You are on page 1of 2

Os caminhos da Cultura

5.1 A confiança no progresso científico
O século XIX é, geralmente, considerado um século fundamental para o avanço da
ciência e progresso científico. A ciência e os seus progressos eram lidos em fascículos,
apresentados em conferências, observados nas experiências e discutidos em público,
fazendo com que existisse um grande entusiasmo à sua volta e das suas conquistas, que
originou a teoria do positivismo. Ora, estes factos, aliados a novos métodos científicos que
tinham inquestionáveis virtudes de colocar à prova as conclusões científicas e o rigor com
que as obtinham, levaram ao aparecimento do cientismo que não era mais do que
acreditar que se poderia resolver tudo, todos os problemas, através da ciência. Acreditavase que a ciência poderia resolver os mais intrincados problemas da Humanidade e que o
progresso seria sempre cumulativo, contribuindo para a melhoria material do Homem e para
a sua felicidade.
O que se pode afirmar com alguma certeza é que, descontando o real exagero
destas posições do cientismo, não era possível ao século XX assistir à sua admirável
evolução científica, sem os progressos do XIX.

Positivismo:

Corrente

de

pensamento

que

está

intimamente

ligada

ao

desenvolvimento científico do século XIX. Defende que o conhecimento científico deve estar
assente na observação e na experiência, não distinguindo os métodos a ter nas ciências
exatas e nas ciências sociais.
Cientismo: Crença que determina a ciência como único veículo para a conquista do
progresso e felicidade humanos. Acredita igualmente que todos os métodos científicos têm
aplicação em qualquer área do conhecimento.

espaço e tempo. ao mesmo tempo que se apontava para os seus efeitos. na medicina experimental. . de modo a enunciar leis e normas sociais.5. Afastava-se a pura narrativa e imaginação.  Avanços no estudo das células. Maior rigor na descrição histórica e estudo dos documentos.1. Arqueologia  Aplicação do rigor e método nos artefactos históricos. no estudo da evolução e hereditariedade (Darwin e Mendel respetivamente).1 O avanço das ciência exatas e a emergência das ciências sociais O avanço das ciências exatas Física  Química Novas descobertas referentes à luz.  Pasteur inventa o processo de conservação na indústria alimentar. a chamada pasteurização O avanço nas ciências sociais História Filosofia  Crença no progresso humano. na fisiologia. na genética. Biologia  Descobertas de novos elementos químicos e substâncias químicas  Novos conceitos referentes ao átomo e às moléculas. Sociologia  Estudava com mais rigor os fenómenos sociais. tentando relacionar os factos e a causalidade. no conhecimento e no pensamento como formadores da ética das sociedades. na microbiologia. na ecologia. Psicanálise Estudo científico dos diferentes níveis do ego através da observação e descrição interior do ser humano.