You are on page 1of 4

Escola ________________________________ HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL

Nome: ___________________________________ Ano_____ Turma ______

O ESTADO NOVO
1928 – Com a condição de controlar os gastos dos outros Ministérios, o Dr.
Oliveira Salazar aceitou ser Ministro das Finanças a pedido do Presidente da República, Marechal Carmona.

A política de poupança que impôs, aumentando os impostos e reduzindo as despesas de todos os ministérios, permitiu-lhe terminar o seu primeiro ano de governo com um saldo financeiro positivo.

1832 – Salazar tornou-se Primeiro Ministro.

Obras públicas:
Com o objectivo de desenvolver o país, Salazar leva a cabo uma série de obras públicas: • Aproveitamento hidráulico, comunicação, justiça, saúde, cultura, educação e desporto.

1933 – Aprovação de uma nova constituição que criou o Estado Novo:
• • O governo passa a ter mais poder; Diminuem as liberdades e direitos dos cidadãos: - não podiam organizar-se livremente em partidos políticos; - não podiam escolher deputados; - não podiam associar-se em sindicatos; - não podiam escrever ou dizer o que pensavam.

Por isso, dizemos que Salazar governava em ditadura, controlando tudo e todos.

Com esse objectivo criou: • • Partido único chamado União Nacional; Censura (nenhum livro, artigo de jornal ou imagem podia ser publicado ou difundido sem antes ter passado pela fiscalização dos censores. • • Polícia Política – P.I.D.E. Campanhas de propaganda a favor do governo, feitas através: - Livros escolares; - Mocidade Portuguesa (dos 11 aos 14 anos); - Imprensa, rádio e televisão.

OPOSIÇÃO POLÍTICA

A partir de 1945, quando os países democráticos europeus saíram vencedores da 2ª Guerra Mundial, Salazar viu-se forçado por pressões internacionais a permitir que os seus adversários participassem na vida do país. Pela primeira vez em vinte anos, marcou eleições onde a oposição podia intervir. Contudo, não lhe deu condições para sair vitoriosa: - Não tinham liberdade de fazer campanha política; - Listas de eleitores falseadas; - Não havia fiscalização no momento da contagem dos votos.

Um episódio da oposição

Em 1958, nas eleições para a Presidência da República, Humberto Delgado conseguiu ter muitos votos e foi uma ameaça ao candidato

da União Nacional, Américo Tomás. Em 1965, o “General Sem Medo”, Humberto Delgado foi assassinado pela PIDE.

Nos anos 60 cresceram os movimentos de contestação ao regime: greves, revoltas e

manifestações envolveram militares e civis, nomeadamente estudantes e alguns católicos.

1868 – Salazar, gravemente doente, foi substituído por Marcelo Caetano na
presidência do Conselho de Ministros.

EM ÁFRICA, A GUERRA COLONIAL

A partir do fim da 2ª Guerra Mundial, os povos colonizados pelos países europeus obtiveram a pouco e pouco a sua independência de uma forma pacífica ou através da luta armada. Os povos das colónias portuguesas vendo que outros tinham obtido a liberdade, também a quiseram. Porém, Salazar recusava admitir tal hipótese.

1961 – Início da guerra em Angola. 1963 – Início da guerra na Guiné. 1964 – Em Moçambique, a FRELIMO iniciou a luta armada contra Portugal.

Durante 13 anos, Portugal travou uma luta desgastante nestes três territórios – Guerra

Colonial. Morreram mais de oito mil soldados portugueses e cerca de vinte e oito mil
ficaram feridos ou mutilados. Esta guerra só terminou com a mudança de regime português em 25 de Abril de 1974.