Moeda: Origens e conceito distribuição, não necessitando a dupla coincidência, dando

maior liberdade aos agentes de quando e onde comprar).
Antes do advento da moeda, os nômades recorriam ao 2. Medida de valor: Torna-se unidade padrão de medida com
escambo como maneira de trocar os objetos de desejos, mas o um denominador padrão (comum). Razão de troca é a equação
escambo só era possível devido a simplicidade em que viviam, suas que define quantas trocas são possíveis com determinado
necessidades eram limitadas, trocando apenas itens vital, como número de produtos: RT = n(n-1)/2. Com a medida de
alimento e proteção, e suas atividades nômades. valor há a sistematização de preços, administração racional e a
Com o tempo, os humanos passaram a produzir o suficiente construção da contabilidade social.
para gerar excedente, que era tido como garantia de trocas futuras 3. Reserva de valor: A moeda possui reserva de valor desde o
dentro e fora do grupo (A possuía algo que B tinha interesse, e vice- momento que é recebida até o momento que é gasta,
versa). Com a revolução agrícola, os nômades passaram a se fixar guardando riqueza. Ela não é o único ativo monetário que
em pontos estratégicos (rio Nilo, Tigre e Eufrates) e passaram a consegue guardar riqueza, porém, é a preferida como
organizar a agricultura e domesticar animais, tornando o ambiente reservatório de compra devido a sua excelência em liquidez,
social mais complexo e gerando uma divisão social do trabalho pronta aceitação, conversibilidade e imprevisibilidade do valor
(artesãos, pastores, guerreiros, agricultores, etc). futuro.
Com isso, essas mudanças econômicas deram origens a 4. Poder liberatório: Poder de saldar dividas e liquidar débitos
formação da moeda: (esse poder é garantido pelo Estado, obrigando a aceitação da
 Complexidade da atividade econômica moeda como modo de pagamento, porém, a moeda só adquire
 Aumento do número de produtos para trocas esse valor se a sociedade aceitá-la de maneira geral).
 Maiores desejos por produtos. 5. Poder de pagamento diferido: Facilitação da distribuição de
pagamentos ao longo do tempo (créditos/adiantamento. Ex.:
Para conseguir continuar com o processo de troca, o escambo foi
salários), viabilizando o fluxo de produção e renda.
deixado de lado e surgiu um sistema indireto de pagamento (os
6. Instrumento de poder: Poder econômico, político e social, essa
produtos utilizados para a troca eram guardados para serem
função existe quando se admite a moeda como título de
trocados por outros futuramente), mas isso só foi possível graças a
crédito, quanto mais poder aquisitivo você possui, mais direito
aceitação geral da sociedade por alguns produtos. Esses produtos
a compras de produtos e pressão política você possui.
passaram a ser utilizados como moedas, e acabavam medindo
valores de outros produtos, surgindo então à expressão monetária,
Características essenciais da moeda
logo, a moeda pode ser definida como algo que mede valor, tem
aceitação geral da sociedade e que serve como intermediário de
A moeda evoluiu da maneira rudimentar para as mais sofisticadas,
troca.
e, para cumpris as funções monetárias, elas possuem algumas
Um produto só se torna ativo monetário (moeda) se toda a
características essenciais, como:
sociedade aceitá-la como meio de pagamento presente (poder de
1. Indestrutibilidade e inalterabilidade: A moeda deve ser
aquisição) e futuro (reserva de valor).
suficientemente durável, que não fique irreconhecível em
poucas transações, além disso, deve ter obstáculos para
Funções da moeda e sua importância
falsificações, para maior confiança do público.
2. Homogeneidade: A moeda deve ter igual valor quando se
As principais funções da moeda são:
tratar de duas unidades monetárias de mesmo valor (?)
1. Intermediário de troca: sendo essa sua principal função,
3. Divisibilidade: Deve ter múltiplos e submúltiplos em
permitindo a superação do escambo. Traz consigo o aumento
quantidade variável para as transações.
da produção e produtividade (facilita o processo de produção
e a especialização) e eficiência econômica (facilita a

etc. não possuindo identificações que possam hora de manuseá-la e transportá-la. compras. . Transferibilidade: Facilidade de transferência de um agente 5. para facilitar as gerar problemas futuros.4. Facilidade de manuseio e transporte: Deve ter facilidade na para o outro.