You are on page 1of 25

- Astronomia – ciência que estuda o universo.

- O Universo ou Cosmos, é o conjunto de toda a matéria e
radiações existentes no espaço.
Constituição:milhões de galáxias compostas por gases,
poeiras e corpos celestes (estrelas,
planetas, cometas e asteroides);

Origem: há cerca de 15 000 milhões de anos um ovo
cósmico (glóbulo enorme de energia) explodiu e, ao
expandir-se, originou as galáxias – teoria do
Big-Bang (Grande Explosão ou Teoria Evolutiva).

Galáxia Via Láctea ou Estrada de Santiago. no braço de Órion. .

.

Conclusões iniciais A Terra seria tão velha como os restantes corpos do Sistema Solar. concluiu-se que: •A lua teria a idade aproximada de 4600 M.a.) . Qual a origem do Sistema Solar? Com início das explorações lunares em 1969-1970. O Sol e os planetas do Sistema Solar evoluíram pelos mesmos processos e ao mesmo tempo (há cerca de 4600 M.a. •Certos meteoritos também tinham essa idade.

durante centenas de anos foram elaboradas várias teorias: . Qual a origem do Sistema Solar? No entanto.

arrancando-lhe alguns pequenos pedaços. 1749) O Sistema solar resultou da colisão entre duas estrelas. que terão condensado e originado os planetas. . O Sol foi o primeiro a formar-se sem qualquer planeta a girar à sua volta. Uma outra estrela teria chocado com o Sol. Teorias catastróficas • Hipótese da colisão de duas estrelas (Buffon.

. desintegrar-se-ia. pelo que não seria possível constituir um planeta. a uma temperatura tão elevada. Teorias catastróficas • Hipótese da colisão de duas estrelas (Buffon. 1749) Teoria desacreditada porque a matéria arrancada ao Sol.

1900)  A aproximação de duas estrelas sem colisão. Teorias catastróficas • Hipótese da aproximação de duas estrelas (Chamberlian e Moulton. que continuaram a orbitar na direção em que foram arrancados. teria arrancado pequenas porções de uma delas (por ação dos campos gravíticos). . que se terão condensado e formando os planetas.

. Teorias catastróficas • Hipótese da aproximação de duas estrelas (Chamberlian e Moulton. 1900) Teoria desacreditada pois seria extremamente improvável a passagem de uma estrela próxima do Sol e. o material arrancado certamente voltaria a cair sobre o Sol e não formaria planetas.

a matéria contrair-se. tendo feito. devido às forças de gravitação. .  Esta adquiriu o movimento de rotação.1796) O sistema solar formou-se a partir de uma nébula gasosa (nuvem de poeiras e gases) fria.  As partículas centrais terão originado o Sol e as restantes os planetas.TEORIA NEBULAR de KANT E LAPLACE (1755 .

Logo. . a sua velocidade de rotação teria que ser muito maior àquela que apresenta nos nossos dias.1796) Teoria desacreditada porque o Sol.TEORIA NEBULAR de KANT E LAPLACE (1755 . quando submetido a uma força gravítica tão grande. giraria cada vez mais depressa à medida que o seu volume fosse diminuindo.

começaria a contrair-se/ condensar-se. .TEORIA NEBULAR REFORMULADA Uma nébula fria formada por gases e poeiras muito difusas (material interestelar) em rotação lenta sobre si terá originado o Sistema Solar. A nébula. por ação da atração gravítica entre os seus constituintes (devido à massa).

por fusão do H. formando-se o proto-sol. • o núcleo da nébula começaria a aquecer.TEORIA NEBULAR REFORMULADA A contração da nébula provocaria o aumento da sua velocidade de rotação. • a nébula começou a achatar (em forma de disco aplanado). ocorrendo reações termonucleares. .

Zonação mineralógica de acordo com a Planetas têm diferentes distância ao Sol constituições químicas consoante a sua localização no Sistema Solar.TEORIA NEBULAR REFORMULADA  A nébula começaria a arrefecer lentamente. .  A velocidade de arrefecimento depende da posição no interior da nébula: Regiões situadas na periferia eram mais rapidamente arrefecidas.

223 ºC) a forma forma rochas de gelo de gelo . Mais frio Proto-sol Mais frio CO2. CH4 Água Metais 2000 K 300 K 50 K e N2 sob sob a e (1728 ºC) (28 ºC) (.

os planetesimais (diâmetro até 100 m) que sofrendo novos fenómenos de acreção originariam os protoplanetas.acreção.TEORIA NEBULAR REFORMULADA A força da gravidade no disco protoplanetário faria as partículas maiores atrair as mais pequenas. Originar-se-iam corpos cada vez maiores. . verificando- se a colisão e agregação entre si .

reações nucleares. levando a um rearranjo do material em camadas. . por um processo que se designa diferenciação.TEORIA NEBULAR REFORMULADA Os protoplanetas sofrem um aquecimento interno resultante de vários acontecimentos (bombardeamentos meteoríticos. …).

TEORIA NEBULAR REFORMULADA  Os planetas telúricos ou terrestres teriam aparecido em zonas mais densas do disco protoplanetário. logo mais afastados do Sol. que afastou da sua vizinhança a maior parte dos elementos químicos menos densos. onde as temperaturas eram mais elevadas. Consequência da radiação solar. . Os planetas gigantes ou gasosos formaram-se em zonas menos densas. onde as temperaturas eram mais baixas. no estado gasoso. e têm a mesma constituição que o Sol. isto é. como o hidrogénio e o hélio. mais próximo do Sol.

.TEORIA NEBULAR REFORMULADA  A cintura de asteroides (entre Marte e Júpiter) teria sido formada por um planeta que se fragmentou ou que não se formou devido à influência gravitacional de Júpiter.

Vénus. Planetas mais próximos do sol Formaram-se a temperaturas mais altas São constituídos por materiais com maior ponto de fusão. Terra e Marte Planetas terrestres ou telúricos . Mercúrio. Planetas rochosos com silicatos e ferro e com atmosferas pouco densas.

Saturno. Jupiter. Úrano e Neptuno Planetas gasosos ou gigantes . Planetas mais distantes do sol Formaram-se a temperaturas mais baixas São constituídos por materiais com menor ponto de fusão. Planetas gasosos com materiais pouco densos (H e He) e pobres em metais e silicatos.

 Regularidade das órbitas planetárias (elipsoides. com exceção de Vénus e Úrano. • Densidade dos planetas interiores superior à dos planetas exteriores.ARGUMENTOS A FAVOR da Teoria Nebular Reformulada  Idade idêntica para todos os corpos do Sistema Solar. quase circulares): • Todas as órbitas são quase complanares. à exceção de Plutão. • Movimentos nas suas órbitas são todos no mesmo sentido. formando um disco. • Movimentos de rotação todos no mesmo sentido. asteroides e cometas. .  Existência de meteoritos.  Velocidades de rotação muito elevadas dos planetas gasosos (consequência do movimento que a nebulosa primitiva lhes conferiu).

proporcionadas pela sua grande atração gravitacional. à base de hidrogénio e hélio (semelhante à do Sol) e reduzidos valores de ferro e silicatos. . com atmosferas pouco densas e sem hidrogénio.Esta teoria fornece uma explicação para: • a existência de dois grupos distintos de planetas: Planetas Telúricos e Planetas Gasosos. • os planetas mais afastados do Sol serem grandes e com uma constituição essencialmente gasosa. constituídos por materiais de ponto de fusão mais alto (ferro e silicatos). possuindo atmosferas densas. • os planetas mais próximos do Sol serem pequenos e rochosos.

das luas existentes no Sistema Solar apresentam um movimento de rotação contrário ao das restantes. . .A velocidade do movimento de rotação do Sol deveria ser muito mais elevada do que é. .ARGUMENTOS CONTRA a Teoria Nebular Reformulada .A rotação do disco de acreção faria a matéria gasosa espalhar-se e não condensa-se.Um terço.Nem todos os planetas apresentam um movimento de rotação no mesmo sentido (Vénus e Úrano giram em sentido contrário). aproximadamente. .