MECÂNICA DOS SOLOS I

Aula 05 – Unidade 02: Origem e formação
dos Solos

Professora Msc. Helena Paula Nierwinski

Introdução
• Para a engenharia civil o solo é visto sob o aspecto de
resistência e estabilidade das construções, aspecto que
deu origem a mecânica de solos.
• Esta aula tem por objetivo apresentar conceitos
relacionados à origem e formação dos solos, destacando
a influência destes fatores no reconhecimento do solo
com o qual se está trabalhando, além de introduzir
conceitos básicos que serão utilizados rotineiramente no
estudo de solos.

Origem e formação dos solos
• Como se forma o solo?

• Os solos se formam a partir da decomposição de rochas
que pode ser causada por agentes físicos ou químicos
(intemperismo).
• O processo de desagregação das rochas leva a formação
dos solos, que são misturas de partículas pequenas que se
diferenciam pelo tamanho e composição química. A
concentração de determinada partícula no solos depende
da composição química da rocha que lhe deu origem.
Eventualmente os solos podem apresentar presença de
matéria orgânica.

Gelo. Água. Calor. Pedras. Pedregulhos e Areias Argila . Raízes.Origem e formação dos solos • Ação do intemperismo Químico Físico Desintegração Química Desintegração Mecânica das rochas das rochas Agentes Temperatura.

Origem e formação dos solos • Intemperismo físico GELO/ DEGELO AÇÃO DA TEMPERATURA .

ÁGUA AÇÃO DE CHUVA ÁCIDA .Origem e formação dos solos • Intemperismo químico OXIDAÇÃO .

e. 2. Clima. Relevo. 3. Tempo Intemperismo .Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: 1. 4. 5. Material de origem. Organismos.

. em primeiro lugar. O material de origem assume uma grande importância visto que as propriedades e características do solo dependem.Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: 1. Material de origem Material que dá origem ao solo. da composição do material de origem. sedimentos e material de deposição de rochas transportadas. metamórficas e sedimentares). podendo ser constituído por rochas (magmáticas.

enquanto aqueles formados sob clima temperado são bem menos intemperizados. maior a lixiviação de minerais. . uma vez que o solo.Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: 2. Clima O clima assume uma importância bastante grande. Solos formados sob clima tropical são solos bastante intemperizados. tornando o solo mais pobre e mais ácido. inclusive de bases. sendo produto do intemperismo do material de origem. apresenta propriedades e características diferenciadas em função do clima. Quanto mais quente e úmido o clima.

bem como contribuem com determinados compostos orgânicos que podem promover diferenciação entre alguns solos.Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: 3. Organismos Os organismos influem na formação do solo. . considerando-se que são fornecedores de matéria orgânica.

. Relevo O relevo influencia o solo resultante condicionando a penetração de água no solo.Áreas baixas – ganho de material .Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: 4. .Regiões planas e altas – grande penetração de água e formação de solos profundos. .Área de declive – menor penetração de água e formação de solos menos espessos. e com isso interferindo na intensidade de intemperismo.

uma vez que essa formação é resultado de reações químicas . Certas reações demandam mais tempo que outras.Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: 5. fazendo com que haja solos que demoram mais tempo para atingirem seu ponto de equilíbrio. que demandam tempo para se manifestarem. . Tempo O tempo é um fator formador de solo. bem como da ação das forças físicas de atração de partículas.

Origem e formação dos solos • Fatores de formação do solo: .

• Outros solos orgânicos. • Solos Transportados (Sedimentares).Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais. lateríticos . turfas.

obrigando que estas fiquem apoiadas em solos residuais. que se encontra a grandes profundidades. e que permaneçam no local onde foram formados. A natureza e a espessura do manto de intemperismo de solos residuais têm grande importância na Geologia de Engenharia. com fundações de solos residuais. são encontradas no Brasil. seja físico. são denominados solos residuais. impossibilitar a fundação de obras hidráulicas de concreto sobre o maciço de rocha sã. . Vários desses casos de obras antigas e recentes. por exemplo. Mantos de solos residuais muito espessos podem. sem sofrer qualquer tipo de transporte. seja químico. ou combinação de ambos.Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais Os solos formados a partir da decomposição das rochas pelo intemperismo.

Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais – Perfil Típico Solo jovem raso Rocha recem exposta Solo superficial/ orgânico Solo jovem intermediário Solo superficial/ orgânico Solo maduro Solo jovem intermediário Solo jovem .

Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais – Perfil Típico .

Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais – Perfil Típico .

.mãe e tornou-se relativamente homogêneo. É a situação em que o solo perdeu toda a estrutura original da rocha. xistosidade e camadas.Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais • Solo residual maduro . fissuras. mas perdeu totalmente sua consistência.superficial ou inferior a um horizonte “poroso” ou “húmico”. • Solo residual jovem . inclusive veios intrusivos.Situação em que o solo mantém a estrutura original da rocha-mãe. Também chamado de saprolito ou saprólito.

salvo na coloração.Material proveniente da alteração de rochas “in situ”.Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Residuais • Alteração de rocha . que se encontra em estágio avançado de desintegração. . Possui a estrutura original da rocha e a ela se assemelha em todos os aspectos visuais perceptíveis.

causar problemas de estabilidade de taludes de corte e encostas naturais . não tendo ainda sofrido consolidação. estes podem ser excelentes fontes de materiais naturais de construção. Os solos transportados têm grande importância em Geologia de Engenharia. Entretanto.Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Transportados Os solos transportados são os que sofreram transporte por agentes geológicos do local onde se originaram até o local onde foram depositados. Apenas para citar alguns exemplos. podem constituir fundações problemáticas para muitas obras de engenharia e. em certos casos.

Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Solos Transportados – formas de ocorrência coluviões .água terraços fluviais .gravidade tálus .gravidade (água) aluviões .vento .água sedimentos marinhos eólicos .

Solos orgânicos: Solo formado pela mistura homogênea de matéria orgânica decomposta e de elementos de origem mineral. pelo acréscimo da expressão “com matéria orgânica” à designação dada ao solo. deve ser indicada sua presença. apresentando geralmente cor preta ou cinza-escuro. o termo “lodo”. Quando houver um teor apreciável de matéria orgânica. pode ser adicionado. Se forem muito moles.Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Outros solos: . . entre parênteses.

com coloração marrom escura a preta. combustível.Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Outros solos: . altamente compressível. não plástico.Turfas: Solo com grande porcentagem de partículas fibrosas e matéria orgânica no estado coloidal. . É um material mole. e com cheiro característico.

São geralmente não saturados e com um elevado índice de vazios.Solos Lateríticos: Os solos lateríticos tem na sua constituição argilo-minerais de caulinita e apresentam elevada concentração de ferro e alumínio na forma de óxidos e hidróxidos conferindo uma coloração vermelha. .Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Outros solos: . Quando compactados apresentam uma boa capacidade suporte.

Solos Lateríticos: .Origem e formação dos solos • Classificação quanto a origem e formação • Outros solos: .

Origem e formação dos solos • Constituição do solo • O solo pode ser definido como um sistema trifásico (fase sólida. A fase sólida é composta por materiais minerais e orgânicos. . líquida e gasosa).

– Obs: O conhecimento da composição química dos argilosminerais é importante pois dele decorre as propriedades de plasticidade e expansibilidade.Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Solos Granulares – Provenientes do intemperismo físico. mica) – Obs: O conhecimento da composição mineralógica dos solos granulares é de importância secundária para o Engenheiro Geotécnico. • Solos Argilosos – Provenientes do intemperismo químico. – São formados por minerais primários. • Silicatos (quartzo. feldspato. – São formados por minerais secundários. Nos solos granulares o comportamento mecânico e hidráulico será definido pela densidade relativa. .

ferro ou outros metais hidratados. com seus átomos dispostos em forma laminar.Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Quanto a composição químicas das argilas. • A estrutura desses minerais é bastante complexa. podendo ocorrer eventualmente silicatos de magnésio. pode-se dizer que elas se compõem de silicatos de alumínio hidratados. a partir de duas unidades cristalográficas básicas: – Tetraedros de ions de oxigênio – Octaédros de hidroxilas .

Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Tetraedros de ions de oxigênio (O2-) ao redor de cátios de silício (Si4+) ou Alumínio (Al3+) .

magnésio (Mg2+) ou ferro (Fe2+) .Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Octaédros de Hidroxilas (OH-) ao redor de alumínio (Al3+).

Caulinitas .Montmorilonitas .Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • De acordo com a associação que essas unidades venham a ter. podem formar vários tipos de argilos-minerais.Ilitas . dos quais pode-se citar três grupos básicos: .

dando origem a argilo-minerais maiores. que não é possível a entrada de moléculas de água entre as camadas e nem a sua fragmentação.Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Caulinitas: As caulinitas são formadas pela combinação alternada de uma lâmina silícica e de uma alumínica. que se superpõem indefinidamente e com um vínculo tal entre as partículas. .

situada entre duas unidades de silícicas.Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Montmorilonitas: São formadas pela superposiçao de uma unidade alumínica. A união entre as camadas é frágil permitindo a penetração da água entre camadas. afastando as mesmas dá origem a expansão do argilo-mineral. fonte de problemas na engenharia geotécnica . A penetração da água entre as camadas. dando origem a argilos-minerais menores.

entretanto. a presença de íons não permutáveis faz com que a união entre as camadas é mais estável.Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia • Ilitas: Tem o mesmo arranjo estrutural das montmorilonitas. . Estas argilas são menos expansíveis que as montmorilonitas.

Origem e formação dos solos • Constituição do solo – Mineralogia Caulinita Ilita .

Origem e formação dos solos • Exercícios propostos: 1) Como as condições climáticas podem influenciar na formação dos solos? 2) Por que o intemperismo físico é responsável pela formação de solos granulares e o químico pela formação de solos argilosos? Explique. com qual dos solos deveria-se ter maior preocupação durante a implantação de uma obra? . 3) Qual a principal diferença entre solo residual jovem e maduro? 4) Por que a construção sobre solos orgânicos e turfosos pode trazer problemas? 5) Considerando-se três solos distintos com presença de argilo-mineirais de caulinita. respectivamente. montmorilonita e ilita.