SEMINÁRIO TEOLÓGICO BÍBLICO

SETEB

ACONSELHAMENTO BÍBLICO – PSICOLOGIA PASTORAL

Prof. Dir. Evaristo Filho

Disciplina Acadêmica – Psicologia Pastoral aluno – Mesaque Bastos

INTRODUÇÃO

A matéria que vamos aprender no decorrer da apostila, vai nos direcionar e explicar
sobre o aconselhamento bíblico e vai mostrar que ela não está só direcionada ao ministério
pastoral, mas que ela também é uma obrigação a todos os membros da igreja que estão
solidificados e com o compromisso da palavra do Senhor.
Também focaremos na apostila sobre o verdadeiro sentido do aconselhamento bíblico
e mostrando as distorções sobre essa matéria. Mostraremos como a teologia é à base do
aconselhamento bíblico e que uma interliga com a outra, pois a fonte é uma só, a Bíblia
Sagrada.
Nós também procuraremos nesse trabalho mostrar as diversas doutrinas bíblicas que
vão orientar no aconselhamento bíblico e como elas se interagem. O aconselhamento bíblico
ele vai contra a psicologia moderna em assuntos que ferem o princípio bíblico e veremos isso
no decorrer do estudo. A apostila entrará também no aspecto físico e espirituais que o
aconselhamento bíblico age na vida do ser humano, mostrando no final que a vontade e
permissidade de Deus nos acontecimentos de nossas vidas estão relacionadas aos nossos atos
pecaminosos e também por doença verdadeiramente vem por nossa condição de pecador.
Espero que você caro leitor possa sentir a presença de Deus ao ler esta apostila e que ela te
traga a palavra de Deus viva em sua vida.

1
AS DEFINIÇÕES E NÃO DEFINIÇÕES SOBRE ACONSELHAMENTO BÍBLICO.

O aconselhamento bíblico não pode ser visto como um uso restrito para aqueles que
possuem diploma de curso superior, mas sim para todos aqueles que diligentemente estão em
comunhão com cristo Jesus. Essa comunhão é centrada em Deus para que o aconselhamento
gere frutos e esses frutos ajudem as pessoas a alcançarem a plenitude de Deus.

O homem e a mulher com o sensível coração profundo em Cristo Jesus é motivado
por esse amor a fazer pelo próximo na qual é transformado em ação fortalecendo,
encorajando e disciplinando o aconselhado por meio da palavra de Deus. Incentivando-o a
desfrutar de Deus, para que o mesmo tenha vitória sobre as lutas contra o pecado e nas suas
responsabilidades moral espiritual e éticas, para que tudo que ele faça, Deus seja glorificado
em sua vida.

O aconselhamento bíblico na pode ser considerado dentro da igreja como uma
atividade esporádica ou em segundo plano dentro da igreja, ele faz parte da doutrina da igreja
e deve ser sempre usado intensamente, pois todos dentro da igreja precisam ser orientados.
Essa obra deve ser abraçada com muito amor e zelo pelas pessoas.

Quando fui buscar uma definição para o aconselhamento bíblico eu pesquisei e achei
uma definição muito linda a respeito disso, O Dr. Jay Adams diz que o aconselhamento
Bíblico pode ser definido como uma resposta do profundo amor que temos por Deus e
pelo próximo, que nos motivará a estender as mãos aqueles que sofrem. Então pude ver
depois de ler várias definições sobre o aconselhamento bíblico que ele se baseia na redenção
consumada de Cristo, que através da exposição correta da palavra é aplicada pelo Espírito
Santo no coração dos Homens.

O aconselhamento bíblico resumido nessa primeira parte do estudo tem um sentido
único de envolver e ensinar o irmão a viver e permanecer de uma forma que agrade a vontade
de Deus aqui enquanto vivemos, fortalecendo e confortando nas suas dificuldades,
incentivando a permanecer firmes em Cristo e tendo sempre o foco na vida do irmão para que
ele cresça e desenvolva e que glória de Deus seja vista na vida dele.

2
O ACONSELHAMENTO BÍBLICO LIGADO NA FONTE DA TEOLOGIA

Temos que entender que o aconselhamento bíblico ele está baseado nas escrituras,
como já relatamos no assunto anterior acima, então, podemos concluir que a Teologia que é a
ciência que se interage e busca sistematizar o conteúdo bíblico em tópicos, está intimamente
relacionada com o aconselhamento bíblico, sendo esse não eficaz se não acompanhar a
Teologia Sistemática.

Podemos verificar e demonstrar que a ligação entre algumas doutrinas da teologia
sistemática são necessárias e sem elas não será eficaz. Dentre uma delas podemos destacar a
Bibliologia na qual ela é a inerrante palavra de Deus e como fonte de nosso aconselhamento
então pode ver aqui que o aconselhamento bíblico sempre em primeiro lugar deverá recorrer
e começar pela palavra de Deus e não por nossa opinião.

Outra importante doutrina para a base do aconselhamento bíblico é a Cristologia, pois
ela mostra e diz que a única solução para o mal do homem se encontra na pessoa do nosso
Senhor Jesus cristo, então podemos ver que essa ferramenta no aconselhamento é importante
e eficaz, pois, se encaixa na orientação bíblica a pessoa na qual vamos ministrar a palavra,
pois essa doutrina ela vai dizer que toda a obra do homem não substitui a soberania de Deus
em nossas vidas.

Não poderíamos deixar de falar aqui sobre a doutrina Harmatiologia, que é de vital
importância no aconselhamento bíblico, no qual vai revelar a pessoa que está sendo orientada
e disciplinada, sobre como o pecado pode interferir em todos os âmbitos de sua vida e como
mostrar e revelar a essa pessoa a solução para isso. Também dentro dessa doutrina n a qual
chamamos soteriologia, ela vai mostrar ao homem sua condição e revela a ele sua grandiosa
transformação que ele precisar sofrer, ou seja, o aconselhamento direcionado nessa doutrina
vai dizer a pessoa que elas precisam passar por um processo ardoroso mais com cuidado das
mãos de Deus.

Finalizando essa parte do estudo, podemos concluir que toda base teológica dessas
doutrinas que descrevi acima, são de essencial importância na orientação da pessoa que está
sendo administrada, e que nunca nos esqueçamos de mostrar em primeiro lugar a palavra do
Senhor antes de ministrarmos um aconselhamento cristão, pois a palavra revelará o que a
pessoa necessita, não por sua intuição, mas pelo Espírito Santo de Deus.

3
A IMPORTÂNCIA DO ACONSELHAMENTO BIBLICO

Esse valor começa exatamente no oposto nos que nos oferece a psicologia moderna,
que nos indica uma recuperação parcial do homem, enquanto o aconselhamento bíblico
oferece uma solução integral para o homem totalmente depravado, mostrando a ele que seu
maior problema que gera a falta de autoafirmação é o pecado e o seu próprio meio ambiente
pervertido por ele próprio.

O Aconselhamento Bíblico é o único modelo de aconselhamento que tem condições
de oferecer ao homem a capacidade dele conhecer a si mesmo. Ele oferece esta capacidade
através do conhecimento de Deus que é oferecido ao aconselhado, por meio do ensino correto
das escrituras, da confirmação bíblica, do fortalecimento, encorajamento, da disciplina e do
discipulado na palavra de Deus.

Podemos então analisar que o aconselhamento Bíblico deve ser visto numa
perspectiva de discipulado e amizade, que é consequência de um profundo temor e amor por
Deus e pelo próximo, que nos conduz a ajudá-los em sua luta contra os pecados, orientando-
os em suas responsabilidades, afim de que em tudo Deus seja glorificado.

O valor do aconselhamento Bíblico também fará direcionar as pessoas a ter satisfação
em Deus, ou seja, utiliza todos os esforços para ensinar biblicamente a essa pessoa ter uma
alegria na presença de Deus. A glorificação de Deus na vida do crente é bem mais deleitosa
quando essa mesmo crente passa a ter mais satisfação em está na presença de Deus, e é isso
que o aconselhamento Bíblico faz no sentido valoroso.

Outro valoroso aspecto é que o aconselhamento Bíblico ajuda o aconselhado a se
despojar dos velhos hábitos e padrões pecaminosos do velho homem e a se revestir dos novos
hábitos e padrões santos do novo homem. O qual é chamado a seguir os novos passos de
Jesus, tendo como alvo se parecer com Cristo em seu caráter. Ou seja, atingir a plena
maturidade de Cristo.

Esse valor do aconselhamento deve discipular o aconselhado em profundidade, para
que ele aprenda os ensinos de Cristo, e acima de tudo, aprenda que ser discípulo de Cristo é
antes de tudo pertencer Ele e a seu reino de modo prioritário, incondicional, imitando-o na
sua vida de pureza e santidade.

4
A SUPREMACIA DO ACONSELHAMENTO BÍBLICO SOBRE OS OUTROS
MÉTODOS DE ACONSELHAMENTO

Ao lermos essa apostila chegamos então no ápice de confrontamento entre os
aconselhamentos inspirados pela razão humana e a outra parte que é inspirada e unida por
Deus. Umas das diferenças que podemos logo ver é que o aconselhamento moderno, ele, não
tem nenhuma base na palavra de Deus, ou seja, sua comosvisão é totalmente física ligada
somente ao seus interesses pessoais e seus estudos que por ele mesmo se acham capazes de
fazer com que uma pessoa possa ser orientada sem a ajuda de Deus.

O conselheiro bíblico tem as duas armas nas mãos, a ciência e a verdadeira fonte de
sabedoria na qual chamamos de sabedoria geral, na qual DEUS se revela na natureza e na sua
criação que fala por si só da sabedoria e do conhecimento pleno de Deus.

A psicologia profunda na qual é uma das primeiras análises dos métodos de
conselho, visa mostra o homem como um ser que não é totalmente ruim, que ele precisa de
algumas mudanças na qual não necessita de Deus e sim de sua capacidade. Ora isso é
totalmente contra os princípios da bíblia, pois, o homem nasce com a semente do pecado e
necessariamente precisa de mudanças totalmente direcionadas pelo Espírito Santo. O homem
por si só não pode mudar completamente.

A psicologia individual vai dirigir e aconselhar que o homem seja um ser que precisa
mudar seus pensamentos de negatividade e sua falta de confiança em si mesmo, que por isso
faz o homem se sentir culpado. Bom essa orientação é totalmente fora do contexto bíblico,
pois, o homem não pode se curar somente através de seus pensamentos positivos, o que
realmente ele precisa é de uma regeneração completa através de Deus.

Há outras formas não mencionadas aqui sobre as teorias de aconselhamentos, nas
quais todas elas fazem um ponto em comum, que o tratamento das mazelas do homem está na
sua evolução em buscar em si mesmo, inocentando o homem de sua culpabilidade e
colocando ele como vitima de uma sociedade na qual ele está infiltrado, e sua satisfação é
somente para com esse mundo. Então jamais poderíamos associar e entrar em acordo com
essas teorias o cristianismo, pois essas teorias tiram Deus da fonte central da recuperação do
homem.

CONCLUSÃO
O que pudemos tirar de proveito e aprendizado dessa apostila maravilhosa que eu pude ler e
explicar aqui no meu resumo é que, enquanto essas teorias de conselho fazem do corpo uma
exaltação da liberdade e realização plena do homem, o padrão do aconselhamento bíblico vai
levar a plenitude do homem na sua esfera espiritual, no qual ele buscará em primeiro lugar as
coisas do reino de Deus, pois, o mesmo Deus suprirá nas suas necessidades e conflitos que os
atormenta. Essas necessidades e desejos dos homens devem ser enterrados, pois, nosso maior
gozo e prazer serão nas moradas celestiais.

BIBLIOGRAFIA DE ESTUDOS
LIÇÕES BÍBLICAS CPAD – 1 TRIMESTRE 2007- LIÇÃO 9

FLÁVIO EZELEDO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CONSELHEIROS BÍBLICOS

MARCOS EMANOEL P. DE ALMEIDA – ACONSELHAMENTO BÍBLICO.

Related Interests