You are on page 1of 4

Centro Universitário UniBrasil

Curso – Direito

Disciplina – Direito e Sociedade I

Docente – Sandro

Discente – Gustavo H. Garcia de Almeida - RA:
2015200120 / Joel – RA: 2014200197 / Lucas –
RA:2015200238 / Wilson – RA: 2015200118

Avaliação: Questionário: Durkheim – Webber – Marx /
Resumo: Franz Kafka

Curitiba 2015

tornando os indivíduos muito semelhantes. jurídicas e afins. Pois. porem Durkheim vê o lado social. diferente da religiosa. Visão de Weber sobre o Trabalho: A ética protestante está muito enraizada na conduta de vida capitalista. dinheiro e capital. nesta sociedade ao contrário da mecânica. Na sociedade mecânica a diversidade das funções no trabalho é mínima. Ele parte do ponto em que a sociedade pode ter dois tipos de relação social ou solidariedade social. políticas. e o capitalista por sua vez. segundo Weber. nesta sociedade há várias funções e tarefas. sendo elas. Weber reflete sobre a seriedade e a devoção com que o capitalista leva o dinheiro e o trabalho. ele argumenta que esse fato altera as relações sociais. volta sua prática “ascetissista” ao trabalho. o problema da origem do capitalismo não pode ser alicerçado na religião como fator principal. No entanto. que se fossemos levar em relação o fator econômico diríamos que isso gera um aumento da produtividade. Na sociedade orgânica há uma divisão do trabalho ou a especialização do trabalho. mas. pela honestidade e pela dedicação ao trabalho. esse problema autoriza causas complexas e múltiplas. mas. Contudo. . pois é a partir do trabalho que se dá muitas vezes o nosso processo social. que levam uma vida dedicada à oração e penitência. além de ter uma coesão social muito forte pois partilham os mesmos valores morais. contudo. militares. Ascesse é o comportamento típico dos monges. como uma ação sagrada e digna de ser feita com devoção e seriedade.Visão de Durkheim sobre o trabalho: Para Durkheim o trabalho é de suma importância. a orgânica não tem uma grande coesão. também é uma pessoa ascética. do outro lado a religião vai fazendo com que o cidadão leve também o trabalho não como pecado. econômicas. sendo assim as funções muito parecidas. motivado pelo sentido de dever. ser capitalista é ser disciplinado. técnicas. Weber diz que. que seriam a mecânica e orgânica.

os proprietários de terra e os burgueses ou capitalistas. desvinculando-se da sua utilidade prática imediata. mas. o processo de trabalho ocupa um posto muito importante e tem um aspecto duplo. No pensamento econômico de Marx. Na sua teoria. as relações econômicas e materiais que os ínvidos tem. para se institucionalizar o espírito do capitalismo foi preciso sobrepujar o “tradicionalismo”. que é o processo de produção material da existência no capitalismo. o de transformação material e o de valorização do capital. o trabalho tem de ser tomado com referência a alguma coisa. o proletariado. a idéia de que o ser humano não quer ganhar dinheiro só por dinheiro. Sendo assim. ou seja. Sua importância. refere-se à maneira como pode se encaixar em um sistema mais amplo. viver como está habituado e ganhar o necessário para tais fins. Em relação as lutas de classes Marx dizem que isso é uma expressão das contradições econômicas da sociedade. a saber. . Weber insiste na tese de que o “espírito” do capitalismo não pode ser confundido com a “forma” do capitalismo. que está dividida em três classes. Visão de Marx sobre o Trabalho: Para Marx se você quer entender a sociedade você então deve compreender a economia. Portanto. nesse caso.

Essa dificuldade é relevada por conta de não ficar claro a mensagem expressado pelo porteiro e ou guarda da lei. Assim como o homem do campo pensava. conhecimento a esse direito. . com tudo fica uma dúvida em que o homem se depara. sendo possível a admissão posteriormente.Diante da Lei – Franz Kafka O texto relata a dificuldade que a cidadão comum enfrenta para ter acesso à lei. será que eu ou nós estamos sendo enganados por não ter acesso imediato a lei. ou quem não nos dá esse direito por apenas ter a função de proteger o acesso dos cidadãos ao poder e também não ter o devido acesso. hoje a sociedade pensa de mesma forma que a lei devia ser acessível a todos e a qualquer hora. Ao tentar adentrarmos na lei a resposta sempre é a mesma dita ao homem do campo que a entrada não era admitida de imediato.