INTRODUÇÃO A LEITURA

O mundo moderno está repleto de material para leitura. Jornais, revistas e livros,
todos vêm imediatamente à nossa mente. Os
bons leitores sabem como ajustar suas estratégias e habilidades ao material em mãos.

__Uma_ abordagem sobre leitura
Leitura não é uma questão de tudo ou
nada. Pode significar "concepção" (conceber algo é trazer para dentro de si), e é nesse
sentido que usamos a expressão: "Leitura de
mundo". Nossa visão de mundo está intimamente relacionada aos modos e feitos de leitura de cada época e segmento social.
A compreensão e legibilidade de um texto
depende da relação produzida entre leitor e
autor, mediados pelo texto.
Quando se lê, consideramos não apenas
o que está dito, mas também o que está implícito, aquilo que não está dito e que também
está significando. Os sentidos de um texto
estão determinados pela posição que ocupam aqueles que o produzem. Assim, ao compreender a mensagem o leitor passa por urn
processo de decodificação.
I - O que está envolvido nesta leitura?
-Conhecimento prévio do assunto, do
contexto, do mundo, etc.
- Reflexões, inferências, imaginação, ava
liação destas inferências, confirmação ou não
das mesmas, etc.
- Amostragem, predição, teste e confirma
ção (ou não).
II -Que tipos de informações são necessárias em uma leitura?
- Informação visual - aquela que obtemos
no próprio texto.
- Informação não visual - que é o nosso
entendimento da linguagem usada, nossa fa
miliaridade com o assunto, nossa habilidade
em leitura e nosso conhecimento de mundo.
III - O que é inglês Instrumental?
É uma abordagem linguística sistematizada, onde o ensino/aprendizagem parte das
necessidades do aluno-leítor para ler textos
variados com rapidez e eficiência.
Propósito; Por que estamos abordando o
inglês instrumental?
Por um objetivo específico: necessidade do
aluno em ler e compreender (reading
comprehension).

A abordagem instrumental permite
a) mostrar caminho s;
b) desenvolver estratégias;
c) desenvolver habilidades (mostrar ao aluno
que ele poderá executar uma leitura eficiente
em inglês, que atinja os seus objetivos.
IV - Alguns problemas mais comuns na
leitura.
a) Ler palavra por palavra confiando
demais na informação visual (texto), o que.
geralmen te, impede (e muito) a
compreensão do texto.
b) Prestar muita atenção a detalhes, perden
do, com isso, a noção do texto completo,
das
ideias principais, percebendo-se somente as
árvores, e não a floresta.
c) Possuir um vocabulário inexpressivo de
leitura, apoiando-se demais no dicionário para
significados minimamente desconhecidos.
d) Ter um conhecimento limitado de
mundo.
V - Técnicas de Leitura.
a) Predicting: Dentro das circunstâncias do
conhecimento prévio (ou não) do assunto
do texto, o leitor poderá, antecipar algumas
ideias que ele espera encontrar na leitura.
b) Skimming; É a técnica de percorrer os
olhos velozmente pelo texto, num primeiro
encontro - para saber do que se trata,
c) Scanning: Também é uma leitura rápida,
contudo buscam-se informações mais espe
cificas sobre a leitura: é como se fosse um
zoom sobre a questão.
d) Flexibilidade: Permite que se faça uma lei
tura sem a preocupação sequencial, ou seja,
uma informação pode ser buscada sem que,
necessariamente, as informações anteriores
tenham sido devidamente checadas.
e) Seletividade: Para melhor aproveitamento do
meu tempo, devo procurar extrair do texto alvo
da minha leitura informações que me interes
sam, selecionando-as, ou seja, não me preocu
pando com aquilo que não me interessa.
VI - Algumas Certezas.
Todo texto conterá
a) 30 a 40% de palavras cognatas;
b) repetição de ideias e palavras;
c) o próprio "discurso" do autor "conduzin
do" à compreensão.

Exercícios de Aula
Deduzindo o significado das palavras
Durante o processo de compreensão de
um texto escrito em língua estrangeira, você
deve procurar entender as palavras desconhecidas no contexto em que estão sendo
utilizadas. Sendo assim devemos considerar:
(A) o assunto do texto;
(B) tudo aquilo que você já sabe sobre o
assunto (por outras fontes);
(Q as partes do texto que você já entendeu;
(D) as palavras e frases vizinhas.
01. As palavras grifadas não existem na língua inglesa. Tente descobrir seu significado
através do contexto e discuta as estratégias
utilizadas.
1. Camival is my favorite trícle.
2. Some typical Brazilian lups are:
feijoada,vatapá, pato ao tucupi.
3. I'm exhausted! I’d like to grum.
4. Rose drives too ruskly. She's always
having traffic accidents.
5. The kinds of troots I like most are: pear,
banana and peach.
6. Bem botlets rnuch money on clothes
and her husband gets angry with that.
7. The stian film was very good, but the
second was terrible.
8. Vivian was golpal when Paul entered the
room. She didn't expect to see him at the party
so she went away.
9. He has two pilts: a Voyage and a Fiat.
10. I will vemage next month. l will go to
Manaus for t en days.
O exercício anterior nos mostra que é possível chegar ao significado aproximado de
uma palavra sem utilizar o dicionário. Embora seja uma peça importante nesse jogo (alguns autores dizem que a leitura parece um
jogo de adivinhações), é bom lembrar que
até mesmo para consultá-lo é necessário levar em consideração o contexto.
Convém lembrar também que "entender
uma palavra" não significa saber sua tradução exata.