HARDWARE E SOFTWARE

Sistema Computacional
O sistema computacional pode ser entendido como a junção de três componentes básicos: o hardware, o
software e o humano.

Hardware
Conjunto de dispositivos físicos de um computador, usados para executar as atividades de entrada,
processamento e saída. Qualquer dispositivo “que possa ser tocado” é classificado como hardware. Dentre eles
citamos: teclado, monitor, impressora, placa-mãe, disco rígido, etc.

Software
São os componentes lógicos de um computador “não pode ser tocado”. São os programas e aplicativos que
são executados em uma máquina. Exemplo: Sistemas operacionais (Windows, Linux), aplicativos (Word, Excel,
Firefox) dentre outros.

Peopleware
São os seres humanos que interagem com os computadores. São os usuários dos computadores.

Computador
São dispositivos eletrônicos que se destinam a receber e processar dados para a realização de diversas
operações. Tecnicamente, podemos definir um computador como um conjunto de circuitos e componentes integrados
(hardware) que podem executar operações com rapidez, ordem e sistematização em função de uma série de
aplicações (software), orientados para interação com o usuário (peopleware).

Tipos de computadores
Grande porte
Supercomputadores e mainframes. Os supercomputadores são, em geral, grandes computadores não
comerciais, desenvolvidos para aplicações específicas como previsão meteorológica ou projetos espaciais. Os
mainframes, por sua vez, são computadores de grande porte que têm mais aplicação comercial, são utilizados, por
exemplo, nos sistemas bancários. Os computadores de grande porte muitas vezes ocupam salas inteiras ou ainda
vários andares de um prédio.

Supercomputador Mainframe
Médio Porte
Minicomputadores. Categoria intermediária dos computadores; nem tão poderosos e volumosos como os de
grande porte, mas também não são acessíveis a usuários domésticos ou a empresas pequenas.

Pequeno Porte
Microcomputadores. São os mais comuns e numerosos. São os mais utilizados e acessíveis no âmbito
doméstico e comercial. Eles se dividem em:

Desktop:
São os computadores de mesa. Considerados os microcomputadores pessoais mais utilizados. Também chamado de
PC (Personal Computer – Computador Pessoal).

Desktop

já que os notebooks têm. Quando surgiram. Os netbooks possuem telas e teclados menores. A principal distinção entre os notebooks e os micros de mesa está na portabilidade dos primeiros. possuem certa autonomia elétrica. fina espessura e com tela sensível ao toque (touchscreen). Notebook Netbook São uma categoria menor. é mais destinado para fins de entretenimento que para uso profissional. Netbook Ultrabook Um ultrabook é um notebook ultraleve e ultrafino. Suas vantagens em relação ao notebook são: mais leve. baratas e otimizadas de notebooks. Possuem tela de tamanho maior em relação aos modelos tradicionais de celulares. formando uma unidade portátil. sendo indicados para quem precisa utilizar recursos de um computador. mais leve e mais barata de laptops. além de poder computacional reduzido quando comparado a um laptop. Além disso. Smartphone . ao final de 2007. Tablet Smartphone São os computadores de bolso ou celulares inteligentes. já que utilizam baterias quando não estão conectados a uma rede elétrica. de tamanho pequeno. mais leves. no entanto. É um dispositivo prático com uso semelhante a um computador portátil convencional. estando em qualquer lugar. no máximo. os netbooks se apresentavam como versões menores. com.Notebook ou laptop Computador que une portabilidade com desempenho. 20 mm (2cm) de espessura. mais potente e tem bateria com maior durabilidade. teclado e caixas acústicas integrados. Ultrabook Tablet Tablet é um tipo de computador portátil. por exemplo. monitor.

mouse) fornecerão informações ao computador. menor desempenho o computador terá. e a despeito do avanço tecnológico. Principais componentes de um computador Placa-mãe É a principal placa de circuitos integrados de um computador. 3) A CPU (Central Processing Unit. sendo necessário conectá-los pelo seu meio de encaixe próprio (slot). dentro dela. placa de vídeo. . tal arquitetura permanece sendo o fundamento básico para a constituição dos mais modernos computadores atuais. nos anos 40. como. e seus resultados serão percebidos pelos dispositivos de saída (monitor. Embora um pouco antiga. Entretanto. como todo bom componente tecnológico. Onboard: possui um ou mais dispositivos de expansão integrados. Comentário A vantagem de se utilizar modelos onboard é a redução de custo do computador. pois é por meio dela que o processador (CPU) se comunica com os periféricos do computador. a memória. placa de som. por exemplo. ou Unidade Central de Processamento). quanto mais componentes onboard a placa-mãe possuir. vídeo. matemático húngaro. existirá uma: 4) ULA (Unidade Lógica e Aritmética). É importante destacar a existência dos registradores. Conectores e slots mudam conforme o surgimento de novos padrões de performance e conectividade. que será o cérebro do sistema. que não estão integrados aos circuitos da placa- mãe. o que viria a ser a arquitetura básica de funcionamento dos computadores. na qual dados e instruções são armazenados. barramentos. para coordenar a comunicação da CPU com os componentes externos a ela. o processador terá que trabalhar mais para executar as tarefas desses dispositivos onboard. 2) Unidade de memória. pois. ou dispararão processos. e uma 5) Unidade de Controle. impressora). evoluem constantemente. von Neumann idealizou os seguintes componentes: 1) Dispositivos de entrada (teclado. circuitos de apoio e outros dispositivos. que permitem à CPU realizar seus cálculos internamente. rede ou fax-modem. capaz de realizar cálculos. uma vez que deixamos de comprar determinados dispositivos porque estes já estão incluídos na placa-mãe. Placa-Mãe As placas-mãe. Exemplo: placa de som. que são pequenas unidades de memória.Arquitetura de von Neumann John von Neumann (1903-1957). idealizou. Podem ser de dois tipos: Offboard: possui dispositivos de expansão independentes. Arquitetura de von Neumann Essencialmente. modem ou placa de rede.