UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

CENTRO DE LETRAS E ARTES
ESCOLA DE MÚSICA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM MÚSICA – PROMUS
Edital de seleção ao Curso de Mestrado Profissional em Música 2016

EDITAL Nº421/2015
O Coordenador do Programa de Pós-Graduação Profissional em Música-PROMUS e o Diretor
da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no uso das atribuições fixadas
em regulamentação geral da pós-graduação stricto-sensu da Universidade Federal do Rio de
Janeiro, tornam público que estarão abertas as inscrições para o processo seletivo de ingresso
discente para o ano de 2016, na modalidade “Mestrado Profissional”. O presente edital, que se
segue nos termos abaixo descritos, foi aprovado pela Comissão Deliberativa do Programa, em
reunião ordinária de 16 de novembro de 2015 e em reunião de Congregação, em 18 de novembro
de 2015. Informações sobre o Programa podem ser obtidas em sua sede, à Avenida República do
Chile, 330, 21º andar, Torre Leste, Edifício Ventura Corporate Towers, Rio de Janeiro – RJ, CEP
20031-170, em seu sítio eletrônico (www.musica.ufrj.br) ou pelo telefone da secretaria
acadêmica: 21-22628742.
DAS INSCRIÇÕES
Art. 1º - Da data da publicação deste edital, em Diário Oficial da União (DOU), até o dia 15 de
janeiro de 2016 estarão abertas as inscrições para o Processo Seletivo de candidatos a aluno
regular do Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da Escola de Música da
Universidade Federal do Rio de Janeiro – Mestrado Profissional (stricto-sensu), com ingresso em
abril de 2016.
Art. 2º - As inscrições deverão ser efetuadas via SEDEX para o endereço: “Secretaria do
Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da Escola de Música da UFRJ –
PROMUS - Avenida República do Chile, 330, 21º andar, Torre Leste, Edifício Ventura
Corporate Towers, Rio de Janeiro – RJ, CEP 20031-170”.
§ 1º - Somente o candidato ou seu procurador devidamente constituído poderão efetuar a
inscrição.
§ 2º - Não serão aceitas inscrições com documentação incompleta.
§ 3º - A inscrição só será aceita se a data da postagem do SEDEX corresponder ao prazo
estipulado no Art.1º deste edital.

1

com duração de 10 (dez) a 20 (vinte) minutos. V . em suportes videofonográficos.duas fotos 3X4 (impressas em papel fotográfico). Os mesmos deverão ter sido gravados há até 5 (cinco) anos. IX . nacionais ou estrangeiras. É necessária uma carta atestando dia. atuação profissional diretamente relacionada à linha de pesquisa do Programa a que se candidata Art.anteprojeto de pesquisa (em 2 (duas) vias). Os candidatos deverão enviar um vídeo. em condição de colar grau até 18 de março de 2016) e do histórico acadêmico correspondente.ufrj. mas estarão se comprometendo com o Programa a apresentar o referido diploma até o dia 29 de março de 2016. de posse do diploma de graduação poderão participar do processo seletivo. com espacejamento entrelinhas de 1. atestando que o candidato encontra-se em fase final de curso de graduação.cópia do certificado de reservista (para homens). VII .br). a contar da data de envio. a indicação da Linha de Pesquisa do PROMUS (que pode ser conhecida em www. mesmo tendo obtido sucesso no Processo Seletivo. em curriculum vitae e memorial. o título do anteprojeto que pretende desenvolver (expresso com até 200 (duzentos) caracteres com espaços). hora e local desta gravação. em condição de colar grau até 18 de março de 2016. sem o que. 3º . § 2º . obtido na UFRJ ou em outra Instituição de Ensino Superior.cópias simples e legíveis da cédula de identidade (RG) e do CPF. de acordo com os termos da legislação vigente na Universidade Federal do Rio de Janeiro. IV .ufrj. II .ficha de inscrição devidamente preenchida (obtida no endereço www. tamanho 12 (doze). 2 . II . 4º . VIII . enfatizando a produção artística e técnica dos últimos 5 (cinco) anos.Poderão candidatar-se à seleção para o Mestrado Profissional do Programa de PósGraduação em Música. serão automaticamente considerados desistentes. com data da colação de grau.portadores de diploma de graduação plena em Música ou outra área de conhecimento. constituído de: a) folha de rosto com o nome do autor. § 1º .memorial da trajetória acadêmica e profissional do candidato (em duas vias).portadores de declarações emitidas por secretarias acadêmicas.No ato da inscrição os candidatos ou seus procuradores deverão encaminhar via SEDEX (observando-se a data de postagem) a seguinte documentação: I . III . ficando sem efeito a aprovação dos mesmos naquele processo. VI .cópia impressa do seu curriculum vitae registrado na Plataforma Lattes/CNPq (www.musica.musica.Art. apresentado em 4 (quatro) a 10 (dez) páginas digitadas em fonte Times New Roman.5 (um e meio) ponto e com margens de 3 (três) cm.cnpq. condizente com seu anteprojeto.lattes.PROMUS da Escola de Música da UFRJ: I . Os vídeos não deverão conter manipulações técnicas (edições) que permitam o reparo de eventuais problemas de execução musical por parte do candidato. acompanhados de histórico acadêmico oficial com data de colação de grau.br) a que a proposta está sendo submetida. registrado ou revalidado. frente e verso (ou certificado de conclusão de curso de graduação plena ou declaração emitida por secretaria acadêmica. com repertório de livre escolha.cópia do título de eleitor (para brasileiros). no ato de inscrição. atestando que o candidato se encontra em fase final de curso de graduação.Os candidatos que porventura ainda não estiverem. III . instruído por portfólio com registros da produção artística dos últimos 5 (cinco) anos (performances musicais).portadores de certificados de conclusão de curso de graduação.br).cópias autenticadas do diploma de graduação.Os candidatos portadores de diplomas de graduação plena em outras áreas que não em Música deverão comprovar.

Art. § 2º Não haverá segunda chamada de provas.registro nacional de estrangeiro (RNE).dissertação em português sobre questões formuladas pela comissão de avaliação. IV .Os critérios de avaliação adotados pela comissão de avaliação para a prova prática serão os seguintes: I . consistindo em: a) Prova Prática . O possível orientador deverá estar na Banca. c) Defesa de Anteprojeto . Os candidatos são responsáveis pelas formações musicais envolvidas. V . a respeito de trechos de artigos relacionados às Práticas Interpretativas. § 1º O calendário de provas será afixado no quadro de informações da secretaria do Programa e divulgado em seu sítio eletrônico. sob nenhum pretexto. francesa ou alemã (à escolha do candidato).coerência interpretativa. § 3º Após o término de uma prova por qualquer candidato. composta por 3 (três) professores do PROMUS.propriedade e adequação estilística. IV .Candidatos estrangeiros devem apresentar ainda as cópias autenticadas ou cópias acompanhadas dos originais dos seguintes documentos: I . a se realizar no período de 16 a 18 de fevereiro de 2016. devidamente revalidados. para as duas Linhas de Pesquisa – Processos de Desenvolvimento Artístico e Pedagogia Instrumental/Vocal/Regências.A Escola de Música da UFRJ não se responsabilizará. III . II .páginas do passaporte (página de rosto com identificação. página do visto. III . com duração de 10 (dez) a 20 (vinte) minutos. por documentos ou trabalhos originais entregues pelo candidato no ato da inscrição. 3 .A Comissão Deliberativa do Programa examinará a documentação encaminhada no ato de inscrição. 6º . b) Prova de Língua Estrangeira .demonstração de conhecimento do estilo e estrutura da(s) obra(s) apresentada(s). e relacionados à Linha de Pesquisa a que o candidato pretende se vincular.diploma de graduação (frente e verso) e do histórico acadêmico correspondente. 8º . se residentes no país. cujo resultado será divulgado no dia 29 de janeiro de 2016.A prova prática consistirá em uma execução pública de repertório de livre escolha. página com o carimbo de entrada.Os candidatos que tiverem suas candidaturas homologadas submeter-se-ão a provas classificatórias. no dia 29 de janeiro de 2016.§ 1º . consistência e recursos da execução. de acordo com a Linha pretendida. 7º . Art. não será mais permitido o ingresso de candidatos atrasados no local de prova. DAS VAGAS Art. Ela deverá estar em consonância com o anteprojeto do candidato.apresentação oral do anteprojeto pelo candidato (até 5 (cinco) minutos). fluência.domínio técnico e qualidade sonora ao instrumento. página com o carimbo de registro). seguida de arguição da comissão de avaliação (até 15 (quinze) minutos). 5º .postura. DA CLASSIFICAÇÃO Art. § 2º . II .certidão de nascimento ou de casamento. em língua inglesa. no ato de divulgação da lista de candidaturas homologadas. visando à homologação das candidaturas.Será oferecido um mínimo de 10 (dez) vagas.

disponibilidade.A partir da divulgação do resultado final do processo seletivo.Na hipótese de vício de forma. afixado no quadro de informações da secretaria acadêmica do Programa e em seu sítio eletrônico do mesmo (www. Art.objetividade.Os critérios de avaliação adotados pela comissão de avaliação para a defesa de anteprojeto serão os seguintes: I . 12º . não podendo o candidato deixar de comparecer a qualquer prova prevista. por parte do PROMUS. 10º . obrigatoriamente. às 16 horas. Art. 14º . e o Projeto do Mestrado Profissional do PROMUS. § 1º Aqueles que obtiverem média inferir a 6.musica.A partir da divulgação da lista de candidaturas homologadas. desde que interpostos até 5 (cinco) dias úteis após a divulgação do resultado final. requerimentos de reconsideração de resultado somente serão acolhidos se interpostos no prazo de 2 (dois) dias úteis e deverão. serão cabíveis recursos à Comissão Deliberativa do Programa e ao Conselho de Pós-Graduação e Pesquisa da UFRJ (CEPG). II .ufrj. concisão e correção textual. obrigatoriamente.Art. Art. 15º . 9º . requerimentos de reconsideração e de recursos somente serão acolhidos se interpostos no prazo de 2 (dois) dias úteis e deverão. DOS RECURSOS Art. como apresentados em seu anteprojeto. III . 13º . os candidatos mais bem classificados no conjunto de provas. 11º . às 16 horas.viabilidade de realização das atividades propostas no anteprojeto. 4 . II . § 3º O Programa não se obriga a preencher todas as vagas oferecidas. ser protocolados na Escola de Música. e sua divulgação dar-se-á no dia 07 de março de 2016. nem obter nota zero em qualquer prova. no dia 07 de março de 2016. Art. § 2º Preencherão as vagas oferecidas em edital e as vagas adicionais que porventura sejam abertas pelas linhas de pesquisa.conhecimento e domínio de conteúdos.adequação entre os objetivos do candidato. sob pena de desclassificação. ser protocolados na Escola de Música. ao final do processo. com base na avaliação de mérito realizada pelas comissões de avaliação. Art.0 (seis) estarão automaticamente desclassificados.br).O resultado do processo seletivo será obtido por meio de média aritmética das notas obtidas nas três provas realizadas.Os critérios de avaliação adotados pela comissão de avaliação para a prova de língua estrangeira serão os seguintes: I . em 29 de janeiro de 2016.A homologação do resultado final do processo de seleção caberá à Comissão Deliberativa do PROMUS. de orientação e supervisão das atividades propostas no anteprojeto.

Os pedidos de inscrição dos candidatos e as matrículas dos futuros alunos selecionados serão isentos de taxas. Art.ufrj. da Universidade Federal do Rio de Janeiro (disponível no sítio eletrônico do Programa).13. às 10 horas. 16º . 19º . 20º . afirmando sua disponibilidade para dedicação às atividades do Curso. e II – Termo de compromisso devidamente preenchido e assinado pelo candidato. comparecendo à secretaria acadêmica do PROMUS ou se fazendo representar por seus procuradores. 17º .Ao inscrever-se no processo seletivo. 21º . quando participarão de reunião com a Coordenação do Programa. Art.DA MATRÍCULA Art.Os casos omissos serão decididos pela Comissão Deliberativa do Programa. Aloysio Moraes Rego Fagerlande Coordenador Pro Tempore do Programa de Pós-Graduação Profissional em Música Maria José Chevitarese Diretora da Escola de Música Universidade Federal do Rio de Janeiro 5 .O material encaminhado por ocasião da inscrição poderá ser retirado na secretaria do Programa pelo candidato ou seu procurador no período de 10 a 22 de março de 2016. Rio de Janeiro. após o qual será descartado. 18 de novembro de 2015. Art. em 23 de março de 2016. 22º . nesta reunião. para que se possa providenciar a indispensável adaptação. § 1º Não será permitida a matrícula concomitante em outros cursos de pós-graduação stricto sensu da UFRJ. apresentar os seguintes documentos (cujos formulários podem ser obtidos em www.musica. exceto nos casos previstos no Art. Art.Os candidatos classificados que preencherem as vagas oferecidas no processo seletivo deverão efetuar sua matrícula.Candidatos portadores de necessidades especiais deverão entrar em contato com a Secretaria do Programa.As decisões da Comissão Deliberativa do Programa são soberanas. o candidato reconhece e aceita as normas estabelecidas neste edital e no regulamento do Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da Escola de Música – PROMUS. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. Art.br): I – Requerimento de matrícula devidamente preenchido e assinado pelo candidato. com a devida antecedência. 18º . § 2º Não haverá matrícula condicional Parágrafo único – Os candidatos ou seus procuradores deverão. não cabendo aos candidatos recursos encaminhados a outros órgãos e instâncias universitárias.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE LETRAS E ARTES ESCOLA DE MÚSICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM MÚSICA – PROMUS CALENDÁRIO ACADÊMICO 2016–1 ATO ACADÊMICO PERÍODO INSCRIÇÕES Até 15 de janeiro de 2016 RESULTADO DA HOMOLOGAÇÃO DAS CANDIDATURAS 29 de janeiro de 2016 RECURSOS DA HOMOLOGAÇÃO 01 e 02 de fevereiro de 2016 PROVAS CLASSIFICATÓRIAS 16 a 18 de fevereiro de 2016 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 07 de março de 2016 RECURSOS DOS RESULTADOS 07 a 09 de março de 2016 MATRÍCULA 23 de março de 2016 INÍCIO DO PERÍODO LETIVO Abril de 2016 6 .