ELETRICIDADE – circuitos elétricos e eletricidade estática

ALGUMAS NOÇÕES BÁSICAS

FINALIDADES DAS ATIVIDADES
Verificar que a eletricidade estática nem sempre produz uma forma de atração –
repulsão eletrostática.
Compreender o funcionamento de um circuito elétrico cujos componentes estão
ligados em paralelo ou ligados em série.
Reconhecer que o brilho da luz emitida pelas lâmpadas depende do tipo de ligação: ligação em série ou ligação em paralelo.

ATIVIDADES PROPOSTAS
Montando um circuito elétrico em série
OUTRAS SUGESTÕES:

Montando um circuito elétrico em paralelo
Friccionando diferentes materiais

10

ALF4EMOM © Porto Editora

As pilhas (geradores eletroquímicos) podem produzir energia elétrica, resultante de
reações químicas. Quando inseridas num circuito fechado, as pilhas permitem a circulação contínua da corrente elétrica, ou seja, os eletrões circulam do terminal positivo
(+) para o terminal negativo (–). Os circuitos elétricos podem ser ligados em paralelo
ou ligados em série (figura 2). Na ligação em paralelo, os terminais das lâmpadas
ligam-se aos dois terminais da fonte de energia (ex.: uma pilha). Neste tipo de circuitos, lâmpadas de igual potência emitem todas igual intensidade de luz. Na ligação em
série, as lâmpadas estão ligadas umas às outras e à fonte de energia (ex.: uma pilha)
apenas por um ponto de contacto. No caso deste tipo de ligação, quanto mais lâmpadas estiverem ligadas, menor é o brilho de cada uma, e sempre que uma lâmpada se
apaga interrompe-se o circuito, ou seja, o circuito elétrico fica aberto, pelo que as restantes lâmpadas também se apagam.
No caso da eletricidade estática, resulta da movimentação de eletrões provocada
pela fricção de objetos maus condutores de eletricidade. Ao contrário do que acontece com a eletricidade que se desloca nos fios elétricos, a eletricidade estática
move-se muito pouco. O objeto que adquire eletrões (ex.: objetos de plástico) fica
carregado negativamente, enquanto o objeto que perde eletrões (ex.: os cabelos)
fica carregado positivamente. Os objetos carregados podem atrair pequenos objetos
neutros (ex.: pedacinhos de papel), porque provocam um deslocamento das cargas
para os objetos neutros. Os objetos bons condutores de eletricidade não acumulam
cargas de eletricidade estática, porque as cargas deslocam-se e não se mantêm à
superfície do objeto. Por sua vez, os objetos maus condutores de eletricidade já
podem acumular bastante carga de eletricidade estática, porque as suas cargas deslocam-se mais dificilmente, mantendo-se à
superfície dos objetos.
Segundo a lei da eletricidade estática,
cargas do mesmo sinal (+/+ e –/–) repelemSérie
Paralelo
-se, enquanto as cargas de sinal contrário
Um circuito em série
Um circuito em paralelo
(+ e –) atraem-se.
Figura 2 – Ligação em série e em paralelo.

6 lâmpadas iguais e 3 pilhas iguais. QUESTÃO-PROBLEMA Aumentando o número de lâmpadas numa ligação em série altera o brilho de cada uma delas? PREVISÃO Solicitar aos alunos que explicitem e registem o que pensam sobre o brilho das várias lâmpadas ligadas em série da seguinte forma: Assinala o que pensas que sucede ao brilho de várias lâmpadas quando estão ligadas em série. Quanto maior for o número de lâmpadas. planifica-se a atividade a realizar. então. O que se vai manter: as pilhas (fonte de energia). 2 fios de ligação. O que se vai fazer: ALF4EMOM © Porto Editora Preparar 9 fios de ligação iguais. 1 lâmpada. considerando: O que se vai medir: o brilho da luz emitida por várias lâmpadas. 3 fios de ligação. 3 lâmpadas. O que se vai mudar: o número de lâmpadas ligadas em série. 135). menos brilha cada uma delas. Brilham mais as lâmpadas que estão mais próximo da pilha. 4 fios de ligação. Quanto maior for o número de lâmpadas. pode. mais brilha cada uma delas. Circuito 2: 1 pilha. 11 . Circuito 3: 1 pilha. Montar 3 circuitos elétricos: Circuito 1: 1 pilha. considerar-se os resultados obtidos como ponto de partida para o diálogo.ELETRICIDADE – montando um circuito elétrico em série CONTEXTO DE EXPLORAÇÃO Conversar com as crianças sobre situações do quotidiano relacionadas com a iluminação das ruas ou de brinquedos que funcionam através de energia elétrica. No caso de já terem sido realizadas as atividades sugeridas no manual escolar (pág. as lâmpadas (todas iguais). porque a pilha é a mesma para todas. os fios de ligação (todos iguais). PLANIFICAÇÃO da atividade Juntamente com os alunos. 2 lâmpadas. É igual o brilho de todas as lâmpadas. ligadas em série.

1 lâmpada 2 lâmpadas 3 lâmpadas Circuito 1: 1 lâmpada Circuito 2: 2 lâmpadas Circuito 3: 3 lâmpadas VERIFICAÇÃO Completar de acordo com as observações feitas. mas também pode resultar repulsão (cargas de sinal contrário). Outras sugestões: Montando um circuito elétrico em paralelo Tomando como ponto de partida a atividade anterior.ELETRICIDADE – montando um circuito elétrico em série O que se vai registar Escrever no local respetivo maior/menor. A questão-problema poderá ser: Será que a ligação de várias lâmpadas num circuito em paralelo tem efeito no brilho que cada uma delas emite? Friccionando diferentes materiais Em relação à eletricidade estática. pode também desenvolver-se uma atividade através da qual se constate que a fricção de objetos nem sempre produz atração (cargas de sinal contrário). CONCLUSÃO Numa ligação em série.º de lâmpadas . quanto mais lâmpadas estiverem ligadas menor é o brilho de cada uma. A questão-problema poderá ser: Será que a fricção de objetos produz sempre uma força de atração? 12 ALF4EMOM © Porto Editora Brilho da luz da lâmpada: maior ou menor? N. pode realizar-se uma outra que tenha a ver com a ligação de lâmpadas em paralelo e que permite concluir que. numa ligação em paralelo. No circuito 3. o número de lâmpadas ligadas não influencia o brilho da luz de cada uma delas. No circuito 1. conforme o observado.  brilho da luz das lâmpadas vai O (diminuindo/aumentando) à medida que aumenta o número de lâmpadas ligadas em série no circuito elétrico. o brilho da lâmpada No circuito 2.