You are on page 1of 8

1

O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Vânia Aparecida Faria da Silva

RESUMO

Este artigo tem como objetivo refletir sobre o uso de novas tecnologias na educação,
pretende apresentar também alguns indicativos e ideias que possam orientar a
otimização do ensino por estudantes de educação do nível Básico e superior de uma
forma geral. O avanço das novas linguagens tecnologias precisa ser selecionado,
avaliadas, compiladas e processadas para que se transformem em conhecimento
válido. As tecnologias sempre estiveram presentes na sociedade e, de certa forma,
influenciam na percepção e conceitualização do mundo. A presença das novas
tecnologias nas mais diversas esferas da sociedade contemporânea é
imprescindível, orientar os docentes para uso das novas tecnologias de
comunicação e de informação, como tecnologias interativas em projetos políticos
pedagógicos, tanto no seu desenvolvimento contínuo, quanto na sua prática em sala
de aula, se faz imprescindível. Essa urgência se deve, não apenas, no sentido de
preparar as pessoas para usufruí-las, mas especialmente, para prepará-los como
leitores críticos e escritores conscientes das mídias que servem de suporte a essas
novas tecnologias de informação. Não basta ao cidadão, hoje, só aprender a ler e
escrever textos na linguagem verbal. É necessário que ele aprenda a ler e as
diversas linguagens, e as suas representações que são usadas nas mais diversas
áreas da revolução tecnológicas.
Palavra-chave:Tecnologias,Educação e docentes.

Abstract

This article aims to reflect on the use of new technologies in education, seeks
to present also some indications and ideas that can guide the optimization of
teaching for students of Basic and higher level education in General. The
advancement of the new language technologies needs to be selected,
evaluated, compiled and processed so that become valid knowledge. The
technologies have always been present in society and, to some extent,
influence the perception and conceptualization of the world. The presence of
new technologies in various spheres of contemporary society is essential to
guide teachers to use of new communication and information technologies,
such as interactive technologies in pedagogic political projects, both in their
development and in their classroom practice, if you must. This urgency is due,
not only to prepare people to take advantage of them, but especially.

Keyword: technologies, education and teachers.

Será mesmo? E qual seriam realmente as vantagens e desvantagens dessa interferência digital em nossos dias? As recordações da Educação nos dizem que. . Com a explosão da computação e. nem governar informações para um indivíduo e sim servir como mediador desse processo. estaria sendo realmente transmitida. conseqüentemente da internet. e de uma busca interminável de conhecimento. educar não é adestrar. a sociedade da informação. Neste contexto que refletimos sobre o uso de novas tecnologias na sala de aula haja visto alunos busca na tecnologias apenas o que lhes interessa e muita das vezes nada lhe acrescenta um aprendizado amplo. demora-se um tempo para os indivíduos incorporarem os avanços e aprendam como utilizá-las. passou-se a considerar que disponibilizar informação em uma página da Internet seria um processo educativo contínuo e a formação da língua escrita dessa pessoa. com muita mais eficácia e rapidez que ontem. com novo formato de receber e transmitir informação. Não basta adquirir máquinas e equipamento é preciso saber usar para reproduzir novas condições de aprendizagem e estilo de vida. As pessoas hoje em dia. têm acesso ao mundo e as suas tradições culturais. de forma correta. O impacto das novas tecnologias não é de imediato. 2 INTRODUÇÃO Estamos diante de um novo século. com uma nova sociedade.

são particularmente úteis para o professor de língua estrangeira. O aprendizado deve ser interligado. Podem ser realizadas produções de textos baseadas em histórias em quadrinhos disponíveis na rede (www. Sites de notícias podem ser visitados para analisar.com. e agora ferramenta para a sala de aula. A internet é uma fonte riquíssima e excelente aliada do professor de português. o passado torna-se presente. O mesmo jornal pode ser trabalhado no formato de telejornal. por exemplo. Gráficos e tabelas no Excell podem ser elaborados com o auxílio do professor de matemática. e os alunos poderão fazer gravações com câmeras digitais. realizadas através de programas como o Skype. Febre entre a garotada. Ideias abstratas tornam-se passíveis de visualização. pode-se trabalhar o texto jornalístico. por exemplo. são os sites de relacionamento e os blogs.br). e sim uma aula que veio antes de uma aula e depois de outra. Cada aula não é uma aula. em séries equivalentes. 2008). A professora pode incluir comentários nos textos dos alunos sem alterá-los e depois pedir que revisem.turmadamonica. Em língua portuguesa. o microscópico torna-se grande. O essencial é que as aulas obedeçam a uma cadeia de ideias que deixe o aluno orientado em relação ao que está aprendendo. Nessa seqüência. e os próprios alunos montam um jornal da escola utilizando programas no computador. Com atividades dirigidas e objetivos claramente . para que os alunos possam conversar on-line. artigos sobre o meio ambiente e alguma questão que envolva a comunidade local podem ser criados com o apoio dos professores de ciências e geografia. Outra atividade interessante é pedir aos alunos que pesquisem na internet um texto narrativo e solicitar que mudem o gênero textual para poesia ou teatro (Magalhães e Amorim. por exemplo. 3 O que vem sendo feito Os recursos tecnológicos devem servir como extensões do professor. que poderá acordar com professores de outros países que ensinam a língua em questão. podem ser trabalhados textos utilizando apenas um computador e um programa Word. como determinado país divulgou um acontecimento de âmbito mundial. facilitando o aprendizado e transformando o conteúdo em objeto de curiosidade e interesse. As videoconferências.

todos os recursos por meio dos quais esses conteúdos foram trabalhados. o professor traz para a sala de aula um elemento da realidade do aluno. Um papel que precisa ser reavaliado é o da televisão em sala de aula. já que está diretamente ligado ao conceito de lazer. é um grande aliado da ação pedagógica. ajudam a prepará-lo para um mundo em que se espera que ele conheça. Vídeos no Youtube. Independentemente do recurso tecnológico em questão. O papel do professor. que é normalmente o padrão escrito. por exemplo. palavras cruzadas e forca são alguns exemplos de exercícios interativos. É a fonte natural da língua. Desse modo. Há um grande número de programas a serem analisados a fim de introduzir um conteúdo. entre outros. mais acessível para alunos de qualquer contexto social. desenhos. fugindo da linguagem tradicional da escola. músicas e vários outros recursos são mais alguns exemplos de que não é necessário viajar para o exterior para ter contato com falantes nativos de inglês. é o de mediador. programas de auditório. noticiários. O vídeo. é possível levar para a escola oportunidades reais de uso da língua estrangeira ou mesmo da língua materna. Os recursos tecnológicos. aproveitando todos os benefícios educativos que os recursos tecnológicos podem oferecer. auxiliando o aluno a alcançar seu potencial máximo. 4 estabelecidos. especialmente os jogos on-line. o professor é o sujeito capaz de mediar o aprendizado e torná-lo mais atrativo. Não podemos esquecer os sites de atividades interativas. Isso já representa uma necessidade de aprender uma língua estrangeira. Atividades como bingo. Desde formulários para diversas finalidades até a inscrição em muitos sites de relacionamento terão de ser preenchidos em inglês. aprofundá-lo ou ilustrá-lo. A internet tem papel fundamental no ensino de língua inglesa. uma vez que muitos querem uma razão para isso. documentários. bem mais do que aguçar a curiosidade do aluno em relação ao que está sendo ensinado. além dos conteúdos escolares. clipes. anagramas. como novelas. divertido e interessante para os alunos. caça-palavras. .

mas também essencial. Faz-se. Contudo. a escola cumpre duplamente seu papel: ensina e educa. . apoiados em fundamentação pedagógica sólida e atualizada. nome do autor não indicado). A implantação (mudança) se inicia e continua com a criação de certa infra-estrutura tecnológica e de um programa de utilização em que os professores sejam treinados operacionalmente. com o objetivo de desenvolver a informática educativa no Brasil. São muitos os benefícios trazidos pelos recursos tecnológicos à educação. com essas novas tecnologias. com os elementos observados. 5 O aluno tem direito ao acesso às tecnologias na escola: "A sólida base teórica sobre informática educativa no Brasil existente em 1989 possibilitou ao MEC instituir. indispensável o desenvolvimento contínuo de intercâmbios cumulativos desses alunos com dados e informações sobre o mundo e a história de sua natureza. site do MEC/SEED/PROINFO. de sua cultura. é preciso que o professor conheça as ferramentas que tem à sua disposição se quiser que o aprendizado aconteça de fato. Ao se trabalhar. posicionando-se e expressando-se. Para a introdução de novas tecnologias na educação é preciso reestruturar as salas de aula deverá mudar como já mudaram em algumas instituições de ensino no Brasil e estão mudando em muitas regiões do mundo. de modo a assegurar a unidade política.PRONINFE. técnica e científica imprescindível ao êxito dos esforços e investimentos envolvidos" (História da informática educativa no Brasil. educando para um mundo no qual a tecnologia é não só necessária. o Programa Nacional de Informática na Educação . elaborados que serão mais bem avaliados. através de atividades e projetos articulados e convergentes. de modo significativo. ele implica aliar método e metodologia na busca de um ensino mais interativo. Assim. O uso das tecnologias na escola está além de disponibilizar tais recursos. através da Portaria Ministerial nº 549/89. O QUE ENSINAR NA ERA TECNOLOGICA Trabalhar com as tecnologias (novas ou não) de forma interativa nas salas de aula requer: a responsabilidade de aperfeiçoar as compreensões de alunos sobre o mundo natural e cultural em que vivem. adequadamente.

especialmente. para ajudá-los a desenvolverem conceitos. no domínio das mesmas e poderem orientar seus alunos a “lerem” e “escreverem” com elas. apoderar-se de suas potencialidades. com isso. Os professores não devem substituir as “velhas tecnologias” pelas “novas tecnologias”. precisam usá-las para educar. e dominar sua eficiência e seu uso. 6 capacitados metodologicamente e filosoficamente para a utilização dessas novas tecnologias na sua prática pedagógica. usar cada uma naquilo que ela tem de peculiar e. saber de sua existência. aproximar-se das mesmas. e os cursos superiores precisam preparar esses novos docentes para não perderem o controle das tecnologias digitais que são requeridas ou se dispõem a usar em suas salas de aulas. Considerações que serão o alicerce para a edificação de seus novos conhecimentos. métodos. isto é. táticas para coletar e selecionar elementos. É muito inquietante como os professores estão se afastando dessas práticas alternativas. mas. Para finalizar estas idéias. E a pesquisa com as novas tecnologias tem características diferentes que estão diretamente ligadas à procura da constante informação. O papel dos professores tem que mudar também. portanto. aprenderem como manipulá-las e não se permitirem serem manipulados por elas. familiarizar-se com elas. Mas para tanto. antes de tudo. melhor do que a outra. . se adequar das novas para aquilo que elas são únicas e resgatar os usos das velhas em organização com as novas. e eles também. apresentando. mas também na sua atividade de pesquisa continuada. Os docentes devem construir e trabalhar em conjunto com seus alunos não só para ajudá-los a aumentar capacidade. escolha metodológica tão discutida hoje em dia e que vem sendo exercitada por profissionais das áreas mais variadas da educação. não podemos deixar de destacar a importância de se repensar os métodos docente a partir de uma maior valorização da metodologia de interação e colaboração mutua que devem estar presentes proporcionalmente na educação à distância quanto na educação presencial. O uso e influência das novas tecnologias devem servir ao docente não só em relação à sua atividade de ensino. muita oposição e resistência. criando novos saberes e novos usos. para poderem estar. devem. Os professores precisam aprender a manusear as novas tecnologias e ajudar os alunos a.

os processos de construção de conhecimento sobre a forma de aprendizagem de alunos e professores são fenômenos que necessitam ser mais estudados por ambos. Atendimento Educacional Especializado e tantos outros. Pró-letramento.SEED. às diferentes tecnologias de informação e de comunicação. precisam estar profissionalmente qualificados e. Pró-licenciatura. tais como o Pró-infantil. Por fim. mais. os professores. deste modo. Pró-formação. por insegurança ou falta de proficiência. de comunicação ou de informação. estão apoiando com seus vários “sistemas de formação de professores” que envolve o ensino a distância por seus diversos programas por essas novas tecnologias digitais. com uma bagagem de conhecimento bem maior à que a dele. se quer ou não praticá-las na educação a distância ou não. Também o Ministério da Educação. CONSIDERAÇÕES FINAIS Os professores precisam sempre estar reciclando seus conhecimentos e só depois eles poderão ter a competência para escolher se querem ou não usá-las. através da Secretaria de Educação à Distância . não se pode falar em qualificação sem assimilação das novas tecnologias. seja ela. principalmente pelos professores que devem estar em uma constante busca de conhecimentos. Os Cursos de Educação à Distancia são exemplos desta iniciativa. Ao usar essas novas tecnologias. . seus novos alunos já estão vindo. O que não é mais aceitável é que se faça resistência a umas e/ou a outra tecnologia. muita das vezes. Pois. hoje. Portanto. 7 A educação precisa repensar seus métodos curriculares e preparar seus docentes tanto para se apropriarem das novas tecnologias de informação e comunicação quanto para a prática da educação a distância que se vê viabilizada. considero que. educadores e docentes de ensino superior. é fundamental que ele não se deixe usar por elas. de novas tecnologias. É primordial que os professores se ajustem.

novaescola.br/revista-patio/artigo/5945/o-uso-das-tecnologias-na- educacao.aspx acesso dia 10-11-2016 http://acervo. .br/blogs/tecnologia-educacao/ acesso 09-10-2016.grupoa. 8 REFERÊNCIAS https://loja.com.org.