You are on page 1of 2

Disciplina: Teorias em Psicologia Social. 4° semestre de psicologia, noturno.

Professor: Fábio de Cristo
Unidade II, Psicologia social na América Latina.
Estudo dirigido

Texto: Martín-Baró, I. (1996). O papel do psicólogo. Estudos de Psicologia, 2(1), 7-27.
Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epsic/v2n1/a02v2n1.pdf

1. Discuta o que o autor quis dizer com: “O trabalho profissional do psicólogo
deve ser definido em função das circunstâncias concretas da população a que
deve atender”.
2. Indique quais exemplos o autor traz para ilustrar estas “circunstâncias
concretas da população”, a partir do seu país?
3. Por que o autor argumenta que a psicologia na América Central encontra-se a
serviço da ordem estabelecida?
4. Esclareça o que é consciência e o processo de conscientização para o autor.
5. Justifique, segundo os argumentos do autor, a sua frase: “À luz desta visão da
psicologia, pode-se afirmar que a conscientização constitui-se no horizonte
primordial do quefazer psicológico”.
6. O processo de conscientização supõe três aspectos. Quais são?
7. Qual seria, então, o papel do psicólogo para este autor?

Disciplina: Teorias em Psicologia Social. 4° semestre de psicologia, noturno.

Qual é o objetivo final da psicologia social comunitária de acordo com o texto? 13.Professor: Fábio de Cristo Unidade II. O texto sugere que. Quais seriam? 11. L. Explique o surgimento da psicologia social comunitária na América Latina? 12. tanto no plano da intervenção como no da produção de conhecimentos psicossociológicos? 10. . Por que é difícil. São Paulo: McGraw-Hill. embora seja difícil sintetizar a evolução e as contribuições da psicologia social comunitária latino-americana. J. Qual era a proposta de Martín-Baró para a psicologia social? 4. Estudo dirigido Texto: Álvaro. segundo o texto. com que classe social a psicologia deveria manter o compromisso e por quê? 6. 1. 2. Explique o que significa esta expressão. Qual o posicionamento deste autor quanto à ‘importação’ de teorias? Seria inviável? 5. Observação: Capítulo 5. fazer um balanço das contribuições que a psicologia social comunitária realizou. Psicologia social na América Latina.. (2006). A. O enfoque de Martín-Baró poderia ser enquadrado dentro de uma concepção mais psicológica ou sociológica da psicologia social? Justifique. é possível falar da existência de traços comuns. Psicologia social: Perspectivas psicológicas e sociológicas. O texto indica que Martín-Baró apoiava um realismo crítico. 9. Qual(is) relação(ões) se poderia estabelecer do seu pensamento com o interacionismo simbólico? 7. Por que o texto argumenta que as ideias de Martín-Baró estão em sintonia com o pensamento da Escola de Chicago? 3. Discuta as abordagens metodológicas usadas em psicologia social comunitária. 8. & Garrido. Para este autor. da página 303 até 319. Explique o porquê desta passagem no texto: “O modelo teórico de Martín-Baró ficaria incompleto se não mencionássemos outro fator imprescindível para compreender sua psicologia social: a história”.