Manual

A Engenharia nos
Empreendimentos

Postos de
combustíveis e
prestadores de
serviços de lavagem
e lubrificação de
veículos automotores
Anexo VI

para tanto. 6º. O dever legal do Crea-Minas é zelar pelo interes- se público. além de ser um documento que integra processos éticos e judiciais quando da não satisfa- 2 .194/1966. A A. “fiscalizar o exercício de tratante. o exercício de determinada profissão.T. O Con. conforme a Lei também. 33.) Crea visa conferir à sociedade confiança e tranqui.T. É de competência do Crea.Empreendimento suas regiões”. para os efeitos legais. de seus colaboradores e na promoção da sustentabilidade ambiental. em 1. missão. além de cumprir sua correlatos.R. na melhoria dos seus produtos. podendo possuir lanchonete e A fiscalização do Crea-Minas. é um documento criado pela Lei 6. cuja lidade em sua relação com profissionais. reservados aos profissionais veículos automotores aqueles que comercializam de que trata esta Lei e que não possua registro nos combustíveis e prestam serviços de lavagem.T. na Funções do Crea-Minas: segurança da sociedade. serviços de borracharia. “exerce ilegalmente a profissão de engenheiro. de agronomia e das demais profissões regulamen- tadas e fiscalizadas pelo Crea.496/1977. tadores de serviços de lavagem e lubrificação de públicos ou privados. auxilia o empreendedor no cumprimento da legislação. funciona.R. art. arquiteto Descrição: ou engenheiro agrônomo: a) a pessoa física ou Entende-se como postos de combustíveis e pres. jurídica que realizar atos ou prestar serviços. como instrumento de garantia para o con- 5. finalidade é definir.R. os res- selho deve defender a sociedade contra a falta de ponsáveis técnicos pela execução de obras ou ética profissional e contra pessoas inabilitadas para prestação de quaisquer serviços de engenharia. de óleo e filtros. efetuando. De acordo com o art.POSTOS DE COMBUSTÍVEIS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE LAVAGEM E LUBRIFICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES profissões de engenharia e agronomia.: do exercício das profissões da área tecnológica. na conformidade com a lei. troca Conselhos Regionais”. calibra- gem de pneus. a fiscalização Necessidade da A. A missão precípua do A Anotação de Responsabilidade Técnica (A.

R. Ao fiscalizar o empreendimento é verificado o cumprimento da Lei 6.” Destaca-se que a A. deve retratar o contrato firmado.R. estar sujeito a processos judiciais e ainda ser autua- do pelo Crea. custos elevados e não atendimento das expectativas.R. refazimento. a duração do mesmo com datas de início e término e uma via deve ser mantida junto à obra e/ou serviço que será executado. 3º da Lei 6. podendo ser utilizada em situ- ações que ameacem o cumprimento das regras estipuladas nos contratos. cabe ao profissional contratado e sua falta implica em infração ao art. A Engenharia nos Empreendimentos ção do consumidor pelos serviços prestados. para comprovação da regularidade do exercício profissional pela fiscalização competente.T. para a execução de obras ou prestação de quaisquer serviços profissionais referentes à engenharia. má execu- ção. O empreendedor deve sempre exigir da empresa ou do profissional um contrato especificando todas as obrigações e responsabilidades das partes. Em caso de dúvida o empreendedor deve consultar o site do Crea-Minas para verificar a regularidade dos profissionais e empresas. 3 . e uma via da A. Responsabilidades do Empreendedor: Quando o responsável por um empreendimento deixa de contratar profissio- nal habilitado e/ou empresa registrada.T.496/1977. Além de infringir a legislação. escrito ou verbal. deve ser anotada antes ou por ocasião do início da obra e/ou serviço e a responsabilidade pelo preenchimento e quitação da A.496/1977 que estabelece em seu art. “Todo contrato.).R. assume todos os riscos decorrentes da execução da atividade. à arquitetura e à agronomia fica sujeito à Anotação de Responsabilidade Técnica (A. 1º.T.R.T. incorrendo o profissional ou a empresa nas sanções cominadas no art. acidentes.194/1966.T. 6º da Lei 5. como danos contra terceiros. Esta A.

2 – Atividades de engenharia É importante saber que o profissional assume toda relacionadas ao empreendimento: a responsabilidade pela perfeita execução da obra e/ou serviço. de geradores. não sendo ligadas ao exercício de sua profissão. impru. SPDA.RT modalidade civil. »» Manutenção de extintores . mecânica de tecnologias limpas e inovações. a civil. proporcionando »» Manutenção de elevadores hidráulicos e/ melhor qualidade do processo e diminuindo e/ou ou elétricos.RT modalidade A participação de profissional habilitado garante mecânica e metalúrgica. incluindo o planejamento do telefonia. »» Manutenção dos equipamentos (geradores. »» Manutenção da estrutura da edificação. »» Testes de estanqueidade de tanques e 4 . Responsável Técnico (RT) modalidade dência ou negligência. atendimento por especialis. monta cargas . incluindo eventuais responsabiliza. sistema de ar comprimido e seus vasos de pressão. ções que decorram de falhas técnicas ou aciden. tanques) . elétrica e mecânica e metalúrgica.RT mecânica e evitando passivos ambientais. subestação. além da possibilidade de aplicação . instalações elétricas e hidrossanitárias – tes. desde que comprovada sua imperícia. elétrica. ou empresa registrada é uma garantia de cumpri. metalúrgica. garantindo a e metalúrgica e engenheiros de segurança confiabilidade e uniformidade dos processos e a do trabalho. bombas de habilitado e empresa registrada: abastecimento de combustíveis. sistema de alarme/segurança) . modalidade elétrica.RT Os benefício de se contratar profissional habilitado modalidade mecânica e metalúrgica.RT empreendimento quanto ao prazo e custos. São elas a obrigatório o seu registro no Crea. cabeamento estruturado e objetivos almejados. a manutenção do desempenho dos equipamentos »» Sistemas de prevenção e combate a incêndio e estruturas.Responsabilidades dos profissionais Obrigatoriedade de registro do habilitados no Crea: empreendimento no Crea-Minas: O profissional está sujeito às responsabilidades Trata-se de empreendimento comercial. civil. »» Manutenção dos equipamentos (sistemas mento da legislação. sistemas ta na área e da realização de um projeto ou dos de automação. técnica ou ético-profissional. Benefícios de se contratar profissional sistemas de GNV. economia de recursos energéticos. a penal ou a criminal e a administrativa.

A Engenharia nos Empreendimentos tubulações . limitados às classes 1 e 2. 4. atuando sob a supervisão de profissional de nível superior de formação plena. 5. »» Serviços de consultorias na área de engenharia e controle tecnológico: apresentar notas fiscais e/ou contratos de fornecimento. e 6 estão sujeitos a Licencia- mento Ambiental. Os em- preendimentos enquadrados nas classes 3. registrando A. Neste caso a Decisão Plenária PL 0425/2002. A coordenação desta equipe multidisciplinar e os profissionais responsáveis pelos estudos e projetos envolvidos devem possuir formação superior plena. Neste caso todos os profissionais abrangidos pelo Sistema dispõem de habilitação para exercer atividades de gerenciamento. determina que a equipe elaboradora dos documentos de Licenciamento Ambiental deve ser composta de pelo menos um dos profissionais listados como habilitados a serem responsáveis técnicos pelo empreendimento. Para as classes 1 e 2 os empreendimentos estão sujeitos a Autorização Ambiental de Funcionamento – AAF.(LP/LI/LO/LOC) – Empreendimentos em atividade LO ou LOC 5 .R. Na área ambiental este tipo de empreendimento poderá ser enquadrado em quaisquer das classes da DN 74/2004 do Copam. mas não têm atribuição para coordenação de equipes e pela elaboração isolada de documentos para o licenciamento ambiental. consultar o Manual de Orientação para Atuação do Profissional na Área Am- biental – Crea-Minas 2010. Os profissionais de nível técnico ou tecnólogos podem compor equipes mul- tidisciplinares para serviços na área ambiental.T. de suas atividades e atuando nas suas respectivas áreas conforme sua formação. desde que haja os estudos prévios elaborados por profissionais de nível superior de formação plena. Para mais informações sobre os profissionais que podem compor a equipe. »» Licenças . do Confea. mas os técnicos de nível médio só poderão desenvolver o gerenciamento de empreendi- mentos ou de atividades que tenham relação direta com a sua modalidade de formação.RT modalidade mecânica e metalúrgica.

agrimensura. »» Verificar as demais atividades relacionadas a este empreendimento.3 Projeto arquitetônico e layout engenheiro civil 1.civil.5 Projeto de equipamentos engenheiro civil engenheiro eletricista engenheiro mecânico 6 . »» Estudos .2 Projeto Estrutural engenheiro civil engenheiro mecânico 1.(RCA / PCA.1 Planta topográfica em escala compatível. ›› Águas subterrâneas . peças e resíduos de caixas separadoras). geologia e minas. »» segurança do trabalho: apresentar contrato(s) de prestação de serviços e/ou relatórios realizados (PPRA entre outros). na tabela abaixo 3 .RT modalidade agronomia. »» Verificar a existência de contratos com empresas de coleta de resíduos provenientes da atividade (óleos. embalagens. engenheiro geólogo e geólogo.Responsáveis Técnicos Habilitados Etapa 1: Projetos Atividade Responsáveis Técnicos 1. identificando engenheiro ou técnico agrimensor. Rada) .4 Projeto de instalações prediais engenheiro civil engenheiro eletricista engenheiro mecânico 1. graxas.laudo técnico de avaliação de passivos ambientais. »» Outorgas de uso da água ›› Águas superficiais .RT engenheiro de minas. curvas de nível com intervalos de um metro no máximo engenheiro civil e demais profissionais que tenham atribuição de “levantamento planialtimétrico” 1.

engenharia química e mecânica-metalúrgica.1 Construção do posto engenheiro civil 7 . engenheiro geólogo.9 Projeto de captação de água superficial para abastecimento engenheiro agrimensor engenheiro civil engenheiro sanitarista engenheiro de minas 1.12 Elaboração de PPRA engenheiro de segurança do trabalho 1.11 Projeto de caixas separadoras . A Engenharia nos Empreendimentos Atividade Responsáveis Técnicos 1.7 Projeto de tanques e bombas engenheiro mecânico 1. engenheiro de minas abastecimento – outorga IGAM 1.13 Licenciamento ambiental multidisciplinar. b) Etapa 2: Direção / Execução Atividade Responsáveis Técnicos 2. com a responsabilidade técnica de profissional de uma das seguintes modalidades: civil.8 Projeto de captação de água subterrânea para geólogo.SAO engenheiro civil engenheiro sanitarista engenheiro químico 1.6 Projeto geométrico (movimento de terra) engenheiro agrimensor engenheiro civil engenheiro de minas 1.10 Projeto de drenagem engenheiro civil engenheiro de minas 1.

5 Instalação elétrica engenheiro eletricista engenheiro civil (baixa tensão) c) Etapa 3: Manutenção / Monitoramento Atividade Responsáveis Técnicos 3. de acordo com NBR 13.4 Teste de estanqueidade do sistema de armazenagem e engenheiro mecânico distribuição de combustível. água. 8 .4 Treinamento da Equipe de Pronto Atendimento a engenheiro de segurança do trabalho Emergências – Epae 3.3 Laudo sobre a presença de hidrocarbonetos na tubulação engenheiro químico e redes (fluvial.1 Manutenção de bombas de combustíveis técnico em mecânica engenheiro mecânico 3.3 Montagem de estrutura metálica engenheiro civil engenheiro mecânico 2. energia e outros). no raio de 100 metros geólogo engenheiro de minas 3.5 Laudo águas subterrâneas geólogo e engenheiro de minas Nota: Para conhecimento de siglas e termos técnicos acessar o glossário deste Manual. Atividade Responsáveis Técnicos 2.2 Fabricação / Montagem dos tanques engenheiro mecânico 2. engenheiro sanitarista óleos e outros) engenheiro químico engenheiro civil 3.2 Recolhimento de destinação dos resíduos gerados (graxas. esgoto. solo.784/1997 2.

A Engenharia nos Empreendimentos 9 .