como agricultura e pecuária. no litoral sul de Santa Catarina e em 1738. mas iniciou antes disso com a chegada de casais portugueses açorianos. em 1680. se dispersou pela região. em 1801. mesmo preso. A capital do estado. A partir do século XVII.

pode-se conferir a Balainha. a dança também é encontrada nos estados de São Paulo. quando os revoltosos resolveram aceitar o acordo com o Barão de Caxias. . Danças Típicas do Sul As danças folclóricas e típicas da região sul são realizadas em grupo ou individualmente. do Rio Grande do Sul. onde os dançarinos ficam ao redor de um mastro fixado no chão. os dançarinos formam uma roda e iniciam com passos de valsa. sendo que haviam tentado fazer vários acordos para acabar com a revolta. dentre outros nomes. Entram em cena balizadores. Pau-de-fita Dança de origem portuguesa. O governo imperial não desejava que essas províncias se separassem do Brasil. as mais comuns são a Dança do Vilão. na literatura. músicos e batedores. é possível citar escritores famosos como Alcides Maia. Mario Quintana. com cerca de três metros e que possui diversas fitas coloridas. A cultura da região sul foi influenciada pelos imigrantes que vieram da Europa. portugueses. na literatura. italianos. negros. Tendo recebido influência indígena. região onde está localizado hoje o estado de Santa Catarina. Por exemplo. na música. Por isso. Fandango Tipo de dança portuguesa que foi levada para as regiões litorâneas do Paraná. Nela. cavaquinho e pandeiro. na segunda metade do século XIX. Dança do Vilão É uma dança folclórica de Santa Catarina. Érico Veríssimo. como do pau-de-fita e estilos como o xote. Já nas músicas. há a presença das folclóricas. Outro tipo de dança bastante conhecido na região é o fandango. chefe do grupo. a valsa. Luís Fernando Veríssimo. dentre outros. mas é comun utilizar instrumentos como violão. Boi de Mamão e Balainha. Danças de Santa Catarina Em Santa Catarina. surgiram vários elementos que tornaram a região única e cheia de detalhes na arquitetura. como se fosse uma luta. sendo que cada um segura uma fita e dançam girando em torno do mastro até formar um trançado. a República Juliana. bumba-meu-boi. que irão variar de acordo com o estado. e outros animais. Os participantes com bastões de madeira fazem batidas nos bastões de seus parceiros. regentes. um tipo de crocodilo chamado Bernúncia. Não há uma música especifica para a dança. alemães. ao ritmo do regente e da música. dentre outros. que possui muitos passos variados e que é acompanhada por instrumentos como a gaita e o violão. Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Eles não tiveram sucesso e a revolução perdurou por 10 anos e só foi acabar em 1845. por ser mais alegre e cheia de brincadeiras.Também foi proclamada por eles em 1839. o vaneirão. Danças do Paraná No Paraná e em Santa Catarina. Boi de Mamão Conhecida também como boi-bumbá. A coreografia é realizada como se fosse um jogo. acordeão. Os dançarinos devem estar em par. que é feita com pares de dançarinos que utilizam um arco com flores. Uma herança de espanhóis. é uma dança animada ao som de repentistas com personagens diversos tais como a boneca Maricota. nas danças e em suas celebrações. palmas e sapateado. A encenação se diferencia das da Região Norte e Nordeste.

Essa dança pode acontecer em festas juninas.Balainha (Arcos Floridos ou Jardineira) Os casais dançarinos seguram um arco florido. Surgiu entre tribos indígenas que ficavam na região sul do Brasil. O ganhador será aquele que realizar a coreografia mais difícil e bem elaborada. A mulher é chamada de prenda e o homem de peão. vaneirinha (passos lentos) ou vaneirão (passos rápidos). Rancheira. Em fila. As principais são o Vaneirão. porém mais lenta. os casais dançavam juntos. Dois ou três homens ficam posicionados nas extremidades de uma lança que é colocada no chão. por volta do século XVIII. semelhante ao tango. Milonga Dança famosa no Uruguai e Argentina. Mazurca. Antigamente. Os casais dançam com o famoso movimento de dois para lá e dois para cá. é necessário pegar a carapuça e escondê-la. sem encostar na vara. com o objetivo de explicar acontecimentos na natureza. Chula Dança de origem portuguesa realizada por homens. é chamada de vaneira (passos moderados). Vaneirão/vaneirinha/vaneirão Dependendo do ritmo. este deve fazer passos mais difíceis dos que foram executados. em diferentes direções. Outras danças populares do estado são: Chote. como numa valsa. o samba do Rio de Janeiro. Chamamé. no século XIX. a Milonga e a Chimarrita. antes da apresentação do pau-de-fita ou da encenação do boi-de-mamão. Além disso. para capturá-lo. Dividido entre lendas e mitos. Chimarrita Dança trazida de Portugal para o Brasil. Saci Um dos principais personagens do folclore brasileiro e da região sul é o saci ou Saci-pererê. mas a maioria das histórias foram criadas pelas pessoas para assustar ou para aplicar uma lição nos demais. ao som da gaita gaúcha. é representado fumando cachimbo e segundo a lenda. Já os mitos possuem características mais simbólicas. Boitatá . Lendas e Folclore da Região Sul Folclore são mitos e lendas passadas para as pessoas ao longo dos anos. influenciando além do Rio Grande do Sul. ele é representado como um menino moreno e com rabo que apronta peripécias na floresta. as lendas são histórias que são contadas para diversas pessoas no boca a boca e mesclam ficção e fatos históricos. dentre outras. Alguns começam a sapatear. eles passam os arcos. É uma dança romântica. Danças do Rio Grande do Sul No Rio Grande do Sul. que é dançada ao som da viola e outros instrumentos. como um desafio. a Chula. por cima e por baixo um dos outros. Polca. Ele utiliza uma carapuça vermelha e tem apenas uma perna. as danças típicas receberam influências dos imigrantes e da proximidade com a fronteira do Brasil. Marcha. Alguns ocorreram realmente. depois começaram a dançar mais separados. A dança teve origem em Havana (Cuba). realizando movimentos chamados de “balainhas”. Contrapasso. No sul. realizando vários passos complexos e na vez do outro dançarino. Pezinho.

Atualmente. apesar de ter perdido um dos animais. Quando amanheceu. se casou com a Princesa Tereza da Saxônia. Para comemorar. a culinária regional. o feitor ordenou que ele buscasse o cavalo perdido. Oktoberfest Essa festa acontece na cidade turística de Blumenau. Ao seu lado apareceu uma imagem de Nossa Senhora. e ao retornar para a senzala. além do animal fugitivo. as marcas haviam sumido e ele não havia nenhuma picada de formiga em seu corpo. Durante o dia. e o açoitou até sangrar. bem como a produção agropecuária. Negrinho do Pastoreio A lenda do negrinho do pastoreio é famosa na região sul do Brasil e surgiu no fim do século XIX. em formato de poesias ou músicas do estado. e foi inspirada na festa homônima ocorrida em Munique na Alemanha. que estes retornam para o dono. Já em Santa Catarina. que não tinha nome. havia um estancieiro malvado que ordenou a um menino escravo que pastoreasse alguns animais novos. em Munique. publicada em folhetim (1906) e livro da coletânea “Lendas do Sul” (1913). gastronomia e chope. A primeira edição aconteceu em 1984 e surgiu com o intuito de divulgar as tradições alemãs no estado brasileiro. desfiles. existem outras espalhadas pelo Brasil e também em países como Paraguai. quando o Rei Luis I. O feitor se arrependeu do que fez. quando sai para caçar. Essas celebrações típicas atraem pessoas de cidades vizinhas e também de outros estados do Brasil.Outra lenda da região é a do Boitatá. Barbosa Lessa. No dia seguinte. Seu nome. O garoto. Argentina e Uruguai. De acordo com a história. nos domingos e nos dias santos. é a segunda festa alemã do mundo. pode-se fazer uma oração para o Negrinho. Quando a festa foi levada para Munique. chamado posteriormente de Rei da Baviera. em Santa Catarina. Ele é representado por um menino com cabelo esvoaçante que possui os pés para trás. Simões Lopes Neto. ele se escondeu de um dilúvio em um buraco e por isso seus olhos ficaram maiores. para objetos pedidos. um monstro em formato de cobra. com duração de 18 dias e recebe milhares de visitantes todos os anos. Segundo contam. fez o que lhe mandaram. pediu perdão e o Negrinho foi embora com o cavalo. A festa alemã surgiu em 1810. no Rio Grande do Sul. Foi contada por vários autores como Apolinário Porto Alegre. as pessoas acreditam que ele possui bolas de fogo no lugar onde ficam os olhos. na linguagem indígena significa 'coisa de fogo'. A lenda diz ainda que ele anda montado em um porco do mato e que possui a capacidade de iludir quem o caça. Ele é responsável por proteger a floresta e os animais. ele fica cego e enxerga apenas a noite. se transformando até em símbolo. Os pés virados iludem o caçador que se perde na floresta ao tentar caçá-lo. o primeiro trem transportava as pessoas ao evento em 1840. Principais Festas do Sul As festas da região sul são marcadas pelas tradições trazidas pelos colonizadores e também imigrantes. dizia que era afilhado de Nossa Senhora. acreditam que ele coma os olhos dos animais que mata e por isso tenha essa visão flamejante. O feitor viu o que havia acontecido. danças. dentre outros. Curupira O curupira é outro personagem difundido no folclore do sul. Em algumas histórias. . levou várias chibatadas e ficou amarrado sobre um formigueiro a noite toda. Essa festa foi um sucesso e todos os anos foi realizada com a presença de todos da região. Quem acredita na história evita caçar bichos às sextas-feiras com lua cheia. Para homenagear a princesa. A versão mais disseminada é a de Simões Lopes. o local adquiriu o nome de Gramado de Tereza. Acontecem apresentações musicais. mas o menino não teve sucesso. O evento ocorre em outubro. Para aqueles que creem na lenda. ele fez uma corrida de cavalos. Foi encenada em peças teatrais. O evento contou com uma estrutura de barracas. Além dessa versão.

concursos e comidas típicas. Os atores e produções premiados no evento recebem o Kikito de Ouro. Festa Nacional da Uva A primeira festa da uva aconteceu em 1931. a cidade resolveu fazer uma festa para celebrar a fartura e a produção de vinho. que até então.  Festa do Divino (PR). em Santa Catarina. devido a sua localização ao sul do Trópico de Capricórnio. Geografia do Sul A região sul. onde está localizado o ponto extremo do Sul do país. só começou a ser servida em 1918. nas exposições e apresentações ocorridas durante a festa que teve sua primeira edição em 1987. Ocorre também a eleição de soberanas e embaixatrizes da festa da uva. A primeira edição ocorreu em 1973 e incentiva o cinema brasileiro. com 66km de extensão. no Rio grande do Sul. Outras Festas Tradicionais da Região Sul  Cavalhadas (PR). durante a Segunda Guerra Mundial. Um fato curioso é que.  Festa Nacional do Carneiro no Buraco (PR).  Festa Nacional do Marreco (SC). Marejada A marejada é uma festa ocorrida na cidade de Itajaí. A imagem de Nossa Senhora é levada por embarcações em uma procissão pelo mar. Por produzir a maior parte das uvas do estado. deixou de ser realizada 25 vezes. uma estatueta que significa o deus do bom humor. . o evento conta com a apresentação de diversos carros alegóricos. a festa foi interrompida por treze anos. etc. Por conta das guerras e a epidemia de cólera. Isso interfere na culinária.apresentações e a cerveja. É nessa região que se encontra o Arroio Chuí. Festival de Cinema de Gramado Esse festival foi criado depois que ocorreu uma Mostra de Cinema.  Sommerfest (SC). Além disso. era proibida. Festa de Nossa Senhora dos Navegantes Essa festa religiosa ocorre em Santa Catarina todos os anos. sendo um pequeno curso d'água.  Festa Nacional do Charque (PR). Esse evento abriga apresentações que lembram o mar.  Fandango (PR). na cidade de Caxias do Sul. Atualmente. possui um clima diferente de outras regiões do país. o solo e a vegetação também sofrem variações e são diferentes da zona tropical.

pequenos arbustos e capins. que possuem formações diferentes.essa depressão é formado por rochas sedimentares antigas. é uma árvore grande. podendo chegar a 30 metros de altura. o planalto vai migrando para o Meridional e reaparece no sudeste do Rio Grande do Sul. a vegetação. Desse tipo de mata pode-se extrair pinheiro-do-paraná. por causa da erosão. é uma planalto já desgastado. dentre outros. No Rio Grande do Sul. Floresta de Araucárias e a Floresta da Bacia do Paraná-Uruguai. sendo um exemplo. As florestas da região sul podem ser divididas em: Floresta Atlântica. sendo um planalto ondulado ou aplainado. depressões e planaltos.É através da geografia do Sul do Brasil. Na parte sudeste desse estado. chamado de Planalto dos Campos Gerais e Depressão Central do estado do Rio Grande do Sul. Ele é formado por rochas cristalinas antigas. os principais rios que abastecem a região. que são colinas pequenas ou grandes com elevações. que são apresentados aspectos sobre o relevo. Ex. com cerca de 1922 metros de altitude. Pode ser subdividido de acordo com a natureza de suas rochas em:  Planalto Arenítico-Basáltico . o clima. Campos do Sul ou Pradarias. usada em marcenaria e a erva-mate para fazer o chimarrão. A Floresta Atlântica pode ser avistada no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A vegetação é aciculifoliada com madeira do tipo que é usada nas fábricas de papel e papelão. Em Santa Catarina. São encontradas principalmente na região sul com pouca incidência de flores nessa localidade. Já as Florestas de Araucárias podem ser encontradas no interior dos estados e são exploradas pelos madeireiros. o Pico Paraná. uma continuação da Serra do Mar. Pampas Também chamados de Campos Sulinos. esse tipo de vegetação se tornou escassa com o grande uso da terra para extrativismo e agropecuária. são áreas com vegetação composta por gramíneas.é um tipo de planalto formado por rochas sedimentares e vulcânicas do período mesozoico. Aparece no norte do Paraná. com baixas altitudes. A Floresta do Uruguai se encontra próxima ao Rio Paraná. uma área do conhecimento que trata das características geográficas. O local mais alto se encontra no Paraná. abrange grande parte da região com o solo recoberto por arenito e basalto. Planalto Meridional Conhecido também como planalto norte-rio-grandense. Mata dos Pinhais ou das Araucárias Muito comum no Planalto Meridional. Vegetação do Sul A vegetação do sul recebe influência do relevo. Formam cuestas (tipo de relevo) chamadas de serras. Relevo do Sul O relevo dessa região é bem diversificado e possui planícies.: Serra Geral (SC) e coxilha (RS). essas regiões aparecem como suaves . É dividido entre planalto Atlântico e Meridional. a Serra do Itajaí.  Depressão Periférica . Planalto Cristalino ou Atlântico Esse tipo de planalto pode ser encontrado especialmente nos estados de Santa Catarina e Paraná. com o nome de Planalto Gaúcho. do solo e também do clima. Em sua porção leste chega a alcançar grande altitudes. cobertas por pastagem.

Jacuí. Clima do Sul Os três estados brasileiros pertencentes à região Sul possuem as cidades turísticas mais frias do Brasil. Passo Fundo. tipo de clima que está em transição entre o tropical. gerar energia. mistas e médias. Chapecó.os principais rios são o Uruguai. restingas ou dunas. Paranaíba e Iguaçu. Em lagunas. Há também a ocorrência de plantas rasteiras. Hidrografia do Sul Quando o assunto é a hidrografia. nessa estação do ano. O clima da região é subtropical. nevar em algumas cidades. na Argentina. em casos extremos.colinas chamadas de coxilhas.os principais rios são o Paraná. Tietê. surgem gramíneas chamadas de tabua ou taboa. conhecidas como jundu. recebem o nome de ventos alísios e vem do sudeste. a região passa pela influência das massas quentes. onde ocorre o aumento da temperatura e as chuvas de convecção. Quando essa vegetação de gramíneas cobre todo o terreno são chamados de campos limpos. Já quando surgem arbustos são conhecidos como campos sujos.os principais rios são Itajaí.  Região Hidrográfica da Bacia do Atlântico Sul . Quando ocorrem durante o verão. do Paraná e do Atlântico Sul. em praias. É por isso que há incidência de geadas. geralmente . São divididas entre altas. Eles cobrem os pampas no Rio Grande do Sul.  Uruguai (RS). Ainda. e o temperado. Estas podem ser classificadas em três regiões:  Região Hidrográfica da Bacia do Uruguai . Os principais são:  Jacuí (RS). Percorrem o território da Argentina e do Uruguai.  Paraná (onde foi construída a hidrelétrica de Itaipu). que ocorre na maior parte do país.  Itajaí (SC).  Região Hidrográfica da Bacia do Paraná . São áreas próprias para criação de gado. O relevo tem forte influência em regiões com maiores altitudes. abastecer as cidades e para navegação. a vegetação é formada por manguezais. a região sul é banhada pelas bacias hidrográficas do Uruguai. e são chamados de Campanha Gaúcha. quando massas de ar muito úmidas atingem áreas com montanhas ou com algum tipo de elevação. Vegetação Litorânea Percorrendo o litoral da região. podendo. São nessas regiões que ocorrem também as chuvas de relevo (chuvas orográficas).  Iguaçu (PR). Principais Rios do Sul do Brasil Os rios do sul são muito utilizados para irrigar terras para agricultura. Itajaí-Açu e Itajaí do Sul. da Várzea e do Peixe. como no caso de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os ventos que atingem essas localidades costumam interferir no clima.

Tornados Os tornados são um tipo de fenômeno da natureza que mais ocorrem na região sul. No estado do Rio Grande do Sul já foram registrados em Osório. toda a área do litoral. algodão e café. cobre. era baseada essencialmente na agricultura. milho. mármore e ferro. pecuária. indústria. mandioca. dentre outros. novas técnicas agrícolas foram sendo incorporadas. as cidades de Londrina e Maringá. Antônio Prado. conhecidos como pampas. além de outras áreas do estado correm riscos. Na pecuária. sendo um dos municípios que se destacam economicamente. O estado conta com um parque industrial em Curitiba. Em Foz do Iguaçu. com as atividades ligadas aos imigrantes que vieram morar na região e com o passar do tempo. São Francisco de Paula. Porto Alegre. ainda mais por causa dos relevos. os ventos recebem o nome de minuano ou pampeiro e surgem de massas de ar do Polo Sul. a vegetação predominante são as florestas de araucárias. Já em Paranaguá. O clima mais frio da região é apontado como um dos motivos para o grande número de imigrantes que foram para lá e que auxiliaram no crescimento da economia da região no século XIX. Economia do Sul A economia da região sul do Brasil é bem variada e distribuída em vários setores. o número expressivo de seu rebanho ajuda na produção e venda de carnes e leites. No Paraná. tais como agropecuária. Várias cidades do sudoeste do Paraná foram atingidas por um tornado em julho de 2015. dentre outros. as atividades econômicas principais são o turismo e a geração de energia elétrica. abriu novos horizontes com a chegada da industrialização. Economia em Santa Catarina Em Santa Catarina. turismo. Há destaque também para a produção de batatas. já ocorreu nas cidades de Xanxerê e de São Joaquim. Eles se formam quando uma corrente de ar quente se encontra com uma frente fria. As massas frias são uma das que mais influenciam a região. as atividades relacionadas ao porto são as mais comuns. A mineração fica por conta da extração de minérios como calcário. Cruz Alta. a economia é bem diversificada. sua capital. onde uma coluna de ar gira com velocidades que podem ultrapassar 400 km/h e são classificados através da escala Fujita. Em Santa Catarina. Já no inverno. são famosas no setor da agroindústria e no de serviços. Nas localidades com clima mais tranquilo. a região pertence a uma zona temperada com uma temperatura média entre 14º e 22ºC anualmente. dolomita. do clima e da paisagem que contribuem para o surgimento de diversas atividades. No início. Localizada abaixo do Trópico de Capricórnio. E com o desenvolvimento da economia. arroz e cana-de-açúcar.no fim de tarde. O solo fértil ajuda na produção de produtos como trigo. Ela está baseada principalmente na agricultura. Economia no Paraná O estado do Paraná possui uma economia variada e por isso é uma das melhores do Brasil. durante o processo de ocupação humana. extrativismo. . mineração e indústria. No interior do Paraná. mas também é possível encontrar pradarias e campos naturais. sendo responsáveis pela formação da neve. quando o vapor de água sobe durante a estação mais quente.

milho e trigo. Os imigrantes foram responsáveis por desenvolver técnicas de cultivo. pecuária. No ramo da extração. Setores da Economia da Região Sul Agricultura Um setor bem colocado na região é a agroindústria. erva-mate. no Paraná e no Rio Grande do Sul. Pecuária A pecuária é bastante valorizada. A agricultura do estado produz alimentos como soja. Há o extrativismo vegetal. Na década de 1990. dentre outros. uva. com a produção de alimentos (milho. Além disso. Tanto a pecuária extensiva. no Rio Grande do Sul. fumo. onde há o cultivo de milho. a agricultura. soja. arroz. mandioca. aparece o setor de serviços seguidos pela indústria (principalmente pela indústria de transformação. Além disso. argila e quartzo. trazida pelos imigrantes europeus. o estado mantém empresas em diversos ramos e principais indústrias alimentícias do Brasil. maçã. Também há um destaque para a criação de suínos. tabaco. Sendo um dos que mais empregam trabalhadores. amendoim. ovinos. A Campanha Gaúcha. e com isso houve um aumento no PIB e também de mão-de-obra e investimentos no estado. com destaque para a produção da carne suína. feijão. como os campos do Rio Grande do Sul. tipo de segmento onde a matéria-prima é transformada em produto final) e a agropecuária na produção de grãos como soja. a pesca e o turismo. que pode ser realizado na Mata de Araucárias (com o uso de madeiras como cedro e pinheiro) ou para a produção de erva-mate. aves e suínos. Extrativismo Outro ponto da economia sulista é o extrativismo que é uma área complementar na economia da região. Além disso. A pesca e a pecuária são uma das principais bases dessa economia. e. Na indústria. sendo um estado rico por sua diversidade.É baseada em setores como o extrativismo. dentre outros. fluorita. quanto a intensiva fazem parte desse setor da economia. Em Florianópolis destacam-se os setores de turismo. arroz. Outra vertente da economia de Santa Catarina é o turismo que atrai milhares de visitantes para suas praias todos os anos. concentrado à oeste e sul do estado. podem ser divididos pela policultura. laranja. maçãs. Economia no Rio Grande do Sul A economia do Rio Grande do Sul teve influência de seus imigrantes e atualmente aparece entre as mais importantes do país. maçã. a monocultura. feijão. possui uma indústria alimentícia forte. plantações realizadas em grandes áreas. por exemplo.). onde ocorre o cultivo de soja. Primeiramente. cebola. cebolas. uvas. pescados e frango. aveia e cevada. pois a vegetação típica do local facilita a criação de bovinos. começaram a surgir polos tecnológicos ligados à tecnologia da informação e petroquímica. é um ótimo local para o gado. Ainda produz mandioca. serviços e construção civil. trigo e arroz. destacam-se as reservas de carvão. etc. tecnologia. banana. Com o passar dos anos. o seu PIB aumentou gradativamente. os gaúchos possuem um grande rebanho. existem espécies de madeiras que são usadas para . contribuindo fortemente para o setor da agricultura. além de uma extensa criação de aves.

vinhos e alimentos. Ele abastece tanto parte do Brasil. As cidades que mais abrigam as empresas são Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS). produção de carros. as Serras Gaúchas e Catarinense. Outro destaque estão nas praias de Santa Catarina. calçados. Já no extrativismo mineral. um ponto turístico muito procurado por pessoas do mundo todo.  Santa Catarina: produção de carnes e fabricação de calçados e roupas de marca.  Rio Grande do Sul: petroquímica. eletrodomésticos e agroindústria. da Silva . Turismo No turismo. e é uma das maiores do mundo. celulose. http://regiao-sul. É nele que está localizada as Cataratas do Iguaçu. Setor de Indústria  Paraná: papel. ocorre a exploração de pescado e peixes como merluza. etc. é um dos destaques da região. Nessas capitais. além de atrações turísticas como as Ruínas de São Miguel das Missões (RS). utilizado nas usinas termoelétricas para a geração de energia. onde são aproveitados os recursos hídricos do rio Paraná. sardinha e tainha. quanto do Paraguai. bem como outros pontos turísticos como as cidades balneárias.info/ Aline Gonçalves de Oliveira e Stephanie Cristhyne A.fabricação de papel ou em serrarias. Outra fonte de energia importante é o carvão mineral. há um grande número de montadoras de carros que oferecem milhares de emprego aos moradores. que foi inaugurada em 1983. fabricação de caminhões e automóveis. o Parque Nacional do Iguaçu. uma Unidade de Conservação. e no inverno. devido às suas exportações e pelo fato de seus estados fazerem fronteira com países da América do Sul. o caulim. muito populares no verão. há um destaque para o carvão mineral. dentre elas Barra Velha e Balneário Camboriú. o Parque Nacional de Aparados da Serra. Energia O setor elétrico é desenvolvido graças a Usina Hidrelétrica de Itaipu. No extrativismo animal. a argila e o petróleo. Indústria A região possui uma economia baseada principalmente no setor industrial.

Related Interests