You are on page 1of 2

CONTESTAÇÃO NA AÇÃO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE

Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da ......................ª. Vara Cível
PROC. ......................................

.............................., já qualificada nos autos, por seu representante legal e procurador, vem
perante V. Exa.
CONTESTAR a Ação de Reintegração de Posse movida por ............................................, o
que faz nos seguintes termos:
1. Não é verdadeiro que o veículo em disputa tenha sido vendido ao autor por
terceiro, ........................................
O que ocorreu foi que o veículo havia sido entregue, em troca por outro, à requerente,
apenas um dia antes da aquisição pelo ora autor, que não quis aguardar a transferência no
órgão de trânsito, afirmando que ele mesmo providenciaria, e que estava apressado pois
tinha de viajar com o automóvel ainda naquele dia.
Mesmo contrariando sua orientação, a requerente atendeu o pedido, face a insistência do
autor.
2. Frente a essa situação, totalmente improcedente a afirmativa, base da ação, de que o
autor adquiriu o veículo de terceiro, e, por consequência, não teria responsabilidade sobre
o ônus posteriormente encontrado, que compromete todo o valor de venda do automóvel.
O recibo fornecido, é mero recibo, não se constituindo celebração de negócio ou quitação
final.
3. Não procede o pedido inicial, pois não teve o autor, antes da liminar, posse mansa e
pacífica do automóvel, mas apenas empréstimo temporário, até solução do negócio, que
não se concretizou, pelo desacerto de preço.
REQUER, de V. Exa.,
Seja revogada a liminar concedida, de imediato, para que volte o veículo à guarda da
requerente, até final decisão;

Seja, após a tramitação do processo, indeferida a inicial, em todos os seus termos e o autor
condenado ao pagamento das custas e honorários de advogado.
Protesta por todos os meios de prova e arrola testemunhas.
........................, .........de ....... de ..........

Rol de testemunhas: .