Sumário

Apresentação ..........................................................03 2010:O PPS pensando o Brasil................................05 Resolução Eleitoral PPS..........................................16 Legislação Eleitoral TSE.........................................26 Calendário Eleitoral.................................................67 Link das Resoluções Eleitorais do TSE..................79 Diretório Estaduais..................................................85

Apresentação Apresentamos aos nossos candidatos, filiados, simpatizantes e amigos neste pequeno livreto, a Lei 12.034, que altera em alguns pontos a legislação eleitoral e a Resolução Nacional 001/10, 09 de abril de 2010, para as eleições gerais de outubro próximo, ressaltando, ainda, nossas preocupações centrais no que respeita nossas propostas e bandeiras. Todos sabemos a importância dessas eleições para o país, e para o partido. Superar o atual modelo de gestão, baseado fundamentalmente na propaganda e no marketing, e enfrentar os reais problemas brasileiros, desde os que envolvem nossa precaríssima infra-estrutura física e humana, tornando o país mais forte e capaz de vencer os desafios impostos pela globalização, é fundamental para nosso futuro enquanto Nação. Por isso nosso compromisso militante com a candidatura José Serra, o mais capaz dos candidatos para fazer avançar nosso projeto de um país comprometido com o desenvolvimento sustentado e socialmente justo. Onde a gestão pública esteja efetivamente
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

5

voltada para a satisfação das demandas e interesses da sociedade, e não, como hoje, ao mais deslavado aparelhamento do Estado, em benefício do atual condomínio do poder. Nesse sentido, conclamamos, principalmente, todos os nossos filiados e militantes a apoiarem nossos candidatos, com redobrado vigor no que respeita à eleição de nossos deputados federais, elemento central de fortalecimento da legenda em âmbito nacional. Vamos dar exemplo a todo o país de compromisso e fidelidade partidária na luta por um país melhor e mais fraterno. Na certeza de que com José Serra o Brasil pode mais! Roberto Freire Presidente

6

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

2010: O PPS pensando o Brasil 1 – Ampliação da democracia A ampliação progressiva da democracia, a política da radicalidade democrática é central para o Partido Popular Socialista. Não a vemos apenas como um objetivo normativo, mas de uma necessidade imposta pelas condições do desenvolvimento hoje. Muito há a caminhar, em termos de aumentar a transparência dos atos governamentais e a participação do cidadão, melhorar a qualidade da representação política, sanar os desequilíbrios enormes entre os poderes da República e os níveis da Federação. A reforma política é, para nós, um processo demorado, de acumulação de ganhos. O ponto inicial, contudo, que deve ser enfrentado na primeira hora do novo governo é a mudança da legislação eleitoral e partidária. Para haver partidos efetivos e legislativos atuantes, a regra deve mudar. Para tanto o PPS propõe: 1.1 Reforma Política imediata em torno do
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

7

voto distrital misto, com lista fechada, alternância de sexos na lista e financiamento público de campanha. Se a mudança da regra eleitoral é o ponto inicial da Reforma, a mudança de sistema de governo é seu horizonte. Propomos, portanto, 1.2 O retorno do parlamentarismo à agenda, com a perspectiva de sua adoção em caráter experimental em estados e municípios, sujeita a aprovação popular posterior. A partir da reforma eleitoral e partidária torna-se possível avançar na reforma democrática do estado. A proposta Bresser-Pereira, correta no essencial, pecou, de um lado, por não considerar a necessária mudança prévia na regra eleitoral, de outro por não perceber que o acréscimo de um componente gerencial em determinados segmentos do Estado deveria ser acompanhado pelo incremento da participação da sociedade civil organizada. Assim, propomos: 1.3 A Reforma Democrática do Estado, com a redução imediata de 50% do número de cargos de 8
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

livre provimento e fortalecimento simultâneo dos instrumentos gerenciais e participativos da gestão pública, dotando-a de uma necessária transparência ao escrutínio da cidadania. Além do aumento da eficiência e da participação, está em jogo o caráter dos instrumentos utilizados pelo poder publico. Há instâncias e organizações submetidas de forma direta à vontade popular, cujos titulares dependem da indicação dos eleitos, e instâncias e organizações outras cujo bom funcionamento depende do alinhamento a regras de caráter técnico, cujos titulares, aprovados pelos representantes do povo, dispõem de autonomia e mandato. O PPS propõe: 1.4 A rediscussão da estrutura do Estado brasileiro, com definição clara dos limites de atuação de agências reguladoras e outras organizações relativamente autônomas e os demais órgãos do Poder Executivo. A mudança na regra eleitoral enseja o fim da corrupção estrutural que comanda nossas eleições, bem exemplificada pela prática generalizaFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

9

da do chamado “caixa dois”. Será o momento de prosseguir nesse rumo e avançar nas exigências de transparência, de candidatos, partidos e governantes, bem como no fortalecimento dos mecanismos de fiscalização e controle. Propomos: 1.5 A generalização do e-governo, com exceção apenas das matérias com implicações em termos de segurança nacional. 2 – Redução das desigualdades Nos 25 anos de democracia, particularmente nos 16 últimos anos de estabilidade econômica, conseguimos no Brasil avanços significativos em termos de inclusão social e redução das desigualdades. É preciso reconhecer, no entanto, que ainda estamos longe da situação de eqüidade mínima necessária. Pobreza e indigência caíram, mas seus percentuais continuam elevados. Além disso, parte importante dos egressos da indigência alcançaram uma situação de consumo nova, compatível com a sobrevivência, mas não foram incluídos de forma plena em termos de inserção produtiva nem de autonomia cidadã. 10 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

Para prosseguir nesse rumo precisamos de instrumentos novos de política econômica e social. O Partido Popular Socialista propõe, em primeiro lugar. 2.1 A continuidade das políticas de transferência de renda existentes, com controle maior sobre a seleção de beneficiários e a partilha de responsabilidades por sua implementação com os governos municipais. Essas políticas têm o mérito de manter a vida dos cidadãos beneficiados. Responderam, com os aumentos continuados do salário mínimo, pela redução do percentual de indigentes da população brasileira. Não enfrentam, contudo, as questões da pobreza e da desigualdade, que exigem políticas de mudança estrutural para seu enfrentamento. Trata-se de criar as condições para o início de um círculo virtuoso de acumulação de capital social. Para tanto, o PPS propõe: 2.2 A educação em tempo integral como meta nacional, acompanhada de uma política riFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

11

gorosa de avaliação de resultados, base para o incremento progressivo da qualidade do ensino. A inserção produtiva é dimensão indispensável à inclusão do cidadão. Na sociedade nova, na economia do conhecimento, sob a diretriz da sustentabilidade, o mundo do trabalho se transforma. A questão do trabalho é cada vez menos redutível ao emprego. O trabalho autônomo, o trabalho familiar, as pequenas empresas, as cooperativas, respondem em conjunto por um número cada vez maior de trabalhadores, no Brasil e no mundo. O trabalhador de novo tipo participa em maior medida que o assalariado dos riscos e dos ganhos do empreendimento. O PPS propõe: 2.3 A formulação e implementação de uma política nacional de trabalho, que contemple o aumento do emprego, o apoio à pequena e microempresa, o estímulo ao associativismo e a promoção do empreendedorismo, com participação importante dos governos municipais. No Brasil de hoje as cidades concentram a população, a pobreza e as desigualdades. O com12 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

bate a esses problemas não pode prescindir da consideração da questão urbana. Sucessivos governos têm tratado essa questão apartada da questão da desigualdade. O atual governo soube transformar o que poderia ser um importantíssimo projeto de coesão social e transformação das cidades, como desenhado no Estatuto das Cidades, em balcão de negócios para regular o direito de incorporadoras e construtoras. Caberá ao novo governo retomar o papel da cidade enquanto lugar de afirmação das políticas públicas de promoção social e da conexão dessas políticas com a questão da sustentabilidade. É prioritário que o novo governo invista em cidades sustentáveis, e que também promovam a equidade. Da mesma forma será necessário que haja uma política nacional de estímulo às políticas municipais de desenvolvimento, em seu sentido mais amplo. O PPS propõe: 2.4 A reforma urbana como política nacional, com incidência sobre a propriedade do solo, a reorganização do espaço urbano, a mudança raFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

13

dical do sistema de transportes e a reestruturação da oferta de serviços públicos, e 2.5 O fortalecimento do poder local, com o empoderamento dos municípios e o estímulo à participação dos cidadãos na formulação de políticas e na gestão dos serviços. O PPS manifesta e defende ainda a continuidade e aprofundamento das políticas de combate às desigualdades de gênero, raça e região. Para essa última questão propõe 2.6 A definição em implantação de uma política de desenvolvimento regional, com prioridade para a Amazônia e a região Nordeste, nos marcos da nova economia da sustentabilidade. 3 – A premissa da sustentabilidade A controvérsia em torno da sustentabilidade como premissa do desenvolvimento está vencida. A mudança da matriz energética, o caminho na direção de uma economia não dependente do consumo de carbono é irreversível e o grau de ousadia do engajamento dos diferentes países nessa mudança será fator relevante na competição internacional. 14 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

O Brasil detém vantagens excepcionais nessa conjuntura, com destaque para a matriz energética limpa e o estoque de biodiversidade que o território nacional abriga. Faltam-nos, ainda, clareza na definição política do rumo a tomar. Todas as decisões da política econômica, inclusive aquelas relativas à velha matriz, como o projeto do pré-sal devem tomar como norte o futuro do pós-carbono. Nesse cenário, fica clara a centralidade da política de ciência, tecnologia e inovação. O PPS propõe: 3.1 Uma política de C&T, voltada para as exigências do novo tempo, que aumente os investimentos no setor, priorize a articulação com o setor produtivo e supere o gargalo hoje existente em termos de inovação. Impõe-se, também, acelerar o processo de mudança da matriz energética. O PPS propõe: 3.2 Prioridade para a expansão do uso de
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

15

energias alternativas como o etanol, a eólica, a solar, a biomassa, as hidroelétricas de pequeno e médio porte, a energia nuclear, bem como para programas de aumento da eficiência no transporte e uso da energia. Essa é uma opção política que implica mudança radical na matriz de transportes brasileira. O PPS propõe: 3.3 A transição acelerada para uma nova matriz de transportes, com prioridade para a ferrovia e a hidrovia, em detrimento da rodovia; para o transporte coletivo em detrimento da locomoção individual. A agropecuária brasileira, em boa parte graças ao investimento público em ciência e tecnologia, encontra-se na vanguarda da produção mundial. Cumpre superar a oposição entre agropecuária e sustentabilidade e caminhar na direção de uma agropecuária sustentável. Para tanto é necessário prosseguir no desenvolvimento científico e tecnológico com o objetivo simultâneo de aumentar a produtividade e preservar adequadamente a terra e os recursos naturais. 16 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

O PPS propõe: 3.3 Elevar o investimento em pesquisa, com ênfase na sustentabilidade e foco especial na agricultura familiar. Esses os pontos sobre os quais devemos centrar nossa intervenção política, visando contribuir para um efetivo desenvolvimento econômico centrado na sustentabilidade ambiental e socialmente justo, fruto da inclusão produtiva de nossos cidadãos e cidadãs.

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

17

Resumo da Resolução Eleitoral do PPS nº 01/2010
Datas e convocações * Devem ser realizadas entre10 e 30 de junho de 2010. * Precisam ser convocadas pela respectiva Comissão Executiva, através de Edital, constando local, data e horário. As convocações estaduais e distrital devem ser publicadas em jornal de grande circulação ou no site estadual do partido, e a Nacional no portal nacional www.pps.org.br, com antecedência mínima de 30 (trinta dias). * A Comissão Executiva deverá comunicar à Justiça Eleitoral a realização da convenção com antecedência mínima de dez dias . Escolha de candidatos * O processo de seleção dos candidatos será conduzido pela respectiva Comissão Executiva, 18 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

que publicará uma lista única na sede partidária, até dez dias antes da Convenção. Os pedidos de impugnação poderão ser apresentados no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas após a divulgação da lista. * Terão preferência os pré-candidatos a deputado federal; com comprovada vida orgânica e militância partidária; com notória expressão política e eleitoral; e aos que militem no movimento social e que atendam aos dispositivos estatutários. * Para que tenha seu nome incluído na lista da Comissão Executiva e apreciado pela Convenção Eleitoral, o pré-candidato deverá enviar até o dia 25 (vinte e cinco) de maio à Coordenação Eleitoral um termo de compromisso, no qual constará obrigatoriamente: a) ciência e concordância com as disposições estatutárias e com aquela que determina os limites das coligações; b) declaração de que conhece e concorda com as disposições estatutárias relativas à contribuiFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

19

ção financeira do titular de mandato eletivo; c) declaração que concorda em dispor de seu sigilo fiscal e bancário, quando se fizer necessário. * Será exigida do pré-candidato, no ato da inscrição, comprovação de estar em dia com sua contribuição financeira junto ao Partido e o certificado de participação no Curso de Formação Política. * O pré-candidato deverá apresentar curriculum vitae e um resumo das propostas que compõem sua plataforma de campanha. Ficha Limpa Não poderão ser candidatos a qualquer cargo público eletivo os filiados ao Partido Popular Socialista que tenham contra si condenação na segunda instância de qualquer órgão colegiado do Poder Judiciário, pela prática dos seguintes crimes: I - contra a economia popular, a fé pública, a administração pública e o patrimônio público; 20 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

II - contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o mercado de capitais e os previstos na lei que regula a falência; III - contra o meio ambiente e a saúde pública; IV - eleitorais, para os quais a lei comine pena privativa de liberdade V - de abuso de autoridade; VI - de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores; VII - de tráfico de entorpecentes e drogas afins, racismo, tortura, terrorismo e hediondos; VIII - de redução à condição análoga à de escravo; IX - contra a vida e a dignidade sexual e X - praticados por organização criminosa, quadrilha ou bando. * Caberá à Comissão Executiva de cada DiFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

21

retório proceder, no prazo de até cinco dias antes da realização da Convenção Eleitoral, o levantamento da vida pregressa dos pré-candidatos, a fim de averiguar se possui ficha limpa. * O pré-candidato que tiver seu impedimento declarado pela Executiva em virtude do não cumprimento dos requisitos do Ficha Limpa, deverá ser comunicado do fato com até vinte e quatro horas de antecedência da realização da Convenção Eleitoral. A Executiva deve indicar o motivo para o impedimento, devendo constar o número do processo e o órgão colegiado do Tribunal em que ocorreu a condenação do pré-candidato. Coligações * Caberá à Comissão Executiva, ouvida a respectiva Coordenação Eleitoral, apresentar proposta de coligação para as eleições, tanto majoritária quanto proporcional, priorizando: I - a pré-candidatura de José Serra à Presidência da República, nas eleições de 2010, de acordo com deliberação do XVI Congresso Nacional do PPS. 22 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

II - a eleição para deputado federal, para sustentar o necessário crescimento do partido. III - esforços possíveis para que a aliança em torno da coligação nacional se reproduza em todos os estados. IV - caso a aliança nacional não se reproduza no estado, a direção local deverá fazer pedido circunstanciado de anuência à Executiva Nacional, que terá 48 (quarenta e oito) horas para decidir sobre o pedido. Fidelidade Partidária * Os filiados ao PPS, especialmente os candidatos, os detentores de mandato eletivo e todos aqueles que integram o diretório nacional, estadual, distrital, o diretório municipal ou comissão provisória organizadora e demais órgãos partidários, apoiarão exclusivamente candidatos a Presidente, Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual apoiados oficialmente pelo partido. * No caso de chapa de deputados federais e
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

23

estaduais o apoio será exclusivo aos candidatos do partido, independente de alianças ou coligações. * No caso de opção de voto como cidadão, o dirigente partidário terá que se licenciar obrigatóriamente do cargo investido no partido. * Qualquer filiado poderá denunciar eventual violação a esta determinação perante a Comissão Executiva Estadual competente, para que a Comissão de Ética julgue o caso. * A Comissão de Ética, recebida a denúncia, notificará o denunciado para apresentar defesa no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, sob pena de se considerar verdadeiros os fatos alegados. * Sorteado o relator, este deverá emitir seu parecer no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, contados a partir do recebimento dos autos. * Em seguida, a Comissão de Ética reunir-seá aprovando ou não o voto proposto pelo relator, no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas, contados a partir do recebimento dos autos. 24 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

* Se condenado por ter desrespeitado a fidelidade partidária, o infrator poderá ser expulso do partido. Convenções estaduais e distrital A Convenção poderá ser realizada em qualquer dia da semana, devendo-se considerar aquele que possibilite maior presença e participação de convencionais, respeitado o período necessário às deliberações, nunca inferior a duas horas. * Participam os delegados municipais, zonais ou setoriais, eleitos nos recentes Congressos preparatórios ao XVI Congresso Nacional; os detentores de mandato em nível estadual ou distrital; os membros efetivos e suplentes do Diretório Estadual e respectivos conselhos. * Caberá recurso à Executiva Nacional sobre as decisões da Convenção Eleitoral Estadual que contrarie os dispositivos desta resolução, com efeito suspensivo até o julgamento final.
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

25

Convenção Eleitoral Nacional Particpam os delegados estaduais e do Distrito Federal, eleitos nos recentes congressos regionais preparatórios ao XVI Congresso Nacional; os detentores de mandatos eletivos em nível federal; os membros efetivos e suplentes do Diretório Nacional e respectivos conselhos. * Os componentes da Convenção Eleitoral serão credenciados como delegados e só estes terão direito a voz e voto. * Só poderão exercer o direito de voto os filiados em dia com suas contribuições financeiras. * A Convenção poderá instalar-se com qualquer número de convencionais, mas só deliberará com a maioria absoluta dos delegados. * Não será permitido o voto cumulativo, nem por procuração. Outros casos * Caso a Convenção não indique o número 26 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

máximo de candidatos de acordo com a Lei, a Comissão Executiva poderá até o dia 5 de julho de 2010 preencher as vagas remanescentes. A Convenção deverá obrigatoriamente preencher todas as vagas previstas na quota de sexo (30%), de acordo com a legislação eleitoral. Os casos omissos serão resolvidos pelo plenário da respectiva Convenção.

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

27

Resolução Eleitoral do PPS Nº 001/10 NORMAS PARA AS CONVENÇÕES ELEITORAIS DE 2010 A Comissão Executiva, ad referendum do Diretório Nacional do Partido Popular Socialista, em reunião realizada no dia 09 de abril de 2010, na cidade de Brasília (DF) , por unanimidade de seus membros e Considerando-se que o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram que os mandatos eletivos pertencem aos Partidos; Considerando-se o compromisso histórico do PPS com a ética e a probidade para o exercício de mandatos públicos eletivos e a necessidade da instituição de mecanismos para assegurar a prevalência destes princípios; Considerando-se a manobra regimental da base governista na Câmara dos Deputados, impedindo a votação do projeto de iniciativa popular da Ficha Limpa, subscrito por mais de 1,5 28 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

milhão de eleitores, que propunha tornar inelegíveis candidatos condenados pelo Poder Judiciário, RESOLVE Atendendo exigências do art. 18, § 3º, do seu Estatuto, a Comissão Executiva Nacional, ad-referendum do Diretório Nacional do PPS, define a seguinte Resolução Eleitoral: Art. 1º - As Convenções Eleitorais (Nacional, Estadual ou Distrital) destinadas a deliberar sobre chapa própria ou coligações e escolha de candidatos aos pleitos majoritários e/ou proporcionais de 3 de outubro de 2010, serão convocadas e realizadas, no período de 10 a 30 de junho de 2010, pela respectiva Comissão Executiva, através de Edital, constando local, data e horário e publicado em jornal de grande circulação e/ou no site estadual, e a Nacional no portal nacional www.pps.org.br, com antecedência mínima de 30 (trinta dias), constando-se em ata própria todas as deliberações. § Único - A respectiva Comissão Executiva
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

29

deverá comunicar à Justiça Eleitoral com antecedência mínima de dez dias a realização da convenção. Art. 2º - O processo de seleção dos candidatos ao pleito de outubro será conduzido pela respectiva Comissão Executiva, que publicará uma lista única na sede partidária, até dez dias antes da Convenção, observando-se: I- A inclusão, após avaliação pela Coordenação Eleitoral Estadual, Distrital ou Nacional, dos pré-candidatos que atenderem ao disposto no § 1º e 4º, do art. 10 do Estatuto partidário; II- Os pedidos de impugnação poderão ser apresentados no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas após a divulgação da lista, tendo a Coordenação Eleitoral igual prazo para apreciálos, cabendo recurso fundamentado, por qualquer das partes, à respectiva Comissão Executiva e em última instância à Convenção; § 1º - A Coordenação Eleitoral na elaboração da lista, a Comissão Executiva e a Convenção, na aprovação dos candidatos, darão preferência aos 30 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

pré-candidatos a deputado federal; com comprovada vida orgânica e militância partidária; com notória expressão política e eleitoral; e aos que militem no movimento social e que atendam aos dispositivos estatutários. § 2º - Para que tenha seu nome incluído na lista da Comissão Executiva e apreciado pela Convenção Eleitoral, o pré-candidato deverá enviar até o dia 25 (vinte e cinco) de maio à Coordenação Eleitoral um termo de compromisso, no qual constará obrigatoriamente: a) ciência e concordância com as disposições estatutárias e com aquela que determina os limites das coligações; b) declaração de que conhece e concorda com as disposições estatutárias relativas à contribuição financeira do titular de mandato eletivo; c) declaração de que concorda em dispor de seu sigilo fiscal e bancário, quando se fizer necessário. § 3° - O filiado que não constar da lista única,
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

31

desde que esteja com sua situação em conformidade com as exigências da legislação eleitoral e com as condições estatutárias do PPS, poderá ter seu nome reapresentado à respectiva Convenção, que decidirá por maioria a sua inclusão ou não; no caso de a lista única estar completa, a inclusão somente poderá ocorrer em substituição ao nome de outro pré-candidato, obrigatoriamente destacado. § 4 ° - Será exigida do pré-candidato, no ato da inscrição, comprovação de estar em dia com sua contribuição financeira junto ao Partido e o certificado de participação no Curso de Formação Política. § 5º - Da inscrição dos pré-candidatos no Curso de Formação Política, as direções estaduais enviarão ao diretório nacional, por e-mail ou carta, a relação de todos os participantes para registro em cadastro nacional. § 6° - O pré-candidato deverá apresentar curriculum vitae e um resumo das propostas que compõem sua plataforma de campanha. 32 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

Art. 3º - Não poderão ser candidatos a qualquer cargo público eletivo os filiados ao Partido Popular Socialista que tenham contra si condenação na segunda instância de qualquer órgão colegiado do Poder Judiciário, pela prática dos seguintes crimes: I - contra a economia popular, a fé pública, a administração pública e o patrimônio público; II - contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o mercado de capitais e os previstos na lei que regula a falência; III - contra o meio ambiente e a saúde pública; IV - eleitorais, para os quais a lei comine pena privativa de liberdade V - de abuso de autoridade; VI - de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores; VII - de tráfico de entorpecentes e drogas afins, racismo, tortura, terrorismo e hediondos;
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

33

VIII - de redução à condição análoga à de escravo; IX - contra a vida e a dignidade sexual e X - praticados por organização criminosa, quadrilha ou bando. Art. 4º - Caberá à Comissão Executiva do Diretório da instância em que se der a eleição, no prazo de até cinco dias antes da realização da Convenção Eleitoral, proceder ao levantamento da vida pregressa dos pré-candidatos, a fim de averiguar se nenhum deles se enquadra nas hipóteses previstas no artigo 3º. Art. 5º - Se algum pré-candidato se enquadrar em qualquer das situações descritas no art. 3º, seu nome estará impedido de ser escolhido/ aprovado como candidato pelo PPS. Art. 6º - A Comissão Executiva deverá comunicar, por escrito, o impedimento previsto no artigo anterior ao pré-candidato que se encontre nesta situação, com até vinte e quatro horas de 34 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

antecedência da realização da Convenção Eleitoral, indicando-se o motivo para o impedimento de ser candidato pelo PPS, devendo constar o número do processo e o órgão colegiado do Tribunal em que ocorreu a condenação. Art. 7º - Caberá à Comissão Executiva, ouvida a respectiva Coordenação Eleitoral, apresentar proposta de coligação para as eleições, tanto majoritária quanto proporcional, priorizando: I - a pré-candidatura de José Serra à Presidência da República, nas eleições de 2010, de acordo com deliberação do XVI Congresso Nacional do PPS. II - a eleição para deputado federal, para sustentar o necessário crescimento do partido. III - esforços possíveis para que a aliança em torno da coligação nacional se reproduza em todos os estados. IV - caso a aliança nacional não se reproduza no estado, a direção local deverá fazer pedido circunstanciado de anuência à Executiva NacioFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

35

nal, que terá 48 (quarenta e oito) horas para decidir sobre o pedido. Art. 8º - Os filiados ao PPS, especialmente os candidatos, os detentores de mandato eletivo e todos aqueles que integram o diretório nacional, estadual, distrital, o diretório municipal ou comissão provisória organizadora e demais órgãos partidários, apoiarão exclusivamente candidatos a Presidente, Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual apoiados oficialmente pelo partido. § 1° - No caso de chapa de deputados federais e estaduais o apoio será exclusivo aos candidatos do partido, independente de alianças ou coligações. § 2º - No caso de opção de voto como cidadão, o dirigente partidário terá que se licenciar obrigatóriamente do cargo investido no partido. § 3º - O retorno ao cargo de dirigente partidário após as eleições de 2010, terá que ser aprovado pela comissão executiva respectiva, mediante pedido do interessado. 36 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

Art. 9º - Qualquer filiado poderá denunciar, desde que fundamentadamente, eventual violação a esta determinação perante a Comissão Executiva Estadual competente. § 1° - Havendo indícios consistentes de violação a regra, caberá à Comissão Executiva Estadual encaminhar denúncia à respectiva Comissão de Ética. § 2° - Os processos decorrentes desta Resolução terão preferência sobre quaisquer outros em tramitação na Comissão de Ética. § 3° - A Comissão de Ética, recebida a denúncia, notificará o denunciado para apresentar defesa no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, sob pena de se considerar verdadeiros os fatos alegados; § 4° - Sorteado o relator, este deverá emitir seu parecer no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, contados a partir do recebimento dos autos; § 5° - Em seguida, a Comissão de Ética reunirse-á aprovando ou não o voto proposto pelo relaFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

37

tor, no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas, contados a partir do recebimento dos autos; § 6° - A Comissão de Ética formará sua convicção pela livre apreciação dos fatos, incluindo aqueles públicos e notórios, bem como indiciários, além da prova produzida no procedimento, atentando para circunstâncias ou fatos, ainda que não indicados ou alegados pelas partes, mas que preservem o interesse público de lisura e fidelidade partidária; § 7° - A infração a qualquer dispositivo desta Resolução constituirá falta gravíssima ao princípio da fidelidade partidária, passível de expulsão do infrator; § 8° - Em caso de condenação anterior ao envio das listas, fica autorizado o partido a retirar o nome do filiado-condenado da Convenção; em sendo posterior, fica o partido autorizado a requerer o cancelamento do registro da sua candidatura junto à Justiça Eleitoral. Art. 10º - A Convenção poderá ser realizada em qualquer dia da semana, devendo-se conside38 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

rar aquele que possibilite maior presença e participação de convencionais, respeitado o período necessário às deliberações, nunca inferior a duas horas. Art. 11º - A Convenção Eleitoral Estadual ou Distrital será constituida por: I - Delegados municipais, zonais ou setoriais, eleitos nos recentes Congressos preparatórios ao XVI Congresso Nacional; II - Os detentores de mandato em nível estadual ou distrital; III - Os membros efetivos e suplentes do Diretório Estadual e respectivos conselhos. § 1º - Caberá recurso à Executiva Nacional sobre as decisões da Convenção Eleitoral Estadual que contrarie os dispositivos desta resolução, com efeito suspensivo até o julgamento final. Art. 12º - A Convenção Eleitoral Nacional será constituída por:
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

39

I - Delegados estaduais e do Distrito Federal, eleitos nos recentes congressos estaduais preparatórios ao XVI Congresso Nacional; II - Os detentores de mandatos eletivos em nível federal; III - Os membros efetivos e suplentes do Diretório Nacional e respectivos conselhos. § 1º - Os componentes da Convenção Eleitoral serão credenciados como delegados e só estes terão direito a voz e voto. § 2º - Só serão credenciados delegados caso os respectivos Diretórios Estaduais ou Distrital estejam em situação regular junto ao Diretório Nacional, nos termos do estatuto e de Resolução financeira em vigor; § 3º - Só poderão exercer o direito de voto os filiados em dia com suas contribuições financeiras, na forma estatutária e de acordo com prévia informação da Tesouraria. Art. 13º - A Convenção poderá instalar-se 40 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

com qualquer número de convencionais, mas só deliberará com a maioria absoluta dos delegados. - Não será permitido o voto cumulativo, nem por procuração. Art. 15º - Caso a Convenção não indique o número máximo de candidatos de acordo com a Lei, a Comissão Executiva poderá até o dia 5 de julho de 2010 preencher as vagas remanescentes. § Único - A Convenção deverá obrigatoriamente preencher todas as vagas previstas na quota de sexo (30%), de acordo com a legislação eleitoral. Art. 16º - Os casos omissos serão resolvidos pelo plenário da respectiva Convenção. Art. 17º - Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação, sendo que sua vigência alcança, inclusive, o pleito eleitoral de 2010. Brasília (DF), 09 de abril de 2010. Roberto Freire Presidente
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

41

LEI Nº 12.034, DE 29 DE SETEMBRO DE 2009 Altera as Leis nos 9.096, de 19 de setembro de 1995 - Lei dos Partidos Políticos, 9.504, de 30 de setembro de 1997, que estabelece normas para as eleições, e 4.737, de 15 de julho de 1965 - Código Eleitoral. Art. 2o A Lei no 9.096, de 19 de setembro de 1995, passa a vigorar com as seguintes alterações: “Art. 15-A. A responsabilidade, inclusive civil e trabalhista, cabe exclusivamente ao órgão partidário municipal, estadual ou nacional que tiver dado causa ao não cumprimento da obrigação, à violação de direito, a dano a outrem ou a qualquer ato ilícito, excluída a solidariedade de outros órgãos de direção partidária.” “Art. 19 ............................. § 3o Os órgãos de direção nacional dos partidos políticos terão pleno acesso às informações de seus filiados constantes do cadastro eleitoral.” 42 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

“Art. 28. ............................. § 4o Despesas realizadas por órgãos partidários municipais ou estaduais ou por candidatos majoritários nas respectivas circunscrições devem ser assumidas e pagas exclusivamente pela esfera partidária correspondente, salvo acordo expresso com órgão de outra esfera partidária. § 5o Em caso de não pagamento, as despesas não poderão ser cobradas judicialmente dos órgãos superiores dos partidos políticos, recaindo eventual penhora exclusivamente sobre o órgão partidário que contraiu a dívida executada. § 6o O disposto no inciso III do caput referese apenas aos órgãos nacionais dos partidos políticos que deixarem de prestar contas ao Tribunal Superior Eleitoral, não ocorrendo o cancelamento do registro civil e do estatuto do partido quando a omissão for dos órgãos partidários regionais ou municipais.” “Art. 37. .................... § 3o A sanção de suspensão do repasse de novas quotas do Fundo Partidário, por desaproFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

43

vação total ou parcial da prestação de contas de partido, deverá ser aplicada de forma proporcional e razoável, pelo período de 1 (um) mês a 12 (doze) meses, ou por meio do desconto, do valor a ser repassado, da importância apontada como irregular, não podendo ser aplicada a sanção de suspensão, caso a prestação de contas não seja julgada, pelo juízo ou tribunal competente, após 5 (cinco) anos de sua apresentação. § 4o Da decisão que desaprovar total ou parcialmente a prestação de contas dos órgãos partidários caberá recurso para os Tribunais Regionais Eleitorais ou para o Tribunal Superior Eleitoral, conforme o caso, o qual deverá ser recebido com efeito suspensivo. § 5o As prestações de contas desaprovadas pelos Tribunais Regionais e pelo Tribunal Superior poderão ser revistas para fins de aplicação proporcional da sanção aplicada, mediante requerimento ofertado nos autos da prestação de contas. § 6o O exame da prestação de contas dos órgãos partidários tem caráter jurisdicional.” 44 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

“Art. 44. .................... I - na manutenção das sedes e serviços do partido, permitido o pagamento de pessoal, a qualquer título, observado neste último caso o limite máximo de 50% (cinquenta por cento) do total recebido; V - na criação e manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres conforme percentual que será fixado pelo órgão nacional de direção partidária, observado o mínimo de 5% (cinco por cento) do total. § 4o Não se incluem no cômputo do percentual previsto no inciso I deste artigo encargos e tributos de qualquer natureza. § 5o O partido que não cumprir o disposto no inciso V do caput deste artigo deverá, no ano subsequente, acrescer o percentual de 2,5% (dois inteiros e cinco décimos por cento) do Fundo Partidário para essa destinação, ficando impedido de utilizá-lo para finalidade diversa.”

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

45

“Art. 45. ............................. IV - promover e difundir a participação política feminina, dedicando às mulheres o tempo que será fixado pelo órgão nacional de direção partidária, observado o mínimo de 10% (dez por cento). § 2o O partido que contrariar o disposto neste artigo será punido: I - quando a infração ocorrer nas transmissões em bloco, com a cassação do direito de transmissão no semestre seguinte; II - quando a infração ocorrer nas transmissões em inserções, com a cassação de tempo equivalente a 5 (cinco) vezes ao da inserção ilícita, no semestre seguinte. § 3o A representação, que somente poderá ser oferecida por partido político, será julgada pelo Tribunal Superior Eleitoral quando se tratar de programa em bloco ou inserções nacionais e pelos Tribunais Regionais Eleitorais quando se tratar de programas em bloco ou inserções transmitidos nos Estados correspondentes. 46 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

§ 4o O prazo para o oferecimento da representação encerra-se no último dia do semestre em que for veiculado o programa impugnado, ou se este tiver sido transmitido nos últimos 30 (trinta) dias desse período, até o 15o (décimo quinto) dia do semestre seguinte. § 5o Das decisões dos Tribunais Regionais Eleitorais que julgarem procedente representação, cassando o direito de transmissão de propaganda partidária, caberá recurso para o Tribunal Superior Eleitoral, que será recebido com efeito suspensivo. § 6o A propaganda partidária, no rádio e na televisão, fica restrita aos horários gratuitos disciplinados nesta Lei, com proibição de propaganda paga.” (NR) Art. 3o A Lei no 9.504, de 30 de setembro de 1997, passa a vigorar com as seguintes alterações: “Art. 6o ............................. § 1o-A. A denominação da coligação não poFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

47

derá coincidir, incluir ou fazer referência a nome ou número de candidato, nem conter pedido de voto para partido político. § 4o O partido político coligado somente possui legitimidade para atuar de forma isolada no processo eleitoral quando questionar a validade da própria coligação, durante o período compreendido entre a data da convenção e o termo final do prazo para a impugnação do registro de candidatos.” § 2o Se a convenção partidária de nível inferior se opuser, na deliberação sobre coligações, às diretrizes legitimamente estabelecidas pelo órgão de direção nacional, nos termos do respectivo estatuto, poderá esse órgão anular a deliberação e os atos dela decorrentes. § 3o As anulações de deliberações dos atos decorrentes de convenção partidária, na condição acima estabelecida, deverão ser comunicadas à Justiça Eleitoral no prazo de 30 (trinta) dias após a data limite para o registro de candidatos. § 4o Se, da anulação, decorrer a necessidade 48 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

de escolha de novos candidatos, o pedido de registro deverá ser apresentado à Justiça Eleitoral nos 10 (dez) dias seguintes à deliberação, observado o disposto no art. 13.” “Art. 11. ............................. § 1o ........................ IX - propostas defendidas pelo candidato a Prefeito, a Governador de Estado e a Presidente da República. § 4o Na hipótese de o partido ou coligação não requerer o registro de seus candidatos, estes poderão fazê-lo perante a Justiça Eleitoral, observado o prazo máximo de quarenta e oito horas seguintes à publicação da lista dos candidatos pela Justiça Eleitoral. § 6o A Justiça Eleitoral possibilitará aos interessados acesso aos documentos apresentados para os fins do disposto no § 1o. § 7o A certidão de quitação eleitoral abrangerá exclusivamente a plenitude do gozo dos direitos políticos, o regular exercício do voto, o
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

49

atendimento a convocações da Justiça Eleitoral para auxiliar os trabalhos relativos ao pleito, a inexistência de multas aplicadas, em caráter definitivo, pela Justiça Eleitoral e não remitidas, e a apresentação de contas de campanha eleitoral. § 8o Para fins de expedição da certidão de que trata o § 7o, considerar-se-ão quites aqueles que: I - condenados ao pagamento de multa, tenham, até a data da formalização do seu pedido de registro de candidatura, comprovado o pagamento ou o parcelamento da dívida regularmente cumprido; II - pagarem a multa que lhes couber individualmente, excluindo-se qualquer modalidade de responsabilidade solidária, mesmo quando imposta concomitantemente com outros candidatos e em razão do mesmo fato. § 9o A Justiça Eleitoral enviará aos partidos políticos, na respectiva circunscrição, até o dia 5 de junho do ano da eleição, a relação de todos os devedores de multa eleitoral, a qual embasará a expedição das certidões de quitação eleitoral. 50 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

§ 10. As condições de elegibilidade e as causas de inelegibilidade devem ser aferidas no momento da formalização do pedido de registro da candidatura, ressalvadas as alterações, fáticas ou jurídicas, supervenientes ao registro que afastem a inelegibilidade. § 11. A Justiça Eleitoral observará, no parcelamento a que se refere o § 8o deste artigo, as regras de parcelamento previstas na legislação tributária federal. § 12. (VETADO)” “Art. 13. ............................. § 1o A escolha do substituto far-se-á na forma estabelecida no estatuto do partido a que pertencer o substituído, e o registro deverá ser requerido até 10 (dez) dias contados do fato ou da notificação do partido da decisão judicial que deu origem à substituição. “Art. 16. ............................. § 1o Até a data prevista no caput, todos os pedidos de registro de candidatos, inclusive os
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

51

impugnados, e os respectivos recursos, devem estar julgados em todas as instâncias, e publicadas as decisões a eles relativas. § 2o Os processos de registro de candidaturas terão prioridade sobre quaisquer outros, devendo a Justiça Eleitoral adotar as providências necessárias para o cumprimento do prazo previsto no § 1o, inclusive com a realização de sessões extraordinárias e a convocação dos juízes suplentes pelos Tribunais, sem prejuízo da eventual aplicação do disposto no art. 97 e de representação ao Conselho Nacional de Justiça.” “Art. 22. ........................... § 1o Os bancos são obrigados a acatar, em até 3 (três) dias, o pedido de abertura de conta de qualquer comitê financeiro ou candidato escolhido em convenção, sendo-lhes vedado condicioná-la à depósito mínimo e à cobrança de taxas e/ou outras despesas de manutenção. “Art. 23. Pessoas físicas poderão fazer doações em dinheiro ou estimáveis em dinheiro para 52 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

campanhas eleitorais, obedecido o disposto nesta Lei. § 2o Toda doação a candidato específico ou a partido deverá ser feita mediante recibo, em formulário impresso ou em formulário eletrônico, no caso de doação via internet, em que constem os dados do modelo constante do Anexo, dispensada a assinatura do doador. § 4o ......................... III - mecanismo disponível em sítio do candidato, partido ou coligação na internet, permitindo inclusive o uso de cartão de crédito, e que deverá atender aos seguintes requisitos: a) identificação do doador; b) emissão obrigatória de recibo eleitoral para cada doação realizada. § 6o Na hipótese de doações realizadas por meio da internet, as fraudes ou erros cometidos pelo doador sem conhecimento dos candidatos, partidos ou coligações não ensejarão a responsabilidade destes nem a rejeição de suas contas eleitorais.
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

53

§ 7o O limite previsto no inciso I do § 1o não se aplica a doações estimáveis em dinheiro relativas à utilização de bens móveis ou imóveis de propriedade do doador, desde que o valor da doação não ultrapasse R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).” (NR) “Art. 25. ............................. Parágrafo único. A sanção de suspensão do repasse de novas quotas do Fundo Partidário, por desaprovação total ou parcial da prestação de contas do candidato, deverá ser aplicada de forma proporcional e razoável, pelo período de 1 (um) mês a 12 (doze) meses, ou por meio do desconto, do valor a ser repassado, na importância apontada como irregular, não podendo ser aplicada a sanção de suspensão, caso a prestação de contas não seja julgada, pelo juízo ou tribunal competente, após 5 (cinco) anos de sua apresentação.” “Art. 29. ............................. § 3o Eventuais débitos de campanha não quitados até a data de apresentação da prestação de contas poderão ser assumidos pelo partido políti54 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

co, por decisão do seu órgão nacional de direção partidária. § 4o No caso do disposto no § 3o, o órgão partidário da respectiva circunscrição eleitoral passará a responder por todas as dívidas solidariamente com o candidato, hipótese em que a existência do débito não poderá ser considerada como causa para a rejeição das contas.” “Art. 30. A Justiça Eleitoral verificará a regularidade das contas de campanha, decidindo: I - pela aprovação, quando estiverem regulares; II - pela aprovação com ressalvas, quando verificadas falhas que não lhes comprometam a regularidade; III - pela desaprovação, quando verificadas falhas que lhes comprometam a regularidade; IV - pela não prestação, quando não apresentadas as contas após a notificação emitida pela Justiça Eleitoral, na qual constará a obrigação expressa de prestar as suas contas, no prazo de setenta e duas horas.
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

55

§ 2o-A. Erros formais ou materiais irrelevantes no conjunto da prestação de contas, que não comprometam o seu resultado, não acarretarão a rejeição das contas. § 5o Da decisão que julgar as contas prestadas pelos candidatos e comitês financeiros caberá recurso ao órgão superior da Justiça Eleitoral, no prazo de 3 (três) dias, a contar da publicação no Diário Oficial. § 6o No mesmo prazo previsto no § 5o, caberá recurso especial para o Tribunal Superior Eleitoral, nas hipóteses previstas nos incisos I e II do § 4o do art. 121 da Constituição Federal. § 7o O disposto neste artigo aplica-se aos processos judiciais pendentes.” “Art. 30-A. Qualquer partido político ou coligação poderá representar à Justiça Eleitoral, no prazo de 15 (quinze) dias da diplomação, relatando fatos e indicando provas, e pedir a abertura de investigação judicial para apurar condutas em desacordo com as normas desta Lei, relativas à arrecadação e gastos de recursos. 56 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

§ 3o O prazo de recurso contra decisões proferidas em representações propostas com base neste artigo será de 3 (três) dias, a contar da data da publicação do julgamento no Diário Oficial.” (NR) “Art. 31. Se, ao final da campanha, ocorrer sobra de recursos financeiros, esta deve ser declarada na prestação de contas e, após julgados todos os recursos, transferida ao órgão do partido na circunscrição do pleito ou à coligação, neste caso, para divisão entre os partidos que a compõem. Parágrafo único. As sobras de recursos financeiros de campanha serão utilizadas pelos partidos políticos, devendo tais valores ser declarados em suas prestações de contas perante a Justiça Eleitoral, com a identificação dos candidatos.” “Art. 37. ............................. § 2o Em bens particulares, independe de obtenção de licença municipal e de autorização da Justiça Eleitoral a veiculação de propaganda
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

57

eleitoral por meio da fixação de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições, desde que não excedam a 4m² (quatro metros quadrados) e que não contrariem a legislação eleitoral, sujeitandose o infrator às penalidades previstas no § 1o. § 4o Bens de uso comum, para fins eleitorais, são os assim definidos pela Lei no 10.406, de 10 de janeiro de 2002 - Código Civil e também aqueles a que a população em geral tem acesso, tais como cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, ainda que de propriedade privada. § 5o Nas árvores e nos jardins localizados em áreas públicas, bem como em muros, cercas e tapumes divisórios, não é permitida a colocação de propaganda eleitoral de qualquer natureza, mesmo que não lhes cause dano. § 6o É permitida a colocação de cavaletes, bonecos, cartazes, mesas para distribuição de material de campanha e bandeiras ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos. 58 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

§ 7o A mobilidade referida no § 6o estará caracterizada com a colocação e a retirada dos meios de propaganda entre as seis horas e as vinte e duas horas. § 8o A veiculação de propaganda eleitoral em bens particulares deve ser espontânea e gratuita, sendo vedado qualquer tipo de pagamento em troca de espaço para esta finalidade.” “Art. 38. ............................. § 1o Todo material impresso de campanha eleitoral deverá conter o número de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ ou o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas - CPF do responsável pela confecção, bem como de quem a contratou, e a respectiva tiragem. § 2o Quando o material impresso veicular propaganda conjunta de diversos candidatos, os gastos relativos a cada um deles deverão constar na respectiva prestação de contas, ou apenas naquela relativa ao que houver arcado com os custos.”
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

59

“Art. 74. Configura abuso de autoridade, para os fins do disposto no art. 22 da Lei Complementar no 64, de 18 de maio de 1990, a infringência do disposto no § 1o do art. 37 da Constituição Federal, ficando o responsável, se candidato, sujeito ao cancelamento do registro ou do diploma.” “Art. 77. É proibido a qualquer candidato comparecer, nos 3 (três) meses que precedem o pleito, a inaugurações de obras públicas. Parágrafo único. A inobservância do disposto neste artigo sujeita o infrator à cassação do registro ou do diploma.” Art. 4o A Lei no 9.504, de 30 de setembro de 1997, passa a vigorar acrescida dos seguintes artigos: “Art. 16-A. O candidato cujo registro esteja sub judice poderá efetuar todos os atos relativos à campanha eleitoral, inclusive utilizar o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão e ter seu nome mantido na urna eletrônica enquanto estiver sob essa condição, ficando a validade dos vo60 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

tos a ele atribuídos condicionada ao deferimento de seu registro por instância superior. Parágrafo único. O cômputo, para o respectivo partido ou coligação, dos votos atribuídos ao candidato cujo registro esteja sub judice no dia da eleição fica condicionado ao deferimento do registro do candidato.” “Art. 22-A. Candidatos e Comitês Financeiros estão obrigados à inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ. § 1o Após o recebimento do pedido de registro da candidatura, a Justiça Eleitoral deverá fornecer em até 3 (três) dias úteis, o número de registro de CNPJ. § 2o Cumprido o disposto no § 1o deste artigo e no § 1o do art. 22, ficam os candidatos e comitês financeiros autorizados a promover a arrecadação de recursos financeiros e a realizar as despesas necessárias à campanha eleitoral.” “Art. 36-A. Não será considerada propaganda eleitoral antecipada:
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

61

I - a participação de filiados a partidos políticos ou de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates no rádio, na televisão e na internet, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos, desde que não haja pedido de votos, observado pelas emissoras de rádio e de televisão o dever de conferir tratamento isonômico; II - a realização de encontros, seminários ou congressos, em ambiente fechado e a expensas dos partidos políticos, para tratar da organização dos processos eleitorais, planos de governos ou alianças partidárias visando às eleições; III - a realização de prévias partidárias e sua divulgação pelos instrumentos de comunicação intrapartidária; ou IV - a divulgação de atos de parlamentares e debates legislativos, desde que não se mencione a possível candidatura, ou se faça pedido de votos ou de apoio eleitoral.” “Art. 39-A. É permitida, no dia das eleições, a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação 62 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, dísticos e adesivos. § 1o É vedada, no dia do pleito, até o término do horário de votação, a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, bem como os instrumentos de propaganda referidos no caput, de modo a caracterizar manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos. § 2o No recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras, é proibido aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários e aos escrutinadores o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato. § 3o Aos fiscais partidários, nos trabalhos de votação, só é permitido que, em seus crachás, constem o nome e a sigla do partido político ou coligação a que sirvam, vedada a padronização do vestuário. § 4o No dia do pleito, serão afixadas cópias deste artigo em lugares visíveis nas partes interna e externa das seções eleitorais.”
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

63

“Art. 40-B. A representação relativa à propaganda irregular deve ser instruída com prova da autoria ou do prévio conhecimento do beneficiário, caso este não seja por ela responsável. Parágrafo único. A responsabilidade do candidato estará demonstrada se este, intimado da existência da propaganda irregular, não providenciar, no prazo de quarenta e oito horas, sua retirada ou regularização e, ainda, se as circunstâncias e as peculiaridades do caso específico revelarem a impossibilidade de o beneficiário não ter tido conhecimento da propaganda.” “Art. 53-A. É vedado aos partidos políticos e às coligações incluir no horário destinado aos candidatos às eleições proporcionais propaganda das candidaturas a eleições majoritárias, ou viceversa, ressalvada a utilização, durante a exibição do programa, de legendas com referência aos candidatos majoritários, ou, ao fundo, de cartazes ou fotografias desses candidatos. § 1o É facultada a inserção de depoimento de candidatos a eleições proporcionais no horário da propaganda das candidaturas majoritárias 64 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

e vice-versa, registrados sob o mesmo partido ou coligação, desde que o depoimento consista exclusivamente em pedido de voto ao candidato que cedeu o tempo. § 2o Fica vedada a utilização da propaganda de candidaturas proporcionais como propaganda de candidaturas majoritárias e vice-versa. § 3o O partido político ou a coligação que não observar a regra contida neste artigo perderá, em seu horário de propaganda gratuita, tempo equivalente no horário reservado à propaganda da eleição disputada pelo candidato beneficiado.” “Art. 57-A. É permitida a propaganda eleitoral na internet, nos termos desta Lei, após o dia 5 de julho do ano da eleição.” “Art. 57-B. A propaganda eleitoral na internet poderá ser realizada nas seguintes formas: I - em sítio do candidato, com endereço eletrônico comunicado à Justiça Eleitoral e hospedado, direta ou indiretamente, em provedor de serviço de internet estabelecido no País;
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

65

II - em sítio do partido ou da coligação, com endereço eletrônico comunicado à Justiça Eleitoral e hospedado, direta ou indiretamente, em provedor de serviço de internet estabelecido no País; III - por meio de mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, partido ou coligação; IV - por meio de blogs, redes sociais, sítios de mensagens instantâneas e assemelhados, cujo conteúdo seja gerado ou editado por candidatos, partidos ou coligações ou de iniciativa de qualquer pessoa natural.” “Art. 57-C. Na internet, é vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga. § 1o É vedada, ainda que gratuitamente, a veiculação de propaganda eleitoral na internet, em sítios: I - de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos; 66 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

II - oficiais ou hospedados por órgãos ou entidades da administração pública direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. § 2o A violação do disposto neste artigo sujeita o responsável pela divulgação da propaganda e, quando comprovado seu prévio conhecimento, o beneficiário à multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 30.000,00 (trinta mil reais).” “Art. 57-D. É livre a manifestação do pensamento, vedado o anonimato durante a campanha eleitoral, por meio da rede mundial de computadores - internet, assegurado o direito de resposta, nos termos das alíneas a, b e c do inciso IV do § 3o do art. 58 e do 58-A, e por outros meios de comunicação interpessoal mediante mensagem eletrônica. § 1o (VETADO) Art. 6o A Lei no 4.737, de 15 de julho de 1965 - Código Eleitoral, passa a vigorar acrescida do seguinte art. 233-A:
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

67

“Art. 233-A. Aos eleitores em trânsito no território nacional é igualmente assegurado o direito de voto nas eleições para Presidente e Vice-Presidente da República, em urnas especialmente instaladas nas capitais dos Estados e na forma regulamentada pelo Tribunal Superior Eleitoral.” Art. 7o Não se aplica a vedação constante do parágrafo único do art. 240 da Lei no 4.737, de 15 de julho de 1965 - Código Eleitoral, à propaganda eleitoral veiculada gratuitamente na internet, no sítio eleitoral, blog, sítio interativo ou social, ou outros meios eletrônicos de comunicação do candidato, ou no sítio do partido ou coligação, nas formas previstas no art. 57-B da Lei no 9.504, de 30 de setembro de 1997. Art. 8o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 9o Fica revogado o § 3o do art. 45 da Lei no 9.504, de 30 de setembro de 1997.

68 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

RESOLUÇÃO N° 23.089 CALENDÁRIO ELEITORAL DE 2010 JANEIRO 1 A partir desta data, é obrigatório o registro de pesquisas de opinião pública relativas às eleições de 2010 na Justiça Eleitoral. Fica também proibida a distribuição de bens, valores ou benefícios por parte da administração pública, exceto em casos de calamidade pública, estado de emergência ou programas sociais já em execução. ABRIL 6 A partir desta data, fica proibido o reajuste da remuneração dos servidores públicos que exceda a reposição da inflação do ano da eleição. MAIO 5 Último dia para o eleitor requerer a inscrição eleitoral, a transferência de domicílio ou alterações em seu título; prazo final para o eleitor porFidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

69

tador de deficiência solicitar sua transferência para seção eleitoral especial. JUNHO 5 Último dia para Justiça Eleitoral enviar aos partidos a relação dos devedores de multa eleitoral, que embasará a expedição das certidões de quitação eleitoral. 10 A partir desta data, é permitida a realização de convenções para definir coligações e escolher os candidatos às eleições. Entre 10 e 30 de junho as emissoras de rádio e televisão não podem transmitir programa apresentado ou comentado por candidato escolhido em convenção. 30 Último dia para a realização de convenções para definir coligações e escolher os candidatos às eleições. JULHO 1 A partir desta data, é proibida a veicula70 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

ção de propaganda partidária gratuita e de propaganda política paga no rádio e na televisão. 3 A partir desta data é proibido nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, transferir ou exonerar servidor público exceto em casos de cargos comissionados ou de confiança. Os aprovados em concursos públicos homologados até 3 de julho podem ser nomeados. A partir da data também ficam vedadas a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos em inaugurações e a participação de quaisquer candidatos em inaugurações. 5 Último dia para os partidos políticos e coligações apresentarem à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de seus candidatos que vão concorrer a presidente e vice; governador e vice; senadores e suplentes; deputado federal, distrital e estadual. Prazo final para o eleitor portador de necessidades especiais que tenha solicitado transferência para seção especial comunicar suas restrições e necessidades.
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

71

6 A partir desta data, será permitida a propaganda eleitoral. Os candidatos, os partidos políticos e as coligações poderão realizar comícios e utilizar aparelhagem de sonorização fixa, das 8h às 24h. A partir dessa data, será permitida a propaganda eleitoral pela internet. 14 Último dia para os partidos políticos constituírem os comitês financeiros, observado o prazo de dez dias úteis após a escolha de seus candidatos. 15 Data a partir da qual o eleitor que estiver ausente do domicílio eleitoral no primeiro ou segundo turno pode querer habilitação para voto em trânsito para presidente e vice. É necessário indicar a capital do estado onde estará presente, de passagem ou em deslocamento. 25 Último dia para que os títulos dos eleitores que pediram o documento ou a transferência de domicílio estejam prontos. 72 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

31 A partir desta data, até o dia do pleito, o TSE poderá requisitar das emissoras de rádio e de TV até 10 minutos diários, contínuos ou não, para a divulgação de seus comunicados, boletins e instruções aos eleitores. AGOSTO 4 Último dia para eleitor que estiver fora do domicílio eleitoral requerer segunda via do documento precisa indicar em que zona eleitoral será retirado. 6 Data em que os partidos são obrigados a divulgar, pela internet, relatório com recursos recebidos para financiamento da campanha - não é preciso divulgar nomes dos doadores. 15 Último dia para o juiz eleitoral realizar sorteio para a escolha da ordem de veiculação da propaganda dos partidos ou coligações no horário eleitoral. Último dia para eleitor que estiver ausente do domicílio eleitoral no primeiro ou segundo turno querer habilitação para voto em
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

73

trânsito para presidente e vice. É necessário indicar a capital do estado onde estará presente, de passagem ou em deslocamento. 17 Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. 19 Até esta data, todos os pedidos de registro de candidatos devem estar julgados pela Justiça Eleitoral. 30 Último dia para os candidatos, partidos políticos ou coligações substituírem a foto que será utilizada na urna eletrônica no dia da eleição. SETEMBRO 3 Último dia para entrega dos títulos eleitorais resultantes dos pedidos de inscrição, alteração de dados ou de transferência de domicílio. 6 Data em que os partidos e candidatos são 74 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

obrigados a divulgar, pela internet, relatório com recursos recebidos para financiamento da campanha, exigindo-se a indicação dos nomes dos doadores e valores doados. 13 Prazo para instalação da comissão de auditoria para verificação do funcionamento das urnas eletrônicas. 18 Prazo para instalação da comissão de auditoria para verificação do funcionamento das urnas eletrônicas. 23 Último dia para o eleitor requerer a segunda via do título eleitoral. 28 A partir dessa data, até 48 horas depois do encerramento da eleição, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto em flagrante ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável.
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

75

30 Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão; e para a realização de reuniões públicas, comícios e debates. OUTUBRO 1 Último dia para a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral. 2 Último dia para entrega da segunda via do título eleitoral. Após às 22h, fica proibida a propaganda eleitoral mediante distribuição de panfletos e outros materiais de campanha; e utilização de alto-falantes ou amplificadores de som, carreata ou carro de som que divulgue jingles ou mensagens de candidatos. 3 Votação no primeiro turno das eleições das 8h às 17h. 5 Término do período, após as 17h, em que ne76 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

nhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto em flagrante ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável. Início da propaganda eleitoral do segundo turno; volta a ser permitido, entre 8h e 22h, uso de alto-falantes e amplificadores de som. Os comícios e sonorização fixa são permitidos entre 8h e 24h. É permitida a promoção de carreata e distribuição de material de propaganda. 6 Último dia para o mesário que abandonar os trabalhos durante a votação apresentar ao juiz eleitoral sua justificativa. 13 Último dia para conclusão da apuração dos resultados pelas juntas eleitorais. 14 Último dia para o TSE divulgar o resultado da eleição para presidente e vice e para o TRE divulgar os resultados para governador e vice. 16 A partir desta data, nenhum candidato que
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

77

participará do segundo turno de votação poderá ser detido ou preso. A exceção é em caso de flagrante. Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, relativo ao segundo turno. 26 A partir desta data, até 48 horas depois da eleição, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido. A exceção é em caso de flagrante ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável. 28 Último dia para a propaganda política em comícios ou reuniões públicas entre 8h e 24h. 29 Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV; para a divulgação paga, na imprensa escrita, de propaganda eleitoral; para a realização de debates; e para propaganda eleitoral na internet. 30 Último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som; 78 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

para a promoção de comício ou utilização de aparelhagem de sonorização fixa; e para a promoção de carreata e distribuição de material de propaganda política. 31 Votação no segundo turno das eleições das 8h às 17h. NOVEMBRO 2 Último dia para o mesário que faltou à votação de 3 de outubro apresentar justificativa; prazo para os comitês financeiros encaminharem as prestações de contas referentes ao 1º turno, exceto os candidatos que concorreram no 2º turno. 3 Último dia para o mesário que abandonou os trabalhos durante a votação de 31 de outubro apresentar justificativa ao juiz eleitoral. 10 Último dia para o encerramento da apuração pelas juntas eleitorais.
Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

79

11 Último dia para a proclamação dos resultados finais da eleição. 30 Último dia para a retirada da propaganda eleitoral; prazo para candidatos que concorreram no 2º turno encaminharem à Justiça Eleitoral as prestações de contas; prazo para o mesário que faltou à votação de 31 de outubro apresentar justificativa. DEZEMBRO 2 Último dia para o eleitor que não votou no 1º turno apresentar justificativa. 9 Publicação do julgamento das contas dos candidatos eleitos. 17 Último dia para a diplomação dos eleitos. 30 Último dia para o eleitor que não votou no 2º turno apresentar justificativa 80 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

PESQUISA POR ASSUNTO / Site: www.tse.jus.br
Ementa Normas Complementares Histórico das Alterações

ELEIÇÕES 2010 INSTRUÇÕES E RESOLUÇÕES DAS

Processos

Norma em vigor

23.254 (pdf)

Dispõe sobre os modelos de lacres e seu uso nas urnas, etiquetas de segurança e envelopes com lacres de segurança a serem utilizados nas eleições 2010. Proposta. Alterações. Leiaute. Folha de votação. Eleições 2010. Aprovação. Dispõe sobre a apuração de crimes eleitorais.

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

23.243 (pdf)

45255.2010.6.00.0000

23.222 (pdf) (doc)

81

11-74.2010.6.00.0000

23.221 (pdf) (doc)

Dispõe sobre a escolha e o registro de candidatos nas eleições de 2010.

23.221 (pdf) (doc)

23.224 (pdf) (doc)

33819.2010.6.00.0000

23.220 (pdf) (doc)

Dispõe sobre o número de membros da Câmara dos Deputados e das Assembleias e Câmara Legislativa para as eleições de 2010. Dispõe sobre a instalação de seções eleitorais especiais em estabelecimentos penais e em unidades de internação de adolescentes e dá outras providências. Protocolo de Cooperação Técnica nº 3/2010

82 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

29667.2010.6.00.0000

23.219 (pdf)(doc)

3973267.2009.6.00.0000

23.218 (pdf)(doc)

Dispõe sobre os atos preparatórios das eleições de 2010, a recepção de votos, as garantias eleitorais, a justificativa eleitoral, a totalização e a proclamação dos resultados, e a diplomação. Instrução Normativa Conjunta nº 1.0195 Carta-Circular do Banco Central do Brasil nº 3.436 23.248 (pdf) (doc) Dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos, candidatos e comitês financeiros e, ainda, sobre a prestação de contas nas eleições de 2010. Dispõe sobre a arrecadação de recursos financeiros de campanha eleitoral por cartões de crédito. Dispõe sobre o voto em trânsito na eleição presidencial de 2010.

23-88.2010.6.00.0000

23.217 (pdf) (doc)

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

22-06.2010.6.00.0000

23.216 (pdf) (doc)

83

36332.2010.6.00.0000

23.215 (pdf) (doc)

12-59.2010.6.00.0000

23.208 (pdf) (doc)

Dispõe sobre os procedimentos especiais de votação nas seções eleitorais dos Municípios que utilizarão a biometria como forma de identificação do eleitor Dispõe sobre o voto do eleitor residente no exterior, na eleição presidencial de 2010 Dispõe sobre a cerimônia de assinatura digital e fiscalização do sistema eletrônico de votação, do registro digital do voto, da votação paralela e dos procedimentos de segurança dos dados dos sistemas eleitorais

13-44.2010.6.00.0000

23.207 (pdf) (doc)

84 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

129

23.205 (pdf) (doc)

132

23.203 (pdf) (doc)

Dispõe sobre os formulários a serem utilizados nas eleições de 2010

130

23.202 (pdf) (doc) Dispõe sobre representações, reclamações e pedidos de resposta previstos na Lei nº 9.504/97 Dispõe sobre a propaganda eleitoral e as condutas vedadas em campanha eleitoral (Eleições de 2010) Portaria RFB nº 94/2010 Instrução Normativa SECOM nº 3/20104

Dispõe sobre as cédulas oficiais de uso contingente para as eleições de 2010

128

23.193 (pdf) (doc)

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

131

23.191 (pdf) (doc)

23.246 (pdf) (doc)

85

127

23.190 (pdf) (doc) CALENDÁRIO ELEITORAL (Eleições de 2010) Dispõe sobre os modelos das telas de votação da urna eletrônica nas Eleições de 2010 22.995 (pdf) (doc) 23.089 (pdf) (doc) 23.223 (pdf) (doc) 23.247 (pdf) (doc) 23.195 (pdf) (doc)

Dispõe sobre pesquisas eleitorais

126

23.089 (pdf) (doc)

86 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

22.995 (pdf) (doc)

Diretório Estadual do Acre Presidente: Idalina Onofre de Brito Fernandes Endereço: Rua Alexandre Fahar, nº 101 - Sala 06 - Bosque Cidade: Rio Branco / AC CEP: 69.909-410 Fone(s): (68) 8118-3734 Fax(es): site: www.ac.pps.org.br e-mail: ppsac@pps.org.br Diretório Estadual de Alagoas Presidente: José Régis Barros Cavalcante Endereço: Avenida Comendador Leao, nº 949 - Jaragua / Poco Cidade: Maceio / AL CEP: 57.025-000 Fone/fax: (82) 3313 7423 site: www.al.pps.org.br e-mail: ppsal@pps.org.br Diretório Estadual de Amazonas Presidente: José Augusto de Souza Rodrigues (Guto) Endereço: Rua Afonso Pena, nº 637 - Centro Cidade: Manaus / AM CEP: 69.020-160 Fone(s): (92) 3231-1690 Fax(es): site: www.am.pps.org.br e-mail: ppsam@pps.org.br Diretório Estadual do Amapá Presidente: Jaci Pena Amanajás Endereço: Rua Jovino Dinoá, nº 3035 - Trem / Central Cidade: Macapá / AP CEP: 68.901-120 Fone(s): (96) 3223-6616, 3223-6581 Fax(es): site: www.ap.pps.org.br e-mail: ppsap@pps.org.br

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

87

Diretório Estadual da Bahia Presidente: George Gurgel de Oliveira End.: Alameda dos Sombreiros, nº 32 - Caminho das Árvores Cidade: Salvador / BA CEP: 41.820-420 Fone(s): (71) 3334-2251, 3334-8196 Fax(es): 3334-2251 site: www.ba.pps.org.br e-mail: ppsba@pps.org.br Diretório Estadual do Ceará Presidente: Alexandre Pereira Silva End.: Avenida Rui Barbosa, nº 2818A - Joaquim Távora Cidade: Fortaleza / CE CEP: 60.115-222 Fone(s): (85) 3225-2634 Fax(es): site: www.ce.pps.org.br e-mail: ppsce@pps.org.br Diretório Regional do Distrito Federal Presidente: Cláudio Abrantes End.: SDS Ed. Miguel Badya, Sala 322 - Asa Sul Cidade: Brasília / DF CEP: 70.394-901 Fone/fax (61): 3321-2521 site: www.df.pps.org.br e-mail: ppsdf@pps.org.br Diretório Estadual do Espírito Santo Presidente: Luciano Rezende End.: Rua Almirante Soído, nº 410 - Edifício San Thomas - Apto. 701 - Praia do Canto Cidade: Vitoria / ES CEP: 29.055-020 Fone(s): (27) 9949-4020 Fax(es): site: www.es.pps.org.br e-mail: ppses@pps.org.br

88 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

Diretório Estadual de Goiás Presidente: Gilvane Felipe End.: Av. Araguaia, nº 827 - Centro Cidade: Goiânia / GO CEP: 74.030-100 Fone(s): (62) 8143-3959 / 9210-0040 Fax(es): site: www.go.pps.org.br e-mail: ppsgo@pps.org.br Diretório Estadual do Maranhão Presidente: Paulo Henrique Campos Matos End.: Praça Catulo da Paixão Cearense, nº 40 - Vila Passos Cidade: São Luis / MA CEP: 65.025-240 Fone(s): (98) 3231-0843 Fax(es): site: www.ma.pps.org.br e-mail: ppsma@pps.org.br Diretório Estadual de Minas Gerais Presidente: Paulo Elisiário End.: Avenida Afonso Pena, n° 2793 - Funcionários Cidade: Belo Horizonte / MG CEP: 30.130-006 Fone(s): (31) 3281-6323 Fax(es): site: www.mg.pps.org.br e-mail: ppsmg@pps.org.br Diretório Estadual do Mato Grosso do Sul Presidente: Athayde Nery de Freitas Junior End.: Rua Antônio Corrêia, n° 767 - Jardim Monte Líbano Cidade: Campo Grande / MS CEP: 79.004-460 Fone(s): (67) 3026-5323 Fax(es): site: www.ms.pps.org.br e-mail: ppsms@pps.org.br

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

89

Diretório Estadual do Mato Grosso Presidente: Percival Muniz End.: Avenida Historiador Rubens de Mendonca, nº 2254 Edifício América Business Center - 5º Andar - Sala 503/504 - Jardim Aclimação Cidade: Cuiaba / MT CEP: 78.050-000 Fone(s): (65) 3054-0344 Fax(es): site: www.mt.pps.org.br e-mail: ppsmt@pps.org.br Diretório Estadual do Pará Presidente: Arnaldo Jordy Figueiredo End.: Travessa Apinagés, nº 212 - Batista Campos - entre Tamoios e Mundurucus Cidade: Belem / PA CEP: 66.025-080 Fone(s): (91) 3241-0654 Fax(es): (91) 3241-0654 site: www.pa.pps.org.br e-mail: ppspa@pps.org.br Diretório Estadual da Paraíba Presidente: José Bernardino da Silva End.: Rua Padre Meira, nº 35, Sls 702/703, Ed. Paraná - Centro Cidade: João Pessoa / PB CEP: 58.013-200 Fone(s): (83) 8827-9677 Fax(es): site: www.pb.pps.org.br e-mail: ppspb@pps.org.br Diretório Estadual de Pernambuco Presidente: Raul Belens Jungmann Pinto End.: Rua Viscondessa do Livramento, n° 98 - Derby Cidade: Recife / PE CEP: 52.010-060 Fone(s): (81) 3421-1883 Fax(es): site: www.pe.pps.org.br e-mail: ppspe@pps.org.br

90 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

Diretório Estadual do Piauí Presidente: Antônio Francisco Félix de Andrade End.: Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - (Assembléia Legislativa do Piauí ) Gab. Dep. Antonio Felix Cidade: Teresina / PI CEP: 64.000-000 Fone(s): (86) 3133-3149 Fax(es): (86) 3133-3151 site: www.pi.pps.org.br e-mail: ppspi@pps.org.br Diretório Estadual do Paraná Presidente: Rubens Bueno End.: Doutor Manoel Pedro, nº 683 - Cabral Cidade: Curitiba / PR CEP: 80.035-030 Fone(s): (41) 3259-3223 Fax(es): (41) 3259-3233 site: www.pr.pps.org.br e-mail: ppspr@pps.org.br Diretório Estadual do Rio de Janeiro Presidente: Plinio Comte Leite Bittencourt End.: Avenida Erasmo Braga, n° 255, Sala 304 - Centro Cidade: Rio de Janeiro / RJ CEP: 20.020-000 Fone(s): (21) 2210-2249 Fax(es): site: www.rj.pps.org.br e-mail: ppsrj@pps.org.br Diretório Estadual do Rio Grande do Norte Presidente: Wober Lopes Pinheiro Júnior End.: Rua Marechal Rondon, n° 1960 - Candelaria Cidade: Natal / RN CEP: 59.064-730 Fone(s): (84) 3234-0901 / 3082-0714 Fax(es): site: www.rn.pps.org.br e-mail: ppsrn@pps.org.br

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

91

Diretório Estadual de Rondônia Presidente: Rubens Moreira Mendes Filho End.: Rua Senador Álvaro Maia, n° 1454 - Olaria Cidade: Porto Velho / RO CEP: 76.801-270 Fone(s): (69) 3221-2300 Fax(es): site: www.ro.pps.org.br e-mail: ppsro@pps.org.br Diretório Estadual de Roraima Presidente: Erci de Moraes End.: Rua Coronel Mota, n° 1775 - Centro Cidade: Boa Vista / RR CEP: 69.301-120 Fone(s): (95) 3623-2542 Fax(es): site: www.rr.pps.org.br e-mail: ppsrr@pps.org.br Diretório Estadual do Rio Grande do Sul Presidente: Antonio Berfran Acosta Rosado End.: Rua Pelotas, n° 280 - Floresta Cidade: Porto Alegre / RS CEP: 90.220-110 Fone(s): (51) 3221-4444 Fax(es): site: www.rs.pps.org.br e-mail: ppsrs@terra.com.br Diretório Estadual de Santa Catarina Presidente: Fernando Coruja End.: Praça XV de Novembro, n° 153, Edifício João Moritz, Sala 102 - Centro Cidade: Florianópolis / SC CEP: 88.010-400 Fone(s): (48) 3333-4114 Fax(es): site: www.sc.pps.org.br e-mail: ppssc@pps.org.br

92 Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

Diretório Estadual de Sergipe Presidente: Wellington Dantas Mangueira Marques End.: Rua Vila Cristina, n° 206 - São José Cidade: Aracajú / SE CEP: 49.015-000 Fone(s): (79) 3211-1222 Fax(es): site: www.se.pps.org.br e-mail: ppsse@pps.org.br Diretório Estadual de São Paulo Presidente: David Zaia End.: Rua Dona Germaine Burchard, n° 352 - Água Branca Cidade: São Paulo / SP CEP: 05.002-061 Fone(s): (11) 3477-2388 / 2157-8823 Fax(es): (11) 36756492 site: www.pps-sp.org.br e-mail: ppssp@pps.org.br Diretório Estadual do Tocantins Presidente: Eduardo Bonagura End.: Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins, Gabinete 11, Praca Girassóis - Plano Diretor Norte Cidade: Palmas / TO CEP: 77.001-902 Fone(s): (63) 3218-4008 Fax(es): (63) 3218-4009 site: www.to.pps.org.br e-mail: ppsto@pps.org.br

Fidelidade Partidária - O PPS Pensando o Brasil

93

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful