UFRGS - PPG EM GEOGRAFIA Dezembro de 2016

Disciplina: A Geografia escolar, a formação dos seus professores, a leitura da
cidade: a busca da docência significativa

Professor: Nestor André Kaercher (Dep. de Ensino e Currículo – FACED - UFRGS)

mail: nestorandrek@gmail.com F: 33 08 41 61 (FACED – Sala 909- 9o andar)

Carga horária: 6h Número de créditos: 06
Dia: 3ª feira Horário: 13h30min às 17h10min

Ementa: O ensino de geografia no Ensino Fundamental e Médio na prática dos seus
docentes. A formação inicial e continuada do professor de geografia: obstáculos e
alternativas na docência em geografia. As fontes inspiradoras de nossa docência:
leituras fundamentais e exemplos de docência. A cidade como um texto a ser lido e
ensinado na prática. O ensino de geografia como forma de pensar nossa existência. A
literatura e a arte como fonte inspiradora da docência. O belo, a imaginação e a
perguntação: eixos da docência reflexiva. A Saida de campo como proposta didática
para ler-pensar a cidade.

Objetivos da disciplina:

. Refletir sobre a prática do docente no ensino da geografia escolar (Ensino
Fundamental e Médio).

. Pensar a formação inicial e continuada do professor de geografia propondo didáticas
que dinamizem e dêem maior reflexividade ao seu ensino.

. A cidade (em especial Porto Alegre) como foco central de interesse para ensino de
geografia: as possibilidades pedagógicas que a cidade pode oferecer

. Publicizar experiências docentes significativas,

. Discutir os projetos de pesquisa dos alunos envolvidos,

. Propor a docência da Geografia como uma experiência ontológica e poética pensando
a literatura e a arte como experiências éticas e estéticas,

. As novas tecnologias e as mini saídas de campo na busca da docência significativa.

Programa: . A tese de Kaercher tende a ser o início da disciplina. Reflexão acerca da
docência de Geografia dos próprios alunos. Propostas didáticas para o ensino de
geografia. A cidade como educadora dos sentidos: um texto a ser lido. A imaginação, a
perguntação e o belo como busca do ensino-aprendizagem significativos. Saída de
campo na proposta prática do professor e dos alunos. Obras literárias e de arte
exemplares para a educação de cada um de nós.

MORAIS. . . Lana de S. A cidade e seus sujeitos. Reflexão teórico-metodológicas sobre o ensino-aprendizagem da geografia escolar. Lana de S. (disponível para download no www. VILHENA.br) CAVALCANTI. Elaboração de saída de campo: proposta dos alunos para mostrarem seus bairros. Todos são importantes. Discussão/releitura das ‘leituras marcantes’ de nossa formação com foco no ensino de geografia e formação de professores. Apresentação e discussão dos (pré) projetos de pesquisa dos alunos. Goiânia: Gráfica e Editora Vieira.Procedimentos didáticos possíveis: (a ordem e prioridade são sugestões) . São Paulo: Cengage Learning. . 2010. CASTELLAR. Não deixe de entregar as pequenas tarefas solicitadas nos prazos combinados. São Paulo: Xamã. Eliana M.. CASTROGIIOVANNI. b) entrega de pequenas resenhas de alguns textos lidos. B de (org). (orgs) Movimentos para ensinar Geografia – oscilações. Leituras extra-geográficas marcantes para nossa formação Avaliação: Critérios para obtenção dos créditos: a) participação efetiva nas discussões dos textos em sala. Mini-saídas de campo por Porto Alegre: propostas pelo professor e também pelos alunos. Conhecimentos escolares e caminhos metodológicos. d) apresentação do projeto de pesquisa. . CASTELLAR. (org). Referências bibliográficas: (estão a disposição) (não está atualizada. Vários volumes. Sonia.das leituras marcantes. e) proposta de saída de campo na prática: elaboração e execução. Antonio et al. (Coordenação Geral). c) apresentação . CAVALCANTI. Traga também as suas. 2012.oral e escrita . 2011.lume. mas vou mostrando ao longo das aulas). Aprender com a cidade.ufrgs. 2016. . . . Gislaine B. Memórias discentes: professores e fatos marcantes do EFM. MUNHOZ. Importante: não há um trabalho final. Jerusa. . Ensino de Geografia. Sonia. Porto Alegre: Editora Letra1.

Nelson. FERRY. Porto Alegre: Evangraf. Rio de Janeiro: Objetiva. Santiago (Chile). Cartografia. A. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. mas estão lá). 1998. 2008. Marcelo. saberes e práticas. N. Ivaine M.(org) Leituras da cidade. Porto Alegre: Evangraf. SOMMER.. REGO. Porto Alegre: Ed do autor.). et al (org) O ensino de Geografia e suas composições . Vania A. Jussara F. KAERCHER.. 2012. PORTUGAL. 2015. ______________ . (compre. Aprender a viver II. CHAIGAR. RIBEIRO. Sapiens: uma breve história da humanidade. 2011. 2014. literatura e outras linguagens no ensino de geografia. Vol I. 2009. 2011. Porto Alegre: L&PM.). Curitiba:Editora CRV. Simone S. Jurgo T. Michele Farias. Porto Alegre: Ed Artmed. KAERCHER. N. TONINI. 2011. 2010. Se a geografia escolar é um pastel de vento o gato come a Geografia Crítica.Goiânia: Editora Vieira. CASTROGIOVANNI. São Paulo: Companhia das Letras. Jussara F. UNIJUÍ. mas você acha ainda. A sabedoria dos mitos gregos.(org. SANTOMÉ. está esgotada. Nelson. Ijuí (RS): Ed.com você encontra a maioria dos meus textos (um pouco desatualizado. cinema.weebly. La espessura del lugar: reflexiones sobre El espacio em El mundo educativo. CASTROGIOVANNI.(orgs). Salvador: EDUFBA. Campina Grande (PB): Bagagem. Porto Alegre: Penso. Universidad Academia de Humanismo Cristiano. PORTUGAL. 2016. KAERCHER. Vol II. OLIVEIRA. GAUTHIER. Geografia.(org. .. 2016 POSSAMAI. Aula de Geografia. 2013. Em geografiadonestor. Nestor André. REGO. Zita R. Homo Deus: uma breve história do amanhã. Solange L. Currículo escolar e justiça social: o cavalo de Tróia da Educação. A. Clermont et al. Luc.) (esse cara é muito monstro) GARRIDO. Manoel. FERNANDES. Geografia. HARARI.. Formação e docência em Geografia: narrativa. Porto Alegre: Ed Penso. M. 2007. Yuval Noah. Territorialidade negra: a herança africana em Porto Alegre: uma abordagem sócio-espacial. 2009.

O tempo é curto e vocês podem ser protagonistas sempre. dezembro de 2016. O destino é variável conforme o interesse do grupo. dos Santos. Mediação. Denise W. Obs: poderá haver saída a campo na disciplina. Débora Schardosin (2014). pedidos e reclamações? Usem a palavra sempre. Jussie B. Victor Hugo Nedel. Dúvidas. e Fábio Dias. Victoria Sabbado Menezes. Wagner Innocencio. Theves. Andrea Ketzer Osório. 2014. Aceito sugestões. Hann (2014) e Tanara Forte Furtado (2014). Fernandez. .curriculares. Porto Alegre. Obs. Cesar M. Não esperem o semestre terminar para sugerir ou reclamar. Recomendo as dissertações de mestrado de meus orientandos (Ana G. Porto Alegre: Ed. Que tal Parque de Itapuã (Viamão)? .