You are on page 1of 2

SERMÕES DO PADRE ANTÔNIO

VIEIRA

“Quem é o Padre Antônio Vieira? ”

É um religioso que nasceu em 6 de fevereiro de 1608, em Lisboa, e faleceu em
Salvador, no dia 18 de julho de 1697. Padre Antônio Vieira foi escritor, filósofo e orador
da Companhia de Jesus. De origem portuguesa, veio para o Brasil em 1614 e trabalhou
como escrivão. Antes, em 1609, veio seu pai, que começou a trabalhar no Tribunal da
Relação da Bahia também como escrivão. Vieira começou na Companhia de Jesus em
1623, no ano seguinte fez votos de pobreza, obediência e castidade. Em 1634 já era
sacerdote. Antônio Vieira voltou para Portugal em 1641 e começou a carreira
diplomática. Logo foi nomeado embaixador. Chegou a negociar nos Países Baixos a
questão da invasão holandesa no Nordeste. Foi um defensor dos indígenas, o padre era
contra a escravização e a exploração, sempre buscou evangelizar os índios. Defendia
ainda os judeus, que eram perseguidos para Inquisição. No Brasil novamente em 1652,
continua pregando em favor dos índios e dá aulas de retórica em Olinda. Diferentemente
dos padres tradicionais, criticava a Inquisição e as atitudes dos sacerdotes.

“Quais os objetivos que ele teve ao escrever os sermões? ”

Em essência, criticar o despotismo dos colonizadores portugueses, a influência
negativa que o Protestantismo exercia na colônia, os pregadores que não cumpriam com
seu ofício de catequizar e evangelizar e a própria Inquisição, por isso foi condenado.
Defendia arduamente os índios e sua evangelização, assim como a igualdade racial
(étnico). O padre acreditava que o uso de linguagem rebuscada dificultava o
entendimento dos sermões e que o importante era transmitir a mensagem. Para ele, o
discurso não precisava ser sofisticado demais e sem conteúdo, buscava fazer com que o
outro pensasse.

“A obra do Padre se divide em: ”

Não era propriamente um escritor, mas sim um orador. Vieira deixou cerca de
700 cartas e 200 sermões, assim como obras proféticas, escritos políticos, sobre os
judeus e sobre os índios, bem como a sua poesia e teatro. Tem-se como sermões mais
famosos: o "Sermão da Quinta Dominga da Quaresma", o "Sermão da Sexagésima", o
"Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal contra as de Holanda", o "Sermão do
Bom Ladrão","Sermão de Santo António aos Peixes".

O principal defeito apontado é a voracidade. os maiores devoram os menores. pior ainda. Os pregadores são o sal da terra. e. cabendo ao sal impedir a corrupção. Rémora. falando aos homens. Voadores e Polvo). o orador se despede com uma oração de louvor a Deus. Mas na terra não lhes dão ouvidos. Comente o sermão do santo Antônio aos peixes: Se passa em São Luís do Maranhão. Confessandose pecador. Antônio Vieira exalta as qualidades dos peixes. Torpedo e Quatro-Olhos) e repreende os vícios. O sermão é construído em forma de metáfora. por isso voltam-se para o mar. Duas marcas importantes são a denúncia da corrupção e a analogia dos peixes e homens. na qual Vieira exalta os peixes que. como a obediência (utiliza-se da exaltação aos peixes Tobias. número 09. em respeito e reverência. já que os peixes devoram uns aos outros. A última parte é a conclusão. onde estão os peixes. dirigindo-se aos peixes mas. na verdade. não podem ser sacrificados vivos a Deus e sacrificam-se então. por sua natureza. para que atentem a realidade "Vós sois o sal da terra". A introdução faz o chamamento a população. Gabriel Borsatto. como a soberba e o oportunismo (Roncadores. Pegadores. Turma 301 . Há também a invocação da Virgem Maria.