You are on page 1of 18

História da informática da

educação no Brasil

Angela Schinkovicz
Vanessa Caster Taubinger
Pedagogia - Unicentro
A história da
informática educativa
no Brasil teve início na
década de 70.
Objetivos:

Promover o
desenvolvimento social,
político, tecnológico e
econômico;

Garantir o
desenvolvimento pleno
das atividades de
informática;

Desenvolver mão-de-obra
qualificada para as
indústrias em
desenvolvimento.
Precursores

Desde 1966 na UFRJ: inicialmente no Departamento
de Cálculo e em seguida auxiliando o professor no
ensino e avaliação em química;

Em 1973 na UFGS: no desenvolvimento de software
educativo;

Em 1975 na UNICAMP: na introdução de
computadores nas escolas de 2º grau, financiado pelo
acordo MEC/BIRD; e em seguida iniciou-se a
cooperação técnica com o MIT que deu origem às
primeiras investigações sobre a utilização do software
LOGO no auxílio da aprendizagem.

Nesse período, a SEI
(Secretaria Especial
de Informática) vinha
realizando pesquisas
para saber qual a ●
Para auxiliar a SEI
melhor forma de
foi formada uma
aplicar a informática
equipe que contava
na educação;
com representantes
de vários setores –
SEI, MEC, CNPq e
FINEP – que ficou
responsável pelas
primeiras ações.
Primeiras ações
Em 1981 foi realizado o I Seminário Nacional
de Informática na Educação, recomendações:


Prevalecimento da questão pedagógica sobre a
tecnológica;

Atividades de informática na educação
fundamentadas por valores culturais, sócio-políticos
e pedagógicos;

Implantação de projetos-pilotos nas universidades;

Origem do projeto EDUCOM.
“Subsídios para a Implantação do
Programa Nacional de Informática
na Educação”

Documento divulgado
em dezembro de
1981;

Primeiro modelo de
funcionamento de um
futuro sistema de
informática na
educação.
No ano seguinte foi
promovido o II
Seminário Nacional
de Informática na
Educação:

O computador apenas
como um recurso auxiliar
ao processo educacional;

Suas aplicações não
deveriam se restringir ao
2º grau;

Acentuar o caráter
interdisciplinar nas
equipes dos centros-
pilotos.

Para por em prática a
proposta, foi
sugerida a criação de
uma Comissão Oficial
e uma Comissão
Executiva, formadas ●
Em janeiro de 1983
por representantes foi criada a Comissão
da SEI, CNPq e Especial nº 11/83;
FINEP, que seriam ●
Sua função básica era
orientadas pelo MEC.
orientar a utilização
das tecnologias no
ensino-aprendizagem
e acompanhar o seu
desenvolvimento
geral.
Projeto EDUCOM

Foi apresentado em
1983;

Seu principal objetivo
foi estimular o
desenvolvimento da
pesquisa
multidisciplinar
voltada para a
aplicação das
tecnologias de
informática no
processo ensino-
aprendizagem.

No ano seguinte, cinco
universidades
firmaram convênio
com o MEC para
cediar os centros
pilotos;

Nesses centros
seriam desenvolvidas
pesquisas da área e
também ficariam
responsáveis por
disseminar o uso da
informática na
educação.

Em fevereiro de
1986, foi criado o
Comitê de
Informática na
Educação –
CAIE/MEC;

Assim iniciou-se uma
nova fase.
Programa de Ação Imediata na
Educação de 1º e 2º graus
Foi criado em abril do mesmo ano, por
recomendação do Comitê.
Objetivos:

Gerar subsídios;

Desenvolver uma infra-estrutura de suporte;

Estimular e disseminar as aplicações da informática
educativa;

Estimular a capacitação de recursos humanos;

Avaliar a realidade racional e econômica, de acordo
com os objetivos da educação brasileira.
Projeto Formar

Em maio de 1987 ●
Isso tudo através de
com o MEC dirigindo dois cursos de
as ações da especialização em
informática na informática na
educação e também educação na
do Projeto EDUCOM, UNICAMP,
foi lançado o 1º objetivando a
Concurso Nacional de capacitação dos
Software Educativo e professores.
a implementação do
Projeto Formar;
CIEd

Após a formação, os
professores tiveram
que projetar e
implantar, junto a
secretaria de educação,
um Centro de
Informática Educativa;

O objetivo da
implantação desse
centro, foi auxiliar
alunos e professores de
1º e 2º graus e também
da educação especial.
PRONINFE

Todas as iniciativas
anteriores, foram
fundamentais para
estabelecer uma base sólida
para a criação de um
Programa Nacional de
Informática;

A finalidade desse
programa era desenvolver a
informática educativa,
através de projetos e
atividades, apoiados em
fundamentação pedagógica
sólida e atualizada.
PLANINFE

Em 1990 o
Ministério da
Educação aprovou o
primeiro plano de
Ação Integrada;

Assim como o
PRONINFE, esse
plano considerava
muito importante a
formação de
professores.
Assim, apesar das várias dificuldades
encontradas no decorrer da realização dos
projetos, os dados demonstram que muita
coisa foi concretizada no país. Toda essa
contribuição do passado é que possibilita hoje
um novo projeto, ainda em desenvolvimento, o
PROINFO, que possui metas ambiciosas
desde 1997.
Referências


MEC/SEED/PROINFO. História da Informática
Educativa no Brasil. Online. Disponível em <
http://edutec.net/Texto/Alia/PROINFO/edprlist.htm>

MORAES, Maria Candida. Informática Educativa no
Brasil: uma história vivida, algumas lições aprendidas.
Online. Disponível em <
http://edutec.net/Textos/Alia/MISC/edmcand1.htm>

OLIVEIRA, Ramon de. Informática Educativa: dos planos
e discursos à sala de aula. Campinas, SP: Papirus, 1997.