Os Trabalhadores da Vinha

Base Bíblica: Mateus - Capitulo 20 - vers. 1 ao 16
Um dia Jesus disse: "Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de
madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha." Como era costume, esse pai de família combinou
com os trabalhadores o salário de uma moeda de prata por dia e mandou que fossem trabalhar em sua
plantação.
Às nove horas, saiu outra vez, foi à praça do mercado e viu ali alguns homens que não estavam
fazendo nada. Então disse: "Vão vocês também trabalhar na minha vinha, que é a plantação de uvas, e eu
pagarei o que for justo." Eles foram. Ao meio dia e às três da tarde fez a mesma coisa com outros
trabalhadores.
Eram quase cinco horas da tarde quando o dono da plantação voltou à praça. Viu outros homens que
estavam ali e perguntou: "Por que vocês estão o dia todo aqui sem fazer nada?" Eles responderam: "É
porque ninguém nos contratou. Então ele disse: "Vão vocês também trabalhar na minha vinha.
No fim do dia ele disse ao administrador: Chame os trabalhadores e faça o pagamento, começando
com os que foram contrastados por último e terminando pelos primeiros".
Os homens que começaram a trabalhar às cinco horas da tarde receberam uma moeda de prata cada
um. Então os que foram contratados primeiro pensaram que iam receber mais, porém eles também
receberam uma moeda de prata cada um. Pegaram o dinheiro e começaram a resmungar contra o patrão
dizendo: "Estes homens que foram contratados por último trabalharam somente uma hora, mas nós
aguentamos o dia todo debaixo deste sol quente. No entanto o pagamento deles foi igual ao nosso!"
Aí o dono da vinha disse a um deles: "Escute amigo, eu não fui injusto com você. Você não
concordou em trabalhar o dia todo por uma moeda de prata? Pegue o seu pagamento e vá embora.
Pois eu quero dar a este homem que foi contratado por último o mesmo que dei a você. Por acaso não
tenho o direito de fazer o que quero com o meu próprio dinheiro? Ou você está com inveja somente porque
fui bom para ele? ” Jesus terminou citando o versículo que hoje aprendemos: "Aqueles que são os primeiros
serão os últimos, e os últimos serão os primeiros.

Compreensão do texto
1 – Quem é a figura dominante na parábola toda são manifestos do início até o fim?
_______________________________________________________________________________________
2 – Por que o trabalhador insatisfeito não pode reclamar do pagamento?
_______________________________________________________________________________________
3 – Qual a justificativa do dono da vinha para pagar igualmente para todos os trabalhadores?
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
4 – Marque a alternativa que apresenta uma lição da parábola.
( ) Quem trabalha menos merece ganhar mais.
( ) A graça vale mais do que a justiça imparcial e as práticas lucrativas de negócio.
( ) O dono da vinha foi injusto.
( ) O pagamento foi injusto.

( ) Quem trabalha menos merece ganhar mais. . (x) A graça vale mais do que a justiça imparcial e as práticas lucrativas de negócio.: O empregador 2 – Por que o trabalhador insatisfeito não pode reclamar do pagamento? R.: Porque o dono da vinha não desonrou o contrato que fez com eles. ( ) O pagamento foi injusto. ( ) O dono da vinha foi injusto.: Simplesmente faz a pergunta que o outro tem que responder afirmativamente: Por acaso não tenho o direito de fazer o que quero com o meu próprio dinheiro? Ou você está com inveja somente porque fui bom para ele? 4 – Marque a alternativa que apresenta uma lição da parábola.Compreensão do texto ( Respostas) 1 – Quem é a figura dominante na parábola toda são manifestos do início até o fim? R. 3 – Qual a justificativa do dono da vinha para pagar igualmente para todos os trabalhadores? R.