You are on page 1of 14

HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO

Missões – expedições jesuítas com objetivo de catequizar os índios;
Entradas – expedições do governo a procura de ouro;
Bandeiras – expedições de particulares em busca de metais preciosos.

1610 – exploração do sertão do TO pelos franceses. O rio Tocantins foi descoberto pela foz.
Expedição liderada por LA PLANQUE, vindos do MA.

1625 – os portugueses iniciam a colonização da região pela ação dos jesuítas, criando aldeias
missionárias em DURO (Dianópolis) com apoio dos Padres Cristóvão de Lisboa e Antônio Vieira.

AS MEDIDAS EXPANSIONISTAS DE PORTUGAL ESTAVAM ASSOADAS A (O):

declínio do comércio de açúcar na Europa;

busca de metais preciosos;

surgimento das “entradas, bandeiras”;

proibição da criação de gado numa faixa de 80km da costa para o interior;

“Currais do São Francisco” - pecuária de subsistência as margens dos rios Tocantins e Araguaia
obs.: pode-se afirmar que a pecuária de subsistência antecede o ciclo da mineração

BANDEIRAS:

1590-1593 - Domingos Luís Grau e Antônio Macedo

1607 - Belchior Dias Carneiro

1608-1613 - Domingos Rodrigues

1673 - Sebastião Pais de Barros e Bartolomeu Bueno da Silva (pai) “Anhanguera” em Tupi =
feiticeiro/Diabo velho (partiu de SP – considerada a maior bandeira que já tinha percorrido a região)

MISSÕES:

Padre Cristóvão de Lisboa e padre Antônio Vieira (1ª com objetivo de catequizar)

1690-1718 foi descoberto ouro em MG e MT, essa descoberta influenciou o rei D. João V a
autorizar a “bandeira” de Bartolomeu Bueno da Silva – Anhanguera (filho)

26 de julho de 1725 – Bartolomeu Bueno da Silva – Anhanguera – encontra ouro nas cabeceiras
do rio Vermelho - (atual Goiás) – retornando a SP em outubro de 1725.

FASES DO OURO

1725 até 1735 – início

1735 até 1750 – apogeu

1750 em diante – decadência

assim evitavam o tráfego do ouro em pó e o contrabando  Capitação – imposto pago por cabeça com intuito de acabar com a ociosidade da população  “Entrada” . Anhanguera é nomeado Superintendente  1730 – ficou proibida a abertura de novas estradas e a navegação fluvial no TO. a indústria e a agricultura ficaram limitas (ações p/ evitar CONFLITOS e CONTRABANDO)  1740 – MORRE exilado em Recife Anhanguera (filho) envenenado a mando do Governador de SP (Caldeira Pimentel)  IMPOSTOS CRIADOS  o “Quinto” 20% em 1702  “Casas de Fundição” .NATIVIDADE – antiga São Luís das Duas Barras(o mais antigo)  1734 – ARRAIAS – antiga Chapada dos Negros  1738 – Pontal (habitantes mortos pelos índios “Xerente”)  1740 – Chapada de Natividade – antiga Chapada  1741 – Conceição do TO – antiga Conceição do Norte  1743 – Almas – antiga São Miguel  1746 – Monte do Carmo – antiga Carmo  1751 – Porto Nacional – antiga Porto Real/São José do Ouro  1751 – Dianópolis – antiga Duro  1728 – Anhanguera (filho) recebe autorização da coroa para exploração do minério.capital provisória = Natividade .sobre o trânsito nos rios  Siza – sobre o comércio de escravos  1804 – Teotônio Segurado é nomeado ouvidor da Comarca de Vila Boa  18 de março de 1809 (Dia da Autonomia) – com a intenção de obter um melhor controle da região o rei autoriza a divisão de Goiás em duas comarcas:  Comarca do Norte ou São João das Duas Barras .  1728 – é criado a “intendência das minas” com objetivo de pelo policiar e cobrar tributos.HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO  POVOADOS QUE SURGIRAM NA FASE DO OURO  1734 .transformava o ouro em barras e retiravam os impostos da coroa.imposto obrigatório sobre todas as coisas comerciáveis  “Passagem” .

 7 de setembro de 1822 – o D.HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO Seria construída a capital na confluência dos rios Itacaiúnas e Tocantins . Pedro I declara a independência do Brasil  11 de novembro de 1822 – o governo de Goiás envia o padre Luiz Gonzaga de Camargo Fleury acompanhado de tropas de cavaleiros armados para combater a revolta do norte. Os seus correligionários queriam a independência da Comarca e também a ruptura de Brasil com Portugal.Visconde de Taunay – escritor e deputado goiano – coloca em pauta por duas vezes na Câmara Federal projetos para criação da Província de Boa Vista do Tocantins com capital em Tocantinópolis  PERÍODO REPUBLICANO 1889-1930 – REPÚBLICA VELHA . Pedro I tinha medo do país se desagregar).  1873 e 1879 . mais defendia a manutenção do Brasil como reino unido a Portugal. Teotônio Segurado queria apenas a ruptura da Comarca do Norte com o governo de Goiás. Manoel Sampaio  POVOADOS QUE SURGIRAM NA FASE DA PECUÁRIA/NAVEGAÇÃO  1812 – Araguacema – antiga Santa Maria do Araguaia  1818 – Tocantinópolis – antiga Boa Vista  1824 – Lizarda – antiga Boa Sorte para Pirotaba  1834 – Taguatinga – antiga Santa Maria  1845 – Pedro Afonso – antiga São João  1867 – Araguatins – antiga São Vicente  1860 – Tocantínia – antiga Piabanha  26/01/1815 – fundada a capital da comarca do norte .São João das Duas Barras.  25 de abril de 1823 – o movimento fracassa por sua fragmentação e pelo período de transição política (D. Existe duas versões p/ não construção da cidade: 1ª distância que isolava o sul.Vila da Palma. 2ª surto de malária. Felipe Antônio Cardoso e o padre Luís Bartolomeu Marques “o apóstolo da liberdade”  14 de setembro de 1821 – formou-se um governo provisório separatista transformando a comarca em província – Teotônio Segurado foi eleito como presidente da junta  obs. Gen. a primeira investida foi feita pelo Cap.  Comarca de Vila Boa – capital Vila Boa hoje Goiás – chefe Cap. localizada entre os rios Palmeiras e Paranã  1821 – ocorre um levante contra a denominação portuguesa.

cabos e soldados passou pelas cidades tocantinenses de ARRAIAS. a modernização do país e a realização de reformas sociais  visava derrubar as oligarquias(governo de poucas pessoas) que dominavam o país  o movimento Tenentismo foi organizado principalmente pelos tenentes e tinha a simpatia e participação maior de sargentos. PORTO NACIONAL E PEDRO AFONSO  1930-1945 – ERA VARGAS  Coronel Aviador Brigadeiro Lysias Augusto Rodrigues – defendeu a criação do território federal do TO com capital em Pedro Afonso ou Carolina / Propôs também a Rodovia Belém/Brasília BR 153  CIDADES QUE SURGIRAM DA EXPLORAÇÃO DE CRISTAL/QUARTZO  1933 – Xambioá  1940 – Puim  1939 – Cristalândia  1946 – Dueré  Anos 40 – Arapoema  1949 – Formoso do Araguaia  CIDADES QUE SURGIRAM COM A CONSTRUÇÃO DA BR-153 . abandono e opressão motivaram inúmeros projetos  1889-1930 – os presidentes defendiam os grandes fazendeiros e mineiros  Geógrafo Ezequiel Ubatuba criou um projeto que dividia o país em 34 estados com limites definidos pelos rios (já incluía o estado do TO) _______________________________________________________________________________ __  Joaquim Aires da Silva (Pai) – intendente municipal de Porto Nacional 1891-1895 – participou da elaboração da constituição de 1891  Francisco Ayres da Silva (filho) – porta voz das reivindicações do norte goiano – exerceu a profissão de médico no norte goiano  Oswaldo Ayres da Silva (neto) – 1953 fundou o jornal “a norma” _______________________________________________________________________________ __  1924 – 1927 – COLUNA PRESTES – TENENTISMO  comandada pelo Gen. Miguel Costa e o Cel. Luiz Carlos Prestes  pregava o fim da república velha. NATIVIDADE.HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO  1889 – proclamação da república – a luta libertatória de população nortense continua sendo reprimida – por outro lado a miséria. DIANÓPOLIS.

20793-8 do Dep. Sirqueira Campos  27 de julho de 1988 – é aprovada a criação do estado do TO na “Comissão da Constituição”  05 de outubro de 1988 . Cerqueira Campos criou a CONORTE – Comissão de Estudo dos Problemas do Norte Goiano – com o propósito de juntar os nortenses em torno da luta  1985 – dois projetos propondo a criação do TO são vetados pelo então presidente José Sarney  1987 – criação do comitê Pró-criação do TO – coleta de 100. Pretendiam implantar o comunismo no Brasil – a operação se localizava no Bico do Papagaio. do capítulo Ato das Disposições Transitórias da CF88 criou o estado do TO – inserido na região Norte . Teve fim com a ação popular de Curió – Sebastião Rodrigues de Moura – Maj do Centro de Inteligência do Exército  1981 – o Dep.criou também a bandeira e o hino. e indicou como padroeiro o “Divino Espírito Santo”  1966-1974 – GUERRILHA DO ARAGUAIA Conflito armado entre o partido comunista brasileiro PcdoB e o EB.000 assinaturas e funde-se com a emenda Es.HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO  1940 – Paraíso do TO  Alvorada  1951 – Gurupi  Colinas  Mirianorte  Guaraí  Araguaína  Outras lideranças do movimento separatista – Trajano Coelho – empresário e Prefeito de Puim (cidade surgiu com a const.Promulgação da CF 88  o art. 13. BR 153)  Bispo Dom Alano – Porto Nacional – apoiava a criação do estado do TO  10 de dezembro de 1943 – Manifesto ao povo do Vale do Tocantins  1945-1964 – PERÍODO DE REDEMOCRATIZAÇÃO  a ideia de separação ganha as ruas e começa a mobilizar a população  1953 – Oswaldo Ayres da Silva funda o jornal “A NORMA” e passa a divulgar ideais de emancipação  Trajano Coelho lança o Jornal “ECO DO TOCANTINS”  13 de maio de 1956 – Juiz de Direito Feliciano Machado Braga lança o “MANIFESTO TOCANTINENSE A NAÇÃO” .

5%  Negros 4%  PRINCIPAIS RIOS: Pardos 70.620  Maior população do estado: PALMAS 228.297 habitantes  Menor população do estado: OLIVEIRA DE FÁTIMA 1035 habitantes GURUPI 76.215”  01 de janeiro de 1989 – implantado o estado com a posse do governador.2% Amarelos e indígenas 0. Gurupi e Porto Nacional) “decreto nº 97. (provocou muitos protestos e frustação pelas postulantes Araguaína. esta área teve que ser desapropriada. vice e seus deputados em cerimônia realizada no Colégio Tocantins em Miracema – Evento dirigido pelo Desembargador Joaquim Henrique da Sá.665 habitantes  ETNIA  Brancos 25.  Após a criação do estado TO. os deputados escolheram a área de Canela para construção da nova capital.3% . pois pertencia a cidade de Taguaruçu  20 de maio de 1989 – o governador lança a pedra fundamental da nova capital  01 de janeiro de 1990 – ocorre a instalação definitiva num solenidade ocorrida no prédio da antiga fazenda triângulo (Casa Sussuarapa) – como consequência a cidade de Taraguaçu passa a condição de distrito de Palmas  CIDADES DE DIVISA AO SUL DO TOCANTINS  Sandolândia Palmeirópolis  Araguaçu São Salvador do TO  talismã Arraias  Jaú do TO Novo Alegre  CIDADES DE DIVISA AO NORTE DE GOIÁS  São Miguel do Araguaia Cavalcante  Porangatú Monte Alegre de Goiás  Formoso Campos belos  Minaçú  Área total do estado 277.HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO  13 de dezembro de 1988 – A Assembleia Estadual Constituinte nomeou Miracema como Capital Provisória do Estado.

2115km até desembocar na margem esquerda do rio TO. Extensão 1. desde a região de Pindorama. forte em economia.  do Sono – banha o estado do Tocantins. de 17 de novembro de 1989 amarelo ouro – derrama os seus raios sobre o futuro do novo estado colocado no branco da paz   entre os campos azul e amarelo – água e os rico solo tocantinense BRASÃO DE ARMAS – criado em 17 de novembro de 1989 na primeira constituição do estado . nasce nos contrafortes da Serra dos Caiapós. saúde e educação.nasce no Planalto Central. na região suburbana do município de Formosa.710km rio TO.  Paranã .  das Balsas – corta a região sul do Jalapão e deságua no rio Tocantins O nome é uma referência à necessidade balsas para atravessá-lo.  Paraíso do TO – melhor infraestrutura turística do estado.  Araguaia – principal afluente do rio TO.  Araguaína – segunda maior cidade do estado. agropecuária e comércio. Esse rio faz a divisa natural primeiro entre os Estados de Mato Grosso e Goiás. ainda fora do Jalapão. na altura do município de Pedro Afonso. Natividade – com quase 300 anos é a cidade mais antiga do estado.surge no interior do DF no planalto central de Goiás. origem no ciclo do ouro. sendo o maior rio totalmente localizado no estado. em Goiás. rio TO+ rio MA = 2400km. depois entre Mato Grosso e Tocantins e finalmente entre Pará e Tocantins. PRINCIPAIS CIDADES:  Palmas (cercada pelas serras do Carmo e Lajeado a leste – e pelo lago da usina do Lajeado a oeste).HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO  Tocantins . Deságua no Rio Tocantins.  Porto Nacional – testemunho da história. Durante as cheias tem um trecho navegável de até 2. garante o título de berço da cultura – origem no ciclo do ouro. Durante o período de seca forma-se em seu leito ilhas de areia.   BANDEIRA – instituída lei estadual nº 94.000km de Belém-PA até Lajeado-TO. divisa de GO com MT. referência em economia. sendo formado da confluência dos rios Almas e Maranhão. capital planejada.  Gurupi – fundada pelo médico Bejamim Rodrigues – o médico do povo. próximo ao Distrito Federal.

HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO   “Terra onde o sol nasce para todos” (CO YVY ORE RETAMA)  listel de azul com nome “estado do TO”  em timbre uma estrela de amarelo ouro com borda azul  o sol amarelo simboliza o estado nascente.  legislativo: formado pela Assembleia Legislativa – 24 deputados estaduais que elaboram e aprovam leis. desembargadores)  GOVERNOS  1º Sirqueira Campos 4º Raimundo Nonato 7º Nulo  2º Moises Nogueira 5º Sirqueira Campos 8º Carlos Gaguim  3º Sirqueira Campos 6º Marcelo Carvalho 9º Sirqueira Campos  PIB (12 . o sonho distante  a asna azul simboliza as águas dos rios Araguaia e Tocantins  amarelo e branco – metais e prata – rico solo e também a paz que aqui reinará HINO DO ESTADO  letra: Liberato Costa Póvoa  musica: Abiezir Alves da Rocha  SÍMBOLOS NACIONAIS  Arara azul – pássaro símbolo  Girassol – flor símbolo do estado  Fava de boleta – árvore símbolo do estado  Pedra Granada – pedra símbolo do estado  ORGANIZAÇÃO POLÍTICA  executivo: governador. vice – sede no Palácio Araguaia.  judiciário: composto pelo Tribunal de Justiça e os Juizados Especiais. além de fiscalizar o executivo.

HISTÓRIA E GEOGRAFIA – TO  Está na 24º posição entre os estados mais pobres. o Amapá e Roraima Municípios com o melhor PIB:  Palmas  Gurupi  Miracema do Tocantins  Araguaína  Porto Nacional  Formoso do Araguaia . superando apenas o Acre.

solos férteis e planos.  O estado possui condições favoráveis para a agropecuária como: luminosidade. coco. volume de chuvas bem definido e grande volume de águas nos rios  o ARROZ ainda é uma das principais culturas do estado. erosão. na década de 90 o estado teve grande aumento de produção  de Colinas até o Bico do Papagaio é responsável por quase 40% do rebanho  11º rebanho bovino do país  AGRICULTURA E FRUTICULTURA  limitada durante os séculos XVII e XIX a uma economia de subsistência  com a construção da BR-153 Belém-Brasília e com pesquisas do Projeto Radam foi intensificada. com 71% das exportações do estado  a fruticultura aos poucos ganha espaço como alternativa à pecuária.  as principais culturas da fruticultura são: banana. PECUÁRIA  teve início ainda no século XVII – o gado entrava através da divisa com a Bahia seguindo o curso do Rio São Francisco (Currais do São Francisco)  no século XIX nova rota de entrada do gado – pelo norte do estado vindos do Maranhão  – 1960 desenvolvimento da agropecuária só evoluiu com a abertura da BR-153  Década de 70 a agricultura passou a ser prioridade nos programas dos governos militares  Incentivo de ocupação do CERRADO – POLOCENTRO (11980)  a região do Bico do Papagaio aumentou a produtividade gerando problemas: a) impactos sociais (conflitos entre grileiros. caju. abacaxi. e aos poucos foi se modernizando com a utilização de irrigação (grande disponibilidade hídrica)  Soja – é a estrela da cadeia produtiva – responsável pelo superávit da balança comercial TO. empreiteiras e grupos empresariais) b) impactos ambientais (desmatamento. melão e melancia. destruição de matas)  1979 – 1982 – governo de Ary Valadão – projetos Formoso e Javaés  predomínio da raça bovina NELORE criada em sistema extensivo (boi verde)  2001 o estado é considerado livre de Aftosa – favorecendo a exportação  com a criação do estado. mesmo com o destaque e crescimento das áreas de soja. milho e abacaxi  INDÚSTRIA . manga.

é um combustível que movimenta a economia dos pequenos produtores e fomenta a agricultura familiar com empregos e renda (biodiesel de babaçu – pinhão – manso – mamona)  TRANSPORTES – (transporte multimodal compreende na utilização de mais de 1 método de transporte para a carga chegar ao seu destino ex: aéreo e rodoviário) a) rodoviário  o principal eixo é a BR-153 que possui 720km de extensão totalmente pavimentados  também tem grande importância a TO 050. já os ambientalistas criticam essas possibilidades  USINAS HIDRELÉTRICAS  Lajeado – TO  Peixe Angical – TO  São Salvador . ao sul com a ferrovia que leva aos portos do Sudeste do país. dependendo exclusivamente da conclusão da Ferrovia Norte-sul (considerada obra de integração nacional)  859 km dentro do TO e tem uma extensão total de 1638km  ao norte interligará a estrada de ferro Carajás – porto de Itaqui em São Luís – MA e de Vila do Conde em Belém – PA. .considerado o produto que mais arrecada ICMS do estado)  alguns especialistas vêm o potencial energético do estado como uma das saídas para o desenvolvimento socioeconômico do estado.   governo incentiva a produção de couro verde e salgado  incentivos fiscais aumentam a concorrência  MINERATINS – empresa de economia mista de que o estado do TO é o acionista majoritário ENERGIA  a matriz energética do TO é formada pela energia elétrica (8%) e pelo combustível fóssil (31% . distritos industriais implantados pelo GOVERNO fortalecem e contribuem para o crescimento da atividade industrial do TO. conhecida como “COLUNA PRESTES”  as rodovias alimentam o sistema promovendo a integração com fronteiras estaduais e os grandes eixos de transporte hidroferroviário b) ferroviário  praticamente inexistente.TO  Usina de biodiesel em Arrais – o governo aderiu ao programa nacional de produção de biodiesel.

viabilizando projetos e impulsionando a produção de carne. cerrado (compreende 87% dos ecossistemas)e mata seca de transição   PARQUE ESTADUAL DO JALAPÃO  criado em 12 de janeiro de 2001  maior parque estadual do TO  característica da região é a produção de artesanato de capim santo DESERTO . administrado pela FUNAI  2/3 de seu território fica submerso durante as chuvas  localiza-se na faixa de transição da floresta amazônica e o cerrado  vegetação: floresta. José Pinto Fonseca  considerada pela UNESCO como “reserva da biosfera”  maior ilha fluvial do mundo  contornada pelos rios Araguaia e Javáes e têm como afluentes dentro da ilha os rios Formoso e Urubu  ao norte = Parque nacional do Araguaia. por onde passa provoca uma revolução da economia. inaugurado em 5 de outubro de 2002  aeroporto internacional considerado estratégico para movimentação de cargas e passageiros. grãos e álcool  vai promover o escoamento da produção agropecuária do cerrado setentrional brasileiro (TO se inclui) c) aeroviário  destaca-se pelo aeroporto internacional de Palmas. mais tarde passou a Bananal pela quantidade de bananais em seu território)– descoberta em 1773 por um sertanista. frutas. administrado pelo IBAMA  ao sul = Parque indígena do Araguaia. pois está localizado no ponto mais central do país d) hidroviário  os rios não são aproveitados para navegação  para completa navegabilidade da hidrovia Araguaia-Tocantins é necessária a dragagem de trechos do rio Araguaia e a construção de eclusas ao longo do Tocantins  MEIO AMBIENTE  Ilha do Bananal (o 1º nome foi Santana. a ferrovia é uma obra gigantesca. campos(varjões).

Balsas.500 a 2. solos arenosos rasos e duros. com madeiras de lei e árvores de grande porte. f) buritizais e veredas: áreas alagadiças e brejos.  FLORESTAS  Ombrófila ou amazônica – ocupa 10% do estado – possui três estratos de matas. intercaladas por uma cobertura de ervas. sociedade matriarcal formada por 22 famílias que se destacaram pelo artesanato familiar utilizando o famoso CAPIM DOURADO  CERRADOS  Troncos tortuosos de baixo porte e galhos retorcidos.  Apresentam essa característica pela acidez dos solos com altas concentrações de alumínio e ferro e pela deficiência em micro nutrientes. deserto e agreste. a leste do estado do TO banhados pelos rios Sono. chegando a altitude de 600m  RITUAIS E CELEBRAÇÕES . d) cerradão: cada vez mais raro. com uma abundância de rios)  MUMBUCAS – ex-escravos fugidos da Bahia que viviam primeiramente com a pecuária extensiva. c) campo cerrado: arbustivo-arbóreo distribuído de forma ligeiramente esparsa.100 mm) – verão chuvoso e um inverno com estiagens prolongadas – tropical semi-úmido (agosto e setembro são os meses mais quentes)  RELEVO Crescente de norte a sul. Novo.  Tipos de cerrados: a) campo limpo: vegetação rasteira. com paisagem árida e rasteira (mistura o cerrado. cascas espessas e folhas duras distribuídas irregularmente sobre a cobertura de aspecto rasteiro. e) matas de galerias ou ciliar: ocorre ao longo dos rios.  CLIMA  quente em grande parte do ano com uma forte umidade do ar devido à influência da massa de ar equatorial continental – mEc  estações de chuvas bem definidas (novembro – março 1. Preto e Caracol. b) campo sujo: as gramíneas estão misturadas a pequenos arbustos(ilhas ou murundus). em torno de 15%. com a presença do buriti nas áreas mais úmidas e babaçu e carnaúba nas áreas mais secas. um de árvores altas. outro de médio porte e o última uma camada de ervas baixas e subarbustos. Soninho. sem arbustos. com matas fechadas.

12 e 13 de agosto  Festa do Divino – é o principal festejo popular do TO – comemorado de janeiro a julho – Monte do Carmo e Natividade – ponto principal da festa é quando o imperador e a rainha são coroados  Capoeira – dança de luta originária da África  A Caçada – acontece anualmente no mês de julho. da Súscia .  Danças do Tambor. da Catira. do Congo. papel e cabaças. batendo tambores e cantando cânticos referentes a Nossa Senhora  Caretas – pessoas fantasiadas com máscaras de couro. os súditos saem em busca da imagem da Santa. Folia de Reis – é uma referência aos três reis magos do Oriente – Baltazar. quando a Europa foi invadida pelos árabes – encenação da batalha entre os mouros e cristãos . Gaspar e Belchior – celebrada no dia 06 de janeiro – ritual de fé e folclore – passam de porta em porta recolhe do oferendas  Romaria do Bonfim – acontece anualmente nos municípios de Natividade e Araguacema – 6 a 17 de agosto  Cavalgadas – simbolizam a luta histórica travada pelo imperador Carlos Magno.

Related Interests