You are on page 1of 2

1.

Iracema também conhecida como virgem dos lábios de mel é uma
jovem índia da tribo dos tabajaras. Certo dia enquanto caçava, se
depara com um homem branco chamado martin. Assustada o acerta
com uma flecha. Preocupada pois o feriu, o leva para sua tribo, onde
conta a sua crença e ele a sua história.

2. Enquanto eles estão na tribo chega Irapuã, o chefe da tribo dos
tabajaras. Eles festejam e se preparam para lutar contra a tribo dos
Pitiguaras. Martin por fazer parte antes da tribo dos Pitiguaras tenta
voltar para eles, mas Iracema fica muito brava por saber disto e
obriga ele a voltar.

3. Acontece a guerra entre as duas tribos e Iracema fica desolada ao
descobrir que Martin tem uma esposa, pois criava um certo
sentimento por ele.

4. Após a guerra, Iracema supera suas decepções abraçando Martim, e
Irapuã se depara com a cena e quer mata-lo. Iracema sendo porta voz
do deus tupã na terra, diz que se fizer isto alcançara a sua ira. Então
ela volta para Martin porém triste, pois sabe que ele esta sendo
ameaçado. Martin então decide partir, e ao se preparar acontece o
beijo de despedida.

5. Cabui irmão de Iracema iria guiar Martin, logo depois que partem
Iracema escuta um grito e sai correndo. Quando ela chega vê Cabui e
Martin contra 100 guerreiros liderados por Irapuã.

6. Martin acaba ferido pelos guerreiros e Irapuã, que logo depois são
surpreendidos pela tribo inimiga, dos Pitiguaras, dando início a outra
guerra.

7. Iracema pega Martin que está ferido e o leva para a cabana do pajé.
Irapuã os seguem, pois ainda deseja matar Martin. Iracema, furiosa
com insistência de Irapuã, incorpora o deus tupã soltando um trovão
tão grande que abre a Terra. Irapuã vai embora assustado e com isso
Martin começa a crer no deus Tupã.

8. Poti, um índio amigo de Martin que pertence a tribo dos Pitiguaras
vem tentar resgata-lo, ao chegar junto a Martin ambos escutam um
grito de guerra, mas apenas compreendem o que está acontecendo
quando o irmão de Iracema chega dizendo que Irapuã e seus
guerreiros estão vindo novamente para matar Martin.

9. Então eles escutam a voz do deus Tupã que os instruem a se
esconderem na gruta para fugirem dos guerreiros. No tempo que
passam na gruta planejando um modo de escapar eles se recordam
que está chegando uma grande festa que reunirá toda a tribo, e será
a melhor oportunidade para eles fugirem.
10.Iracema deseja fugir com Martin, mas entra em conflito com si
mesma, pois para fazer isso precisa deixa seu compromisso com o
deus Tupã.

11.Entao Iracema decide dar uma bebida que realiza todos os sonhos de
Martin, e enquanto ele está dopado com a bebida, ela se entrega a
ele, deixando de ser a virgem dos lábios de mel e rompendo seu
segredo.

12.Quando é chegada a festa, Iracema vai com Martin e Poti até o fim da
tribo, onde Iracema confessa que não pode mais ficar longe de Martin
e que traiu o segredo com o deus tupa.

13.Poti dá um cão à Martin para sua proteção durante sua fuga da tribo.
Ao partir, a tribo acorda e sente falta deles. Martin, Iracema e Poti vão
para a tribo dos Pitiguaras, mas Iracema não se sente bem na tribo
inimiga, então se deslocam para outro lugar.

14.Eles estão vivendo com infinita felicidade. Martin, todas as manhãs, ia
com Poti para caçar. Um certo dia, ao voltarem de sua caça matinal,
veem Iracema coberta de flores que representa fertilidade,
percebendo assim que ela está gravida.

15.Durante o tempo de sua gravidez, Martin passa por uma cerimônia
onde é nomeado índio se tornando assim um Coatiabo por conta de
realmente viver os ideais indígenas.

16.Em um determinado dia, Martin avista um barco e começa a sentir
saudade de sua terra natal, se afastando de Iracena de deixando de
praticar os costumes de um Índio.

17.Ele recebe um chamado para lutar com sua tribo parte com poti
deixando Iracema, que fica muito triste pois Martin parte sem se
despedir dela. Neste período de angústia, ela recebe a visita de uma
velha companheira de sua tribo, um pássaro que a faz companhia.

18.Martin volta pois venceu a guerra, mas sua felicidade dura pouco pois
ao chegar em sua casa se depara que chega pelo mar Barcos,
despertando novamente sua vontade de voltar para sua terra natal.

19.O filho de Iracema nasce e se chama Moacir, e ao entregar o filho nos
braços de Martin Iracema morre e é enterrada aos pés do coqueiro
que tanto se amaram.

20.Martin pega seu filho e vai embora, e nove anos depois voltam
trazendo sua fé cristã e ajudando os Pitiguaras a vencer batalhas e
mais batalhas.