UNIVERSIDADE FEDERAL

DO RIO GRANDE DO SUL

INGRESSO EXTRAVESTIBULAR
PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 2015

MANUAL DO CANDIDATO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

Carlos Alexandre Netto
Reitor

Rui Vicente Oppermann
Vice-Reitor

Sérgio Roberto Kieling Franco
Pró-Reitor de Graduação

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO

Maria Adelia Pinhal de Carlos
Presidente

5.extravestibular. sob hipótese alguma.transferência interna .010993/11-47. no conjunto das disciplinas que compõem os dois primeiros semestres do seu curso de origem.extravestibular. impreterivelmente. Alertamos que o pagamento da inscrição no dia 29/07/2014 deverá ser feito exclusivamente em horário bancário.Não será permitida a troca de opção de curso originalmente indicada no Requerimento de Inscrição do candidato. da 00h do dia 10 de julho às 23h59min do dia 28 de julho de 2014. obedecendo à classificação estabelecida no Art. O curso de origem do candidato deverá ser reconhecido ou ter autorização de funcionamento pelo MEC e ser idêntico (mesma denominação) ou assemelhado ao curso pretendido. munido de documentação comprobatória. 1. ou no primeiro ano. Na modalidade de Transferência Interna.ou proveniente de outra instituição de ensino superior .O candidato terá confirmada sua inscrição somente após a comprovação do pagamento do valor da inscrição. independente de se tratar de feriado.transferência voluntária.ufrgs.ufrgs. a ser realizada pela Comissão de Graduação do respectivo curso de destino.Indicação do Local de Prova A COPERSE disponibilizará no site www. até o dia 05/08/2014.PROCESSO SELETIVO UNIFICADO .IES. Caso isso ocorra.br. torna pública a abertura de inscrições para Ingresso Extravestibular na modalidade de Transferência Voluntária e Transferência Interna por Processo Seletivo Unificado para o primeiro semestre de 2015. O candidato deverá conferir a regularidade do registro de pagamento.2 . 1. até o dia 29/07/2014. no instante da inscrição.4 .1.Pré-Seleção 1. processará registro de pagamento em data posterior ao último dia indicado. A Universidade. O candidato terá sua inscrição provisória homologada somente após o recebimento da confirmação de pagamento do valor da inscrição.É expressamente proibido ao candidato efetuar mais de uma inscrição no Processo Seletivo Unificado 2015. de acordo com a legislação vigente. 1.5.Inscrição As inscrições serão recebidas via internet. O Ingresso Extravestibular nas modalidades de Transferência Interna e Transferência Voluntária por Processo Seletivo Unificado destina-se a candidato aluno da UFRGS.Manual do Candidato O Manual do Candidato estará à disposição dos interessados a partir de 10/07/2014 no site www. o candidato terá de dirigir-se à COPERSE.Valor da Inscrição O valor da inscrição é de R$ 75. Gabinete do Reitor Comissão Permanente de Seleção PROCESSO SELETIVO UNIFICADO EXTRAVESTIBULAR 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Universidade Federal do Rio Grande do Sul. sob pena de ser considerado não inscrito. na internet.3 .Critérios Específicos 1.5.ufrgs. 1. Caso não encontre o respectivo registro. se pré-selecionado. até as 17h do dia 30/07/2014. na sua Instituição de vínculo atual. Aluno de curso idêntico ou assemelhado de instituição de ensino superior estrangeira poderá candidatar-se e. É vedada a Transferência Voluntária para os dois semestres finais do curso pretendido. . a indicação do local de realização da prova. matriculado ou com matrícula trancada. até 48h após a sua efetivação. 16 da Resolução 34/2011 do CEPE.br.00 (setenta e cinco reais). que poderá ser feito em qualquer agência bancária. independentemente de se tratar de aluno da UFRGS . ou de outra Instituição de Ensino Superior .1 . será considerada válida a última inscrição registrada pelo candidato na internet e confirmada.extravestibular.br. no caso de curso seriado ou anual. através de Concurso Vestibular. 1. Pesquisa e Extensão da UFRGS (CEPE) e homologação da Câmara de Graduação no processo nº 23078. A ocupação das vagas deverá ser feita por curso. pelo endereço www. 1. estará sujeito a análise específica da sua documentação. conforme disposto à Resolução nº 34/2011 do Conselho de Ensino.3 .2 . item 3 deste Edital. os candidatos já alunos da UFRGS somente poderão concorrer ao processo seletivo para Ingresso Extravestibular se tiverem ingressado no curso de origem.5 . 1. no caso de curso semestral. que já tenha sido aprovado. O candidato receberá um comprovante provisório de inscrição e um documento para pagamento do valor da inscrição.

Bacharelado 09 Port. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Química ./C..V.Campus Centro.Bacharelado .e Inst. RR – Renovação de Reconhecimento.C.254 .S.Bacharelado: Física Computacional 07 Port. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Inst.18/07/2008 . S. R Fac.C. Geografia .C.V.V.Public./C. MEC-SERES 286-2012 .V.C. de Ciências Econômicas .Campus do Vale.C. Bibliotec. e Comunicação . Engenharia de Alimentos 08 Port. MEC-SERES 1-12 52010 RR Faculdade de Medicina –C. Básicas da Saúde . Física . Engenharia Cartográfica . A Inst.V.Bacharelado 05 Port. Engenharia Mecânica 12 Port.19/12/1944 52011 R Instituto de Matemática . MEC-SERES 286-2012 52011 RR Instit.C.C. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Geociências .Licenciatura . e Propaganda 03 Lei 1.C.O. V.V Total de Vagas 608 1 CONDIÇÃO LEGAL: A – Autorizado. MEC-SERES 286-2012 .C. Engenharia Química 06 Port. R – Reconhecido. de Filos. de Filos.400 . Física .C. V.22/09/1945 .C.C.C.16/03/2004 52009 R Fac. Port MEC-SERES 478-11 Zootecnia 02 Decisão 402 CONSUN – 19/08/2011 .C. Física .C.C. Engenharia de Computação 38 Port. Química .Bacharelado: Materiais e Nanotecnologia 11 Port. V. C. Port MEC-SERES 412-11/ Teatro .V.Noturno 05 Port. RR Instituto de Química . Min. MEC-SERES 1-12 52010 RR Inst. Geografia .C./C. Odontologia . MEC-SERES 286-2012 52011 RR Instituto de Informática .V. Engenharia de Controle e Automação 06 Port MEC-SERES 45-12 SC R Escola de Engenharia . V.C. e Ciênc./C. de Ciêc.S.de Ciência e Tecnol. e Comunicação . 4 SC+ sem conceito por não existirem 10 ou mais cursos no Brasil. MEC-SERES 286-2012 . V./C. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Física .C. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Matemática .S.C. Estatística 20 Port MEC-SERES 478-11 32009 RR Instituto de Matemática . MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Física . Ciências Sociais .Licenciatura 03 Port. de Bibliotec.Bacharelado 20 Port. Alimentos .Bacharelado 04 Port. RR Instituto de Geociências .C.C.Noturno 02 Port.Licenciatura . Engenharia Civil 10 Port. Humanas .V. Física . de Ciências Econômicas .Noturno 05 Port MEC-SERES 123-12 . Ciência da Computação .V.Noturno 10 Decreto 7988 . .C.. 2008.V.V.C.Noturno 01 Port.C. RR Instituto de Física .V. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Geociências . MEC-SERES 286-2012 .Bacharelado 04 Decisão 280 CONSUN – 07/08/2009 . MEC-SERES 286-2012 52011 RR Instituto de Matemática .Licenciatura . Humanas -C.C.C. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Geociências .V.Noturno 20 Decreto 17.C.20/07/2007 ..de Psicologia -C.Jornalismo 03 Port. Biomedicina 04 Port.Bacharelado 20 Port.V. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Geociências . Farmácia 05 Port MEC-SERES 1-12 52010 RR Faculdade de Farmácia .C.C. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Química .Bacharelado: Pesquisa Básica 71 Port. e Comunicação . MEC-SERES 330-2013 .S. Políticas Públicas . V. Engenharia de Materiais 02 Port. MEC-SERES 286-2012 . 2011.C. 2009.C. 2007. Ciências Econômicas 15 Port. V.C.C. Matemática . /C.C. RR Instituto de Física . MEC-SERES 1-12 52010 RR Faculdade de Agronomia .04/12/1950 52009 R Fac. 2010.Noturno 20 Decreto 3758 .C. Social .C.2 . C.V. Engenharia de Energia 09 Decisão 283 CONSUN – 07/08/2009 .C. Química .C.Bacharelado 01 42009 RR Instituto de Artes . e Comunicação .01/09/1900 52010 R Faculdade de Odontologia .C. de Filos./C. RR Instituto de Física . Social . Comunic. Matemática . MEC-SERES 187-12 SC+ A Faculdade de Arquitetura .C.C./ C.Licenciatura . MEC-SERES 286-2012 52011 RR Instituto de Informática . A Escola de Engenharia . Bibliotec.Noturno 41 Port. 2005. 2006.C. Design – Habilitação Design Visual 4 05 Port.V. Ciências Sociais – Bacharelado . Fonoaudiologia 06 Port MEC-SERES 52 -12 . Matemática . MEC-SERES 286-2012 42011 RR Instituto de Química .V.C.C.V.V. Comunicação Social . e Ciênc.C.C.C. A Instituto de Física .C.V. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Inst.V. Geologia 02 Port. Geografia .Licenciatura 20 Port. Física .S.S.Noturno 04 Port. RR Instituto de Física . Química Industrial 02 Port. Física . Ciências Contábeis .C.de Odont. A Fac.V.C.S.V.17/07/2009 .C.Relações Públicas 03 Port MEC-SERES 473-11 52009 RR Fac.V.C.10/06/2005 SC+ A Faculdade de Arquitetura . Nutrição 27 Port..V.C. MEC-SERES 124-12 42009 RR Fac. Física . MEC-SERES 286-2012 42011 RR Escola de Engenharia . ANO DA AVALIAÇÃO: 2004.Bacharelado 05 Decisão 260 CONSUN .CURSOS / VAGAS / ATO RECONHECIMENTO DOS CURSOS / LOCAL DE FUNCIONAMENTO Condição Conceito ENADE3 Legal1 Ato Legal de Criação ou CURSOS Vagas Local de Funcionamento2 Reconhecimento Agronomia 30 Port. Química Industrial .Bacharelado: Astrofísica 12 Port. OBSERVAÇÃO: Cursos Noturnos podem exigir horário de aulas aos sábados e/ou práticas durante o dia. A Escola de Educação. 2 LOCAL DE FUNCIONAMENTO: C. e Ciênc.Licenciatura 06 Decisão 777 CONSUN .C.C. Humanas .V. Museologia 01 Decisão 223 CONSUN . RR Instituto de Geociências .C. Comunic.C. V. Dança . de Ciências Econômicas . Engenharia Física . MEC-SERES 286-2012 52011 RR Escola de Engenharia . MEC-SERES 124-12 52009 RR Fac.Noturno 01 Port. Ciências Atuariais .Campus Olímpico.Noturno 20 Port. A Faculdade de Agronomia .C. Geografia . Design – Habilitação Design de Produto 4 07 Decisão 121 CONSUN . 625 .Campus da Saúde. C.O. Bibliotec.C. 3 EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES.C. R Fac. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Escola de Engenharia – C.C.Licenciatura 55 Port. MEC-SERES 286-2012 42011 RR Escola de Engenharia . V.C.S.

Design de Produto e Arquitetura Engenharia de/da Computação. Química – Licenciatura. Engenharia Computacional. Engenharia Metalúrgica. Engenharia Agronômica. Ciências Farmacêuticas. Engenharia Mecânica. Engenharia Cartográfica de Agrimensura. Bacharelado em Química. Biomedicina. Engenharia de Produção e Qualidade. Engenharia Elétrica. Bacharelado em Políticas Públicas. Engenharia Elétrica. Engenharia Agrícola.LISTA DE CURSOS ASSEMELHADOS (homologado no processo nº 23078010993/11-47. Engenharia de Informação. Economia. Engenharia de Engenharia Mecânica Materiais. Licenciatura em Teatro Química. Engenharia de Sistemas. Engenharia da Computação. Engenharia Ambiental. Farmácia – Bioquímica. Física. Engenharia Ambiental. Engenharia de Minas. Engenharia Química. Engenharia de Energia. Licenciatura Em Matemática. Engenharia Química. Administração. Engenharia Mecânica. Ciências Econômicas Ciências Econômicas Comunicação Social . Engenharia de Minas. Engenharia Elétrica. Ciências de Alimentos. Ciências Econômicas. Engenharia de Produção. Engenharia Metalúrgica. Engenharia de Transportes. Engenharia Química. Engenharia da Computação. Licenciatura em Geografia Geologia Geologia e Engenharia Geológica Bacharelado em Matemática. Física. Todas as Engenharias. Engenharia Química. Tecnologia de Alimentos. Ciências Contábeis Matemática. Engenharia de Produção Agroindustrial. Engenharia de Automação. Farmácia: Clínica e Industrial. Engenharia de Minas. Engenharia Elétrica. Licenciatura Plena em Matemática. Ciências Atuariais. Ciência da Computação Ciência da Computação. Engenharia Cartográfica. Química Industrial. Engenharia Cartográfica. Engenharia Cartográfica. Engenharia Cartográfica. Engenharia Mecânica. Engenharia de Manufatura. Economia. pela Câmara de Graduação do CEPE) Observação: Esta lista contém exclusivamente os cursos com disponibilidade de vagas no Processo Seletivo Unificado para o primeiro semestre de 2015/1. Todas as Engenharias. Engenharia Eletrotécnica. Engenharia de Engenharia Física Controle e Automação. Engenharia Têxtil. Engenharia de Alimentos. Engenharia de Energia. Engenharia Metalúrgica. Ciências – Habilitação Matemática – Licenciatura Plena. Engenharia Química. Engenharia da Computação. Bacharelado em Matemática Aplicada. Bacharelado e Licenciatura Bacharelado em Matemática. Engenharia Bioenergética. Química. Engenharia Mecatrônica. Engenharia Metalúrgica. Engenharia de Produção. Ciências Contábeis. Química Industrial. Matemática. Engenharia Hídrica. Engenharia Nuclear. Engenharia de Agrimensura.. Engenharia Civil Engenharia Metalúrgica. Fonoaudiologia Fonoaudiologia Geografia. Bacharelado e Licenciatura em Estatística. Engenharia da Computação. Ciências Atuariais. Farmácia Industrial. Engenharia de Engenharia Alimentos Biossistemas. Engenharia de Alimentos. Engenharia de Produção. Engenharia em Nanotecnologia. Química de Alimentos. Engenharia Agronômica. Engenharia de Minas. Engenharia Bioprocessos. Ciências Biológicas – Bacharelado Modalidade Médica. Engenharia Biomédica. Engenharia de Produção. Ciência da Computação. Engenharia de Alimentos. Bacharelado em Ciências Biológicas – Modalidade Médica. Engenharia de Alimentos. Engenharia de Recursos Hídricos e do Meio Ambiente. Bacharelado em Ciências Biomédicas. Engenharia Ambiental. Engenharia de Minas. Farmácia e Bioquímica. Engenharia Florestal. Engenharia de Materiais. Engenharia da Computação. Engenharia Metalúrgica. Bacharelado e Licenciatura Bacharelado em Geografia. Engenharia Metalúrgica. Física Estatística Bacharelado em Estatística Farmácia. Biotecnologia Industrial: Bioprocessos. Engenharia Mecatrônica. Licenciatura Plena em Física. Engenharia da Computação. Engenharia Química e Engenharia de Controle Engenharia de Energia e Automação. Ciências Sociais – Bacharelado Bacharelado em Ciências Sociais. Engenharia de Plástico. Biomedicina Bacharelado em Biomedicina. Engenharia de Controle e Automação Engenharia de Controle e Automação. Engenharia Software. Engenharia de Saúde e Segurança. Bacharelado e Licenciatura e Química. Engenharia de Engenharia Química Alimentos. Ciências Econômicas. Física – Licenciatura. Engenharia de Engenharia da Computação Materiais. Engenharia Química.Engenharia Química Engenharia Agrícola. Engenharia Mecânica. Engenharia de Minas e Meio Ambiente. Bacharelado e Licenciatura Matemática. Engenharia de Energia. Engenharia Elétrica. Engenharia de Produção. Engenharia de Produção. Engenharia Civil. Química Industrial Química Ambiental. Engenharia Elétrica. Bacharelado em Meteorologia. Engenharia Mecânica. Engenharia Agrícola e Ambiental. Ciência da Computação. Engenharia Elétrica. Engenharia Elétrica. Engenharia de Engenharia Cartográfica Materiais. Farmácia – Análises Clínicas. Química e Matemática. Engenharia Civil. Farmácia e Bioquímica (Análises Clínicas e Tecnologia dos Alimentos). Engenharia de Agronegócios. Química. Engenharia Cartográfica. Engenharia de Produção. Ciências – Química. Ciências Biomédicas. Engenharia de Controle e Automação. Engenharia de Telecomunicações. Bacharelado Bacharelado em Teatro. Engenharia Física. Engenharia Elétrica. Engenharia de Alimentos. Engenharia de Materiais. Engenharia Sanitária. Engenharia Agrícola. Engenharia Metalúrgica. Engenharia Agroindustrial: Indústria Alimentícia. Sistemas de Informação. Engenharia de Materiais.Jornalismo Jornalismo Comunicação Social – Propaganda e Publicidade Publicidade e Propaganda Comunicação Social – Relações Públicas Relações Públicas Dança – Licenciatura Licenciatura em Dança e Bacharelado em Dança Design Visual Design. Engenharia Química. Engenharia de Produção Química. Biotecnologia. Engenharia Química. Química Industrial. Bacharelado em Estatística. Ciências Contábeis. Bacharelado em Matemática Computacional. Engenharia de Petróleo.3 . Ciência e Tecnologia de Alimentos. Engenharia Mecânica. Engenharia Eletrônica. Bacharelado em Física. Engenharia Civil. Física – Bacharelado. Alimentos. CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS IDÊNTICOS OU ASSEMELHADOS PARA EFEITOS DO INGRESSO CURSOS DA UFRGS EXTRAVESTIBULAR 2015/1 ATRAVÉS DE PROCESSO SELETIVO UNIFICADO NAS MODALIDADES DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA Agronomia Agronomia. Farmácia Farmácia: Bioquímica Clínica. Ciências Econômicas. Engenharia Florestal. Engenharia Mecânica. Engenharia Mecânica. Bacharelado Bacharelado em Políticas Públicas Teatro. Agroindústria. Engenharia Mecatrônica. Engenharia de Computação. Engenharia Eletrônica. Engenharia Civil. Engenharia Bioquímica. Bacharelado e Licenciatura em Estatística. Química Industrial de Alimentos. Bacharelado em Astronomia. Engenharia Civil. Design Gráfico e Arquitetura Design Produto Design. Ciências Biológicas – Modalidade Biomédica. Museologia Bacharelado em Museologia Nutrição Nutrição Odontologia Odontologia Políticas Públicas. Engenharia de Energia. Engenharia Civil. Informática Ciências Atuariais Ciências Atuariais. Engenharia de Engenharia de Materiais Minas. Engenharia Química. Engenharia Cartográfica. Engenharia Física. Engenharia Mecânica. Engenharia Naval. Zootecnia Zootecnia . Engenharia Elétrica. Engenharia da Computação. Engenharia de Minas. Engenharia Agroindustrial e Agroquímica. Licenciatura em Matemática. Engenharia de Pesca. Engenharia de Segurança do Trabalho. Engenharia Geológica. Ciências Biológicas – Modalidade Médica. Engenharia de Materiais. Design Visual. Engenharia Civil. Administração. Engenharia de Agrimensura. Engenharia de Materiais. Relações Internacionais e Bacharelado e Licenciatura em História. Licenciatura em Ciências – Habilitação em Química. Engenharia de Aquicultura. Engenharia Industrial. Engenharia Mecânica.

. os locais de realização das provas (item 1. que irá aferir o candidato na área de conhecimento para o curso por ele pretendido.2 . c) que obtiverem aproveitamento inferior a 30% do escore máximo na prova de Redação. Desde já ficam os candidatos convocados a comparecerem.5 deste Edital.extravestibular. com início às 08h30min. Persistindo o empate. calculada pela seguinte fórmula: Onde: AC = argumento de concorrência. aos respectivos locais de realização das provas. É de responsabilidade dos candidatos conhecer. e o escore resultante desse procedimento será formado pela média dos escores por eles atribuídos. É de inteira responsabilidade do candidato a observância de compatibilidade entre sua prova e sua folha de respostas.br. Não será permitida a realização da prova ao candidato que comparecer após as 08h30min. Serão eliminados do Processo Seletivo Unificado. EpPr = escore padronizado da prova de Redação. b) que obtiverem aproveitamento inferior a 30% na prova de Conhecimento Específico do respectivo Bloco. d) que obtiverem aproveitamento inferior a 30% no total da soma dos escores brutos no conjunto das duas provas. segundo a ordem decrescente do argumento de concorrência. obtido calculando-se a média harmônica ponderada dos escores padronizados que obtiverem nas duas provas. e uma prova de Redação. com antecedência. no endereço www. será considerado o melhor escore na prova de Redação. de igual peso. composta por 30 questões de escolha múltipla.br no dia 18 de agosto de 2014. constitui-se de duas provas. Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na internet. será considerado melhor classificado o candidato com a maior soma dos escores brutos.1 . pelo endereço www. Para fins dessa etapa. EpPa = escore padronizado da prova de Conhecimentos Específicos do Bloco. conforme o bloco em que se insere o curso pretendido.4 deste Edital). A nota de cada prova realizada pelo candidato será obtida pela padronização do escore bruto obtido na mesma.ufrgs. igual para todos os blocos de conhecimento. calculado pela seguinte fórmula: Onde: Ep = escore padronizado da prova.4 . estão previstas duas provas: uma prova objetiva de Conhecimento das disciplinas que integram o respectivo bloco. o que corresponde às 30 questões objetivas da prova de conhecimento. A ocupação das vagas se dará conforme item 4. automaticamente. pela internet.ufrgs. Os candidatos terão 4h para responder a todas as questões das provas do turno e preencher a folha ótica de respostas e de Redação. No caso de empate. 4.Calendário As provas serão realizadas no dia 17 de agosto de 2014. Eb = escore bruto do candidato na prova µ = média dos escores brutos da prova  = desvio padrão da prova Os candidatos não eliminados do Processo Seletivo Unificado serão selecionados para preenchimento das vagas oferecidas nos cursos a que estão concorrendo. em qualquer uma das duas provas. na etapa de seleção. que visam à avaliação dos candidatos. cuja avaliação registrará um escore máximo equivalente a 30 acertos. O resultado será divulgado até o dia 26 de agosto de 2014. às 15h. às 08h. e) que obtiverem.extravestibular.PROVAS 4.Avaliação O Processo Seletivo Unificado para Ingresso Extravestibular. escore padronizado igual ou menor do que zero. os candidatos que se enquadrarem em pelo menos uma das seguintes situações: a) não tiverem realizado qualquer das provas. A prova de Redação será avaliada por dois examinadores.

Noturno Química Industrial Química Industrial . Blocos Cursos Engenharia Cartográfica – Noturno Engenharia Civil Engenharia de Controle e Automação Engenharia de Energia Engenharia de Materiais Engenharia Física – Bacharelado Engenharia Mecânica Física – Bacharelado: Astrofísica Bloco 1 Física – Bacharelado: Física Computacional Física – Bacharelado: Materiais e Nanotecnologia Física – Bacharelado: Pesquisa Básica Física – Licenciatura Física – Licenciatura – Noturno Matemática – Bacharelado Matemática – Licenciatura Matemática – Licenciatura .Noturno Geografia – Bacharelado Geografia – Bacharelado – Noturno Bloco 3 Geografia – Licenciatura Geografia – Licenciatura – Noturno Biomedicina Fonoaudiologia Bloco 4 Nutrição Odontologia – Noturno Comunicação Social – Habilitação – Jornalismo Bloco 5 Comunicação Social – Habilitação – Publicidade e Propaganda Comunicação Social – Habilitação – Relações Públicas Ciências Atuariais – Noturno Bloco 6 Ciências Contábeis – Noturno Ciências Econômicas Agronomia Bloco 7 Zootecnia Ciência da Computação – Bacharelado Bloco 8 Engenharia de Computação Ciências Sociais – Bacharelado Bloco 9 Ciências Sociais – Bacharelado – Noturno Design – Design de Produto Bloco 10 Design – Design Visual Bloco 11 Dança – Licenciatura Bloco 12 Estatística Bloco 13 Farmácia Bloco 14 Museologia Bloco 15 Políticas Públicas – Bacharelado Bloco 16 Teatro – Bacharelado Bloco 17 Geologia .Distribuição dos Cursos por Blocos Esta lista contém exclusivamente os cursos com disponibilidade de vagas no Processo Seletivo Unificado para o primeiro semestre de 2015.3 .4.Noturno Engenharia de Alimentos Engenharia Química Química – Bacharelado Bloco 2 Química – Licenciatura .

no Protocolo Geral da UFRGS. que especifique a situação de vínculo com o curso de origem. se regime seriado ou anual. será analisado o cumprimento do disposto no texto de abertura deste Edital.prograd. implica na perda definitiva da vaga.4 . f) Conteúdo programático das disciplinas cursadas com aprovação no curso de origem. mediante abertura de processo no Protocolo Geral da UFRGS. durante a realização da prova. Os dois últimos candidatos deverão se retirar ao mesmo tempo. a coleta de impressão digital dos candidatos aprovados. s/nº . com a documentação comprobatória.br e em lista afixada no DECORDI– Anexo I da Reitoria – Rua Luiz Englert. O requerimento está disponível no site www. se regime semestral. Os candidatos selecionados oriundos de outras instituições de ensino superior. d) Cópias da Carteira de Identidade e do CPF. c) Documento oficial da IES informando o Ato Legal do Reconhecimento do Curso ou autorização de funcionamento do Curso pelo MEC. não sendo necessária a entrega de documentação. na Instituição de vínculo atual. os seguintes documentos: a) Atestado ou declaração que comprove a aprovação no conjunto das disciplinas que compõem os dois primeiros semestres cursados. g) Requerimento específico de solicitação de equivalência de disciplina devidamente preenchido. para as disciplinas com códigos diferentes. A UFRGS procederá. como forma de confirmação de identificação. disponível no site www. após esse horário poderá levar seu caderno de questões. Os candidatos portadores de necessidades especiais poderão solicitar atendimento especial na COPERSE. Conforme modelo em anexo.Anexo I da Reitoria – Rua Luiz Englert.Prédio 12106 – Térreo – Campus Centro.extravestibular.extravestibular.br. necessária a guarda da documentação do Processo Seletivo Unificado por prazo superior ao término do referido período letivo.Transferência Interna Para garantia de vaga aos classificados já alunos da UFRGS. a ordem de classificação será decrescente.DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA 5. Observação: O não atendimento no prazo supracitado ou não apresentação da documentação exigida ao candidato selecionado. A COPERSE procederá. CARLOS ALEXANDRE NETTO REITOR DA UFRGS . 5 .ufrgs. do art. conforme Resolução 11/2013 do CEPE. ou do primeiro ano. através do requerimento específico de solicitação de equivalência de disciplina.5 . Não haverá devolução do valor da inscrição ao Processo Seletivo Unificado para Ingresso Extravestibular 2015. como forma de identificação.prograd. constituem normas que passam a integrar o presente Edital. a realização das provas.2 .ufrgs. Os candidatos serão classificados de acordo com a média das notas das provas. e) Histórico Escolar e Certificado de Conclusão de Curso do Ensino Médio – originais ou cópias autenticadas em cartório. portanto.4.1 . b) Histórico Escolar atualizado do curso superior correspondente aos períodos cursados – Documento original. para solicitar dispensa de disciplinas por equivalência. no Protocolo Geral da UFRGS . aos critérios de seleção e classificação. à COPERSE.3 deste Edital. até o dia 28/07/2014. por escrito. não sendo. será necessário protocolar o pedido período de 01 a 05 de setembro de 2014.Prédio 12106 – Térreo – Campus Centro. 5. os classificados de outras instituições de ensino superior deverão entregar.Programas Os programas das matérias do Processo Seletivo Unificado estão estabelecidos por bloco conforme item 4. 6 . conforme item 5 deste Edital.br a partir de 10/07/2014. para que sejam providenciadas condições adequadas à realização da prova. e constam do Anexo 1 do Manual do Candidato.br.ufrgs. É vedada a Transferência Interna para alunos com ingresso distinto ao Concurso Vestibular/UFRGS nos cursos de origem.Resultado Os resultados estarão disponíveis até o dia 26/08/2014 no site www. s/nº .Transferência Voluntária Para garantir a vaga. O candidato não poderá sair da sala de prova antes de transcorridas duas horas de seu início. 25 de junho de 2014. até 24 horas após a divulgação do gabarito oficial da respectiva prova. no período de 01 a 05 de setembro de 2014. a coleta de impressão digital de todos os candidatos. Eventuais recursos quanto às questões poderão ser encaminhados pelos candidatos. tendo em vista o §1º. Porto Alegre. deverão obrigatoriamente apresentar a documentação que comprove o disposto no texto de abertura deste Edital. à apresentação de documentação e ao calendário e a sistemática de matrícula bem como as demais regulamentações nele constantes. Os resultados do Processo Seletivo Unificado são válidos exclusivamente para o 2015. 27 do Decreto 3. Entretanto. obrigatoriamente. A não apresentação da documentação implicará em eliminação do Concurso.ufrgs.298/99. 4. disponível no site www.DISPOSIÇÕES GERAIS Todas as disposições do Manual do Candidato relativas ao procedimento de inscrição. seja qual for o motivo alegado.

1 . obedecendo à classificação estabelecida no Art.Noturno 4 20 45 Políticas Públicas . Alunos de cursos idênticos ou assemelhados de Instituições de Ensino Superior estrangeiras poderão candidatar-se.Bacharelado: Materiais e Nanotecnologia 1 11 30 Física .item 3) com o curso pretendido. A ocupação das vagas deverá ser feita por curso. O curso de origem do candidato deverá ser reconhecido ou ter autorização de funcionamento pelo MEC e ser idêntico (mesma denominação) ou assemelhado (conforme lista .Public.Noturno 1 05 16 Engenharia Civil 1 10 17 Engenharia de Alimentos 2 08 18 Engenharia de Computação 8 38 19 Engenharia de Controle e Automação 1 06 20 Engenharia de Energia 1 09 21 Engenharia de Materiais 1 02 22 Engenharia Física .Bacharelado 8 20 04 Ciências Atuariais .Bacharelado: Astrofísica 1 12 28 Física .Noturno 6 20 06 Ciências Econômicas 6 15 07 Ciências Sociais .Bacharelado 9 05 08 Ciências Sociais – Bacharelado .Bacharelado: Pesquisa Básica 1 71 31 Física . Social .Licenciatura 11 06 13 Design de Produto 10 07 14 Design Visual 10 05 15 Engenharia Cartográfica .VAGAS CÓDIGO CURSOS BLOCO VAGAS 01 Agronomia 7 30 02 Biomedicina 4 04 03 Ciência da Computação .Licenciatura . 16 da Resolução nº 34/2011 do CEPE.Bacharelado 15 05 46 Química .Licenciatura 3 03 37 Geografia .Licenciatura . matriculados ou com matrícula trancada.Noturno 3 04 36 Geografia . estarão sujeitos à apreciação de semelhança de seu curso de origem.Relações Públicas 5 03 12 Dança .Noturno 1 20 42 Museologia 14 01 43 Nutrição 4 27 44 Odontologia . que tenham sido aprovados no conjunto das disciplinas que compõem os dois primeiros semestres do seu curso de origem no caso de curso semestral. se classificados. e Propaganda 5 03 11 Comunic.IES. É vedada a Transferência Voluntária para os dois semestres finais do curso pretendido e Transferência Interna para alunos com ingresso diferente de Vestibular-UFRGS nos cursos de origem.Bacharelado . na entrega da documentação.Noturno 9 05 09 Comunicação Social .Licenciatura . 2 .Bacharelado: Física Computacional 1 07 29 Física .Bacharelado 1 20 40 Matemática .Noturno 3 01 38 Geologia 17 02 39 Matemática .Noturno 2 02 48 Química Industrial 2 02 49 Química Industrial .Noturno 1 41 33 Fonoaudiologia 4 06 34 Geografia .Bacharelado 1 04 23 Engenharia Mecânica 1 12 24 Engenharia Química 2 06 25 Estatística 12 20 26 Farmácia 13 05 27 Física .Bacharelado 16 01 51 Zootecnia 7 02 Total de Vagas 608 .Jornalismo 5 03 10 Comunic.INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Ingresso Extravestibular nas modalidades de Transferência Interna e Transferência Voluntária por Processo Seletivo Unificado destina-se a candidatos alunos da UFRGS ou de outra Instituição de Ensino Superior .Licenciatura 1 55 32 Física . independen- temente de se tratar de aluno da UFRGS – transferência interna – ou proveniente de outra instituição de ensino superior – transferência voluntária. mas. Social . ou no primeiro ano no caso de curso seriado ou anual.Noturno 6 10 05 Ciências Contábeis .Licenciatura 1 20 41 Matemática . pela Comissão de Graduação do respectivo curso de destino.Licenciatura .Bacharelado 3 04 35 Geografia .Noturno 2 01 50 Teatro .Bacharelado 2 09 47 Química .

Biomedicina. Engenharia de Produção Agroindustrial. Design de Produto e Arquitetura Engenharia de/da Computação. Ciências Econômicas. CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS IDÊNTICOS OU ASSEMELHADOS PARA CURSOS DA UFRGS EFEITOS DO INGRESSO EXTRAVESTIBULAR 2015/1 ATRAVÉS DE PROCESSO SELETIVO UNIFICADO NAS MODALIDADES DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA Agronomia Agronomia. Engenharia Elétrica. Ciências de Alimentos. Engenharia de Produção Química.CURSOS ASSEMELHADOS . Engenharia da Computação. Engenharia de Agrimensura. Engenharia Química. Engenharia Agroindustrial e Agroquímica. Agroindústria. Engenharia Física. Engenharia de Alimentos. Ciências Contábeis. . Engenharia de Pesca. Ciência da Computação. Engenharia Têxtil. Economia. Biotecnologia Industrial: Bioprocessos. Engenharia Mecatrônica. Relações Ciências Sociais – Bacharelado Internacionais e Bacharelado e Licenciatura em História. Engenharia de Petróleo. Ciência da Computação. Ciências Contábeis Bacharelado e Licenciatura em Estatística. Biotecnologia. Engenharia Biomédica. Engenharia de Aquicultura. Engenharia Geológica. Ciências Econômicas. Bacharelado em Ciências Biológicas – Modalidade Médica. Engenharia de Materiais. Engenharia de Produção e Qualidade. Engenharia de Engenharia Alimentos Biossistemas. Alimentos. Economia. Química Industrial de Alimentos. Engenharia da Computação.. Engenharia Hídrica.HOMOLOGADO NO PROCESSO Nº 23078. Engenharia em Nanotecnologia. Bacharelado em Ciências Biomédicas. Bacharelado em Ciências Sociais. Engenharia de Segurança do Trabalho.3 . Design Visual. Engenharia Eletrotécnica. Engenharia de Plástico. Engenharia de Sistemas. Sistemas de Informação. Engenharia de Controle e Automação. Ciências Biológicas – Modalidade Médica. Química de Alimentos. Engenharia Agrícola e Ambiental. Engenharia Civil. Bacharelado e Licenciatura em Estatística. Tecnologia de Alimentos. Engenharia Software.010993/11-47. Engenharia de Materiais. PELA CÂMARA DE GRADUAÇÃO DO CEPE) Observação: Esta lista contém exclusivamente os cursos com disponibilidade de vagas no Processo Seletivo Unificado para o primeiro semestre de 2015/1. Ciências Contábeis. Engenharia Bioprocessos. Engenharia de Engenharia da Computação Minas. Engenharia de Agronegócios. Engenharia Mecânica. Ciências Econômicas Ciências Econômicas Comunicação Social – Jornalismo Jornalismo Comunicação Social – Propaganda e Publicidade e Propaganda Publicidade Comunicação Social – Relações Públicas Relações Públicas Dança – Licenciatura Licenciatura em Dança e Bacharelado em Dança Design Visual Design. Engenharia de Minas e Meio Ambiente. Engenharia de Recursos Hídricos e do Meio Ambiente. Engenharia Elétrica. Matemática. Engenharia Mecânica. Engenharia Florestal. Engenharia de Produção. Engenharia Ambiental. Engenharia de Informação. Engenharia Metalúrgica. Engenharia Metalúrgica. Ciências Biológicas – Bacharelado Modalidade Médica. Ciência da Computação Informática Ciências Atuariais Ciências Atuariais. Administração. Engenharia de Minas. Engenharia Agroindustrial: Indústria Alimentícia. Engenharia Eletrônica. Engenharia Cartográfica de Agrimensura. Administração. Engenharia Agronômica. Engenharia Computacional. Engenharia de Saúde e Segurança. Design Gráfico e Arquitetura Design Produto Design. Ciências Atuariais. Bacharelado em Políticas Públicas. Engenharia Agrícola. Engenharia de Produção. Engenharia Naval. Engenharia Civil. Engenharia de Manufatura. Bacharelado em Biomedicina. Engenharia Mecatrônica. Ciências Biológicas – Modalidade Biomédica. Engenharia de Transportes. Engenharia Mecânica. Engenharia Cartográfica. Engenharia de Automação. Engenharia de Controle e Automação Engenharia Elétrica. Engenharia de Energia. Biomedicina Ciências Biomédicas. Engenharia Bioenergética. Engenharia Bioquímica. Engenharia Agronômica. Engenharia de Controle e Automação. Engenharia Cartográfica. Engenharia de Alimentos. Matemática. Engenharia Nuclear. Ciência e Tecnologia de Alimentos. Engenharia Química. Engenharia Florestal. Química Industrial. Engenharia Sanitária. Engenharia Industrial. Engenharia Química Engenharia Agrícola. Química.

Engenharia da Computação. Engenharia Civil. Engenharia Química. Engenharia de Produção. Engenharia Mecatrônica. Todas as Engenharias. Farmácia: Bioquímica Clínica. Engenharia Metalúrgica. Bacharelado em Matemática. Licenciatura Plena em Física. Engenharia de Controle e Automação. Engenharia Metalúrgica. Engenharia de Materiais Engenharia Mecânica. Engenharia da Computação. Licenciatura em Geografia Geologia Geologia e Engenharia Geológica Bacharelado em Matemática. Engenharia de Computação. Engenharia Metalúrgica. Engenharia Cartográfica. Engenharia de Alimentos. Bacharelado em Física. Química. Engenharia Elétrica. Engenharia Ambiental. Engenharia Metalúrgica. Química. Engenharia de Minas. Engenharia de Alimentos. Química Ambiental. Engenharia de Materiais. Engenharia Mecânica. Bacharelado em Matemática Computacional. Bacharelado e Licenciatura Matemática. Engenharia de Produção. Engenharia Química. Engenharia de Materiais. Todas as Engenharias. Engenharia Cartográfica Engenharia Elétrica. Farmácia – Bioquímica. Farmácia: Clínica e Industrial. Farmácia Farmácia Industrial. Engenharia Mecânica. Engenharia Cartográfica. Engenharia Química. Engenharia Química. Engenharia Elétrica. Engenharia Elétrica. Licenciatura em Matemática. Bacharelado em Matemática Aplicada. Bacharelado em Meteorologia. Engenharia de Agrimensura. Bacharelado Bacharelado em Teatro. Museologia Bacharelado em Museologia Nutrição Nutrição Odontologia Odontologia Políticas Públicas. Engenharia Química Engenharia de Minas. Engenharia Ambiental. Fonoaudiologia Fonoaudiologia Geografia. Zootecnia Zootecnia . Engenharia de Energia. Física Estatística Bacharelado em Estatística Farmácia. Engenharia Elétrica. Ciências Atuariais. Física – Licenciatura. Engenharia Química. Ciências – Química Industrial Química. Química Industrial. Engenharia de Produção. Ciências Farmacêuticas. Química Industrial. Licenciatura Em Matemática. Engenharia de Telecomunicações. Engenharia Metalúrgica. Engenharia de Materiais. Engenharia Elétrica. Engenharia Mecânica. Engenharia de Energia Engenharia Química e Engenharia de Controle e Automação. Engenharia da Computação. Engenharia Química. Engenharia de Produção. Engenharia de Alimentos. Engenharia Eletrônica. Bacharelado em Química. Engenharia de Minas. Engenharia de Minas. Engenharia Civil. Engenharia da Computação. Física. Engenharia Cartográfica. Farmácia – Análises Clínicas. Licenciatura Plena em Matemática. Engenharia de Engenharia Civil Minas. Ciências – Habilitação Matemática – Licenciatura Plena. Farmácia e Bioquímica. Engenharia de Produção. Química e Matemática. Engenharia Mecânica Engenharia Elétrica. Ciência da Computação. Bacharelado Bacharelado em Políticas Públicas Teatro. Engenharia Civil. Engenharia Mecânica. Física – Bacharelado. Farmácia e Bioquímica (Análises Clínicas e Tecnologia dos Alimentos). Bacharelado e Licenciatura Astronomia. Engenharia Civil. Engenharia da Computação. Engenharia Metalúrgica. Engenharia de Alimentos. Ciências Econômicas. Engenharia Agrícola. Bacharelado em Estatística. Engenharia Cartográfica. Engenharia Mecânica. Engenharia Mecânica. Bacharelado em Física. Engenharia Química. Engenharia de Engenharia Física Energia. Engenharia de Materiais. Engenharia de Materiais. Engenharia Física. Bacharelado e Licenciatura Bacharelado em Geografia. Bacharelado e Licenciatura e Licenciatura em Ciências – Habilitação em Química. Engenharia Civil. Licenciatura em Teatro Química. Química – Licenciatura. Engenharia de Energia. Engenharia de Materiais.

Noturno Química Industrial Química Industrial . Blocos Cursos Engenharia Cartográfica – Noturno Engenharia Civil Engenharia de Controle e Automação Engenharia de Energia Engenharia de Materiais Engenharia Física – Bacharelado Engenharia Mecânica Física – Bacharelado: Astrofísica Bloco 1 Física – Bacharelado: Física Computacional Física – Bacharelado: Materiais e Nanotecnologia Física – Bacharelado: Pesquisa Básica Física – Licenciatura Física – Licenciatura – Noturno Matemática – Bacharelado Matemática – Licenciatura Matemática – Licenciatura .Noturno Geografia – Bacharelado Geografia – Bacharelado – Noturno Bloco 3 Geografia – Licenciatura Geografia – Licenciatura – Noturno Biomedicina Fonoaudiologia Bloco 4 Nutrição Odontologia – Noturno Comunicação Social – Habilitação – Jornalismo Bloco 5 Comunicação Social – Habilitação – Publicidade e Propaganda Comunicação Social – Habilitação – Relações Públicas Ciências Atuariais – Noturno Bloco 6 Ciências Contábeis – Noturno Ciências Econômicas Agronomia Bloco 7 Zootecnia Ciência da Computação – Bacharelado Bloco 8 Engenharia de Computação Ciências Sociais – Bacharelado Bloco 9 Ciências Sociais – Bacharelado – Noturno Design – Design de Produto Bloco 10 Design – Design Visual Bloco 11 Dança – Licenciatura Bloco 12 Estatística Bloco 13 Farmácia Bloco 14 Museologia Bloco 15 Políticas Públicas – Bacharelado Bloco 16 Teatro – Bacharelado Bloco 17 Geologia .4 .Noturno Engenharia de Alimentos Engenharia Química Química – Bacharelado Bloco 2 Química – Licenciatura .BLOCOS DE CONHECIMENTO BÁSICO Observação: Esta lista contém exclusivamente os cursos com disponibilidade de vagas no Processo Seletivo Unificado para o primeiro semestre de 2015/1.

poderá levar seu caderno de questões. levando em consideração critérios de viabilidade e razoabilidade. 48 horas após a efetivação do mesmo. como forma de identificação.extravestibular. necessária a guarda da documentação do Processo Seletivo Unificado por prazo superior ao término do referido período letivo. Os resultados do Processo Seletivo Unificado são válidos exclusivamente para o semestre letivo de 2015/1. Não será permitida a realização da prova ao candidato que comparecer após as 08h30min. É expressamente proibido ao candidato efetuar mais de uma inscrição no Processo Seletivo. Para fins dessa etapa. à coleta de impressão digital dos candidatos aprovados. em hipótese alguma. o candidato deverá dirigir-se à COPERSE. É de inteira responsabilidade do candidato a observância de compatibilidade entre suas provas e suas folhas óticas de respostas. pelo endereço www.extravestibular. A UFRGS também procederá. que deverá ser feito em qualquer agência bancária até o dia 29 de julho de 2014. O candidato terá sua inscrição provisória homologada somente após o recebimento da confirmação do pagamento de sua inscrição. O candidato com necessidades especiais que necessitar de atendimento especial deverá procurar a COPERSE. até o dia 28/07/2014.PROVAS As provas da serão aplicadas no dia 17 de agosto de 2014. no mesmo endereço. Caso isso ocorra será considerada válida a última inscrição registrada pelo candidato na internet e confirmada (paga). Os candidatos deverão apresentar o documento de identidade utilizado na inscrição. o documento de confirmação da inscrição com a indicação do local de realização da prova até o dia 05 de agosto de 2014.00 (Setenta e cinco reais). A Universidade. com antecedência. na internet. Não será permitida a troca de opção de curso em relação aquela originalmente indicada no requerimento de inscrição do candidato. da 00h do dia 10 de julho às 23h59min do dia 28 de julho de 2014. à coleta de impressão digital de todos os candidatos. Não haverá devolução do valor da inscrição ao Processo Seletivo Unificado para Ingresso Extravestibular 2015/1. O candidato não poderá prestar provas fora do local designado. cada candidato escolherá uma única opção de curso. quando. e o escore resultante desse procedimento será formado pela média aritmética dos escores por eles atribuídos. A nota de cada prova realizada pelo candidato será obtida pela padronização do escore bruto obtido na mesma. igual para todos os Blocos de Conhecimento. de igual peso. O valor da inscrição é de R$75. impreterivelmente até as 17h do dia 30/07/2014. É de responsabilidade do candidato acessar a informação. 27 do Decreto 3. Eb = escore bruto do candidato na prova µ = média dos escores brutos da prova  = desvio padrão da prova . exclusivamente em horário bancário.298/99.ufrgs. cuja avaliação registrará um escore máximo equivalente a 30 acertos. que visam à avaliação dos candidatos. então. com início às 08h30min. processará qualquer registro de pagamento em data posterior ao último dia fixado para esse fim. os locais de realização das provas. estão previstas duas provas: uma prova objetiva de Conhecimento das disciplinas que integram o respectivo Bloco. Desde já ficam os candidatos convocados a comparecer.5 . O candidato poderá conferir o registro de pagamento. O candidato receberá um comprovante provisório de inscrição e um DOC para o pagamento da inscrição. seja qual for o motivo alegado.br. É de responsabilidade dos candidatos conhecer. não sendo. considerando o disposto no §1º.br. redigir a Redação e preencher a Folha Ótica. A prova de Redação será avaliada por dois examinadores. aos respectivos locais de realização das provas. o que corresponde às 30 questões objetivas da prova de conhecimento. constitui-se de duas provas.1 . O candidato não poderá sair da sala de prova antes de transcorridas 2h do início da prova. como forma de confirmação de identificação. composta por 30 questões de escolha múltipla. Os candidatos disporão de um total de 4h para responder a todas as questões. Os dois últimos candidatos de cada sala deverão sair ao mesmo momento. calculado pela seguinte fórmula: Onde: Ep = escore padronizado da prova.ufrgs. sob pena de ser considerado não inscrito. e uma prova de Redação.INSCRIÇÃO As inscrições serão recebidas via Internet. 6. que irá aferir o candidato no Bloco de Conhecimento para o curso por ele pretendido. conforme o Bloco de Conhecimento em que se insere o curso pretendido. A COPERSE procederá no dia de realização da prova e durante a mesma. munido de documentação comprobatória.Avaliação O Processo Seletivo Unificado para Ingresso Extravestibular. Por ocasião da inscrição. Serão providenciadas condições adequadas para que o candidato realize as provas. às 08h00min. 6 . para ingresso no local de provas. Caso não encontre o respectivo registro. A COPERSE disponibilizará na internet no endereço www. do art. portanto.

EpPr = escore padronizado da prova de Redação. s/nº . na Instituição de vínculo atual.2 . implica na perda definitiva da vaga. para as disciplinas com códigos diferentes.extravestibular. se regime seriado ou anual.br. será necessário protocolar o pedido período de 01 a 05 de setembro de 2014. e) obtiverem. Eventuais recursos quanto às questões objetivas deverão ser formalizados pelos candidatos. até as 17h30min do dia seguinte ao divulgação do gabarito. automaticamente.ufrgs. 7 . No caso de empate.br.ufrgs. g) Requerimento específico de solicitação de equivalência de disciplina devidamente preenchido. O resultado dessa etapa de seleção será divulgado até 26 de agosto de 2014. b) obtiverem aproveitamento inferior a 30% na prova de Conhecimento Específico do Bloco. b) Histórico Escolar atualizado do curso superior correspondente aos períodos cursados – Documento original. Persistindo o empate. pela internet. Entretanto. no endereço www.Critérios de eliminação Serão eliminados do Processo Seletivo Unificado. no Protocolo Geral da UFRGS . d) Cópias da Carteira de Identidade e do CPF. Os gabaritos serão divulgados na internet.DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA 7.Os candidatos não eliminados do Processo Seletivo Unificado serão classificados para preenchimento no limite das vagas oferecidas nos cursos a que estiverem concorrendo. para solicitar dispensa de disciplinas por equivalência. os classificados de outras instituições de ensino superior deverão entregar. 6. que especifique a situação de vínculo com o curso de origem. será analisado o cumprimento do disposto no texto de abertura deste Edital. obtido calculando-se a média harmônica dos escores padronizados que obtiverem nas duas provas.br. Conforme modelo em anexo. c) Documento oficial da IES informando o Ato Legal do Reconhecimento do Curso ou autorização de funcionamento do Curso pelo MEC. no Protocolo Geral da UFRGS. f) Conteúdo programático das disciplinas cursadas com aprovação no curso de origem.ufrgs. O requerimento está disponível no site www. será considerado melhor classificado o candidato com a maior soma dos escores brutos.prograd. às 15h. pelo endereço www. Observação: O não atendimento no prazo supracitado ou não apresentação da documentação exigida ao candidato selecionado. 7. É vedada a Transferência Interna para alunos com ingresso distinto ao Concurso Vestibular/UFRGS nos cursos de origem.2 .prograd. à COPERSE. conforme Resolução 11/2013 do CEPE. não sendo necessária a entrega de documentação. disponível no site www. será considerado o melhor escore na prova de Redação. se regime semestral. após a divulgação do gabarito preliminar da respectiva prova. . escore padronizado igual ou menor do que zero. no período de 01 a 05 de setembro de 2014. através do requerimento específico de solicitação de equivalência de disciplina. EpPa = escore padronizado da prova de Conhecimentos Específicos do Bloco. mediante abertura de processo no Protocolo Geral da UFRGS – Campus Centro.Prédio 12106 – Térreo – Campus Centro. calculada pela seguinte fórmula: Onde: AC = argumento de concorrência.Anexo I da Reitoria – Rua Luiz Englert. c) obtiverem aproveitamento inferior a 30% do escore máximo na prova de Redação. obrigatoriamente. segundo a ordem decrescente do argumento de concorrência.1 . ou do primeiro ano. e) Histórico Escolar e Certificado de Conclusão de Curso do Ensino Médio – originais ou cópias autenticadas em cartório.Transferência Voluntária Para garantir a vaga.ufrgs. d) obtiverem aproveitamento inferior a 30% no total da soma dos escores brutos no conjunto das duas provas.extravestibular. os seguintes documentos: a) Atestado ou declaração que comprove a aprovação no conjunto das disciplinas que compõem os dois primeiros semestres cursados.Transferência Interna Para garantia de vaga aos classificados já alunos da UFRGS.br no dia 18 de agosto de 2014. em qualquer uma das duas provas. os candidatos que se enquadrarem em pelo menos uma das seguintes situações: a) não tiverem realizado qualquer das provas.

9 . Os candidatos classificados já alunos da UFRGS (Transferência Interna) deverão solicitar sua Encomenda de Matrícula no curso pretendido. no Portal do Aluno.ufrgs. nos prazos estabelecidos pelo Calendário Escolar.extravestibular.extravestibular.ufrgs. É vedada aos ingressantes na modalidade de transferência voluntária ou transferência interna.prograd.extravestibular. no Portal do Aluno.br internet Protocolo Geral da UFRGS – Anexo I da Reitoria – Rua Luiz 01 a 05/09/2014 Entrega da documentação obrigatória Englert.ufrgs.br.Prédio 12106 – Térreo.br indicação do Local de Prova 17/08/2014 Local determinado na Confirmação de Inscrição e Aplicação das Provas (às 8h00) indicação do Local de Prova 18/08/2014 Divulgação dos Gabaritos www. considerando que o ingresso se dá em uma das habilitações dos respectivos cursos (Licenciatura ou Bacharelado). por Processo Seletivo Unificado. a troca de ênfase/habilitação na qual ingressou.br 29/07/2014 Último dia para pagamento da inscrição Qualquer agência bancária em horário bancário Confirmação da inscrição com Até 05/08/2014 www.MATRÍCULA Os candidatos classificados de outras IES (Transferência Voluntária) deverão solicitar sua Encomenda de Matrícula no site www. s/nº .ufrgs.br e no Decordi – Anexo I da Até 26/08/2014 Divulgação do Resultado Reitoria – Rua Luiz Englert.br (às 15h) www. A partir de Novo Chamamento www. nas quais foram oferecidas vagas.CALENDÁRIO DATA EVENTO LOCAL 10 a 28/07/2014 Inscrição www. bem como a permanência no curso.8 .extravestibular.br.ufrgs. Horário: das 8h30min às 17h.Prédio 12106 – Térreo.br 04/10/2014 . s/nº .ufrgs.extravestibular. nos prazos estabelecidos pelo Calendário Escolar. Liberação do Boletim de Desempenho na Até 27/08/2014 www.ufrgs. pelo site www.ufrgs.

BLOCO 2 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Derivada de função de uma variável real. determinantes e sistemas de equações lineares. constantes de ionização de ácidos e bases fracos em água (Ka e Kb).  Trabalho e Energia. máximos e mínimos.  Cinemática e Dinâmica da Partícula. células eletrolíticas. Lei de Coulomb.  Termodinâmica : 1ª e 2ª leis.  Integral de função de uma variável. Ondas Mecânicas. Superposição de Ondas e Ondas Estacionárias.  Integrais múltiplas de funções de várias variáveis reais. vetores. comportamento de sais de ácidos polipróticos em água.  Oscilações. Campo Elétrico.  Trabalho e Energia. Energia Interna e 1º Princípio da Termodinâmica. células galvânicas. integrais iteradas. Força Magnética. Lei de Ampère. comportamento ácido/básico de sais em água.  Rotações. efeito do íon comum. máximos e mínimos.  Espaços vetoriais reais.  Sistemas de Partículas. Lei de Gauss.  Derivadas parciais de funções de várias variáveis reais. Lei de Coulomb.  Matrizes. Conservação da Quantidade de Movimento Angular. catalisadores  Termodinâmica: conceitos fundamentais. velocidade média e velocidade instantânea. retas e planos no espaço. Campo Elétrico. princípio de Le Chatelier. retas e planos no espaço. Entropia Absoluta e 3º Princípio da Termodinâmica  Equilíbrio Químico: características do estado de equilíbrio. Conservação da Energia. subespaços. Entropia. cálculo de áreas e volumes. Potencial Elétrico. Conservação da Quantidade de Movimento Linear. taxas relacionadas.  Geometria analítica espacial: pontos. dependência linear. derivadas direcionais. noções de mecanismo de reações químicas. propriedades coligativas  Estado Gasoso: leis empíricas dos gases.  Termodinâmica : 1ª e 2ª leis. teoria cinética dos gases. técnicas de integração. máximos e mínimos. vetores.  Geometria analítica espacial: pontos.  Cálculo Estequiométrico  Soluções: cálculos envolvendo unidades de concentração. dependência linear. Entalpia e Termoquímica. Lei de Ampère.  Sistemas de Partículas.  Eletrostática: Carga. . volumes. Leis de Newton para o movimento. força de ácidos e bases em água. soluções tampão  Eletroquímica: reações redox. dimensão. Teoria do Estado de Transição. reações de precipitação  Equilíbrio Iônico Ácido/Base: conceitos de ácidos e bases. Força Magnética. Ligação Covalente. Conservação da Quantidade de Movimento Linear.  Cinemática e Dinâmica da Partícula.  Derivadas parciais de funções de várias variáveis reais. técnicas de integração. Produto iônico de solubilidade (Kps). reações de eletrólise. Lei de Faraday Lenz  Magnetismo: Campo Magnético. volumes.  Química Inorgânica: Estrutura Atômica. taxas relacionadas. dimensão. Lei de Faraday Lenz  Magnetismo: Campo Magnético. Ligação Iônica. ajuste de reações redox. Estrutura Molecular e Forças Intermoleculares. Energia Livre de Gibbs e 2º Princípio da Termodinâmica. Lei de Gauss. Kc e Kp. base. reações de precipitação e neutralização. ácidos polipróticos.  Oscilações. Tabela Periódica.  Rotações. cálculo de áreas e volumes. determinantes e sistemas de equações lineares. ordem de reação. Lei da Ação das Massas. Leis de Newton para o movimento. Potencial Elétrico. Conservação da Energia. equação de Arrhenius. quociente de reação. multiplicadores de Lagrange.  Eletrostática: Carga. integrais iteradas. células eletroquímicas e potencial de célula.  Espaços vetoriais reais.ANEXO 1: Programas dos Blocos de Conhecimento BLOCO 1 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Derivada de função de uma variável real. Conservação da Quantidade de Movimento Angular. Superposição de Ondas e Ondas Estacionárias. efeito da concentração e Equação de Nernst. multiplicadores de Lagrange. comportamento ideal e real dos gases  Cinética Química: fatores que afetam a velocidade de reações químicas. base. derivadas direcionais.  Integral de função de uma variável. determinação experimental da ordem de reação. subespaços.  Integrais múltiplas de funções de várias variáveis reais. relação entre a constante de equilíbrio termodinâmica e a variação de Energia Livre Padrão  Equilíbrio Iônico de Solubilidade: solubilidade. Ondas Mecânicas. máximos e mínimos.  Matrizes.

LIMA. História da Comunicação no Brasil. 2005. 1991. Néstor García. Até que ponto. Max. 1987. Vilém. 1994. São Paulo: Paz e Terra. Clóvis. Consumidores e cidadãos. 2008. CHARAUDEAU. BARBOSA. Patrick. 2006. BENJAMIN. lugar)  Geografia Física: conceitos fundamentais de climatologia. Bauru. Madrid: Taurus.. São Paulo: Editora SENAC. FLUSSER. Ana Carolina. 2009. região. São Paulo: Perspectiva. São Paulo: Cosac Naify. Comunicação e Recepção. Eros e a Civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud. ECO. Walter. JENKINS. legislação e cidadania em comunicação  Comunicação. MARCONDES FILHO. c2008. As palavras e as coisas. Rio de Janeiro: Relume Dumará. 2007. BLOCO 3 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  A Evolução do Pensamento Geográfico  A Geografia: conceitos fundamentais (espaço. A utopia da comunicação. Petrópolis. Introdução à teoria dos sistemas. Rio de Janeiro: LTC. 2007. Niklas. JACKS. Pierre. 1991. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. 380 p. Mitologias. São Paulo: Brasiliense. Regis. política e sociedade  Estudos críticos da comunicação BIBLIOGRAFIA ADORNO. FOUCAULT. Jürgen. 1992. São Paulo: Aleph. Sobre a televisão. 2002. Marialva. 1990. A filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia. geomorfologia e hidrografia  Fundamentos de Cartografia  População e Geografia  Geografia Humana e Econômica: conceitos básicos BLOCO 4 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Anatomia  Bioestatística  Biofísica  Bioquímica  Biologia molecular  Citologia  Embriologia  Fisiologia  Genética  Histologia  Imunologia  Introdução à ecologia  Metodologia científica  Microbiologia  Parasitologia BLOCO 5 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Teorias da Comunicação  História da Comunicação  Midiologia  Semiótica  Cibercultura  Culturas das mídias  Teorias da imagem  Teorias da interação e interatividade  O universo das imagens técnicas  Ética. BARROS FILHO. São Paulo: Perspectiva. Tratado geral de semiótica. Roland. DEBRAY. Teoria da cultura de massa. A televisão levada a sério. 2001. A galáxia da internet: reflexões sobre a internet. Vilém. Petrópolis: Vozes. São Paulo: Martins Fontes. território. Magia e técnica. Herbert. 2006. BARTHES. São Paulo: Summus. 1999. SP: Edusc. 11ª. Midiologia geral. 2000. Arlindo. 2013. Luiz Costa. Teoria da cultura de massa. Patrick. MARCUSE. 1992. CHARAUDEAU. os negócios e a sociedade. Michel. FLUSSER. CASTELLS. Apocalípticos e integrados. Lisboa: Instituto Piaget. de fato. MACHADO. 2008. Umberto. Rio de Janeiro: Editora UFRJ. 2003. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. São Paulo: Hacker Editores. nos comunicamos? São Paulo: Paulus. São Paulo: Contexto. Ciro. ECO. Manuel. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. 1997. Nilda. RJ: Vozes. BRETON. CANCLINI. LUHMANN. 2006. Zahar. Introdução às ciências da comunicação. Teoria de la acción comunicativa. ESCOSTEGUY. Philippe. Rio de Janeiro: J. Daniel. Umberto. HABERMAS. arte e política. Cultura da convergência. BOUGNOUX. 1999. Ética na Comunicação. 1999. Theodor W. 2005. Henry. Petrópolis: Vozes. Luiz Costa. Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra. Discurso político. BOURDIEU. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. Discurso das mídias São Paulo: Contexto. Rio de Janeiro: J. HORKHEIMER. LIMA. Zahar. .

Elementos de Teoria e Pesquisa da Comunicação e dos Media. MCLUHAN. NOTH. tábua de mortalidade. Levantamento de bacias hidrográficas e bacias hidráulicas. Lucien.  Bioquímica: a estrutura dos principais compostos orgânicos. Vicente. A mídia e a modernidade: Uma teoria social da mídia. Probabilidade: conceito. 2009. matrizes. Comunicação e espetáculos da política. Desenho de plantas. Interação mediada por computador. Solução do solo. Evaporação e evapotranspiração. princípio do mutualismo. Cultura de massas no século XX: necrose. SANTAELLA. Arqueologia da mídia: em busca do tempo remoto das técnicas do ver e do ouvir. Crítica da comunicação. A ecologia da comunicação. São Paulo: Loyola. Fatores e processos de formação do solo. Degradação e manejo da estrutura. Organização. Macro. Enzimas. Introdução à teoria microeconômica: teoria do consumidor. despesa. 1986. São Paulo: Hacker. Elementos de climatologia estatística. Textura. Climas do Brasil. Fundamentos dos métodos titulométricos e espectrofotométricos da análise química. Marshall. Morfologia do solo: reconhecimento e descrição do solo a campo. Classificação interpretativa do solo para uso agrícola e outros fins. axiomas e teoremas fundamentais. Edgar. São Paulo: Edusp. THOMPSON. objetivo e estrutura. Maria Helena. Temperatura do ar e do solo. São Paulo: Experimento. Produção e utilização de energia pelos seres vivos. Rio de Janeiro: Forense Universitária. alcalinidade e salinidade do solo. Simplificação do trabalho: Q. Integração e regulação metabólicas. Cultura das mídias. Alex. Variáveis aleatórias. curvas planas. Auditoria administrativa. uso de mapas do solo. CARPENTER. Análise organizacional: fases e instrumentos. Divisões celulares. Radiação solar e terrestre. 1996. Levantamentos pedológicos: procedimentos. Rio de Janeiro: Forense Universitária. Metabolismo dos glícidios. Políticas. Distribuição de probabilidade. 2006.T. Levantamento taqueométrico. Distribuições teóricas e empíricas. Derivadas: aplicações. Introdução à teoria macroeconômica: objetivos e instrumentos de política macroeconômica. Porto: Universidade Fernando Pessoa. Elementos de dinâmica da atmosfera (forças que governam os movimentos atmosféricos. MATTELART. Descontos simples e compostos. Climas da Terra. Correção monetária. Estrutura. Lúcia.  Topografia: levantamento planimétrico.  Climatologia Agrícola: elementos e fatores do clima. Consistência e deformação do solo. Estatística descritiva.  Introdução à Atuária e Estatística: conceitos básicos de seguros. Pessoal executivo. teoria da produção e dos custos. 2007. . MORIN. Pressão atmosférica e vento. Aeração do solo. 1990. Balanço de radiação e de energia na superfície. Divisão de terras. citoplasma. Contas e Plano de Contas. Classificação do solo. Dos meios às mediações. Taxa interna de retorno. nevoeiro. equilíbrio parcial e geral. Lisboa: Editorial Presença. balanço de pagamentos e taxa de câmbio. Procedimentos contábeis relativos ao encerramento do resultado do exercício. manuais e regulamentos. meso e microclimas.  Álgebra Linear: sistemas de equações lineares.MARTIN-BARBERO.  Gênese e Classificação do Solo: Conceitos de solo. 2002. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ. Comunicação e Semiótica. Mensuração da atividade econômica e repartição da renda: contabilidade social. Lisboa: Presença. derivadas. Procedimentos contábeis básicos: contas. História das teorias da comunicação. Locação de curvas circulares. Mauro. Princípios de administração. Precipitação (chuva. 1994. Evolução do pensamento econômico. John B.  Matemática Financeira e Matemática: Capitalizações simples e composta. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS. Siegfried. São Paulo: Annablume. Locação de terraços. interpretação da eficácia das políticas monetária e fiscal sob o enfoque IS-LM. Histologia. razão. Edmund. Noções de geologia e mineralogia. massas de ar e frentes. ROMANO. PRIMO. Operações com mercadorias de forma simplificada. SFEZ. Levantamento de perfis longitudinais. Acidez. SANTAELLA. 1972. probabilidade de morte para uma ou mais cabeças. São Paulo: Loyola. Amortização de empréstimos. MCLUHAN. BLOCO 6 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Introdução à Contabilidade: Escrituração. Filosofia da administração. fluxogramas e lay-out. orvalho e geada).  Química do Solo: composição mineral e orgânica do solo. ZIELINSKI.  Física do Solo: natureza do solo e fundamentos do seu comportamento físico. Noções de análise de investimento. Rio de Janeiro: Zahar. 2004. Jesus. Edgar. diário. Controle.  Geometria Analítica: coordenadas. A física da relação solo-água. estruturas de mercado. Petrópolis: Editora Vozes. Gases de estufa e efeito estufa. São Paulo: Annablume.  Biologia Celular e Tecidual: morfologia das células animais. resultado do exercício. lipídios e aminoácidos. Climas do Rio Grande do Sul. Adriano Duarte. Estrutura básica das demonstrações contábeis: Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício. SOUSA. Demonstrações contábeis. Teorias da Comunicação. 2000. Armand. balancete de verificação. Estudo dos componentes celulares: membrana plasmática. Equivalência de fluxos de caixa. RODRIGUES. WEBER. 2006. 1990. Rendas certas. Nivelamento geométrico e trigonométrico. Princípios Contábeis. A galáxia de Gutenberg. Locação de taipas. Cultura de massas no século XX: neurose.D. débito e crédito. Processos de condensação na atmosfera (nuvens. cultura e hegemonia. 2006. Retenção e movimento da água no solo. geoecossistemas. Michèle. Campo de aplicação da contabilidade. Funções do setor público. Porto Alegre: Sulina. lei dos grandes números. circulação geral e secundária da atmosfera. MORIN. organelas. Lúcia. As variações do patrimônio líquido: receita. retas. Umidade do ar. Reações de oxidação e redução. núcleo. método das partidas dobradas. Rendas variáveis. Resistência as mudanças.  Meteorologia Agrícola: composição e estrutura vertical da atmosfera. Organização. Formulários.. 1999. El Niño Oscilação Sul). Marshall. granizo e neve). expectativa de vida. MATTELART. Direção.  Introdução à Economia e Administração: Conceitos Fundamentais de Economia. passivo e patrimônio líquido. Limites. Fatos contábeis. integrais. Estratégias da comunicação. Noções de economia internacional: teorias de comércio internacional. Revolução na comunicação. WOLF. Balanço hídrico. BLOCO 7 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Química Geral: fundamentos teóricos da química geral.  Cálculo: limites. A estática patrimonial: ativo. Integral definida e indefinida: aplicações. Classificações climáticas. Jorge Pedro. Reações de sorção. Comunicação. Distribuições uni e bidimensionais. Biologia molecular. Funções de uma e mais variáveis reais. 1968. Princípios da termodinâmica e estática da atmosfera. Winfried. plano de contas.

funcionalista e culturalista. enxofre. ponteiros. Conceitos de aptidão. Exterior dos animais. determinantes e sistemas de equações lineares. Miologia . divisão e termos anatômicos.  Tipos abstratos de dados: listas. Amostragem. com detalhamento das etapas. Sistema Digestivo dos Monogástricos e Ruminantes.  Estatística: introdução ao método e conceitos de análise estatística na área de ciências agronômicas. actinomicetos. protozoários.  Geometria analítica espacial: pontos. Técnica da construção. integrais iteradas. participação. CIÊNCIA POLÍTICA  Conceitos básicos: poder.  Teorias contemporâneas de democracia. BLOCO 9 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ANTROPOLOGIA  Os primórdios do pensamento antropológico.  Construções Rurais: estudo dos principais materiais utilizados. dimensão. comandos iterativos e subprogramas. algas. Estrutura das principais construções rurais.  As perspectivas evolucionista. função e produto. arvores e grafos. Probabilidade.  Oscilações. funções.  Tipos de dados primitivos e estruturados. Interações planta-microrganismos. conforto ambiental. Sistema Genital Masculino e Feminino. absorção e circulação. Comparação de médias. Lei de Coulomb. dependência linear. termoregulação. BLOCO 8 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Derivada de funções de uma variável real.  Durkheim: fato social.  Subrotinas e interrupções de hardware e software. Distribuição normal. tropismos e nastias. Diversidade de organismos.  Marx: materialismo histórico e dialética.  Rotações. Conservação da Quantidade de Movimento Linear. espécies e indivíduo.  Zootecnia: importância da Zootecnia. Importância do clima na produção animal.  Modelo de Computador de Von Neumann: conceitos de instrução e seus formatos. Sistema Urinário. Obtenção. derivadas direcionais. Princípios de experimentação. Sistema Circulatório. Estradas rurais. funcionalismo e ordem. Eletrificação rural. adaptação ao ambiente e estratégicas para minimizar os efeitos do clima nas diversas formas de criação.  Jusnaturalismo e contratualismo. fungos. Correlação e regressão linear. ferro. crescimento e desenvolvimento. Lei de Gauss. pilhas.  Linguagem de máquina e simbólica.  Derivadas parciais de funções de várias variáveis reais.  Matrizes. máximos e mínimos.  Alocação estática e dinâmica de memória. Lei de Ampère.  Integrais múltiplas de funções de várias variáveis reais. fatores do clima que afetam a produção animal. Transformações microbianas do fósforo.  Cinemática e Dinâmica da Partícula. Conservação da Energia. volumes. vírus. base. ambiente.  Fisiologia vegetal: água. racionalização e dominação. aritmética binária. retas e planos no espaço. Esplancnologia das aves. manganês. fluxo de dados e de controle. Microbiologia da rizosfera. germinação e dormência. . filas.  Etnocentrismo e alteridade.  Auguste Comte e o positivismo. fisiologia da floração. subespaços. Conservação da Quantidade de Movimento Angular. intervalos de confiança e testes de significância. Estimação. modos de endereçamento. soberania. relação entre forma e função e principais raças de interesse zootécnico. Fisiologia Animal: conceito.  Espaços vetoriais reais. Ondas Mecânicas.Sistema Respiratório.  Sistemas de Partículas. Superposição de Ondas e Ondas Estacionárias.  Eletrostática: Carga. fixação do carbono. Osteologia.  Biologia do Solo: introdução e importância da biologia do solo.  A fundação do Estado moderno. Campo Elétrico.  Integral de funções de uma variável.  Conversão de bases numéricas. fluxo térmico.  Weber: ação social. Organismos do solo: bactérias. ciclos de instrução. Projeto e orçamento de materiais. multiplicadores de Lagrange.  Formas de governo e separação de poderes. representação. máximos e mínimos. cálculo de áreas e volumes.  Programação estruturada.  Botânica Agrícola: morfologia e taxonomia de Pinophyta (Gimnospermas) e Magnoliophyta (Angiospermas).  Termodinâmica : 1ª e 2ª leis. Fatores do ambiente que influenciam o comportamento animal. taxonomia. potássio e metais pesados. SOCIOLOGIA  Constituição histórica da sociologia. características. Potencial Elétrico.  A prática da observação participante. vetores. Ciclos do carbono e do nitrogênio. Leis de Newton para o movimento.  Estruturas de controle: comandos de seleção. meso e macrofauna. apresentação e descrição de dados de observação. Força Magnética. Lei de Faraday Lenz  Magnetismo: Campo Magnético.  Estruturalismo e Antropologia interpretativa. legitimidade. técnicas de integração. representação de números inteiros em ponto fixo e ponto flutuante. Instalações elétricas prediais.  Trabalho e Energia.

 O projeto conceitual como etapa do processo de projeto de produto. PRANDI. O corpo em movimento: o sistema Laban/Bartieff na formação e pesquisa em artes cênicas. retas e planos no espaço. máximos e mínimos.Editora Atlas (ISBN: 8522414718) MAGALHÃES. base. LAMOTTE..  Corpo e Musicalidade: Propriedades do som. Isabel. gráficos e análise exploratória de dados. Jairo Simon da.  Matrizes. MARQUES. Ritmo e Movimento Teoria e Prática.Estatística aplicada e probabilidade para engenheiros . Reginaldo. . Dança popular: espetáculo e devoção. REFERÊNCIAS ARAUJO. FERNANDES. tabelas. Anatomia para o movimento: bases de exercícios. Cibele Comini . CALAIS-GERMAIN.  Estatística Descritiva . BLOCO 10 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Conceitos e aplicações de desenho geométrico. integrais iteradas.  Conceitos e aplicações do desenho técnico no projeto de produto. Dicionário do Folclore Brasileiro. 2011. gêneros de danças populares brasileiras. BOURCIER. Fábio. CASCUDO. 2011. São Paulo: Editora Companhia das Letras. Mitologia dos Orixás. 1995. derivadas direcionais. Mariana. Julieta.Editora LTC (ISBN: 8521602944) MORETTIN.  Geometria analítica espacial: pontos. 2012. Douglas C. Artes em questão. Blandine.Editora LTC (ISBN: 8521616643. BLOCO 11 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  História da Dança: das danças rituais ao pós-modernismo. Paul. Campinas: Editora Papirus.  Metodologias sistemáticas de projeto de produto. recreação e música. Murray Ralph .Editora Edusp (ISBN: 8531406773) MEYER. gêneros musicais. Blandine. Runger. tempo e compasso musical. . 9788521616641) FARIAS. Wilton de Oliveira . SILVA. George C. Gisele de Assis. dimensão. Dança e Pós-modernidade. Darci.Editora Edgard Blücher (ISBN: 8521203004) MONTGOMERY.  Geometria descritiva como ferramenta para a solução de problemas geométricos no projeto.  Danças Populares Brasileiras: formação cultural brasileira. São Paulo: Annablume. os movimentos e os tipos de articulação. 2000. 2008.Editora Pearson (ISBN: 8534613001) . São Paulo: Editora Manole.  Integrais múltiplas de funções de várias variáveis reais. Soares. São Paulo: Editora Martins Fontes. São Paulo: Digitexto.  Inferência . Cesar. Bornia. Anatomia para o movimento: introdução à análise das técnicas corporais. 2010.  Derivadas parciais de funções de várias variáveis reais. estimação. Marcos Nascimento . Jose Francisco. São Paulo: Editora Global Editora.  Espaços vetoriais reais. O Povo Brasileiro.  Integral de função de uma variável. RIBEIRO. BRAZIL.Editora Ltc (ISBN: 8521612931) FONSECA. 2004. 2002. LAMOTTE. Danca e Educac São Paulo: Editora Cortez.  A dança e seus diferentes campos de atuação: legalização e legitimação. Pedro Luiz de Oliveira .Estatística :para cursos de engenharia e informática . 2005. Jacyan. M i ; MORAN I. São Paulo: Editora Phorte. subespaços. Alceu Manard. CASTILHO. l . técnicas de integração. Editora Terceiro Nome. dependência linear. Reis. Gilberto de Andrade . Folclore nacional II: Danças.conceito e teoremas de probabilidade. correlação e regressão.  Estudos do Corpo: planos e eixos. mitologia e danças populares no Brasil. Ciane. São Paulo: Editora Manole. ARTAXO.medidas descritivas. Andree. Andree. GOMES. Salvador: EDUFBA. BLOCO 12 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Derivada de função de uma variável real. Pedro Alberto. TRA A A A.amostragem.Probabilidade e estatística . Inês; MONTEIRO.Estatística básica . Pedro Alberto. a. Jacqui Greene. Alfredo Alves de. Paul L. São Paulo. Antonio Cezar . 2001. São Paulo: Editora Martins Fortes. 2012.Editora Atlas (ISBN: 9788522449897) COSTA Neto. MONTEIRO. cálculo de áreas e volumes.Editora Saraiva (ISBN: 8502034979) SPIEGEL. Martins. 2010. CALAIS-GERMAIN. taxas relacionadas. 2013. Simone. REFERÊNCIAS BARBETTA. 2010. HAAS. Bussab.  Técnicas de criatividade intuitivas e sistemáticas na geração de alternativas de projeto. variáveis aleatórias e distribuições de probabilidade. respiração e movimento. determinantes e sistemas de equações lineares.  Sistema Laban/Bartenieff: os princípios de movimento e os fundamentos corporais.Introdução à estatística .  História do design industrial.  Probabilidade .Curso de estatística .Estatística . multiplicadores de Lagrange.Probabilidade: aplicações à estatística . máximos e mínimos. São Paulo: Editora Manole. volumes. CALAZANS. Anatomia da dança. estrutura óssea. História da dança no ocidente. probabilidade condicional. Eliana Rodrigues. Luis da Câmara.  Técnicas de seleção de alternativas no processo de projeto de produto.Noções de probabilidade e estatística . testes de hipóteses. vetores. Marcelo Menezes. São Paulo: Editora Companhia das Letras.

reações de precipitação  Equilíbrio Iônico Ácido/Base: conceitos de ácidos e bases. relação entre a constante de equilíbrio termodinâmica e a variação de Energia Livre Padrão  Equilíbrio Iônico de Solubilidade: solubilidade. Declaração de Caracas (1992). reações de precipitação e neutralização. BLOCO 15 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Conceito de políticas públicas. corporativismo. História Oral e Histórias de Vida. ácidos polipróticos. células eletrolíticas. políticas. constantes de ionização de ácidos e bases fracos em água (Ka e Kb). Modelos analíticos para a análise de processos decisórios. regional e econômica e tensões entre centralização e descentralização na formulação e implementação de políticas públicas no Brasil. Energia Livre de Gibbs e 2º Princípio da Termodinâmica. Entropia Absoluta e 3º Princípio da Termodinâmica  Equilíbrio Químico: características do estado de equilíbrio.  Modelos analíticos para a compreensão da dinâmica das instituições políticas e implementação de políticas públicas em contextos de economia de mercado e competição eleitoral.  Ciclo da política. Teoria do Estado de Transição. catalisadores  Termodinâmica: conceitos fundamentais.  Patrimônio. mandonismo.  Gestão de acervos museológicos: conservação preventiva. princípio de Le Chatelier. clientelismo. Produto iônico de solubilidade (Kps).  Planejamento governamental. Lei da Ação das Massas. . BLOCO 14 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  A trajetória histórica dos museus no Brasil e da museologia no mundo. ajuste de reações redox. BLOCO 13 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Anatomia  Bioestatística  Biofísica  Bioquímica  Biologia molecular  Citologia  Embriologia  Fisiologia  Genética  Histologia  Imunologia  Introdução à ecologia  Metodologia científica  Microbiologia  Parasitologia  Cálculo Estequiométrico  Soluções: cálculos envolvendo unidades de concentração. força de ácidos e bases em água. Estrutura Molecular e Forças Intermoleculares. propriedades coligativas  Estado Gasoso: leis empíricas dos gases. documentação. quociente de reação. velocidade média e velocidade instantânea. comportamento ideal e real dos gases  Cinética Química: fatores que afetam a velocidade de reações químicas. etnicidades e gênero. soluções tampão  Eletroquímica: reações redox.  Federalismo.  A produção do conhecimento histórico: a Historiografia.  Química Inorgânica: Estrutura Atômica. noções de mecanismo de reações químicas.  Variações na configuração institucional de instituições poliárquicas contemporâneas. gerações. Ligação Covalente.  Diversidade social. Ligação Iônica. a pesquisa e as fontes históricas. Entalpia e Termoquímica.  Origem e desenvolvimento do Estado de Bem-Estar Social. comportamento de sais de ácido poliprótico em água. Entropia. efeito da concentração e Equação de Nernst. Declaração de Quebec (1984). classes sociais. células galvânicas.  Modelos analíticos para a compreensão das políticas públicas. ordem de reação.  Informação e Memória: a Memória Social. Energia Interna e 1º Princípio da Termodinâmica. insulamento burocrático. células eletroquímicas e potencial de célula. comportamento ácido/básico de sais em água. museu e o profissional museólogo: legislação. Kc e Kp. Tabela Periódica. teoria cinética dos gases. diretrizes e códigos de ética. segurança e emergências em museus  O papel social dos museus e marcos referenciais da Museologia: a Mesa de Santiago do Chile (1972). coronelismo.  Patrimonialismo.  Identidade. equação de Arrhenius.  A palavra e os registros da informação: dos primeiros suportes da escrita aos registros de informação na Era Digital. determinação experimental da ordem de reação. reações de eletrólise.  Conceito de políticas sociais. efeito do íon comum.

O posicionamento que o candidato assumir ao definir sua orientação argumentativa não estará em julgamento.  Geodinâmica. a manifestação e defesa articulada do ponto de vista escolhido. geologia e atividade humana.  Processos geológicos internos e ambientes (magmatismo. é imprescindível que o texto argumentativo a ser elaborado contenha os aspectos detalhados a seguir. Modelos de democracia. seções e mapas geológicos.  Propriedades físicas e ópticas dos minerais. sistemas cristalinos.  Formas do drama ocidental e suas relações com as ideologias expressas na peça literária. BLOCO 17 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  História da geologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. ARRETCHE. LIJPHART. ação externa e subtexto.  Escala. Victor Nunes.  Projeções cartográficas.  A formação das modernas burocracias públicas profissionais. . Michael.  Aspectos da estrutura cristalina: coordenação. casos práticos. LEAL. São Paulo: Edusp.  Utilização de recursos linguísticos apropriados ao texto argumentativo. Rio de Janeiro: Revan. Rio de Janeiro: Elsevier.  Hierarquização adequada dos argumentos aduzidos. São Paulo: Companhia das Letras. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. teorias e processos de implementação. HOCHMAN. MELO.  Composição química dos minerais: composição química da terra. Leonardo. Marcus Andre. Políticas Públicas no Brasil. Robert.  A linguagem cênica: ação. 1997.  Origem e constituição do sistema solar e da Terra. soluções sólidas. Edson. PERL.ed. Marta. Poliarquia.). Busca-se verificar a capacidade do candidato de desenvolver argumentos que subsidiem seus pontos de vista sobre o tema proposto.  Os significados de democracia e os limites à participação dos cidadãos nas democracias. à interpretação e à expressão articulada das ideias acerca do tema formulado. 2013. Rio de Janeiro: Fiocruz. expansão no escopo dos direitos de cidadania e seu impacto sobre prioridades de gasto e políticas públicas.  Orientação de alinhamentos.  Técnicas corporais para a cena. M. Arend. Para desenvolvê-lo. 2012.  Definição do ponto de vista acerca do tema. Coronelismo.  Nucleação e crescimento cristalino.  Planejamento de políticas públicas. calor).  Interpretação de perfis. PROGRAMA DA PROVA DE REDAÇÃO PARA TODOS OS BLOCOS A prova de Redação tem por objetivo aferir o conjunto de habilidades e competências relativas à compreensão. 1997. ação interna. intemperismo e sedimentação).  Aspectos significativos do drama brasileiro e as tendências da dramaturgia brasileira contemporânea.  Seleção consistente dos argumentos apresentados. magnetismo. BLOCO 16 PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS  Momentos significativos do espetáculo.  Classificação dos minerais: silicatos. 4. 2013. Uma abordagem integradora. 2002. Reformas constitucionais no Brasil: instituições políticas e processo decisório. mas. Eduardo (org. São Paulo: Cengage Learning. 2003. variabilidade da composição química dos minerais. processos geológicos de superfície e ambientes (erosão. Política Pública: seus ciclos e subsistemas. polimorfismo. metamorfismo. Clientelismo e insulamento burocrático.  O jogo improvisacional. REFERÊNCIAS DAHL. deformação). Gilberto. NUNES. 2008. Gramática política do Brasil. tempo e espaço.  Natureza e características das cartas topográficas como modelo espacial. RAMESH. 2 ed. rochas. MARQUES. esquemas de análise. sim. com ênfase na descrição e análise dos espaços teatrais e cênicos desde sua origem até o final do século XVII. regras de Pauling.  História do teatro brasileiro desde sua constituição até o contemporâneo. Tempo geológico. propriedades internas da Terra (gravidade. HOWLETT. minerais e fósseis. isomorfismo. SECCHI. Políticas Públicas: Conceitos.  Simatria externa dos minerais: elementos de simetria.  Ação dramática: conflito. enxada e voto: O município e o regime representativo no Brasil. Anthony.