Jornal do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre - Ano XXIV - Edição 295

A direção do Sindicato reúnese nesta sexta-feira (9/7) com representantes das companhias aéreas, superintendentes da Infraero e dirigentes do Sindicato Nacional dos Aeroportuários para debater as melhorias necessárias no Aeroporto Salgado Filho. Após a reunião, prevista para às 14 horas, os sindicalistas e representantes das empresas

reúnem-se na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, às 15h30min, para encaminhar essas mudanças. O objetivo do Sindicato é sanar irregularidades e garantir melhores condições de trabalho aos aeroviários que atuam no aeroporto, que dependem de ações tanto da Infraero quanto das companhias aéreas.

TAP M&E ainda em busca do equilíbrio
O Sindicato reuniu-se com a direção nacional da TAP M&E, em 29 de junho. Segundo seu diretor-presidente, Nestor Koch, a empresa continua buscando parceiros para equilibrar-se e crescer. Apesar de várias conversas, nenhum acordo até o momento foi firmado. A TAP M&E está negociando novos contratos com a Força Aérea Brasileira, Marinha e Exército, mas nada foi assinado. A perspectiva da empresa é de que, em setembro, com a chegada de cinco aviões da TAP portuguesa para manutenção no Brasil, o fluxo de trabalho aumente. Até lá, a TAP M&E irá investir em treinamento. Os funcionários com férias vencidas também deverão gozá-las nos próximos meses. A empresa comprometeu-se com o Sindicato a cumprir a lei, com aviso prévio de 30 dias sobre as férias. Segundo Koch, os ajustes pós acordo para adequar a mão de obra às necessidades da TAP M&E foram feitos e a tendência é de que as demissões diminuam. A empresa também está começando a implementar as promoções, mesmo que não estejam ocorrendo “na velocidade que gostaria”, em razão de suas condições financeiras. Mesmo que não saia do vermelho este ano, a TAP M&E deve apresentar em julho ao Sindicato uma proposta de participação nos resultados. Questionada sobre o cumprimento da cláusula 39, que garante o emprego às vésperas da aposentadoria, a TAP M&E disse estar recebendo as comunicações dos funcionários e respondendo cada caso de acordo com o cumprimento dos requisitos. Sobre o ponto eletrônico, a empresa diz que irá implementar até agosto um novo sistema, adequando-se à legislação. Com ele, os trabalhadores terão acesso aos dados sobre suas horas trabalhadas, atrasos, horas extras etc. de forma clara e transparente, afirmou a TAP M&E. Ela comprometeu-se também a dar uma posição o mais rápido possível sobre a manutenção dos seus veículos, considerada péssima pelos trabalhadores, feita por empresa terceirizada. Uma nova remessa de uniformes deve ser distribuída em breve aos funcionários. Apesar dos compromissos assumidos, o Sindicato esperava melhores notícias na reunião. O motivo é que durante as negociações para o acordo de redução de jornada e salários, a empresa havia apresentado projeções para o período atual, pós acordo, mais otimistas que as que se confirmaram. O Sindicato esperava que a empresa voltasse à normalidade, não tivesse demitido tantos trabalhadores e já tivesse firmado novos contratos e parcerias, mas após todos esses meses o cenário mantém-se cheio de incertezas. A entidade lamenta a perda de vários funcionários qualificados que deixaram a TAP M&E. A retomada está demorando mais que o previsto, frustando a todos, afirma o Sindicato. A reunião entre representantes da empresa e dos sindicatos de outras bases foi realizada por videoconferência.

Henrique Lessa/Virya

Avança debate por melhorias no aeroporto Salgado Filho

Empossada nova gestão do SNA
A direção do Sindicato e da Fentac/CUT prestigiou, em 1º de julho, a posse da nova gestão do Sindicato Nacional dos Aeroviários, no Rio. A companheira Selma Balbino (foto) assume novamente a presidência da entidade. A chapa única foi aprovada por 97% dos votos válidos.

Assembleia aprova contas da Fentac/CUT
Em assembleia ordinária realizada em 1º de julho, os representantes dos sindicatos que compõe a Fentac/CUT aprovaram a prestação de contas da entidade sobre 2009 e a previsão orçamentária para 2010. A decisão acompanha o relatório do Conselho Fiscal, que aprovou as contas em reunião realizada na véspera da assembleia. A previsão orçamentária para o próximo período dá ênfase à criação da subseção do Dieese que irá dedicar-se, exclusivamente, ao estudo de questões relativas ao setor aéreo. Assim como à constituição de um fundo de reserva visando a aquisição de sede própria. O Secretário de Finanças da Fentac/CUT, Orisson Melo, ressalta a responsabilidade e transparência na gestão financeira da entidade. “Sobretudo, nos permitindo atender à demanda das entidades do setor aéreo”, explica.

Precariedade nos aeroportos é debatida entre sindicatos e SNEA
Os sindicatos cutistas do setor aéreo e a Fentac/CUT reuniramse com a direção do SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias), em 30 de junho, no Rio de Janeiro. O principal tema debatido foi a precariedade das condições de trabalho nos aeroportos, devido a falta de pessoal nas companhias aéreas. Em Porto Alegre, empresas e sindicatos reúnem-se esta semana com representantes do Ministério do Trabalho para discutir as melhorias necessárias à regularização das questões trabalhistas no aeroporto. Durante a reunião com o SNEA, os sindicatos de trabalhadores também defenderam a criação do piso de operador de equipamentos (aeroviários) e mudanças nas diárias internacionais (aeronautas). As reivindicações devem integrar a pauta da próxima campanha salarial das entidades. Os representantes dos trabalhadores também lamentaram a ausência do SNEA na Cúpula UE-AL de Aviação Civil, realizada em maio. Os sindicatos cutistas entendem que era crucial uma maior participação de trabalhadores e empresários brasileiros na Cúpula e que as empresas perderam a oportunidade de deixar clara sua posição sobre a aviação civil brasileira. O encontro bimestral das entidades tem o objetivo de debater o cumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho das categorias e temas que afetam trabalhadores e empresas do setor.

Aeroviários e TAM debatem SIPAT
O Sindicato foi convidado pelo SESMT da TAM para participar da SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho da companhia. A reunião para debater a atuação da entidade na SIPAT acontece no dia 13 de julho, às 15 horas. POA - A reunião com a direção nacional da TAM para tratar dos problemas enfrentados pelos aeroviários que atuam na base de Porto Alegre foi transferida para o dia 21 de julho a pedido da empresa. A reunião será realizada às 10 horas, na sede do Sindicato. PERICULOSIDADE - A perícia do processo movido pelo Sindicato para garantir adicional de insalubridade e periculosidade aos aeroviários que atuam na manutenção de pista para a TAM foi agendada para 15 de julho, às 16h30min. O Sindicato irá acompanhar o trabalho dos peritos.
Henrique Lessa/Virya

Metalúrgicos assinam acordo pioneiro
O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na grande São Paulo, e a montadora MercedesBenz de São Bernardo do Campo assinaram em junho acordo de adesão a um programa do sindicato que garante um dia de trabalho pago por ano destinado à formação do trabalhador, estreitando os laços entre sindicato e categoria. O programa, inspirado em um modelo canadense, foi incluído na convenção coletiva da categoria em 2009. A meta do sindicato, a longo prazo, é garantir a atividade de formação para 650 trabalhadores/dia. (Brasil Atual)
EXPEDIENTE

Curtas
14 BIS - O espaço cultural não abre nesta sexta-feira (9/7). O local está disponível para reservas e locações para associados(as).

Aerofolha é uma publicação do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre Rua Augusto Severo, 82 - São João - Porto Alegre - RS - CEP 90240-480 - Fone/Fax: 51 3343-4302 www.aeroviarios.org.br - info@aeroviarios.org.br - Diretor de Imprensa: Henri Rupp (comunica@aeroviarios.org.br) Projeto gráfico e editoração: Agência Virya (www.virya.net - info@virya.net - Tel.: 51 4062-9991). O conteúdo deste veículo é de inteira responsabilidade da direção do Sindicato. Editado em 07/07/2010. Tiragem: 1,5 mil exemplares.