Campus Universitário de Almada

Escola Superior de Educação Jean Piaget

CONCEÇÕES ATUAIS:
Educação Especial
vs.
Necessidades Educativas Especiais

Ana Lúcia Rasteiro

Curso Pós Graduação em Educação Especial:
Domínio da Intervenção Precoce na Infância
Inclusão e Diversidade: Sistemas e Modelos
Docente: António Rebelo

Almada,
Almada, 2013
2014

” (Jiménez. a preparação para o prosseguimento de estudos ou para uma adequada preparação para a vida profissional e para uma transição da escola para o emprego de crianças e jovens com necessidades educativas especiais de carácter permanente. a educação especial visa a criação de condições para a adequação do processo educativo às necessidades educativas especiais dos alunos com limitações significativas ao nível da atividade e da participação num ou vários domínios de vida. “ A educação especial tem por objetivo a inclusão educativa social. a autonomia. da autonomia. 1997)  Educação Especial Considera-se que uma criança necessita de educação especial se tiver alguma dificuldade de aprendizagem que requeira uma medida educativa especial. de carácter permanente.” ( DGIDC. o acesso e o sucesso educativo. de forma transitória ou permanente. Conjunto de recursos humanos e materiais postos à disposição do sistema educativo para que este possa responder adequadamente às necessidades. que. assim como a promoção da igualdade de oportunidades. pra conseguir o máximo crescimento pessoal e social. 2008) 2014/2015 Ana Lúcia Rasteiro . Neste sentido. da mobilidade. da aprendizagem.Instituto Piaget Escola Superior de Educação Jean Piaget de Almada Pós-Graduação em Educação Especial: Domínio da Intervenção Precoce Inclusão e Diversidade: Sistemas e Modelos Conceções atuais de:  Necessidades Educativas Especiais O conceito de necessidades educativas especiais está relacionado com as “ajudas pedagógicas ou serviços educativos que determinados alunos possam precisar ao longo da sua escolarização. a estabilidade emocional. resultando em dificuldades continuadas ao nível da comunicação. possam apresentar alguns dos alunos. decorrentes de alterações funcionais e estruturais. do relacionamento interpessoal e da participação social.

. relatividade conceptual.Não é nada pejorativo para o aluno/a.Faz-se eco das necessidades educativas - «diagnóstico». escolar ou social. e NEE (Gallardo y Gallego.Refere-se ao currículo normal e idêntico sistema educativo para todos os alunos. . a Escolas - educativas do aluno/a e.Instituto Piaget Escola Superior de Educação Jean Piaget de Almada Pós-Graduação em Educação Especial: Domínio da Intervenção Precoce Inclusão e Diversidade: Sistemas e Modelos Educação Especial vs.Tem implicações educativas de carácter arbitrariedade. . por isso. carácter marcadamente positivo.Fomenta as adaptações curriculares e as adaptações curriculares individualizadas que partem do Esquema Curricular Normal Quadro 1 – Aproximação aos termos E.As NEE referem-se às necessidades a sua das dificuldades de aprendizagem e/ou desenvolvimento . integração escolar. uma causa pessoal. (1997) 2014/2015 Ana Lúcia Rasteiro . Necessidades Educativas Especiais . 1993) in Jiménez. geral e propício para a conotações pejorativas.Termo mais amplo. englobam o termo Educação Especial Pressupõe uma etiologia estritamente .Admite como origem das dificuldades de aprendizagem e/ou desenvolvimento. . para o erro. cuja . Estamos perante característica - um termo fundamental é alunos/as.Predispõe para ambiguidade e pessoal - permanentes ou temporárias dos Especiais. Afasta-se dos alunos/os considerados - normais. em suma. portanto. Contém implicitamente referências a . marginal.Costuma ser utilizado como «etiqueta» de . Faz referência aos PEI partindo de um Esquema Curricular Especial.Termo restritivo carregado de múltiplas . segregador.E. .As suas implicações educativas têm um currículos especiais e.