You are on page 1of 2

Teocracia

 A doutrina teocrática, em todas as suas variações, possui como postulado principal o
caráter divino do PODER do governante.
 Existem três tipos de doutrina teocrática:
o A doutrina da natureza divina dos governantes;
o A doutrina da investidura divina;
o A doutrina da investidura providencial.
 A doutrina da natureza divina dos governantes:
o É a mais radical das doutrinas teocráticas;
o Fornece ao poder do governante e aos próprios governantes caráter divino,
transformando-os em deuses;
o Exemplos: os faraós do Egito, os imperadores romanos, o Imperador do Japão
até o fim da Segunda Guerra Mundial.
 A doutrina da investidura divina:
o É uma doutrina cristã;
o Segundo essa doutrina, o poder é um instrumento divino destinado à
conservação da sociedade:
 Tal poder é delegado a um governante, que passa a representar Deus
na Terra.
o É importante observar que nessa doutrina o monarca NÃO possui atributos
divinos, ou seja, é visto em sua condição HUMANA:
 O monarca, ser humano, é visto como um escolhido direto por Deus
para a execução da vontade divina na Terra;
 Detentor do conhecimento da vontade de Deus, o monarca deve
prestar contas somente a Deus, jamais aos homens. Por conseguinte,
resta ao povo somente obedecê-lo sem questioná-lo.
 A doutrina da investidura providencial:
o Nessa doutrina, apenas o PODER possui origem divina;
o A figura do monarca e o processo de escolha do monarca livram-se de todo
aspecto divino;
o Foi desenvolvida principalmente por São Tomás de Aquino;
o Segundo essa teoria, os homens são responsáveis por escolher seus
governantes, não Deus:
 Quebra-se então a rigidez da estrutura monárquica;
 Observa-se aí uma incipiente democracia, visto que os governados
passam a influenciar na escolha dos governantes;
 Ocorre um encontro entre a finalidade da soberania e as ideias
democráticas da origem e do exercício do poder político.
 Características da teocracia:
o A soberania NÃO reside em nenhuma entidade temporal ou humana, mas sim
em uma DIVINDADE;
o Funda um sistema político de teor sacerdotal;
o Segundo o jurista Bluntschli, a teocracia pode degenerar na idolocracia:
 A idolocracia caracteriza-se pela veneração dos ídolos e pela prática
de baixos princípios religiosos extensivos à ordem política.