10/03/2017

Mecânica dos Solos

Aula 03
PROPRIEDADES ÍNDICES DOS SOLOS

Prof. Rulliam de Oliveira Vidigal

Fases dos Solos
Os solos na natureza apresentam-se compostos por
elementos das três fases físicas, em proporções distintas.

GASOSA

LÍQUIDA

SÓLIDA

2

1

10/03/2017

Fases dos Solos
O arcabouço do solo, constituído pelo agrupamento das
partículas sólidas, apresenta-se entremeado de vazios, os
quais podem estar preenchidos com água e/ou ar. Ao se
avaliar quantitativamente o comportamento do solo deve-se
levar em conta que o ar é extremamente compressível e que
a água pode fluir através dos poros do solo.

3

Fases dos Solos
Os índices físicos dos solos são utilizados na
caracterização de suas condições, em um dado
momento, e por isto, podem ser alterados ao
longo do tempo.

4

2

0 g/cm³ 6 3 . 10/03/2017 Índices Físicos dos Solos Define-se índices físicos de um solo como uma relação entre volumes. considerado igual a 10kN/m³ ou 1. entre massas ou entre massa e volume. VOLUME MASSA VOLUME MASSA ar Gasosa Var Gasosa Vazios Vv água Líquida água Vw Líquida Pw Solo Solo V P sólidos Sólida sólidos Vs Sólida Ps Esquema de constituição das fases do solo 5 V – Volume total Vv – Volume de vazios Va – Volume de ar Vw – Volume de água Vs – Volume de sólidos W ou P – Peso total Ww ou Pw – Peso de água Ws ou Ps – Peso de sólidos γw – Peso específico da água. das fases constituintes de um solo.

VV e= Vs 8 4 . Coloca-se na estufa 3. 10/03/2017 Definições Índices Físicos dos Solos • Umidade (w) – Relação entre o peso da água e o peso do sólidos. Peso no estado natural 2. 1. Normalmente fica entre 10 e 40% Pw Ww w= = ⋅100 (% ) Ps Ws 7 Definições Índices Físicos dos Solos • Índice de Vazios (e) – Relação entre o volume de vazios e o volume das partículas sólidas e normalmente varia entre 0. Pesa-se novamente 4.5.5 e 1.

Essa amostra se presta aos ensaios que não exigem a preservação dessa estrutura. entre outros. embora podendo essa perda de umidade ser minimizada com um processo de acondicionamento adequado. 9 Coleta e utilização de amostras de solo 10 5 . porém perde sua estrutura devido ao processo de extração e não conserva perfeitamente a umidade do local de retirada. os ensaios de consistência. como por exemplo. os ensaios de caracterização. 10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA REPRESENTATIVA DEFORMADA (OU AMOLGADA) É aquela em que durante o processo de extração são preservados os constituintes minerais originais. massa específica dos grãos.

10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo 11 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA REPRESENTATIVA DEFORMADA (OU AMOLGADA) 12 6 .

10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA REPRESENTATIVA DEFORMADA (OU AMOLGADA) 13 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA REPRESENTATIVA DEFORMADA (OU AMOLGADA) 14 7 .

10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA REPRESENTATIVA DEFORMADA (OU AMOLGADA) 15 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA REPRESENTATIVA DEFORMADA (OU AMOLGADA) 16 8 .

 O coeficiente de permeabilidade.  Os parâmetros de resistência ao cisalhamento 18 9 .  Os parâmetros de compressibilidade. 10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA É aquela que além de representativa preserva ao máximo a estrutura do solo. Em geral. 17 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA Utilização Determinar características do solo “in situ”:  Os índices físicos. o custo do processo de obtenção é relativamente oneroso e somente é justificado quando há necessidade de realização de ensaios mecânicos de resistência. São extraídas com amostradores e recebem cuidados especiais no seu manuseio e transporte. São mantidos o peso específico aparente e a umidade natural do solo.

da posição do lençol freático. 19 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA . 10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA Amostragem Pode ser obtida de diversas maneiras dependendo de sua cota da amostragem. da densidade do solo.  Para solos moles abaixo do nível d’água deve-se utilizar amostrador de parede fina  Para solos acima do nível d’água e mais densos deve-se abrir um poço até a cota de interesse e retirar um bloco de solo usando uma caixa metálica ou de madeira como fôrma e com dimensões apropriadas ao tipo e número de ensaios a realizar.Shelby 20 10 .

10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA 21 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA 22 11 .

10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA 23 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA 24 12 .

10/03/2017 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA 25 Coleta e utilização de amostras de solo AMOSTRA INDEFORMADA 26 13 .

075mm) • Bandeja metálica 27 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 Material 2. 10/03/2017 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 EQUIPAMENTOS • Balança capacidade superior a 5kg • Estufa previamente aquecida a ±105ºC • Molde cilíndrico soldado à Base (volume aproximado de 14. dividido da seguinte maneira:  250g (10%) de material passado na 19. 28 14 .5mm e retido na nº200  300g (12%) de material passado na nº200 Colocar o solo de modo que após compactação sobre 1 ou 2 cm acima da marcação do cilindro (sem o colarinho).1mm) .200cm³) • Sobrecarga do cilindro • Prato perfurado com haste em “T” • Almofariz e mão de gral • Espátulas • Pá de mão e colher de pedreiro • Papel filtro • Peneira nº ¾’’ (19.500g.5mm) e nº200 (0.1mm e retido na 9.950g (78%) de material passado na 9.5mm  1. que então será rasado com régua de aço biselada. 3/8’’ (9.

10/03/2017 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 29 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 30 15 .

10/03/2017 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 31 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 32 16 .

varia de 30 a 70%. 10/03/2017 ÍNDICE DE VAZIOS MÉTODO B – NBR 12051/91 33 Definições Índices Físicos dos Solos • Porosidade (ηη) – Relação entre o volume de vazios e o volume total. VV η = ⋅100 (% ) V 34 17 .

10/03/2017 Definições Índices Físicos dos Solos • Grau de Saturação (Sr) – Relação entre o volume de água e o volume de vazios. Varia de 0 para solos secos a 100 % solos saturados. S r = Vw Vv ⋅100 (% ) 35 Definições Índices Físicos dos Solos • Peso específico dos sólidos (γγs) – Relação entre o peso das partículas sólidas e o seu volume. γ s = Ps Vs 36 18 .

38 19 . γ w = Pw Vw Peso específico da água 1g/cm³ = 10kN/m³ = 1000kg/m³ 37 Definições Índices Físicos dos Solos • Peso específico natural (γγ) – Relação entre o peso total do solo e seu volume total. • Pesa-se o cilíndro. • Imersão em água do corpo coberto por parafina. • Pesa-se o corpo. P γ= V • Molda-se um cilíndro com dimensões conhecidas. 10/03/2017 Definições Índices Físicos dos Solos • Peso específico da água (γγw) – Relação entre o peso das partículas sólidas e o seu volume.

83 cm³ Massa= 590g γ = 1. já talhado para ensaios usuais de laboratório.778 g/cm³ 39 Peso Específico Natural Para uma amostra de forma não-definida. esta deslocará uma quantidade Volume da amostra de água igual ao seu volume Quando retiramos a amostra. podemos conhecer o seu volume através da diferença de leitura do recipiente. MASSA 1m³ = 1. ou pela diferença de peso. 10/03/2017 Peso específico natural (ou úmido) De um corpo-de-prova cilíndrico. utiliza-se o recurso da Lei de Arquimedes para determinação do volume.000.5 cm γ = VOLUME = 331. fazem-se determinações do diâmetro e da altura para cálculo do volume VOLUME 1 kN = 100kgf Pesa-se o Corpo-de-Prova.000cm³ (106) Desta forma. 40 20 . determina-se o peso específico do solo γ ou γnat 0 1 9 8 2 H = 10 cm 7 3 = 6 4 5 D = 6. Ao se colocar uma amostra em um recipiente cheio de água.

É da ordem de 20 kN/m³. Ps γd = S r = 0% V 41 Definições Índices Físicos dos Solos • Peso específico aparente saturado (γγsat) – Peso específico do solo se viesse a ficar saturado e isso ocorresse sem variação de volume. 10/03/2017 Definições Índices Físicos dos Solos • Peso específico aparente seco (γγd) – Relação entre o peso de sólidos e o volume total. Psat γ sat = S r = 100% V Ptotal W γ sat = γ sat = V V 42 21 . Situa-se entre 13 e 19 kN/m³. Corresponde ao peso específico que o solo teria se viesse a ficar seco sem variação de volume.

10/03/2017 Definições Índices Físicos dos Solos • Peso específico submerso (γγsub) – é o peso específico do solo quando submerso. É igual ao peso específico saturado menos o peso específico da água. γ sub = γ sat − γ w • Abaixo do lençol freático • Ordem de 10 kN/m³ 43 SUBMERSO (γγsub) SATURADO (γγsat) SECO (γγd)44 22 . Serve para o cálculo das tensões efetivas.

γs Gs = Gs = γ s γw 45 Índices Físicos dos Solos Relações VOLUME MASSA MASSA E VOLUME Vv Massa específica Ps Índice de vazios e= Teor de umidade γs = dos sólidos Vs Vs Grau de Vw Pw Massa específica γw = Pw saturação Sr = w= da água Vw Vv Ps Vv Massa específica Ps Porosidade n= γd = aparente seca V V Teor de umidade volumétrico Vw Massa específica P θw = do solo γ= V V 46 23 . 10/03/2017 Índices Físicos dos Solos Definições • Densidade Específica Real (G) – É o peso específico dos sólidos em relação ao peso específico da água.

pag. 48 24 .w γs ⋅(1+ w) γ e = s −1 S = s e . 28 a 39. 10/03/2017 Índices Físicos dos Solos Correlações EQUAÇÕES e n S ⋅ e = w ⋅ Gs n= e= 1+ e 1− n γ .γ γ= γd w 1+e G ⋅ (1 + w) γ γ sat = (Gs + e ) ⋅ γ γ= s ⋅γ w γd = w 1+ w 1+ e 1+ e 47 Agora é com você! Resolver os exercícios 1 a 10.

pag. 67 a 68. 49 Agora é com você! Resolver os exercícios 3.1 a 2. 50 25 . 10/03/2017 Agora é com você! Resolver os exercícios 2.17. 21 a 59. pag.3 a 3.9.

9g 52 26 . γdi. ηi. o volume passou a 10. ef. 10/03/2017 Exercício 1: Uma amostra de argila saturada tem um volume de 17.5 cm³ e o peso a 19. γdf. ei. ηf.9g 51 ∆V P=29. γs.6 g.8 g. Após a secagem em estufa. Amostra inicialmente saturada Vv=Vw P=29.4 cm³ e peso de 29. Pede-se para determinar os seguintes índices físicos: w.

6/7.4% 54 27 .10.7.13 g/cm³ γdf = Ps/Vf = 19.4 .2 = 3.Ps γw = Pw/Vw  γw =1.2g/Vw  Vw = Vv = 10.6% ηf = Vvf/Vf = 3.Vs = 10.3 cm³ ef = Vvf/Vs = 3.87 g/cm³ ηi = Vvi/Vi = 10.Vs ef = Vvf/Vs γdi = Ps/V γdf = Ps/Vf ηi = Vvi/Vi ηf = Vvf/Vf 53 inicialmente saturada Vv=Vw Pw = P .2 cm³ Vs = V .2 = 0.4 = 58.2/7.3/7.5 = 31.2 cm³ (não apresenta ΔV com o secamento) w = Pw/Ps = 10.Ps = 29. 10/03/2017 inicialmente saturada Vv=Vw Pw = P .6 = 52% γs = Ps/Vs = 19.42 Vvf = Vf .6/17.3/10.2g γw = Pw/Vw  1.2 = 2.0 g/cm³ Vs = V .Vw w = Pw/Ps γs = Ps/Vs ei = Vvi/Vs Vvf = Vf .46 γdi = Ps/V = 19.2 = 1.5 .2/19.2/17.72 g/cm³ ei = Vvi/Vs = 10.6 = 10.4 = 1.19.6/10.8 .2 = 7.5 = 1.0 g/cm³ = 10.Vw = 17.