SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 2

2. OBJETIVO 3

3. DESENVOLVIMENTO 4
3.1 CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIA 4
3.2 ESTADOS FÍSICOS 5
3.3 ESTADO SÓLIDO 5
3.4 ESTADO LÍQUIDO 7
3.5 ESTADO GASOSO 8
3.6 PLASMA 10
3.7 CONDENSADO DE BOSE-EINSTEN 13
3.8 CONDENSADOS FERMIÔNICOS 15
3.9 SUPERFLUIDO DE POLARITON 16
3.10 FLUIDOS SUPERCRÍTICOS 17
3.11 MATÉRIA DE QUARKS 18
3.12 NOVO ESTADO DA MATÉRIA 20
3.13 SUPERFLUIDOS 21
3.14 SUPERSÓLIDOS 21
3.15 COLÓIDE 22
3.16NEUTRONIO 23
3.17 PLASMA QUARK-GLUON 24

4. CONCLUSÃO 26

5. REFERÊNCIAS 27

1. INTRODUÇÃO

Matéria é tudo o que tem massa e ocupa espaço. Qualquer coisa que tenha
existência física ou real é matéria. Tudo o que existe no universo conhecido
manifesta-se como matéria ou energia. Refere-se a qualquer elemento que
apresente massa e ocupe lugar no espaço, faz parte de uma realidade objetiva
e ao ocupar um lugar no espaço se pode sentir medir ou tocar; é composta por
átomos que conforme estão agregados permitem que o estado físico da
matéria seja definido. A matéria normalmente é assunto de estudo pela
química, que é a ciência que se dedica a estudar tanto a composição como
a transformação da matéria. Os estados físicos da matéria podem ser
modificados em função da variação da temperatura e pressão que irão
provocar uma alteração na ligação entre os átomos que a compõe. Há muitas
discussões sobre quantos estados da matéria existem, porém as versões mais
populares atualmente são de que a matéria somente tem três estados: sólido,
líquido e gasoso. Mas há também outros que, ou são intermediários ou pouco
conhecidos e alguns destes serão o objeto de estudo do presente trabalho.

http://queconceito.com.br/materia#ixzz3VhKLe4uE

http://www.infoescola.com/fisico-quimica/mudancas-de-estado-fisico/

http://pt.slideshare.net/marianafolgado/ufvjm-universidade-federal-dos-vales-
do-jequitinhonha-e-mucuri-10825667

2. OBJETIVO

2

O presente trabalho tem por objetivo o conhecimento dos principais estados da
matéria bem como os estados intermediários, possibilitando a compreensão
das variações entre as interações moleculares e das propriedades referentes à
matéria quando em diferentes estados físicos.

3. DESENVOLVIMENTO

3

agracadaquimica.br/index. Nos anos de 1897.C.php? &ds=1&acao=quimica/ms2&i=2&id=621 Feltre. Quando este corpo é transformado. Em 1808.1 CONSTITUIÇÃO DA MATÉRIA Matéria é definida pela ciência como tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço.com. o físico inglês Joseph Thomson (1856-1940) descobriu que os átomos eram divisíveis: concluindo que os átomos seriam constituídos por elétrons.3. pelo físico Ernest Rutherford (1871-1937).html http://www. prótons e nêutrons. A existência de uma carga positiva foi comprovada efetivamente na década de 1920. James Chadwik provou a existência de uma partícula elétrica sem carga no núcleo do átomo. o cientista inglês Jonh Dalton propôs sua teoria sobre a estrutura da matéria. A primeira ideia sobre a estrutura da matéria surgiu em aproximadamente 400 a. http://educacao. chegando a uma unidade indivisível denominada átomo. uma partícula com carga negativa. recebe o nome de objeto.. No século XX ficou provado que os átomos são formados por três partículas fundamentais: elétrons. por estudos dos filósofos gregos Demócrito e Leucipo. e recebeu o nome de próton.com/quimica/assunto/materiais-e-suas- propriedades/constituicao-e-transformacoes-fisicas-da-materia. Ricardo.2 ESTADOS FÍSICOS 4 . Uma porção limitada de matéria recebe o nome de corpo.globo. prestando-se a determinado uso. Em 1932. que sugeriram a divisão sucessiva de um material. e deu a ela o nome de nêutron. Fundamentos da Química 3. que ficou conhecida como teoria atômica de Dalton.

soq.2).br/conteudos/ef/substancias/p1. Característica dos sólidos: •Possuem formato definido (resistência à deformação) 5 . O termo Estado Físico se refere ao estado de agregação em que se encontra uma matéria que pode ser classificada como sólida. Ricardo Fundamentos da Química 3. Corpos sólidos apresentam uma definição em sua forma porque suas moléculas estão muito próximas umas das outras. Alguns sólidos não possuem estrutura cristalina definida. também chamada de ponto de equilíbrio. (Figura 1.com. ou seja. A força atrativa entre elas faz com que o corpo sólido possua apenas um movimento vibratório.1). 1 Feltre. Entretanto. as transformações físicas não alteram a identidade das substâncias. sendo então classificado o sólido como amorfo. as partículas estão agrupadas de forma desordenada. quanto maior a temperatura.3 ESTADO SÓLIDO Um corpo sólido apresenta forma e volume bem definidos e possui uma propriedade denominada rigidez que é variável conforme o sólido. o que possibilita uma atração bastante intensa entre elas (Figura 1. Química Geral Vol. John B. líquida ou gasosa.php Russel. maior a agitação e os átomos e moléculas de um sólido passam a oscilar em torno da posição em que se encontram. A maioria dos sólidos apresenta uma estrutura bem definida chamada de estrutura cristalina (Figura 1. http://www.3) Como a temperatura está relacionada com a agitação molecular. As fases de agregação dependem da variação da temperatura e pressão pois conforme variação de energia ocorrerá um aumento ou redução na agitação das moléculas que compõe a matéria promovendo dessa forma uma maior ou menor modificação em seu arranjo.

htm 14:35 http://www.com/fisica/fases-materia.br/~leila/fase.if.blogspot.php https://www. http://podolskfisicaquimica.com/CFQ9-Estrutura-dos-solidos.htm http://www.infoescola.passeidireto.com/arquivo/3324619/aula7-forcas- intermoleculares-e-os-estados-fisicos-da-materia Figura 1. http://www.com.1 Representação da proximidade das moléculas de um sólido.explicatorium.mundoeducacao.• Possuem baixíssima compressibilidade • Possuem alta densidade • Não são fluidos • Difundem-se muito vagarosamente por outros sólidos http://www.com/quimica/estrutura-cristalina/ 6 .br/ Figura 1.ufrgs.2 Representação da estrutura cristalina do NaCl.

a matéria.4).3 Representação da estrutura de um material amorfo http://www. Nele.brasilescola. quando em estado líquido. pois as moléculas deslizam umas sobre as outras. mas adotam a forma do recipiente que os contém. http://www.com/quimica/o-vidro-solido-ou-liquido.brasilescola.htm 3.4 ESTADO LÍQUIDO O estado líquido é intermediário entre o sólido e o gasoso. Características dos líquidos: • Não possuem formato definido • Possuem baixa compressibilidade (maior que a dos sólidos) • Possuem alta densidade (menor que a dos sólidos) • São fluidos • Difundem-se através de outros líquidos • Possuem arranjo praticamente desordenado • As partículas possuem liberdade para movimentação nas três dimensões. também se mantém na forma plana e horizontal.com/quimica/liquidos. As propriedades de um líquido são: viscosidade compressão.htm 7 . as moléculas estão mais soltas e se movimentam mais que no estado sólido (Figura 1. Na superfície plana e horizontal. Os corpos no estado líquido não mantém uma forma definida. tensão superficial e evaporação.Figura 1.

No estado gasoso.com/arquivo/3324619/aula7-forcas- intermoleculares-e-os-estados-fisicos-da-materia Figura 1.passeidireto.com. e se movimentam em todas as direções. estão muito mais distantes umas das outras que no estado sólido ou líquido.5). a intensidade da força de repulsão será sempre superior à da de coesão. Características dos gases: •Não possuem formato definido • Possuem alta compressibilidade • Possuem baixa densidade • São fluidos • Difundem-se rapidamente através de outros gases • Possuem arranjo extremamente desordenado 8 . não podemos percebê-la visualmente.blogspot. No estado gasoso. https://www.4 Representação da proximidade das moléculas de um líquido. O gás possui uma propriedade de sempre constituir uma mistura homogênea. tornando este estado físico variável em relação a sua forma e a seu volume (Figura 1. http://podolskfisicaquimica.br/ 3.5 ESTADO GASOSO O estado gasoso se caracteriza pelo fato da matéria está muito expandida e. muitas vezes. as moléculas se movem mais livremente que no estado líquido.

blogspot.sobiologia.br/ 3. eletricamente neutra e formada por elétrons e núcleos dissociados (Figura 1. http://podolskfisicaquimica.infoescola.6 PLASMA O plasma é formado quando uma substância no estado gasoso é aquecida até atingir um valor tão elevado de temperatura que faz com que a agitação térmica molecular supere a energia de ligação que mantém os elétrons em órbita do núcleo do átomo.5 Representação da proximidade das moléculas de um gás.php https://www.com/fisica/estado-gasoso-propriedades-e- exemplos/ http://www.passeidireto.com. 9 .com.br/conteudos/Agua/Agua1.6).com/arquivo/3324619/aula7-forcas- intermoleculares-e-os-estados-fisicos-da-materia Figura 1. • As partículas movem-se com liberdade para movimentação nas três dimensões http://www. Os elétrons acabam “soltando-se” e a substância torna-se uma massa disforme.

html Figura 1. http://aprendendofisicalegal. e com a temperatura bastante elevada. esse movimento pode causar a emissão de ondas eletromagnéticas. É interessante. Isso ocorre. Embora um plasma seja um gás ionizado. respondendo fortemente a campos eletromagnéticos e formando estruturas. também. O plasma é um condutor elétrico.shtml http://www.br/folha/ciencia/ult306u8458. Dentre as propriedades do plasma é possível destacar que o ele sempre emite luz quando entra em contato com alguma excitação elétrica e campos magnéticos.uol. sendo que isso não ocorre com os gases.br/2014/11/o-quarto- estado-fisico-da-materia.blogspot. As auroras Boreais são um exemplo típico deste fenômeno (Figura 1.ufpr.com/46506-states-of-matter.folha. tais como filamentos.7) http://www. mas também gera campos magnéticos.html http://fisica.htm http://www1. pois. os elétrons também se movimentam de forma circular de acordo com o campo magnético do plasma.br/viana/info/ip1. raios e camadas duplas.6 Comparação elevação da temperatura e comportamento das moléculas.com. devido à suas propriedades peculiares ele é considerado o quarto estado da matéria.com/quimica/plasmaoutro-estado- materia.html 10 .livescience. que o plasma não só reage.brasilescola.com.

expressa em elétron-volt (eV). Um ou mais elétrons que estão normalmente ligados ao átomo. Dependendo da natureza da colisão. serão "ejetados" do átomo e converterão o gás numa região onde coexistem elétrons livres. pode ou não ocorrer a ionização do átomo ou molécula neutra. denominado de energia de ionização. uma força eletrostática característica. consequentemente. Figura 1.com/quimica/plasmaoutro-estado- materia. em órbitas ao redor do núcleo. Para um gás em temperatura alta o suficiente. cada elemento químico tem seu próprio número de prótons e elétrons e. de seu átomo isolado. gasoso e no estado fundamental. irão ionizar alguns deles. se refere à energia necessária para arrancar definitivamente um elétron mais externo. A retirada do elétron do átomo ocorre pela absorção de energia. que vai determinar a quantidade de energia requerida para "arrancar" certo elétron do átomo. seu valor. A maioria destes processos é colisional.htm Os plasmas são gerados principalmente através de vários processos de ionização. 11 .brasilescola. formando o plasma. Frequentemente. Em condições normais.7 Aurora Boreal http://www. em função de suas altíssimas energias cinéticas. que sofre menos atração pelo núcleo. íons cátions e átomos neutros. as colisões térmicas entre os átomos.

A característica crucial dos condensados Bose-Einstein (BEC) é que as muitas partes que compõem o sistema ordenado não só se comportam como um todo. Suas identidades se fundem. atualmente encontramos o estado plasma em lâmpadas fluorescentes. http://adaoreinaldo. cortadores a plasma e nas telas de televisores.Quando aquecemos um gás ou o atingimos com descargas elétricas. Como resultado. ele então "pulará" para fora do átomo.br/2010/11/plasma-o-quarto-estado-fisico- da. então. quebrando o equilíbrio eletrostático. ou se entrelaçam de tal forma que a sua individualidade é 12 . a energia é absorvida pelo átomo ou molécula neutra. ionização: o átomo se converte numa partícula positivamente carregada . o átomo poderá absorver tanta energia que esta terminará por se igualar à da força com que os prótons atraem o elétron. as colisões entre os elétrons e os átomos neutros podem ser elásticas ou inelásticas: As colisões elásticas ocorrem onde existe uma conservação da quantidade de movimento e da energia do elétron.7 CONDENSADO DE BOSE-EINSTEIN A condensação de Bose-Einstein é um fenômeno no qual os bósons que formam uma substância (um gás de bósons) convergem para o menor estado de energia. Ocorre.com. Já as colisões inelásticas ocorrem onde toda ou parte da energia cinética do elétron é transferida para o átomo ou molécula neutra sem que este se desloque igualmente para manter a quantidade de movimento. mas se torna o todo.html 3. Dependendo da energia transferida pelo choque. A utilização do plasma é algo mais comum do que se imagina.o cátion . ocasionando saltos quânticos dos elétrons nas camadas de energia da eletrosfera. em um estado quântico comum. Nesse processo não ocorre ionização.e os elétrons ficam circulando livremente pelo perímetro.blogspot.

À medida que o gás arrefece. a posição de um átomo está ‘distribuída’ por uma distância da ordem do comprimento de onda térmico (c. Os átomos do condensado obedecem às leis da mecânica quântica.sbfisica. descoberta em 1924 por Bose e Einstein. completamente perdida. nessas condições os efeitos quânticos podem ser visualizados em escala macroscópica. na temperatura atingida de 100 nK no condensado. movem-se a cerca de alguns cm/s. Isto significa que as ondas de matéria dos átomos individuais estão descorrelacionadas.o.brasilescola. http://www. A formação desta nova fase é denominada de Condensação de Bose.pdf https://cienciasetecnologia. e eventualmente há mais do que um átomo em cada cubo com as dimensões do comprimento de onda térmico.br/pt/auxilios/1200/estudo-de-condensacao-de- bose-einstein-usando-a-teoria-de-campo-medio/ ´ De acordo com o princípio da incerteza de Heisenberg. quando condicionados a uma temperatura próxima do zero absoluto. A sobreposição das ondas de átomos diferentes tem como consequência a perda de identidade dos átomos individuais e o comportamento do gás muda radicalmente: passa a ser descrito pelo tipo de estatística quântica. e são desacelerados à medida que a temperatura cai.com/fisica/o-condensado-boseeinstein. Átomos de gás a temperatura ambiente movem-se a cerca de 1000 km/h.com/quinto-estado-materia-condensado- bose-einstein/ http://www. atingem o mais baixo estado quântico. este comprimento é cerca de 10000 vezes menor do que a distância entre os átomos.htm http://www. Os bósons (partículas que possuem spin diferente de 1/2). de Broglie) À temperatura ambiente.fapesp. esta distribuição alarga.Einstein (CBE) devido ao fato que foi inicialmente prevista por Albert Einstein em 1925 usando para isto as bases teóricas contidas no trabalho do cientista Nath Bose.bv. e que o gás é descrito pela estatística clássica ou de Maxwell-Boltzmann.org. Os átomos normais.br/rbef/pdf/v19_11.d. A estatística de Bose-Einstein aumenta drasticamente a probabilidade de encontrar mais do que um átomo no mesmo estado e podemos pensar que na 13 .

exatamente como na onda dum campo clássico. são as ondas que se fundem. Quando os átomos se esfriam. A água se acumula formando uma gota d'água. A transição de um estado com ondas de matéria desordenadas para um estado com uma onda macroscópica coerente pode ser comparada à transição entre a luz incoerente e a luz coerente do laser. não deixa dúvidas sobre a existência da onda gigante do BEC. A observação do condensado permitiu. quando duas ondas circulares interferem dando origem a um padrão com máximos e mínimos bem definidos.fc. Esse processo é similar ao do vapor se condensando em uma tampa quando um líquido é fervido. com amplitude e fase bem definidas. obtida pelo grupo de W. Ketterle em 1995 mostra o padrão de interferência que resulta do choque de dois condensados de Bose-Einstein (neste caso de 23Na). O condensado tem uma rigidez coletiva que o ‘protege’ dos processos de interação partícula a partícula responsáveis pela viscosidade fluida ou resistência ao fluxo. cf. as ondas dos átomos individuais oscilam em uníssono.pt/PRISMA/capitulos/capitulo3/modulo2/topico5.ph As propriedades do BEC são a superfluidez. eles passam a se comportar mais como ondas e menos como partículas. testar o comportamento ondulatório da matéria à escala macroscópica. A distribuição de densidade do condensado é representada por uma única onda macroscópica. de fato. Os condensados de 14 . assim como a supercondutividade observada por Onnes em 1911.ul. A semelhança com o padrão observado na superfície da água. Se for resfriados o suficiente. ou um condensado.onda de matéria do gás de Bose. uma vez que a superfluidez observada na fase líquida do 4He por Kapitza em 1937. Algumas das propriedades do BEC foram observadas noutros sistemas. mas. A figura seguinte à esquerda. http://cftc. suas ondas se expandem e começam a se sobrepor. neste caso. são manifestações de transições do tipo da condensação de Bose-Einstein.cii. da qual resulta a superfluidez do condensado de Bose Eisten. ou escoamento sem atrito. O resultado é a condensação de Bose-Einstein ou a ocupação macroscópica do estado fundamental do gás. O mesmo acontece com os átomos. figura da direita.

Por definição. para formar um objeto único.br/propriedades-condensado-boseeinstein-info_29884/ 3. plasma e o condensado de Bose-Einstein. os físicos vêm propondo que a supercondutividade (que envolve férmions) e o condensado de Bose-Einstein estão intimamente relacionados. eles existem em uma união perfeita.pt/PRISMA/capitulos/capitulo3/modulo2/topico5. para um físico.a outra metade da família de partículas e blocos básicos com os quais a matéria é construída . Bose-Einstein são similares aos raios laser.uol. os átomos de baixa energia unem-se uns aos outros. Consequentemente. Os condensados fermiônicos são parentes do BEC.com. http://cftc. mesmo o termo "condensado fermiônico" é um paradoxo. um estado incomum no qual a matéria não apresenta resistência ao fluxo.ul. em temperaturas muito baixas. Ao contrário dos bósons. Ambos são compostos de átomos que coalescem. 15 . criado pela primeira vez em 1995. nenhum férmion poderá estar exatamente no mesmo estado quântico que outro férmion. gases.são essencialmente solitários.ehow. ao invés de os prótons se comportarem de uma maneira uniforme. Como uma gota d'água condensando.8 CONDENSADOS FERMIÔNICOS O "gás fermiônico" representa a sexta forma conhecida de matéria. líquidos.com. os átomos são bósons. os férmions . Por décadas. No entanto. Em um condensado fermiônico. por exemplo. os átomos são férmions. quando colocado no centro de um compartimento aberto irá espontaneamente fluir para os dois lados do compartimento.cii. Em um BEC. formando uma massa densa e indistinguível. junto com os sólidos. O hélio líquido superfluídico.fc. Eles propõem que o condensado de Bose-Einstein e a supercondutividade seriam dois extremos de um mesmo comportamento superfluídico.php http://cienciahoje.br/revista-ch/revista-ch-2007/242/condensado- nacional/ http://www.

No novo estado da matéria agora demonstrado.com. Nos superfluidos . A temperatura mais alta que se conhece na qual ainda ocorre a supercondutividade é de -135ºC. cada uma medindo poucos nanômetros de espessura. Os polaritons foram capturados na forma de um superfluido no interior de estruturas ópticas construídas em camadas. O material ainda está longe de uma aplicação prática. batizado de superfluido de polaritons. os supercondutores . http://www.A temperatura na qual os metais e ligas se tornam supercondutores depende da intensidade da "interação emparelhada" entre seus elétrons. quanto para gerar um feixe de luz coerente . os cientistas utilizaram uma técnica similar àquela utilizada para a demonstração de um superfluido composto por átomos em 16 . O superfluido de polaritons é estável a temperaturas bem mais altas e os cientistas acreditam que brevemente será possível demonstrar seu funcionamento em temperatura ambiente. introduz um método radicalmente novo tanto para mover energia de um ponto a outro.inovacaotecnologica. similar ao de um raio laser. é esse comportamento que permite o fluxo perfeito da eletricidade. e não como partículas individuais. Nos supercondutores. o comportamento de onda ocasiona a geração de um feixe puro de luz.br/2012/02/os-6-estados-da-materia.e nos seus equivalentes sólidos. mas muito mais eficiente em termos de energia.com.a matéria se consolida para agir como uma única onda de energia.um laser - utilizando uma quantidade muito pequena de energia.html 3.9 SUPERFLUIDO DE POLARITONS Este estado da matéria até agora desconhecido.br/noticias/noticia. Os supercondutores e os superfluidos tradicionais exigem temperaturas extremamente baixas para funcionar.blogspot. Para aprisionar os polaritons. podendo ser observado apenas em condições muito controladas no interior de um laboratório.php? artigo=010160040226 http://cidaverdejo.

html http://drikaquimica. visando que este tenha mais semelhança com um líquido.blogspot. Esse tipo de estado é muito exótico.blogspot.br/2011_02_01_archive. http://curiosidades-mundocurioso.html http://mcrisquimicap.html 3. isso vai depender da pressão e da temperatura.blogspot. O material nessas condições já não tem mais as propriedades de gás ou liquido bem definidas. Para transformar qualquer fluido em um fluido supercrítico precisamos garantir que ele tenha a temperatura e a pressão certas. por exemplo.br/2010/05/os-8-estados- fisicos-da-materia. sendo normalmente encontrado em indústrias. por exemplo.10 FLUIDOS SUPERCRÍTICOS Todo fluido (seja gás ou líquido) quando atinge um ponto específico no diagrama de fases (gráfico que relaciona pressão e temperatura com os estados da matéria) chamado de ponto crítico passa a ser chamado de fluido supercrítico.com/cientistas-descobrem-novo-estado-fisico-da-materia/ 3. mas também pode ser encontrado. mas que ainda possa preencher uma caixa.com. http://hypescience. o fluido passa a experimentar características incomuns.11 MATÉRIA DE QUARKS 17 .com. Alterando-se a pressão e a temperatura de certa forma podem-se alterar as propriedades do fluido supercrítico. ambas acima do ponto crítico do fluido. onde a temperatura e a pressão são ideias para a formação deste estado da matéria. Quando pressões extremamente altas com temperaturas igualmente altas se combinam. Nessas condições o fluido é capaz de se espalhar como um gás e dissolver materiais como um líquido.estado gasoso .com.o conhecido condensado de Bose-Einstein. como um gás.br/2011_12_01_archive. em vulcões submarinos. que valeu o Prêmio Nobel de Física para três cientistas em 2001.

de forma simplória. o que propicia as condições ideais para o plasma de quarks-glúons. “colam” os quarks) ficam quase todos livres. juntando-os em conjuntos estáveis como hádrons (prótons e nêutrons) e mésons (par de quark e antiquark). que colidem íons de ouro no centro de um detector chamado STAR. pois quarks unidos formam prótons e nêutrons que. que por sua vez. cromodinâmica quântica) possui exigências tão grandes para existir que. se devem ao fato de ser um estado em que os núcleos atômicos não estão mais coesos. quando combinadas em grandes quantidades. por sua vez.É um dos mais complexos estados da matéria de que se tem notícia até hoje. é o que mantem a matéria unida e garante estrutura para todas as coisas. formam núcleos átômicos. os quarks e glúons (partículas que mediam a força forte. Isso significa que. de forma natural. o conhecimento das interações sofridas por partículas que possuem carga de cor (quarks). só pôde ser criada no momento da criação do Universo. Suas características incomuns. formam moléculas que. tecnicamente chamado de emparelhamento. até quando comparadas aos outros estados da matéria. Esse aprisionamento. formando estruturas 18 . Essas colisões geram temperatura e pressão muito elevadas. é a personagem principal no plasma de quarks-glúons. em português. formam as estruturas macroscópicas as quais estamos acostumados. ou seja. Essa força aprisiona os quarks. A força nuclear forte. a matéria de quarks ou matéria QCD (quantum chromodynamics ou. O emparelhamento que ocorre naturalmente na matéria normal é desfeito no plasma de guarks-glúons. colisor de íons pesados relativísticos). em português. ou seja. Hoje em dia somos capazes de produzir o chamado plasma de quarks- glúons em aceleradores de partículas como o RHIC (Relativistic Heavy Ion Collider. Sendo de fundamental importância para a física de partículas. O segredo para o entendimento desse estado da matéria é o conhecimento da cromodinâmica quântica. o big- bang. responsável pela coesão nuclear. sem estarem emparelhados. finalmente.

php 3. mais densa. E o teste para comprová-la não foi nada caro: foi preciso apenas 19 . Parece o estado de plasma.12 NOVO ESTADO DA MATÉRIA Um programa de rádio de Londres (Inglaterra). pois são extremamente instáveis sozinhos. Sua existência desemparelhada no plasma de guarks-glúons existe devido a uma série de complexos fenômenos descritos pela cromodinâmica quântica. Quarks isolados nunca foram observados por dois motivos: o primeiro é que seu emparelhamento. Teoriza-se que esse estado da matéria se fez presente durante o big- bang (momento de criação do universo) devido à enorme temperatura e densidade em que este se encontrava (bilhões e bilhões de graus Célsius). criando outras partículas. líquido e nem gasoso. Na última semana. descobriu-se uma espécie de “novo estado físico” da matéria. conta com plateia que pode assistir à gravação. essa pequena plateia foi testemunha de um experimento que redefine alguns conceitos básicos no mundo da física: aparentemente.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-26112008-100951/pt- br.teses. que esse plasma é um estado da matéria onde a maior parte de seu material não apresenta estruturas atômicas normais. os quarks iriam decair. Não é sólido. da BBC. Podemos dizer. então. é extremamente difícil de romper e.hadrônicas. http://www. mesmo que isso seja feito. efeito criado pela força nuclear forte. mas os cientistas da Universidade de Londres contam que é uma substância diferente. pois elas teriam sido “destruídas” quando houve o desemparelhamento de seus quarks.usp.

pois passa a fluir sem atrito por apresentar viscosidade nula. (gás nobre). Tem como característica a supercondutividade. originados de bolhas que estouram dentro de um fluido. Ela consiste da emissão de feixes luminosos levíssimos. tornando-se um liquido diferente dos fluidos comuns. abaixo do seu ponto de ebulição. essa composição de bolha ionizada se apresenta em um estado semelhante ao de plasma. ele passa a assumir diferentes propriedades. apresentado à noite. Para entender o que exatamente é esse novo estado. o dobro da superfície do sol.com/cientistas-descobrem-novo-estado-fisico-da-materia/ 3. O que acontece nos bastidores desse fenômeno é uma cascata de elétrons. após pesquisas evidenciarem que ao submeterem o hélio-3. Mas essas bolhas não estouram porque tocam em alguma superfície. dentro do tubo. No experimento dos britânicos. em estado natural. com custo total de 10 libras (cerca de 30 reais na conversão atual).13 Superfluido Os superfluídos (ou superfluidez) possuem essa denominação.um tubo de vidro e alguns produtos químicos. isso só acontece caso haja estimulação sonora. pelo fato de seus átomos serem fracamente atraídos por outros. daí o nome do fenômeno. embora não possa ser definido exatamente dessa forma. http://hypescience. não estoura. como ácido fosfórico e gás xênon. Mas é importante lembrar que a bolha. e sim por estimulação sonora. Quando uma bolha estoura em sonoluminescência. Os superfluidos são 20 . dá origem a esse novo estado físico que espantou a plateia no experimento ao vivo feito pelos pesquisadores londrinos. é necessário entender a sonoluminescência. Enquanto não estoura. foi possível ver claramente as faíscas de luz saindo e eclodindo das bolhas no tubinho. gera por uma fração de segundo a temperatura de 10 mil graus Celsius. à alta pressão e o resfriarem. Com tamanha liberação de energia. motivo pelo qual há liberação de luz ao estourar. Suas ondas são propagadas sob velocidade finita. O conjunto de bolhas ionizadas. o que impede que o hélio torne-se um sólido. em baixa resistência. todo o interior da bolha se torna ionizado.

nos Estados Unidos. estão aqui. 3. um fenômeno novo e emocionante.svg). em que o disperso apresenta-se no estado líquido e o dispersante no estado sólido. possui propriedades elásticas. O hélio-3 também se torna superfluído quando próximo do “zero absoluto”. ou seja.wikipedia. a superfluidez foi comprovada no hélio líquido. ali e em todo lugar ao mesmo tempo. que quando baixa a temperaturas próximas ao "zero absoluto" se transforma em um superfluído que se comporta de forma contrária ao que faz um líquido normal. sem uma ordem cristalina. a rede cristalina. "algo mágico".14 Supersólido "Segundo Reppy (2013). http://pt. Um supersólido é um sólido. numa rede ordenada. mas que também é superfluidez. o que se denomina como. como um super fluido. A supersolidez foi prevista pela primeira vez em 1969 pelos teóricos russos Alexander Andreev e Ilya Liftshitz e sua primeira evidência foi obtida em 2004 pelo pesquisador Moses Chan. mas sem ser rígida. elas estão de localizadas por toda a rede cristalina e se movem livremente. Em um super sólido. efeito de repuxo. e as pesquisas realizadas o laboratório se centraram em um dos isótopos (átomos de um mesmo elemento com diferente massa atômica) deste gás. são os supersólidos. provavelmente. os átomos estão localizados em posições fixas no espaço. um possível estado da matéria. se é que existem realmente".capazes de passar em capilares muitos finos. formada pelos átomos. Segundo Reppy (2013).org/wiki/Superfluidez#/media/File:Helium-II-creep. e que. mas mantém s• Gel – sólido de textura gelatinosa e elástica formado por uma dispersão coloidal. na Universidade Estadual da Pensilvânia. Num sólido. no qual esta mantém sua estrutura. Logo. Num super fluido. as vacâncias são super fluidas. eles estão de localizados espacialmente. também se move sem qualquer resistência. o hélio-4. mas os cientistas trabalham 21 . segundo este físico. Pois um supersólido é exatamente a coexistência dessas duas propriedades aparentemente antagônicas: a ordem de um sólido com a de localização de um super fluido.

mas.com. assim. 22 . Num colóide.15 Colóide Um colóide. caso contrário haveria aglomeração das partículas o conduziria à floculação do colóide – “precipitação”). consiste numa mistura heterogênea na qual uma ou mais substâncias se encontram uniformemente disseminadas (dispersas) numa outra substância.shl) 3. Um sistema coloidal constitui uma situação intermédia entre uma mistura homogênea (solução. simultaneamente. Um sistema diz-se coloidal quando as dimensões das partículas que constituem a fase dispersa se situam entre 10-9 e 10-6 m (entre 1 nm e 500 nm). Uma das características dos colóides é a movimentação rápida. formadas por agregados de moléculas. Este fenômeno denomina-se movimento browniano. as partículas são maiores que uma molécula.br/noticias/ciencia/supersolido-um-novo-estado-da-materia- 16052013-13. com partículas maiores que 500 nm). dadas as interações eletrostáticas existentes entre elas (num colóide estável. que é a capacidade que as partículas coloidais têm de dispersar a luz quando esta atravessa um meio coloidal. dois componentes: o meio disperso (fase dispersa) e o meio dispersante (fase contínua). http://info. sob a forma de pequenas partículas. desordenada e caótica das partículas da fase dispersa. ou sistema coloidal. aleatória. Um sistema coloidal apresenta. suficientemente pequenas para não se depositarem no fundo por ação da gravidade. o que as permite distinguir das soluções. porque é raro na natureza terrestre apesar de abundante na superfície lunar. com partículas menores que 1 nm) e uma mistura heterogênea (suspensão.menos com este isótopo. Outra característica dos colóides é o efeito Tyndall.abril. as superfícies das partículas têm o mesmo tipo de carga – positiva ou negativa – pelo que as interações são repulsivas.

ainda que hipotéticas – ajudar a alavancar a fusão a frio. a neblina.16 Neutrônio Partículas supermassivas desprovidas de qualquer carga. o humor vítreo (substância gelatinosa presente no olho) e o cristalino (uma espécie de lente localizada no olho responsável pela focalização das imagens). http://earthciencia.blogspot. Além disso. a pedra-pomes.html) 23 . O sentido do termo mudou. as natas batidas. que usou esse elemento como centro de sua tabela periódica. a cola ou a gelatina se difundiam muito mais lentamente quando colocadas em água do que o açúcar ou o sal de cozinha. o sangue. abundantemente presentes no quotidiano. Graham decidiu chamar esta classe de substâncias (com este tipo comportamento) colóide. Os colóides. como xampus. cosméticos e outros. cremes dentais e de barbear. os colóides podem ser encontrados em alguns alimentos como cremes vegetais. Foi usado por temos na ficção científica e na literatura popular para se referir a uma fase da matéria extremamente densa. em produtos de higiene pessoal.O estudo dos colóides iniciou-se em 1860. Mas elas têm uma função. a maionese. http://wikiciencias. No nosso dia a dia. o nevoeiro. Neutrônio. geléias de frutas. também chamado de "elemento zero". gordura) + eïdos (forma). ao contrário do açúcar e do sal de cozinha. é um termo que foi criado pelo professor Andreas von Antropoff em 1926. sabonetes.casadasciencias. as nuvens. Existem também importantes colóides biológicos como o sangue.com. quando o químico escocês Thomas Graham observou que substâncias como o amido. sorvete. leite. do grego kóllas (cola. têm uma influência e um impacto consideráveis no Homem.br/2012/10/neutronio-neutronio-tambem- chamado-de.org) 3. como o fumo. temperos. é um colóide onde um sólido. o aerossol. a matéria particulada do ar ou a cerveja. e a partir da segunda metade do século XX passou a ser usado legitimamente para referir-se às partículas localizadas nos centros das estrelas de nêutrons. verificou que estas substâncias não cristalizavam. ou um líquido é disperso em um gás.

Alexandre Suaide (2012). o plasma de quarks e glúons é um estado no qual a matéria está tão quente. cerca de um bilhão de vezes mais quente que o interior do Sol. Os dois nêutrons se atraem e podem ser empurrados um em direção ao outro. resultado de curta duração de decaimentos radioativos.C.O primeiro a dar nome de modo oficial e científico ao neutrônio foi J. que os prótons e nêutrons (ou os hádrons. Dois nêutrons juntos são o maior grupo de nêutrons já confiavelmente relatados e são. mas são os quarks e glúons através dos quais eles interagem. em um estudo sobre reações em cadeia de “polinêutrons” – termo também cunhado por ele. o que significa que algumas partículas dele poderiam ficar em tudo. na verdade. em valores extremamente altos (mas aparentemente viável) de temperatura e densidade. Segundo Prof. 3. ele também careceria de muitas propriedades químicas normalmente encontradas nos átomos. Fisher teorizou que os neutrônios não poderiam se misturar com nada. Fisher. Há um problema com o termo “núcleo”: os nêutrons não teriam carga para atrair elétrons então não seriam átomos como os conhecemos hoje. inclusive na água.17 Plasma Quark-Guón Um novo estado da matéria nuclear em que os componentes reconhecíveis não são os prótons e nêutrons familiares. O desenvolvimento da cromodinâmica quântica (QCD). mas não vão aderir e formar um núcleo. como uma teoria fundamental das interações fortes fornece previsões firmes que. ele poderia iniciar reações de fusão a frio e se tornar uma fonte de energia. Nêutrons não tendem a se juntar por conta própria. Todo átomo mais pesado do que o hidrogênio tem alguns nêutrons nele. em 24 . mas eles não se agregam em núcleos próprios. eles poderiam entrar em núcleos e desencadear reações nucleares. Mesmo um sistema feito com dois nêutrons não é unido como seria em um núcleo normal. Por isso a utilidade dele nas fusões a frio: em água apropriadamente preparada. matéria nuclear comum pode ser transformada em um plasma de quarks e glúons. Como o neutrônio não possui elétrons. Embora os neutrônios não participem de reações químicas normais.

wordpress. como o nome diz quarks e glúons. do Big-Bang até hoje. É notório que o estudo e pesquisas se fazem constantes 25 . experimentos no Colisor de Íons Relativamente Pesados (RHIC) no Laboratório Nacional Brookhaven (Estados Unidos) continuam este esforço. bem próximo ao Big-Bang. As características destes estados ainda são especulações baseadas em cálculos. Normalmente a gente não observa quarks e glúons andando por ai livremente. Três novos experimentos têm sido levados a cabo no Grande Colisor de Hádrons (LHC) do CERN. Neste caso. CONCLUSÃO Por meio do trabalho proposto foi possível compreender os diferentes estados da matéria bem como as propriedades e característica específicas em cada estado visto que. deixam de existir. A criação de uma matéria na qual essas partículas não estão presas em hádrons foi uma grande descoberta. e o estado no qual o Universo se encontrava deveria ser muito similar ao desse plasma.geral) derretem. 4. continuando com o estudo das propriedades do QGP. A observação e estudo desse estado são importantes porque durante a evolução do Universo. em um momento muito longínquo. em 2005.com/2012/12/14/uma-sopa-de-universo- primordial/) Atualmente. a temperatura do Universo era muito alta. Criando e estudando esse plasma nós estamos entendendo o Universo quando ainda era muito jovem. embora a composição química se mantenha a mesma independente da variação de temperatura e pressão. a modificação de estado proporciona novas possibilidades para a utilização da matéria mediante cada rearranjo molecular. No plasma o confinamento desaparece e eles são partículas livres para ir e vir. Isso vem de uma propriedade importante dessas partículas e das interações entre elas. o plasma de quarks e glúons é uma grande sopa de. que ocorreu no RHIC. https://truesingularity. chamada confinamento.

Sadhan Kumar.bv. FAPESP. a comprovação prática dos fatos ainda é complexa em decorrência da natureza da matéria que ainda é um fato que não foi completamente comprovado.br/pt/auxilios/1200/estudo-de-condensacao-de- 26 . REFERÊNCIAS Adhikari.fapesp. http://www. s. 5.na busca incessante por fatores que permitam a utilização dos materiais de formas diversificadas e mais eficientes entretanto.d.

br/propriedades- condensado-boseeinstein-info_29884/ (acesso em 28 de MARÇO de 2015).com/fisica/o-condensado-boseeinstein. s. São Paulo: Ática . “MUNDO DA EDUCAÇÃO.ul. 10 de FEVEREIRO de 1996.htm (acesso em 27 de MARÇO de 2015). gEORGE. EHOW BRASIL.htm (acesso em 28 de MARÇO de 2015). Alves. SOCIEDADE BRASILEIRA DE FÍSICA.ph (acesso em 28 de MARÇO de 2015). Vanderlei Salvador. Computacional.d.” s. PRISMA À LUZ DA FÍSICA .ehow. Marly Falcone. Quúmica Série Brasil. BRASIL ESCOLA.htm (acesso em 28 de MARÇO de 2015). Antônio Sardella. bose-einstein-usando-a-teoria-de-campo-medio/ (acesso em 28 de MARÇO de 2015). cRUZ. http://www.mundoeducacao.d.cii. http://www. 2004. s.fc. BRASIL ESCOLA.d.sbfisica. Anjos. http://www. CIÊNCIAS E TECNOLOGIA.com. http://www. Bagnato.” Forças intermoleculares e os estados físicos (AULA 7).d. 25 de JULHO de 2013.pdf (acesso em 28 de MARÇO de 2015). Bennett.com/fisica/fases-materia. Almeida. Conceição.com/quinto-estado-materia-condensado- bose-einstein/ (acesso em 28 de MARÇO de 2015).brasilescola. http://cftc. CFTC – Centro de Física Teórica e.org.com/quimica/liquidos.brasilescola. 27 . “Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos. http://www. https://cienciasetecnologia.d.d. SÃO PAULO . s.pt/PRISMA/capitulos/capitulo3/modulo2/topico5. Talita Alves dos. Líria. Frederico Borges de. Gelson Andrade. Doug. s.br/rbef/pdf/v19_11. s.

“hypescience.com/quimica/os-leptons. http://drikaquimica. http://www. http://cienciahoje. 26 de 02 de 2004. Jennifer Rocha Vargas. RICARDO. SLIDESHARE.htm 14:35 (acesso em 28 de MARÇO de 2015).inovacaotecnologica.” hypescience. Drumond. Stephanie. REVISTA CIÊNCIA HOJE .” s. MARIANA. Furtado.br/2011_02_01_archive. http://www.com/inicio. http://www. FELTRE.ufrgs.html (acesso em 27 de MARÇO de 2015).php (acesso em 28 de MARÇO de 2015). “Mundo da Educação. 01 de OUTUBRO de 2007.d. —. Fogaça.mundoeducacao. A QUÍMICA NO COTIDIANO . SÃO PAULO: MODERNA. “INSTITUTO DE FÍSICA UFRGS.d.htm (acesso em 27 de AGOSTO de 2015). “Mundo da educação. FUNDAMENTOS DA QUÍMICA .d. http://hypescience. http://pt.br/noticias/noticia.com. s. http://www. 13 de FEVEREIRO de 2011.br/~leila/fase. 28 .com/cientistas-descobrem-novo-estado-fisico-da- materia/ (acesso em 27 de AGOSTO de 2015).com/quimica/os- leptons.br/revista-ch/revista-ch-2007/242/condensado- nacional/ (acesso em 28 de MARÇO de 2015).com.uol. INOVAÇÃO TECNOLÓGICA . s. Leila J.net/marianafolgado/ufvjm-universidade-federal-dos- vales-do-jequitinhonha-e-mucuri-10825667 (acesso em 26 de MARÇO de 2015).if. Adriana Rocha. FOLAGADO.d.explicatorium.mundoeducacao. http://www. Fred. “EXPLICATORIUM.” s. Gonçalves.D’Ornelas.” s.” s. 2005.com.slideshare.blogspot.d.htm (acesso em 26 de AGOSTO de 2015).d.php? artigo=010160040226 (acesso em 28 de MARÇO de 2015).

http://www1. Paula. s. http://podolskfisicaquimica. FOLHA DE SÃO PAULO .br/materia#ixzz3VhKLe4uE (acesso em 28 de março de 2015). 29 . GRAÇA.agracadaquimica.br/ (acesso em 27 de MARÇO de 2015). FOLHA.org.br/fne/Vol5/Num2/v5n1a03.com/quimica/assunto/materiais-e-suas- propriedades/constituicao-e-transformacoes-fisicas-da-materia. Marco Antônio.com. http://mcrisquimicap. http://www. Lilian Souza. Camila Salgado de.br/folha/ciencia/ult306u8458.blogspot.html (acesso em 28 de MARÇO de 2015).infoescola.shtml (acesso em 28 de MARÇO de 2015).br/2011_12_01_archive.globo.com/quimica/estrutura-cristalina/ (acesso em 28 de MARÇO de 2015). 14 de FEVEREIRO de 2003. http://www. ONLINE. PORTO.php? &ds=1&acao=quimica/ms2&i=2&id=621 (acesso em 27 de MARÇO de 2015). Paula. s. http://www. “Oficina da net. A GRAÇA DA QUÍMICA .br/index.d. s.folha.com. PODOLSK FISICO QUIMICA.oficinadanet.d.com. GLOBO. Luciano Infanti de.d. s.uol.com.” Oficina da net.pdf (acesso em 25 de AGOSTO de 2015). http://queconceito. s. http://www.d.sbfisica. s. PODOLSK.Moreira.d.COM.br/artigo/ciencia/os-estados-da-materia (acesso em 27 de AGOSTO de 2015). http://educacao. Pereira. INFOESCOLA.com.blogspot. s.d. QUÍMICA LEGAL.com.d.html (acesso em 27 de MARÇO de 2015). Que conceito . 29 de DEZEMBRO de 2011.

GRUPO. Viana. John B.REINALDO.d.br/conteudos/Agua/Agua1. Departamento de Física . SÓ QUÍMICA. INFO ESCOLA. QÍMICA GERAL VOL 1.com.com/fisico-quimica/mudancas-de- estado-fisico/ (acesso em 26 de MARÇO de 2015). http://fisica.sobiologia.br/viana/info/ip1.d.br/2014/11/o-quarto- estado-fisico-da-materia.com.blogspot. http://aprendendofisicalegal. INFOESCOLA. APRENDENDO FÍSICA LEGAL.infoescola. s. 06 de NOVEMBRO de 2014.php (acesso em 28 de MARÇO de 2015). s.soq. http://www.com. s. UFPR. 15 de FEVEREIRO de 2012. 30 . RUSSEL. Grupo. VIRTUOUS. MAKRON.br/2010/05/os-8-estados- fisicos-da-materia.html (acesso em 28 de MARÇO de 2015).com. s.blogspot. CIDA.ufpr.d. —.br/2012/02/os-6-estados-da-materia. http://www. GIOVANI. Ricardo Luiz. http://www. SÓ BIOLOGIA.infoescola.d.com/fisica/estado-gasoso-propriedades-e- exemplos/ (acesso em 26 de MARÇO de 2015). s.d. André Luis Silva da. http://www. VERDEJO.php (acesso em 28 de MARÇO de 2015). Silva. ADAO. http://cidaverdejo. Virtuous.com.html (acesso em 28 de MARÇO de 2015).html (acesso em 28 de MARÇO de 2015). MEGA CURIOSO . 02 de MAIO de 2010. ROCHA.br/conteudos/ef/substancias/p1.blogspot.html (acesso em 28 de MARÇO de 2015). http://curiosidades-mundocurioso. 1994.