You are on page 1of 4

Palestra Van Dijk – 27/11/2012

Proposta teórica de contexto:
Discurso em contexto: contextualização de fenômenos sociais.
Conhecimento para uns pode ser crença para outros.
Diferente de contextualização na sócio: variação com parâmetros sociais.
Para ele não há interface. Correlação não é análise; há necessidade de
expor relações lógicas, tipo causalidade, agentividade.
Não há relação direta entre contexto e discurso. Para ele há uma interface
cognitiva.
Contexto é modelo mental: construção mental/interpretação da situação.
Construção subjetiva dos participantes de um discurso.
Mental models / situation models

Representação do evento mencionado, em referência.

Modelos de experiência

“O que está acontecendo agora?”

O centro do modelo mental é o “eu”.
Psicologia cotidiana

Construção de modelos mentais da situação que ocorre; modelo dinâmico
Modelo de contexto é a situação de comunicação encenada.

Realidade sociológica X interpretação das situações?

Está no cérebro?

Memória episódica ou autobiográfica; funciona por ativação/de-ativação

Narrativas são ativações de modelos mentais.

Modelo mental (semântica do discurso) x frames (??)

Modelo de contexto (pragmática do discurso) é o modelo mental da situação
de comunicação; enseja o approppriateness: quais suas estruturas.

Impossível um modelo de contexto com muitos parâmetros; eles são
simples e só consideram as dimensões relevantes de uma situação de
comunicação.

Variante do modelo de contexto cotidiano.

Para falar você precisa saber onde você está.
Categoria : Lugar
Perda de referências locativas (Alzheimer)

Participantes: identidades, papeis e

Saber o que sabem os outros: a projeção.

Manifestação do conhecimento dá-se em todos os níveis linguísticos. espaço podem ser reconstruções. Saber o que é. Modulam-se estes modelos. Dwdw: categorias como tempo.Normalização epistêmica. Modelo de contexto é multi-modal Modelos de contexto decidem o que é relevante a ser comunicado.. Pressuposição e implicitude têm a ver com os conhecimentos dos interlocutores: o que sabe o meu interlocutor? Modelo de contexto é similar a um filtro. Análise contextual do discurso: Descrição da estrutura do contexto/ situação da comunicação. Não há cisão entre indivíduo e sociedade nestes modelos? . Approprriateness pode ser aplicado aos grupos ideológicos.. Efeitos contextuais do discurso. Quem? ~qual papel? Com que objetivo? Em qual situação? Comunidade epistêmica! Common ground: O que você pode inferir de discursos anteriores Comunicação recente Oração anterior: tópico/ foco ou comentário dado/novo Mudança ao longo de cada oração: O modelo de comunicação é dinâmico. e não fenômenos em si Modelos de contexto atribuem/definem os papeis? O que a gente sabe dentro de uma comunidade epistêmica.

Para construir este frame local. Modelo de contexto é parte da memória episódica. Análise epistêmica. Distinguir os conhecimentos pressupostos. Apreensão de traços? Perspectiva: modelo pessoal de representação ou modelo de representação pessoal. Perspectiva rotula? Discurso é multidimensional. Distribuição de informação no discurso: o tópico frasal. conhecimento dio mundo em geral. Conceito muito vago Memória episódica: um tipo de consciência sobre o momento. Conhecimentos ideológicos. o que está sendo vivido no momento.. Conhecimento multimodal: barsalou Argumentação para ele está no nível mais lógico/racional. Tópico do texto é uma macroestrutura propositiva que controla microproposições: coerência global é regulada. Diferentes tipos de valoração. Modelo vive dinâmica de estabilidade e instabilidade: Intersubjetividade/perspectivização e relevância.. Tarde: lembrar do uk/ frames/ domínios conceptuais Frame é um conceito muito geral Modelos mentais são tipos de frames. Entre conhecimento e ideologia temos Appraisal theory: Martin and White Teoria da valoração. Os modelos estão mudando a cada segundo. a comunicação é multimodal.. Generalização de uma série de eventos. .. Taken for granted.Estruturas diferentes: saber o que é ditadura e o que foi a ditadura brasileira.

. Análise: Dissonância cognitiva. Qual a base cognitiva de um discurso manipulador? Modelo mental de consumo. Manipulação: Ver a polarização dos discursos.Enfatizar ou desenfatizar dimensões semânticas.