You are on page 1of 229

Desperta

Brasil!
- A “Matrix” existe!

Tomo I

por Marcel Fenris

3ª. Edição

1

Declaração Universal dos Direitos Humanos (1984)

Art. 2° - Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidas nesta
Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião
política, ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento ou qualquer outra
condição.
Art. 18 – Toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito
inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou
crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em
público ou em particular.
Art. 19 – Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a
liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e
idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras.

Constituição Federal (1988)

Art. 5° - Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos
brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à
igualdade, à segurança e à propriedade, nos seguintes termos:
IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato
VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos
cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias;
VII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica
ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a
cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
IX – é livre a liberdade de expressão da atividade intelectual, artística e científica, e de
comunicação, independente de censura ou licença;

2

“Desperta Brasil!
Brasil!”
– A “Matrix” existe!

Tomo I

Agradecimentos, pág. 04

1 – Introdução, pág. 05

2 - A Arte de Pensar, pág. 07

3 – Exemplos de Mentiras e Conspirações, pág. 09

11-09, pág. 10
4 – O Atentado de 11-

5 – O Sionismo e a Dominação Mundial, pág. 53

6- O Marxismo/Comunismo/Bolchevismo, pág. 71

7– A Segunda Guerra Mundial, pág. 86

8 – Holocausto: Judeu ou Alemão, pág. 124

9 – O “Racismo” Alemão, pág. 182

10 – O Holocausto Negro, pág. 207

11- O Brasil Escravo, pág. 212
11-

Tomo II

Judaico-Cristianismo, pág. 231
12 – Judaico-

13 – Atlântida e a Origem da Civilização, pág. 243

+1 – O Lado Oculto do Nazismo, pág. 277

+2- Mais do Mesmo, pág. 300
+2-

+3 – Conclusões, pág. 373

Bibliografia pág. 375
Bibliografia,

3

Agradecimentos

À minha família, que me deu as condições necessárias.
Aos Deuses, que me permitiram lutar a Guerra Essencial.
Aos meus Camaradas, Irmãos de Armas, Guerreiros de Wotan.
À Ordem dos Cavaleiros Tirodal, que nos tornou ascessível a Sabedoria
Hiperbórea.
Ao Círculo Valplads.
Aos Revisionistas do mundo e principalmente do Brasil, que tem enfrentado
ferrenha luta contra a censura dos SIONISTAS, travando batalhas homéricas
sem, todavia, esmoecer ou recuar. Em especial aos Srs. S. E. Castan e Sérgio
Oliveira, autores de excelentes obras e responsáveis por grande parte das
informações contidas nesta obra.
E, principalmente, a você leitor, que dedica seu tempo e atenção em prol de tua
liberdade!

4

Quem não faria? Negaram-vos o estudo. Gosto delas como qualquer outro. se procuram os culpados. agora temos censores.Introdução “À sua vista um humilde defensor do Nacionalismo. intolerância. através de sua obra. de discordar e de falar como se desejasse. O único veredito é a Vingança. De quem é a culpa? Com certeza. pois o valor e a veracidade de tal devem um dia vinticar o vigilante e o virtuoso.. Existem. miséria. à religião. CORAGEM E LIBERDADE são mais do que palavras: são PERSPECTIVAS! 5 . como muitos de vocês. VONTADE. existem aqueles que são mais culpados do que outros. LEALDADE. aqueles que não querem que falemos. com o leitor?). e eles terão que prestar contas! Mas. a enunciação da VERDADE. Este perfil não me é verniz de vaidade. verdade seja dita. aprecio o conforto da rotina diária. Eu sei por que fizeram. a ‘Vendetta’. depravada e voraz da vontade! . à informação. a tranqüilidade da repetição. só precisam se olhar no espelho. Palavras oferecem um meio e um significado.” Saudações Leitor(a)! Tenho por início meu agradecimento por disponibilizar seu tempo para que possamos sentar e conversar (afinal. não é isso que faz o escritor. ao pensamento livre. Onde um dia houve o direito de pensar..1 . é um vestígio de ‘vox poppuli’ agora esvaecida. tida como votiva. palavras sempre terão seu poder. opressão e inversão de valores. Porém esta valorosa visitação de uma vexação passada se encontra vivificada e fez um voto de vencer os vermes veraz e virulentos que se valem do vício e valorizam a violação violenta. HONESTIDADE. a segurança familiar. é claro. injustiça. E a VERDADE é que existe uma situação totalmente errada neste mundo. não por vaidade. e para aquelas que escutam. HONRA. Por quê? Por que enquanto a violência for usada no lugar do diálogo. uma mídia e governo corruptos trabalhando para os SIONISTAS. forçando-nos a nos conformar e destruindo a nossa razão. não existe? Crueldade. trajado com vestes de vítima e vilão pelas vicissitudes do destino. Eu. Existia uma miríade de fatores que conspiraram para corromper sua razão e tirar de vocês o bom senso! Venho lembrar a vocês que VALOR.

observando-se as regras da língua. a quem os leia. Preciso. É um preço pequeno a pagar por uma chance. a fim de que seu País possa deixar sua condição de colônia das Metrópoles e tornar-se realmente LIVRE e SOBERANO! Alguns me chamarão de paranóico. porém preparar o espírito do leitor antes que comece sua leitura. Mas depois com a teoria da relatividade vimos que as coisas não eram como pensávamos.Esta humilde obra foi escrita de forma singela. o conceito formado antes de se conhecer o assunto) e realize uma análise lógica. é necessário ter a mente aberta. pois desejo que ele seja acessível ao povo. Todos estes apontamentos têm intenção maior do que apresentar. Outros de louco. Gostaria de relembrar alguns fatos interessantes: antes de Galileu. e o que acreditávamos ser verdade eram apenas mitos criados por nós mesmos. acredito. apenas uma chance. também o tornará agradável aos mais cultos. com uma linguagem popular. de trazer a liberdade ao meu Povo e ao meu País! 6 . trazendo a todos os que deles tomarem conhecimento. uma nova forma de ver as coisas. o que. antes acreditávamos que não se podia converter massa em energia e vice-versa. Mas também é um livro que usa o raciocínio lógico e os princípios básicos da filosofia. acreditávamos que a Terra era plana e que o Sol girava em torno dela. Aceito meu fardo. porém sem termos eruditos ou palavras que alguns escritores gostam de usar que nos remetem incondicionalmente ao dicionário. outro modo de sentir a verdade. É um livro de fácil compreensão. E para que se entenda a obra é necessário que o leitor abandone todos os tipos de preconceitos (pré+conceito. e que por várias vezes somos surpreendidos ao constatarmos que o que acreditávamos ser mito era verdade. Todos os temas aqui abordados são altamente polêmicos. ou seja. Para ler esta obra. O leitor deve ter a capacidade de enxergar o mundo com outra ótica. lembrar que não somos os donos da verdade. Esta obra visa trazer ao leitor a capacidade de questionar e filtrar as notícias que recebe da mídia e a ser insuscetível à constante manipulação em que vivemos. Lembrarei o leitor que a história é escrita por quem vence a guerra. inteligente e sensata dos fatos. Pretendem também abrir os olhos do leitor para o que realmente acontece no mundo e despertá-lo para a defesa de sua Nação e de seu Povo contra a exploração internacional.

quer pela busca da realidade capaz de abranger todas as outras. mais importante que a resposta é a pergunta.estudo que se caracteriza pela intenção de ampliar incessantemente a compreensão da realidade. ao uso da lógica. que servem para regular o 7 .f. nos enfiadas goela abaixo. o pensamento (as respostas às perguntas: o que é a razão? o conhecimento?a consciência? a reflexão?que é explicar? provar?que é uma causa? um fundamento? uma lei?um princípio? etc. no sentido de aprendê-la na sua totalidade. mantendo-o em seu cativeiro invisível. Aqui está o terreno onde travaremos nosso bom combate..A arte de pensar Filosofia é. principalmente se nos fosse apresentado como verdade absoluta. como não dizer o mesmo da realidade? Dizia ainda meu educador. espirituais e éticos. esta definição me traz à memória minhas saudosas aulas de filosofia quando cursava o antigo segundo grau. fato. acontecimento. muitas vezes. etc. pelo latim philosofia.] S.). Lembrava-nos que sempre existe mais de um ângulo para se enxergar um mesmo objeto. a fim de impedir o cidadão de pensar. ora ‘absoluto’.) Ora. aos que nos diferencia dos outros animais. etc. 1. outras por décadas. perguntará o leitor mais afoito. e tornar a mentira. Filos. na busca da compreensão. “[Do gr. o Ser (ora ‘realidade suprema’. Que devemos.. ‘matéria’. etc.. como pode haver várias realidades? Ora. ‘amor à sabedoria’.2 . com o intuito de desestabilizar nossa sociedade e remeter-nos ao caos.. algumas por anos. em verdade. As grandes manobras de massa realizam-se pela repetição de uma mentira ou várias nos meios de comunicação. acima de qualquer suspeita ou questionamento. Lembro-me de meu professor orientando-nos que. que sempre questionássemos os fatos ou notícias que nos fossem apresentados. vislumbrar as diferentes realidades de uma mesma situação. Philosofia. quer pela definição do instrumento capaz de aprender a realidade. e o que é a realidade? Não é o mundo como o percebemos através de nossos sentidos? Se cada um tem seus sentidos e percepções particulares. através de uma inversão de valores morais. ora ‘causa primeira’. E devemos encontrar a convergência entre estas realidades para compreender o todo. etc.)tornando-se o homem tema inevitável de consideração. Mas. (. ora ‘fim último’. segundo o Dicionário Aurélio. através de sua repetição constante. O questionamento leva o homem ao raciocínio. hoje ensino médio. “Uma mentira repetida por mil vezes torna-se verdade” – Provérbio Árabe Alguns fatos que aqui serão analisados são exemplos destas mentiras que nos são. ‘espírito’. situação.

Mas não ao preço da minha Liberdade! “Prefiro morrer de pé que viver de joelhos” – Nietzsche Combateremos a maldade de suas ações e o veneno de suas mentiras. Seu principal instrumento é o ‘politicamente correto’. Deve livrar-se dos grilhões e correntes que prendem sua mente. torno a dizer. somos facilmente manipulados e escravizados. Temos que tentar mudar o modo das pessoas verem e aceitarem as verdades. Privam-nos de nossa liberdade! Pergunto à vocês: o que faremos sem liberdade? Viveremos como escravos? Estaremos nós tão acostumados com as sobras das mesas de nossos senhores que esquecemos nosso direito divino à uma vida melhor? Assim como vocês. Usurpadores. mas conduzem-nos ao nosso cativeiro. também gosto da tranqüilidade do dia-a-dia e da rotina de nossas vidas seguras. já que somente assim estarão preparadas para tentar encontrar a senha que obrigará o dragão a franquear a entrada da gruta do conhecimento. a coragem. Uma vez na desordem e confusos. rico. pois. Obterá assim. e virtuoso. a verdade e a nobreza. desde que quem o faça se arrogue autoridade para tal. silencioso e sombrio! Mantém nosso país na idade da pedra. garantindo a manutenção de nossa condição de colônia a ser explorada e sugada.convívio social. a liberdade. Dizem-se do bem. mas cultivam e espalham o mal. sejam eles quem forem. Este será o primeiro de nossos passos no caminho de um mundo justo. os conhecimentos proibidos ao homem pelo próprio homem! "É chegada a hora de se acordar o Serpente. por ele guardada com tanto empenho. Dizem-se os ‘defensores da liberdade’. Quem vier a tomar conhecimento destes meus apontamentos passará a ter uma nova forma de analisar o que chega ao seu conhecimento. obrigam-nos à uma vida desprovida de virtudes como a honra. Deve o mesmo despir-se do preconceito à respeito destes assuntos que lhe fora embutidos ao longo do tempo. durante os últimos 3000 anos. Essas mentiras são classificadas como verdades absolutas. não se preocupando em procurar detalhes que tenham passado despercebidos." O mal da humanidade é aceitar a ‘verdade’ como lhes é apresentada. adquirindo uma visão global insuperável! 8 . a lealdade. impedindo nosso desenvolvimento. valem-se da propaganda e das boas intenções dos populares. a justiça. Deixar a dúvida conduzí-lo a lugares que nunca visitou. sem questionamento. que escondem uma outra ótica da realidade. sem a mente aberta do leitor. e é de pronto condenado quem ousa questioná-las. Mas isto não será possível. ela sobrevive mesmo tendo sido tentada a sua morte pelos matadores de serpente da cultura judaica.

a intriga e a maldade.. sugando suas riquezas e condenando seu povo à miséria financeira e espiritual! 9 . uma vez que despimos nossas mentes dos grilhões das ‘verdades absolutas’.3. se quiser aprofundar seus conhecimentos. por exemplo. visando vantagens econômicas e financeiras. cada um pode muito bem consumir um ou mais livros inteiros. Vale lembrar que o imperialismo das grandes potências frequentemente remetem vários países à guerra. para esclarecê-lo que a ‘Matrix’ existe! Cada um dos assuntos polêmicos abordados neste livro nunca poderiam ser completamente examinados em um capítulo. a origem da civilização e a Segunda Guerra Mundial. Cabe ao leitor. utilizando por meios a mentira. vamos olhar mais atentamente alguns exemplos marcantes. mas vamos tratar apenas de alguns só para abrir a mente do leitor. Analisaremos também os responsáveis por estas e outras atrocidades contra a humanidade e seu domínio sobre os países.. Não é isso que assistimos durante o século XX? É tão difícil entender e enxergar que esse mesmo imperialismo econômico gere uma conspiração. Mas.Exemplos de Mentiras e Conspirações Conspirações? Mais um maluco? – perguntará o leitor mais afoito. fazer uso da Bibliografia indicada ao final desta obra. manipulação e dominação. sabe que estas sempre existiram e ainda perduram. ou seja gerado por outra? É claro que não! Ora. São geralmente feitas por governos e elites que manipulam a estes. como os atentados de 11/09. E sempre vitimam o povo. São tão numerosos os casos. aquele que tem um mínimo de conhecimento de história geral e do Brasil. como faremos.

Jack Ruby. Pretendia também retirar as tropas do Vietnã. já que este presidente americano procurava um entendimento com a União Soviética na pessoa do primeiro ministro Krushev. Com relação a atos de terrorismo ou de destruição de vidas de americanos por americanos. acobertados fielmente pela mídia internacional (a serviço dos SIONISTAS). tendo por objetivos a guerra e a valorização do petróleo e o lucro belicista. Isso mexeu com interesses muito fortes que iam da CIA até a máfia. e hoje décadas depois. Porém vamos recuar um pouco na história. existem vários precedentes históricos. Absurdo? Lembram-se do que ocorreu em novembro de 1963. com toda a sua tripulação. A Comissão Warren que investigou o caso efetuou um inquérito que parecia coisa de analfabetos e iniciantes. mesmo com o alerta de inúmeros cientistas. para um início de desarmamento. não tiveram dúvidas em expor dez mil de seus soldados à radiação apenas para poderem obter informações sobre os efeitos da radioatividade no organismo humano. que vitimaram diretamente o povo de uma nação. passando pelos fabricantes de aeronaves e armamentos. mas vou me ater aqui apenas a alguns fatos relevantes o suficiente para mostrar ao leitor este grande engodo: não houve ‘Al Qaeda’ ou Osama Bin Laden. se verifica que todos os soldados que ali estiveram terminaram morrendo ao longo desses anos vitimados pelos efeitos da radiação. em várias partes do Globo e em grande quantidade nos Estados Unidos. Quando os Estados Unidos se impôs a tarefa de "libertar" Cuba dos espanhóis. Quem explodiu as torres gêmeas foi o próprio governo americano. com a esperança de que os árabes fossem acusados de estarem enviando pó de Antraz. em agosto de 1898. para criar um pânico geral. após a questão dos mísseis. isto diante das câmeras de televisão. Acusaram Lee Harvey Oswald pela morte de Kennedy. até o vice-presidente Lindon Johnson que não queria terminar a Guerra. e para que nada falasse. não hesitaram em explodir um de seus navios de guerra. o Maine. como não tinham um pretexto para declarar guerra à Espanha. baseados em informações falsas e confusas. que estava condenado à morte em razão de um câncer terminal. 10 . quando mataram John Fitzgerald Kennedy. além de querer evitar um confronto com Fidel Castro. a mando dos SIONISTAS. 4– O Atentado de 11- 11-09 Fujo da cronologia para começar por este fato pois é o mais marcante e recente caso de conspiração e mentira de um governo. Do outro lado tínhamos o Bank Boston que financiava a fabricação de armamentos. permitindo aos estudiosos uma maior compreensão do que a radioatividade pode causar aos homens. Quando iniciaram as experiências atômicas no atol de Bikini. Este assunto é extenso o suficiente para um livro exclusivo. e que a contragosto tiveram que admitir que isso estaria sendo feito pelos próprios radicais americanos. Temos o ultimo praticado. o que configurou tranqüilamente uma conspiração. foi morto por um mafioso. e indiretamente quase todos os povos do mundo.

porém. Sua administração era ridicularizada no mundo todo. num típico ato de terrorismo de Estado para criar medo e pânico.Quanto a atos terroristas também existem precedentes históricos. cabe salientar que os ‘defensores da liberdade e da democracia’ foram os únicos até hoje a utilizar artefatos nucleares contra alvos humanos. Bush). com o Coronel North e o 11 . que seria o combate contra o narcotráfico. a perseguição aos árabes teria começado naquela época. nada fez e sacrificou milhares dos seus para conseguir o aval do povo para entrar na guerra – o que vinha tentando há muito sem êxito. com o comunismo perdendo a força. No Chile. atacaram o Palácio de La Moneda. na época do Presidente Allende. onde o físico Oppenheimer. ou seja. Nagasaki não tinha instalações militares. não tiveram dúvida em destruir totalmente. isto não serviu de catalisador. um americano ligado a uma organização de extrema direita. antes do atentado a popularidade do governo Bush despencava. a CIA perdeu a sua razão de ser e os Estados Unidos tiveram a sua qualidade como defensor do hemisfério ocidental colocada em xeque. na defesa da civilização e democracia ocidentais. mesmo assim os americanos não hesitaram em explodir duas bombas atômicas contra aquele país. atingindo a cidade de Nagasaki e Hiroshima. durante a II Grande Guerra. onde não existiam estabelecimentos militares. diante da dúvida do General americano encarregado de lançar as bombas. Na Alemanha. De imediato foram feitas afirmações de que o atentado teria sido praticado por militantes muçulmanos. e um oficial americano matou friamente o governante chileno. cujas conseqüências nefastas são conhecidos por todos. fábricas de armas ou qualquer outro motivo estratégico para ser atacada. Era apenas uma das cidades mais desenvolvidas e prósperas do Japão. fazendo com que suas idéias não fossem contrariadas. Com a queda da União Soviética. principalmente em razão do caso Irã-Contras. teve um acesso de fúria e gritava da necessidade de fazer com que o mundo soubesse da força americana. estava em vias de rendição. Existe ainda a questão de Pearl Harbour onde o governo americano. não apenas para espantar o mundo. a cidade de Dresden. por bombardeios. Não apenas para mostrar seu poderio à URSS. totalmente esgotado. Tentou-se uma outra luta que englobasse os diversos países do bloco ocidental. Quando o Japão na II Grande Guerra. não havendo mais a caça aos agentes soviéticos pelo mundo todo. Nesse episódio. por puro acaso. e se um xerife do interior não tivesse efetuado a prisão. W. foi mais um ato de terrorismo de Estado. casa por casa. avisado com larga antecedência do ataque japonês pela inteligência soviética. Aos fatos então! Pra começar. a mesma a que pertence o atual presidente (G. do causador da explosão. O lançamento do artefato nuclear contra a população civil deu-se também para gerar pânico. Em Oklahoma foi derrubado um prédio do governo com explosão de um carro carregado de explosivos. lembro-me bem de um documentário. Aliás.

Bush e George W. para proteger os EUA do terrorismo. Bush trabalharam lá. aliás.” – Senador Byron Dorgan (Dakota do Norte). Bush) era filho do presidente dos EUA (Bush pai)! A Carlyle Group. saúde e defesa. tanto que a dotação que anteriormente cobria um mês passou a ser o montante anual. Mas por que a família Bin Laden cruzaria o globo para investir em empresas petrolíferas americanas se são donos de boa parte de petróleo do mundo? Porque o diretor (George W. Bath. na verdade. um grupo multinacional. que. Nos últimos tempos o Congresso estava exigindo a abertura de todos os arquivos da organização. como a Arbusto. E após? Em nome da segurança nacional. investiu seu dinheiro em várias empresas da família Bush. E um dos principais investidores deste grupo é a família Bin Laden. a FAA fechou todos os aeroportos e cancelou todos os vôos. Bush passou de incompetente a salvador da Pátria! Quão oportuno para estes o atentado de 11/09! Mas isso não é nada! Após o atentado. investiu US$ 1. a CIA recupera seu prestígio e poder. Todos? “Há aviões autorizados por altos escalões do governo para retirar parentes de Osama Bin Laden e outros sauditas dos EUA. para desespero de seus membros. o primeiro passo de uma investigação policial para achar um criminoso procurado. através do Sr. James R. Harken. H.4 bilhão nas empresas dos Bush e amigos nas últimas três décadas! Sauditas investiram aproximadamente US$ 860 bilhões nos EUA! E tem aproximadamente US$ 1 trilhão em bancos nos EUA! 12 . e o Sr. primeiramente diminuindo drasticamente os recursos destinados a essa organização. O Congresso americano estava minando o poder da CIA. foi uma das empresas que mais lucrou com o 11/9. Spectrum 7 e Driling. interrogar seus familiares? O que ocorre.envolvimento claro da CIA no escândalo. por acaso. onde ocorreu troca de narcóticos por armamento. é que a família Bin Laden. George W. Por que esse privilégio com a família do principal suspeito do atentado? Não é. Investe em indústrias controladas pelo governo que atua nas áreas de telecomunicações.

também ex-consultor da empresa UNOCAL. e foi nomeado por Bush como enviado americano neste país o Sr. Após o atentado e a invasão do Afeganistão. E advinha o que foi assinado logo no primeiro dia de mandato? A construção do gasoduto! 13 . Hamid Karzai.Além do lucro direto com a guerra. passando pelo território afegão. Bush governa? Temos ainda nos interesses americanos a construção de um gasoduto para transportar gás natural do Mar Cáspio. já imaginaram o lucro desta parceria com a alta do barril de petróleo após o atentado? Em prol de quem vocês acham que o Sr. ex-consultor da empresa UNOCAL. foi empossado presidente do Afeganistão o Sr. mas as negociações foram infrutíferas. Zalmai Khalilzad. O governo Talibã esteve nos EUA cinco meses antes do atentado para negociar essa obra.

Se você disser ‘sente’ e ‘role’ ao mesmo tempo ele não saberá o que fazer!” 14 . Kenneth Lay. é igual a treinar um cão. Eles dão mensagens truncadas e você enlouquece. dirigida por Dick Cheney. o Sr. principal contribuinte da campanha de Bush e a empresa ENRON.Sobem o alerta de laranja pra vermelho e voltam pra laranja. (que na época tinha o direito de exploração no Mar Cáspio). E mais engenhoso que a guerra é o controle do povo feito por Bush.Outros beneficiados: a empresa Halliburton. Você faz com que sintam medo criando uma aura de ameaça eterna... amigo de Bush. Explica-nos o psiquiatra e congressista americano.Eles nos manipulam. Jim McDermott: “O povo amedontrado faz qualquer coisa.

15 .

Foi realmente muito engenhoso e feio o que eles fizeram. ocasionalmente.“O povo americano vem sendo tratado assim. estimular o medo. Nunca.” E as alegações para invadir o Iraque (a segunda maior reserva de petróleo do mundo)? As famosas armas de destruição em massa que até hoje nunca foram encontradas? 16 .Eles continuarão a. O alerta não cairá para verde ou azul.

Agora vale a pena ver o contraste com a opinião deste mesmo governo no início de seu mandato: 17 .

18 .

que queria que voltássemos com a notícia de que o Iraque estava por trás do 11/9. o Sr. Richard Clarke. da Inteligência Americana: “O presidente. deixou bem claro para mim e meu pessoal.” 19 . bastante intimidador.Mas o que seria responsável por esta mudança de opinião? Com a palavra. Eles já planejavam fazer algo contra o Iraque antes mesmo deste momento.

mesmo que convocado: “Não. Principalmente se não representam ameaça pra mim ou meu país.” E vamos ver como se comportam os soldados americanos com a população civil iraquiana: 20 .E adivinha qual a empresa que está hoje no Iraque explorando o petróleo? A Halliburton de Dick Cheney! E quanto à guerra em si? Vejamos o que fazem no Iraque os ‘defensores da liberdade e democracia’. Com a palavra o Cabo Henderson.. que serviu no Iraque. Não permitirei que ninguém me mande pra lá pra matar aquela pobre gente.. indagado se voltaria ao Iraque.

21 .

E como os americanos encaram o massacre de inocentes: como um vídeo-game! 22 .

matam e mentem por dinheiro! 23 .‘Defensores da liberdade e da Democracia’.

24 .

que teve como missão esconder a verdade e divulgar.Ah. Fizeram o atentado. como sempre. Definitivamente havia um logotipo azul em forma de círculo na frente do avião. culparam a Al Qaeda. eles lucraram com a guerra. a versão oficial como verdade absoluta. E com o total apoio e cumplicidade da mídia. mas quem disse que foi eles que começaram? Bom. algumas pessoas disseram ter visto um míssil. Como já fizeram tantas outras vezes e ainda fazem. Definitivamente não era um avião comercial. resumidamente. apenas alguns interesses que motivaram as Guerras do Iraque e Afeganistão. repórter da Fox.. vamos ver algumas imagens tiradas das filmagens feitas. Quanto ao míssil descrito. reportagens estas anteriores à versão oficial imposta pelo FBI. é importante trabalharmos com as reportagens imediatas após os fatos.o que vemos é impressionante! Há uma estrutura extra na fuselagem do Boeing. mas eu devo estar errado. não era nenhum tipo de avião que eu já tivesse visto antes. usando o sistema de quadro a quadro ou câmera lenta. não dá pra afirmar que tenha sido um avião ou avião civil pra ser mais específico. como pode ser visto a seguir: 25 . Ele tinha um logo azul na frente e não parecia pertencer à esta área. o governo americano diz que não faz essas coisas. Afinal. perguntará o leitor mais incrédulo: tudo bem. matar e lucrar. não vi janelas na lateral. é que pra fazer a guerra. é realmente visível a humanidade e zelo dos americanos! Agora que eu já mostrei. descrevendo o segundo impacto. Portanto.” . conseguiram o aval para a guerra.. eles precisavam de um pretexto para ganhar a opinião pública e conseguir a aprovação para guerrear. que não existe nos convencionais. Ah. Aos fatos então: “. Aí entra o atentado de 11/9.Mark Burnback.

À esquerda um Boeing normal e à direita o que atingiu a segunda torre. como descrito por testemunhas: 26 . Agora as imagens do míssil sendo disparado segundos antes do impacto.

27 .As próximas imagens foram tiradas do documentário “When the towers fell.” Repare no clarão do míssil sendo lançado antes do impacto.

Vamos agora dar uma olhada no Pentágono? Diz o FBI que o avião que atingiu o Pentágono era um Boeing 757 . vôo 77. em Bowie. que fez uma manobra de 330° a 850km/h. Hani era um piloto abaixo da média e fraco em todos os sentidos. pilotado por Hani Hanjour.. Maryland. O clarão do míssil também pode ser visto nas imagens de Jeniffer Spell. e tinha extremas dificuldades em pilotar um monomotor Cessna 172!!! Segundo Marcel Bernard. Teria ele conseguido fazer uma manobra extremamente difícil até para um piloto experiente em um Boeing 757 se não conseguia nem mesmo pilotar um monomotor? 28 . um mês antes. instrutor-chefe desta escola. ..e da CNN. O curioso é que este senhor... matriculou-se na Freeway Airpoirt.

mas depois que examinei de perto. nada grande ao redor que poderia indicar que um avião inteiro caiu e entrou dentro do Pentágono. todos nós que estávamos na sala de controle. E o combustpivel de avião queima no máximo a 1000°C.” Vamos ver o que disse o Sr. das asas. O titânio. no Pentágono instantes após o fato: “. segundo a tabela periódica. a maneira como fez a curva. todos nós. da fuselagem. tem ponto de fusão a 1688°C. você sabe. Jaime McIntyre. alegando segurança nacional. 29 . a velocidade..E olhe o depoimento dos controladores de vôo do Aeroporto Internacional de Dallas. o único local é o da imagem atual onde o prédio está danificado.. que acompanhavam o vôo: “A manobrabilidade.” O FBI diz que não há destroços do avião porque ele evaporou com o calor do combustível. repórter da CNN. como alega o FBI. A Boeing se negou a fornecer informações sobre o avião. titânio e alumínio evaporaram sem deixar vestígio. não há nenhuma prova que um avião caiu nem próximo do Pentágono. os únicos pedaços deixados são pequenos e você pode carregá-los com as mãos. Não há pedaços grandes de caudas. Que cem toneladas de aço. da marca Pratt & Whitney ou Rolls Royce. pode parecer desse jeito. o que torna impossível cientificamente que ela evapore pela queima do combustível. pensamos que era um avião militar. Mas o que nós sabemos é que o Boeing 757 tem duas turbinas de uma liga de titânio pesando seis toneladas cada uma. controladores de tráfego experientes. e como eu disse.

que segundo o especialista em aviação.As únicas peças apresentadas foram: Um rotor de turbina. Karl Schwartz. é turbina JT&D Turbo Jet do avião da Força Aérea Americana A-3 SkyHawk... Abaixo o verdadeiro dono da peça. o Sr. 30 .

...um ‘diffuser case’. Agora veja como é um ‘diffuser case’ do Boeing 757: 31 ...

Veja as fotos deste acidente real: 32 . Ele carregaria tanta energia cinética que se arrastaria por muitos metros antes de parar... E mais: um avião de cem toneladas caindo a 850 km/h nunca pararia no mesmo local da queda. de diâmetro muito menor que a de um Boeing 757..e uma roda.

onde estão as marcas de arrasto do Boeing do Pentágono? 33 . bem mais leve e lento. se arrastou até parar? Agora.Viram o quanto este avião.

como deveriam estar se fossem atingidos por um avião: 34 . olhe como os postes foram artificialmente arrancados do chão.E mais. como se tivessem pipocado. e não estão amassados ou tortos.

tem apenas um grande buraco central. que chegou até a parede interior do prédio. de 6 ton cada? 35 .Agora vejamos as marcas no prédio do Pentágono. Ao invés disso. leme e turbinas. deveria ter nas paredes as marcas das asas. como no WTC. Se ele fosse atingido por um avião. com mais ou menos 5m de diâmetro. leme e turbinas. Onde estão as marcas das asas.

” – Tom Seibert.Agora vejam esta foto de um míssil Tomahawk disparado contra um prédio. Ele veio tão rápido e não se parecia com um avião” – Lon Rains. “Parecia com um míssil” – Michael di Paula.” – Philip Thompson 36 . como que para orientação: Mas chega de imagens. “Eu estava certo que foi um míssil. e reparem na marca branca no chão. “Eu vi um avião militar de carga voar sobre o local do acidente e deu a volta na fumaça de cogumelo. Alguma semelhança? E vejam esta foto tirada por satélite quatro dias antes do atentado. na exata direção que o suposto avião percorreu até seu alvo. Vamos às testemunhas oculares: “ Nós ouvimos o que parecia ser um míssil.Alen Cleveland “Então um C-130 cinza voou sobre nossas cabeças.”.

E o Sr. lembrava um C-130. 51 anos. Mas podemos ver que o combustível do avião queima numa grande bola de fogo logo no impacto. “ Um segundo atrás houve uma enorme explosão. Kevin Ryan.. repórter da Fox.” 37 .” – Tereza Veliz. bombeiros de NY “Eu estava conduzindo bombeiros de elevador até o 24° andar para retirar funcionários. trabalhando no 47° andar da Torre Norte quando foi atingida pelo vôo 11.“Um avião de 4 motores que. portanto. em entrevista à People Weekly. A explicação do FBI para a queda das torres é que a estrutura do prédio derreteu com a queima do combustível do avião. Parece que implantaram no prédio. “Andar por andar começou a pipocar. empresa que certificou o aço usado no WTC. Nós achamos que haviam bombas armadas no prédio.Scott P.. Se esse aço derreteu não foi devido a combustível de jato nenhum. Eu tinha certeza que bombas foram plantadas em todo o canto e alguém estava sentado na sala de controle apertando os botões dos detonadores. explica: “O aço utilizado para fundir-se deve ser submetido a uma temperatura de 1650°C por várias horas.vamos voltar agora às Torres Gêmeas: “ Existem explosões em todo o lugar. funcionário da ‘Underwriters Laboratories’. não ficando.” . Aconteceu outra explosão! E outra! Eu não sei pra onde fugir.Cook Bom. e parece que agora a segunda torre acabou de cair!” – Dave.” – Irmãos Naudet. Era como se tivessem sido detonados. derretendo a estrutura. o ASTM E119. Na última viagem uma bomba explodiu.” – Louie Cacchioli.

o Serviço Secreto e as casamatas de emergência de Rudolph Giulianni e a FCC. Em 17/10/2004. Palisades a 34 km do WTC. da especulação. ao atribuírem a culpa a ‘Al Qaeda’. Se isso for verdade. Em 4/5/88. assim 38 . manipulada e dominada. um edifício de 38 andares pegou fogo por mais de 19 horas e não caiu. ‘maldade’ e ‘arbitrariedade’ dos governos dos países árabes?) A explicação oficial é que um detrito em chamas caiu no prédio e o incendiou. Scott Forbes. em Los Angeles. disse à revista People que semanas antes do 11/9. que estava armazenando de 3 a 4 mil arquivos relacionados a inúmeras investigações de fraudes em Wall Street. nos difunde tão amplamente? A ‘insensatez’. trabalhava no WTC. em São Paulo. aconteceram muitas movimentações de pessoas não anunciadas em seções das torres e o WTC 7 foi evacuado por questões de segurança. o WTC 7 também caiu. Também em 1970. na Venezuela. analista financeiro. o edifício Joelma pegou fogo por horas e não caiu. Suas fraudes na bolsa de valores americana estavam por tornar-se públicas. (Aqui está outro motivo dos SIONISTAS. de fraude. na torre sul. que a companhia elétrica de NY iria desligar as luzes a partir do andar 48. as câmeras de vídeo pararam de funcionar. na Filadélfia. Essas explosões foram causadas por 36000 kg de nitrato de amônia e geraram terremotos de magnitudes 1 e 2. preparam a próxima de suas guerras. Além das Torres Gêmeas. um edifício de 62 andares pegou fogo por 3 horas e não caiu. um prédio de 50 andares pegou fogo por mais de 6 horas e não caiu. a do ocidente contra os países árabes. alegando melhoria na rede elétrica para que o prédio suportasse um número maior de computadores. Com o corte. Além disso. e muitos de seus membros veriam-se em maus lençóis.O colapso do WTC foi detectado pelos laboratórios das Universidades de Columbia. um prédio de 56 andares pegou fogo por mais de 17 horas e adivinhem? Ele não caiu! Como pode as 200000 toneladas de aço e 420000 metros cúbicos de concreto do WTC 7 terem cedido por causa de um fogo que teve sua maior temperatura registrada a de 747°C? Ben Fountain. Won-Young Kim disse à América Free Press que seus sismógrafos registraram explosões subterrâneas de uma fonte a 32 km de distância. E não é o que a imprensa. de três semanas de antecedência. disse a Wing TV que sua empresa recebeu um aviso. que fazem a fortuna através da usura. Em 24/02/91. funcionário da Fiduciary Trust. em NY. Em 6/10/1970. então o WTC 7 é o terceiro prédio do mundo a cair por causa de um incêndio. da mentira. Nele estavam a CIA. Os outros dois são as Torres Gêmeas.

estranhamente. podemos ver as explosões acontecendo. responsável pela segurança do WTC.como os identificadores de andar dos elevadores. e os engenheiros e técnicos tiveram livre acesso a todo o prédio sem qualquer meio de controle. 39 . logo abaixo a crista do prédio em queda. Repare que. O nome desse diretor? Marvin Bush. irmão mais novo do presidente Bush! Ora. os cães farejadores foram retirados do prédio no dia 6/11. De novo. disse que. que não viu ainda imagens de um prédio sendo implodido? As torres não caíram exatamente da mesma forma? Pois vamos ver agora as imagens que mostram as explosões que resultaram na implosão das torres e do WTC 7. guarda da torre 1. sob autorização do diretor da empresa Securacom. com a ajuda da câmera lenta e do quadro a quadro. Daria Coard.

40 .

41 .

42 .

Agora olhe um engenheiro perito em implosões demonstrando o ângulo correto de se cortar vigas com explosivos em uma implosão controlada: E agora vejamos as colunas do WTC: 43 .

Eu não liguei muito pra isso até as autoridades dizerem que não havia outro avião. não vou mencionar os nomes. Note que novamente não há destroços ou marca de arrasto no chão que indiquem a queda de um avião. circulou duas vezes a área e voou sobre o horizonte. Mas eu vi. Ele estava tão baixo que virtualmente estava sobre mim. Suzan Mcelwain disse que o Falcon 20 nunca foi o avião que ela viu. que mora a 3km do local da queda. Ele era branco. Ele tinha duas turbinas traseiras e uma nadadeira como um aerofólio na traseira de um carro. “Eu vi o avião. e duas nadadeiras verticais ao lado.” – Lee Purbaugh. trabalhava na Índia Lake Marina. pois tinha aquela aparência. Poucos segundos depois eu ouvi uma grande explosão e vi uma bola de fogo subir sobre as árvores. que ouviram um míssil. ele estava voando sobre o local como se estivesse procurando algo. Eu o vi antes e depois do acidente. a 2 km A explicação do FBI é que era um avião Fairchild Falcon 20 de passageiros. vamos ver a suposta queda do vôo 93. Aquilo não era um avião executivo. Eles não queriam me ouvir. havia outro avião. antes do acidente. então imaginei que ele caiu. e devia estar lê no mesmo momento que ele caiu.” – Tom Spinelli. que foi orientado para descer de 10000m para 1500m e passar as coordenadas do acidente. Vamos agora ver as imagens do local da queda.5m a 2m de profundidade e menor que meu trailer de 7m parado no meu jardim. O FBI veio e falou comigo e disseram que não havia outro avião nas redondezas. 44 . Ambos moram muito perto. sem marcas. mas definitivamente militar. Aí eles mudaram de conversa e disseram que tinha um avião tirando fotos a 1000m de altitude. não pude ver direito mas era branco. veio tão baixo que eu me agachei e estava voando tão rápido mas não fez nenhum barulho e então desapareceu atrás das árvores. não como uma queda.Bom.” – Suzan Mcelwain. O avião que eu vi foi em direção ao ponto onde o vôo 93 caiu.” – Nena Lensbouer. Ouvi uma explosão como de uma bomba atômica. em Shanksville: “ Eu conheço duas pessoas. O avião ou o piloto nunca foram apresentados ou identificados.” – Ernie Sthul. agora que vimos que as Torres Gêmeas e o WTC 7 foram implodidos e não caíram por causa da queima do combustível do avião. como diz a versão oficial. Quanto ao acidente em si: “O buraco era de 1. Não há jeito de eu ter imaginado este avião. “Ele veio bem na minha direção. ninguém aqui quis. “Sim. a uns 200 metros. a 12 metros da minha cabeça. disse que já tinha ouvido antes e ouviu nesse dia. Eu não achei nada igual na internet. Um deles serviu no Vietnã. prefeito de Shanksville.

45 .

E por último. me esforço em evitar contar mentiras. nem considero que o assassinato de mulheres. Depois.Agora vejamos os supostos responsáveis pelos atentados de 11/9.” – Osama Bin Laden. o protagonista usa relógio e anel de outo. para a revista Ummat. em 28/9/2001. Segundo o próprio FBI. Primeiro reparem na baixa qualidade do vídeo. O Islã estrictamente proíbe machucar mulheres. Depois veja o protagonista do vídeo escrevendo com a mão direita. Vejamos agora a ‘confissão’ de Bin Laden. crianças e outras pessoas inocentes. Como um mulçumano. Osama é canhoto. “Eu já disse que não estou envolvido nos ataques de 11/9 nos EUA. o que é proibido pelo Islã. vejam a diferença entre o protagonista da confissão e outras imagens reais de Osama Bin Laden. crianças e outros humanos seja um ato apreciável. Eu não tenho nenhum conhecimento desses ataques. 46 .

fotos de Osama. Podem ver a diferença? 47 .Ao centro. Nas laterais. a imagem da confissão.

que supostamente estava em um dos aviões que atingiu o WTC. Como eles sabem. Possui gravador de voz na cabine e de informações de vôo. imersão em líquido por 30 dias e impacto de até 33343 m/s.Bom. E a prova apresentada pelo FBI é o passaporte de Satani Suqam. O FBI diz que sete das oito caixas pretas foram destruídas na queda (cada avião carrega duas) e não foi possível repará-las. e quanto às outras provas da autoria do atentado pela Al Qaeda? Vamos primeiro analisar as caixas pretas dos aviões. que eles estavam nos vôos? O que é mais impressionante é que a maioria dos homens apontados como terroristas estão vivos e bem! Vejamos: 48 . Resiste a 1100°C por uma hora. titânio e silício comprimido à alta temperatura. Uma caixa preta é composta de uma CSMU (unidade de memória sobrevivente a queda). protegida por uma couraça de aço inoxidável. Quer dizer que as caixas pretas foram destruídas a ponto de não poderem ser reparadas e um passaporte de papel sobreviveu intacto à queda e à explosão? Fala sério! Quem escreveu esse roteiro??? E quanto aos supostos seqüestradores dos vôos? O FBI diz que o nome deles não estava na lista de passageiros nem na lista de autópsias. então.

49 .

50

Ah, e quanto as chamadas de celular que as vítimas supostamente fizeram antes
durante o vôo?
O físico A. K. Dewdrey, da 911.net, fez alguns testes para o projeto Aquiles,
para testar, com 5 celulares diferentes, as chamadas durante vôos de avião, num
Cessna 172, para determinar a taxa de ligações concluídas com sucesso.
A 1200m – 0,4 de sucesso
A 2400m – 0,1 de sucesso
A 9760m – 0,006 de sucesso (menos de 1/100)
Considerando que a altitude de cruzeiro de vôo é de 10000m, como as vítimas
conseguiram concluir tantas ligações como diz o FBI?

O ex-presidente da Itália (1985-1992) e senador vitalício, Francesco Cossiga, fez
uma declaração em 30 de novembro de 2007 ao jornal "Corriere della Serra", o
mais respeitado jornal italiano, onde comenta um vídeo da Al Qaeda que
contém uma ameaça contra Berlusconi, e menciona en passant o atentado de 11
de setembro.

Textualmente, ele disse:

"De círculos próximos ao Palazzo Chigi (sede do governo italiano), centro nevrálgico da
inteligência italiana, diz-se que a não-autenticidade do vídeo (da Al Quaida contra Berlusconi) foi
comprovada pelo fato de Bin Laden ter confessado neste vídeo que a Al Quaida foi responsável
pelos atentados de 11 de setembro contra as duas torres de Nova Iorque, enquanto nos círculos
democráticos na América do Norte e Europa, principalmente a corrente centro-esquerda italiana,
sabe-se que o desastroso atentado foi planejado e executado pela CIA e pelo Mossad com
ajuda do mundo SIONISTA, para acusar os países árabes e induzir as potências ocidentais a
intervirem na guerra no Iraque e Afeganistão."

Vejamos então os verdadeiros autores do atentado de 11-09:

51

- CIA: agência de inteligência dos EUA
- Mossad: agência de inteligência de Israel
- Sionistas: sabe o leitor quem são os Sionistas?

Agora com a palavra o Procurador-Geral do Estado americano, Theodore
Olson:

“É fácil imaginar inúmeras situações onde o governo poderia legitimar (a guerra) dando falsas
informações. É uma triste realidade que a divulgação de informações incompletas e mesmo
erradas do governo possam algumas vezes ser percebidas como necessárias para proteger
interesses vitais.”

Só me resta sentir pena do povo americano, traído, morto e escravizado por seu
próprio governo; e dos mulçumanos, vítimas de uma mentira e, como resultado
desta, alvo de preconceitos e perseguições em várias partes do mundo.
Agora me diga, leitor, após esta apresentação, você ainda duvida de
conspirações?
Ainda pensa que conspirações são fantasias de paranóicos? E mais: se o
governo americano é capaz de matar seu próprio povo para legitimar a guerra,
o que não seria capaz de fazer com outros povos? E com o Brasil? E quanto a
todos os fatos que nos contaram nas últimas décadas? Serão verdadeiros ou
mais mentiras acobertadas?

52

5- Os Sionistas e a Dominação Mundial

O que vem a ser o sionismo? É a ideologia política da religião judaica.
Àqueles que, inadvertidamente pretendam classificar esta obra como racista ou
anti-semita, explico, pois que nada tenho contra os iraquianos, jordanianos,
etíopes, libaneses, sauditas, sírios, turcos e outros povos do norte da África,
nem tão pouco contra os antigos assírios, babilônios, fenícios... todos eles povos
semitas. Nada tenho contra a etnia semita, hebraica ou qualquer outra. Minhas
críticas são relativas a aspectos político-culturais, que inviabilizam a
convivência coletiva pacífica, justa e harmoniosa.
Prego um País no qual cada raça tenha orgulho de suas qualidades e preserve
sua herança genética e cultural, trabalhando conjuntamente para o bem da
Nação. E uma Nação onde só exista uma categoria: Brasileiro.
Pode-se ser, por exemplo, anti-comunista sem ser anti-russo, ou ser anti-nazista
sem ser anti-alemão, ou ainda anti-capitalista sem ser anti-americano. Portanto
posso ser anti-sionista sem ser anti-hebreu.
Condeno o SIONISMO, e não o faço só. A ONU o considerou ‘expressão de
racismo’ contando inclusive com o apoio do governo brasileiro.
Esta obra é anti-SIONISTA e mais, tem a função de denunciar ao povo brasileiro
esta política imperialista baseada na supremacia racial do judeu.

A questão judaica já foi levantada antes, entre outros, por estadistas como Adolf
Hitler e Getúlio Vargas, por pensadores como Santo Agostinho, São Tomás de
Aquino, Martinho Lutero, Leão XIII, Gregório III,Bento IV, Friedrich Nietzsche,
Houston Chamberlain, Eugene Düring, Gottfried Feder e por historiadores-
pesquisadores como Henry Ford (das indústrias Ford), Gustavo Barroso,
Salvador Borrego, Louis Marschalko, Robert Faurisson, David Irving, Roger
Garaudy (com o aval Abade Pierre, candidato ao Prêmio Nobel da Paz em
1991).
A questão é confessa por Theodore Herzl, o fundador do SIONISMO político,
em sua obra “Um Estado Judeu”:

“A questão judaica continua de pé. É estúpido negá-lo. A questão judaica existe praticamente,
onde quer que residam judeus em um número perceptível. Onde ainda não exista, é imposta
pelos judeus no decorrer de suas correrias. É natural que nos translademos para lugares onde
não seremos perseguidos, mas uma vez ali, nossa presença também invoca perseguições. O
infausto judaísmo é que introduziu na Inglaterra o anti-semitismo, como já tinha acontecido na
América do Norte.”

Judaísmo e Sionismo se confundem, andam de mãos dadas, são dois lados da
mesma moeda – o religioso e o político. E é fácil perceber, basta consultar o
Antigo Testamento e o Talmud (o Judaísmo segue dois livros, o Torah, que é o
Pentateuco cristão, ou seja, os cinco primeiros livros da Bíblia ou o Antigo
Testamento; e o Talmud, que é a interpretação do Torá feita pelos
rabinos).Veremos que seus ensinamentos classificam o judeu como uma povo

53

Judas. o Adão Kadmon. Judeu. e destes escolheu setenta mil. 157. LX. o povo eleito. e eles trarão nos braços os teus filhos. Não farás pacto com elas nem lhes terá compaixão. Judá ou Jeová são o mesmo e único ser. Os outros homens terrestres.” (Deuteronômio. que tem por destino dominar os outros povos. deverás condená-las ao extermínio. expulsando da frente muitos povos. O hebreu é o Deus vivente. nem depois da décima geração. Vejamos apenas algumas passagens: “Ao melhor dos ímpios(não judeu). e os reis te servirão.” (Isaías. 245c. na verdade. São pequenas bestas. E abrir-se-ão de contínuo as tuas portas: elas não se fecharão nem de dia e nem de noite. VII. Por que a gente e o reino que não te servir. col. Então saberás que sou o Senhor e que aqueles que em mim esperam não ficarão frustrados. lambendo o pó dos teus pés. os cananeus. sete nações mais numerosas e poderosas que tu.” (Crônicas. 2) “Quando o senhor Deus te introduzir na terra que vais possuir. o Deus encarnado. simulando ser um devoto de Cristo. só existem para servir o hebreu.” (Iore Dea. os hititas. extraído do Talmud) “Deus exibe-se na Terra na semelhança do judeu. que havia na terra de Israel. n° 772) “Que é uma prostituta? Qualquer mulher que não seja hebréia” (Eben Há Esser. e serás criada ao peito dos reis. pode fazê-lo. e te sejam conduzidos os teus reis. não dará tua filha a um de seus filhos nem tomarás uma de suas filhas para teu filhos. Os reis serão seus tutores e suas esposas as suas amas. 3) “Assim fala o Senhor Deus: Olha. (A Boda Sara. meras bestas a seus serviços.. II. nos ombros carregarão as tuas filhas. para que levassem cargas às costas. 22-23) 54 . XXIII. pois.” (Isaías.” (Ialkut Simoni.. 3b) “Se um judeu é capaz de enganar os cristãos. extraído do Talmud) “Todo o que derrama o sangue dos ímpios é tão grato a Deus quanto o que oferece um sacrifício a Deus. os gerseseus. perecerá.” (Kethuboth.” (Bahba Bathra. 10-16) “Fez Salomão. aquelas nações serão totalmente devastadas. fls97. os amorreus. e oitenta mil para que cortassem pedras dos montes. de raça inferior. com o rosto em terra se prostarão diante de ti. Tosephot. é o homem celeste. 54b) “O sêmen de um goyn tem o mesmo valor que o de uma besta. XLIX. E sugarás o leite das gentes. 1-3) “O amonita ou moabita não entrará jamais na congregação do senhor. Não contrairás matrimônio com eles. 3) “E os filhos dos estrangeiros edificarão teus muros.superior. a fim de que te seja trazida a fortaleza das nações.. 6/8. os jebuseus. tomar a rol todos os homens prosélitos. e aos povos hasteio minha bandeira. eu aceno com a mão às nações. os fereseus. 17-18) “Todas as coisas pertencentes aos goyns (não judeus) são como o deserto: a primeira pessoa que as encontre pode levar como sendo suas. os heveus.. matai-o”.” (Kabala ad Pentateucum.” (Deuteronômio. e quando o Senhor teu Deus as entregar a ti e tu as derrotares. uma raça superiora. 26-b.

" .Jalkut Iuchoth Haberith. Abodah Zara. 58b ‘Quando um judeu assassina um pagão.Midrasch Talpioth. o pagamento deve ser por completo. 17a(Nota: Permissão para fazer o mal?) ‘Se um gentio acertar um judeu. 22 30 "Mesmo tendo sido criados por Deus os não-judeus ainda são animais em forma humana. 114b "O Akum (não-judeu) é como um cachorro." . não haverá nenhuma pena de morte." - Jore dea 377. 57a ’Os gentios estão fora da proteção da lei e Deus expôs o dinheiro deles para Israel." – Baba Kamma. Eles são bestas.’ – Baba Mezia 24a 55 ." . p." ." .. não precisa devolvê-lo." . 37b ’Se um judeu acha um objeto perdido por um pagão." – Sanhedrin." . mas se um boi de um Canaaita escorna um boi de um Israelita. 37b "Se um judeu é tentado para fazer mal. Jebamoth 94b "Se o judeu tem um servente não-judeu que morre.Ereget Raschi Erod.’ Sanhedrin. o gentio deve ser morto’. Você deve dizer a ele: "Deus irá repor 'sua perda'. Não cai bem para um judeu ser servido por um animal. como se um de seus bois tivesse morrido."Os judeus são chamados seres humanos.1 "Relação sexual entre gentios é como relação sexual entre animais. é o mesmo que comer com um cachorro. um não deve expressar simpatia ao judeu. ele deve ir para uma cidade onde ele não é conhecido e faz o mal lá. Portanto ele será servido por animais em forma humana. 4b "Um judeu não precisa pagar um gentio. Os cristãos pertencem aos negaceadores da Torah.Tosapoth. mas os não-judeus não são humanos. – Sanhedrin. p. O que um judeu rouba de um pagão ele pode manter.Talmude: Baba mezia. 57a "Se um boi de um Israelita escorna um boi de um Canaaita (de Canaã) não há nenhuma responsabilidade.Coschen hamischpat 425 "Um gentio herético você pode matar com suas próprias mãos. 255 Warsaw 1855 "Uma grávida não-judia não é mais do que um animal grávido.’ – Baba Kammma.." . 250 b "Se você comer com um gentio." – Moed Kattan.Talmud.Talmud Sanhedrin 74b "É permitido tirar o corpo e a vida de um gentio." .Coschen hamischpat 405 "As almas dos não-judeus vem de espíritos impuros e são chamadas porcos." . Sim.Sepher ikkarim III c 25 "É a lei matar qualquer um que nega a Torah. a escritura ensina a honrar o cachorro mais do que ao não-judeu.

Menechem Begin: "A nossa raça é superior. Contra o Judaísmo. 274/278) Os textos bíblicos e o Talmud são os responsáveis pelo racismo e imperialismo judaico-SIONISTA. da mesma forma que a Igreja vem se confessando culpada nos últimos tempos. Outras raças são consideradas excremento humano. ou de um israelita por um pagão. Nosso reino terrestre será controlado por nosso líder com mão de ferro. era agnóstico. outras raças são bestas e animais. Como conseqüência. comparados à nossa raça. em “O Judeu Internacional. mas ao seu Estado Judaico.(Também afirmado em Baba Kamma 113b). como Miquéias e Oséias. . de que cada judeu é súdito. Não somos culpados.. pg 167) Define a “Nova Enciclopédia Universal”: “Entre as características mais salientes da raça hebréia. arqueólogo inglês responsável pelo trabalho com os ‘Manuscritos do Mar Morto’. seu ofício ou seu credo”. não importa onde more. 2 ed. É uma religião popular. embora não o seja. E vários são os profetas que fazem advertências quanto a este comportamento. John. 56 . nós estamos certos. em 1960. onde desempenhava o papel de editor-chefe. o julgamento básico sobre a religião judaica é negativo. Rio de Janeiro. os judeus. Nós somos diferentes das raças inferiores porque elas vieram dos insetos.instinto religioso inato e instinto muito elevado de irmandade e de tribo. qualquer que seja sua residência. Não sou anti-semita. o judeu-SIONISTA não é fiel ao País ou ao povo que o acolhe (‘pequenas bestas’). Aqui confesso minha culpa. no início dos trabalhos.” (Theodore Herzl. ‘Para compreender os Manuscritos do Mar Morto’. (Luís Brandeis. do Supremo Tribunal dos EUA.” (In Hershel Shanks. não há pena de morte. se é de um pagão por outro pagão.excelente pré-disposição para o comércio. de Henry Ford. Nosso destino é controlar as raças inferiores. Imago. por exemplo. no máximo. As massas irão lamber nossos pés e nos servir como escravos" Agora pergunto ao leitor: quem é o racista? Vejamos a opinião de John Strugnell. impregnada de nacionalismo exacerbado." – Sanhedrin. Não somos judeus americanos nem judeus soviéticos. No meu caso. gado. fundador do SIONISMO político) “Temos como certo que nós. . Confesso-me culpado. eis o que sou. Nós somos deuses divinos neste planeta. ’Para o assassinato. incondicionalmente. devemos citar: . a setença é aplicada. Nós somos apenas judeus. De fato. pág. não uma religião superior. como eles mesmos afirmam: “Nós somos uma única nação. 57ª Isso tudo é confirmado pelo Primeiro Ministro de Israel de 1977/1983. 1993. mas de um pagão por um israelita. e converteu- se ao catolicismo em razão dos conhecimentos e informações obtidos com os Manuscritos: “O Judaísmo é originalmente racista.aversão acentuada a todo trabalho manual que resulte em fadiga. somos uma nação peculiar.

em território brasileiro: “O Brasil tem aberto suas portas a Imigrantes de todas as nacionalidades. o Sr. Tomou depois.. Os judeus começaram a organizar-se internacionalmente em 1773. Frankfurt. .. Fundaram colônias em 1904 e 1911 (Philippson e Quatro Irmãos.. Demonstram aversão ao trabalho agrícola. atendida em boa parte. em carta ao Vaticano. Auto denominaram- se ‘Os Iluminados’. respectivamente). sem qualquer consideração social. em “O Judeu Internacional”. uma super-nação que abraçaria o mundo com seus tentáculos. no governo Vargas.)Trouxeram para o Brasil idéias comunistas.. Paris. junto ao túmulo do Grão-Mestre Simeão Bem Judá.” Descreve Henry Ford.astúcia e perspicácia para a especulação. (.faculdades intelectuais bem equilibradas. A reunião ocorria no cemitério judeu de Praga. nas profissões liberais e até no serviço público. e não para com o Estado Nacional onde vivem. a fim de exercer sua dominação na qualidade de ´povo eleito’. conforme o costume. 57 . concorrendo com os nacionais.. no comércio. que decidia o que fazer e o que não fazer. . Atuam para dominar a economia e a imprensa. ou Caleb (o cão). Sua fidelidade é para com o Estado Judaico. Nunca se esforçaram ou se esforçam. principalmente em assuntos de dinheiro. usando por meio nunca a produção. Os judeus tiveram essa oportunidade.) A lista de Sua Santidade.” Onde quer que estejam. quando a família Rotschild estabeleceu em Paris a base para a criação da Panjudéia... nas finanças. hoje praticamente abandonadas. ainda hoje. Ciro de Freitas Vale. Não se dedicavam nem aos ofícios comuns nem à agricultura. distribuindo o sub-comando para doze judeus de posição iminente (correspondendo às doze tribos de Israel). por produzir objetos de qualquer natureza. que se mostrem dispostos a dedicar-se à agricultura. mas sim a especulação e a usura. tem a única finalidade obter lucro e enriquecer. Tratam de adquirir produtos prontos para negociar com eles. pg 31: “Em tempo algum os judeus imigrados para os Estados Unidos afastaram-se um átimo de suas originalidades.” E ainda o Secretário Geral das Relações Exteriores do Brasil. cabia a um judeu notável. não fez mais do que repetir a frustrada experiência anterior. e dos prazeres decorrentes de uma elevada posição social. contrárias aos interesses da Nação e de seu Governo. (. A chefia deste novo órgão. forma mais ampla. Eles se encontram infiltrados na imprensa. Entendem que o povo local são ‘pequenas bestas’ destinados a serví-los. ‘convertidos’ ao Catolicismo. chamado de Kahal. o gozo íntimo do poderio. Nápoles e Viena) comandando a partir dali as ações a serem praticadas pelos judeus do mundo inteiro. O judeu internacional agia agora sob um comando único.paixão oriental pelo luxo. Naquela época os Rotschild estavam espalhados por cinco centros nevrálgicos da Europa (Londres. que intercedia pela entrada de hebreus.

.Em 1876. . A essas duas autoridades estão submetidos os judeus de todo o mundo. obrigados a executar cegamente suas prescrições. as modas fantásticas e as despesas loucas. competições esportivas. os Santos. . Um exemplar foi depositado em 10 de agosto de 1906 no British Museum. escritos em 1897. Porém. Informava a obra: “O Kahal é o governo administrativo dos judeus e o Beth Dine é o tribunal judiciário introduzido pelo Talmud. Vejamos apenas algumas das técnicas dos SIONISTAS para a dominação mundial descritas nos ‘Protocolos’: .distrair a atenção das massas pelas diversões populares. jogos. mas escaparam da fogueira uns seis exemplares. O referido documento ficou conhecido como “Os Protocolos dos Sábios de Sião”.despojar a aristocracia das velhas tradições e de suas terras. o Serviço de Inteligência do Czar da Rússia. O livro sumiu de circulação como num passe de mágica. as faculdades de gozar as coisas simples e sãs. sob n° 3.propagar o consumismo desenfreado.arruinar o sistema nervoso das pessoas com barulheira incessante.” Em 1897. as Encíclicas Papais e os atos praticados por seus homens ilustres. reverendos e pastores. 58 . . Era um plano de ações internacionais visando concretizar a dominação mundial.926-D°17. expondo tudo o que se relacionava aquele organismo secreto. gradualmente.minar o respeito pela religião. encorajar a alta crítica. espalhando contra eles histórias escandalosas. Suíça... de nome Brafmann.envilecer as artes e prostituir a literatura. teatro do absurdo.criar um clima de descontentamento universal e provocar o ódio e a desconfiança entre os povos e as classes sociais. . . . A autenticidade do documento foi comprovada pelo Tribunal Suíço de Apelação Criminal.envenenar os espíritos com teorias utópicas e nefastas. conseguiu furtar uma destas atas e Sérgio Nillus publicou-as em 1902. um judeu realmente convertido. pornografia. Ou o Coronel da Inteligência Czarista era um excelente adivinho ou o plano SIONISTA encontra-se em perfeito andamento. . a fim de provocar discórdia entre as classes.corromper a mocidade pelo ensino subversivo. Capital da Lituânia. Seus termos. gravando-as com impostos formidáveis ou desapropriando-lhes as propriedades. desacreditar os sacerdotes. músicas alienantes. . As deliberações foram manuscritas em forma de ata e distribuídas a cada um dos participantes. etc. são assustadoramente atuais. renegar o passado. o Kahal realizou um congresso em Basiléia. a obra “O livro do Kahal”. eliminando. para impedi-las de pensar.dominar as pessoas pelos seus vícios. É um Estado oculto dentro de cada Estado. .. publicou em Vilna. .. a fim de corroer a base das crenças e de provocar cismas e disputas no seio da Igreja.destruir a vida da família. em 1° de novembro de 1937.

levando os agricultores a abandonar a atividade agrícola e entregar-se à louca especulação. Notícias de Israel – abril/2000 59 .destruir toda a estabilidade financeira. . Vejamos a metéria: JUDEUS TEMEM A DIVULGAÇÃO DOS PROTOCOLOS DOS "SÁBIOS DE SIÃO" Há algumas semanas. duas das maiores e mais conhecidas livrarias americanas decidiram publicar os "Protocolos dos Sábios de Sião".organizar vários monopólios internacionais. .fazer surgir incidentes que provoquem disputas internacioanais. eliminando as possibilidades de acordo. e dominar-lhes as mentes. . incerteza e privações. que foi informado por alguns navegadores da Internet.substituir as pessoas de sangue nobre pelos homens de negócio. . . nos países do oeste.aumentar os salários sem vantagem alguma para o operário.desacreditar e desmoralizar e enfraquecer as forças armadas e polícias. a fim de controlar as informações dadas aos povos. e privar-lhes de seus guardiões. não formal. estagnar os capitais. majorando paralelamente os preços e os custos de vida. informou o HA'ARETZ. de que não este livro não poderia ser divulgado.desmoralizar as classes dirigentes por todos os meios e provocar o furor das massas pela visão das torpezas estupidamente cometidas por elas. concentrar todo o ouro do mundo nas mãos dos judeus. . Os navegadores da Internet decidiram sair contra a publicação. O presidente do departamento da Agência Judaica.dominar todos os meios de comunicações quanto forem possíveis. a fim de que os destinos das nações sejam confiados a gente sem capacidade de discernir entre o certo e o errado. As lojas são a rede "Barnes & Novels" de Nova York. suspender todos os créditos e provocar o pânico das bolsas. . por intermédio da inflação. de maneira a meter os incautos num labirinto de idéias impraticáveis. pediu à todas as organizações ligadas com a Agência para boicotar as lojas. Está decisão anulou um trato.empeçonhar as relações entre patrões e empregados pelas greves e ‘lock-outs’. a fim de que as economias nacionais sejam estranguladas. e a loja virtual "Amazon". angústia. estabelecendo.conceder o sufrágio universal. A decisão provocou uma tempestade entre o público judeu.bater palmas a todas as utopias. que o livro seria publicado. .permitir à indústria que estrangule a agricultura. . Amos Hermon. a fim de voltar o povo contra elas. despertar ódios e multiplicar armamentos ruinosos. e clamaram pelo boicote às duas empresas enquanto dirigiam-se às organizações israelenses e judaicas para juntarem-se ao boicote. O ministro no Escritório do Primeiro- ministro Michael Melchior mandou um e-mail para "Amazon" pedindo que interrompesse a divulgação do livro. por toda a parte. o culto ao Bezerro de Ouro. . .. de muitos anos. .esgotar a capacidade de resistência da sociedade pelo sofrimento. dar forma e vida aos antagonismos entre os povos. multiplicar as crises econômicas e preparar a bancarrota universal.

Entretanto. homens que se encontram despertos do torpor imposto ao mundo pelos judeus. as atitudes erradas da Igreja no seu passado. um dos baluartes opositores ao domínio judaico nos últimos 20 séculos. como bem diz o ‘Times’.E quanto ao teor dos Protocolos. continuavam a dar sinal de vida e tornam-se cada vez mais significativos e convincentes. freiras promíscuas. 68/69: “Esses ‘protocolos anônimos’. copiados à mão. a fermentação do racismo. na tentativa de calá-los ou aprisioná-los. entre cujos altos funcionários passavam de mão em mão. deveria concentrar-se inteiramente a atenção pública. é ser corrupto. tanto diretamente quanto nos bastidores do poder. resolveram enfrentar de peito aberto a “Liga Anti-Difamação da B’nai B’rith”. a decomposição. Mas nos EUA. Nos EUA. mas resta-lhes destruir a Igreja..” (Protocolo 17) Infelizmente para a população brasileira e mundial. estudados minuciosamente nas chancelarias de vários governos... Uma obra deveras admirável. graças à persuasiva clareza do seu conteúdo. o ataque à Igreja (os constantes boatos e casos. eleitores de 16 anos ou analfabetos elegendo presidentes. ela contém em si mesma. do Partido Democrata. diferente do Brasil.. o Sr. lealdade. e nessa íntima força comprovadora. culto exacerbado ao futebol. a destruição dos valores éticos e morais (honestidade. é ser traficante. La Rouche Jr. hoje o bonito e o normal é ser malandro..). honra. entidade SIONISTA desenvolvida com o propósito de trabalhar em prol da execução dos Protocolos e da calar a voz dos que tentam defender seu povo e seu país desta conspiração de dominação judaica. não é exatamente isso o que vemos ao ligar a TV ou ler revistas e jornais hoje no Brasil? Não são as opiniões dos ‘especialistas’ que a imprensa exibe nos mais diversos temas sempre de acordo com os Protocolos? A exaltação do comunismo (sobre o qual falarei mais tarde). a destruição dos valores familiares. de pedofilia e pederastia dos sacerdotes. e Louis Farrakhan.” O principal método de destruição dos SIONISTAS é. é ser bandido. Lyndon H. líder da facção denominada ‘Nação do Islã’. Vários processos foram movidos contra eles pela B’nai B’rith. o Judaico-SIONISMO. E continuam a agir fortemente nos dia de hoje. muitos já comprovados como falsos.). o ataque constante às Forças Armadas e Forças Policiais (as inúmeras ONGs e a imprensa que defendem com excessivos direitos nossos bandidos e atacam com todo o vigor a Polícia). se de fato se deve a um criminoso ou a um louco! A prova irrefutável de sua legitimidade. pois. a pornografia. é justamente nesse ponto que se inicia a manobra de dissuasão dos judeus. pg.. “Há muito tempo já desacreditamos o clero dos infiéis. na sua maior parte em forma de manuscritos. a começar pelo Cristianismo. verdade.. Justiça se escreve 60 . concretizou com imenso êxito quase a totalidade de sues Protocolos. Já dizia em 1920 Henry Ford em seu livro Judeu Internacional. coragem. utilizando-se da quinta coluna. etc. Decomposição de todos os valores morais existentes.

9. etc. Quem desejar maiores detalhes ou informações.Patrocínio direto em documentários falsos e ações de vandalismo de grupos que se passavam por neonazistas. do Cristianismo e da economia produtiva.Apoio a grupos terroristas. espionando a todas. e todos os processos só conseguiram que se fossem expostos uma quantidade de provas cada vez maiores das atividades criminosas dos SIONISTAS.etc. pode pedí-las diretamente a “Executive Intelligence Review”.Proteção ao crime organizado 6. Já reparou o leitor que nos filmes americanos os vilões tem sempre a cruz suástica por fundo? Que os mafiosos italianos ostentam crucifixos no pescoço? Que os padres estão sempre envolvidos em escândalos? Etc.002 Explica que a ADL B’nai B’rith é uma loja Maçônica. atuando tanto nos EUA como na América Latina.Suborno de funcionários do governo com Narcodólares. na destruição da Igreja.Proteção ao narcotráfico 5.Escândalo do American Bank e Trust Company 8. de bancos de dados públicos e privados. cuja luta contra o Anti- Semitismo serve apenas para encobrir sua história de crimes e traições. 2.com letra maiúscula. desde a extrema esquerda a extrema direita. 10. através do seguinte canal: Obra: “The ugly truth about the ADL”.Corrupção de menores 12.Apropriação da Indústria Cinematográfica Americana de Hollywood. Vejamos somente algumas das atividades dessa Organização SIONISTA: 1. mulçumana e latina. É um aparato de corrupção. das Forças Armadas. disponível em espanhol.Espionagem: furto de dados sobre populações negra.Reativou no princípio do séc. “La susia história de la Liga Antidifamacion de B’nai B’rith” ISBN 0-943235-12-X Copyright: 1994 N° catálogo da Biblioteca do Congresso dos EUA: 94-78176 Endereço para informações: Executive Intelligence Review News Service – PO BOX 17390 Washington DC 20041-0390 EIB 94. do Judiciário. Afirma ainda: 61 . que aterrorizou e assassinou a população negra americana.Tráfico de mulheres e crianças 7. 3. Descobriu- se que a ADL controlava 950 organizações políticas dos EUA. XX a Ku Klux Klan.Venda ilícita de armas ao Irã. indígena. E outras. 11. 4. da educação pública.

aqueles que criticam e combatem as ações das forças judaicas (cinema e TV. e H.” Salvador Borrego. NBC. No Brasil. TV e imprensa escrita) através do Grupo Timelife. dos irmãos Warner. passem a condenar o anti-semitismo Terceiro passo: depois de conseguirem essas condenações ao anti-semitismo. controlam cerca de 75% dos meios de comunicação. e só transmitem ao povo o que e como eles querem que o povo saiba. os judeus dominam a imprensa mundial. Arcebispos e Bispos Católicos .aqueles que. (Pseudonômio usado por Cardeais. embora o neguem hipocritamente. Serão então considerados anti-semitas: .. Três dos quatro grandes canais de TV. Geffen e Spielberg. por meio de hábeis campanhas e pressões de todo o gênero. Na cadeia de rádio-difusão. as Organizações Globo (rádio. a Walt Disney de Joseph E. Weinstein. CBS e ABC. que os judeus praticam contra os cristãos. controladas por David Sarnoff e Willian Paley. de Julius Baruch. a Dreamworks de Katzenberg. do Senõr Abravanel. o New York Times de Arthur Sulzberger.“A ADL conta com agentes esquerdistas. a Radio Corporation of América (RCA) e a Columbia Broadcasting System (CBS). Zeckerman. que destroem a família e degeneram a juventude. 06/09/1989. Vejamos o alerta do Cardeal Josef Glemp (Revista Veja. Washington Post de K. de qualquer forma. No cinema. Polônia – Fogueira acesa: Cardeal acirra conflito com os judeus) “O poder dos Judeus repousa sobre os meios de comunicação. Estado de São Paulo. como a Editora Abril. pg 155/161): “A manobra de amordaçamento dos judeus consiste basicamente no seguinte: Primeiro passo: conseguir a condenação do anti-semitismo. Wall Street Journal de Peter Kahn. a Warner Bross. POA/RS. a Miramax Filmes de B. censuram ou combatem o ódio e a discriminação racial. de Wilian Fuches. um após outro. temos a Metro Goldwin Meyer. Graham. New York Post de Peter Chernin. . . a Poligram de Edgar Bronfmann Jr. por exemplo. M. a Universal Filmes. que estão à sua disposição em várias partes do mundo. inclusive. Segundo passo: conseguir que os dirigentes políticos e religiosos. Folha de São Paulo. o SBT. New York Daily News de M. tornando-o. da família Civita. entre outros. os judeus tratam de dar a este vocábulo um significado muito diferente. Revista Newsweek. Grupo Timelife. a United Artist. granjeando a simpatia de outros segmentos.” Perguntará o leitor: mais como nunca fiquei sabendo disso? Como já foi visto nos Protocolos. a Viacom de Murray Redstone. por exemplo. a Fox Filmes. 62 .Complô contra a Igreja. como o brasileiro Jair Krieschke e o Deputado socialista argentino Alfredo Bravo para defender os ‘direitos humanos’ dos narcoterroristas. Roth. Na imprensa escrita. sujeito às penas legais. confirma a predominância Sionista os meios de comunicação. etc. em seu livro “Derrota Mundial”.aqueles que defendem seus países das agressões do imperialismo judaico. o Jornal Zero Hora. com a difusão de falsas doutrinas ou de toda a classe de vícios). E ainda Maurice Pinay. de Marcos Loew e Samuel Goldwin. etc.

França. seria fácil identificar as razões dessa aversão. 1424 Speir. Vejamos algumas reações ao imperialismo judaico: Em 1469 Fernando de Aragão se casara com Isabel de Castela. "Se a desconfiança e a hostilidade contra os judeus tivesse surgido somente num único país e só numa determinada época. 1421 Colônia. 1458 Bamberg. Inglaterra. 1493 Ulm. 1361 Estrasburgo. 1418 Viena. 1388 Glogau. 1940. ao contrário. antipatizada pelos habitantes de todas as terras e nações no 63 . 1447 Baviera. 1475 Regensburg.aqueles que desmascaram o judaísmo como dirigente da franco-maçonaria e outras instituições cujo objetivo é destruir o Cristianismo”. em 70 dC. Mas. 1891 Alemanha. 1450 Hildesheim. no ano 9 dC. 1745 Russia. 1499 Berlim. 1446 Liegnitz. A primeira providência dos reis espanhóis foi editar uma lei a ser posta imediatamente em vigor: “1. Getúlio proíbe a entrada de judeus e ordena a expulsão dos que aqui estavam ilegalmente. O mesmo foi feito em: Roma. 1457 Erfurt. essa raça é. 1478 Magdeburg. desde há muito tempo. 1399 Tréviro. 1446 Bradenbúrgia. Roma. 1290 Neisse. 1254. 1936 Brasil.. 1435 Mogúncia. 1670 Tchecoslováquia. fuera! 2.Revocan-se las disposiciones en contrario” E isso não era novidade. 1573 Austria. 1438 Augsburgo. e os mulçumanos começaram a ser expulsos da península Ibérica.Judios.

13-14) “Proclamam ainda hoje os diretores espirituais do judaísmo moderno. mas é pouco convincente a asserção." . Em toda a área moderna. Algumas passagens interessantes: “Um judeu nunca se enriqueceu à custa de outro judeu.” (pág.seio das quais se estabeleceu. sua dispersão não haveria certamente adquirido tais proporções. chamada de Estrangeiros. Oh. A história é sempre a mesma: os ‘cruéis anti-semitas’ revoltam-se. então as causas do anti-semitismo devem ser procuradas entre os próprios judeus. em todas as épocas. ou SIONISMO. son histoire et ses causes”. os quais habitavam regiões distantes entre si e eram regidos por leis determinadas até por princípios opostos. em “Antisémitisme. Sua lei. pág. ‘incompreensivelmente’. de repente dissessem: O Brasil foi nosso de 1500 até 1822. e que é deles por ‘direito divino’. são sempre. e se não tinham os mesmos costumes e eram distintos no espírito de suas culturas.Bernard Lazare. segundo determinados princípios morais. mundo cruel! A ‘questão judaica’ (revoltas ocorridas ao longo da história de vários povos contra os judeus) deriva só e tão somente só deste comportamento imperialista e racista judaico. e não entre os seus antagonistas. Saiam os palestinos. que a missão judaica entre os povos do mundo é de caráter espiritual. tiveram os judeus durante muitos séculos as ocasiões mais propícias para praticar essa lei fundamental. que faremos agora neste solo nosso novo Estado. e portanto. 15) 64 . contra os ‘pobres e sofridos bodes-expiatórios’. temos aqui uma questão no mínimo absurda. Pois foi o que os judeus fizeram. Alegaram que aquela terra foi deles há 2500 anos. que ‘nunca fazem nada’. vítimas de ‘revoltas gratuitas’ das nações hospedeiras. A técnica mais usada pelos SIONISTAS é passarem-se por vítimas. Paris 1934. Aliás. 14) “Se o judeu tivesse sido laborioso. porém não com seu ‘próximo’ da raça judaica. revoltam-se contra os ‘bodes expiatórios’ e recusam-se a sair de suas terras. anarquista judeu. Mas como preferiu fazer-se mercador improdutivo. mas sem se mesclar jamais intimamente com eles. Saiam as ‘pequenas bestas’. A lei mosaica permitia ao judeu traficar com estranhos. Como os inimigos dos judeus existiram entre os mais diversos povos. essas terras são nossas por direito. é a terra a eles prometidas por Deus na religião deles. Espalhados entre os outros povos. cooperando em comum com o resto da humanidade. Vejamos só um pouquinho.32 E ultimamente os palestinos que. e sem perder jamais também a sua singularidade acentuadíssima. com teu próximo não o deves fazer´. o instinto errante levou o aventureiro através de todas as terras habitadas. Saiam daí todos os brasileiros. ‘sem motivo’. É como se os portugueses. mas às custas dos povos não- judeus entre os quais vivem. exatamente como nos dias de hoje os judeus não chegam a ser ricos em mútua competência entre si. judá considera os outros povos somente sob o ponto de vista das forças vitais que poderá explorar em proveito próprio.” (pág. só o começo do livro para atiçar a curiosidade do leitor. vale ler mais alguns trechos do “Judeu Internacional” de Henry Ford. pela falta absoluta de provas práticas.” (pág. em todo o mundo. rezava: ‘Ao estrangeiro prestarás a usura. Tomo I. em razão de sua essência: qual povo aceitaria docilmente a escravidão? Para que o leitor consiga compreender melhor a política e a economia Judaico- SIONISTA.

com surpreendente rapidez. Por via de regra. deriva do fato certo de que. 16) “A crítica com que razão se faz contra os financistas judeus não se funda pois tão somente por motivos de raça. Nas épocas em que era admitido o direito de um pirata de apresar todas as mercadorias consignadas a um judeu. veremos que não é difícil uma explicação verossímil. Não costuma proclama-lo aos quatro ventos: antes prefere utilizar os Bancos e ‘Trusts’ não judeus como seus agentes e instrumentos.” (pág. Inglaterra e Alemanha. na cadeia financeira internacional que envolve o mundo inteiro. Com e expulsão dos judeus. 17) 65 . e que com sua chegada a essas regiões surgiu nelas o florescimento comercial. A letra a vista é uma invenção judaica. mas iam ‘à ordem’ ”. Os inimigos dos judeus tiravam-lhes muitas vezes até o último vintém de suas riquezas. desenvolvia-se o comércio de maneira relativamente simples. Desgraçadamente. mas. É o judeu o único e verdadeiro capitalista internacional. um capitalista judeu ou um sistema bancário judeu. achava-se ali o centro mundial do ouro. mas. não só para o trato entre eles próprios.” (pág. E se hoje mergulhássemos até as origens de muitos dos métodos comerciais que facilitam e simplificam nosso intercâmbio. e que oculta tão eficazmente o enorme poderio alcançado pelos judeus. É fato sempre reproduzido que. e soube conseguir que no futuro as demanda se dirigissem contra as coisas. Outra instituição que se generalizou. que ainda existe. saindo os judeus de um país. Sociedade por Ações). Mas. Os historiadores da vida econômica européia tem se esforçado muito em saber o porque da passagem da preponderância comercial da Espanha. liga-se um capítulo da história muito interessante. Enquanto o judeu não apareceu na luta de competidores. eles se refaziam e estavam de novo ricos em pouco tempo. seguramente tropeçaríamos em algum nome judaico. foi sacada por um judeu. Como se pode explicar esse rápido ressurgimento de tamanha miséria? É que seu ativo se ocultava simplesmente sob a máscara de ‘ao portador’. perdia a Espanha sua hegemonia financeira. para enganar os não judeus com quem traficavam. se tivermos em conta que essa mudança coincide com a época da expulsão dos judeus dos países meridionais – expulsão que os levou a buscar refúgio nos países do Norte. e essa dureza se conservou até nossos dias. sem aduzir nenhuma razão convincente. Holanda. Antigamente todas as demandas na justiça eram de índole pessoal. de Portugal e da Itália para os países setentrionais. sob um nome que nem de leve indica a influência judaica (Sociedade Anônima. não interrompido até agora. de preferências a ‘pessoas’. 15-16) “Quando os judeus viviam na Espanha. e assim se salvava sempre uma parte de seus bens. ainda mais. é da mesma origem que os documentos ‘ao portador’: a sutileza que deixa aparecer uma empresa dominada pelo capital judeu. que como preconceito conduz facilmente a equívocos. assim como o cheque ‘ao portador’. A indicação atraente de uma fachada não-judaica aparece à miude unida e esta sugestiva manipulação.Muitos dos instrumentos de giro e crédito indispensáveis foram inventados por comerciantes judeus. que jamais havia de recobrar.” (pág. estes se defendiam com a astúcia de fazerem suas mercadorias viajarem sob conhecimentos que não levavam nomes dos destinatários. esse método lhe oferecia a vantagem de permanecer melhor à margem. porém. pois preferia traficar com coisas a negociar com pessoas. mas o judeu compreendeu que as coisas lhe davam mais segurança que as pessoas com quem traficava. essa aversão racial.“Outra predisposição motivou primordialmente sua ascensão à posição de senhores financeiros do mundo: sua habilidade de inventar constantemente novos métodos de usura. A este documento ‘ao portador’. A letra de câmbio mais antiga. Além disso. É natural que esse procedimento introduzisse no comércio uma nota de dureza. lá se via com eles o principal mercado dos metais preciosos. Simão Rubens. cada elo ostenta certa família financeira judia. A tendência judaica foi de traficar com ‘mercadorias’.

algumas casas bancárias independentes. logo o judeu da corte intervinha. Os grandes manejadores. Quem adquiri. disso se encarregava igualmente um judeu que tinha o dinheiro suficiente e dispunha também do sistema apropriado. não representa hoje sequer indícios de modificação. ocultando contudo que essa elevação foi ordenada pelos mesmos co-proprietários. 18) “Outro método comercial moderno de origem genuinamente hebraica consiste na fusão ou consórcio de indústrias similares entre si. mas não existe nenhum banco importante nas mesmas condições. uma usina elétrica. Ele também foi por muito tempo redator do jornal “New York Times”. e note-se o fato que em todo o seu amplo terreno não existe competência nacional alguma. 17) “Semelhante tática pôde se desenvolver facilmente pela habilidade do judeu de poder oferecer em qualquer momento aquilo que os governos necessitavam. desde a produção dos trilhos até o bilhete de passagem.” (pág. quanto possível. por se julgar uma raça superior a todas as outras. efetivamente. Nenhum entrevará jamais o jogo do outro. e talvez com mais verossimilhança. Além disso. 18) “Muitos fenômenos podem ser de caráter nacional: que o seja também a vida econômica dos povos. o judeu parece ocupar-se muito pouco da amizade ou inimizade dos demais povos. Seja qual for. a causa fundamental se estriba no aumento do preço da corrente para a via férrea. os poucos que abarcam com a vista todo o complicado plano da partida. é um fato que sua principal tendência se revela sempre no sentido de ganhar para si os reis e a nobreza.“Em compensação. nem haverá séria competência entre os diversos feitores do grande negócio mundial. obtinha ele a satisfação de se converter em credor de toda uma nação.” (pág. das vantagens em toda a linha. enquanto os reis e sua corte fossem seus amigos?” (pág. Artigo: “Verdadeiro requisitório contra judeus” 66 . Se o governo queria pagar uma dívida vencida. para poder ditar assim o preço das tarifas para o público. ou centros financeiros. seja pelos fracassos de épocas passadas.” (pág. Esta tática. aparecia também o judeu para se encarregar do assunto: estendia simplesmente um papel. Tal artigo constitui um documento de valor apreciável. com o auxílio de judeus de outras capitais. declara então que tem de aumentar as tarifas porque seus gastos se elevaram. que teria de atravessar regiões perigosas. Quando se tratava de um empréstimo. que prestou àquela raça serviços admiráveis. cada um com determinada missão a cumprir. porém. e qualquer casa bancária estendida na outra capital pagava a importância. mas sem confiar o metal precioso a um comboio. facilitando-o. Por isso. Aquela empresa. Há. com o auxílio da influência em ambas as empresas. isso ninguém acredita. que está em contato mais direto com o consumidor. por exemplo. A base dessa política é assenhorar-se. sem que circunstâncias anteriores a isso os obrigassem. possui um artigo do jornalista judeu Marcus Elias Ravage. Essa economia é internacional. Quando pela primeira vez se provia um exército de petrechos modernos. 19) Uma edição da revista “Century Magazine” de Janeiro de 1928. e sem que haja entre eles divergência de opiniões. têm à disposição muitos institutos bancários e ‘trusts’. Que lhes importava que os povos murmurassem contra eles. o verdadeiro motivo. publicada em Boston. tende logo a adquirir a empresa transviaria que consome a carrente daquela usina. um romeno naturalizado americano. seja.

Dão desculpas. Fizemos de todos vós. Parece que vão estourar de pretensão e.Naturalmente os cristãos estão zangados conosco. não percamos tempo em negar ou procurar alibis. Mudamos o curso de vossa história. assinaremos todas as palavras. porque nunca tivestes a coragem de nos acusar! Se. Essa obra sustenta que somos os autores da ultima guerra mundial. porém de quase todas as guerras. pelas idéias e pela propaganda. Os costumes de nossa raça tornaram-se a base de vossas leis morais. não só da ultima guerra. as mais fantasticas e transparentes. nossos soldados (nosso 67 . seria o caso de nos zangarmos.. Que. inconsciente e involuntariamente. Revoltai-vos contra nós e nem sabeis dizer porque! Vai para algum tempo. nós vos tornamos mediadores de nossa tradição racista e os que levaram o nosso mito até as regiões inexploradas do globo. Agora cochichais e gemeis por toda parte que nenhuma tendencia artistica e nenhuma profissão escapa à invasão judaica. Portanto. Causamos a desunião e a desordem na vossa vida pública. nossos estadistas. porém os instigadores de todas as grandes revoluções de vossa história. porque somos pacifistas por natureza e tradição. Somos a causa-mater. Nossos reis. Santo Deus! Não quero mal aos que não podem suportar certas pessoas. durante a guerra. quando somos os verdadeiros instigadores das guerras e aproveitadores das matanças dos povos. O que me parece comico no anti-judaismo é sua absoluta falta de coragem. nossos profetas. Nós vos temos nas mãos e derrubamos o belo e majestoso edifício que construistes. Os anti-semitas tomam mil caminhos tortuosos e andam à roda como um gato em volta de um prato de comida. Acusai-nos ainda de havermos provocado a revolução moscovita. Que maravilhoso futuro não seria o vosso. E realizamos tudo isso pelo irresistivel poder de nosso espirito. agentes de nossa missão no mundo Vós a executais para com as raças barbaras e as inumeras gerações do porvir. de conjuras judaicas por que não chamaria eu vossa atenção para uma coisa da qual vale à pena falar ? Para que perder tempo discorrendo sobre o pretenso domínio de vossa opinião pública pelos financistas judeus. Sem que désseis por isso. dizeis que corriamos atrás do dinheiro somente pensando em encher os bolsos. Não somos unicamente os autores da Revolução Russa. Que tem isso? Um russo imbecil falsifica uma porção de documentos. vosso destino e calcamo-los aos pés. Somos revolucionarios. Nossas concepções juridicas formam o alicerce de todas as vossas instituições e do vosso sistema legislativo. Há quinze séculos já vos ocupais com essa questão. Apoderamo-nos de vossos bens. Muito bem ! Como prova. Nós vos conquistamos como nunca vossos Estados conquistaram a Ásia ou a Africa. Nossos poetas criaram vossos hinos e canções. agis seriamente. Somos destruidores. na verdade. publica um livro e denomina “Protocolos dos sábios de Sião”. quando podereis nos acusar de dirigir toda vossa civilização por meio dum mito judaico ?? Ainda não vos destes conta de todo o mal que nos pode ser imputado. Suponhamos que estejamos de acordo sobre esse ponto. mas quando agente nos observa a escutar vossas razões pueris. Considerais esse livro autentico. tem-se a impressão de que não fazeis a menor idéia sobre o que se passa ao vosso lado.. se vos houvessos deixados em paz! Mas nós não vos deixamos em paz. vossos ideais. se isso não fosse grotesco.. Ninguem poderá dizer quanto tempo ainda continuaremos a atuar desse modo. O livro não é falso é autentico. pelos editores judeus dos jornais e pelas estrelas judaicas do cinema. Dizer o contrário seria um contra senso. fugiamos aos deveres para com a pátria.. Nossas lendas e mitos populares são as santas canções com que embalais vossos filhos. Nossa história nacional se tornou parte indispensavel do ensino ministrado pelos vossos padres-curas e professores. Mas que vale ele diante inegavel e historica atividade de conspiradores que temos manifestado e que jamais negamos.

Admitamos que tenhamos medo de que descubrais que vossa religião. Tomai as três principais revoluções dos tempos modernos: a francesa. pois opusemos uma barreira ao vosso progresso. justiça política e justiça economica. Sabemos bem que injustiça cometemos.messias) são vossos HERÓIS. Por que. Tomais atitude. Somos. de tal modo que nenhum de vós pode ser considerado culto se não conhecer a fundo nosso domínio hereditário. teriamos mais antipatia por vós do que tendes por nós e vos diriamos francamente! Em Fevereiro do mesmo ano de 1928. não vem ao caso (sic). o que nos diverte e o que vos irrita na vossa luta contra os judeus. mundana e política se baseiam em idéias judaicas ! Para que. nossa influência é realmente muito maior e muito mais pérfida do que pensais. vossa educação. Demais. Não é de estranhar que nos odieis. agitais a opinião pública. interesses. alemães. na citada “Century Magazine”. Vosso mundo sempre foi governado por minorias e a origem da camarilha governante. tendencias e fins diferentes dos vossos. deixais de lado tudo isso para discutir pormenores como os banqueiros judeus ou os judeus no cinema ? Nosso medo desaparece logo. O que nosso povo pensou e ensinou está inextricavelmente incorporado na vossa lingua e na vossa tradição. um povo internacional. Derrubamos vossos ídolos. americanos ou de qualquer outra natureza? E que sempre que alguém denuncia uma ação de natureza SIONISTA. o goyn não é capaz de avaliar a enormidade de nossos crimes!. agitadores e instigadores de revoluções. Ravage estampou outro artigo chamado “Um juiz para os não judeus”.” Já parou pra pensar. porque vos tornais ridiculos !! Oras. de racista ou de nazista. com tradições. impondo- vos nossa fé e nossas tradições exóticas. mulçumanos. então. entra pelos olhos que fomos os maiores responsaveis pelas revoluções democratico- burguesas do ultimo século. impusemos a desordem aos vossos instintos e tornamos vossos desejos irrealizaveis. que só existem organizações anti-difamação israelitas? Alguém já viu esse tipo de organização de negros. Nenhuma conquista se pode comparar à conquista sem choque com que nos apoderamos de todas as vossas posições. vossa moral. uma minoria unida no vosso seio. É absolutamente exato e eu me inclino diante dessa notavel descoberta! Além disso. como dizeis. que tenta defender seu país e seu povo do racismo e imperialismo SIONISTA. Parte do artigo: “Vós. Isto é o que nos põe em embaraço. Dizeis que somos revolucionários. bem como sua religião. Não vejo absolutamente perigo algum nisso. arianos. Ficamos tremendo. tanto na França como na América. E ainda estamos muito longe do fim! Ainda somos vossos senhores. amargamente vos queixais da influência judaica na vossa civilização. Dividimos vosso espirito. já é prontamente tachado pela imprensa de anti-semita. Declarais que esse estado de coisas constitue um perigo para vossa evolução normal e obscurece vossos projetos futuros. leitor. Não são mais do que o triunfo das idéias judaicasde justiça social. sofrendo toda a sorte de difamações e perseguições por parte da imprensa e da justiça? 68 . falais por toda parte sobre a intromissão dos judeus em todas as atividades. vossa vida social. pusemos de lado a herança de vossa raça e colocamos em seu lugar nosso Deus e nossas tradições. pois. e a russa. não vos revoltareis contra nós? Se nós estivessemos em vosso lugar. a americana.

''Eles possuem uma fé que santifica o roubo a terceiros. “ Martin Luther. e fazem tudo o que nos é repulsívo. um extraordinário autor Alemão .''Os Judeus não se misturam com outros povos. Imperatriz da Áustria . A sua mordida é letal.'' Abd el Kadir . os Romanos e os Gregos. Somente os terrenos e saudáveis bárbaros do norte. Bestas das preces são mortas.'' Voltaire.''Eles desprezam tudo o que nos é sagrado. 1500 D. por diversos séculos da peste. reformador religioso Alemão.'' Schopenhauer.'' Mohammed.C.'' Tacitus. dessa forma. sem lhes dar tempo para erguer a cabeça. . se aperceberam instintivamente do repugnante verme que habita o Judeu.'' Walter Buch. 600 D.''Todos eles até ao último são patifes. contudo eles conheciam o seu inimigo. que há muito tempo combina a maior avareza com o ininstinguível ódio por todos os povos pelos quais são tolerados.''Os Judeus que vivem dispersos pelo mundo de nenhum modo perdem a sua coesão. . . 100 D. Mas os Judeus agitaram-se e avançaram. aquela peste internacional como os conhecemos nos nossos dias.C. características racistas a quem. renomado Historiador Romano. uma vez que os consideram inimigos. senão eles morderão infalivelmente.''Os Judeus nada mais são que um povo crúel e bárbaro. . O indivíduo deve matá-los como serpentes.Atribuem.C. são criaturas ardilosas. Nenhuns outros homens sob o sol são mais gananciosos do que eles foram. são os Judeus diferentes de canibais?'' Maria Teresa. que acolhem a ideia de assassinar e estrangular os gentios.'' .C. artista Francês famoso por volta de 1730 D.''A pátria dos Judeus são os outros povos. Sem hesitação mataram-no e involuntáriamente liberaram os seus inimigos. na verdade. líder religioso Islâmico. Eles afogam e destroiem a restante humanidade e consideram-se a si mesmos o povo escolhido por Deus neste plano.''Não conheço pior peste para o Estado que o Judeu. . 50 A.''O sol jamais brilhou perante tal sangrento e vingativo povo. vejamos agora algumas opiniões sobre o povo judeu: Diodorus.''Pensavam então os antigos e não se equiparavam a eles. filósofo . Presidente do Tribunal Supremo do NSDAP .C. perigosas e hostis para com terceiros. os Teutónicos.'' Mirza Hassan Chan . e sempre serão.''Não consigo compreender como esses répteis venenosos não foram destruídos até agora. historiador Grego Siciliano.''O Judeu não faz parte 69 . luta pela igualdade e pela liberdade dos povos contra os verdadeiros racistas e opressores mundiais: os judeus-SIONISTAS! Para finalizar.'' Goethe. São maldosos quando falham e arrogantes quando sucedem.

''Prácticamente cada Judeu possui um nome intermediário. as pessoas que lhe deram hospitalidade estão destinadas a sangrar até à morte mais cedo ou mais tarde. construiram um estado no interior do estado. Aviso-os. se não excluirem os Judeus para sempre. e muito criticamente. torna-se um cumplíce dos Judeus e parte da desgraça da sua nação. Galês de Ostmark . o que espera?'' . Portanto.''Aquele que descobre a verdade sobre o judaísmo e não combate a Judaría e alerta os seus camaradas cidadãos da ameaça Judaíca.de um povo. O efeito produzido pela sua presença é semelhante ao de um vampiro. e os maiores inimigos que temos à alegria da América.'' Wilhelm Kube. não os tenha abatido.'' Adolf Hitler.'' Einar Aberg . uma esponja.'' Estarão todas as personalidades citadas neste capítulo erradas? 70 .''Em qualquer país que os Judeus se tenham estabelecido em grande número.'' Franz Liszt. cavalheiros. os vossos filhos irão amaldiçoar-vos nas vossas campas. Homem de Estado Americano . Um revolucionário Alemão . desvalorizaram a sua integridade comercial.'' . como pestes da sociedade. o Judeu irá perverter toda a cultura e destruir cada povo hospedeiro. compositor . o Judeu é-o para a Raça Branca.''O que a peste e a sífilis são para a humanidade. escarneceram e tentaram abalar a religião Cristã. segregaram-se a si próprios e não foram assimilados.'' Benjamin Franklin. Homem de Estado Americano . e quando confrontados tentaram estrangular esse país até à morte financeiramente.''O dia chegará em que a questão da expulsão dos Judeus que habitam entre outros povos se tornará uma questão de vida ou morte.''O Judeu é e permanecerá um parasita. Os Judeus são Asiáticos: nunca serão outra coisa. É uma manifestação de decadência.. uma questão de recuperação de uma doença crónica.''Nenhum sistema social no mundo permanecerá são enquanto hospedar o psiconeurótico Judeu. e por milhares de anos esse nome foi o de "Mentiroso".''É muito lamentável que cada estado. que como um pernicíoso bacílico se espalha por extensas áreas uma vez que algumas áreas favoráveis o atraem.'' George Washington. rebaixaram o seu timbre social. por mais longe que seja.. de uma vida pacífica ou contínua febre social. pois onde quer que ele se estabeleça.

Juntou-se a um grupo de estudantes e professores esquerdistas radicais. Interpreta a história como uma série de conflitos de classe e prediz que a burguesia (classe dominante) será derrubada pela classe operária (classe dominada). De descendência judia. Dentre os principais temas que focou. Karl Heinrich Marx (nome verdadeiro: Kissel Mordechai) nasceu em Trier.Outros escritos: inúmeros artigos sobre política. Hitler jamais escondera suas intenções. O resultado dessa revolução seria o surgimento de uma sociedade sem classes. estava condenado.O Manifesto Comunista: panfleto escrito em parceria com Engels. mas obstinado e arrogante. transferiu-se para a Universidade de Berlim.6 – O Marxismo/Comunismo/Bolchevismo Como não poderia deixar de ser. Seus biógrafos afirmam que Marx era culto. Tornou-se jornalista “free-lance”. e ajudou a criar e dirigir vários jornais radicais. Nela tornou-se interessado pela Filosofia. sem saber como empregá-las sabiamente. 71 . As principias teorias: Por vezes chamada de “materialismo dialético” ou “materialismo histórico”. na qual os meios de produção pertenceriam à coletividade. Formou-se em Filosofia em 1841 pela Universidade de Jena. e que pregava o fim do regime Capitalista. falaremos agora sobre o Comunismo.O Capital: levou cerca de trinta anos para ser escrito. No ano seguinte . ou Capitalismo. Angels colaborou com o segundo e terceiro volumes. desde cedo destacou-se intelectualmente e foi estudar direito na Universidade de Bonn (1835). mas poucos amigos. Tornou-as públicas em “Meine Kampf” e as repetia constantemente em seus discursos: O inimigo do Nazismo não eram as potências ocidentais. 3. O grave defeito desse sistema. e que o Socialismo era o sistema que deveria se impor mais cedo ou mais tarde. em 1818. mas unicamente o bolchevismo soviético. que foi tão combatido por Hitler e o Nacional-Socialismo. Ele expõe sua visão sobre o sistema de livre-empresa. 2. Conquistou muitos admiradores. Acreditava que o sistema de livre empresa. Escreveu seus ensaios entre 1842 e 1847. Suas principais obras são: 1. segundo ele. A maioria dos escritos de Marx foi preservado. tem como base a convicção que o socialismo é inevitável. na Prússia. é que o mesmo acumula cada vez mais riquezas. estão a sua visão de que as forças econômicas estavam gradualmente oprimindo os seres humanos e a sua crença que a ação política é parte da filosofia. uma demonstração sistemática das teorias que ficaram conhecidas como “Marxismo”. trata-se de uma exposição das teorias políticas e históricas de seus autores.

onde se alistara como voluntário em agosto de 1914. em todos os quadrantes do globo. social e economicamente inviável. Houve alguém quem preveniu o mundo sobre as conseqüências da aplicação prática da doutrina marxista. Loeb & Cia. que seriam explorados pelos donos do capital e dos meios de produção. optaram por apoiar a ideologia que afirmava a destruição e morte do Capitalismo. como Lênin e Stalin.Com a expressão “divisão do trabalho”. foi a atitude paradoxal dos centros capitalistas do Ocidente. Stalin. Dezenas de obras. Max Breitung. Ao invés de colocarem-se numa posição estratégica de neutralidade. A ideologia proposta por Karl Marx e burilada por seus seguidores. quando Hitler não passava de um simples Cabo do 16° Regimento de Infantaria da Baviera. Sem o aporte de vultuosas somas vindas do exterior. armar suas brigadas. iniciando o genocídio que bateria em número e brutalidade tudo o que se poderia imaginar. vinha realizando suas “purgas” sangrentas. O serviço de contra-espionagem e imprensa dos EUA identificou e denunciou na época os principais banqueiros que tinham enviado na época recursos para Lênin e seus camaradas: Jacob Schiff. permitindo que Nazismo e Comunismo se confrontassem. Para que as pessoas se tornassem livres. o fenômeno comunista representou uma tragédia histórica. Kuhn. os revolucionários bolchevistas não teriam conseguido adquirir o controle de diversos órgãos de imprensa. surpreendentemente. Indubitavelmente. todos os meios de produção deveriam pertencer à comunidade como um todo. Atualmente. Todos eles tinham uma particularidade em comum: eram JUDEUS! E também eram JUDEUS os magnatas e empresas de fora dos EUA que se uniram aos capitalistas norte-americanos para subvencionar a Revolução Bolchevique: de Paris partiram grandes somas doadas por Lazare & Brothers e 72 . Marx é estudado tanto como revolucionário como economista. que assumira o Governo Soviético em 1929. sepultando as esperanças de centenas de milhões de pessoas que se deixaram cativar pela utopia marxista. já o mundo financeiro internacional se unia para subvencionar a Revolução Bolchevique. se destruíssem ou se enfraquecessem mutuamente. Houve alguém que se empenhou em deter a insânia comunista. Acreditava que havia uma tensão em todas as sociedades porque a organização social jamais acompanhava o desenvolvimento dos meios de produção. E que ia muito além. Marx afirmava a existência de duas classes básicas: a dos dominadores (detentores dos meios de produção) e dos dominados (classe operária). O apoio do mundo ocidental ao Comunismo antecede em muito a subida de Hitler e do Nazismo ao poder. Guggenhein. Uma tensão ainda maior surgiria pela divisão da sociedade em classes. denunciaram a proveniência dos recursos que possibilitaram esta revolução. Em 1917. ceifou a vida de um número tal de vítimas que se supera tudo o que se possa imaginar. deixou um trágico legado: além de ter-se revelado política. levar suas idéias à prática. já na década de 20. enfim. O que se viu. Bem antes de Hitler assumir o poder em 1933.. Sindicato Westphalian-Rhineland.

atua independentemente de todos eles. Erroneamente obreiros e dependentes chamam ‘capitalista’ ao organizador ou diretor de uma empresa que lhes facilita os meios de vida. conseguiu elevar-se a um poderio tal. de Estocolmo (Suécia). Contudo é o bolchevista mundial. essas pessoas não são capitalistas. Seu anarquismo não é inato. I. que se apóia exclusivamente na ilusão de que é o ouro a suprema felicidade. E o Nya Banken. uma ínfima parte da humanidade. Se explica-se a sujeição das classes elevadas à riqueza judaica. a reforma agrária e tantas outras não poderão ser solucionadas enquanto não for também encontrada a solução para a questão primordial deste poderio financeiro internacional. que não possuíam outros recursos financeiros senão os que poderiam ter ou apanhar no caos momentâneo. pág. da insensível e precisa política inumana de governo e da agressiva estratégia internacional. enquanto o judeu pobre não dispões de outros meios senão os violentos para enriquecer. 24) 73 . sem embargo. sem estar aliado a nenhum outro governo. Há um super-capitalismo.também pelo Banco Gunsbourg. antes têm de recorrer por sua vez ao verdadeiro capitalista.que jamais foi recebida em parte alguma e. E aí está uma das grandes tragédias de nossos tempos: o ‘capital’ e o ‘trabalho’ combatem-se entre si.. que se lhe enraiza no sangue: o anseio de dominação. Maurice Pinay.” Descreve Henry Ford em sua obra “O Judeu Internacional”: “O que o mundo chama de ‘capital’ é por via de regra dinheiro empregado em objetivos de produção. A casa bancária londrina de Speyer & Cia. Vol. a dos salários. quando nem um nem outro tem nas suas mãos os meios de reformar as condições sobre as quais sofrem de maneira intolerável – a não ser que em colaboração mancomunada encontrassem um meio de arrebatar o poder àqueles financistas que não só criam tais condições. com filiais em São Petersburgo (futura Leningrado) e Tóquio. Apenas Jacob Schiff contribuiu com 12 milhões de dólares (quantia equivalente hoje a aproximadamente 600 milhões de dólares!!!). Há igualmente um super-governo que. uniram-se ao mutirão. mas serve-lhe de meio para alcançar maior objetivo. 33. para que lhes faculte os meios financeiros para a sua obra. que nem as mais soberbas raças teriam pretendido alcançar.” (pág. fazendo pensar. porque foram eles os fundadores da doutrina sobre a qual se fundamenta todo esse monstruoso sistema. 20) “Porque todo judeu é impelido pela mesma tendência. em sua obra “Complô contra a Igreja”. A humanidade inteira vai se convencendo cada vez mais de que a questão operária. mas ainda as exploram a seu livre alvedrio. O judeu rico não é anarquista. Esse capitalismo é uma potência que atua acima do industrial e que o trata com dureza muito maior do que nem ele mesmo se atreveria jamais a tratar seus operários.. e muito especialmente o causador da revolução na Alemanha. porque pode alcançar seu fim por caminhos mais suaves. Há enfim uma raça. das eficientes táticas de luta. E foram também os inventores e diretores da prática comunista.” (pág. nem sequer Roma sonhou nos tempos de seu mais esplendente predomínio. afirma: “Não resta a menor dúvida que os inventores do Comunismo foram os judeus. será mais difícil compreender a conquista das massas populares pelos judeus. sua dura mão sobre uns e outros. Admite-se que em essência o judeu não é anarquista ou destruidor. apesar disso.

Os judeus tiveram essa oportunidade. o Sr. hoje praticamente abandonadas. não fez mais do que repetir a frustrada experiência anterior. os grandes pacificadores.) A lista de Sua Santidade. 71). está inspirando os líderes da Rússia nos nossos dias. e consolidação da Revolução Bolchevista na Rússia.” Para Trepper e vários milhões de judeus na Europa.. Babel. com a exportação das idéias revolucionárias marxistas para o resto do mundo..” Agora nas palavras de mais um judeu. que intercedia pela entrada de hebreus. no comércio. (. Colaboraram intensivamente com o planejamento. Fundaram colônias em 1904 e 1911 (Philippson e Quatro Irmãos. Bernstein. Somente uma sociedade comunista poderia acabar com o anti-semitismo e permitir o pleno desenvolvimento cultural da comunidade judaica. 25) E ainda o Secretário Geral das Relações Exteriores do Brasil. que se mostrem dispostos a dedicar-se à agricultura. Jamais a missão histórica mundial dos judeus brilhou tão intensamente como na Rússia. execução. Ciro de Freitas Vale. juntamente com os sábios do Talmud. respectivamente). divulgou o seguinte editorial (Louis Marschalko. o que anelam é o domínio absoluto sobre todos os capitais do mundo – e é inegável que há muito tempo vão em caminho de consegui-lo. em “O Grande Jogo” (pág. Ao contato com os operários de Dombrova medi a amplitude da exploração capitalista. em carta ao Vaticano. Leopold Trepper. Lassale. nas finanças. em território brasileiro: “O Brasil tem aberto suas portas a Imigrantes de todas as nacionalidades. como não poderia deixar de ser. que me obcecava desde a infância. Ricardo e outros teóricos hebreus.” (pág. “Egyenlöseg” (Igualdade). em razão da posse majoritária dos meios de comunicação de massa. a doutrina comunista respondia aos interesses do “povo eleito”. Lastrow. Schatz. Encontrei no marxismo a resposta definitiva para a questão judaica. contrárias aos interesses da Nação e de seu Governo. desde a época em que o marxismo não passava de teoria veiculada por Marx. são na realidade os próprios judeus. ‘convertidos’ ao Catolicismo. Löning. no governo Vargas. As palavras de Trotsky provam que o espírito bíblico profético de Isaias e Miquéias. os capitalistas que o são em razão do capital propriamente dito. 40): “O intelecto e o conhecimento judaicos. para dirimir as dúvidas talvez remanescentes: “Eu me tornei comunista porque sou judeu. implantação do regime de terror indispensável à unificação de classes e.)Trouxeram para o Brasil idéias comunistas. Kautsky. a coragem e o amor à paz dos judeus salvaram a Rússia e talvez o mundo inteiro. Hirsch. nas profissões liberais e até no serviço público... Eles se encontram infiltrados na imprensa. Ao contrário. Engels. “Os Conquistadores do Mundo”. concorrendo com os nacionais. Por isso. 74 . e não é possível supor que estes queiram combater o capital. Wirchauer. pág. atendida em boa parte.” A gazeta oficial dos judeus húngaros. Demonstram aversão ao trabalho agrícola... criação do bloco soviético. eles trataram de cerrar fileiras com a ideologia nascente.“Os verdadeiros capitalistas. (.

cujas percepções empíricas moldaram as idéias de tempo e distância. A Europa inteira tomou conhecimento. incluindo o uso deliberado por Lênin da “culpa coletiva” como justificação para as perseguições sociais em larga escala. ou mergulhamos a cidade no Império do Terror!” Ainda sobre a Comuna de Paris. em “Les Origines Secrètes Du Bolchevisme”. o sentimento de responsabilidade pessoal e de dever para com o código da verdadeira moral. em sua obra “Tempos Modernos”. por um lado.. transformando tudo e todos em uma grande massa amórfica. certo e errado. Quando no início da Primeira Guerra Mundial. subvertendo os valores de povo. Os sentidos. Rotschild. RJ. religião e pátria.) “M. Aqueles que temiam o estabelecimento do marxismo sob qualquer disfarce tremiam com as lembranças sangrentas da Comuna de Paris (1871).” O Comunismo era o próximo passo do judaísmo rumo ao Governo Mundial.. A confiança no 75 . págs. Isso ficou plenamente caracterizado assim que os bolchevistas se apossaram do poder na Rússia. a ser seguida pela imposição da ditadura do proletariado. gozava de total impunidade tanto na sua pessoa como nos seus bens na cidade de Paris” (. Quando a Comunda de Paris não pôde resistir ao ataque das tropas do governo. e a natureza do comportamento do homem em sociedade. que era o centro da civilização européia do século XIX. Sob o comando de Vladimir Ilyich Ulyanov (Lênin). afirma: “Marx. A análise marxista e freudiana se juntaram para minar.O Historiador Inglês Paul Johnson. um ramo marxista de pouca expressão estava pregando ativamente o conceito de uma revolução violenta. ao estupro e ao incêndio para destruir a capital. sem espírito. por outro lado. que tinha sua sede em Versalhes. explica-nos o historiador Salluste. dedicou-se ao roubo. tinha boas razões para não temer o vandalismo da Comuna: seu ‘chalet’ da Rua de Saint Florentin e suas agências bancárias estavam muito bem protegidos por piquetes marxistas. O mundo inteiro tomou conhecimento da disposição dos bolchevistas em utilizar o terror contra os oponentes reais e/ou imaginários. 1994. logo que Lênin começou a governar. cada uma à sua maneira. Lei e justiça. não eram confiáveis. de acordo com a diretriz do JUDEU Clauserets (1869): “Nós ou nada! Eu garanto-vos: Paris será nossa ou deixará de existir! Ou assumimos o poder. Bibliex. já era para muitos.” A palavra “comunismo”. fazia pressão junto a Thiers (Presidente da República) para evitar uma ação direta e decidida do Exército contra os comunistas e. chega ao poder na Rússia em 1917. raça. Freud. Einstein e muitos outros judeus transmitiram a mesma mensagem para o final da década de 1910 e início de 1920: que o mundo não era o que parecia ser. 33/34: “Nesta ocasião ficou claramente manifesta a cumplicidade dos banqueiros judeus com os comunistas. Rotschild. que o socialismo implantando na Eurásia representava uma grande concentração de poder político em apenas umas poucas mãos e a confiança plena no domínio pelo terror. outro judeu. é certo. a antítese de democracia.

“Tempos Modernos”.. o regime de Lênin estabeleceu as agências estatais com o objetivo de “purgar a terra russa de todos os tipos de insetos daninhos” (Zbigniew Brzezinski. O próprio Lênin estimulava os líderes de partido de cada distrito a exercer implacável terror de massa contra os kulaks. e a confiná-los. que buscavam definir uma política de tratamento daqueles que de algum modo se opusessem ao governo bolchevista. de defender o poder soviético de armas nas mãos. eram insetos encarniçados em massa.terror também promoveu a crescente simbiose entre o partido governante e a polícia secreta criada por Lênin. por escrito. Insetos eram os membros das cooperativas. págs. com o encargo de combater a “contra-revolução e sabotagem”. Num decreto emitido em janeiro de 1918.. 34) Alexander Soljenitsin esclarece em sua obra “Arquipélogo Gulag”. 53) Em 7 de setembro de 1917 foi criada a Cheka – Comissão Extraordinária de toda a Rússia. não se sabe por que. procedendo a limpeza da terra russa de todos e quaisquer insetos nocivos. os sacerdotes. tão logo assumiu o poder. Adoratsky. freqüentemente repletos de insetos hostis à classe operária. Quanto aos simples telegrafistas. que ‘se esmagassem sem compaixão ou veleidades os contra- revolucionários. não prestavam o juramento obrigatório. E mesmo aqueles tolstoianos que. Não teria sido possível realizar essa operação sanitária se se tivesse utilizado formas processuais e jurídicas caducas.” (. “Vospominaniya o Lenine”. pág. “O Grande Fracasso.. Nada se podia dizer de bom quanto ao Comitê Executivo da União Sindical dos Ferroviários nem quanto a outro sindicatos. 87) Leon Trotsky confirmava: “Nós não entraremos no reinado do socialismo com luvas brancas e sobre um chão polido. sendo admitidos aos serviços dos soviets. os intelectuais. Afirmava Lênin. assim como todos os elementos suspeitos em campos de concentração instalados nas imediações de cada cidade. 34) E ainda em 1901: “Em princípio nós nunca renunciaremos ao terror e não podemos renunciar. naturalmente. bem como todos os que possuíam propriedades. Perguntaremos ao homem: ‘que posição você toma na revolução? Você é a favor ou contra?’ Se ele é contra. 76 . eram as administrações das autarquias locais e provinciais.) “Insetos. pág. os possuidores de bens. frades e freiras. pág. nós o colocaremos no paredão” (V. mas sobre um piso coberto de sangue. que não simpatizavam com os soviets. que não tolerava nenhuma argumentação contrária às suas idéias: “Muito melhor discutir com rifles do que com teses de oposição.. os nobres do antigo regime czarista. Insetos eram ainda todos os padres. 35/39: “Tudo começou logo cedo. “O Grande Fracasso. esses.” (Paul Johnson. pág. Havia não poucos insetos entre os professores e as comissões paroquiais e as organizações religiosas... Em fins de 1917. Lênin exigia para o estabelecimento de uma ‘rigorosa ordem revolucionária’. Adotou-se uma forma completamente nova: a ‘repressão sem julgamento’ “.” (Zbigniew Brzezinski.

nem um julgado.S. artistas. extermina-o.General Pernstein – Comissário Executivo – judeu 18. esmaga-o. A nossa primeira pergunta é: a que classe o indivíduo pertence. É um órgão de luta atuando na frente de batalha de uma guerra civil. criação.Bizensk – Comissário Executivo – judeu 7. diplomatas. Não julga o inimigo.” O Comissário Executivo da Cheka.Kneiwitz – Comissário Executivo – judeu 11.Janson – Comissário Executivo – judeu 10.Skelzizan – Comissário Executivo – armênio 21.Peters – sub-chefe – lituano 3. P.Blumkin – Comissário Executivo – judeu 22.Vogel – Comissário Executivo – judeu 5.Knigkisen – Comissário Executivo – judeu 20. pág.” Desempenhavam a chefia e os mais altos cargos na Cheka: 1. Melgunov. Nós não estamos procurando evidências ou testemunhas que revelem feitos ou palavras contra o poder soviético.Heikina – Comissário Executivo – judeu 25.Ziskyn – Comissário Executivo – judeu 14.Scholovsky – Comissário Executivo – judeu 16. 28.Iacob Golden – Comissário Executivo – judeu 15. em “La Terreur Rouge em Russie”. White Snow: Russian´s Revolution. mas é ela própria que determina suas atribuições..Zakis – Comissário Executivo – judeu 19. quais são suas origens.Finesh – Comissário Executivo – judeu 12.Delavanoff – Comissário Executivo – judeu 13. afirmava em 1927: “A Comissão Extraordinária (encarregada de aprisionar e julgar os inimigos do regime) não é uma comissão de inquérito.Latz (Latsis) – Comissário Executivo – judeu 24. 565) “A Comissão Extraordinária não é uma comissão de investigação nem um tribunal. abate-o. assim definiu (Harrison Salesbury. nem um tribunal. Não julga o inimigo. educação ou profissão? Estas perguntas definem o destino do acusado..Limbert – Diretor da prisão moscovita de Tagansky. pág.Reitenverg – Comissário Executivo – judeu 17.. Estamos exterminando a burguesia como uma classe.Razmirovich – Comissário Executivo – judeu 8. Esta é a essência de nossas ações.Ripfkin – Comissário Executivo – judeu 77 .Sverdlov (Iankel Swerdin) – Comissário Executivo – judeu 9. não perdoa o que está do outro lado da barricada.Dzerzhinsky (Derzhin ou Derzinsky) – Chefe Supremo – judeu 2. generais. ex-ministros.Grunberg – Comissário Executivo – judeu 23.Deipkyn – Comissário Executivo – judeu 6.. Nós não estamos lutando contra indivíduos. onde foram assassinada grande parte da aristocracia czarista. É um órgão de combate que atua sobre a frente interior da guerra civil. escritores e intelectuais – judeu 4. Latsis. “Black Night.

Steimberg – judeu 9. órgão máximo do governo bolchevista. elementos não-judeus: 04 (8%) Vejamos agora a composição do Conselho dos Comissários do Povo.Anwelt – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 39.Koslowsky – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – polonês 47.Herman – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 50.Giller – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 42. presidido por Lênin: 1.Iudith Rozmirovich – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judia 41.Krasnik – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 46.Alexandrovich – Comissário Executivo – judeu 28.Silencus – Comissário Executivo – judeu 34.Buham – armênio 44.Isilovich – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 38. Grigore Zinoniev (Apfelbaum) – judeu 6.Woinstein – Comissário Executivo – judeu 30. Samuel Kaufman – judeu 8.Helphand (Parvis)– Comissário Executivo – judeu 33.Hein Model – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 45.Iakob Model – Chefe da Guarda Comunista para repressões em massa – judeu 35. Chicherin – russo 5.Gleistein – Comissário Executivo – judeu 32. Schimidt – judeu 78 .Mehrbey – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu- americano 49.Rodomil – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 36.Somur – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 48.Lendovich – Comissário Executivo – judeu 31.Elementos judeus: 46 (92%). Lênin – Presidente – judeu 2.Katz (Kamkov) – Comissário Executivo .Paykis – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu Eis como estava constituído o “Esquadrão da Morte” de Lênin: . 26. Léon Trotsky (Lew Davidnovich Bronsteins) – judeu 3. Volodarsky (Kohen) – judeu 7.Jacks – Comissário Executivo – judeu 29.Djorka (Zorka) – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 37.Disper (Disperoff) – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu 43.judeu 27. Stálin (Iosif Vissarionovich Bronstein) – judeu 4.Meichman – Comissário Popular da Cheka em Petrogrado – judeu- americano 40.

Larin (Lurie) – judeu 14.Liliana (Ethel Knigkisen) – judia 11.Lunacharsky – russo 18.Protzian – armênio Resumindo: Elementos judeus: 16 (81.– judeu 13.Radomilsky (Urisky) – judeu 17. 10.2%).Spitzberg – judeu 16.Kukorsky (Kukor) – judeu 15.Simasko – judeu 19. elementos não-judeus: 03 (18.Voltalonenin (Schlichter) .8%) Outros cargos: 79 .Pfenistein – judeu 12.

9%. noticiava: 80 .Por conseguinte. 92. Em 7 de novembro de 1923. pouco antes de Lênin falecer. de um total de 482 postos de primeiro escalão do Governo Bolchevique. 448 eram ocupados por judeus. o diário de Edimburgo (Escócia) – “The Scosman”. ou seja.

1219 sacerdotes . A partir de 1918 os sindicatos foram postos a trabalhar na produção de “regulamentos” e na fixação de “normas de produtividade”. Foi também o criador dos primeiros campos de concentração ou de trabalho forçado.mais de 850000 camponeses A enorme quantidade de cadáveres que tem se amontoado a seu crédito e que continua amontoando o bolchevismo sob o governo de Lênin talvez nunca se chegue a conhecer.28 bispos .mais de 54000 oficiais .“Pode-se assegurar com absoluta certeza o seguinte número de mortos pelo bolchevismo: . viu-se logo transformado no Primeiro Exército Revolucionário de Trabalho por um decreto de 15/01/1920. não escrevia uma linha sequer em russo.destruiu toda a oposição dentro do partido . pág. assentava-se na “auto-organização da classe trabalhadora”. no final de 1917. H. Não satisfeito. com a perda conseqüente do emprego e das rações de alimento. Em 1919 surgiram os primeiros campos de trabalho forçado (trabalho forçado = escravidão. Carr em sua obra “The Bolshevik Revolution”. Para obter os objetivos traçados.mais de 70000 policiais . o Capitalismo se desenvolvia através da “escravização de classe trabalhadora”. nas mãos do partido . Lênin percorreu uma sucessão de etapas: . Como aliás ocorreu em relação à todas as “instituições de emergência” de Lênin.mais de 260000 soldados . Lênin teve que arrancar à força os produtos em posse dos agricultores.mais de 12950 proprietários rurais . mas ultrapassa tudo o que se possa imaginar. sob a ditadura do proletariado.mais de 9000 doutores .destruiu toda a oposição fora do partido . Vejamos como isso se deu na Rússia lenista. enquanto no Comunismo. esses trabalhos acabaram tornando-se permanentes. assulou os camponeses 81 . O fim da guerra civil não extinguiu os trabalhos forçados. 169). Durante a crise de alimentos.355 intelectuais .concentrou todo o poder em suas mãos No discurso Marxista. incluindo o governo. sendo que a maioria de seus integrantes jamais retornou a seus lares. Todos os seus escritos eram em dialeto iídiche (judaico) e necessitavam de um tradutor para a língua do público a que se destinavam.cerca de 250 profissionais liberais . sob administração da Cheka.colocou todo o poder.mais de 193000 operários urbanos .” Aquele que apregoou o extermínio de todos os “insetos daninhos”. Quem se rebelava era expulso. Lênin. O Terceiro Exército dos Urais (segundo E. Mas não eram os capitalistas quem escravizavam os trabalhadores???).mais de 6000 professores . As greves se tornaram ilegais.

87. Não havia víveres nas cidades. Maurice Pinay confirma em sua obra “Complô contra a Igreja”. a política econômica de Lênin estava a beira do colapso. têm sido inteiramente dominados pela minoria judaica. Sua mãe o tratava por “Soso” ou “Soselo”. o governo pediu ajuda à “American Relief Administration”. ou seja. Quando revolucionário. 86% das terra já tinham sido invadidas. Os arquivos capturados pelos alemães durante a guerra dão a única luz não sensurada sobre o sofrimento campesino. Pela primeira vez a Rússia. Na primavera de 1921. referindo-se à ‘primeira campanha séria de elementos capitalistas no campo contra o poder soviético’. Em 1953. passou o poder agora a outro judeu. os países da Europa. respondia pela alcunha de “Koba”. quando do motin do Kronstadt. Incapacitado Lênin. Stalin desencadeou seu primeiro ataque aos camponeses. os judeus ocupavam 491. 67 do Vol.6%. teve que se voltar à agricultura capitalista americana. sendo que de três a quatro milhões morreram no inverno russo de 1921/22.5%. “Tempos Modernos”. na pág. que aparece sempre dirigindo o governo comunista com mão de ferro. quando da morte de Stalin.sem-terra a apossarem-se das grandes propriedades. Stalin argumentava que ‘qualquer pessoa que pensa que a política soviética pode ser levada adiante sem dissabores não é um marxista e sim um perfeito idiota’ “. Destes. Em desespero. Centenas de milhares de soldados estavam se tornando bandidos como alternativa de sobrevivência. para conseguir a escravidão total dos cidadãos autóctones por um grupo numericamente insignificantes de judeus. 27 milhões de pessoas. Ainda havia muitos “insetos daninhos” da URSS. dos quais o bolchevismo se assenhorou. para se salvar da desastrosa coletivização. dos 530 postos de primeiro escalão existentes. com absoluta carência de gêneros alimentícios nas cidades e sem moeda estrangeira para importação. segundo Paul Johnson.” Em janeiro de 1928. 82 . No início do governo Stalin. restando apenas 14% para o uso racional por parte do governo. Quando o Estado se dispôs a estabelecer comunas estatais. 92. 225/226: “Pela primeira vez Stalin usou a palavra ‘liquidar’. criminosa e implacavelmente. Stalin era a pessoa indicada para planejar e estipular o tamanho da “purga” do pós-guerra. pág. A indústria pouco produzia. ou seja. I: “Tal como se deu na Rússia. o número de postos de primeiro escalão tinha aumentado para 585. Enviou 30 mil trabalhadores do partido armados aos campos. A polícia da Geórgia o tratava por “Tyaboi”. até então um dos maiores países exportadores de alimentos. Iosif Vissarionovich Djugashvili teve vários apelidos antes de adotar o de Stalin (homem de aço). Logo chegaram os relatos de atrocidades. numa repetição da extorsão de 1918. 512 eram ocupados por judeus. O Rublo (moeda russa) em 1921 valia 1% do que valia em 1917! A fome afetou no ano de 1921.

A safra do ano seguinte desceu a níveis da época da guerra.000. até bastante tempo depois da morte de Stalin.11 = 22. pelo menos um terço morreu em trânsito e outros nos locais de assentamento. em agosto de 1942. afirma: “A coletivização da União Soviética foi a mais maciça operação militar jamais conduzida por um estado contra seus próprios cidadãos”. registra: “Na União Soviética os índices de mortalidade se mantiveram mais altos.” Levando em conta que a população média do Arquipélogo Gulag (conjunto de campos de concentração) jamais foi menor que 10 milhões de 1933 a 1953. citado por Paul Johnson em “Tempos Modernos” na pág. 83 . Adoratsky e Train Romanescu. Como não tinha reservas. Zbigniew Brzezinski. companheira de viagem de Bernard Shaw na visita ao “paraíso bolchevique”. a população dos campos de concentração subiu para dez milhões. por Stalin. temos: 20 anos x 10. pergunta a Stalin: “por quanto tempo o Senhor continuará matando pessoas?” e obteve a seguinte resposta: “enquanto for necessário” (GBS: a Full-Lenght Portrait. mesma obra e pág. pág. 228.000. desgostosos. Lady Astor. Em 27/11/1929 declarou guerra ao campesinato através do slogan: “Liquidar os kulaks como classe”.: “Churchill foi informado em Moscou. Stalin viu-se obrigado a importar alimentos para que o operariado fabril não morresse de fome. um número entre dez e onze milhões foram transportados para a Sibéria e Ásia Central. Laszek Kolakowski. de que pelo menos dez milhões de camponeses tinham sido ‘despachados’ para que fosse possível realizar a coletivização. E ainda Paul Johnson. chacinados ou mortos em batalha.” Segundo a estimativa de Alexander Soljenitsin.A estratégia do confisco trouxe outra conseqüência: os camponeses. além dos camponeses executados pela OGPU. Paul Johnson. “Tempos Modernos”. 329/331). e nunca baixou.000 x 0. porque muitos dos campos estavam localizados dentro das regiões árticas e sub-árticas. Uma vez iniciada a coletivização forçada. Eugene Lyons. na casa de 11% ao ano. e destes. Com Stalin. três anos antes da ascensão de Hitler ao poder. Foi o sinal verde para a política de extermínio. V. plantaram menos. vendeu obras de arte dos principais museus russos.000 (vinte e dois milhões) de vítimas nos campos de concentração soviéticos!!! Certa feita. A violência em grande escala começou no final de 1929 e durou até dezembro de 1930. 230. é indubitável que a exaltação do Estado e o uso da violência como instrumento de “Engenharia Social” atingiu seu apogeu. pág.

Mortes no arquipélogo Gulag: 12. 252/258). No Brasil. Alexandre Soljenitsin calculou 60 milhões.Extermínio de diversas nacionalidades componentes da URSS: 4.000 (cinqüenta e seis milhões.000 5. Antes que pudesse realizar o que tinha planejado.Mortes nas deportações em massa e recolonização: 10. págs.000 4.Liquidação do campesinato (kulaks): 10. vindo a falecer quatro dias depois.000 Total: 50.000 3. Eles são bestas.Execuções sumárias no processo de tomada de poder (sem contar as mortes em combate durante a guerra civil): 1. 73/75.000. sob a liderança de Luís 84 .Talmud: Baba mezia. Zbigniew.000.Execuções de comunistas expurgados em campos de trabalho forçados: 1.No início de 1953.000.teremos o número de 56. Vejamos agora os números do judaico-bolchevismo na URSS.000 6.Extermínio de prisioneiros de guerra: 1.000 10. Figuras proeminentes do governo soviético foram assassinadas pelos conspiradores e outras se encontravam listadas para morrer. 246/247.000 9. tivemos a Intentona de 1935.00 Se tirarmos a média entre essas três fontes. As cifras variam. A mídia divulgou fartamente que a revolução.” (Ialkut Simoni. em “Tempos Modernos” alega 57. fora decidida em Moscou pela Internacional Comunista. estima: 1.Execução de opositores e resistentes políticos após a tomada de poder: 5. mas os não-judeus não são humanos. E temos que lembrar que o Comunismo não se restringiu apenas à URSS. dirigida pela embaixada soviética em Montevidéu." . n° 772) "Os judeus são chamados seres humanos.000 7." . O líder soviético planejou um novo expurgo em que os cabecilhas seriam fuzilados e os demais judeus confinados na Sibéria.000. 219/232.000 8.5 milhões de mortos (págs. Stalin descobriu uma conspiração judaica de grandes proporções.000. sofreu um derrame cerebral (1° de março de 1953). 114b "É permitido tirar o corpo e a vida de um gentio.116.Extermínio diversos: 1.000.Extermínio de pessoas pertencentes a várias categorias sociais: 5. cento e dezessei mil) vítimas fatais do judaico- bolchevismo na URSS! Mas o que isso representa mesmo para os judeus? Relembrando o que eles aprendem nas sinagogas: “Todo o que derrama o sangue dos ímpios é tão grato a Deus quanto o que oferece um sacrifício a Deus. 245c. em “O Grande Fracasso”.000.000 2. Em fins de 1935.Sepher ikkarim III c 25 Vale ressaltar que em todas essas fontes não estão computadas as mortes decorrentes de combates na Segunda Guerra Mundial. Paul Johnson.250.200.400.850.

nem todos os governos. “Os crimes do partido comunista”. com o objetivo de derrubar o governo Vargas e instituir o comunismo no Brasil. “Comunismo”. Fez mais tarde Getúlio. ‘por deixar os sentimentos prevalerem sobre o seu dever. nova tentativa de tomada do poder. 115-118). Recife e Rio de Janeiro.Carlos Prestes. Os números de vítimas do Comunismo na China giram em torno dos 30. A bela Olga tratou de seduzir o ex-oficial. que era matar a informante’ (Cf. E. e daqui a pouco só falta querer compará-la a Anita Garibaldi ou Maria Quitéria! Luís Carlos Prestes foi julgado pela segunda vez em 1940. pág. agora é tratada pela imprensa como vítima. estando sem passaporte ou qualquer outro documento. organizada e dirigida por agentes externos. pág. um filme. ganhou um livro. e não é crime ser Comunista ou exibir a Foice e o Martelo? Por que o suposto extermínio de 6. E mais tarde. 41 e Heitor Moniz. No meio dos agentes externos mais importantes. impedida pelo Golpe Militar de 1964. XX. sem a pré-disposição de trabalhar ou desempenhar tarefa útil.000. como veremos adiante) tem mais valor do que o extermínio de 56. Como o Komitern determinava que se entregasse ao brasileiro Luís Carlos Prestes a liderança do movimento. ou exibir a Cruz Suástica.000 de mortos! Agora cabe a pergunta: Porque é crime no Brasil e em muitos países do mundo ser Nazista. desertora do movimento comunista e que delatara seus antigos companheiros. foi responsável pela morte de brasileiros em solo nacional. por mais incrível que pareça. Stalin com certeza a fuzilaria). Após o fracasso da Intentona.000 e no mundo todo. Fora encontrada uma carta de Prestes aos seus correligionários.000 de judeus pelos Nazistas (e olha que isso é a grande mentira do Séc. estava também a judia-alemã Olga Benario. Ela era o elo de ligação entre o testa-de-ferro e o chefe real.000. acusado de estar implicado no brutal assassinato de Elza Fernandes. que veio ao Brasil promover uma guerra civil. atingem a trágica cifra de 100. eclodiu uma intentona comunista em Natal. o que qualquer governo faria: extraditou-a ao seu país de origem (bom. Pedro Lafayette.000.000. foi merecidamente presa.000 de cristãos pelos judeus-bolchevistas? 85 . em tom de dura crítica. essa mulher estrangeira. mas sim de dinamitar quartéis e assassinar soldados e políticos. entendeu o astuto Berger que era preciso mantê-lo sob constante vigilância. tornando-se sua amante.

Os brasileiros que ousaram questionar a famosa versão oficial. de defensor da liberdade. Na prática. Ao vencedor cabe o ‘status’ de anjo. Se eles estão errados. Seus avós aprenderam mentiras. Vocês aprenderam mentiras. por mais que apresentassem provas em qualidade e quantidade suficientes. sob a alegação de que ‘dava nova versão a crime praticado na Segunda Guerra Mundial’ e ‘contrariava a versão histórica oficial’. Conselheiro do Movimento de Justiça e Direitos Humanos. Isso é o que acontece frequentemente. sua obra foi incluída no index de obras proibidas. com aqueles que ousam pensar e questionar as versões oficiais. e esta mentira só nos é contada há poucos anos. Se já é difícil de acreditar na fraude do 11/9. por que ao invés de proibir suas obras não mostram seus erros e quebram seus argumentos? Seria por que isso não é possível? E que democracia é essa que vivemos onde não se pode discordar da versão oficial imposta por outro país? Onde está nossa liberdade de expressão? Ou a nossa Soberania? Por exemplo: o escritor brasileiro Sérgio de Oliveira fez sua estréia com a obra “O massacre de Katyn”. por expressão de um. opressor.7 .A Segunda Guerra Mundial Entendo que será muito difícil para o leitor entender este tema. A obra em questão inocentava os alemães imputados pelos ‘historiadores oficiais’ e apontava os soviéticos como autores da terrível chacina contra oficiais poloneses. Seus pais aprenderam mentiras. foram presos e/ou tiveram suas obras proibidas. então. vieram à luz documentos onde os soviéticos admitiram a autoria do massacre. no Brasil. decorridos 14 meses do lançamento de seu livro. por vários motivos. Em abril de 1990. Ora. Sinto a necessidade de repetir o antes exposto: “Uma mentira repetida por mil vezes torna-se verdade” – Provérbio Árabe Aqui serei bem mais breve. imagine na fraude da Segunda Guerra. o que só reforça a veracidade de suas teorias.’ 86 . de salvador. Como se isso fosse motivo suficiente para a censura de uma obra. que nos é contada a seis décadas. o governo vencedor chama seus historiadores e dizem: ‘Esta é a versão oficial. lançada em janeiro de 1989. Tão logo veio a público. com a abertura soviética. deixando os censores e patrulheiros ideológicos com cara de idiotas. pois nos ensinaram mentiras por mais de seis décadas. Ao derrotado. imputa-se a qualidade de demônio. Eu também as aprendi. encarnação do mal. Publique- se. Segundo porque aqui no Brasil a liberdade de expressão é uma grande mentira. e o que são as versões oficiais? A história é escrita por quem vence a guerra. porque esse assunto é extenso o suficiente para que se escrevam vários livros. Primeiro.

Cabe ao juiz. e para imputar ao perdedor a culpa por tudo. em apoiaram este nem qualquer outro ato discriminatório. prisioneiro de dois campos de concentração alemães (Buchenwald e Dora) da Gestapo na Segunda Guerra. Paul Rassinier. Uruguai e Argentina) Solano Lopes (Presidente do Paraguai) é o grande vilão da história. temos a Guerra do Paraguai. Solano é o grande herói nacional e os vilões são os agressores manipulados pela Inglaterra. é muito grande a conspiração em torno da Segunda Guerra Mundial. com grande cumplicidade da imprensa e dos governos. não está nem com um nem com outro. não houve o holocausto judeu. de nacionalidade francesa (a França também lutou contra a Alemanha) e comunista. geralmente servem para encobrir os crimes de guerra e atrocidades cometidas pelo lado vencedor. O relato de uma guerra é como um divórcio litigioso. usando de sua astúcia. autor do livro: ‘Holocausto Judeu ou Alemão: Nos Bastidores da Mentira do Século’. Que essa história é mais uma mentira. Ambas as partes sentem-se na razão. No processo há duas versões distintas. Não se permite o acesso ao outro lado da história. o Sr. massivamente divulgada pelos SIONISTAS através de seus ‘historiadores oficiais’. Esta reportagem mostra um escritor inglês (note que a Inglaterra lutou contra a Alemanha). encontrar ou chegar o mais próximo possível deste ponto. Nenhum dos dois escritores pronunciou-se a favor do holocausto. Curioso também é que o Sr. distrair o mundo das verdadeiras atrocidades na Segunda Guerra (o lançamento das bombas atômicas no Japão e os bombardeios genocidas em alvos civis na Alemanha) e dos massacres ocorridos na URSS (que desde a implantação do Comunismo até sua consolidação matou um número aproximado de 60 milhões de pessoas!). estes últimos na verdade meros peões no tabuleiro mundial. Outro bom exemplo pode ser tirado da reportagem da Folha de São Paulo. que queria e destruição de seu parque industrial. sendo preso na Aústria por ter duvidado do holocausto judeu. sensibilidade e inteligência. no caderno Mundo. Na versão Paraguaia. autor de diversos livros Revisionistas. em 21 de fevereiro de 2006. Que não houve extermínio em massa de judeus em câmaras de gás. provavelmente.E. Com quem está a verdade? Percebemos que. mas num ponto intermediário. em seu livro ‘A Guerra de Hitler’. E para (como é repetitivo e comum esta prática pelos SIONISTAS) legitimar a invasão da Palestina e a criação do Estado de Israel. nas mãos dos SIONISTAS. Na versão da Tríplice Aliança (Brasil. Nenhum deles exaltou a superioridade ou inferioridade de qualquer raça que fosse. Castan (o Brasil lutou contra a Alemanha na segunda guerra). David Irving.Estas versões. O mesmo aconteceu no Brasil com o escritor S. Por exemplo. com apoio incondicional da mídia internacional. no mundo inteiro. a fim de esconder a verdade do mundo. ficou tão indignado com a história do holocausto que fez o que os alemães deveriam fazer: percorreu os campos e 87 . acusado de racismo. Não incentivaram. Nenhum dos dois pronunciou-se a favor do extermínio de judeus ou qualquer outro povo. Apenas disseram e provaram que. A verdade. na verdade.

são também famosos revisionistas. assassinaram a Constituição Federal e proibiram a liberdade de expressão. nutre injusto ódio contra o povo que o hospeda. o que realmente foi a Segunda Guerra Mundial? Comecemos por uma breve descrição do período entre-guerras..tinha suas raízes na excessiva influência judaica. Sobre este tema. Em outros países pôde o judeu mesclar-se mais livremente com o povo indígena e aumentar seu predomínio com menos entraves. Judeus eram os que 88 . em sua obra ‘O Judeu Internacional’: “A causa fundamental da enfermidade do corpo nacional alemão. Efetivamente. O alemão vê no judeu apenas um hóspede. mas não assim na Alemanha. foi obrigado a reconhecer oficialmente que nunca havia existido câmaras de gás em nenhum dos campos de concentração em todo o território do Reich. pelo Sr. NA) o ódio mais exacerbado contra a Alemanha. Isso era mais que uma simples suposição e a seu tempo. vocês conseguem acreditar fiel e cegamente na versão oficial da história da Segunda Guerra Mundial imposta ao mundo pelos americanos. Henry Roques. existe uma gama de obras específicas. o Instituto de História Contemporânea. na década de 1920. Graças à sua tenacidade. aliança entre ambas. Mas então. No dia 19 de Agosto de 1960. O Revisionismo cresce na Europa e nos EUA como uma bola de neve! E por que autores de nacionalidades que lutaram contra a Alemanha escrevem negando o holocausto? Depois do exposto neste livro sobre o 11/9. não há no mundo maior contraste que o existente entre a raça puramente germânica e a hebréia. como o professor Robert Faurisson e o Sr.” (pág. tanto a derrota depois do armístico quanto a revolução e suas conseqüências.. em Munich. Por isso não há. Por isso o judeu odeia o povo alemão. abusando da tolerância. e precisamente por essa mesma razão os povos em que a influência judaica predominava em maior grau demonstraram durante a deplorável Guerra Mundial (como o esta obra foi escrita em 1920. Henry Ford. E isso incluía aqueles caminhõezinhos tão mostrados na TV e no cinema! E por que um francês comunista nega o holocausto? Outros franceses ilustres. mas infelizmente a maioria em outros idiomas. (. pois aqui no Brasil. caiu num excesso com sua inclinação para o domínio. conseguiu algo que por si só já merecia uma estátua na Alemanha: entrou com um processo na Justiça e obrigou o governo a reconhecer que não havia câmaras de gás nos campos de concentração dentro da Alemanha. soviéticos e ingleses? Será que a verdade precisa de guardiões? O simples fato de se colocar qualquer ‘verdade’ sob amparo da lei leva qualquer pessoa desprovida de ingenuidade infantil a desconfiar de falácia. em troca. sob as quais sucumbia o povo.) Segundo a opinião de todas as classes sociais. nem pode haver. quem tiver curiosidade. a história se encarregará de comprová-lo. este conflito foi a Primeira Guerra Mundial. conseguindo provas e depoimentos totalmente insuspeitos. O judeu. era obra da astúcia de um plano premeditado dos judeus. 21) “Na Alemanha o judeu é considerado apenas um hóspede que. indignado por não lhe concederem todas as prerrogativas do indígena.desmascarou as mentiras.

o judeu Lewy. Parece que este fato só chamou atenção destes. Merton. Segundo geral opinião. aáreceu o hebreu Sinzheimer. em colaboração com o judeu Arndt. Judeus eram os dois plenipotenciários alemães na conferência de paz. ex-correspondente em Copenhague do diário panjudeu ‘Frankfurter Zeitung’. certamente por prudência. Struck. O hebreu Simon foi nomeado secretário do Estado no Ministério da Fazenda. e no mesmo posto em Frankfurt-sobre- o-Meno. Escudados em razões que veremos mais adiante. o judeu Eisner nomeou-se a si mesmo Presidente do Estado da Baviera. Os judeus Hirsch e Rosenfeld presidiram o gabinete. Além disso. Oscar Oppenheimer. após o término da 1° Guerra Mundial. enquanto os correspondentes judeus preferiram calar-se. Os únicos gananciosos da Grande Guerra foram de fatos os judeus. Jaffe. que cooperava no minist´rio do Fomento com os judeus Dr. Lauffenberg. Katzestein. Os judeus alemães não foram patriotas alemães durante a Guerra. auxiliado pelo judeu Kautsky. é necessário comprová-lo. Esta constelação teve no governo Prussiano uma segunda parte. não basta. Frankel. Brentano. Surgiu essa com certeza audaz de um canhonaço. Schlesinger. O judeu Schiffer ocupou o Ministério da Fazenda. Ao posto de diretor do departamento das Colônias ascendeu o hebreu Meyer-Gerhard. com que se fabricou a ‘opinião pública’ no que toca a Alemanha. E. auxiliado por seu amigo e compatriota Freund. Pernstein. Strauss. Stadthagen. Dr. ministério inteiramente repartido entre judeus. Merz e Weyt. como se tudo tivesse sido já preparado de antemão. Nunca a influência judaica se manifestara na Alemanha tão acentuadamente como durante a Guerra. ao mesmo tempo que um terceiro não passava de um conhecido instrumento incondicional do judaísmo. O judeu Ernest foi nomeado Chefe da Polícia de Berlim. encarregando-se este do Ministério da Justiça. Haase dirigia os negócios exteriores. enquanto aquele ocupava a pasta do Interior. que usurpou o posto do Governo Imperial. O judeu Fritz Max Cohen. com o hebreu Benstein como subsecretário. tais como Max Warburg.predominavam quase exclusivamente no enorme aparelho informativo mundial. e em Essen. ascendeu a chefe onipotente do serviço oficial de informações. NA)? No Gabinete dos Seis. Deutsch. nenhum dos hebreus acima citados teria jamais alcançado aqueles postos sem a revolução. laubenheim. Em Munique. a revolução não teriam estalado sem que eles mesmos a houvessem preparado. por outro lado. 89 . Wasserman e Mendelssohn-Bartholdy. Dr. O hebreu Cohen foi o presidente do Conselho de Operários e Soldados. apreciar no seu justo valor os protestos clamorosos dos israelitas de lealdade absoluta para com os países em que vivem casualmente. um boêmio que em 1918 nem sequer possuía a cidadania alemã. na opinião dos países inimigos da Alemanha. O secretário da alimentação foi posto nas mãos do judeu Wurm. contudo. ao passo que o judeu Kastenberg empregava sua atividade como diretor do departamento de Letras e Artes. não seja precisamente uma falta. No ministério do interior mandava o judeu Preuss. Que aconteceu assim que a Alemanha passou do antigo ao novo regime (do Império do Kaiser à República de Weimar. predominava em absoluto a influência dos hebreus Haase e Landsberg. Dizê-lo. Heimann. Certamente também na Alemanha não faltaram deficiências. naturalmente. afirmam sérios pensadores alemães que é todo ponto impossível que um judeu seja jamais patriota. Indústria. Foi nomeado diretor de ensino o judeu russo Futran. Se bem que esse fato. permite. nomeando seu ministro da Fazenda o judeu Jaffe. Examinemos pois os fatos. Os judeus Talheimer e Helman ocuparam cargos elevados nos ministérios de Würtenberg. Herz. nova instituição em que desempenhavam altos cargos os judeus Stern. Isrelowitz. A proporção de judeus nas delegações de outros governos na conferência de paz pôde ser facilmente verificada pela leitura das crônicas dos jornalistas não-judeus. Rathenau. comércio e tráfico na Baviera ficaram sob as ordens do judeu Brentano. Hirsch e Dr. V. pululavam na delegação alemã judeus peritos. enquanto até o judeu Fulda governava em Hessen. Loewenberg. Seligsohn.

porém. destinam-se unicamente a demonstrar que muitos judeus dos chamados alemães esqueceram seus deveres para com o país cuja cidadania ostentavam. ali apareciam os judeus. com sua preponderância na imprensa e 3° o controle judeu da alimentação do povo alemão. Os judeus triplicavam os preços dos artigos que adquiriram à sombra da distribuição oficial. canalizando assim para seus bolsos abundante inundação de ouro”.mas o próprio povo alemão teria podido retificá-las. Esses breves exemplos. compreenderam os alemães que foram explorados por uma horda de judeus que haviam preparado tudo para tirar enormes proveitos da miséria geral do povo teutônico. O Socialista Stroebel disse: ‘Declaro francamente que a plena vitória da Alemanha não seria favorável aos interesses da social-democracia’. Mr. passaram todos os víveres e petrechos de guerra a mãos judaicas. 2° o capitalismo judeu. Quem tinha dinheiro pôde comprar tudo. Neste caso precisamente. 21-23) “No momento em que estalou a Guerra. Já durante o segundo ano da Guerra. Artigos de consumo em geral. oferecdos com fabuloso aumento de preços. mais que qualquer outra causa. e o de toda a sua vida industrial. mas os três citados foram os que mais diretamente obraram sobre os sentidos populares e as massas. e membro da imprensa panjudaica. ‘que aponta mais acima’. outras mais elevadas em sentido panjudaico pesavam sobre o governo. judeus alemães declaravam que a derrota alemã era indispensável para a libertação do proletariado. entre outros: o grande amador ‘Ballin’. Estes personagens formavam o quartel-general judaico e exerciam sua influência sobre o governo. escolhidos entre muitíssimos que poderíamos aduzir. Existe ainda um quarto grupo. empréstimos públicos ou em ministérios que formulavam os gigantescos pedidos de apetrechos bélicos. Os grandes conselheiros do governo de Bethmann- Hollweg foram. Este observador escreveu em abril de 1919 que ‘o bolchevismo significa a expropriação de todas as nações cristãs. até os cartões de distribuição. pode ser resumida em três grupos: 1° o Bolchevismo. e com certeza o faria. com o objetivo de preparar a catástrofe da Alemanha”. Como é muito possível que tais conclusões alemãs possam ser postas em dúvida por aqueles cuja opinião se foi formando sob a influência da imprensa. ou que se apresentasse ocasião de obter ganâncias intermediárias. achavam-se sob influência judaica. que se ocultou sob o disfarce do socialismo. e ‘Rathenau’. unido por vínculo de parentesco com a grande empresa bancária internacioanl dos judeus Speyer. as causas dessas deficiências que arruinavam a moral pública e impossibilitavam toda a reforma. e desde o momento começou a aparecer tal falta de probidade que minou a confiança dos combatentes. e mostrou-se desde o primeiro dia disposto a suportá-los. que havia em abundância. do mesmo modo que os outros sobre as massas populares. Essa influência que. (pág. 23-24) “Enquanto essas influências socavavam as massas populares. Dos mesmo modo que os demais povos patrióticos. redator-chefe do ‘Berline Tagerblatt’. depois Teodoro Wolff. não tem por objeto tornar a examinar toda a questão da guerra. soube também o alemão que toda a guerra significa sacrifício e sofrimentos. sociedades de guerra. e que os judeus em conjunto exercerão o domínio do mundo ao seu arbítrio’. Afirmava-se por toda a parte que a elevação do proletariado seria quase impossível na Alemanha vencedora. unindo-se a todos os demais judeus inimigos. (pág. Agora. sejam em bancos. com os quais o governo se esforçou em um trabalho sobre-humano para repartir os víveres eqüitativamente entre toda a população. é a culpada da Ruína do Império Alemão. vamos citar aqui palavras do correspondente do jornal londrino ‘Globe’. diretor do ‘Deutsche Bank’. As sociedades de guerra foram domínios judaicos. George Pitter-Wilson. porta-voz das grandes concentrações industriais e financeiras judaicas na Alemanha. 90 . Onde quer que se pudesse especular com as necessidades do povo. desapareceram de repente para tornar a aparecer amsi tarde. von Gwinner.

24) “O judeu pobre não podia franquear na Alemanha a barreira do germanismo que se opunha a seus propósitos. o judeu. o seu Sabbath. injúria suprema. O judeu rico não é anarquista. Agora vejamos as citações de Louis C. e põe orgulho. Assim. o parque fabril americano e os soldados. ordena- lhe o que há de fazer e com quem há de se bater! Tudo isso seria suportável se o judeu se fundisse com a raça indígena. mas serve-lhe de meio para alcançar maior objetivo.” (pág. a sua língua. Invadem a sociedade alemã. será mais fácil compreender a conquista das massas populares pelos judeus. Mas não. (pág. Por trás desses acontecimentos. nomes judeus ligados aos desígnios esquerdistas. e o traz dependente do capital. tem se apoderado das duas grandes forças sociais . o humilha com a sua opulência rutilante. Se se explica a sujeição das classes elevadas à riqueza judaica. na Alemanha. porém o colapso do abastecimento das cidades e as greves trabalhistas que se seguiram devem ser incluídas. As muralhas formidáveis do templo de Salomão. que se lhe enraíza no sangue: o anseio de dominação. 89) 91 . quase todos os grandes jornais estão na posse do semita. Seu anarquismo não é inato. sobre o mesmo período: “Mas o pior ainda. lentamente. havia um rosto judeu. Admite-se que em essência o judeu não é anarquista ou destruidor. pela voz de seus jornais. Só casam entre si.plano tão hábil que tem o sabor de uma conspiração: na Alemanha. mas como alcançou o judeu pobre a homenagem que desejava? Porque todo o judeu é impelido pela mesma tendência. a sua secura. dando-se uns aos outros milhões.. entre si ajudam-se regiamente.O judeu rico podia muito bem comprar a posição anelada na sociedade acima das camadas sociais diretamente interessadas na Alemanha. e muito especialmente o causador da revolução da Alemanha.” (pág. Uma delas tinha a ver com os tanques aliados. De modo que não só expulsa o alemão das profissões liberais. é o hábil plano com que fortificam a sua prosperidade e garantem a sua influência . que não possuíam outros recursos financeiros senão os que poderiam ter ou apanhar no caos momentâneo. torna-se inatacável. Naturalmente. Kilzer. Na Rússia sucedeu o mesmo. enquanto o judeu pobre não dispões de outros meios senão os violentos para enriquecer”. 24) Vejamos o que diz o renomado escritor português Eça de Queirós. um exclusivismo tão acentuado é interpretado como hostilidade e pago com ódio”. Contudo é o bolchevista mundial. que foram arrasadas. mas não favoreceriam com um troco um alemão esfomeado. inexpugnável: aí se refugiam com o seu Deus. desde a maneira de pensar até a maneira de vestir. gozando o ouro e desprezando o cristão. Dentro de Berlim há uma verdadeira Jerusalém. O mundo judeu conserva-se isolado. mas. porque pode alcançar seus fins por caminhos mais suaves. Quase todas as casas bancárias..a Bolsa e a Imprensa. invariavelmente. continuam a pôr em torno dele um obstáculo de cidadelas. senão destruindo-a. surdamente. os seus costumes. inacessível e impenetrável. em “A Farsa de Churchill”: “Havia muitas razões pela qual a Alemanha havia perdido a Primeira Guerra Mundial. mas não permitem que o alemão meta sequer o bico do sapato dentro da sociedade judaica. compacto. querem lá brilhar e dominar. o seu orgulho. um coquetismo insolente em se diferenciar do resto da nação em tudo.

e a área terrestre de uma nação é a indicação de seu poder e vitalidade. certamente por prudência. O ciclo da vida dos Estados é expresso por diversos conjuntos de leis nas quais a expansão. político e cultural. vale a pena citar novamente Henry Ford: “Judeus eram os dois plenipotenciários alemães na conferência de paz. ela sofre de exigüidade territorial. Struck. Oscar Oppenheimer.068 km2 para 540. segundo especialistas. A podridão da Europa – do capital financeiro e do bolchevismo – era judia e anti-alemã. a Editora afirma: “O livro que a Bibliex ora apresenta será um excelente apoio para os estudos desenvolvidos na Escola Superior de Guerra e nas Escolas Militares de mais alto nível das três Forças 92 .. pág. por ex. além das abusivas cláusulas econômicas e sociais. especialmente em períodos de aumento rápido de densidade populacional (. Brentano. pululavam na delegação alemã judeus peritos. (.) O conceito chave de organização é a necessidade de fronteiras seguras. Strauss. assinado em Versalhes no dia 28/06/1919..) Se. Deutsch. um direito natural de todos os povos. em sessão realizada no dia 20/11/1919 (não confundir o Senado americano daquela época com o atual)! Sobre o Tratado de Versalhes. Ou seja.000 km2. Além disso. Rathenau.” Na apresentação deste livro. afirma na pág. por indecência. tais como Max Warburg. Parece que este fato só chamou atenção destes. Dr. 24: “A medida que o homem tenta tirar proveito do meio ambiente e melhorá-lo. 100) Com o término da Primeira Guerra Mundial e a assinatura do famigerado Tratado de Versalhes. A proporção de judeus nas delegações de outros governos na conferência de paz pôde ser facilmente verificada pela leitura das crônicas dos jornalistas não-judeus. Julian Lider. os aliados tomaram da Alemanha mais de 80% do seu território! Esse Tratado. enquanto os correspondentes judeus preferiram calar-se. era tão absurdo que o Senado dos EUA rejeitou o Tratado.. ele é arrastado a conflitos com seus semelhantes. Pernstein. em obra publicada no Brasil pela Biblioteca do Exército – “Da Natureza da Guerra”..” O mesmo autor acrescenta adiante (pág. pode recorrer à guerra para conseguir novas áreas ou abrir outras áreas de comércio. incluindo a conquista de territórios estrategicamente importantes. 25): “A luta por espaço é equivalente à luta pela vida. V.” (“O Judeu Internacional”.” (pág. não pode ser desconsiderada.. de forma que cada nação possa em ordem promover o seu desenvolvimento econômico. Wasserman e Mendelssohn-Bartholdy..915.. a Alemanha teve seu território reduzido de 2. Dr. ao mesmo tempo que um terceiro não passava de um conhecido instrumento incondicional do judaísmo. renomado integrante do “Swedish Institute of International Affairs”. o que constitui. a postura alemã não poderia ser outra que os discursos de Hitler sobre “Lebensraum” (ou subsistência). 22) Claro que com essa redução de espaço vital tão drástica.“O capitalismo da América que financiou a humilhação alemã era judeu. Merton. Jaffe.

O rabino Stephen Wise. jornal de grande tiragem. Velamos: Poucos dias após a posse de Hitler como chanceler do Reich. têm repetido a velha lição de Karl von Clausewitz: a guerra é apenas a continuação da política de Estado por outros meios. em 24/03/1933. C. na sua primeira página. Conceituados estudiosos deste fenômeno social. tinha os títulos e sub-títulos: “Mundo judaico declara guerra à Alemanha” “Judeus de todo o mundo unidos” “Boicote às mercadorias alemãs” “Demonstrações de massa”. Ora. A primeira ‘verdade’ a ser desmentida é que a guerra começa em setembro de 1939. J. Fuller. quando este se encontrava atarefado em tirar a Alemanha do caos econômico e social em que se encontrava. Robert D. declarava: “Eu sou pela guerra”. vemos então o quão delicada ficou a situação alemã após a Primeira Guerra Mundial. Raymond Aron. 93 . o editor do ‘New York Morning Freiheit’. Julian Líder. como Quincy Right. Richard Barnett. Crane e Franco Fornari. O jornal inglês ‘Daily Express’. Os embargos econômicos. F.Armadas. além de apoiar outros institutos de ensino e universidades em assunto de política internacional”. conclamava os judeus americanos e do mundo inteiro a se unirem na guerra contra o Nazismo. a guerra. líder do Congresso Judaico-Americano. as pressões políticas e os bloqueios comerciais são exemplos de atos de guerra.

O Sr. Mongenthau afirmava categoricamente nas páginas do Portland Journal,
de 11 de fevereiro de 1933:

“Os EUA entraram na fase de uma segunda guerra.”

E o Sr. Bernard M. Baruch, no New York Times, 20 de maio de 1933:

“Desde agora a Alemanha deve ser estrangulada pelos embargos comerciais.”

Em janeiro de 1934, o líder sionista Wladimir Jabotinsk declarou ao jornal
“Tatcha Retsch”:

“Nossos interesses judaicos exigem o definitivo extermínio da Alemanha, do povo alemão
também, caso contrário é um perigo para nós, por isso é impossível permitir, que a Alemanha
sob um governo contrário, se torne forte”.

Em 24/05/1934, o editor do América Hebrew, de Nova Iorque, informou ao
escritor norte-americano Sr. R. E. Edmondson, de Oregon:

“Nós estamos agindo para levar uma guerra à Alemanha”.

Em 16/04/1936, o jornal judaico “The Youngstown Jewish Times”, de Ohio,
USA:

“Após a próxima guerra não existirá mais uma Alemanha. A um sinal a ser dado de Paris, a
França e a Bélgica, assim como os povos da Tchecoslováquia, se movimentarão, para envolver
o colosso alemão num mortal ataque. Eles separarão a Prússia e a Baviera e destruirão a vida
nestes estados.”

Em 30/04/1937, no “American Hebrew”:

“Os povos devem chegar à necessária conclusão, de que a Alemanha Nazista merece ser
eliminada do seio da família dos povos.”

Emil Ludwig Cohn no jornal francês “Les Annales” em junho de 1934:

"Hitler não quer a guerra, mas nós o forçaremos a isso, não este ano, mas em breve."

Explica-nos o Sr. Louis Marschalko, em seu livro ‘Os Conquistadores do
Mundo’:

“Nesse ínterim, várias organizações judaicas e comunistas de boicote estavam se espalhando
pelos EUA como cogumelos, tramando arruinar a economia de Hitler. Em 1936 já estava em
plena atividade um comitê de boicote anti-nazista, enquanto que Hitler, nem mesmo em seus
sonhos, podia adivinhar a hora em que o relógio soaria...”

Era notório, desde a ascensão de Hitler ao poder, a guerra declarada pelo
SIONISMO e pelo judaico-Bolchevismo contra o Nacional-Socialismo, através

94

dos embargos comerciais de uma veiculação em grande escala de notícias
fraudulentas de opressão e atrocidades do regime Nazista contra os judeus
alemães, a fim de promover uma lavagem cerebral na população dos países
capitalistas, preparando-os para a guerra vindoura. Muitas entidades judaico-
alemãs, poucos meses após Hitler ter assumido o cargo de Chanceler do Reich,
enviaram manifestações com firmas reconhecidas em cartório, desmentidos os
noticiários da imprensa externa que vinham acusando o Nacional-Socialismo de
cometer arbitrariedades contra os hebreus. A obra publicada por Jacow
Trachtenberg Verlag, em três idiomas (alemão, inglês e francês), “Die
Greuelpropaganda ist eine Lugenpropaganda – Sagen die deutschen Juden
selbst” – “Atrocity propaganda is base don Liessay the Jews of Germany
themselves” – “La propaganda d’atrocités n’est que mensonges, déclarent lês
Juifs allemands eux-mêmes” (A propaganda de atrocidades é uma propaganda
de mentiras – Isto é dito pelos próprios judeus), diz em seu prefácio:

“Eu mesmo não sou alemão, sou estrangeiro. Sinto-me, porém, responsável por defender a
honra do país que há 14 anos me concede sua hospedagem. Gostaria de declarar, aqui, que
tomo esta atitude por iniciativa própria, sem nenhuma influência vinda de algum órgão político ou
privativo. O material coletado aqui, certamente poderá ser um testemunho para as pessoas de
bom senso e de bom caráter que vivem no estrangeiro, e mostrar-lhes que a propaganda
demagógica ds eventuais atrocidades cometidas na Alemanha ainda poderão ser focos para o
acontecimento de atrocidades reais, pois os responsáveis por esta campanha demagógica
parecem querer desencadear uma nova guerra, espalhando estas mentiras. Ao mesmo
tempo, este livro será um comprovante de que os próprios judeus alemães analisaram estas
propagandas, concluindo tratar-se de relatos mentirosos, e com os meios dos quais dispunham,
tentam enfrentar os caluniadores, para que o mundo pudesse avaliar a real situação do caso. (...)
Que este livro possa recuperar a imagem não só da honra alemã, mas também a honra do
mundo.” (autenticado por Walter Schawer, Tabelião da Comarca do Tribunal Superior de Justiça
em Berlim. N° 95 do Not. Reg. Para 1933)

Este livro inclui declarações contestatórias das propagandas de atrocidades dos
seguintes órgãos:
- Associação de soldados judeus que combateram pela Alemanha na Primeira
Guerra Mundial.
- Sociedade Israelense-Sefardita de Berlim.
- Diretoria da Comunidade Judaica de Berlim.
- União Federativa Prussiana de Estatutos da Comunidade de Sinagogas
Halberstadt.
- Sociedade Religiosa Judaica de Dresden.
- Comunidade Israelita da Saxônia.
- Associação de Judeus Nacionalistas.
- Comunidade de Sinagogas de Koenigsberg.
- União Sionista para a Alemanha.
- Comunidade Israelita de Hamburgo.
- Rabino Dr. E. Munk, representante berlinense da União Federativa Prussiana
de Leis de Sociedades de Sinagogas.
- Dr. Max Naumann, Presidente de Honra da Liga de Judeus Nacionalistas
Alemães.
95

- Dr. Leo Baek, Presidente da Associação de Rabinos Alemães.
- Wallach, banqueiro berlinense.
- Proprietários da firma Tietz
- Wilhelm Kleemann, diretor do Banco de Dresden e Presidente da
Comunidade Israelita.
-Oskar Wassermann, diretor do Banco Alemão e Grupo de Descontos.
- Dr. Ludwig Freund, Gerente Administrativo do Governo da Liga Judaica de
Soldados do Front.
- Advogados da Comarca de Berlim, Walter Löewenstein, Albert Maizen II,
Max Straus.
- Empresários Alfred Wolf e Hermann Weil, de Stuttgard.
- Dr. Kurt Singer,Intendente da Ópera de Berlim.

Outras declarações desta obra:

“As associações abaixo-assinadas protestam, com toda a veemência, contra a propaganda de
má-fé espalhada no exterior contra a Alemanha. As supostas ações de atrocidades cometidas
não são verdadeiras. (pg 22, 68, 114)

“O exterior tem sofrido ultimamente uma enxurrada de notícias que falam de perseguição e de
ameaças aos judeus como se isso fosse a ordem do dia, e que o Chanceler Hitler, seu governo e
o seu partido seriam responsáveis por esta suposta agressão aos judeus. A Sociedade para
Defesa ao Anti-Semitismo assegura que os atos de violência acontecidos, não foram aprovados
nem desejados pelos homens do novo governo. Pelo contrário, usaram de toda a sua influência
para contra-atacar, e evitar a repetição de fatos desta natureza. Este comportamento proíbe
duvidar da lealdade e da sinceridade dos tratos de igualdade de direitos e de proteção que estão
sendo dados ao povo judeu por homens do poder e de liderança do governo, como Hitler, o Vice-
Chanceler von Papen e o Ministro do Interior da Prússia, Göering” (pg 24, 70 e 116)

Todas estas declarações foram ignoradas pelos SIONISTAS, para quem o
destino dos judeus alemães estava relegado a segundo plano. Só o que
importava era a criação de um Estado Judeu e a destruição do Nacional-
Socialismo, e a conseqüente salvação do Bolchevismo, sua cria e inimigo natural
do Nazismo.
Mas por que esse interesse em arruinar a economia alemã?
Os SIONISTAS, em seu plano de dominação mundial, entesouram-se através da
especulação do capital financeiro e da usura, e não através da produção. São
também os pais do Comunismo/Marxismo/Bolchevismo, instrumento criado
com a finalidade de enfraquecimento e dominação de uma nação, e ‘a
posteriori’ enfraquecimento e dominação mundial.
Quando Hitler assumiu o poder, a Alemanha estava na maior crise inflacionária
que o mundo já viu. O índice de desemprego era altíssimo, e a fome e a miséria
assolavam a população alemã. Em 1933, cerca de 15 milhões de alemães
morriam de fome. Conseqüências do famigerado Tratado de Versalhes, imposto
aos alemães em sua capitulação na primeira guerra (vale lembrar que a
comissão ‘alemã’ que assinou este tratado era predominantemente judia).

96

Poucos anos depois, as notícias que chegavam da Alemanha davam conta que o
governo Nacional-Socialista operado por Adolf Hitler operava ’milagres’ que
fugiam à compreensão das grandes democracias capitalistas.
Vejamos o que disse o Sr. Eurípedes Alcântara, em entrevista à Revista Veja de
17/01/1996:

“A única experiência moderna de pleno emprego foi a da Alemanha Nazista.”

O índice de desemprego caiu para zero. A inflação foi totalmente contida. A
Alemanha era um gigantesco canteiro de obras. Foi criado um gigantesco
programa de moradia pelo governo. O salário do trabalhador lhe supria todas
as necessidades básicas. Milhares de quilômetros de auto-estradas foram
construídos. Recuperou-se a malha ferroviária e a marinha mercante, dizimadas
pelo Tratado de Versalhes.
Pregava Hitler:

“Nosso capital é a força do nosso trabalho, portanto queremos produzir trabalho. É o trabalho
que produz trabalho e não o capital.”

“Nos países capitalistas o povo existe para a economia e a economia para o capital. Entre nós
ocorre o contrário: o capital existe para a economia e a economia para servir os interesses
nacionais. Em primeiro lugar está o povo e tudo demais somente existe como meio de obter-se o
bem público.” (Salvador Borrego, ‘Derrota Mundial’, pg 87)

No ocidente quem governa é o egoísmo de poucos, enquanto a Alemanha
construiu um estado social pelo qual era invejada. Não era contra o lucro das
empresas, mas, sim, contra o lucro exorbitante, contra o lucro de 160 ou 200%
de quem se aproveita de uma guerra ou da desgraça dos outros. Devia-se
merecer o que se ganhava. Como justificar um deputado que fazia parte de um
Conselho de Administração de uma empresa, participava de uma reunião anual
e ganha um jeton de 100 mil marcos? A Alemanha Nazista não reconhecia o
ouro como padrão de valor, mesmo assim o Reichsmark era estável.

Explica-nos ainda o Sr. Louis C. Kilzer, em “A Farsa de Churchill”:

“A chave dos programas de bem estar social promovidos por Hitler, se bem divulgados,
envergonhariam qualquer americano adepto do New Deal de Roosevelt.” (pág. 104)

“O estilo de vida de Hitler valorizou a sua imagem. Ele optou por viver com simplicidade, apesar
de ter podido mais, num pequeno apartamento de um quarto, sem nenhum conforto... Não era
embuste. Ele era um homem simples, que preferia estar cercado de coisas comuns.” (pág. 107)

“Quando Hitler assumiu o governo em janeiro de 1933, o número de desempregados era de
6.013.612; um ano mais tarde, havia caído para 3.772.792; ao tempo em que começou a
Segunda Guerra Mundial, o número de desempregados era simplesmente 72.600!” (pág. 129)

O povo recuperou o orgulho pela Pátria, e agora era uno com o governo.

97

.A economia alemã. mesmo sob fortes boicotes judaicos. pois então não tinha mais o “vampiro” a sugar-lhe as veias. tornou-se a primeira da Europa! Claro. 98 ..

99 .

100 .

101 .

102 .

Taussig. Nathan Margold. instrumentos óticos. Sidney Hillman. Charles E. Cardozo.. por nascença. E. Arquitetaram e produziram. Gerald Shwope. Filene. Rosemblatt. da anexação da Áustria. Lilienthal. Robert Strauss. obviamente não era bem-vindo. A visão econômica do Nacional-Socialismo contrariava o capitalismo selvagem.o juiz Samuel Roseman (Conselheiro Oficial de Roosevelt) . Goldenweiser. presidente de fato. Hitler desprezou o dólar. as minorias alemãs separadas do Reich por este mesmo Tratado. Isador Lubin Jr. E. teve como resultado 477 mil eleitores a favor da reintegração ao Reich. Steinhardt. títeres do Capitalismo selvagem e do Comunismo. manifestaram seu desejo de retornar ao lar. independente e forte. Outro em Tirol e Salzsburgo.Como conseqüência. Landau. então. Afinal. então. frezas. ganhasse corpo e se espalhasse pelo mundo. E mais: esse novo sistema (o Nacional-Socialismo) era. A. para destruir a Alemanha e este novo sistema político e econômico que estava fora de seu controle e exploração.848 em favor da reunificação e 2682 contrários (98. e acaba por reconhecer o governo bolchevista. A. matéria- prima e outros produtos de que a Alemanha carecia.74% X 0. Taussig. Por exemplo: recebia do Brasil alimentos.. apresentou 243. retíficas e maquinários em geral. presidente de direito. Rose Schneiderman. eles dominavam os dois blocos econômico-sociais do mundo. 48 mil contra. Baruch. David E. Leo Wolman.1%. Henry Morgentau Jr. Robert Freshner. que não fazem uso da produção e do trabalho. O que eles não dizem é que lá também houve um plebiscito.Henry Morgenthau. Alexander Sachs. Albert E. e que 4.273. Donald 103 . a libra esterlina e outras unidades monetárias que faziam a felicidade dos especuladores (leia-se também SIONISTAS. e enviava..9% X 1. a guerra. respectivamente). a mais recente cria e a menina dos olhos dos SIONISTAS. livre de seu domínio e exploração. A. o ministro soviético de relações exteriores.26%. Um terceiro.000 eleitores votaram a favor da reunificação.000 votaram contra (99. Herbert Féis. Jerome Frank. não podiam admitir que um novo sistema político-econômico (no qual eram impedidos de exercer sua usura e especulação financeira). Maxin Litvinov. as práticas monetaristas e a ciranda financeira. mas sim da especulação e da usura). inimigo mortal do Comunismo. Sol A. Um plebiscito realizado no Sarre. além de Bernard M. ao redor de Roosevelt. tornos. em troca. Maurice Karp. L. Wizansky Jr. N. Optou pela troca pura e simples de mercadorias. estavam: . nos ensina a ‘história oficial’ e os defensores da ‘verdade conivente’ que os austríacos foram vítimas da ‘tirania nazista’ ao serem incorporados ao Reich. baseado em idéias nacional- socialistas. depois dos EUA negarem-se a fazê-lo por dezesseis anos! Também pudera. ou seja. respectivamente). Quando do ‘Anchluss’. Os SIONISTAS. Charles W. Benjamin N. Mordechai Ezequiel. Vejamos: Os SIONISTAS dão uma prova de que os governos são meros fantoches em suas mãos: o presidente americano Roosevelt recebe. L.professor Feliz Frankfurter (Conselheiro-Chefe de Assuntos Legais) . e 11.

Richberg, J. I. Strauss, Ferdinand Pecora, Samuel Untermayer, James E. Landis,
etc...
TODOS JUDEUS!!!

A Invasão da Polônia:

Pelo tratado de Versalhes a Polônia recebeu às custas da Alemanha uma faixa
de terra para ter acesso ao Mar Báltico, porém com isso a Prússia ficou isolada
da Alemanha e a cidade de Dantzig, totalmente alemã, foi declarada cidade
livre, ficando sob administração polonesa. A Alemanha achava certo ter uma
saída marítima, porém reivindicava um corredor rodo-ferroviário, que a ligasse
a Dantzig, e à província da Prússia.
Diz Salvador Borrego, “Derrota Mundial”, págs 141/142:

“O movimento político judeu decidiu firmemente converter este obstáculo em causa para
desencadear a guerra contra a Alemanha, pois a Polônia tinha tratados militares de ajuda mútua
com a Inglaterra e a França. (...) Mediante propaganda, agitação e influências secretas, a opinião
pública polonesa foi desorientada e se induziu à desordem, como a forma mais segura de se
evitar todas as possibilidades de um acordo pacífico entre a Polônia e a Alemanha. No dia
03/05/1939, houve um desfile polaco durante o qual a turba gritava: ‘À Dantzig e à Berlim!’.
Espalhou-se a versão que as tropas alemãs estavam mal alimentadas e que não resistiriam. (...)
A população alemã anexada à Polônia em 1919, sofreu SANGRENTA HOSTILIDADE em 1939.
No dia 21/08/1939, o número de fugitivos que cruzavam a fronteira germano-polaca chegava a
70.000. Segundo posteriormente pôde estabelecer, 12.857 cadáveres de alemães foram
identificados como vítimas de perseguições, enquanto havia mais de 45.000 alemães
desaparecidos. Representantes de agências informativas internacionais como Mr. Oeschner, da
United Press, foram convidados pela Alemanha para que testemunhassem esses fatos! A
provocação destes acontecimentos deu os nefastos frutos que deles se esperavam.”

Ajuda-nos o Sr. Louis C. Kilzer, em “A Farsa de Churchill”, pág. 169:

“Antes que Hitler decidisse atacar a Polônia, pelo menos 5.400 alemães tinham sido
assassinados.”

As negociações da Alemanha com a Polônia foram interrompidas em julho,
quando a Polônia se mobilizou contra a Alemanha. No dia 28/08 a Inglaterra
aconselhou que a Alemanha reiniciasse as negociações interrompidas em julho.
Hitler explicou que estava com a melhor intenção de aceitar a mediação inglesa.
Continua Salvador Borrego:

“O Governo do Reich queria dar com isso ao Governo de sua Majestade Britânica e ao povo
inglês uma prova de sua sinceridade do propósito alemão de chegar à uma amizade duradoura
com a Grã-Bretanha. Nessas condições está de acordo em aceitar a proposta de mediação do
Governo de S. Majestade para enviar a Berlim uma personalidade polaca que tenha plenos
poderes. Espera que dita personalidade chegue até 30/08/1939.
Porém no dia 30/08, às 16:30h, chegou a notícia que o Governo polonês havia decretado a
mobilização geral. Neste meio tempo também a Inglaterra voltou atrás e informou que não podia
recomendar o envio de um representante. Hitler entregou então ao Embaixador Britânico,

104

Henderson, as preposições para a construção de uma rodovia e uma ferrovia que unisse a
Prússia à Alemanha, através do território alemão que havia sido anexado à Polônia.
Às 18:30h o embaixador polonês se apresentou na Chancelaria do Reich, porém sem poderes
para negociar. Às 21h, a Alemanha comunicou à Inglaterra que a mediação britânica do dia 28
havia sido aceita, que a Alemanha havia esperado um plenipotenciário, mas que este não havia
chegado. Em conseqüência, considerava que nesta ocasião também havia sido praticamente
rechaçados os propósitos de um acerto pacífico.
Às 23h deste mesmo dia a rádio polaca anunciava: ‘A resposta foram as disposições militares
tomadas pelo governo polaco’.
O historiador britânico Cap. Liddel Hart afirma que a promessa de ajuda militar à Polônia foi
imoral, porque era impossível cumpri-la. Se os polacos houvessem dado conta da
impossibilidade militar da Inglaterra e França para salvá-la da derrota, é provável que não
tivessem apresentado tanta resistência às originais e moderadas solicitações de Hitler, Dantzig e
o corredor polonês.”

O Sr. Louis C. Kilzer, em “A Farsa de Churchill”, confirma a posição de Hitler
em relação à Inglaterra:

“Para Hitler, os Tommys (ingleses) não eram de forma alguma estrangeiros ou forasteiros. Eram
germânicos forçados à um caminho diferente pelos caprichos da História e um hábito infeliz de
dar ouvidos aos judeus.” (pág. 113)

“Hitler tornou-se, sem sombra de dúvida, o maior anglófilo do continente.” (pág. 114)

As declarações do Marechal Polonês Rydz-Smigly, dos estadistas de Varsóvia, e
Lukasiewicz, embaixador da Polônia em Paris, podem resumir-se no seguinte:

“Que os franceses se ocupem do italianos e nós nos encarregaremos dos alemães. Dentro de
um mês o exército polaco desfilará em Berlim, passando por baixo da Porta de Brandenburgo.”

Como já havia acontecido anteriormente, em outros pontos da divisa alemã-
polaca, na madrugada do dia 1° de setembro de 1939, houve um ataque à uma
estação telegráfica em Gleiwitz, na Alta Silécia, mas que desta vez foi
respondida. Após esta ataque, Hitler convoca o Parlamento, onde faz seu
discurso. Os principais pontos:
- explicação das negativas de paz pela Polônia, Inglaterra e França.
- não deseja apelar para auxílio estrangeiro
- decidido a lutar até que a Polônia aceite as condições alemãs
- mostrar-se-ia o primeiro soldado do Reich
- conclamar todo o povo para se unirem e, com disciplina de ferro, ajudar a
Alemanha.
O Marechal Göreing, presidente do Parlamento, de pé, declara que os membros
do Parlamento cumprirão seu dever até o fim. O Parlamento, sem exceções,
promete ser, em todas as ocasiões, o exemplo da Nação. De pé, os deputados
aclamam longamente ao Chanceler.
Interessante citar o testemunho deste momento histórico, do Embaixador
Mexicano, Sr. José Pagés Llergo:

105

“Os civis, pálidos, tomados pela emoção, enxugavam as lágrimas; os diplomatas contemplavam
estáticos, eletrizados, a figura que lá na distância se ergui em êxtase; os militares gritavam. Fora
do Parlamento, meio milhão de pessoas levantavam um murmúrio surdo, aterrador, quando
Adolf Hitler baixava os punhos sobre a mesa do Reichstag e, vermelho, com o cabelo
desalinhado sobre o rosto, gritava com os olhos banhados em lágrimas: ‘Neste momento não
quero ser mais que o primeiro soldado do Reich’ “.

Vejamos as reivindicações alemãs:

- Dantzig volta para o Reich
- As cidades dentro do corredor, decidem via plesbicito de ficam com a
Alemanha ou Polônia
- Auto-estradas e vias férreas ligando Dantzig à Prússia
- Trocas de minorias: as minorias alemãs em território polonês voltariam para a
Alemanha e vice-versa.
- garantia dos direitos fundamentais destas minorias

Nós vimos o porque do conflito entre alemães e poloneses. Vejamos agora,
porque a Inglaterra e a França entraram na Guerra, transformando um
confronto de vizinhos em uma Guerra Mundial.
Trata-se de um fato que é citado por historiadores como John Lukacs, Salvador
Borrego e Saint-Paulien, porém nunca na devida importância:
James Forrestal, Ex-Secretário de defesa dos EUA, no seu livro: “O Diário de
Forrestal”, pág. 121, escreve que depois da guerra, em 1945, o Sr. Joseph
Kennedy lhe informou que em 1939, Neville Chamberlain lhe dissera que “OS
JUDEUS AMERICANOS E DO MUNDO O FORÇARAM A ENTRAR NA
GUERRA CONTRA A ALEMANHA”.
Vamos aos personagens envolvidos:
- James Forrestal, Ex-Secretário de defesa dos EUA, país que lutou contra a
Alemanha
- Joseph Kennedy era, em 1939, Embaixador dos EUA na Inglaterra
- Neville Chamberlain, Primeiro-Ministro Britânico, homem que acionou o
“gatilho” da Segunda Guerra Mundial.
Se não podemos acreditar nestas personagens, vamos acreditar em quem?
Pouco antes das ações bélicas terem início, as intenções de firmar a paz com a
Inglaterra foram externadas por Hitler, que proferiu inúmeros discursos de
apelo nesse sentido. Mas não havia qualquer possibilidade de chegar a esse
acordo, por ações dos SIONISTAS, como se vê inclusive na ‘mea-culpa’ de Sir
Hartley Shawcross (Procurador Geral e líder oficial de delegação britânica que
participou do Tribunal – ou seria melhor dizer linchamento - de Nuremberg),
tardia (em 1984), mas com a coragem que falta aos historiadores e políticos da
atualidade:

“Nos julgamentos de Nuremberg eu e o colega russo condenamos a agressão e o terror nazista.
Todavia, acredito agora que HITLER E A ALEMANHA NÃO QUERIAM A GUERRA. Mas
DECLARAMOS GUERRA À ALEMANHA DECIDIDOS A DESTRUÍ-LA, de acordo com nosso
princípio de equilíbrio de forças, e fomos encorajados pelos americanos ao redor de Roosevelt.

106

Ignoramos o apelo de Hitler para não entrarmos na guerra. Agora somos forçados a reconhecer
que Hitler estava certo. Ele nos ofereceu a cooperação da Alemanha; ao invés disso, estamos,
desde 1945, enfrentando o imenso poderio do Império Soviético.”

Entenda-se por ‘americanos ao redor de Roosevelt’ como JUDEUS-SIONISTAS.
Os americanos e ingleses fizeram vista grossa ao massacre de milhares de
cristãos na URSS, mas declararam guerra à Alemanha.
Que poderes tem os SIONISTAS: fizeram as duas maiores potências capitalistas
aliarem-se ao comunismo (que havia jurado de morte o capitalismo), para
destruir a Alemanha!
Por parte da Inglaterra cabe cinismo maior, pois declarou a guerra ‘em nome da
liberdade’, mas mantinha sob seu domínio 470 milhões de habitantes em suas
colônias. Fizeram guerra à China para assegurar o comércio do ópio, o que
acarretou na morte de 600 mil chineses. Ao declarar a guerra, alegou que o fazia
pela integridade da Polônia, sem, contudo, opor qualquer objeção ao governo
soviético (já que este servia aos mesmos senhores que a Inglaterra e EUA) que
invadiu a Polônia juntamente com a Alemanha e apossou de metade do
território polonês.
Explica-nos Louis C. Kilzer, em “A Farsa de Churchill”:

“Os britânicos tinham declarado guerra à Alemanha porque a Inglaterra garantira defender a
Polônia, e agora divisões inteiras de agressores armados, usando estrelas vermelhas nos seus
capacetes, irromperam no território polonês. Pela carta de seus acordos, e mesmo moralmente,
os britânicos estavam obrigados a declarar guerra à União Soviética. Mas, surpreendentemente,
o governo britânico não cumpriu suas obrigações.” (pág. 183)

“Ante a declaração de guerra da Inglaterra para a Alemanha, Hitler perguntou a Ribbentrop: ‘Eu
não pretendo atacar a Inglaterra, porque a Inglaterra me atacaria?... Ao todo meu trabalho se
esfarela... Eu escrevi um livro e proferi centenas de discursos para nada...” (pág. 170/171)

“Hitler avaliava bem a força do Partido da Paz. A nobreza fundiária do Império Britânico não tinha
razões para desejar danos à Alemanha – afinal o Rei Inglês tinha parentes alemães – mas as
tinha para querer esmagados os bolchevistas. Os vermelhos eram ameaça à ordem estabelecida
na Grã-Bretanha, e não os alemães. Mas toda vez que Hitler pensava que o Partido da Paz
agiria, este recuava, cedendo força ao amaldiçoado fomentador da guerra do n° 10 da Downing
Street (Churchill).” (pág. 25)

“Hitler (depois de vários meses) iniciou a guerra (no front ocidental) não para derrotar o inimigo,
mas para forçar a Paz.” (pág. 188)

“Enquanto Hitler buscava uma Paz negociada, os ingleses se dispuseram a uma Guerra
Total.” (pág. 192)

“Assim que assumiu o cargo de Primeiro-Ministro, Churchill começou a implementar um de seus
dois planos estratégicos: fazer os Estados Unidos entrarem na guerra. Chamou à parte William
Stephenson, um empresário canadense, milionário e espião, e lhe deu ordens para viajar à
América e arquitetar um plano para ‘garantir o comprometimento dos EUA com a causa inglesa,
assegurando sua participação na guerra’. Churchill certificou-se de que Stephenson – mais tarde
conhecido pelo codinome ‘Intrépido’ – não se atrapalharia com as convenções normais de

107

sendo fotografado tendo a Torre Eiffel como pano de fundo. enquanto Churchill blefava. Se fosse firmada a paz com o ocidente. Defendiam os interesses dos SIONISTAS. e isso é digno de consideração. mas Adolf Hitler o fez. 2. Fracassaram todas as alternativas neste sentido. nem seus governantes atuavam em prol de seu povo.” (pág. Os generais alemães optaram por fazê-lo. A retirada de Dunquerque permitiria a Inglaterra sentar-se na mesa de negociações de cabeça erguida.acobertado pela mídia internacional) deu-se na tentativa de poder chagar a um acordo com Churchill. o exército Alemão no campo e Hitler se tornava um turista. a Alemanha teria liberdade de ação para enfrentar o Bolchevismo de Stalin (provavelmente o maior genocida que o mundo já conheceu).. Stephenson foi investido do poder de fazer qualquer coisa que fosse necessária. A maioria achava que nenhum.comportamento entre dois aliados. a Luftwaffe permanecia no solo. Esse não era o retrato de um tirano vingador que tantos vieram a temer.000 viaturas. Ficaram para trás 7.. para a Inglaterra (este permaneceu até o fim de 108 . De novo com Louis C. 90. o Führer afinal ordenou à Wermacht que começasse a planejar uma invasão da Inglaterra. isto é. que Hitler tanto buscou.000 rifles.a que ela não queria – poderia ter terminado em junho de 1940.000 toneladas de munição. garantindo aos retirantes o embarque nas praias francesas do mar do norte.” (pág. inclusive o vôo de Hudolph Hess.” (pág. Mas o que Hitler não sabia é que a Inglaterra não caminhava pelas próprias pernas. a nata das Forças Armadas aliadas. Hitler permitiu a retirada de 340000 soldados (225000 ingleses e 115000 de outras nacionalidades. a maioria franceses). impedindo as pontas-de-lança do General Rundstedt (Divisões Panzer blindadas) de fechar o anel de aço. A verdade inquestionável para os historiadores contemporâneos é que Hitler era sincero. Nenhum dos dois teria detido os tanques em Flandres. Mas enquanto o mundo vivia a expectativa da invasão. 242) “Talvez houvesse em Hitler algo que não fosse tão prático quanto em Bismarck ou em Frederico. inclusive indo ao assassinato para atrair os EUA à guerra” (pág. 271) Esse ato de magnanimidade (que seria retribuído no futuro com o genocídio da população alemã – esta sim. No ‘Milagre de Dunquerque’ (06/17/1940). e ainda assim com a compreensão de que Hitler em realidade não queria de forma nenhuma fazer isso. 252) “Ninguém sabia quanto tempo Hitler daria aos Britânicos. vítima do verdadeiro Holocausto.. poderiam ter matado os ingleses e franceses no norte. o Grande.” (pág. Hitler. sem a vergonha de uma derrota total. segundo em comando na hierarquia Nacional-Socialista. Era um farsante.. Kilzer.000 metralhadoras de mão e 120. “A Farsa de Churchill”: “Se os alemães tivessem desejado. 261) “Quarenta dias depois que o último soldado britânico partira de Dunquerque.300 metralhadoras pesadas. através de bombardeios assassinos em alvos civis . 8. 237/238) Sem dúvida que a guerra da Alemanha com o ocidente . não.

pressionado pelos belicistas. sem direito a qualquer visita ou contato. o embaixador americano no Inglaterra. quando Alexandre Solijenítsyn e outros milhares de dissidentes revelaram a verdadeira amplitude do genocídio soviético). não é mesmo? Mas a oposição era muito forte. aconselhou Roosevelt a entrar num acordo com Hitler. o herói nacional Coronel Charles Lindbergh. aprova a lei de empréstimos e arrendamentos. Wheeler. Joseph Kennedy. cuja ideologia era o oposto do comunismo. que seria obrigado a lutar contra a Alemanha. o General e empresário Robert E. sem nem ao menos um lápis e um papel onde pudesse expor sua versão dos fatos – este é o comportamento dos nossos ‘defensores da liberdade’). freqüentemente na Alemanha. estes já participavam ativamente. também a serviço dos SIONISTAS. não conseguia convencer o povo americano da necessidade de entrar na guerra. implantado a partir do assassinato do Czar e de toda a família real. Isso é no mínimo absurdo para um país neutro. 6575 professores. só beneficiavam ao marxismo soviético. Cardeais católicos. fornecendo à Inglaterra armamentos. em vez de entrar numa guerra que ele considerava absurda.sua vida em prisão solitária. Para a consolidação do comunismo. em desacordo total com as regras da neutralidade. a igreja dos Quakers. A negativa de paz da Inglaterra. e grande parte do povo queriam os EUA fora do conflito. Após. abrindo o parque industrial americano aos inimigos da Alemanha. Aliando-se a Stalin os EUA arrastariam consigo o Brasil. o Congresso. Roosevelt ordena a entrega de 20% da reserva de artilharia do Exército dos EUA à Inglaterra. planamente em poder dos SIONISTAS. Em junho de 1940. Este último. Se a guerra tivesse ficado apenas entre a Alemanha e a União Soviética. Wood. Antes do mesmo da entrada dos EUA oficialmente na guerra. A Inglaterra agora seria maciçamente abastecida. escreveu “Wave of the 109 . A União Soviética o seria em meados do ano seguinte. 150000 oficiais de polícia. por mais tentasse. também foram eliminados sumariamente: 28 bispos e arcebispos. A imprensa americana. com o aval dos EUA. 260000 graduados e praças. o Senador Burton K. suprindo a Inglaterra e a União Soviética. e reforçando as Armas americanas. 48000 gendarmes. 355000 intelectuais. Para demonstrá-lo. cardeais católicos. Políticos de renome. 54850 oficiais das forças armadas. Muito pelo contrário. 6776 sacerdotes. Mas este não era o objetivo dos SIONISTAS. que adiava seu confronto inevitável com a Alemanha e conquistava o apoio dos EUA. A produção bélica encontrava-se a todo vapor. seu parceiro comercial. líderes protestantes. sustentava que o Nazismo não era nada daquilo que a imprensa internacional pregava massivamente. 198000 trabalhadores urbanos e 915000 camponeses (esses números seriam drasticamente aumentados no pós-guerra. 8500 médicos. em favor de um país que o agredia através do patrocínio de uma Intentona. O mundo inteiro tinha conhecimento do que se passava na União Soviética. esta seria fatalmente derrotada.

o dia. Nem eu jamais desejei depois da chocante primeira guerra. a atacar a União Soviética. Esta era o desejo de. que precisavam salvar o comunismo e exterminar a Alemanha. políticos seja de origem judaica ou que trabalhavam para interesses judaicos. por sua vez. ações e vida. hora e local do ataque japonês. mas das ruínas de nossas cidades e monumentos o ódio daqueles realmente responsáveis sempre renascerá contra aqueles os quais devemos agradecer por toda essa situação: o Judaísmo Internacional e seus capangas. guerra tal que foi imposta ao Reich. para conseguir legitimar a guerra. Séculos se passarão. Mas isso não interessava aos SIONISTAS. A última carta de Hitler: Inestimável dar voz às últimas palavras de Adolf Hitler. O governo americano precisava de um excelente argumento para legitimar a guerra. e foi provocada unicamente por. Nestas três décadas. Richard Sorge informou. O Japão estava propenso. que houvesse uma segunda contra seja a Inglaterra ou a America. o amor e lealdade ao meu povo guiaram os meus pensamentos. entregou milhares dos seus à morte pelos japoneses. sustentando que os EUA dó deveriam entrar na Guerra se fossem atacados. Foi através dele que o Kremlin soube que os japoneses. tinham desistido de atacar a URSS e atacariam os EUA. com grande antecedência. o que seria substancial ajuda para a Alemanha. Eles me deram forças para tomar as decisões mais difíceis que jamais um ser mortal teve que encarar. nas fronteiras da Manchúria e Sibéira. Eu fiz muitas ofertas para o limite e controle de armamentos. Se estes entrassem em acordo.Future”. O espião Richard Sorge. Apenas três dias antes do inicio do conflito Alemão-Polonês eu propus uma 110 . “Mais de trinta anos se passaram desde 1914 quando eu fiz a minha primeira e modesta contribuição como soldado voluntário da Primeira Guerra Mundial. O Imperador Hirohito insistiu para que todas as saídas diplomáticas fossem exploradas ao extremo. aliviando a pressão sobre a Alemanha que chegava a Moscou. seria imediato o ataque japonês à URSS. E Moscou. Nestas três décadas a minha força e saúde se esvaíram. Japão e EUA estavam em negociações diplomáticas. o que levaria a URSS a manter ali suas tropas de grande vulto. Não é verdade que eu ou qualquer outra pessoa na Alemanha queria a guerra em 1939. avisou os americanos. Esta era a oportunidade que Roosevelt esperava. O governo fez silêncio. pois a responsabilidade do inicio de tal guerra foi a mim por outros rotulada. em 1941. fato que a posteridade não será sempre covarde em ignorá-lo. forçados pelo impasse diplomático. mantinha Moscou atualizada sobre as ações japonesas.

decidi ficar em Berlim e lá escolher a minha morte voluntária assim que ficar determinado que a posição do Fuhrer e da Chancelaria não podem mais ser mantidas. milhões de homens morrerão em batalha. e centenas de milhares de mulheres e crianças serão queimadas ou bombardeadas até a morte em nossas cidades sem que os verdadeiros culpados sejam responsabilizados. Marinha e Força Aérea para por todos os meios fortalecerem o espírito de resistência nacional socialista de nossos soldados. Eu peço aos lideres do Exercito. e já que nossa resistência está sendo sabotada por criaturas que são tão cegas quanto são de caráter desprezível. Eu. parcialmente porque eles sido influenciados pela propaganda divulgada pelo Judaísmo Internacional. para a distração das massas em histeria. Muitos dos nossos homens e mulheres mais corajosos juraram manter suas vidas unidas a minha até o fim. eu não cairei nas mãos de um inimigo que exige mais um espetáculo. eu não posso abandonar a cidade que é a capital deste Reich. uma semente foi plantada na história alemã que algum dia crescerá para trazer volta um glorioso renascer do movimento Nacional Socialista em uma nação verdadeiramente unida. Eu morro com um coração cheio de alegria sabendo dos imensuráveis feitos cumpridos pelos nossos camponeses e trabalhadores e da contribuição sem igual na História de nossa juventude que leva o meu nome. embora de maneira mais humana. não importa onde. apesar de seus contratempos. então a completa responsabilidade pelo massacre resultante deve ser carregada pelos culpados: os Judeus. prefiro a morte a resignação covarde ou até mesmo a 111 . mas que. E ela somente foi rejeitada porque aqueles no poder na Inglaterra queriam uma guerra. mas sim que cumprissem com a sua parte na luta desta nação. com uma ênfase especial no fato de que eu mesmo.solução para tal problema ao Embaixador Britânico em Berlim – um controle internacional como no caso de Saar. apresentado pelos judeus. Eu não deixei nenhuma pessoa sequer em duvida sobre o fato de que se as pessoas da Europa forem tratadas mais uma vez sequer como meras ações da bolsa nas mãos desses conspiradores internacionais de dinheiro e finanças. Depois de seis anos de guerra que. virá a ser considerada pela História como a manifestação mais heróica e gloriosa da luta de uma nação pela sua existência. eles continuem a lutar contra os inimigos da Nação Pátria. parcialmente por razões econômicas. Já que as nossas forças não são numerosas o suficiente para agüentar os ataques do inimigo. Além disso. Nem eu deixei também alguém em duvida sobre o fato de que desta vez milhões de crianças Européias de descendência Ariana definharão de fome até morrerem. Eu lhes implorei. Esta oferta também não pode ser distorcida com mentiras. conseqüentemente. eu desejo então compartilhar o meu destino com os milhões de outros também se dispuseram a permanecer nesta cidade. Através do sacrifício de nossos soldados e minha própria irmandade com eles até a morte. e finalmente lhes mandei que não fizessem tal coisa. como fundador e criador deste movimento. Eu sou profundamente grato a eles e é evidente em mim que desejo que eles não abandonem esta luta. fiéis aos ideais do grande Clausewitz.

secretamente com o meu inimigo. eu lhes imploro que venham a cumprir com o meu desejo de que coloquem o bem estar da nação acima de seus próprios sentimentos.S.S. Göring e Himmler causaram uma vergonha irreparável a nação por terem negociado.capitulação. Que se torne uma questão de honra para futuros oficiais do exercito alemão. que a rendição de nossos distritos e cidades é fora de questão e que. e Diretor da Policia Alemã: Gauleiter Hanke Comércio: Funk Agricultura: Backe Justiça: Thierack Cultura: Dr Scheel Propaganda: Dr Naumann Finanças: Schwerin-Crossigk Trabalho: Dr Hupfauer Munições: Saur Líder da Frente de Trabalho Alemã e Ministro sem Portfólio: Dr Ley. sua deslealdade para comigo. incluindo Martin Bormann. Doutor Goebbels e outros juntamente com suas esposas se juntaram a mim de sua livre e espontânea vontade. Além de. eles permanecerão tão perto de mim depois de minha morte quanto agora. nomeio os seguintes membros do novo Gabinete: Presidente do Reich: Donitz Chanceler do Reich: Dr Goebbels Ministro do Partido: Bormann Ministro do Exterior: Seyss-Inquart Ministro do Interior: Gauleiter Giesler Ministro da Guerra: Donitz Supremo Comandante do Exercito: Schorner Supremo Comandante da Marinha: Donitz Supremo Comandante da Força Aérea: Greim Reichsfuhrer da S. eu aqui expulso do partido e de todos os seus cargos de estado o Marechal-do-Reich Hermann Goring. como Fuhrer da nação. acima de tudo o mais. e também tentaram tomar controle do Estado ilegalmente. e o Gauleiter Paul Giesler como Ministro do Interior. Através de seu trabalho e leal companhia. nossos comandantes devem até a morte ser um exemplo radiante do que é uma dedicação fiel a sua responsabilidade. e o Ministro do Interior Heinrich Himmler. como assim já o é para a nossa marinha. eu. Embora certo número destes homens. já 112 . Antes de minha morte. e Diretor da Policia Alemã. Aponto como seus sucessores o Gauleiter Karl Hanke como Reichsfuhrer da S. Para que seja possível prover o povo alemão com um governo de homens de honra que haverão de cumprir a tarefa de dar continuidade a guerra através de todos os meios que tenham a disposição. no todo. não tendo estes o desejo de sair da capital sob quaisquer circunstâncias e estando preparados para morrer comigo. sem o meu conhecimento e contra o meu desejo.

mas sim os judeus-Sionistas.” Por que o desrespeito americano com o livre e soberano direito do Brasil de escolher seus parceiros comerciais? Queriam que o Brasil evitasse acordos com 113 .” Berlim. mulheres e soldados da Wehrmacht. para salvar o Bolchevismo do Nazismo (seu inimigo de nascença). E que. eles sempre venham a lembrar que nossa missão. justificar a criação do Estado terrorista de Israel através da mentira do Holocausto. 4 da manhã. Que sejam severos.. colocando assim a honra da nação acima de tudo o que existe na Terra. o Judaísmo Internacional. eu proscrevo ao governo e ao povo para que defendam as leis raciais ao máximo e que resistam sem misericórdia ao veneno de todas as nações. para que assim cada indivíduo não coloque o seu próprio interesse acima do bem comum. 1945. sempre ao seu lado. e que nunca. representa o trabalho de séculos ainda por vir. mas nunca injustos..que tenho a esperança de que meu espírito continuará a viver entre eles. Essas negociações chegaram ao conhecimento do governo americano. A Alemanha firmou como critério geral a troca de mercadorias. 29 de Abril. permitam que o medo comande suas ações. destruir e vingar-se da Alemanha Nazista (o único País da Europa a escapar das garras políticas e econômicas dos judeus. e que por isso crescia e enriquecia absurdamente – era melhor que o mundo não conhecesse esse exemplo). que interpelou nosso embaixador. finalmente. a todos os nacional-socialistas. o diário de Getúlio Vargas registra em 28/11/1934: “A comissão de comércio alemã entrou em ‘démarches’ com nossos peritos. homens. O governo americano resolveu reagir. que permaneçam fiéis e obedientes até a morte ao novo governo e seu presidente. prometendo-nos vantagens especiais. Eu peço a todos os alemães. acima de tudo. etc. Acima de tudo. matar ‘goyns’ (e dessa forma louvar ao Senhor – na religião doente deles). Mas e quanto ao Brasil e a Segunda Guerra Mundial? Confirmando o que muitos afirmam com respeito a um estado de guerra com a Alemanha muito antes de 1939. Nossos peritos esperavam apenas a aprovação do governo brasileiro. Adolf Hitler Testemunhas: Dr Joseph Goebbels Wilhelm Burgdorf Martin Bormann Hans Krebs O que vimos então. a consolidação do estado Nacional Socialista. é que os verdadeiros responsáveis pela Segunda Guerra Mundial não foram os alemães. lucrar com a guerra através da indústria bélica americana. quando chegou a impugnação americana.

Ministro do Exterior da Inglaterra. Tem havido contínuos entendimentos entre Rio e Berlim e entre Rio e Washington. pra nos escorchar. que tinha a petulância e ousadia de legislar em prol do Brasil. John Simon. Duas dificuldades temos a superar: uma resultante da acomodação dos interesses dos dois países – esta já foi solucionada. a segunda resulta das ponderações do governo americano supondo que o acordo teuto-brasileiro. e não da Inglaterra! Em 1 e 2/06/1936: “Um fato de grande importância para a administração nestes dois dias: o convênio comercial com a Alemanha. o que resultava no seguinte: o Brasil vendia algodão para a Alemanha (porque o mercado americano não se interessava pelo produto). Lazzard Brothers..a Alemanha. e comprava com o valor arrecadado produtos nos EUA e não da Alemanha. que costumava honrar seus compromissos. Como a Alemanha só negociava na base de troca.” Em 10/01/1936: “O embaixador inglês apresentou-se no Catete pretendendo ser recebido imediatamente para reclamar contra uma lei votada pela Câmara que.. b) deixava de vender para a Alemanha. porque esta se recusava a pagar em moeda. viola o princípio da liberdade de comércio e da cláusula de nação mais favorecida estipulada no Tratado Comercial Brasil – Estados Unidos. dispusesse do produto. Todos com muita boa vontade. feito em marcos de compensação. que procurasse o ministro do exterior. para se entender com os que lhe faziam a guerra através de embargos? O que mais nos fala Getúlio em seu diário em 30 e 31/07/1933: “Recebi a tarde o Sr. prejudicava os interesses ingleses. Getúlio não titubeou em escolher a alternativa que mais servia ao Brasil. exigia pagamento em dólares ou libras esterlinas. e privava-se dos produtos que necessitava porque não possuía recursos para adquirí-los. naquele momento não podia recebe-lo. mesmo quando pretendem nos explorar. Aumentam as pressões americanas sobre o Brasil. Falou-me da questão do Dr.” O Tratado Comercial Brasil – Estados Unidos colocava este último na posição de nação mais favorecida. Diz em 21/07/1936: 114 . segundo sua opinião. como nação favorecida. o Brasil ficava obrigado a optar por uma destas duas alternativas: a) vendia algodão para a Alemanha e recebia produtos em pagamento. desde que o primeiro.” Causa espanto mas é isto mesmo: os ingleses pretendiam interferir sobre o poder legislativo brasileiro. Respondi que.” Em 28/02/1935: “O ministro Souza Costa (da Fazenda) continua discutindo com os ingleses. Como estes homens defendem os interesses materiais dos seus nacionais.

veio o Major Brasil.) Oswaldo Aranha (embaixador do Brasil nos EUA) telegrafou-me. na Ilha do Governador. o Brasil crescia 18% ao ano! 18% ao ano! Acha o leitor que os americanos permitiriam o surgimento de uma potência na América do Sul para fazer-lhes concorrência? Disse Getúlio no dia 23/01/1937 “O dia foi todo consagrado a uma visita à fábrica de aviões da Marinha. conta- nos: “. o saldo de marcos compensados em seu favor crescia sempre.” E que: “Os militares agradeciam os presentes recebidos dos americanos – caixas de whisky e de cigarros ‘Lucky Strike’ – mas esclareciam que nem presentes nem palavras amáveis podiam substituir o armamento que a Alemanha oferecia ao Brasil. falando sobre indiscrições do Itamarati e sobre o propósito do governo americano de denunciar o tratado de comércio feito conosco. Visitamos as novas construções e as antigas oficinas onde estão sendo feitos 20 aviões-escola tipo alemão..” Diz ainda em 31/03/1938: “Entre os oficiais que recebi para despacho. este saldo chegou a 50 milhões de marcos. os chefes militares brasileiros continuavam a considerar a Alemanha como a melhor fonte de equipamento moderno para o combate.. Foram em minha companhia os governadores de Minas Gerais e da Bahia.. A Alemanha dobrou sua participação na exportação brasileira. o Brasil intervindo no mercado para a compra de marcos de compensação.. trazendo a exposição do Ministro da Guerra com cópias dos contratos de armamentos feitos com a casa Krupp para aparelhamento completo do Exército. venda de 500 mil sacas de café. Assistimos a evolução de um avião desse tipo.” John W. (. e que foi pilotado com raro brilhantismo por um piloto da reserva da Marinha. Welles autor norte-americano de uma biografia sobre Getúlio. retorno em armamentos para o governo federal e polícia dos estados. Embora o Brasil fizesse algumas encomendas de carvão e outros equipamentos. em vista da mudança de política comercial. havendo um engenheiro e vários operários desta nacionalidade ensinando o nosso pessoal. Isto constituiu fato auspicioso. vindo da Alemanha como modelo. necessária não só pela falta de aparelhamento que nos enfraquece. Em maio de 1938. F.” 115 .” A Alemanha era o principal comprador ao algodão brasileiro e o segundo mais importante de cacau e café.“O ministro do exterior (José Carlos de Macedo Soares) continua insistindo pela realização de grandes compras na Alemanha. Antes de entrar na guerra. como pela inquietação e insegurança do momento internacional. O país fará uma grande despesa. aplicando ao Brasil o mesmo tratamento que à Alemanha.

o que traz grandes riscos e prejuízos comerciais incalculáveis. um plano de invasão do Nordeste.. que certamente hão de acontecer.os EUA não haviam entregue o material bélico a que se comprometeram. enquanto os alemães forneciam ao Brasil armamento. Se o Brasil continuasse se armando. Os militares brasileiros eram contrários ao rompimento. Eis o que escreve Dulles: “No Brasil. como foi mostrado em 1993 com a abertura de documentos secretos americanos. era imensa a pressão sobre o Brasil e outros países da América do Sul para que rompessem com os países do Eixo. ensinavam-nos a fabricá-los e instalavam fábricas de armamentos aqui (isso por acaso é atitude de quem pretende prejudicar e/ou invadir o Brasil?).” “A falta de equipamento moderno de artilharia costeira e anti-aérea. E o Nordeste era fundamental para a estratégia militar americana. posteriormente.as Forças Armadas não tinham condições de defender o Brasil. fossem quem fossem. caso o Brasil insistisse em manter sua vantajosa neutralidade. por duas razões: 1. o estado de beligerância. os acordos de Washington foram interpretados como um serviço prestados aos exploradores americanos. Nas duas semanas seguintes foram inúmeras 116 . e atacar o sul da Europa. e serviria.Agora vejamos o acordo militar americano para afastar o Brasil da Alemanha. Tanto que. nossa Marinha de Guerra insuficiente e desaparelhada. E ainda: “Durante o segundo semestre de 1940. Em 1940. sobretudo nos círculos militares”.. os EUA já tinham.” Ou seja. e o pensamento americano de que o Nordeste seria melhor protegido com e estacionamento de forças norte-americanas na região. Os Generais Eurico Gaspar Dutra e Pedro Américo de Góis Monteiro. 2. colocarão nossa Marinha Mercante à mercê de ataques. os americanos prometiam- nos armas. pois Natal ficava a apenas oito horas de vôo da África. cruzadores e peças de artilharia de costa que se esperava receber? Houve um desapontamento geral. Consideramos nosso dever reiterar que as Forças Armadas brasileiras não estão suficientemente preparadas e equipadas para defender o país. as negociações relativas à cooperação militar entre Brasil e Estados Unidos punham constantemente em evidência a insistência com que brasileiros solicitavam armas aos EUA. Onde estavam todos os aviões. E é fácil entender o porquê. prontinho. declaram por escrito ao presidente: “O rompimento das relações diplomáticas significa. como a ponta-de-lança para as forças americanas desembarcarem ao norte daquele continente. mas não as entregavam. teria condições de se defender de seus inimigos. e tentavam subornar nossos militares (isso é atitude de quem pretende ajudar o Brasil ou invadí-lo?).” O Brasil rompe com o Eixo no dia 27/01/1941. Queriam bases deles aqui. imediata e inevitavelmente.

que caiu mais uma mentira da ‘história oficial’: o afundamento ‘covarde’ e ‘traiçoeiro’ de navios brasileiros por alemães. cacau e peles para os EUA. que qualquer país na mesma situação tomaria.” Os alemães mostravam ao Brasil que as garantias americanas não passavam de bravatas. Fosse como fosse. Explica-nos ainda Sérgio de Oliveira: “Como conseqüência do fim da neutralidade. que transportava café. fazendo da neutralidade brasileira uma farsa. Era uma conseqüência natural. Isso porque o alvo americano era o Brasil. O ‘Buarque’. do Lloyd brasileiro. além de não segurar sua dívida sem pagar juros ou parcelas do principal. O rádio anunciou também que os países do Eixo haviam bombardeado depósitos de petróleo na Ilha de Aruba e torpedeado quatro petroleiros americanos próximos ao canal do Panamá. que não cederam à pressão americana.A Inglaterra. congelou 4. continuavam a navegar livremente por águas internacionais sem sofrer qualquer tipo de retaliação comercial ou econômica anunciada pelos EUA.” Curioso é que países como a Argentina e Chile. Desde 1939. leitor. O governo já sabia que isso iria acontecer. em 16/02/1942: “Tive notícias do torpedeamento do navio ‘Buarque’. “Os acordos e decisões políticas do Brasil asseguraram sua cooperação à estratégia de guerra americana. Acontece o inevitável. a Marinha Mercante Brasileira perdeu mais de 1/3 de sua tonelagem bruta. o saldo brasileiro com os EUA e a Inglaterra eram enormes. Esforços em vão. foi afundado pelo submarino alemão U-432. Rompidas as relações do Brasil com o eixo. resultante do rompimento e do abandono do estado de neutralidade. mas não constituíram exibição alguma de altruísmo. pelo código de guerra. Isto 117 . – a continuidade do governo Vargas. os americanos já incluíram os aeroportos brasileiros no nordeste como parte de sua estratégia. começando a confirmar-se o que eu esperava da perturbação do nosso comércio com os EUA e havia ponderado com Sumner Welles quando tratamos do rompimento de relações com os países do Eixo. mesmo antes do rompimento do Brasil com os países do Eixo. E note. a continuidade de Vargas no poder e ataram o Brasil à economia norte-americana pela década que se seguiu. afundando navios americanos em pleno canal do Panamá.7 bilhões de dólares para poder se reerguer. Estas notícias causaram-me penosa impressão. ns costas americanas. A decisão brasileira de ceder as bases nordestinas aos americanos e de romper com o Eixo assegurou – como explica McCann Jr. Teve de alugar 12 de seus navios aos americanos por um dólar cada! Comprometeu-se ainda a utilizar os 21 navios restantes exclusivamente no comércio com os EUA. Com a guerra.as tentativas diplomáticas dos países do Eixo no sentido de que o Brasil voltasse atrás. pois pouco ou nada se importava. o que arruinou o comércio brasileiro com os demais mercados internacionais. 36 navios (73% do Lloyd Brasileiro). Escreveu Getúlio. ambos os governos já vinham. algodão. iniciaram as agressões à frota mercante brasileira. já que sua deposição fazia parte dos planos americanos de invasão do nordeste.

Além disso. Vejamos o relato do Ten Coelho. conselheiro econômico e companheiro de golf de Vargas.. os EUA recompunham continuamente a sua subscrição de dólar papel. o Brasil subscreveu o acordo de criação do Banco Mundial. se tomarmos para cálculo a taxa de 20 % ao ano (cobrada pelos banqueiros internacionais) a ‘mordida’ será de 227 bilhões de dólares!. Como integrante do bloco Aliado. cabe aqui um parênteses sobre o comportamento dos alemães na guerra. o que gerou uma alta inflação e enormes sacrifícios para o povo brasileiro. pois o país possuía grandes saldos congelados (Este valor é corrigido. Não vejo uma tendência dos americanos em ajudar as indústrias do Brasil. filhos do demônio.. cujas conseqüências sócio-econômicas têm sido funestas para o país.elevou os títulos ingleses em mais de 300% no pós-guerra. só pensa em lucros e em explorar matérias primas de tal modo que deixariam o Brasil com crateras no chão e nenhuma indústria. correspondia a 1 bilhão de dólares). com a cota de 25 bilhões de dólares. em situação pior que a dos ‘perdedores’. Sua cria mais estimada. o Brasil foi ‘mordido’ em 24 bilhões de dólares. escreveu uma carta ao presidente: “Há duas correntes de opinião nos EUA: os homens do New Deal talvez desejem genuinamente ajudar o Brasil. a ‘mordida’ será de 120 bilhões de dólares! Entretanto. isto sem considerar os juros. excluído do rol de beneficiários. Desse modo. dentre os ‘vencedores da segunda guerra mundial’. provocando a galopante desvalorização da quota brasileira e dos demais associados do banco mundial em 25 vezes do seu valor real (Está aí o ponto principal a ser revisto pelos responsáveis pelos cálculos e pagamentos da dívida externa brasileira). Muitos desses títulos foram repassados ao Brasil para pagamento da dívida. mas a corrente predominante é a de Wall Street. que serviu no 1° Grupo de Caça da Itália: 118 .” Valentim Bouças. vejamos o depoimento de dois oficiais brasileiros da Força Aérea Brasileira. de dominá-las. cuja pergunta é: quanots dólares por ano nos dará o Brasil? Esta corrente. que foram prisioneiros dos alemães. Na época. Num passe de mágica. o Brasil apareceu. ‘a la Houdinni’. que emitiam a seu bel prazer. cantados em verso e prosa pela imprensa internacional e pelos historiadores oficiais como monstros.. rivalizando com os EUA.. o Brasil teve que emitir moeda nacional para pagar os exportadores. de que não se beneficiou. etc. Se considerarmos os juros à razão de 4% ao ano. Escondem-se sob suas asas para submeter o Brasil e o mundo ao seu domínio! Aliás. Para gerar esses saldos. Cito como exemplo o plano da borracha de Nelson Rockfeller. mesmo em tempo de guerra. mas pelo contrário. Paralelamente à desvalorização da quota dos demais países. A desvalorização feita unilateralmente pelos EUA rompeu a paridade do dólar com o ouro.” O motivo que nos privou de receber as indenizações de pós-guerra e o que gerou o calote que tomamos do Banco Mundial (em prol de salvar a economia americana) momento em que mais precisávamos de dinheiro é um só: não interessava (e ainda hoje não interessa) aos SIONISTAS que o Brasil se desenvolva e torne-se uma potência na América. pois estes são seu grande testa-de-ferro ou pau mandado.. fomos o único país do bloco Aliado a ficar de fora na hora de receber indenizações de guerra.

com o rosto todo vermelho.“Com algumas das cordas do pára-quedas cortadas a minha descida foi acelerada e caí com muita força no telhado de uma casa de dois andares. apontei-a para o chefe e lhe disse que se alguém ali fosse assassinado.”(. Informei que sim e que estaria no comando do Hospital até a chegada ali da primeira unidade aliada. Como dos que iam ficar.. um tenente médico e uma enfermeira vinham ao meu quarto e jogávamos BRIDGE. o enfermeiro e a enfermeira alemães entraram no quarto apavorados é se meteram embaixo da minha cama. largou o telefone com muita raiva. Os cincos alemães me trataram com toda a cortesia. Pouco depois chegaram à casa cinco soldados alemães comandados por um Cabo. com as mãos na cabeça e escoltados por poucos soldados americanos. acompanhado do Tenente e três subalternos. virou-se para mim e disse em um italiano misturado com alemão "Italiano em frente não pum pum. deu três ou quatro tiros em direção aos seus pés. colocando-me no chão da sala. por volta do meio dia comecei a ver grupos de soldados alemães caminhando em sentido contrário. já que a convenção de Genebra mandava deixar o mesmo número de soldados inimigos e eu era o único aliado no hospital.) “Pouco depois ouvi um grande barulho nos corredores do Hospital e de repente a porta se abriu..”(. ao ouvir o barulho da bofetada. pois eles eram uns porcos e não mereciam continuar vivos.. peguei a pistola. Pediram que eu jogasse para eles a minha pistola e encostaram na beira do telhado duas escadas. que iria deixar ali 12 feridos alemães que não tinham condições de serem transportados e que por este motivo eu também ficaria. Disse algumas palavras para os Tenentes e como eles não se moveram.. portando cada um uma metralhadora e informaram que foram eles que haviam atirado em mim e que eu devia ser morto ali mesmo.”(. disse que eles iam matar todos os alemães que estavam no Hospital. Algum tempo depois o capitão voltou ao meu quarto. mas o Cabo estava realmente indignado. em frente corriri. principalmente o Cabo que se dizia muito orgulhoso pois havia sido a sua bateria que derrubara o meu avião.. O chefe dos PARTIZANS. dois enfermeiros e um Piloto Brasileiro.) “Logo depois do jantar o capitão entrou no meu quarto e me informou que ele ia evacuar o Hospital. que de vez em quando dava uns pontapés nos dois enfermeiros. leu alguma coisa em alemão.. Fiquei indignado tentei contornar a situação inventando que o comandante do Hospital havia me dito que antes de partir havia enviado um mensageiro ao encontro dos brasileiros informando que ele iria deixar no hospital doze alemães. passei a mão por baixo do meu travesseiro.Depois que os tenentes sumiram e o Cabo se acalmou ele disse que seu comandante havia mandado que ele me levasse junto com o comboio que iria partir ao anoitecer e que pela manhã me levasse para um determinado hospital. pum pum paisano. O Cabo Shimidt. Os quatros Partizans levaram um susto ao verem que eu estava armado e apontando a arma para o seu chefe. quebrando as duas pernas e os pés. Os italianos tentaram argumentar... qui pum pum brasiliano.) “O Cabo.) “Todas as noites o capitão. com suas camisas pretas. Quando o cabo alemão se afastou para telefonar para o seu comandante a fim de relatar o ocorrido e pedir instruções chegaram à casa dois Tenentes italianos facistas.” (. pum pum tuti. deu voz de posição de sentido.) “Ao longo de todo este dia vi várias unidades americanas passando na Auto-Estrada e. Logo atrás dos dois entraram quatro PARTIZANS armados até os dentes e perguntaram se eu era o oficial brasileiro. que eu suponho ter sido a passagem de comando e me entregou uma pistola. que estava ao telefone. eu era o único oficial ele ia passar a mim o comando do Hospital e deixaria também um enfermeiro e uma enfermeira para cuidar de nós. Algumas vezes passavam 119 . Não vendo outra saída... O chefe Partizan voltou a dizer que todos os alemães eram uns porcos e que eu não podia denunciá-los. tirou a pistola do coldre e foi em direção aos dois Tenentes gritando com eles em alemão. Com bastante dificuldade eles conseguiram me tirar do telhado eles me carregaram em uma maca até uma outra casa. Com os tiros os Tenentes se assustaram e saíram correndo da casa.” (. todos nós morreríamos.

que muito ajudou e a noite seguimos viagem de trem para Alemanha.sentandoapua. o que estávamos vendo não nos comoveu. fazendo-me a seguinte recomendação: . chamaram um enfermeiro que fez um curativo no meu nariz.(.. que quando preenchido. Pela manhã um oficial chegou aonde eu estava e em italiano disse-me . Esta cena se repetiu muitas vezes. sendo imediatamente posto para fora da sala. Como não estava com vontade de falar. Quando chegou a noite. este oficial disse que eu iria para Milão e. como sendo um verdadeiro combatente.. e era um engodo.br). que tinha a janela com grades. entrou um civil italiano que foi tratar do fornecimento de lenha e quando viu em meu uniforme o nome Brasil. Através do padre. pois ao longo de nossa marcha. Mais uma vez. Quando o padre repetia a mesma . da janela alguns partizans. depois de algum tempo na tentativa de diálogo. deu-me um pedaço de pão preto. Minha gratidão a este combatente alemão. que já tinha cinco anos de guerra. nada resultou da insistência do oficial alemão. entrou um alemão que se dirigiu a mim falando um excelente português. o sargento alemão que comandava a guarda. pediu para avisar os outros prisioneiros.”(. A noite. que tinha sido do exército do General Rommel na África e. Depois desta tentativa de interrogatório. fui levado para Piacenza e. nada existia. somente escombros. que tinha machucado no salto de pára-quedas. e havia morado na Bahia durante 16 anos.) “Nesta cidade. posto e número de identificação. Nesta casa permaneci o dia todo recebendo um tratamento indiferente.. levaram-me para outro quarto prisão. queijo e salame.pequenos grupos de alemães sem escolta e duas vezes vi.” (relato completo em http://www. escondidos entre as árvores metralharem soldados destes grupos e vários soldados caírem.”(. Em cima de sua mesa tinha uma fotografia de sua mulher e dois filhos pequenos. nós poderíamos ser agredidos e a guarda não teria meios de nos defender.. eu dizia o meu nome."aqui está muito frio. Como não entendia o que falava em espanhol. ele disse que já conheciam tudo de nossa unidade tais como: nome do comandante. apesar de gostar de um papo. a unidade a que pertencia.) Quando deixamos Bolzano. no prédio que me encontrava em Verona. como fiquei impassível. quantas unidades possuíam no 120 . o interrogador passou a fazer suas perguntas. que não devíamos rir porque. Disse que era capelão. As perguntas feitas pelo padre.com. fez-me recordar dos ensinamentos recebidos e este era um deles. sempre se referiam . então ele me entregou um documento com o símbolo da Cruz Vermelha Internacional. o que estávamos vendo agora era devastador. você vai ficar na minha sala de comando que está aquecida".. Recusei-me a preenche-lo e. fiquei preso num quarto.) “Em Bolzano. pelos militares que transitavam por ali.) “No deslocamento a pé pela cidade de Frankfurt embora já tivéssemos visto muita destruição desde a nossa saída de Bolzano. não me lembro de ter havido alguma reação violenta do alemão. se dirigiu a mim com ameaças. apenas nos deu satisfação. O oficial alemão tentou falar em italiano e um outro alemão em espanhol. porque podes não ter muito em tua viagem até a Alemanha". e cidade. demonstrando que não estava entendendo nada.. e antes de entrarmos na Áustria.) “O oficial interrogador."economiza esta alimentação.. fizeram-me o primeiro interrogatório.. porque quando me encontrava na sua sala.(. Na época. Desejo ressaltar o procedimento deste oficial alemão. Como tínhamos tido aulas dos americanos sobre os procedimentos dos alemães nos interrogatórios. estaria respondendo a muitas informações militares que constavam em forma de perguntas.. a população civil não gostava dos aviadores por causa da destruição que a aviação estava causando e. como no trem embarcariam civis. pude avaliar a eficiência de nossa instrução.. esta conversa do oficial alemão. ou melhor. porque este documento havia sido mostrado nas aulas. começou a falar em inglês e.” (. para que eu preenchesse. falando em italiano comigo. recebemos uma alimentação quente. E agora vamos ao relato do Ten Assis: “Após me revistarem. nos meus quatorze dias neste Centro de Interrogatório.

”(. pois ele pertencia a minha unidade. O Ten.. o que eu sabia de comunismo. lembro-me que sai dai acompanhado por dois civis e voltei para o Centro de Interrogatório e. eu já estava de saco cheio de repetir a mesma coisa. acompanhados por dois soldados alemães. estávamos amontoados em construção de madeira. que somente a RAF usava.. confirmei que o Ten. que diziam os prisioneiros mais experientes. o comandante da barraca.) “Não me recordo se foi no dia seguinte. com perguntas desta natureza.. quando já há muito tempo no Brasil. qual a tática empregada nos ataques. saí da cela e fui para a Gestapo. me mostrou um ticket do cinema Thunderbolt e uma carta do seu pai ou noiva e.) Foram duas noites e três dias de ataque a cidade de Nuremberg. começou a ser atacada pela R. com aparência de velhos. passei a dar nó. Como fiquei calado.... porque depois de dois ou três interrogatórios. não dizia mais meu nome nem posto e nem identificação. sofremos apreensões. disse que o Ten. porque a barraca sacudia com as explosões das bombas. já tendo ido ao interrogatório algumas vezes.)No cordão da botina. Medeiros ainda jovem. todas as vezes que fui revistado. o padre interprete perguntou-me se eu conhecia o Tenente Motta Paes. qual o nome do comandante. mandou abrir as janelas. (.) O interrogatório foi político.. porque somente neste local poderiam ter valor. pela manhã tinha me causado surpresa. Tendo em vista a minha resposta. porque não havia destruição. mas sempre dirigido pelo outro civil alemão.. o padre em português fez um doutrinamento contra o comunismo.) “Na primeira noite neste campo. iluminaram a área com tal intensidade que. A minha permanência nesta sala não foi muito longa. ainda encaixotados em nosso depósito no Rio de Janeiro. Medeiros não havia morrido. Medeiros. quando regressasse ao Brasil. O interrogador me entregou os pertences do Ten. que em poucos anos os aliados estariam em guerra contra o comunismo. tivesse morrido.) “Neste interrogatório. Como o campo ficava próximo a cidade e. poderíamos receber bombas também.O. Instintivamente. (. serem bombas de 6 toneladas. interrogado novamente. seguimos nossa marcha mais vagarosamente. Sem haver pânico entre nós. acredito que em tempo de pegar o almoço. contrastando com o que nos aconteceu. um major americano.)No dia seguinte pela manhã.”(. Posteriormente. o barracão de madeira não vibrava como na noite anterior. quando começaram a chegar em esquadrilhas de três aviões os B-17 americanos. o "Dog Tag". porque a cidade de Nuremberg que.F. o padre lastimou que o Ten. Como eu estava calado. os prisioneiros estropiados em número de vinte. devolveram-me os pertences por causa do documento do interrogador alemão.. porque a vibração poderia quebrar os vidros. mas pela manhã apareceu o padre e me anunciou que eu iria para a Gestapo. Medeiros pertencia a minha unidade. qual minha opinião sobre a Alemanha.. (.. a claridade atingiu o campo de concentração. que passaram a atacar a cidade.(. Como as bombas utilizadas eram de menor poder. mas que não iriam me maltratar e que seria apenas interrogado. fomos descobrir nossos presentes de Natal de 44. Depois de decorrido algum tempo do início do bombardeio. Escoltado por dois soldados.“(. para que fizesse chegar as mãos de seus familiares..T.. para assinalar os meus dias naquele local. Fiquei calado.A. Quando me encontrava pelo oitavo dia e. Para que em minhas andanças pela Alemanha.. O ataque levou mais de duas horas. Medeiros foi abatido na Itália e estes pequenos pertences foram chegar ao Centro de Interrogatório em Frankfurt. já 121 . Realmente. Perguntaram-me se conhecia o Ten. porque a rádio de Milão havia informado que ele estava prisioneiro. qualquer erro no ataque a cidade. caí numa armadilha. como realmente serviram para a minha falha. porque não me recordo de ter comido neste local da Gestapo..) “No dia seguinte. Medeiros. ainda havia incêndios na cidade... é uma demonstração da eficiência de uma organização militar. os incêndios que lavraram na cidade. não me tomassem os pertences entregou- me um documento autorizando-me a permanência dos mesmos comigo. porque o interrogador e o padre já estavam cansados de saber e.”(. se eu achava que a Alemanha iria ganhar a guerra. O oficial interrogador abriu um envelope e.. que foram bastante longas.

Nem promessas nem ameaças devem induzi-lo a tanto. como julgamentos acabados.) “Quando soube que tínhamos estado em Nuremberg.sentandoapua. às artes.. sobrevôo ou tiros. nem sobre condições militares.”(. nem ser ofendidos. Os soldados alemães fizeram-no parar e colocaram nela os prisioneiros em pior situação. Lutar em trajes civis sem a aludida sinalização é proibido. Violação dos princípios citados sob 1 a 8 por parte do inimigo deve ser reportada. que se pode citar como modelos do gênero. Estes serão punidos pelos tribunais.” 122 . Em hipótese alguma poderá informar sobre a tropa a que pertence. nem mesmo o guerrilheiro ou o espião.A CruzVermelha é inviolável. A Gestapo e a Abweher não falhavam nisso e nada poderíamos reclamar em razão da natureza de nosso trabalho. 2 .. Projéteis também não podem ser nela transformados.O combatente deve estar uniformizado ou identificado com sinais especiais visíveis à distância. Quando estávamos em nossa marcha vagarosa.O inimigo que se entrega não pode ser morto.br) Vejamos agora a Cartilha de Bolso do Soldado Alemão: “10 MANDAMENTOS para a conduta em guerra do soldado alemão.” Para concluir. (relato completo em http://www.. 6 . Armas.O soldado alemão luta cavalheirescamente pela vitória do seu povo. ficou muito desolado.Quando um soldado alemão é feito prisioneiro deve responder a perguntas sobre o seu nome e posto. nem por incursão.. Préstimos em serviços ou em espécie por parte da população só podem ser aceitos mediante ordem superior e contra indenização. Monumentos históricos e edificações que se destinam a culto religioso. O soldado não pode saquear nem destruir despropositadamente. 3 . Crueldades e destruições desnecessárias lhe são indignas.A população civil é intocável. 9 . Represálias são permissíveis apenas mediante ordem do superior comando militar.Prisioneiros de guerra não podem sofrer maus tratos. 10 . da rede soviética de informações ‘A Orquestra Vermelha’. Mas a maioria de seus oficiais conduziam seus interrogatórios com perfeita correção e conheço vários exemplo de processos instruídos por seus cuidados.cansados da guerra e bondosos conosco.com. 5 . 7 . planos e anotações lhes devem ser retirados. porque conhecia e gostava muito da cidade.Munição Dum-Dum é proibida. 4 . Enfermeiros e assistentes religiosos não podem ser tolhidos em suas atividades médicas ou espirituais. Inimigos feridos devem receber tratamento humano. nada melhor que o depoimento do espião Leopold Trepper. onde já tinha passado férias (logicamente que antes da guerra)”.Áreas neutras não podem ser envolvidas nas atividades de guerra. prisioneiro da Gestapo: “A regra do jogo exigia que fôssemos fuzilados se fôssemos presos. 8 . à ciência ou à beneficência devem merecer respeito especial. e que a cidade estava arrasada. 1 . Não serão despojados do restante de suas posses.Transgressões às ordens aqui enumeradas são penalizáveis. judeu-polonês-bolchevista. passou uma carroça colonial com um civil alemão dirigindo-a. políticas ou econômicas vigentes no lado alemão.

gerar as condições para a criação do Estado de Israel e é claro. e não foi a Alemanha quem a provocou. e não os alemães. que vitimaram milhões de pessoas. além de espião. Que os verdadeiros causadores da Segunda Guerra Mundial. então. Trezentos guardas da SS foram imediatamente liquidados. São esses mesmos senhores que remeteram o Brasil e o mantém ainda hoje na condição de colônia das potências internacionais usurpando nossas riquezas às custas da miséria e sofrimento de nosso povo. salvar o Comunismo. mui resumidamente..” Bom. mas não foi ‘gaseificado’. Comandante Supremo dos Aliados assinou e entregou o seguinte comunicado: “As tropas norte-americanas libertaram e destruíram o famigerado campo de concentração de Dachau.. 123 .Pode bem ver o leitor a diferença entre o relato dos combatentes brasileiros e do espião judeu- polonês e o que nos mostra a imprensa a mando dos SIONISTAS.000 prisioneiros que ali se achavam estão livres. lucrar muito dinheiro. os SIONISTAS haviam destruído o baluarte que lhes fazia frente.. sempre o fizeram) em favor dos interesses das potências estrangeiras em detrimento dos interesses nacionais. Ao final da guerra. com os objetivos de destruir o Nacional- Socialismo. onde nosso governo é pressionado a agir (e com raríssimas exceções. que se repetem até os dias de hoje. o que vimos. Eisenhower. Cerca de 32. E que a guerra contra a Alemanha começou muito antes de 1939.Note que. Agora vejamos o comportamento dos americanos: A imprensa publicou no dia 30 de abril de 1945 que o Gen. foram os judeus- SIONISTAS. era judeu. com o aval criminoso e covarde de nossos políticos traidores. e se assenhorado da quase totalidade da economia mundial.. é apenas um dos inúmeros casos ao longo da história do Brasil.

os “pobres judeus só morreram porque não tem um lugar deles”. judeu.Desviar a atenção do mundo dos crimes de guerra aliados (bombas atômicas no Japão e o holocausto alemão. Essas histórias ganharam as páginas de todo o mundo. para o horror de toda a civilização.Fornecer subsídio para a invasão da Palestina e criação do Estado terrorista de Israel. projetando um dos maiores poderes militares do mundo. Assim escreveu: 124 . afinal. Nada mais repulsivo que a idéia de extermínio de milhões de pessoas (judeus ou não) da forma sistemática. no seu livro “The High Cost of Vengence”. seja de judeus. editado em Chicago no ano de 1948. descreve o horror com que as autoridades americanas. com uma horrenda reputação em direitos humanos. O que vou provar agora é que toda essa história é pura mentira. Nunca houve execuções em câmaras de gás nos campos de concentração alemães. das câmaras de gás e dos fornos crematórios. como Delegado do Depto.. Freda Utley.. Pinter afirma: “Estive após a guerra durante 17 meses em Dachau.” Uma escritora americana.Também em nenhum outro campo de concentração da Alemanha existiram câmaras de gás.8 – O Holocausto: Judeu ou Alemão? “Holocausto” Judeu Todos sabem as histórias sobre os campos de concentração. . de guerra dos EEUU. em seu candente livro "A Indústria do Holocausto" Vejamos: No “American Mercury” n° 429 de 10/1959. como Estado 'vítima' " .Difamar o único sistema político-econômico que ousou enfrentar o judaísmo internacional . o advogado norte-americano Stefan F. "A falsificação e a exploração do genocídio nazista têm sido usadas para justificar políticas criminosas do Estado de Israel. conforme veremos).O que era mostrado aos visitantes e interessados como uma câmara de gás era um crematório. ao penetrar na Alemanha.denuncia o professor Norman Finkelstein da Universidade de Nova York. comprovaram os terríveis e bárbaros resultados dos BOMBARDEIOS TERRORISTAS. A história do Holocausto foi inventada por quatro razões: .Arrecadar voluptuosas indenizaçõe$$$$$$ para os judeus . filho de sobreviventes do Gueto de Varsóvia e dos campos de concentração nazistas. seja de qualquer outra etnia ou raça. e atesto que não existiu em Dachau nenhuma câmara de gás.

o Dr.000. Kubovy. campos de concentração. AQUELAS ATROCIDADES HAVIAM SIDO INVENTADAS PARA ESCONDER O RESTO. conseguindo provas e depoimentos totalmente insuspeitos. E isso incluía aqueles caminhõezinhos tão mostrados na TV e no cinema! Depois disso. de Paris.” Ora leitor.” O Sr. Himmler. na Polônia. as histórias mudaram. No dia 19 de Agosto de 1960.000 de judeus e tantos outros apenas na base do cochicho? Qual Comandante de Campo da SS se atreveria a proceder tal ato apenas por ordem verbal.. Rassinier: “Em ‘La Terre Retrouvée’. É certo que se conseguiu este intento. em ocasiões. COM O FIM DE ESCONDER TODO O RESTO.“O General Eisenhower organizou imediatamente uma campanha monstruosa sobre os crimes de guerra alemães. Inclusive. de nacionalidade francesa (a França também lutou contra a Alemanha) e comunista. etc. diz ainda o Sr. Na pág. foi obrigado a reconhecer oficialmente que nunca havia existido câmaras de gás em nenhum dos campos de concentração em todo o território do Reich. use o bom senso: será possível o extermínio de 6.Por outro lado. então. recentemente lançado no Brasil Vejamos apenas algumas manchetes: 125 . que era destruída pelos mesmos bombardeios. Paul Rassinier. “El drama de los judios europeos”.. e as execuções por gás aconteciam em Auschwitz. em Munich. autor de diversos livros Revisionistas. Nem um só jornal americano descreveu os horrores dos nossos bombardeios. Diretor do Centro Mundial de Documentação Judia Contemporânea. entre as suas ruínas repletas de cadáveres e no caso geralmente sem comida. conseguiu algo que por si só já merecia uma estátua na Alemanha: entrou com um processo na Justiça e obrigou o governo a reconhecer que não havia câmaras de gás nos campos de concentração dentro da Alemanha. do dia 15 de dezembro de 1960. ficou tão indignado com a história do holocausto que fez o que os alemães deveriam fazer: percorreu os campos e desmascarou as mentiras. Göering.. Graças à sua tenacidade. nem as condições que estavam obrigados a viver os sobreviventes. personalidade judaica e professor da Universidade de Nova York em seu livro "A Indústria do Holocausto". admitiu que NÃO EXISTIA NENHUMA ORDEM DE EXTERMÍNIO DE JUDEUS de Hitler. 37 de seu livro. etc. pare e pense. de Tel-Aviv. afirma Norman Finkelstein. sem nada escrito que lhe dê respaldo? Indenizaçõe$$$$$$$$$$$ "A campanha atual da indústria do Holocausto para extorquir dinheiro em nome das ‘necessitadas vítimas do Holocausto’ rebaixou a estatura moral do martírio dos judeus à de um cassino de Monte Carlo". Heydrich. os norte-americanos foram saciados pelas únicas atrocidades cometidas pelos alemães. prisioneiro de dois campos de concentração alemães (Buchenwald e Dora) da Gestapo na Segunda Guerra. o Instituto de História Contemporânea.

Auschwitz foi ao mesmo tempo e sucessivamente um campo de prisioneiros de guerra.. 31/07/2001 “Escravos do nazismo criticam atraso em compensações” – Reuters de Berlim. 26/07/2001 “Áustria pagará US$ 36 milhões em indenizações a ex-escravos do nazismo. enormes devastações nos campos e na cidade de Auschwitz. Apesar das rigorosas medidas de higiene. assim como entre os próprios médicos alemães e a população civil. 08/03/2001 “Igreja Católica da Alemanha indeniza escravos do Nazismo” . o tifo — uma enfermidade endêmica entre a população judia polonesa e entre os prisioneiros de guerra russos — ocasionou juntamente com as febres palustres e outras epidemias..Reuters de Augsburg. O que realmente sabemos sob Auschwitz? No início de 1940 Auschwitz era apenas uma pequena cidade com aproximadamente treze mil habitantes na Alta Silésia alemã. um vasto campo de trânsito. essas epidemias aliadas. um campo de concentração e um campo de trabalhos forçados e de trabalho livre. Auschwitz converteu-se no centro de um conjunto de quase quarenta campos e sub campos e sede de um extenso complexo agrícola e industrial (minas. petroquímica e fábricas de armas) onde trabalhavam inúmeros prisioneiros — principalmente poloneses e judeus — ao lado de trabalhadores civis. 13/06/2001 Ainda cabe lembrar as indenizações pagas pelo governo alemão que já beira a casa do trilhão de dólares e dos lucros obtidos com cinema. Donde que durante toda a existência do campo. 126 . Porém. no mês de maio desse mesmo ano iniciaram-se em suas cercanias as edificações de um "campo de trânsito" para receber dez mil prisioneiros poloneses. 12/02/2001 “Sobreviventes do Nazismo movem ação contra ferrovia francesa” – Reuters de Nova Iorque.” – Reuters de Viena.“Vítimas do Holocausto recebem indenizações de bancos suíços” – France Presse. Não foi jamais um "campo de extermínio" (expressão inventada pelos Aliados). teatro. Auschwitz O mais famoso campo de concentração alemão agora está sob nossas vistas. Nos anos seguintes. com o agravamento da guerra. da abundância de galpões e edifícios hospitalares dotados muitas vezes dos últimos avanços da ciência médica alemã. 05/03/2001 “IBM é acusada de organizar dados nazistas – Advogados de vítimas do Holocausto pedem indenizações à empresa em tribunal dos EUA” – New York Times. livros. um campo-hospital.

. onde estive em 1985 durante dois dias. da Ilha das Cobras. são. O lema de todos os campos era “Arbeit Macht Frei” (O Trabalho Liberta). melhor construídos e em melhor estado que os pavilhões do Corpo de Fuzileiros Navais. transcorridos mais de 40 anos de sua construção.segundo alguns.. . do Rio de Janeiro. Castan. com cantina para compras. Não quero dizer com isso que os pavilhões dos Fuzileiros Navais fossem maus.. onde ficam 6 a 8 presos numa cela. imensos pátios ajardinados. Editora Revisão. mais resistentes. recebendo pagamento pelos serviços prestados.. ao calor e ao frio. que trabalhavam em algum setor. e até casa de mulheres prostitutas. idênticos aos quartéis. em sua obra “Holocausto Judeu ou Alemão – Nos Bastidores da Mentira do Século”. geralmente fora do campo. como temos aqui no Brasil. às terríveis condições de trabalho naquelas zonas pantanosas.. após a ascensão do Nacional-Socialismo. quero dizer apenas que os pavilhões de Auschwitz ainda são excelentes!” Auschwitz contava ainda com piscina olímpica. de forma bastante desumana. Sua finalidade era a recuperação para a sociedade dos condenados. 127 . enjaulados por grades. 148: Na Alemanha. Os campos sofriam de grande escassez de alimentos e remédios em função dos bombardeios terroristas aliados.as prisões comuns. desde 20 de maio de 1940 até 18 de janeiro de 1945. foram substituídas pelos chamados campos de concentração. pág.anfi-teatro. causaram a morte de aproximadamente cento e cinqüenta mil prisioneiros. que destruíram quase toda a Alemanha! Descreve o Sr. Devo citar que os pavilhões dos campos de concentração de Auschwitz. E. à fome. S. onde servi no período de 1946/48.. com enormes pavilhões dormitórios. dentro de toda uma promiscuidade imaginável.

. ..... hospital.. . 128 ... biblioteca.

a partir daqueles dramáticos fatos se engendraram múltiplos rumores. 129 . o Campo de Concentração de Auschwitz era melhor do que qualquer presídio brasileiro da atualidade! Pergunta: se você fosse construir um campo de extermínio. entre outros... Na verdade. voltado à execução de milhões de pessoas.. Até ao final da guerra e sobretudo nos meios judaicos fora da Polônia. construiria tudo isso? Pra que fornecer isso à quem você pretende matar? Os rumores sobre Auschwitz Entrada do campo de concentração de Auschwitz com a frase ARBEIT MACHT FREI (O trabalho liberta). Como tem sido comum em tempos de guerra e de propaganda bélica. propagou-se que os alemães praticavam o assassinato sistemático de prisioneiros em Auschwitz seguindo ordens de Berlim. e campo de orquestra ao ar livre. Segundo estes rumores os nazistas haviam instalado "fábricas da morte" especificamente para eliminar os judeus.

. Por isso. porém unicamente para apresentar através da boca de um prisioneiro — e somente um — as seguintes palavras: "Os hitleristas assassinavam por meio de gás as crianças." O Pravda ainda acrescentava que o número de mortos se contava "aos milhares" e não aos milhões. queimavam-nos vivos em fossas. assegurava que a principal forma utilizada pelos alemães para exterminar suas vítimas era.. e por algum tempo os russos não convidaram nenhuma comissão Aliada para constatar in loco a verdadeira situação em Auschwitz. Em todos estes rumores descobrem-se determinados mitos da Primeira Guerra Mundial. Finalmente em 1º de fevereiro. Por sua organização e instalações sanitárias — tremendamente modernas aos olhos dos soviéticos — aquele campo era exatamente o oposto de um "campo de extermínio". Pravda. os doentes e os homens e mulheres inaptos para o trabalho. No campo havia doze destes fornos. o Pravda rompeu o silêncio. incineravam os cadáveres em fornos especiais. ou nos crematórios. ou ainda. ou nos altos fornos. e em seus filmes somente se permitiam mostrar pessoas mortas e moribundas que os alemães na retirada haviam deixado para trás. o principal repórter oficial do jornal. O embaraço dos "libertadores" soviéticos Os soviéticos ocuparam Auschwitz a 27 de janeiro de 1945. guardou silêncio sobre o assunto. os cadáveres caíam sobre uma esteira rolante movida por uma polia e avançavam assim para um alto-forno". durante vários dias o jornal oficial comunista soviético. A propaganda soviética estava desconcertada. O que encontraram era tão contrário ao difundido pela propaganda que se pode afirmar que ficaram boquiabertos. como o demonstram 130 . o judeu Boris Palevoï. a eletricidade: "(Utilizavam) corrente elétrica onde centenas de pessoas eram mortas simultaneamente por uma descarga. gaseavam os judeus em matadouros químicos chamados de "câmaras de gás". No dia seguinte. antes de os queimarem.dissecavam vivos os prisioneiros (vivissecção). Mas haviam deixado também.

com o selo da Presidência dos Estados Unidos. se refugiaram na Eslováquia. Logo em seguida. com a retirada das placas do monumento em Auschwitz que ostentavam aquele absurdo número de "gaseados". a propaganda judaica veio em socorro dos soviéticos.1967) Secretário do Tesouro Americano que se tornara célebre pelo "Plano Morgenthau". dois judeus evadidos de Auschwitz no mês de abril. Essa "verdade" oficial caiu por terra em 1990. (1891 . O War Refugee Board era um organismo criado por Henry Morgenthau Jr. A propaganda judaica em fins de 1945 Durante o verão de 1944. os alemães haviam assassinado em Auschwitz mais de quatro milhões de pessoas. na qual descreviam aqueles campos como "campos de extermínio". a maioria das quais teria sido gaseada com um inseticida chamado Zyklon-B. o qual. Tanto este como o informe russo sobre o massacre de Katyn foram considerados documentos "de valor autêntico" e portanto. mais conhecido pelo nome de Rudolf Vrba e que ainda vive no Canadá. Nele os soviéticos se inspiraram para redigir o documento URSS-008 de 6 de maio de 1945. Segundo o citado informe russo. teria culminado com o aniquilamento físico de milhões de alemães depois da guerra.as notícias da época. O mais famoso destes judeus era Walter Rosenberg. Suíça e finalmente chegou aos Estados Unidos onde tomou a forma de um relato datilografado publicado pelo War Refugee Board em novembro de 1944. Seu relato altamente fantasioso foi divulgado pelos meios judaicos da Hungria. Este informe serviu de matriz para a "verdade" oficial a respeito de Auschwitz. Aí com a ajuda de seus correligionários começaram a preparar uma história sobre os campos de Auschwitz. indiscutíveis no Processo de Nuremberg. assim como os adultos que gozavam de plena saúde. as crianças bem alimentadas e saudáveis. A confissão de Rudolf Höss Em 15 de abril de 1945 um dos três comandantes que dirigiam Auschwitz. Rudolf Höss (não confundir com Rudolf Hess) "confessou" sob juramento ante 131 . Birkenau (campo anexo a Auschwitz) e Majdanek. se houvesse sido aplicado por Roosevelt e Truman.

Posteriormente foi entregue aos poloneses. Feito isso. 132 . ainda continua sendo divulgado.5 milhão de vítimas.000. quanto à "materialidade" dos fatos extraordinários que revelava. de 4 milhões para 1. o que elevava a cifra para três milhões de mortos somente nesse período. Em nenhum momento Höss foi interrogado pela acusação ou pela defesa. em 16 de abril de 1947. de 20 de maio de 1940 a 1º de dezembro de 1943.5 milhões devido a uma superestimativa dos soviéticos ao libertar o campo em 1945: E aqui a troca da placa de Auschwitz.. ou seja.000. no mínimo dois milhões e quinhentos mil prisioneiros em Auschwitz haviam sido executados com gás e que pelo menos outros quinhentos mil teriam sucumbido por fome e enfermidades. que na época em que dirigia o campo. Curiosamente tivemos que esperar até 1958 para ter acesso — parcial — a essa "confissão" conhecida pelo grande público com o título de Commandant a Auschwitz..seus juízes e ante jornalistas de todo o mundo. foi enforcado em Auschwitz. A incerteza numérica Aqui uma discreta reportagem de jornal informando que uma comissão do governo polonês decidira diminuir o número de mortos em Auschwitz de 4 milhões para 1. Sob a vigilância (e massagem) de seus carcereiros comunistas redigiu a lápis uma "confissão" final. Engraçado que o total de 6. mesmo após essa redução oficial.

468 133 .Abaixo documento da Cruz Vermelha conseguido com enorme esforço pelos revisionistas com o número real de mortos em Auschwitz: 373.

Auschwitz Reparem no bom estado dos prisioneiros. 134 .Soldado Americano distribiu cigarros aos prisioneiros de Dachau.

135 .

Onde estão os seis milhões? Vejamos este trecho do relatório oficial da Cruz Vermelha Internacional: “. raciais ou religiosas mortas em prisões e campos de concentração da Alemanha de 1939 a 1945. baixo número de vítimas devido à perseguições políticas..” 136 ....

Em entrevista no programa da Sílvia Popovick. e um assunto como aquele. pois a mais elementar pesquisa seria suficiente para revelar a impostura. Germaine Tillion..org/jhr/v03/v03p147_Faurisson.. Ele diz. mês após mês. analisou a mentira gratuita no que diz respeito aos campos de concentração alemães. Vejamos um trecho de seu livro: “Mais tarde. o chão nunca parava de tremer. não só a ladina fabricação dos diários. nós conhecemos outros – deportados autênticos – cujas mentes doentes esforçaram-se ao máximo para ultrapassar as monstruosidades que eles viram. e mais ou menos compilações oficiais para serem usadas. muito mais numerosas que geralmente podemos supor. DEVE TER HAVIDO EDITORES A IMPRIMIREM ALGUMAS DESSAS COISAS IMAGINADAS. um campo de concentração mundial – bem concebido. As “Testemunhas Oculares” Bem-Abrahan O Sr. perante muitos olhos de deportados! Não mais que isso! Atualmente. não existe um só historiador que acredite que os judeus eram queimados vivos. ele não menciona em parte alguma as câmaras de gás. mas os editores e os compiladores são absolutamente indesculpáveis. gêisers de sangue esguichavam de lá. duas semanas e meia. atirando-os vivos para as chamas incandescentes. por exemplo. mostra-se digno de pouco crédito. realmente.. Ela escreveu: Aquelas pessoas (que mentiram gratuitamente) são. aprendi com uma testemunha que. Nós conhecemos muitas pessoas com a mente afetada. para dizer.ihr.. responde sem pestanejar: “Em Auschwitz estive por pouco tempo.” Em 1945 uma pesquisadora francesa.” Elie Wiesel Num livro autobiográfico que supostamente descreve as suas experiências em Auschwitz e Buchenwald. para estimular a imaginação sado-masoquista – oferece-lhes um excepcional campo de ação. que os alemães executaram judeus.html). mas também desmascarou o escandaloso negócio em 137 . afirma: “Em Auschwitz? Em Auschwitz permaneci cinco anos e meio!” Já em entrevistado por Tânia Carvalho em Porto Alegre. e que de tempo em tempo. que exploraram uma imaginária deportação.. ou o que aquelas pessoas disseram que lhes aconteceu. Bem-Abrahan.” O Diário de Anne Frank: outra fraude Robert Faurisson denunciou a impostura do “Diário de Anne Frank” e demonstrou através de exaustivas investigações e perícias (http://www.. mas… com fogo. metade impostora e metade louca.

Na ocasião... 138 . o “ghost-writer”. os editores.000.. moveu contra Otto Frank uma ação por falta de pagamento. Há muitas histórias sobre como teria surgido o famigerado “Diário de Anne Frank” – cada uma contraditando e desqualificando a anterior – e apesar do grande desempenho dessas organizações judaicas.que se transformou mais essa falsificação histórica. está repleta de desentendimentos e demandas entre o pai. encontrou-o novamente. que se apresenta como o verdadeiro autor do “diário”.. Segundo o obscuro enredo da lenda. De outra feita também o tinham achado no telhado. foi visitar o apartamento sem saber que a vizinha tinha encontrado o “diário”. e tudo desmoronou quando grafologistas e peritos do Tribunal. Mas sorte mesmo teve o pai de Annelise. aponta apenas alguns aspectos deste relatório. “Quanto mais eu soluço. quanto mais eu ganho. E foi esse o teor do confuso testemunho que Otto Frank apresentou no Tribunal onde foi julgado o processo que lhe moveu o roteirista judeu Meyer Levin. os “originais” teriam sido encontrados num desvão por trás da parede falsa do apartamento onde a família Frank se escondera. logo filmada em preto e branco.. desta vez no meio de outros papéis no chão do aposento. ao contrário. especialistas do “American Council Letter” atestaram que o diário não poderia ser obra de um adolescente. Castan. A triste história do “diário” e suas inúmeras edições e reedições. O “ghost-writer” Meyer Levin ganhou a ação e o banqueiro Otto foi condenado pela Suprema corte dos EUA a lhe pagar uma indenização de US$50. um grosso volume de capa dura. o compilador.00. Para sustentar e reforçar a história do Holoconto e do “diário”. a fraude é evidente. mais eu soluço. onde os crédulos turistas são levados a assistir à encenação do infindável e lucrativo sofrimento judeu. Mais sorte teve a vizinha que o encontrou logo em seguida. que só foi inventada vários anos depois da morte da menina. E.. os descuidados agentes da Gestapo que reviraram e esquadrinharam o apartamento não viram o diário. sempre espantosamente “melhoradas” e “atualizadas”. Numa dessas histórias.. Cabe a você adquirir um conhecimento mais completo lendo “Acabou o gás – o fim de um mito”. após a guerra... nunca lograram fabricar nada de realmente convincente. além de apontarem as escandalosas inconsistências de estilo e grafia (mais de sete tipos de letras diferentes). o banquiro Otto Frank: quando voltou de Auschwitz. inauguraram em Amsterdã o Museu Anne Frank. Em 1959 o escritor Meyer Levin. de S. ainda encontraram várias passagens do “diário”escritas com caneta esferográfica. – Robert Faurisson sobre a ganância e o cinismo do Congresso Mundial Judaico O Relatório Leuchter Este texto de maneira nenhuma tem a pretensão de esgotar o assunto.. mais eu ganho. e só a boa fé ou a credulidade das pessoas anda lhe dá algum alento. todos de olho no filão interminável que representa a posse dos direitos autorais. o tio.

Zündel em 20 e 21 de abril de 1988. Na véspera. Este declarou que os resultados foram obtidos com exames das paredes. Massachusetts. solicitou ao Sr. O sr. (tijolos e argamassa) que foi enviada para os EUA para análise química. Partiu então o sr. e especializado me projetos e construção de equipamentos usados nas prisões de todos os EUA. em Birkenau.Um estudo de antecedentes gerais de material disponível. Sua metodologia foi a seguinte: 1. Um de seus projetos principais foi uma câmara de gás na Penitenciária do Estado de Missouri. 6. que incluíam a tomada de dados físicos (medidas e informações sobre a construção) e uma retirada de considerável quantidade de material-amostra físico.Uso de HCN e Zyklon B como fumigantes 139 . Ph.editora Revisão. pisos e tetos e demais superfícies dentro das alegadas câmaras de gás. em Jefferson City. O relatório também destacou a fragilidade da construção das aberturas e portas que davam para a câmara e a falta da mancha azul de Prússia nas paredes. Bill Armontrout explicou o processo e o funcionamento de uma câmara de gás de cianureto.O exame das análises químicas dos materiais colhidos in loco. Leuchter e sua equipe no dia 25 de fefereiro de 1988. Castan). 7. 2. Massachusetts. equivalia ao problema da quadratura do círculo. então defendendo-se em seu julgamento. Estes exames revelaram ou nenhum ou baixíssimos índices de cianureto. in loco.d. S. Ernest Zündel. diretor dos Laboratórios Analíticos Alpha. Vejamos algumas partes interessantes: . Demonstrou o quanto é difícil executar UMA ÚNICA pessoa deste modo. (Universidade Cornell). das instalações em questão. movido pelos sionistas por causa de seu livro revisionista (tal qual aqui no Brasil com o sr. E. Leuchter que fizesse um laudo técnico sobre as supostas câmaras de gás em Auschwitz. requisitos de projeto. 5. em Ashland. à exceção da sala de despiolhamento n° 1.Conclusões baseadas nas provas adquiridas.Uma análise da informação adquirida e comparação com projetos conhecidos e comprovados. veio o Dr.Uma compilação dos dados adquiridos. o diretor da Penitenciária de Missouri. Tem em e-book. Fred A. 4.Um exame dos dados logísticos registrados e visuais (in loco). Leuchter Junior é um engenheiro que reside em Boston. O sr. 3. Leuchter prestou seu depoimento no julgamento do Sr.Uma inspeção e exame forense. fabricação e operação de câmaras de gás e crematórios existentes realmente. Seu relatório de 192 páginas era claríssimo: Eram muitas as provas que não houveram execuções em massa por câmaras de gás nestes campos. Birkenau e Majdanek. Após. retornando 8 dias depois. A diferença entre esta sala e as alegadas câmaras de gás eram astronômicas. Este livro é a fonte destes dados. que a alegada execução de milhares de pessoas pelos alemães utilizando o gás Zyklon-B. James Roth.

Esse gás também requer uma pressurização da câmara em 2. segundo.CO e CO2 Ademais. tornar impermeáveis as superfícies porosas expostas. edifícios e em câmaras e edificações especialmente projetadas. de ratos e piolhos. Uma roupa química completa deve ser usada para impedir a contaminação epidérmica. e. Isto requer ventiladores de exaustão e uma torre/chaminé de no mínimo 13m de altura. A expressão ‘selar’ tem dois sentidos: primeiro evitar a evasão do gás. Esse procedimento tem sido empregado para controle de insetos e pragas nos navios. existem as alegações de uso de CO ou CO2 nas execuções. Ocorre que os motores diesel emitem baixa taxa de gás carbônico. O Zyklon-B não é indicado para câmaras de gás. Guerra Mundial com DDT pelos EUA e seus aliados. dependendo da localização e volume.O gás de cianureto de hidrogênio (HCN ou ácido hidrocianídrico) tem sido empregado como fumigante desde a primeira guerra mundial. ainda mais se o edifício não tiver janelas nem exaustores. O Zykoln-B foi um preparado comercial contendo HCN. A área fumigada deve ser em seguida examinada quimicamente quanto à presença de gás antes que alguém entre nela. neoprene ou teflon. O CO2 é ainda mais fraco. contra pestes e tifo. Após a fumigação a ventilação da área deve levar um mínimo de 10 horas. O CO é uma gás de execução fraco. Em segundo lugar. . a instalação deve ter um gerador de gás ou sistema de distribuição que force o ar aquecido sobre o Zyklon-B. Nas janelas deve-se usar selador de neoprene ou alcatrão.Critérios para projetos de instalações Em primeiro lugar. Claro que isto representa um problema proporcional ao tamanho da área: quanto maior esta. a câmara deve ser um vaso soldado e testado quanto à pressão. Tais gases seriam produzidos por um motor diesel. O projeto especial e as considerações de emprego têm que ser assegurados para garantir a segurança de quem os usa (técnicos). supostamente. 140 . As portas devem ser gachetadas com asbestos. Foi usado justamente com vapor e ar quente durante a Seg. . pintada com tinta neutra (epoxy) ou revestida de aço inoxidável ou plástico (PVC). Em terceiro lugar a instalação deve ter meios para evacuar a mistura venenosa gás/ar. mais e maiores ventiladores serão necessários. Nos EUA nenhum sistema usa ou jamais uso esse gás.5 atmosferas. por causa do tempo que o gás requer para ser retirado do portador inerte. o que faria necessário uma pressurização ainda maior. leva 30 minutos ou mais para causar a morte. ou seja.

exceto uma instalação que não mais existe. as retortas não consumirão o material colocado em seu interior. algumas com insufladores de ar. dispnéia. que inclui cilindro de ar. ataxia. a porta da câmara de gás de uma penitenciária americana. enfraquecimento. respiração rápida.A temperatura nas paredes deve ser 10° superior à temperatura de fervura do HCN (27. Nenhuma dispunha de pós-queimadores e eram todas de coque. . para evitar a condensação deste. queimavam a 1600°C. inconsciência. queda da pressão sangüínea. de tijolos vermelhos e argamassa.5°C). dor de cabeça. À direita. coma. para exterminar apenas um prisioneiro por vez. Todas as fornalhas tinham retortas múltiplas. visão turva. tremores. sintomas de asfixia. convulsões. irritação nos olhos. variando com a concentração: irritação de pele e coceira. perturbação do metabolismo oxidante. náuseas inespecíficas. se este não estiver com a devida roupa completa de proteção. em Majdanek. vômitos. Ambas das décadas de 30/40 Efeitos do HCN. Os alemães. O simples manejo de cadáveres mortos por este produto pode trazer qualquer dos sintomas acima ao manuseador. morte. À esquerda a porta da “câmara de gás” de Auschwitz. tontura. forrados com tijolos refratários. Os crematórios modernos queimam a 2000°C. embora nenhuma com combustão direta. pois a alimentação era manual e a temperatura 141 .Crematórios Os empregados nas instalações alemãs eram do tipo antigo. e de maneira disforme. danos permanentes aos olhos. Nenhuma das retortas inspecionadas e examinadas em todas as localizações fora projetada para a incineração múltipla de cadáveres. Devemos reparar que a menos que sejam especificadamente projetada para mais elevada taxa de calor que reduz a ossos.

dentro do estúdio da TV de Köln (Colônia). Os jornais. A prisão deste ilustre especialista aconteceu momentos antes de sua esperada participação num dos mais populares programas de TV alemã.440.000. usados ou seriamente levados em conta para funcionar como câmaras de gás para execução. Birkenau e Majdanek. Não houve câmaras de gás para execução em qualquer destes locais. 142 . Leuchter Jr.Os números Ainda que fosse verdade as execuções por gás.650. Nos crematório cremariam-se no máximo 286 pessoas/semana (na teoria) e 125 pessoas por semana (na prática). os números da história oficial são totalmente inconsistentes. Fred Leuchter havia sido preso sim. uma investigação independente e pericial no campo de concentração de Auschwitz. Massachusetts. Preparado neste dia 5 de abril de 1988. que possui uma audiência média de 7. teríamos um máximo de 24. Fred A.000 tem uma grande distância! CONCLUSÂO DO RELATÓRIO "Após passar em revista todo o material e inspecionar todos os locais em Auschwitz. na qual provava a impossibilidade de execuções por câmaras de gás e a inexistências de tais câmaras neste campo de concentração. e sim. numa ação que envolveu nada menos que 20 policiais armados. disseram que ele havia sido preso ao desembarcar na Alemanha. Criador do Relatório Leuchter. no dia 28/10/93." A Prisão de Fred Leuchter Em 1993. Fred Leuchter Associates Ass. Fred Leuchter. mas não no aeroporto ao desembarcar conforme falsamente informado. conduzido pela famosa apresentadora Margarethe Schreinemacker. de 24. A mais completa opinião do autor é a de que as alegadas câmaras de gás nos locais inspecionados não poderiam ter sido então.oscilava. o engenheiro norte-americano especialista na fabricação de câmaras de gás e outros sistemas para a execução de criminosos nos EUA foi preso. 52 semanas em um anos. este autor verifica que as provas são esmagadoras. 94 por semana. . os poucos que comentaram a prisão de Fred. Os cálculos do relatório: Nas instalações indicadas se conseguiriam no máximo 94 execuções por semana.000 espectadores.440 para 6. Ainda que fosse verdade. em Malden. 5 anos de funcionamento. nem poderiam ser agora.

da Revisão Editora).. eram ainda maiores. Piper demonstrou. pessoalmente.com/videoplay?docid=-441640420550012012 143 . estava correta: O mundo sionista no exterior não ficaria contente. a não-utilização de Zyklon-B nas alegadas “câmaras de gás” – Veja o livro Acabou o Gás. feitas pelos soviéticos. em mais de 48 anos. Fransizek Piper. seus sentimentos de indignação. são corretas! (Leuchter provou. O chefe da operação policial “justificou” a ação. Após as explicações de que as “mortíferas câmaras de gás” foram construções de pós- guerra. a veracidade ou não dos fatos apresentados até então. frente à câmera.. Ele descreve outras “provas” da chamada “solução final” que foram fabricadas.google. Esta desculpa. fato que fazia prever uma audiência bem maior. detalhes de como as “câmaras de gás” foram fabricadas: paredes foram removidas (a câmara mostra as marcas no chão e complementa com a planta original). o Dr.Leuchter havia sido convidado e sua participação vinha sendo anunciada.com/videoplay?docid=976870941610001004 http://video. ao povo alemão. feitas à sua revelia. e que iam ser apresentadas pela primeira vez. o jovem David Cole acreditava realmente na lenda do “Holocausto”. fonte: http://verdade1945. o Relatório Leuchter. Em compensação haveria milhões de alemães que se sentiriam aliviados da terrível culpa coletiva falsamente jogada sobre seus ombros pelos deformadores da história. Como judeu. Os depoimentos e as imagens captados por este jovem à procura da verdade.blogspot. aberturas foram feitas no forro e chaminés foram instaladas no teto para que o gás Zykon-B fosse lançado para dentro. apesar de totalmente esfarrapada. revelaram-se um dos mais importantes documentos da história atual: a coroação do trabalho de pesquisas que sendo realizado por inúmeros historiadores revisionistas em todo o mundo. Piper vai além. Evidentemente que a pessoa mais importante das que foram entrevistadas por Cole foi o próprio diretor do Museu de Auschwitz. Mas o Dr. tudo para que o prédio pudesse ser mostrado aos turistas do mundo como prova do “Holocausto”. evidentemente. pelas revelações de um expert do assunto.com/ David Cole: um judeu que foi atrás da verdade Como milhões de outros americanos. para verificar. Ele comprova o uso do Zyklon-B unicamente no despiolhamento das roupas dos internos e – como judeu. Cole ficou tomado de espanto e totalmente confuso. Ao ler. dizendo que o aparecimento de Leuchter na TV prejudicaria a imagem da Alemanha no exterior. falando francamente a outro judeu – concorda que as descobertas e provas do expert Fred Leuchter. Tomou então sua câmera de vídeo e rumou para Auschwitz. Assita a gravação de David Cole: http://video. porém.google. através de testes científicos feitos em laboratórios.

sem saber que acusações pesavam sobre ele. J. afirmam que a defesa dos réus era exercida com desvantagens de proporções monumentais. na verdade a única que movia o Tribunal. Diversas fontes.leeb) Então. (“O julgamento de Nuremberg”. Eugene Davidson). o Prof. deixa escapar a verdade sobre o julgamento: “Estamos aqui tratando com os principais criminosos de guerra. passou seis meses na mesma cela de seu cliente.. pelo menos 50 mil alemães. Sobre este Tribunal. que já foram antecipadamente condenados e cujas condenações já foram anunciadas pelas declarações da Criméia. só para que o leitor tenha uma leve noção do que digo. leitor. defensor de Neurath. preso. era que os nazistas haviam perseguido o movimento político judeu.. a tudo escrevem: “Os documentos existentes constituem a matéria-prima para a obra de acusação. em sua disciplina que é característica. Metzger. A acusação mais grave.” E olha que até mesmo o Acusador-Geral dos EUA confirma que os alemães. contra o único movimento político e ideológico que o desafiou nos últimos séculos. para o judaísmo internacional.O Tribunal (Linchamento) de Nuremberg Foi neste Tribunal que se condenou os alemães pelo Holocausto. Em Teerã. o Acusador Soviético Nikitchenko. pg 67. obviamente. Não há uma só linha em um só documento que prove a ordem de execução ou que o fato tenha ocorrido! Salvador Borrego diz em sua obra “Derrota Mundial”. pg 70/71). Todos os alemães julgados foram condenados única e exclusivamente por provas testemunhais. Um dos advogados de defesa. J. 144 . pg 20/21.” (‘O julgamento de Nuremberg’. Stalin sugere que se enforcassem. Teerã e Moscou pelos chefes de governos. A ata de acusação não contém um único ponto que não possa ser provado por documentos. após julgamento sumário.” (‘A Alemanha no banco dos réus’. de haverem invadido vários países e de haverem enchido a educação da juventude com ideais nacionalistas (pois é leitor. Os alemães foram sempre muito exatos e meticulosos em suas anotações e os acusados não são uma exceção nessa paixão realmente teutônica da meticulosidade de transcrever tudo no papel. págs. por que não há documentos escritos que provem o holocausto? Por que só há provas testemunhais? Em entrevista coletiva concedida a imprensa internacional. cabe salientar alguns fatos. 664/665: “Nuremberg foi simbolicamente a vingança do poder secreto israelita. A todos os réus se acusou de haverem propiciado o rearmamento da Alemanha. nacionalismo é crime). ato ao qual foi dado o nome sugestivo de “Crime contra a Humanidade”. como as já citadas e Leo Kahn. Heydecker e Johannes . com a aprovação de Roosevelt e pálida discordância de Churchill.

senão cairia perante o mundo a mentira do holocausto. que nunca é mostrada.” Ou seja.” Curioso também sobre o holocausto é o fato de que a ‘história oficial’ e a ‘verdade conivente’ dizem ser de 4 milhões o número de judeus mortos em Auschwitz.. o Tribunal só aceitou as provas que lhe eram convenientes! Salvador Borrego.A Alemanha Nacional-Socialista e a Itália Fascista tem instalações que lhes permitem.” 145 . letra ‘d’. o discurso deve ser encarado como uma resposta às permanentes instigações de guerra e extermínio da Alemanha por parte do Sionismo. caso necessário. o teatro. como os filmes. Porém se este povo conseguir novamente que uma massa de milhões de povos entrem numa luta totalmente sem sentido e que só atende aos interesses judaicos. comentando posteriormente a respeito. aí aparecerá o efeito do esclarecimento.Uma grande parte desses novos americanos (judeus) cruzaram o Atlântico durante a guerra. explica: “Foram tantas as irregularidades do Tribunal Internacional que o Juiz norte-americano Carlos F.. “Pois a falta de reação propagandística dos povos não-judaicos está no fim. A defesa somente teve acesso aos documentos que os fiscais consideravam convenientes. dos Estatutos do Tribunal de Nuremberg afirma que: “O Tribunal perguntará à acusação e à defesa sobre as provas que desejam apresentar ao Tribunal. incluindo o rol de testemunhas. não por sentir amor à América. arquivos secretos soviéticos liberados por Mikhail Gorbatchev dão conta que morreram em Auschwitz 74 mil prisioneiros. de dentro e fora da Europa conseguir colocar novamente os povos numa guerra mundial. e decidirá sobre a conveniência de sua apresentação. o artigo 24. Vejamos: “Se o judaísmo financeiro internacional. obviamente. foram sonegados pela imprensa internacional. mas porque temiam Hitler.Por ex. mas a destruição de raça judaica na Europa. Porém. intérpretes e investigadores eram indivíduos que haviam adquirido a nacionalidade norte-americana há pouco tempo e que estavam embebidos dos ódio e pré-julgamento europeus. etc. sob a proteção de uma imprensa que se encontra em suas mãos. Esses dados. No momento o judaísmo está espalhando sua instigação em determinados países. o resultado não será a bolchevização da terra e com isso a vitória do judaísmo. esclarecer o mundo sobre o caso de uma pergunta que muitos povos instintivamente sabem mas que na prática desconhecem. declarou que ‘advogados. Uma das “provas” apresentadas do holocausto é um trecho do discurso que Hitler proferiu em 30/01/1939. a literatura. burocratas.” Ao contrário do que é difundido pela maioria absoluta dos livros. que já em poucos anos se conseguiu na Alemanha com referência ao judaísmo. Isso também prova que Hitler não queria essa guerra. a propaganda de rádio. Vejamos agora a continuação do discurso. Em “Derrorta Mundial”. da Suprema Corte da Justiça de Iowa.. Wennerstrum. que interpretam este discurso como aprova de extermínio.

dos constantes riscos de prisão dos advogados de defesa. porque a necessidade de se fabricar provas? Veja na sequência uma foto de Hitler e o Mal. como tinha conseguido na Alemanha do sionismo internacional.Sua ameaça é. mas nunca de extermínio! Foi um tribunal eivado de monstruosidades jurídicas. de desligamento político-econômico. Göering alegrando-se com a fácil vitória sobre a França: Agora vejam a montagem feita pelos aliados: 146 . de cerceamento à liberdade de utilização de provas. que condenou à morte os ‘criminosos de guerra alemães’ e criou o mito do holocausto. Fotos Falsificadas Se o holocausto fosse verdade. pois. de tortura dos acusados e do ‘veredicto’ decidido antes do julgamento. de discriminações impostas à defesa. de ameaças às testemunhas ‘inconvenientes’.

Agora outra: Reparem que são os mesmos “modelos-vítimas” nas duas foto-montagens. 147 .

o que autoridades da Bavária sempre impedem O testamento de Reinhold Elstner Alemães na Alemanha. Suíça. e em qualquer outro lugar do mundo: por favor ACORDEM !! 50 anos de difamação sem fim. Doze horas depois em 26 de Abril. Áustria. Quase todos os anos. O local possuía um memorial feito por Paul Ludwig Troost em homenagem aos homens que faleceram no putsch .Reinhold Elstner Reinhold Elstner foi um ex militar alemão que se AUTO-IMOLOU em nome da verdade num último ato de guerra contra as forças que intentam conduzir o rebanho humano e moldar a mentalidade dos homens. grupos nacionalistas tentam prestar homenagem à Elstner próximo ao local de sua morte. mentiras horriveis e a demonização de todo um povo são suficiente 148 . Numa carta de adeus ele escreveu: “Com meus 75 anos.e em frente à ele ocorria uma celebração anual.” O putsch de 1923 ocorreu em frente ao Feldherrnhall. na escadaria do Feldherrnhalle histórico de Munique. ele morreu . Em 25 de Abril de 1995. tudo que posso fazer é realizar um signo final de contemplação com minha morte em chamas. em protesto contra a interminável guerra ideológica : Reinhold Elstner encharcou-se de gasolina e ateou fogo em si mesmo.

de difamações e mentiras nos imundam. O horror desta matança a sangue frio ainda podia ser visto nos olhos do homem. são demais É incrivel o que nós temos que aguentar neste aniversário (do país). uma com a qual havia estudado. e por isso achar o caminho da verdade. À frente deles estava o clã Kaganovich. que na capital tcheca tinha visto o horrivel banho de sangue que os PARTISANS tchecos causaram entre os alemães civis deixados lá. porque neste dia eu encontrei uma garota judia chorando. desde o primeiro dia no fronte oriental. Mas eu fiquei muito mais chocado quando eu vi na Rússia como todas as igrejas haviam sido profanadas. e eu posso assegurar que não são os alemães que podem ser reponsaveis por isto. Dora (Nordhausen) e Theresienstadt. Para mim o pior foi quando eu vi igrejas sendo usadas como museus para o ateísmo. Nossos parentes que foram presos em campos de concentração já voltaram para casa em 10 de Maio. e isto assegurou que ao final da guerra nosso negócio não fosse saqueado. e ofereceram sua ajuda. como elas eram usadas como estábulos e armazém de máquinas. Nós sempre tivemos a melhor das relações com nosso parentesco não alemão. A este devo acrescentar alguns anos de trabalho escravo como “prisioneiro de guerra” na União Soviética Eu bem me lembro da Kristallnacht de 1938. parece haver pouca esperança de que a razão se erga. então meu sacrifício não terá sido em vão Eu senti que não tinha outra escolha após perceber que agora. alguns dos quais foram encarcerados em campos de concentração como Buchenwald. Durante a guerra. 1945 (dois dias depois das hostilidades terem cessado). porque prisioneiros franceses o vigiaram até serem repatriados em seu próprio país. Como alguem que foi tirado de sua casa após a guerra. mas eu ainda posso procurar a morte por AUTO-IMOLAÇÃO . de chantagem que custa bilhões. Mesmo que através de meu ato somente um alemão acorde. nosso (da família) mercado com padaria foi responsavel pela distribuição de alimentos para francesesprisioneiros de guerra e trabalhadores do leste vivendo na cidade. Tenho um avó tcheca. e quando necessário. aquela bem pequena minoria da qual tantos membros eram os tolos executores de Stalin. ovelhas balando. de que se fosse reconhecido aos judeus. O que houve com a promessa de autodeterminação promulgada em 1919. Já que eu agora tenho 75 anos. o direito de retornarem para “casa” . Eu sou um alemão dos Sudetos. E tudo isto ocorreu com a ativa conivência dos judeus. e de um ódio “democrático”. criminalizando seus pais e avós. Todos eram supridos justamente. nós ajudávamo-nos. Eu nunca pertenci ao partido nazista e nem a qualquer outro grupo que fosse levemente tentato por uma associação com o nacional-socialismo. eu vi porcos grunindo. um ultimo feito que pode agir como um sinal para os alemães recuperarem seus sentidos.50 anos de insultos inacreditaveis para um ex soldado alemão. também seria reconhecido o exílio alemão. quando milhões de alemães foram forçados a viver sob leis estrangeiras ? Até este dia nós temos que sofrer por estes erros. que foram tais assassinos de massa que supostos matadores da SS 149 . sete irmãos e uma irmã. máquinas martelando em locais sagrados. eu sempre tive uma esperança. após 2 mil anos. Uma correnteza como a de Niágara. De assistência especial foi um tio judeu de Praga. são mais do que alguem pode suportar 50 anos de vingança sionista judicial são o suficiente 50 anos tentando criar rachaduras entre gerações de alemães. depois de 50 anos. e deste lado outros parentes tchecos e judeus. obviamente um horror do tipo que este ex prisioneiro do Reich NÃO experimentou durante seu encarceramento Eu fui um soldado da Wehrmacht do grandioso Reich alemão. não posso fazer muito.

(O presidente Clinton visitou Babi Yar em 10 de Maio de 1995 e falou em frente de um memorial sobre os judeus mortos pelos alemães. eu mesmo estou relutante em acreditar nos contos de fada que estão sendo contados sobre os alegados eventos nos campos da Polônia. todas mortas por ordens de STALIN (antes de 1941). nós temos mentido sobre as ocorrências em uma dúzia de campos de concentração. Porém ao redor do mundo qualquer um ainda pode achar monumentos de Babi Yar culpando os alemães pela matança. De qualquer modo. Questionado sobre isso. Então. assim chamados. as democracias exemplares. América (EUA) lutou contra Espanha e México. Nestes casos eu considero o governo do Estados Unidos 150 . nada além de mentiras até este dia. a TV alemã trouxe o relato de Babi Yar (a ravina perto de Kiev) onde foi declarado que a SS matou 36 mil judeus os APEDREJANDO. Eu vive por 2 anos na cidade hospitalar de Porchov. Ali eu aprendi como era perigoso lidar com este venenoso gás . Dachau. foi Alemanha que manteu a paz de 1871 a 1914. desde então eu tive nenhuma escolha exceto considerar todas as memórias de campos de concentração que descrevem as supostas “câmaras de gás” como CONTOS DE FADA. Mauthausen. a TV alemã exibiu um relatório de Kiev contando os achados da comissão ucraniana de investigação: Em Babi Yar havia os restos de cerca de 180 mil pessoas assassinadas. conquistaram a maior parte da Africa e expandiram suas colônias na Ásia. por anos supostas câmaras de gás foram mostradas aos visitantes de Buchenwald. Pelo contrário. Eu também não acredito nas acusações pós-guerra de que nós alemães somos particularmente agressivos. e outros.como os contados por Herr Broszat. na ocasião do “julgamento de Auschwitz” e não somente no julgamento de Nuremberg. Mentiras. Rússia enfrentou Turquia e Japão. Em 1988. Tudo ficou muito claro para mim quando eu li dezenas de livros escritos por judeus antifascistas. Herr Broszat do “Instituto de História Moderna” declarou que a famosa figura “seis milhões” é só um numero simbólico. enquanto Inglaterra e França.podem ser chamados de inofensivos em comparação. Dr Kayser (marido) indicou uma livraria em Konstanz que vende o livro “Shoah em Babi Yar”. mas no começo havia nada sobre câmaras de gás e matança de gente através do uso de gás venenoso. No dia em que o livro chegou em minha casa. especialmente Zyklon-B. Em adição. a senhora Kayser escreveu um relato para o jornal “TZ” em Munique declarando que estes judeus haviam sido fuzilados. Apesar de Herr Broszat também ter declarado que houve NENHUMA câmara de gás usada para matar humanos em qualquer campo no solo do Reich. Uma mentira ultrajante) Devido aos fatos . Tres anos mais tarde. Esta pode ser a razão real pela qual todos os relatos (de vítimas) de campos estão sendo aceitos como verdadeiros sob uma chamada “nota judicial” e NÃO precisam ser provados. e todos os hospitais e estações de primeiros socorros foram “despiolhadas” com o que nós chamavamos de “gás KZ” (gás de campo de concentração). Após eu ter permissão de ir para “casa” depois de minha dispensa de um campo russo (que piada dizer ir para “casa” para um prisioneiro de guerra que havia sido expulso de sua terra ancestral). eu até ouvi dizer que nos campos de Theresienstadt e Buchenwald até havia bordéis pra os internos dentro dos limites do campo. Os alemães não eram responsaveis afinal de contas. Além do mais. e que seus corpos foram então queimados numa fissura profunda. fui capaz de refletir sobre minhas próprias experiências na Rússia.embora eu não tenha feito parte dos grupos que fumigaram os prédios. eu ouvi pela primeira vez sobre as brutalidades dos campos de concentração alemães. Na mesma época. onde já no primeiro inverno aumentou o risco de epidemia de tifo.

mas também como prisioneiro de guerra na Russia. nem “sopa humana”.) No século XVIII. o maior grupo étnico da nação. Mesmo citar as sentenças de Churchill de 1920 pode levar uma pessoa à cadeia por incitar ódio contra outro grupo. 25 de Abril de 1995 Isto nunca foi publicado na Alemanha. Samuel Johnson escreveu: eu não estou certo do que nós deviamos mais temer. nós alemães estamos cansados de saber o que nós devemos temer mais !! Munique. nem abajures feitos de pele humana.já que foi este país que duas vezes neste século cruzou o oceano para atacar a Alemanha e nos impor a “democracia”. nem crematórios capazes de destruir milhões de corpos. em sua maioria de “sobreviventes” individuais. Que evidência existe de que os nazistas não mataram seis milhões de judeus? 151 . esta carta foi traduzida (para o inglês) por Hans Schmidt. Rosa Luxemburg e Emma Goldmann. Durante os meus anos eu encontrei bons e prestativos judeus. especialmente os judeus.” Eu espero ser designado para citar o recebedor do prestigiado prêmio alemão Karls-prize (com esta sentença. Deve-se considerar que este foi um governo cuja nação erradicou os habitantes originais de suas terras. e fazerem de si mesmos mestres deste grande império. e nenhuma estatística demográfica acreditável. Porém também ouvi falar muitas coisas más sobre esta pequena minoria. Não escreveu Churchill no London Sunday Herald (8 de Fevereiro.uma professora judia me ajudou a recobrar a saúde quando eu sofri de pleurisia e tive um severo problema nos olhos. Trotzky. uma rua cheia de soldados ávidos para pilhar. Bela Khun. dirigente do Comitê Nacional de Interesses Públicos Américo-Germânico (GANPAC) e foi publicada em Julho de 1995 no folhetim (nº 153) da GANPAC. Esta conspiração com a rígida objeção de toda instituição existente foi capaz de engajar uma gangue de pessoas inescrupulosas do submundo das maiores cidades da Europa e América para tomar a Rússia. existe uma conspiração global baseada em destruir nossa civilização. Em Gorki . ou uma sala cheia de escritores habituados a mentir. Herr Elstner alude ao fato de que na “livre” e “democrática” Alemanha há muitos tabús vigentes. 2. Seu testemunho é contraditório e muito poucos dizem que realmente viram algum “gaseamento”. particularmente nos campos histórico e político. Este grupo representa os teutoamericanos.” Considerando nossas experiências após 1918 e 1945. Tudo o que temos é testemunho de após a guerra. Não é necessário superestimar o papel que estes judeus “ateus” desempenharam no estabelecimento do bolshevismo. e mudar nossa sociedade na base do descarado desenvolvimento da terrivel ganânica. e um impossivel sonho de igualdade para todos. 1920) como segue: “Dos dias de Spartakus Weishaupt à Marx. Que provas existem de que os nazistas mataram seis milhões de judeus? Nenhuma. Não existem documentos convincentes chegados até nós e nenhuma grande evidência: nenhum monte de cinzas. não só entre meus parentes. 66 perguntas sobre o Holoconto: 1.particularmente cínico . e até hoje trata sua população negra como cidadãos de segunda classe.

utilizadas para execuções. 4. 9. muitos GIs e outros foram ciceroneados pelo campo. Quem construiu os primeiros campos de concentração? Durante a Guerra dos Bôeres (1899-1902). Se Auschwitz não era um “campo de extermínio”. Aproximadamente 30. O grandemente repetido número de “Seis Milhões” é uma exageração irresponsável. 3. 6. porque muitos veteranos americanos dizem que era um campo de extermínio? Depois que os Aliados capturaram Dachau. que eram tão terríveis quanto os campos alemães na II Guerra Mundial. Entretanto. Combustível sintético foi produzido lá. qual era seu verdadeiro propósito? Era um centro de internamento e parte de um complexo manufatureiro de grande escala. para internar as mulheres e crianças dos afrikaners sul- africanos. e até Wiesenthal diz que não era um campo de extermínio. Simon Wiesenthal alguma vez escreveu que “não existiram campos de extermínio em solo alemão”? Sim. (Os judeus estavam grandemente representados na subversão comunista). 152 . 8. e viram um prédio que alegadamente era uma “câmara de gás”. enquanto a administração Roosevelt internou pessoas com base apenas na raça. foi modificada após a guerra. e seus prisioneiros foram utilizados como força de trabalho. ou poderiam ter sido. No que os campos de concentração alemães diferiam dos campos de “relocamento” no qual os nipo-americanos foram internados durante a Segunda Guerra? A única diferença significante é que os alemães internavam pessoas com base em serem ameaças reais ou suspeitas ao esforço de guerra alemão. 5. Fred Leuchter. 7. a 24 de janeiro de 1993. capturada pelos soviéticos. Ele também sustenta que “gaseamentos” de judeus aconteceram apenas na Polônia. todas os suspeitos riscos à segurança . O famoso “caçador de nazistas” escreveu isso em Star and Stripes. Auschwitz. Depois que o maior especialista em construção e design de câmaras de gás (reais)norte-americanas. os britânicos erigiram o que eles chamaram “campos de concentração” na África do Sul. E Auschwitz? Existe alguma prova de que câmaras de gás foram utilizadas para matar pessoas lá? Não.000 morreram nestes campos. analíticas e comparativas demonstram a impossibilidade de tal número. Se Dachau era na Alemanha.não apenas judeus . e uma sala foi reconstruída para parecer uma grande “câmara de gás”. demográficas. A mídia de massa falsamente continua a dizer que Dachau era um campo de “gaseamento”.estavam em perigo de internamento.Extensas evidências forênsicas. Por que o governo alemão internou judeus em campos? Ele considerava os judeus uma ameaça direta à segurança nacional. examinou esta e outras alegadas câmaras de gás. ele disse que era um “absurdo” dizer que elas foram.

10. Quantos judeus estavam vivendo nas áreas que vieram a ficar sob controle alemão durante a guerra? Menos que seis milhões. Jornais ao redor do mundo demonstraram isso. Muitos mais fugiram da Europa após a guerra. organizações judias internacionais declararam um boicote internacional aos produtos alemães. 16. 19. Tortura foi usada extensivamente para produzir “evidências” fraudulentas para os infames Julgamentos de Nürnberg. por exemplo. Quantas “câmaras de gás” existiam para matar pessoas em Auschwitz? Nenhuma. que começaram em 1941-42. Existe alguma evidência de alguma política de americanos. Se Auschwitz não era um campo de concentração. anunciava “Judéia declara guerra à Alemanha”. 13. 153 . Isto foi antes ou depois que as histórias sobre “campos de extermínio” começaram? Isto foi muitos anos antes do começo dessas histórias. Quantos judeus fugiram ou foram evacuados para o fundo da URSS? Mais que 2 milhões foram evacuados pelos soviéticos em 1941-42. britânicos e soviéticos de torturar os prisioneiros alemães para conseguir “confissões” exatas para usar nos julgamentos de Nürnberg e outros? Sim. 11. Que nação cometeu o primeiro bombardeio a um objetivo civil na II Guerra? Grã-Bretanha. declararam guerra à Alemanha e decretaram o extermínio da Alemanha e do povo alemão. 17. confessou que era? Ele foi torturado pela polícia militar britânica. Rudolf Höss. Estes judeus portanto jamais ficaram sob controle alemão. Centenas de milhares (talvez até um milhão e meio) morreram de diversas causas durante a guerra. como um de seus interrogadores posteriormente admitiu. Uma manchete do jornal London Daily Express (24 de março de 1933). 20. 14. o que aconteceu a eles? Depois da guerra milhões de judeus ainda estavam vivos na Europa. Se os judeus da Europa não foram exterminados pelos nazistas. Outros emigraram aos Estados Unidos. 15. Quantos judeus emigraram da Europa antes da guerra. 18. e outros julgamentos de “crimes de guerra” após. Que medidas hostis os judeus do mundo tomaram contra a Alemanha a partir de 1933? Em março de 1933. a 11 de maio de 1940. portanto colocando- se fora do alcance alemão? Talvez um milhão (não incluindo aqueles absorvidos pela URSS. 12. Os judeus do mundo declararam “guerra à Alemanha”? Sim. porque seu comandante. à Palestina e outros países.

e somente empregados treinados são empregados. 23. 31. Como um tipo de religião secular. 28. 30. Como você explica isto? 154 . Como beneficiou a Inglaterra? Da mesma forma que aos soviéticos. e para forçar o pagador de impostos americano a mandar dinheiro a Israel. 24. Máscaras contra gás devem ser utilizadas. O comandante de Auschwitz Höss disse que seus homens entrariam nas “câmaras de gás” para remover os corpos dez minutos depois que as vítimas morreram. 26. Se os nazistas tinham a intenção de utilizar gás venenoso para matar pessoas. Como é usado por muitos clérigos cristãos? A história do Holocausto é citada para justificar a noção do Antigo Testamento dos judeus como um eternamento perseguido “Povo Escolhido”. produtor muito mais eficientes estavam disponíveis. 29. Existe alguma evidência de que Hitler ordenou o extermínio em massa de judeus? Não. 22. 25. ela dá uma junção emocional entre os judeus e seus líderes. É usado pelo Lobby Sionista/Israelense para ditar uma política externa pró-Israel aos Estados Unidos no Oriente Médio. Que tipo de gás foi utilizado nos campos de concentração alemães durante a guerra? Gás cianídrico de “Zyklon B”. durante e após a II Guerra Mundial. O processo como um todo é muito complicado e perigoso. totalizando bilhões por ano. e é usado para justificar a “ajuda” norte-americana a Israel. um pesticida comercial que foi utilizado amplamente pela Europa. 27. Como a história do Holocausto beneficia os judeus atualmente? Ela ajuda a tornar os judeus um grupo incriticável.21. Era um produto recomendável para o extermínio em massa? Não. É uma poderosa ferramenta nas campanhas para conseguir fundos judaicas. Zyklon B é um agente de fumigação de ação lenta. Como beneficia o Estado de Israel? Ele justifica os bilhões de dólares em “reparações” que a Alemanha pagou a Israel e a muitos “sobreviventes” individuais. Como beneficiou os comunistas? Ele divergiu atenção das provocações soviéticas e atrocidades antes. Quanto tempo leva para ventilar uma sala depois de fumigação com Zyklon B? Normalmente algo em torno de 20 horas. Para que propósito era fabricado o Zyklon B? Era um pesticida utilizado para fumigar roupas para matar os piolhos transmissores de tifo e outras pestes.

quando virtualmente todos os transportes por estradas e ferrovias havia sido destruído pelos Aliados. A confissão de Höss é evidentemente falsa. 41. Como eles morreram? Em sua maioria. Como poderia um programa de extermínio em massa ser mantido secreto daqueles que iriam morrer? Não poderia ter sido mantido secreto. Ironicamente. O que é tifo? Esta doença sempre aparece quando muitas pessoas são colocadas juntas em condições insalubres. 33. a máquinas de “eletrocução”. Mas o ponto principal é que estas mortes não ocorreram de maneira sistemática.000. Se os judeus que iriam morrer conheciam o que o destino lhes reservava. jogar gás através de chuveiros. É carregada por piolhos que infestam o cabelo e as roupas. Milhões alegadamente morreram destes modos. bem como fome e falta de cuidados médicos nos últimos meses de guerra. As histórias de extermínio se originaram como propaganda de guerra.000 judeus morreram durante a Segunda Guerra Mundial? 5. porque eles seguiram os alemães sem resistir? Ele não resistiram porque eles não acreditavam que havia qualquer intenção de matá-los. de diversas epidemias de tifo que castigaram a Europa em guerra.000 a 500. Corpos podem ser queimados em fossas? Não. 40. 32. a “câmaras de vapor”. eles teriam sofrido o mesmo destino que as vítimas “gaseadas”.700.000. se os alemães tivesse utilizado mais Zyklon B. Quanto combustível seria necessário para isto? Bem mais do que ao que os alemães tinham acesso. 38. ao fazê-lo. Höss disse em sua “confissão” que seus homens fumavam cigarros enquanto tiravam os corpos das câmaras de gás. 39.Isso não pode ser explicado porque. Quantos judeus morreram em campos de concentração? Estimativas competentes vão de 300. pois até havia uma certa falta de combustível durante a guerra. dez minutos após o gaseamento. Qual era o procedimento exato que os nazistas alegadamente usaram para matar os judeus? As histórias vão de jogar gás em uma sala lotada através de buracos no teto. Zyklon B não é explosivo? Sim. 36. 155 . 35. O fato é que não aconteceram gaseamentos em massa. 37. mais judeus poderiam ter sobrevivido aos campos. É impossível para corpos humanos serem totalmente consumidos pelas chamas desta maneira por causa da falta de oxigênio. 34. Qual é a diferença se 6 milhões ou 300. Alguns “sobreviventes” judeus afirmam que viram corpos serem jogados em fossas e queimados.

Fornos crematórios devem ser limpados regularmente quando em operação pesada. entretanto não há evidência de algum grande depósito de cinzas. 48. De fato. Qual era o ponto principal das “Leis de Nürnberg” alemães de 1935? Elas proibiam o casamento e relações sexuais entre alemães e judeus. Historiadores do Holocausto afirmam que os nazistas eram capazes de cremar corpos em mais ou menos 10 minutos. e que os rumores de câmaras de gás não puderam ser verificados. Cinqüenta por cento é uma estimativa generosa (12 horas por dia). a maioria dos estados dos EUA tinha passado leis proibindo o casamento entre pessoas de diferentes raças. O que a Cruz Vermelha Internacional disse em respeito à questão do “Holocausto”? Um relatório oficial de uma visita de uma delegação da Cruz Vermelha Internacional a Auschwitz em setembro de 1944 disse que os internos podiam receber pacotes. similares às leis existentes em Israel hoje. 50. com os ossos maiores requerendo processamento extra depois. nem dão qualquer evidência de “fossas abertas” nas quais os corpos eram alegadamente queimados. Seis milhões de corpos iriam produzir muitas toneladas de cinzas. 46. Por que os campos de concentração alemães tinham fornos crematórios? Para dar um jeito eficiente e sanitário nos corpos daqueles que morriam. 43. 49. Pode um forno crematório ser operado 100% do tempo? Não. 45.42. Quanto tempo se leva para incinerar um corpo. Quanto de cinza sobra de um corpo cremado? Depois que todos os ossos foram destruídos. qual é o máximo número de corpos que seria possível incinerar durante todo o período no qual estes crematórios estiveram em operação? Mais ou menos 430. Há algum precedente americano para as Leis de Nürnberg? Anos antes do Reich de Hitler. 51. 47. o que aconteceu ás cinzas? Isto ainda deve ser “explicado”.600. Dado um ciclo de serviço de 100% em todos os crematórios de todos os campos de concentração em território controlado pelos alemães. de acordo com operadores de crematórios profissionais? Mais ou menos uma hora e meia. 156 . estas fotos não revelam um traço da enorme quantidade de fumaça que supostamente estava constantemente sobre o campo. Se seis milhões de pessoas foram incineradas pelos nazistas. As fotos de reconhecimento aéreo feitas durante a guerra pelos Aliados de Auschwitz (tiradas durante o período em que as “câmaras de gás” e os crematórios estavam supostamente a todo o vapor) demonstram alguma evidência de extermínio? Não. mais ou menos uma caixa de sapatos cheia. 44.

53. um judeu polonês. Pilhas de corpos não querem dizer que estes corpos foram “gaseados” ou deliberadamente esfomeados até a morte. o governo de Hitler assinou um acordo com os sionistas permitindo aos judeus emigrar da Alemanha à Palestina. Quantos livros foram publicados que refutam algum aspecto da história oficial do Holocausto? Dúzias. Que evidências existem de que Hitler sabia do programa de extermínio de judeus em andamento? Nenhuma. 59. Tais filmes são dramas fictícios vagamente baseados na História. que alegou que a recompensa lhe causou perda de sono e o sofrimento de seu negócio. E aquelas fotografias e filmes tomados dos campos alemães liberados mostrando pilhas de corpos emaciados? São falsas? Fotografias podem ser falsificadas. 57. estas eram vítimas trágicas de epidemias e/ou fome devido à falta de comida nos campos logo antes do final da guerra. mas o Instituto foi processado em US$ 17 milhões pelo ex-prisioneiro em Auschwitz Mel Mermelstein. Muitos mais estão em produção. 60. 54. Ela não foi gaseada. Que inventou o termo “genocídio”? Raphael Lemkin. em um livro publicado em 1944. o Vaticano certamente estava em posição de saber sobre ele. e não o fez. 61. 58. e representava “negação injuriosa de fato estabelecido”. Como morreu Anne Frank? Depois de sobreviver ao internamento em Auschwitz. Evidências compiladas pelo Professor Robert Faurisson demonstram que o famoso diário é uma fraude literária. Mas. Infelizmente. levando grandes quantidades de capital com eles. O Diário de Anne Frank é genuíno? Não. 157 . Os nazistas e os sionistas colaboraram? Tão cedo quanto 1933. 55. mas é bem mais fácil adicionar uma descrição mentirosa na foto ou um comentário ao pedaço de filme. 56. Na verdade. o Vaticano não tinha razão alguma para falar contra ele.000 a qualquer um que pudesse provar que judeus foram gaseados em Auschwitz? Nenhuma prova foi oferecida para pedir a recompensa. apenas algumas semanas antes do fim da guerra. O que aconteceu quanto o Instituto pela Revisão Histórica ofereceu US$ 50. muitas pessoas os aceitam como verdadeiros documentários históricos. ela sucumbiu ao tifo no campo de Bergen- Belsen.52. como não havia nenhum. Qual era o papel do Vaticano no tempo em que seis milhões de judeus foram alegadamente exterminados? Se existisse um plano de extermínio. Filmes como “A Lista de Schindler” são documentários? Não.

66. Crescentes números de estudiosos judeus admitiram abertamente a falta de evidência para pontos chave da história do Holocausto. A cobertura da mídia sobre o IHR tem sido grandemente hostil. O Instituto pela Revisão Histórica sofreu alguma retaliação por seus esforços para manter o direito da liberdade de expressão e liberdade acadêmica? O IHR (Institute for Historical Review) sofreu ataques a bomba três vezes. e foi completamente destruído a 4 de julho de 1984. etnias e religiões (inclusive judeus). Por que existe tão pouca publicidade sobre as opiniões revisionistas? Porque. fitas cassete e de vídeo sobre importantes acontecimentos históricos. por razões políticas. P. perda de posições acadêmicas.62. 63. tem uma grande variedade de livros. Numerosas ameaças de morte por telefone tem sido recebidas. 158 . USA. E sobre a acusação de que aqueles que questionam a história do Holocausto são meramente anti-semitas ou neo-nazistas? Isto é uma mentira designada para retirar a atenção de fatos e argumentos honestos. destruição de sua propriedade e violência física. Estudiosos que refutam o Holocausto são de todas as correntes políticas. Box 2739. CA 92659. Newport Beach. 64.O. O que aconteceu aos historiadores “revisionistas” que desafiaram a história do Holocausto? Todos tem sido vítimas de campanhas de ódio. o Establishment não quer uma discussão a fundo sobre os fatos em torno da história do Holocausto. 65. Onde eu posse conseguir mais informações sobre o “outro lado” da história do Holocausto. perda de pensões. num ataque criminoso. bem como fatos concernentes a outros aspectos do revisionismo da II Guerra Mundial? O Instituto pela Revisão Histórica. Não existem nenhuma correlação entre a refutação do Holocausto e o anti-semitismo ou neo-nazismo.

Ele nos ofereceu a cooperação da Alemanha. acredito agora que HITLER E A ALEMANHA NÃO QUERIAM A GUERRA.067) 3) Germany = 46.410 (71. Todavia. caso contrário é um perigo para nós.896 159 . mas dá para se ter uma idéia.” A história oficial vem nos enganando há décadas. Vehicles and ground weapons Tanks and self-propelled guns 1) Soviet Union = 105. Relembrando: Em janeiro de 1934. Agora somos forçados a reconhecer que Hitler estava certo. Em 30/04/1937.de Nuremberg). por isso é impossível permitir. enfrentando o imenso poderio do Império Soviético.794) 4) United Kingdom = 27. dizendo que Hitler desde que assumiu o poder transformou a Alemanha numa máquina de guerra. desde 1945. Ignoramos o apelo de Hitler para não entrarmos na guerra.O Holocausto Alemão! Agora veremos que o verdadeiro genocídio foi sofrido pela população alemã na Segunda Guerra Mundial. Os bombardeios terroristas aliados cumpriram a sentença de extermínio decretada pelo judaísmo internacional em 1933. Vejamos agora quem tinha a máquina de guerra. em 1984: “Nos julgamentos de Nuremberg eu e o colega russo condenamos a agressão e o terror nazista. com ambições de dominar o mundo.857 (37. e fomos encorajados pelos americanos ao redor de Roosevelt. de acordo com nosso princípio de equilíbrio de forças.595) 2) United States = 88. estamos. o líder sionista Wladimir Jabotinsk declarou ao jornal “Tatcha Retsch”: “Nossos interesses judaicos exigem o definitivo extermínio da Alemanha. de que a Alemanha Nazista merece ser eliminada do seio da família dos povos. o portal traz números interessantes a respeito do efetivo utilizado para esmagar a Alemanha Nacional Socialista. que a Alemanha sob um governo contrário.251 (92.” Sir Hartley Shawcross (Procurador Geral e líder oficial de delegação britânica que participou do Tribunal – ou seria melhor dizer linchamento . ao invés disso. do povo alemão também. Embora não utilize a “Wikipedia” como fonte absoluta. se torne forte”. Os números podem não ser exatos. no “American Hebrew”: “Os povos devem chegar à necessária conclusão. Mas DECLARAMOS GUERRA À ALEMANHA DECIDIDOS A DESTRUÍ-LA.

014 Resumo: Aliados: 454.477.300 2) United States = 105.552 7) Italy = 7.336 6) Canada = 251.484 5) Commonwealth = 46.350 6) Canada = 10.697 Mortars (over 60 mm) 1) Soviet Union = 200.678 6) Japan = 2.318 Eixo: 73.200 8) Other Commonwealth = 5.983 8) Hungary = 4.484 Machineguns (do not include sub-machineguns.390 3) Germany = 159.679.845 Artillery (includes anti-aircraft and anti-tank weapons with calibres above 37 mm.054 3) United Kingdom = 102.067 160 .735 Eixo: 51.473 8) Hungary = 500 Resumo: Aliados: 227.400 3) Germany = 674.129 Eixo: 179.877 5) Japan = 13.648 2) United States = 257.215 9) Hungary = 447 Resumo: Aliados: 915.749.840 2) Soviet Union = 1.280 4) Japan = 380.5) Canada = 5.583 Resumo: Aliados: 4.950 4) Germany = 73. or machine guns used for arming aircraft) 1) United States = 2.515 7) Italy = 2.000 5) United Kingdom = 297.) 1) Soviet Union = 516.925 7) Other Commonwealth = 37.147 4) United Kingdom = 124.

382.072 Eixo: 276.422 5) Japan = 30.750 2) Germany = 189.122 8) Other Commonwealth = 3.307 3) Soviet Union = 157.943 4) Germany = 345.950 2) Soviet Union = 63.261 4) United Kingdom = 131.280 Military trucks 1) United States = 2.087 3) Germany = 55.459 Eixo: 90.510 Resumo: Aliados: 212.083 Eixo: 594.876.100 6) Japan = 165.727 4) United Kingdom = 49.311 2) Canada = 815.431 7) Italy = 11.945 7) Italy = 83.729 3) United Kingdom = 480.320 6) Canada = 16.914 5) Soviet Union = 197.749 Fighter aircraft 1) United States = 99.046 10) Romania = 1.081 9) Hungary = 1.000 Resumo: Aliados: 634.Eixo: 1.684 Attack aircraft 161 .000 Resumo: Aliados: 3.859 Aircraft Military aircraft of all types 1) United States = 324.447 6) Italy = 4.549 5) Japan = 76.054.

1) Soviet Union = 37.769 162 .332 3) Germany = 3.201 4) Germany = 11.063 Resumo: Aliados: 153.546 5) Soviet Union = 4.235 5) Japan = 15.080 Resumo: Aliados: 7.415 Reconnaissance aircraft 1) Germany = 6.918 5) Italy = 1.929 2) Soviet Union = 17.061 6) Italy = 1.615 Eixo: 35.539 Bomber aircraft 1) United States = 97.110 5) United Kingdom = 1.689 3) Soviet Union = 21.810 2) United Kingdom = 34.885 Eixo: 13.116 4) Germany = 18.299 2) Japan = 5.657 Training aircraft 1) United States = 57.117 6) Italy = 2.045 Eixo: 5.864 3) Japan = 15.549 2) Germany = 12.623 2) United Kingdom = 31.033 Transport aircraft 1) United States = 23.967 4) United States = 3.654 3) United Kingdom = 3.784 6) Italy = 468 Resumo: Aliados: 43.079 4) Japan = 2.

548 Eixo: 28.516 Naval ships Aircraft carriers 1) United States = 22 2) Japan = 16 3) United Kingdom = 14 4) Germany = 0 None completed by the end of the war. 5) Italy = 0 None completed by the end of the war. Resumo: Aliados: 36 Eixo: 16 Battleships 1) United States = 8 2) United Kingdom = 5 3) Italy = 3 4) Japan = 2 5) Germany = 2 Resumo: Aliados: 13 Eixo: 7 Cruisers 1) United States = 48 2) United Kingdom = 32 3) Japan = 9 4) Italy = 6 5) Soviet Union = 2 Resumo: Aliados: 82 Eixo: 15 Destroyers 1) United States = 349 2) United Kingdom = 240 3) Japan = 63 4) Soviet Union = 25 5) Germany = 17 6) Italy = 6 163 . One was in production.Resumo: Aliados: 93. One was in production.

072 Eixo: 4.420.7 3) United Kingdom = 1.3 2) United States = 2.361 4) Commonwealth = 2.621.606 Resumo: Aliados: 43.441.5 164 .8 5) Japan = 184.967 Materials Coal (In millions of metric tons) 1) Germany = 2.024 Eixo: 23 Submarines 1) Germany = 1.2 4) Soviet Union = 590.943 5) Italy = 469.230 2) United Kingdom = 6.702.149.532 Merchant tonnage 1) United States = 33.Resumo: Aliados: 614 Eixo: 86 Convoy escorts 1) United States = 420 2) United Kingdom = 413 3) Canada = 191 4) Germany = 23 Resumo: Aliados: 1.378.075.899 3) Japan = 4.337 2) United States = 422 3) Japan = 167 4) United Kingdom = 167 5) Soviet Union = 52 6) Italy = 28 Resumo: Aliados: 641 Eixo: 1.152.993.

0 6) Hungary = 14. Vimos que quem era na verdade uma máquina de guerra eram os aliados.500 caças a mais que toda a Luftwaffe. a USAF contava ainda com a 9ª e a 15ª Forças Aéreas 165 . Além disso.2 8) Hungary = 3.4 7) Japan = 5.2 Resumo: Aliados: 1.6 Resumo: Aliados: 616.3 4) Soviet Union = 71.8 Eixo: 2.4 9) Canada = 3.4 synthetic) 5) Romania = 25.7 Iron Ore (In millions of metric tons) 1) United States = 396.1 Crude Oil (In millions of metric tonnes) 1) United States = 833.6 3) United Kingdom = 90.0 Eixo: 266.9 8) Hungary = 6.621.9 2) Germany = 240.2 Eixo: 38.6) Canada = 101.8 4) Germany = 33.8 8) Italy = 4.3 5) Japan = 21.9 7) Italy = 16.2 2) Soviet Union = 110.7 3) United Kingdom = 119. cai agora mais uma mentira. A disparidade entre as forças do Eixo e dos Aliados era gigante! Vejamos ainda: “Durante os últimos meses da II Guerra Mundial.071.6 Bom.6 Resumo: Aliados: 4. a superioridade numérica dos Aliados tornou-se tão evidente que apenas a 8ª Força Aérea norte-americana possuía cerca de 1.4 (including 23.1 7) Romania = 10.6 9) Romania = 1.0 6) Canada = 8.291.

é inferior ao n° de mortos franceses por bombardeios aliados (65.765 casas destruídas.000. Saldo: 19. Explica-nos ainda o (inglês) Comodoro do Ar L. se ocupam para que nunca se conheça. ao professor judeu Frederick Alexander Lindeman (Lord Cherwell).” Hamburgo conheceu o terror em 27/07 e 03/08/1943.luftwaffe39-45. apesar do que diz a propaganda judaica. mas naturalmente a propaganda israelita se encarregou de que este fato não chegasse ao domínio do mundo. Aliás. O número de vítimas inglesas por bombardeios alemães (de aviões ou através das V1 e V2) não passam de 60. em “La ofensiva de La aviación de bombardeo”: “Foram abandonadas as normas mais elementares de humanitarismo.htm Os aliados bombardearam incessantemente alvos civis alemães. executando a sentença de extermínio alemão. 60% da cidade antiga arrasada. McLean. 166 . milhares de franceses criticaram duramente os EUA quando da ocupação americana. Em compensação. e Conselheiro direto de Churchill. Colônia recebeu 900 bombardeios. hoje culpam a Alemanha pela destruição francesa. para espanto do leitor. Rostock foi atacada no dia 24/04/1942: 1. à pág.nom. Contrariando totalmente a opinião de outros especialistas no mesmo assunto. pois assim. cujo resultado apresentou 1.br/principal. APENAS UMA CIDADE ALEMÃ NÃO FOI ATACADA: Heidelberg. como veremos adiante. quase nada foi destruído. quando os EUA “libertaram” a França da Alemanha.044 casas destruídas. se necessário!” - http://www. aqui cabe ressaltar.000). Lindeman sustentou a sua tese de que a guerra de bombas contra a população civil alemã traria a vitória das Forças Aliadas. Em 30/05/1942. que quando a Alemanha tomou a França.historia.370 casas destruídas. radiolocuções e filmes. mas isso consumiria muitas páginas. Este número. promovendo um número de mortos jamais visto. que na noite de 28/03/0942 recebeu 234 bombardeios. Poderia escrever a lista completa.” A primeira vítima foi a cidade de Lübeck.000 que existiam. Segundo Erch Kern.prontas para entrar em operação a qualquer momento. Os promotores do poder aéreo. Após. especialista em todos os assuntos em Condução de Guerra Aérea. ainda se ganha dinheiro na reconstrução civil. E como não poderia deixar de ser. O cidadão médio desconhece a verdade da ofensiva de bombardeio aéreo. com seus meios de publicidade. pois seus bombardeios destruíram quase toda a França! Nada mais natural.000 moradias das 556. Foram destruídas 250. 136 do livro “Verbrechen amdeutschen volk” (Crimes contra o povo alemão): “A humanidade deve a perfeição do assassinato através do espaço. além de se ganhar dinheiro fabricando e vendendo uma quantidade maior de armas e bombas.

de 22h09min a 22h35min: cerca de 3000 bombas de altos esplosivos e 400. 6 capelas.) Ass. Vamos examinar a Ordem do Dia N° 47.000 refugiados do leste Europeu.358 casas foram destruídas totalmente. mortos.500 bombas de altos explosivos e 170. 19 igrejas. de 12h10min a 12h50 min: cerca de 900 bombas de altos explosivos e 50. 25 grandes restaurantes.. 647 locais de negócios.000 incendiárias Relaciona. de 1h22min a 1h54min: carca de 4. segue-se um breve resumo das conclusivas declarações do Chefe de Polícia de Dresden sobre os quatro ataques de 13.” (.116 Edifícios residenciais totalmente destruídos. A Polícia de Dresden teve 75 baixas e 276 desaparecidos que devem ser considerados. Editora Nova Fronteira.002 seriamente avariados.500 seriamente avariadas.O mais devastador ataque aéreo da Segunda Guerra Mundial não foi o de Hiroshima nem o de Nagasaki. Uma cidade de normalmente 600. em 15/02/1945. 2° ataque.” (.. 2. emitida em 22/03/1945 (mais de um mês após os ataques) do Chefe de Polícia Civil de Dresden para o Chefe da SS e Comandante de Polícia: “Ataque aéreo a Dresden: No propósito de desmentir fortes rumores.000 habitantes. Segundo o revisionista inglês David Irving. 75. 4° ataque. entre outras. em sua obra “A destruição de Dresden”.. 11. DRESDEN No dia 13/02/1945 foi executado mais um planejado ataque de EXTERMÍNIO CONTRA O POVO ALEMÃO. incluindo o da Espanha e Suiça. em face do avanço soviético.000. 18 cinemas. primitivamente de mulheres e crianças. 22 hospitais. “ a destruição de 30 edifícios de Bancos. 6 teatros. Muito pior que estes dois ataques juntos foi o ataque de terror desferido contra uma cidade aberta. 72 escolas e 5 consulados. Falo de.106 moderadamente avariadas e 80.211 ligeiramente avariados. sem objetivos militares e sem defesa anti- aérea.) “No começo da tarde de 20/03/1945 foram recuperados 202.040corpos.000 incendiárias.000 incendiárias 3° ataque. Grosse Coronel da Polícia Civil Vejamos algumas fotos das cidades alemãs bombardeadas: 167 ... 2 museus.000 bombas incendiárias. RJ. 75 edifícios municipais.936 ligeiramente avariadas. em 14/02/1945.000. mas que nos últimos dias havia sido invadida por aproximadamente 400.) “No total houve 11. em 13/02/1945. 36 seguradoras. em 14/02/1945. 7. de 12h15min a 12h25min: cerca de 1500 bombas de altos explosivos e 50.... 1. 31 lojas de apartamentos. 14 e 15 de fevereiro àquela cidade: 1° ataque. 32 grandes hotéis.” (. na maior parte.510 moderadamente avariados e 13. cujo número de vítimas em conjunto não passou de 100. Deve ser dito que o total de mortos deve subir a 250.

168 .

Cadáveres da vítimas dos bombardeios 169 .

170 .

171 .

Ao fundo. uma pilha de cadáveres sendo incinerada 172 .

173 .

174 .

175 .

176 .

177 .

Vítimas em local público aguardando identificação 178 .

179 .

..472 Dresden 650. acrescentando Madri..871 680.000 República Democrática Alemã............500.58..........25%! Vamos agora examinar o aumento populacional de algumas capitais de países envolvidos na Segunda Guerra Mundial............000 .....O HOLOCAUSTO ABAFADO Quando acontece uma guerra.000 Aústria. Esses números incluem as minorias alemãs da Polônia e os alemães espalhados pelo resto do mundo.606 590... em 1986..000 620..................8....... excluídos os trabalhadores estrangeiros.....000 Temos portanto um aumento populacional de 1.000............649 631. vamos tentar calcular um número mínimo de alemães que foram VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO OU GENOCÍDIO PLANEJADO E EXECUTADO CONTRA A POPULAÇÃO ALEMÃ: III Reich em 1939......000 +83...606 Essen 659.. e abafou o terrorismo aéreo aliado......83....000 Hannover 472..17......100..527 562. que sofreu uma guerra civil: 180 ....000 + 17...000 Hamburgo 1.....000 .......... em 1939.Vamos examinar algumas cidades alemãs individualmente: Cidade 1939 1986 Diferença Berlim 4...400.. em 1986...574 Leipzig 701..220.....82...000 (ocidental + oriental) Viena 1.... incêndio.700.............140..390 1... 82...........000 de habitantes em quase meio século (47 anos)....000...111... faz-se um senso.....000 de alemães...000 ....... inventado a história do holocausto judeu.....000.000..000.... Existia no III Reich...700...000 Total da População alemã em 1986..................... terremoto ou qualquer ato de calamidade pública..682....000 + 84...129 Frankfurt no Meno 546........000 3..... após tomadas as medidas de socorro.....1........920........000 510..........351 Dortmund 537.000 Assim identificamos um aumento da população alemã em 47 anos de apenas 1.000 + 89.780 Colônia 768.000 + 20......000 República Federal da Alemanha em 1986.426 990...000..... Como não existem fontes seguras..000 + 221.000 ........ Na Alemanha pós-guerra esse senso nunca ocorreu.. para se saber o número de vítimas.......... por proibição dos aliados.... A propaganda judaica rapidamente se encarregou de divulgar as fotos de cadáveres esqueléticos vítimas de doenças..............220 1...000....

Sepher ikkarim III c 25 Essa verdade nós não vemos nos livros de história nem mesmo na imprensa.000 185. 114b "É permitido tirar o corpo e a vida de um gentio." . ou seja 61% da população alemã exterminada! Mas o que isso representa mesmo para os judeus? Relembrando o que eles aprendem nas sinagogas: “Todo o que derrama o sangue dos ímpios é tão grato a Deus quanto o que oferece um sacrifício a Deus.000 53.000 169.000.Cidade 1939 1986 Diferença Londres 4.300.000 4.000 7.33% Se formos basear o crescimento alemão com a média retirada desta tabela (165.500. mas sim a população alemã! 181 . não é mesmo? O verdadeiro Holocausto vitimou não os judeus. Eles são bestas.000.000.000 (CINQUENTA MILHÕES.000 233.85% Moscou 3.200.” (Ialkut Simoni.550.566%). 245c. teremos a FANTÁSTICA e TRÁGICA CIFRA DE 50.500. mas os não-judeus não são humanos. n° 772) "Os judeus são chamados seres humanos.745.71% Tóquio 3.500.000.000 185.000 10." .000 3.Talmud: Baba mezia.23% Madri 1.71% Roma 1. SETECENTOS E QUARENTA E CINCO MIL) ALEMÃES MORTOS.000 10.

Felicitou pessoalmente a Sra.O “Correio do Povo”. o finlandês Baerlunde. 182 .C. Um exemplo clássico desta difamação é a história das Olimpíadas de 1936.9 . membros do COI (Comitê Olímpico Internacional) solicitaram a Hitler que não mais cumprimentasse publicamente os vencedores de qualquer competição. algum tempo depois os três finlandeses dos 10000 metros. dando a entender que os malvados nazistas eram contra os negros e outras minorias. terceira colocada. negro ou ariano. quando afirmam que Hitler se negou a cumprimentar Jesse Owens (ganhador de 4 medalhas de ouro) por este ser negro. apresentou também as Srtas. Von Tschaumer Osten. primeiro colocado no lançamento de peso. Tratam a questão racial do Nacional- Socialismo de maneira deturpada e generalizada. terceiro colocado também foram apresentados ao ‘Führer’ ”. foi a grande vitoriosa das Olimpíadas de Berlim. o alemão Woelke. Secretário Geral da Associação Olímpica Britânica. Krüger da Alemanha. Hitler não cumprimentou nenhum outro atleta. noticia: “Hitler assistiu parte das provas do estádio. e isso é pouco divulgado. Vejamos o quadro de medalhas: País Ouro Prata Bronze Alemanha 33 26 30 USA 24 20 12 Itália 8 9 5 Finlândia 7 6 6 França 7 6 6 . fez-se apresentar aos vencedores das provas que acabava de assistir da Tribuna do Governo. pela primeira vitória no arremesso de dardo. A partir de então. da Alemanha.O "Racismo" Alemão Uma das grandes falácias pregadas pela "história oficial" e pela "imprensa imperial" é sobre o racismo alemão. K. O Diretor de Esportes. Esse fato ocorreu no momento em que Cornélius Johnson (e não Jesse Owens) atleta negro americano estava sendo laureado com a medalha de ouro com o salto em altura. então: . em 05/08/1936. Após. Duncan. como se o Führer e o povo alemão tivessem experimentado uma grande derrota. de Porto Alegre.A Alemanha. À verdade. segunda colocada e Kinasniewska. conforme informação dada pelo Sr. Fleischer. segundo colocado e o alemão Stoeck. da Polônia.

Todo o estádio apresentava um aspecto tão festivo que me contagiei e foi com mais alegria que corri. O povo alemão fazia fila para conseguir seus autógrafos. com a chegada de Hitler ao governo. de 1924. Hitler estava sob influência das teses racialistas de Houston Chamberlain. e o Estádio de Berlim aplaudia em pé a cada conquista sua. Com a fundação da Sociedade para o Ensino e Pesquisa da Herança Ancestral Alemã (Ahnenerbe-SS) e responsável pelas pesquisas antropológicas. eu não podia viajar na parte da frente do autocarro.br/mapas/naziam. Penso que os escritores revelaram mau gosto ao criticar o homem do momento na Alemanha. especialmente a atitude cavalheiresca da assistência. ao assumir o governo. a política racial do III Reich começou a mudar. Tinha de ir para a porta de trás.) parecendo uma estátua de bronze modelada por um artista". Larry.Em sua obra “Minha Luta”.com. e eu acenei de volta. Fizeram amizade com eles apresentando-se como "filhos do Papai Grande da Ciência" e moraram na aldeia durante quase um ano. Não fui convidado a apertar a mão de Hitler. Pareceu-me de um momento para outro. Podem dizer a todos que agradecemos a hospitalidade germânica" ( “Correio do Povo”. 1970) "Quando voltei ao meu país de origem. que quando corria... com direito a banda e tudo mais." (http://www. 2005) . A coisa chegou a tal ponto que ele teve problemas com cãibras no braço e um outro atleta negro americano passou a assinar autógrafos em seu lugar e chegou a ter que mudar de residência por causa dos caçadores de autógrafos. e também à época a antropologia era uma ciência nova. Adolf Hitler pregava claramente a superioridade racial nórdica. Owens pierced a myth na ESPN SportsCentury. Não podia viver onde eu queria. período em que Schulz teve uma filha com uma das nativas. Nas palavras do próprio Jesse Owens: "É difícil imaginar como me sinto feliz. houve mudanças 183 . acenou para mim. depois de todas as histórias sobre Hitler." (The Jesse Owens Story.serqueira. carecendo de mais pesquisas de campo.O entusiasmo esportivo dos espectadores alemães me causou profunda impressão. possuía asas. conseguiu recursos para pesquisas sobre a origem das raças.Visão Nazista sobre os Índios Amazônicos "Os alemães apreciaram o tipo indígena dos aparaís: "construído como um atleta olímpico (." (Schwartz. parecendo que havia perdido o peso do meu corpo.-Sobre Jessé Owens: este foi um verdadeito sucesso na Alemanha. A antropologia era uma ciência nos seus estágios iniciais e Hitler. e isso é fartamente divulgado pela “história oficial” e pela “imprensa imperial”. Mas o que não é divulgado é que após 1933. em 04/08/1936) “Quando eu passei pelo Führer ele se levantou. mas também não fui convidado a ir à Casa Branca para apertar a mão do Presidente.htm) .

a raça mediterrânea deveria. Cada raça traz consigo um conceito de ordem e escala e não se deve medir pelos parâmetros de uma outra raça.” A terceira tese rebate a alegação indireta do Osservatore Romano de que o povo alemão se igualaria à raça nórdica e o povo italiano à raça mediterrânea. considerando que toda raça deva ter seu espaço vital. o autor conclui finalmente: “A tentativa de semear desconfiança sobre a política racial alemã através de suspeitas. Clauß. De 1935 em diante. Além do poder político. Lehmanns Verlag / Munique- Berlin. por exemplo. uma manifestação espiritualista. capacidade de análise. mas sem as teorias de superioridade. cada um segundo seu estilo.” A segunda tese considera um erro alegar que a ciência alemã discriminaria as raças através de determinadas características. O autor refuta tal premissa com a seguinte alegação: “Cada raça representa para si um alto valor. editado pela J. Clauß acreditava que existiam três erros sobre a política racial daquela época. A primeira tese do autor baseia-se na alegada falsa premissa de que a ciência racial alemã classificaria cada raça segundo uma determinada avaliação. sobretudo. Nós não. que a raça nórdica se destacaria pelo heroísmo. Após a exposição das três teses. etc. onde a raça nórdica prevaleceria. F.Do livro do Dr. e conclui “Cada um a seu jeito. O autor refuta tal alegação afirmando que tais características são encontradas em outras raças. admitiram a necessidade de preservação dos diferentes povos. O mesmo aconteceu com a raça italiana. Passaram os N-socialistas a abandonar a teoria da 'pureza e supremacia do sangue nórdico' e adotaram a preservação racial européia como meta. Abandonou-se a tese da superioridade nórdica. responsabilidade. Conseqüentemente. ou seja. O autor explica que o povo alemão é resultado de diversas raças. onde a raça nórdica ocuparia a primeira posição. ocupar o segundo lugar ou algo mais abaixo. . em 1943.” Daí seria um absurdo e pseudo-cientificismo ver a raça mediterrânea com os olhos da raça nórdica e vice-versa.F. Dr. Cada passo na direção da política internacional e colonial confirma o reconhecimento da psicologia racial e confirma sua utilização prática na relação entre pessoas distintas. e intitulado Rasse und Seele .na Rassenpolitik. Saibam também que o conceito de raça do Nacional-socialismo é ligado a uma visão de mundo onde o Espírito é o elemento determinante na manifestação das formas raciais. Conclui então o autor “Talvez Deus conheça a classificação das raças.Raça e Alma. fruto do cruzamento de outras raças. onde prevaleceu o tipo mediterrâneo. 184 . não se faz mais valer. o III Reich representava. continuaram contra a miscigenação incentivada pelo sionismo. L.

mas sim de unir os povos de modo que se coloque de forma clara e científica as diferenças entre os diversos tipos.Tropas multi-étnicas na Alemanha Nazista: vejamos agora que sob as fileiras nazi-alemãs lutaram os mais variados povos e raças. combatendo o governo mundial: 185 .” . lado a lado.Seu objetivo não é separar os povos.

186 .

187 .

188 .

189 .

190 .

191 .

192 .

193 .

194 .

195 .

196 .

197 .

198 .

foi retomado em 1996. que tinham ascendência judia.Croácia. Asiáticos e até judeus.Grécia.Letônia. sob a bandeira Nazista! . Rigg ouviu a biografia de um descendente de judeu.Índia.Tártaros da Criméia.Flandres.Grã Bretanha.Georgia. todos lutando lado a lado.Bielo-Rússia- Cáucaso.Tártaros do Volga- Turquistão. História oral .Cossacos de Kuban.Hungria.Sérvia.França.Bélgica.Espanha- Finlândia.Lituânia. Bryan Mark Rigg descobriu. quando Rigg terminou sua graduação com uma tese dedicada à saga dos soldados do Wehrmacht (Exército alemão).Sem saber ao certo se os destinos que analisava eram esporádicos 199 .Cossacos da Sibéria- Cossacos Terekd. Os Soldados Judeus de Hitler “Com suástica no peito e sangue judeu nas veias. Na conversa informal com um ex-combatente das Forças Armadas alemãs durante a Segunda Guerra Mundial. Bom. Mulçumanos. de onde pesquisou histórias semelhantes à do velho conhecido de sua mãe. nada a ver com o que vemos nos livros de História oficiais. que lutou em defesa do regime nazista.Armênia.Mongólia.Japão.Suécia.Bulgária. que não mais abandonou o estudante de história. que sua mãe protestante tinha raízes judias. O tema.Liechtenstein- Luxemburgo.Eslováquia- Eslovênia.Dinamarca. Voluntários da Europa Central: Albania. Legiões Muçulmanas: Azerbaijão. o historiador dedicou ao tema sua dissertação de doutorado na Universidade de Cambridge.Suíça.Noruega. Quando viajava pela Alemanha logo após ter iniciado seu curso de História na Universidade de Yale. Negros.Holanda. Em seguida.Polônia- Romenia.Portugal. Indianos.Coréia. afirma o historiador norte-americano Bryan Mark Rigg. por acaso. Voluntários da Europa Oriental: Legiões Russas.Itália. Voluntários da Ásia: China.Estônia.Houve voluntários de todo o mundo: Voluntários da Europa Ocidental: Boêmia. Legiões Cossacas: Cossacos do Don.Ucrânia. não é mesmo? Arianos.Montenegro. milhares de soldados das Forças Armadas alemãs foram às frentes de combate em defesa do regime nazista”.

da Marinha e da Aeronáutica durante a Segunda Guerra? A estimativa que resulta da tese de Rigg é de que pelo menos cem mil combatentes do Wehrmacht teriam antepassados judeus. Rigg falou com testemunhas e ex-combatentes na Alemanha. $29. $16. entre eles o ex-chanceler federal alemão Helmut Schmidt e o político e jornalista Egon Bahr. alguns até mesmo condecorados com medalhas de reconhecimento pelos nazistas. O trabalho resultou em mais de 400 entrevistas com ex-combatentes alemães de origem judia. 95 photographs.ou um fenômeno que atingia um número representativo de pessoas. Os encontros. sendo que a maioria destes seria "assimilada" e batizada segundo costumes cristãos. Entre os envolvidos estariam não apenas soldados.95 200 . 6 x 9 Modern War Studies Paper ISBN 978-0-7006-1358-8. que se baseia em grande parte na "história oral" relatada pelos ex- soldados. mas oficiais e generais. Áustria e em toda a Europa Meridional. Elogios e críticas . que delegam ao autor o mérito de ter iluminado um capítulo ainda praticamente ignorado da história da Alemanha nazista. Quatro questões básicas conduziram o autor: qual alcance teve a teoria de raças nazista dentro do Exército. Abaixo um pouco do original em inglês: Hitler's Jewish Soldiers The Untold Story of Nazi Racial Laws and Men of Jewish Descent in the German Military Bryan Mark Rigg New in Paperback: September 2004 528 pages. documentados em vídeo por Rigg.Os comentários sobre o volume “Os Soldados Judeus de Hitler” vão desde elogios.95 Also available in cloth: ISBN 978-0-7006-1178-2. a críticas veementes. foram o ponto de partida do trabalho.

Meio-judeu Anton Mayer Livro de Serviço Militar do meio-judeu Hermann Aub 201 .

Recebeu do próprio Hitler a Deutschblütigkeitserklärung. condecorado Meio-judeu Comandante Paul Ascher. Ritterkreuz. cuja foto foi utilizada pela propaganda Nazista Um quarto-judeu Almirante com o título: “O Soldado Alemão Bernhard Rogge usando a Ideal”. com a Cruz de Ferro de Segunda Classe Oficial de Primeiro Escalão no Navio de Batalha Bismarck.Meio-judeu Horst Geidner. Recebeu do próprio Hitler a Deutschblütigkeitserklärung. 202 . Meio-judeu Werner Goldberg.

Meio-judeu Johannes Zukertort. condecorado com a Ritterkreuz. Recebeu do próprio Hitler a Deutschblütigkeitserklärung. Meio-judeu e General da Luftwaffe General. Meio-judeu Coronel Walter H. Hitler o declarou Deutschblütigkeitserklärung. 203 . Recebeu do próprio Hitler a Helmut Wilberg. ariano em 1935. e com a Cruz Alemã em ouro. Hollaender.

encontrando Hitler em 1937. um nobre ideal. era 204 . General Gotthard Heinrici. O racialismo Nacional-Socialista não era contra as outras raças. redescobrindo sua cultura. Hitler declarou Milch ariano. Foi condecorado com a Ritterkreuz por sua performance na Campanha da Noruega em 1940.Meio-judeu e Marechal de Campo Erhard Milch (esquerda) com o General Wolfran Von Richthofen. casado com uma meio-judia. CONCLUINDO: Com a palavra o General da Waffen-SS Leon Degrelle: "O racialismo alemão destinava-se ao redescobrimento de valores criativos de sua própria raça. Era uma procura pela excelência.

ESPIRITUAL E CULTURAL. e valorizava sua raça. Basta então mostrar a eles . eles acham que podem derrotar o detentor do racismo divino através de acusações de racismo. Contra isso existe um meio muito fácil: é necessário apenas reconhecer ambos os racismos como momentos do ser divino e pronunciar tal reconhecimento." Claro que Hitler enaltecia as qualidades do povo germânico. Eles se tomam por deuses e se sentem no direito de escravizar todos os povos não judeus.racistas gratos aos Deuses. Da mesma forma não se pode duvidar de que os pressupostos racistas judeus. Este era o nosso racialismo. “ Como os racistas judeus não conhecem outro racismo a não ser o seu . Hitler partiu sem dúvida alguma da superioridade da raça nórdica.. As Waffen-SS respeitaram seu modo de vida. Quando se faz esta consideração.o satânico. Isto apontava na defesa e melhoramento desta raça. Eu estive presente quando cada um dos meus camaradas islâmicos recebera um presente pessoal de Hitler durante o ano novo. cada companhia tinham um Mulah . Naturalmente os nazistas foram/são racistas . Ele estava condecorando-os com o que era o mais importante aspecto de suas vidas e de sua história. Mas os estudos posteriores da SS alteraram esse conceito. e exterminá-los. E não há nada de errado nisto. Qualquer governante. O racialismo Nacional-Socialista era leal à raça germânica e respeitava totalmente todas as outras raças. seus costumes e suas crenças religiosas. Isaias 34. motivo pelo qual Hitler ordenou o recolhimento de sua obra Mein Kempf em 1940. até os pífios como os nossos. Este era nosso comum desejo que suas qualidades encontrassem sua expressão máxima.. escolhidos por Jahwe. é obrigatório se declarar contra o racismo judaico e a favor do racismo germânico. Cada batalhão islâmico SS tinha um Imã. e o seu furor sobre todo o exército delas. “ . entregou-as à matança. Hitler estava condecorando-os com este pequeno presente simbólico.. fazem isso. sim. Isaias 60. Era um pendente com um pequeno Alcorão.2 “Porque a indignação do Senhor está sobre todas as nações. E PRESERVÁ-LAS. essas nações serão de todo assoladas. por sua própria raça.12 “Porque a nação e o reino que não te servirem perecerão. Defendiam que TODAS AS RAÇAS DEVEM SE ORGULHAR DE SUA HERANÇA BIOLÓGICA. Foi demonstrado quando as Waffen-SS ampliaram suas fileiras ao incluir 60..mesmo diante das 205 . sejam racistas diabólicos.000 islâmicos SS. ele determinou a sua destruição. e desejava que todas as outras raças fizessem o mesmo por elas próprias.

Cai por terra. Isso não quer dizer que eles teriam espaço na Alemanha. durante PGM. Mas Hitler nunca pregou o domínio sobre as outras raças ou povos. Letônia. da Estônia. Lituânia. deve ter seu próprio espaço vital. Cada raça. Ucrânica. Polônia. espiritual e a cultura de ambas as raças envolvidas. mas sim que a Alemanha respeitaria o espaço vital de cada um desses povos aliados na guerra. ou “povo eleito”. A questão racial do NS deriva de sua metapolítica. Natural a aliança de vários povos distintos à Alemanha Nazista.. a Torá e rir deles por essa revelação. mais uma grande mentira: o “racismo” nazista. Era contra. que a Alemanha fez a Independência.inúmeras e vindouras acusações de racismo . sim. A Alemanha Nazista não era contra negros. Não anexou NENHUM destes territórios.o espelho. Finlândia. ou seja. Note-se. que destrói a herança genética. pois ambos lutavam contra os senhores do mundo. 206 . para desenvolver sua própria sociedade. cada povo. como já era de praxe. ou lado espiritual. a miscigenação. portanto. por ex.

No mesmo ano de 1492. Estes acompanhantes convenceram Colombo a trazer 500 índios como escravos na viagem de retorno a Espanha. assassinados. Pretende-se com isso consolidar o ensino sobre a história e a cultura afro-brasileira. 207 . Gabriel Sanchez e Rodrigo Triana). Com isso iniciou-se o drama”.639/2003. Zumbi de Palmares. bem como incluir nos currículos escolares termos como: história da África e dos africanos. escravizados. na maior deportação da história mundial. Alonzo de la Calle. vítimas de açoite e outros atos de violência. cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional. Disposição dos escravos em um navio negreiro Os navios negreiros trouxeram pelo menos 13 milhões de pessoas da África para as Américas. os reis católicos da Espanha. a Espanha vivia uma época de grande prosperidade comercial e também de grande conturbação social. Seu martírio começou no ano 1492. marcados a ferro em brasa. espancados. luta dos negros no Brasil.10 . Segundo J. instituída hipocritamente pela princesa da casa monárquica brasileira. mais de 250 municípios brasileiros comemoram oficialmente o “Dia da Consciência Negra”. ano da chegada (e não descoberta) de Cristóvão Colombo às Américas. a morte ou o exílio.O Holocausto Holocausto negro "Três rolos de fumo bastavam para pagar um negro forçudo" * Neste dia 20 de novembro de 2007. mas sim pela morte do primeiro negro a liderar uma revolta da população negra. A insurreição contra a escravidão teve seu principal marco histórico não com a Lei Áurea. que foram vendidos e negociados como mercadorias descartáveis. davam aos judeus a escolha entre a conversão. Ney. para o cultivo da terra. P. Neste final do século XV. Isabel e Fernando. Este Holocausto Negro iniciou-se com a vinda dos negros da África. Marco Bernal. em seu artigo “O comércio escravo”: “Com Colombo viajaram 5 marranos (marranos = judeus recém-convertidos ao Cristianismo - Luis de Torres. Tudo conforme quer almejar a lei 10.

Aqui não há mais nada a provar. Os assassinos e coadjuvantes nem odiavam suas vítimas nem tão pouco havia motivação para vingança. Os escravos eram somente mercadorias. eles conservavam as condições comerciais. talvez comparável aos rendimentos fáceis obtidos através da especulação nas bolsas de valores dos dias atuais. de Hamburgo”. o Holocausto Negro é com segurança o maior crime da história. “O comércio de escravos estava na mão de judeus”.000 pessoas. Os escravos nunca foram inimigos de alguém. O último navio de escravos. surpreende a relação que este faz entre a procura desenfreada pelo lucro e o fato de que. pertencia à companhia de navegação judaica Blumenberg. eles possuíam os navios. o transporte dos negros como escravos para as Américas começou em 1520. o navio ORION. e era deles o lucro. pois a deportação e o comércio de escravos não apresentaram outro motivo aparente. "Escravidão: crime do milênio" No estudo de Ney. Com um total de cerca de 150 milhões de mortos. conforme publicou a revista Der Spiegel em 1998. Havia e há somente uma explicação lógica: a ganância pelo maior lucro. o que não deixou de ser um dos mais rentáveis negócios daquela época. Este genocídio também não era parte de uma guerra. 208 . Durante as décadas seguintes. “Não existe mais dúvidas de que o povo judeu foi o que cometeu este crime: eles tinham o monopólio. Tudo é conhecido. E é justamente esta desmedida procura pelo lucro fácil que faz com que as pessoas tornem-se cegas.Ainda segundo este autor. o número de caçados e deportados chegou à cifra anual de até 50.

Dr. não abordando seu conteúdo. O especialista negro norte-americano em tráfico escravo. Os autores do estudo deixam bem claro logo no início: “As informações aqui contidas foram obtidas principalmente de obras judaicas. e é também igualmente razoável social e 209 . The Nation of Islam. mas infelizmente se resume apenas a pichá-lo de "O novo anti-semitismo". Para pesquisadores judeus. Foi dada bastante importância na obtenção das provas apresentadas somente a partir de autoridades judaicas de renome. menciona este estudo em um dos seus attigos. A relação secreta entre negros e judeus Em 1991. tais ataques irracionais somente iluminam com mais destaque a hipocrisia da dupla moral acerca das pesquisas sobre o miserável comércio de escravos. a comunidade religiosa norte-americana composta de cidadãos negros. publicou um estudo sobre a atuação judaica no tráfico negreiro. é social e moralmente aceitável que livros sejam editados onde a atuação de árabes no comércio negreiro seja apresentada. o uso dos escravos africanos capturados. como Bernard Lewis. Como este tema gira em torno de um assunto delicado para a preservação da imagem da comunidade judaica no ocidente. Mais além temos: “A maioria das pessoas sempre supuseram que a relação entre negros e judeus fosse amigável e frutífera. o livro tem sofrido constantes ataques. e que eles participavam em todos os aspectos do comércio internacional de escravos”. examinou o livro e o tornou leitura obrigatória em seus cursos. encontra-se provas incontestáveis de que os mais importantes "bandeirantes" judeus ultrapassavam em dimensão bem maior do que outros grupos étnicos ou religiosos da história.Na introdução do livro pode-se ler: “No fundo dos inacessíveis contornos da historiografia judaica. Daniel Pipes. O sionista e articulista do site MidiaSemMascara. Incrivelmente. Tony Martin. um enriquecimento mútuo – dois povos sofridos que se uniram para superar com sucesso o ódio e fanatismo. Mas a história mostra algo bem diferente”. A obra levou o título de The secret Relationship between Blacks and Jews e aparenta ser bem fundamentada e documentada. cujas obras apareçam em revistas de história especializadas ou publicadas pelas principais editoras judaicas”.

citando para tal a obra de Gilberto Freire. Barroso escreve: “O açúcar começou a criar para o judaísmo negócio novo e lucrativo: o tráfico dos negros”. como por exemplo. iam buscar do outro lado do Oceano Atlântico. ambos caracterizadores das colonizações peninsulares..] Ela é torcida e mal entendida. Claudete Alves... os senhores de engenho viviam endividados. tiveram como primeiros impulsionadores os judeus de Portugal. que muito se beneficiaram dos lucros obtidos por seus pares no comércio de escravos africanos. a veradora do PT. o livro da comunidade religiosa norte-americana dá um conselho aos seus leitores sobre a relação entre os negros e judeus. acabariam caracterizando toda a economia ultramarina. Como eles não podem rebater as teses apresentadas. Talvez a consciência da sociedade brasileira irá um dia promover reparações aos cidadãos negros descendentes daqueles que foram injustiçados por tamanha crueldade. a vereadora petista poderia procurar mover uma ação reparatória junto às grandes casas bancárias judaicas nas Citys de Londres e de Nova Iorque. onde já no primeiro parágrafo descreve a situação da exploração açucareira no Brasil: “Florescia pois. Ligados. 1936: “No norte.” É claro que a imagem que a grande mídia nos transmite é bem diferente desta.moralmente que se mostre o comprometimento de europeus no comércio de escravos. o comércio de carne humana à medida que prosperava a indústria açucareira. E segue com o capítulo intitulado “O tráfico de carne humana”. e é realmente tempo de se ocupar novamente com os documentos e examinar ‘ The secret Relationship between Blacks and Jews’ “. “Casa Grande e Senzala”. pois ela atende em sua grande parte a interesses sionistas. também enfeudados a Israel.A participação judaica no tráfico de escravos africanos foi abordada pelo historiador brasileiro Gustavo Barroso em sua obra “A História Secreta do Brasil”. Uma vez ciente da problemática envolvendo a comunidade negra brasileira.” E mais além. o comércio de escravos e a produção do açúcar.. desde os albores do ciclo do açúcar. Ações para isso já estão sendo levadas acabo por políticos. começou o emprego da mão-de-obra negra. maldoso e imoral” para um pesquisador não-judeu trazer à tona a participação judaica no comércio de escravos negros. Porém. E justamente ciente disso. que os negreiros. é uma relação que necessita de análises adicionais. No capítulo que trata sobre “O empório do açúcar”. O judaísmo os manobrava e forçava a lançar mão do operário africano. prossegue com seu ataque aos judeus. Assim. 2ª edição. e que estendemos às comunidades quilombolas brasileiras: “. O horror à atividade manual e a instituição do trabalho escravo. é totalmente “falso. presos à usura judaica. [. Mas o que pensam os judeus sobre muitos milhões de negros mortos por seu comércio de escravos? 210 . O suor do negro cimentava a riqueza do segundo ciclo da colonização. só resta ignorar ou difamar a obra.

n° 772) "Os judeus são chamados seres humanos. mas os não-judeus não são humanos.." .. Eles são bestas. 114b "É permitido tirar o corpo e a vida de um gentio." . 245c.Talmud: Baba mezia.Sepher ikkarim III c 25 E hoje a mídia judaica acusa os nazistas de serem contra os negros.” (Ialkut Simoni. 211 .Relembrando o que eles aprendem nas sinagogas: “Todo o que derrama o sangue dos ímpios é tão grato a Deus quanto o que oferece um sacrifício a Deus.

I.Membro da Academia de História de Portugal . a saber: .a tragédia do ouro .todos tinham como credor uma casa bancária judaica Agora tente encontrar algumas dessas obras deste notório historiador para vender hoje. e percebe duas semelhanças entre todos: . Maranhão.. muitas vezes através da Maçonaria.a Revolta de Beckman .Presidente da Academia Brasileira de Letras . Gustavo Barroso. provavelmente.Membro da Sociedade de História Argentina .Membros dos Institutos Históricos e Geográficos do Ceará. sempre explorando e matando os brasileiros em proveito próprio. em suas obras “História Secreta do Brasil Vols. destaca a autoria judaica.a ladroeira do estanco .Membro da Royal Society of London .Membro da Real Academia Espanhola de La Lengua .e muitos outros dissabores históricos brasileiros como esses! Além disso. Colônia de Banqueiros”.. de quase a totalidade de nossos problemas históricos. II.todos tinham condições tão abusivas que chegam a ser escandalosos . Bacharel em Direito.Diretor e Fundador do Museu Histórico Nacional . analisa todos os empréstimos federais e estatais feitos desde os tempos do Império.a Guerra dos Mascates .o empório do açúcar .Membro da Academia de Ciências de Lisboa . III. 212 .o monopólio do pau-de-tinta .Membro da Academia Espanhola de História .a Guerra dos Emboabas . o maior historiador brasileiro.a Inconfidência Mineira .o drama dos diamantes .a Revolta Farroupilha . o governo de fato por trás do governo oficial brasileiro. Espírito Santo e Cidade do Rio de Janeiro .etc.11 – O Brasil escravo Gustavo Barroso foi.o tráfico de carne humana . em sua obra “Brasil.a Guerra do Paraguai . destacarei apenas alguns de seus inúmeros títulos: . IV”. amante das Forças Armadas. Bahia.

de bom grado renunciaria. Tornei-me perigoso aos poderosos do dia e às castas privilegiadas. o povo e principalmente os humildes. Que o sangue dum inocente sirva para aplacar a ira dos FARISEUS. insultam. a calúnia. a felonia de hipócritas e traidores a quem beneficiei com honras e mercês e a insensibilidade moral de sicários que entreguei à Justiça. caluniam. sistemática e escandalosa. Levo o pesar de não haver podido fazer. CARTA DE SUICÍDIO DE GETÚLIO VARGAS "Deixo à sanha dos meus inimigos. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. para que eu não continue a defender. Se a simples renúncia ao posto a que fui levado pelo sufrágio do povo me permitisse viver esquecido e tranqüilo no chão da pátria. Voltei ao governo nos braços do povo. ora porque se opunham aos próprios interesses nacionais. por este bom e generoso povo brasileiro e principalmente pelos mais necessitados. como sempre defendi. luta em favor do povo contra a exploração do judaísmo internacional. não me combatem." “Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso.. Não me acusam. não dos crimes que não cometi. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação. A resposta do povo virá mais tarde. aos pobres e aos humildes. Velho e cansado preferi ir prestar contas ao Senhor. impiedosamente. mas de poderosos interesses que contrariei. fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. contra a minha pessoa. Mas tal renúncia daria apenas ensejo para com mais fúria. Querem destruir-me a qualquer preço.Sempre que algum governo brasileiro exibe traços nacionalistas. o legado da minha morte. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais. 213 . Tenhamos por exemplo Getúlio Vargas. ora porque exploravam. Contra a Justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. todo o bem que pretendia. Só Deus sabe das minhas amarguras e sofrimentos. perseguirem-me e humilharem-me. Acrescente-se a fraqueza de amigos que não me defenderam nas posições que ocupavam. e não me dão o direito de defesa. A mentira.. Agradeço aos que de perto ou de longe trouxeram-me o conforto de sua amizade. as mais torpes invencionices foram geradas pela malignidade de rancorosos e gratuitos inimigos numa publicidade dirigida. é caçado até o seu fim. contribuindo todos para criar um falso ambiente na opinião pública do país. Sigo o destino que me é imposto.

afrontando. porém. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. incessante. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate. mal começa esta a funcionar a onda de agitação se avoluma. a calúnia não abateram meu ânimo. Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem. Agora ofereço a minha morte. a corrupção. sentireis no meu pensamento a força para a reação. Sinto-me. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória." CARTA DE RENUNCIA DE JÂNIO QUADROS "Fui vencido pela reação e assim deixo o governo. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. nem rancores. Quando a fome bater a vossa porta. resistindo a uma pressão constante. não mais será escravo de ninguém. Lutei contra a espoliação do Brasil. valorizou-se nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder. trabalhando infatigavelmente. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem. hora a hora. Tenho-o cumprido dia e noite. O ódio. Eu vos dei a minha vida. para defender o povo que agora se queda desamparado. a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou de indivíduos. Assumi o governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Tenho lutado mês a mês. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história. querem continuar sugando o povo brasileiro. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. eu ofereço em holocausto a minha vida. dia a dia. "Desejei um Brasil para os brasileiros. Veio a crise do café. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. tudo suportando em silêncio. Nestes sete meses cumpri o meu dever. inclusive do exterior. nesse sonho. Mas esse povo. a que tem direito o seu generoso povo. tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo. sem prevenções. Mas baldaram-se os meus esforços para conduzir esta nação. que pelo caminho de sua verdadeira libertação política e econômica. Não querem que o povo seja independente. Nada receio. a única que possibilitaria o progresso efetivo e a justiça social.Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás. de quem fui escravo. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém. as infâmias. Ao ódio respondo com perdão. sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. 214 .

Há muitas formas de servir nossa pátria. proclamo nesta oportunidade.ENÉAS. Os que o conhecem podem prever sua reações. ora quebradas. do respeito e da estima de cada um dos meus patrícios.por ser apenas um nacionalista.que são superficiais e não dão conta da realidade. não manteria a confiança e a tranqüilidade.de maneira clara. Enéas vem expor para o público. com o pensamento voltado para a nossa gente. pois se manifestam de maneira idêntica sempre que os estílmulos são idênticos. às Forças Armadas. Trabalharemos todos. para os operários. Alerta Página 01 Povo Brasileiro! O Brasil esta em perigo! 215 . fingindo não ouvir ou não ver. A mim não falta a coragem da renúncia. do congraçamento. Enéas tal não se da. Enéas Ferreira Carneiro Dificilmente. Saio com um agradecimento e um apelo. hoje pode-se prever a atitude que terá um homem público perante esta ou aquela injunção política. Creio mesmo que não manteria a própria paz pública. assim. Sua conduta é retilínea. esta página da minha vida e da vida nacional. É sempre o mesmo. para a grande família do Brasil. Forças terríveis levantam-se contra mim e me intrigam ou infamam.esmagado. Mais uma vez o Dr. para todos e de todos para cada um. Somente assim seremos dignos de nossa herança e da nossa predestinação cristã. O BRASIL EM PERIGO ! ! Autor : Dr. que não se prevalece do alto conhecimento que tem para obter vantagens. O apelo é no sentido da ordem. Somente assim seremos dignos deste país e do mundo. Encerro. Retorno agora ao meu trabalho de advogado e professor. Se permanecesse.Com o Dr. cuja conduta exemplar.um patriota que crê no poder da verdade. para os estudantes. em todos os instantes. Chaman-no de fascista. Esta é uma síntese imprescindível para entendermos bem o que esta se passando e o que pode acontecer com futuro do Brasil. até com a desculpa de colaboração." Agora com a palavra o saudoso Dr Enéas Carneiro. a verdadeira situação em que se encontra o nosso país – talvez desconhecida pela maioria dos nossos homens públicos. indispensáveis ao exercício da minha autoridade.precisa e indiscutível. que não ignora. de forma especial. O agradecimento é aos companheiros que comigo lutaram e me sustentaram dentro e fora do governo e. um grande nacionalista: CARTILHA DO DR.

O senhor acredita que poderia ter chegado a essa idade.o que o generoso povo brasileiro possa despertar para o seu grande futuro. para o leitor. e finalmente.ENÉAS: Veja lá! Quando uma criança nasce. queime as colheitas. idosos. A criança será o futuro cidadão se receber ao longo da infância. o que é o Estado? DR ENÉAS: Espere. com quem aprendi a fazer uma abordagem física dos processos politico-econômicos que norteando os rumos do planeta no terceiro milênio. ela não tem como cuidar de si mesma. físico e matemático. Que este documento possa dissipar a cortina de fumaça que se interpõe entre a Verdade e aquilo que se repete a todo instante pelo meio de comunicação. contra chuva.para viver em sociedade precisa trabalhar. jovens. ela sobreviveria poucas horas – a família surgiu na história da sociedade para ser a primeira instancia em defesa do ser humano. estupre a sua mãe. e com velocidade crescente. mate todos os seus vizinhos. precisara de regras de convivência que definam muito bem quais são os seus direitos e deveres. é submissa do sistema Financeiro Internacional. defesa contra o calor. Mas á frente. tome a 216 . Percebo que o povo precisa despertar e. Esta em andamento. resolvi escrever uma Cartilha. ”globalização da economia” etc. aquilo que deveria ser dito e escrito através dos veículos de comunicação de massa . tudo aquilo que nos foi legado pelos nossos antepassados e que nos faz sermos uma nação. Ela traz. na elaboração desta Cartilha. patrões.são os meus desejos. brancos. Se não houvesse a família. médico. Esta Cartilha destina-se a todos os cidadãos de nossa terra – homem. empregados etc. Poucos estão tendo consciência do abismo para onde todos estamos caminhando. já um cidadão.ter água potável. Agradeço aos professores de Economia Dércio Garra Munhóz. como não disponho de tempo e espaço em nenhum dos meios de comunicação. ao Batista Vidal.ter um local para morar e se defender das interpéries.Um PLANO DIABÓLICO visa entregar nossas riquezas! A imprensa brasileira. ai esta é uma questão muito importante! Vamos por partes. sair a rua sem risco de ser assaltado ou assassinado. razão por que o povo não tem acesso ás intenções verdadeiras que se escondem por traz da farsa embutida nas palavras da moda “privatização”. alimento. se não houvesse uma organização a serviço das pessoas e da sociedade como um todo? RAPAZ: Não entendi bem. Imagine que um povo inimigo invada a sua terra. educação. que participou do inicio ao fim. mulheres. “Estado mínimo”.a Verdade simplesmente. mate o seu pai. negros.Vanderlei Assis. Enéas) RAPAZ: Diga-me. Adriano Benayon do Amaral e Marcos Coimbra – este último membro do Diretório Nacional do PRONA. DR. serva do poder Constituído. Dr. os ensinamentos que deles recebi. mestiços. Enéas Ferreira Carneiro Presidente da Comissão Executiva Nacional do PRONA (A cartilha traz um dialogo entre uma pessoa e o Dr. ao meu amigo de 30 anos Dr. um plano diabólico de destruição de todos nossos valores. em particular.contra as doenças etc. contra o frio.

ENÉAS: Isto é uma grande mentira. o Poder Constituinte. na verdade. o Estado deve agir sempre que necessário como órgão interventor restabelecendo a ordem. sempre em defesa dos interesses e das necessidades de seu povo. passara ás mãos de grupos representantes dos países ditos ricos.a água. Por isso o Brasil é muito importante para eles. O estado que ai esta. então: O Estado pressupõe um povo. já não existe um consenso mundial que o estado moderno não deve intervir em nada. à moradia.sua casa etc. Quem vai defendê-lo? Tem que haver uma organização capacitada para enfrentar situações como essa – surge a necessidade das Forças Armadas. RAPAZ: E qual é o interesse. Assim. um território e um poder originário de mando. receberam importâncias fabulosas de legítimos representantes do Sistema Financeiro Internacional. RAPAZ: Mas. Sintetizando. por que estamos vendo isso no Brasil? DR. ele obedece poder infinitamente maior. na produção e na economia como um todo. fundamentalmente as estrangeiras que deve haver liberdade absoluta? DR. ENÉAS: Sem dúvida nenhuma. O Estado surge então como o Poder Institucionalizado. ENÉAS: Porque. etc. a igualdade de oportunidades e o direito ao trabalho. fizeram acordos. que impõe suas regras demoníacas á maioria das nações. a justiça. sem as riquezas do Brasil. estão em situação desesperadora. se o Estado seve para tudo isso.ENÉAS: Tendo em vista suas amplas e profundas responsabilidades. Excluir. RAPAZ: O senhor quer dizer que o Brasil é muito importante pra eles? DR. senão não é um estado legítimo. RAPAZ: Mas. as fontes de energia etc.ENÉAS: Porque o Estado que ai esta é fraco. ambos livres… 217 . que. È a luta entre a raposa e o pintinho. Deve existir e atuar de modo soberano. não haverá mais quem defenda o que é patrimônio nacional. inerte. sem nenhuma função social – é inimigo do povo. Excluir.. RAPAZ: Ou seja. O que não tem nenhuma importância para eles é o povo brasileiro. a serviço da sociedade. as riquezas da nossa terra . à educação. A liberdade leva ao verdadeiro massacre dos mais fracos pelos mais fortes. – que nos fazem o país mais rico do mundo. não há futuro para os países de primeiro mundo. não é soberano. à saúde aos transportes e à sadia necessidade de criação de riquezas . ilegítimo.intervindo se necessário. por que os governos obedecem ao Sistema Financeiro Internacional? DR. na verdade. do Sistema Financeiro Internacional? DR ENÉAS: É destruir o Estado-Nação – destruindo o Estado-Nação. o subsolo. sem isso ai a cidadania é pura conversa fiada! DR. etc. porque não tem como enfrentar as grandes necessidades do próximo século.. RAPAZ: Mas. então. para chegarem a ser governo. o Sistema Financeiro Internacional. RAPAZ: Partindo dessa idéia como deve agir o Estado? DR.ENÉAS: Sem dúvida. que tudo deve ser entregue ás forças livres do mercado.

esses sim. DR. para que servem essas coisas? DR. DR. Por acaso não é no nosso subsolo um dos mais bem-dotados da Terra em riquezas minerais (ferro. e nem mesmo a grande maioria dos utensílios usados atualmente poderia ser fabricada. isso representa um patrimônio de 480 bilhões. com a maior parte ainda não utilizada? Terras férteis são fundamentais para o desenvolvimento da Agricultura. etc. Guerras estão sendo previstas no mundo por causa de água potavel. Enéas? Nunca ouvi falar em nióbio! DR. por ser responsabilidade sua. só o Estado tem força e. os computadores. Por acaso não temos a maior quantidade de água potável do planeta? Água potável é água para beber – é o que mais falta no mundo. ENÉAS: Como não temos recursos? Por acaso não temos uma imensidão de terras férteis. – são feitos utilizando ferro. no mercado internacional.manganês. trens sem trilhos etc.ENÉAS: Mostraremos. Sem o quartzo não existiriam as maravilhas da eletrônica . recursos verdadeiros. trens. como é que o senhor diz que não temos recursos? 218 . feitos com o nosso quartzo a um preço de 3. antes do lucro.)? RAPAZ: Mas.nióbio. etc. ENÉAS: Todos os meios de transporte – carros.chips de computadores.000 mil dólares a tonelada do metal. cerca de MEIO TRILHÃO DE DÓLARES. tem 8 milhões de toneladas de metal contido. etc.Na verdade. seria muito difícil viver hoje sem esses recursos essenciais. Ele é exportado a um preço inferior a 5 dólares o quilograma: E nós importamos componentes eletrônicos. bases da riqueza real. Dr.que permite construir aviões supersônico.ENEÁS: E o nióbio. a riqueza do papel pintado! E então.ouro.000 dólares o quilograma. ah! O nióbio é o metal do próximo século. Ao preço d 60. os rádios. em Minas Gerais. E o nosso Brasil é o maior produtor de nióbio do mundo.etc.as televisões. ISSO É ENTREGA CIRMINOSA DO PATRIMÔNIO NACIONAL! RAPAZ: E o nióbio . alumínio. NOSSAS RIQUEZAS RAPAZ: O governo diz que não temos recursos. E o nosso nióbio é vendido a preço de banana! Isso é entrega criminosa do patrimônio nacional! Por acaso não temos as maiores florestas do planeta? Por acaso não temos um dos maiores rebanhos da Terra? Etc. com mais da 95% da produção mundial! NOTA: Só a mina de Araxá. manganês e outros metais. passo a passo.quartzo etc. e não a falsa riqueza. esta preocupado com o bem estar do seu povo. nas próximas páginas. Sem os metais os edifícios modernos não existiriam. O nióbio é fundamental para indústria pesada. porque só o Estado. aviões etc. NOTA: O Brasil detém A MAIOR RESERVA de quartzo de primeira qualidade do mundo.? Enfim. Terras férteis são fundamentais para a criação de rebanhos. Esta é a questão central de todos os grandes problemas nacionais. tem o interesse para intervir na Economia a favor dos mais fracos. alumínio.

RAPAZ: Mas o dólar não é uma moeda forte? DR.ENÉAS: Isso é o que todo mundo diz. como tantos outros (Argentina. mas dinheiro mesmo nós não temos. ah.!! O senhor esta falando de outra coisa. não é para manter as Forças Armadas. com todos esses recursos. mais trata-se de uma vergonhosa distorção da verdade.ENÉAS: Ah. no mínimo. O que existe. tantos dólares quantos forem necessários para se apoderarem das riquezas dos outros países. México..ENÉAS: Que é isso.F. mas não é com o pagamento de funcionários públicos.ENÉAS: Que é isso! Sempre foi: cruzeiro. mais do que arrecada. Em 1996 serão. gerando um déficit público? DR. mas sem dinheiro eu não compro nada! DR. Em 1995 foram 84 bilhões. Chile etc.ENÉAS: Falemos só da arrecadação federal em 1994 foram arrecadados 60 bilhões de dólares. realmente.ENÉAS: É porque o Estado Brasileiro. cruzeiro novo. aceitou que a nossa moeda fosse atrelada ao dólar.ENÉAS: É forte apenas porque os Estados Unidos tem o maior poder militar do mundo e emitem a seu bel prazer. real – o sistema de referência é sempre o dólar. com toda essa riqueza verdadeira. ah. cidadão? Não existe mais moeda nacional. RAPAZ: Mas o real agora é tão forte quanto o dólar DR. Por isso é que só o Estado pode fabricar dinheiro. Como é que.).os dólares são puro papel pintado que eles compram as riquezas do mundo.RAPAZ: Sim. falando em dinheiro vivo. cruzado. DR. que nada mais é do que a representação formal dessa riqueza. não é com a manutenção de 219 .ENÉAS: Vamos por partes! O dinheiro é um símbolo. se não há dinheiro. submetendo-se ás regras do Fundo Monetário Internacional . sem nenhuma regra. RAPAZ: Sim. Exatamente como fizeram na Argentina batizando o dólar de austral! RAPAZ: Afinal de contas. 120 bilhões. então esta havendo uma confusão. a arrecadação do Governo Federal aumentou 50% . quanto é que o Governo arrecada por ano? DR. é por que o Governo gasta mais do que arrecada. Em 1995 foram 96 bilhões. atualmente no Brasil é o dólar batizado de real. RAPAZ: Então. Os Estados Unidos emitem dólares em quantidade muito superior a riqueza real daquele país .I. Não podemos com nenhum outro país a não ser com o dólar. URV. nós não temos dinheiro? DR.acima da inflação – receita obtida apenas com impostos federais. Eu estou falando de riqueza verdadeira. RAPAZ: Nesse período. RAPAZ: Mas antes o cruzeiro não era atrelado ao dólar? DR.M. O Governo gasta. que é a moeda mundial. cruzado novo. Então.

artificialmente. provoca um sangra gigantesca de recursos. de modo oficial que é canalizado todo ele para o pagamento dos juros gigantescos . em todo o Brasil. através do Banco Central.porque não há interesse em dizer . dolosa.000. Essa diferença absurda de juros . O saldo foi de 35 bilhões. com nossas taxas internas.que rendem para o Brasil cerca de 5% ao ano. para eles. para as Estradas.relacionadas com o “funcionamento da máquina estatal”. enquanto só de juros (divida interna e externa) foram pagos.em torno dos 10% (sobre 60 milhões de dólares) – vai representar uma perda de 6 bilhões de dólares. tomado emprestado. não há saída. E. Pagamos de juros. É ter coragem para enfrentar a armadilha que nos foi imposta pelos donos do mundo. para o Serviço Público em geral. para a Saúde. do Tesouro Nacional. para aplicação de papéis.ENÉAS: Não cidadão! Esse é um problema fundamental. RAPAZ: Então o problema é só o pagamento de altas taxas de juros? DR. principalmente a televisão. Não há dinheiro para nada que seja relacionado com a vida do povo brasileiro. que não é mencionada. suas reservas. mais não é o problema principal.os maiores do mundo . E ainda existe mais. muito mais! O Governo toma emprestados. Assim não dá para agüentar! RAPAZ: E corrupção? O senhor não falou dela! DR. o Governo emite papéis chamados TÍTULOS e. que consiste em dinheiro que o Governo apanha de investidores nacionais para pagar suas contas. mantendo as taxas de juros. Mas paga para os credores 15% ao não. O que é isso? DR. como sempre tem feito. em 1996. Agora veja… A verba federal destinada á Saúde.SUS – no mesmo período. cerca de 20% ao ano! Foram bilhões de dólares registrados em lugar nenhum. Sob título de “portifólio”.é que existe uma saída gigantesca de dinheiro.ENEAS: Claro que há! O essencial é voltar a realidade.hospitais e escolas… O que ninguém diz . que desvia dezenas de dólares. Como garantia desse dinheiro.000.500. que foram. oferece taxas d juros exorbitantes. Só o patrimônio da Vale do Rio Doce é no mínimo de 1. que faz com que os corruptos sejam verdadeiros ladrões de galinha. no mínimo. RAPAZ: Serviço da Divida Interna.no exterior.dólares para manter. em níveis elevadíssimos. Veja só: em 1995 foram pagos 23 bilhões de dólares com juros da Divida Interna.com que é pago o serviço da Divida Interna. nada! RAPAZ: Então. chamada Divida Interna. tudo! Para o povo brasileiro. o dobro de tudo aquilo que se gasta com todo o Sistema Unificado de Saúde . E há muito mais.00 (um trilhão e quinhentos bilhões de dólares)!!!! Assim a gente entende porque não há dinheiro para a Educação. que comandam o Sistema Financeiro 220 . Mas não dizem que a perda oficial.ENÉAS: Ela é criminosa. foi de 14 bilhões de reais para o ano inteiro. tudo em reais. ou seja. que não é calculada pelo Governo. dinheiro para especulação pura. par atrair investidores. e os gastos sobre os ganhos. convencem a populção que esse é o mal maior. cerca de 30 bilhões de reais. existe em todos os níveis. sem duvida. em 1996 entraram 100 bilhões e sairam 65 bilhões.000. mas quanto os capitalistas ganharam de fato? Foram gastos sobre 100 bilhões. pior ainda ! Existe uma divida em moeda estrangeira que não é registrada. em um ano.ENÁS: Essa história é um pouco complicada! Já há um pouco mais de uma década vem crescendo assombrosamente uma divída. tudo oficializado. Os meios de comunicação. DR. em 1996.

há um caminhão que leva aos DONOS DO MUNDO. a igreja. afinal? DR. e usam-se todos os artifícios possíveis para dar a impressão que o único caminho é a privatização. o transporte. professores e da maioria dos profissionais – funcionários públicos – que trabalham diretamente com o povo. RAPAZ: Quando é que isso vai começar a ser feito? DR. Reduzem-se progressivamente os salários dos médicos. que são fundamentais para a existência de qualquer nação. a água. que são desviados criminosamente. para pagar juros da Dívida Externa. Cultiva-se uma verdadeira inversão de valores que a Humanidade levou milênios para construir. aos princípios cristãos. Só há uma saída: É a ruptura com Sistema Financeiro Internacional. a desordem. É muito mais fácil. deteriorando-se os serviços básicos de Educação e Saúde. em 10 passos: PRIMEIRO: Provoca-se o descrédito de tudo que é nacional junto a população. golpes contra o Estado etc.ENÉAS: Por isso seria condenável a luz do direito internacional. TERCEIRO: Provoca-se a perda de auto-estima. a desconfiança e o ódio. RAPAZ: Qual é a estratégia a ser utilizada. A imprensa repete todos os dias que não há recursos. porém de modo oficial.por que não declaram guerra ao Brasil e tomam logo tudo? DR.. Com isso. isso já vem sendo feito há muito tempo e com velocidade muito maior nos últimos 10 anos. Destrói-se tudo e faz-se isso sob a fachada de modernismo. Justificam a redução drástica das verbas para os Serviços Públicos dizendo que não há recursos. Mas já demonstramos que há recursos de sobra. Os meios de comunicação só divulgam o que não presta – exemplos de corrupção de funcionários públicos. o fornecimento de energia etc. neles.ENÉAS: Não. atualmente. as drogas. Começa ai. negociatas. em contra- partida. o petróleo.Internacional. o desemprego… E. 221 . disfarçado de ajuda para entrar no 1º Mundo. subjugar uma nação através de um projeto de dominação econômica. O PLANO DIABÓLICO Página 31 a 52 (Há um avião que lança “bombas” em cima do território brasileiro… As “bombas” são: a perda da auto-estima. o processo de deterioração do Estado. á família. até mesmo por falta de investimentos ou entregando ao inimigo o poder de investir – vão se deteriorando as comunicações. o gás e a biodiversidade) RAPAZ: Se os donos do mundo precisam tanto das nossas riquezas. uma falta de entusiasmo com o seu trabalho. graças á atitude servil dos governantes.ENÉAS: É a destruição do Estado Nação. cai fragosamente a qualidade dos serviços prestados á população. SEGUNDO. criando. através de um aspirador. Todo o mundo repete que não há recursos. Institucionaliza-se o deboche. os metais. floresta. Faz-se com que tudo funcione mal. o desrespeito á pessoa humana. aos mais velhos.

com verdadeiras hordas.600 crianças por dia – dados de 1996). pouco a pouco.etc. vai se transferindo para uma minoria privilegiada de representantes legítimos do Sistema Financeiro Internacional – os donos do mundo. fazendo crescer. Enéas Ferreira Carneiro. personagens em defesa da descriminalização das drogas. Usiminas. SEXTO: Pratica–se um controle de natalidade desumano.com a desculpa esfarrapada de que assim diminuirá o número de meninos de rua. uma falsa idéia de normalidade quanto ao seu uso. a legião de desempregados. esta falido. o dinheiro que constou oficialmente como pagamento para aquisição do controle não seria suficiente para pagar sequer 2 (dois) meses de juros. a partir daí. Todo o dinheiro até hoje arrecadado nas privatizações já feitas (Escelsa. esta justificado. que deve ser o menor possível. cada vez maiores. passo a passo. e colocando outros tantos abaixo da linha da pobreza. destruídas a noção de patriotismo e a auto-estima. construído após décadas de sofrimentos.. todos médicos e membros do Diretório Nacional do PRONA) DÉCIMO: Desvalorizam-se.) foi usado para pagar juros. Os meios de comunicação propositadamente vão jogando na lama a língua pátria. incluindo o DR. E todo o formidável patrimônio público. levando progressivamente a nação a ruína – é o culto ao Bezerro de Ouro. OITAVO: Infiltram-se no cenário político e nos meios de comunicação. 1. Em vês de serem fortalecidas. com o povo convencido de que Estado não serve pra nada. porque não existe pátria sem patrimônio. QUINTO: Promove-se um verdadeiro genocídio – de forma explícita. assustadoramente. sem recursos materiais. ninguém mais acreditando no trabalho. Quadro: É o fim da pátria. Light etc. os militares com baixíssimos salários. são deixadas a mingua. no Governo. finalmente. 14 assinaturas de médicos que assinaram essa afirmativa. SÉTIMO: Destrói-se. na juventude. proporcionando. Como a língua é o maior patrimônio de um povo.e com a privatização da Vale do Rio Doce. somente juros… 222 .. com isso. de meninos de rua. CONCLUSÃO: Com a nação esfacelada.etc. Desmoraliza-se o Hino Nacional. em coisa alguma. o festival de privatizações. Quadro: A MACONHA PRODUZ DEPENDÊNCIA QUÍMICA ( abaixo. de fome. a Bandeira Nacional e tudo aquilo que pode representar um sentimento de amor a Pátria. o número de brasileiros que poderiam lutar pela sua Pátria .QUARTO: Promove-se uma propaganda gigantesca a favor da desmoralização das Forças Armadas. todas as formas de trabalho produtivo. de pessoas nas ruas. que são o braço armado do povo. desrespeitá-la é desrespeitar a própria nacionalidade. com isso.estimulam-se todos os tipo de especulação. a noção de patriotismo. esterilizando moças pobres em pleno período de atividade produtiva – diminuindo. de entrega do patrimônio nacional. na família na Igreja. isso tudo visando ao seu aniquilamento total. matando de fome e doenças decorrentes da desnutrição milhões de pessoas (atualmente no Brasil morrem. Companhia Siderúrgica Nacional. que não deve se meter em coisa alguma.

Como. É só o estado assumir o seu verdadeiro papel. para poder concorrer com os preços dos produtos importados. foi esse que. O governo não tocou. estão sempre embutidos os impostos e as taxas de juros. o pagamento dos empréstimos contraídos – lembram da varreata em Brasília? Mas. Por exemplo.ENÉAS: Que projeto maquiavélico. nos impostos e no ponto nevrálgico – as taxas de juros. Diminuiu as tarifas de importação. como é que eles estão conseguindo manter a inflação em níveis tão baixos? DR. o câmbio puxando a inflação para baixo. algumas pessoas lêem o jornal e comentam “Que noticia! Não temos mais inflação!” “Outra grande piada” “Seria bom se fosse verdade”). sem mexer nas verdadeiras razões da inflação – taxas de juros e impostos elevadíssimos – esta conseguindo mantê-la em níveis próximos de 1% ao mês? (lembrando sempre que esses dados são de 1996).assumir a sua responsabilidade através de um governo forte. baixando as tarifas para o nível daquelas da Argentina. Se os custos das empresas tivessem sido repassados para os produtos.. elas perderiam mercado. fez o real valer mais que o dólar. RAPAZ: Qual foi então o milagre do plano real ? DR. diabólico. E COM A IMPRENSA TODA BATENDO PALMAS. como dois terços da população vivem em uma economia de subsistência. entrou em cena o segundo elemento puxando a inflação para baixo. voltado para os interesses de todo o povo brasileiro. no custo final de um produto. E. Para os agricultores venderem seus produtos. RAPAZ: Dr. cheio de importados. ENÉAS: É UMA VERDADEIRO ASSALTO Á NAÇÃO. A FARSA DO REAL Página 43 a 56 (Na ilustração. começou o processo. Enéas.. não há saída? DR. 223 . nacionalista. QUADRO: É TER CORAGEM PARA ROMPER DEFINITIVAMENTE COM O SISTEMA FINANCEIRO INTERNCAIONAL. nem de leve. assim. FEITO ÁS CLARAS. num passe de mágica. A indústria nacional foi obrigada a manter os preços baixos. Então entrou no cenário o terceiro elemento puxando a inflação para baixo: Os preços agrícolas baixaram porque seriam impossível. porque o Governo tambem importou alimentos. é teoricamente impossível acabar com a inflação mantendo-se tão elevados os impostos e tão gigantescas as taxas de juros. perderiam mercado. ficou quase impossível.ENÉAS: Claro que há saída.ENÉAS: A inflação é um processo em que os preços vão aumentando progressivamente em função de diversos fatores. O Governo. escondida pela imprensa. avaliada em torno de 30% na virada da URV para o Real.Dr. A questão crucial da inflação brasileira. se os agricultores repassassem os custos para os produtos agrícolas. Com taxas de juros mantidas no alto. é a alta taxa de juros com que se pagam os títulos da Dívida Mobiliária. interventor. inundou – se o mercado com produtos importados. No Brasil. com verdadeiras quinquilharias. para os agricultores. Com o dólar baixo e as tarifas baixas. Houve uma perda salarial dede o momento da instalação do plano. é completamente falsa a tese de que a inflação brasileira é uma inflação de custos. Não havendo aumento de salários. RAPAZ: Então.

Não da para precisar em que momento isso vai ocorrer. Criaram uma inadimplência monstruosa.. Petrobrás. detentora de um patrimônio incalculável. Isso é verdade! Mas o que o senhor não sabe. para o que o Brasil paga em uma hora. o senhor precisa trabalhar apenas “apenas” 750 anos. Estão vendendo. junto a Bancos estrangeiros. no Governo. com o México e com toda a América Latina. Mais a frente. Mas isso também é mentira. de juros. porque se apresenta como a salvação. o senhor é capaz de jurar que esta tudo bem! Porque o seu dinheiro. os 3. as concordatas e as falências. do Espírito Santo. levando a um nível absurdo os títulos protestados.338 bilhões de dólares nem chegaram a entrar. DESUMANO.. porque esta deteriorando toda a atividade produtiva do país. É apenas mais um lugar para onde o polvo que estender mais um dos seus tentáculos. Mas não dizem que só existe défict público por causa do pagamento das ALTAS taxas de juros. que ganhou sempre apenas para comer. que não conseguem pagar juros… SEMPRE OS JUROS!!!! Querem privatizar até a Previdência dizendo que ela dá prejuízo. Baixando-se as taxas de juros. cerca de 50 bilhões de dólares: Agora. Não por culpa dos devedores. E lá vão o BANERJ. não há déficit. são cerca de 180 bilhões de dólares – dos quais. em 1997. porque existe um déficit público.00 por mês.na realidade. Usiminas . São cerca de 2.ENÉAS: Eles dizem que as taxas de juros tem que ser mantidas altas para atrair capitais. de juros – somente juros. É uma estrutura altamente lucrativa.0 bilhões de dólares por mês. nas pessoas e no futuro da nação. entregando.6 bilhões de dólares.em 1996 pagou-se. 60 bilhões foram transformados em Dívida. passando a constituir uma parte da Dívida Externa. vejam bem. quando na verdade esta levando o nosso povo para o abismo. o plano vai estourar.338 bilhões de dólares que não deu para pagar 2 MESES DE JUROS . Hoje ultrapassa 180 bilhões de dólares. A Dívida Interna era em 1994.7 milhões de dólares por hora. SÓ JUROS ! ! ! Venderam também a Vale do Rio Doce. E a Dívida só vai aumentando. Previdência. a cifra espantosa de 23. baixando-se o serviço da Divida. Nos últimos 10 anos. Mas isso a imprensa não comenta. a falta de confiança no trabalho. 66 milhões de dólares por dia 2. Eles já quebraram a agricultura.comendo mal. de quem produz. Venderam o seu controle por 3. DR. com certeza. que se volatizava antes do plano. FIGURA: Um polvo segura em seus tentáculos os seguintes itens: Vale do Rio Doce. Bancos Estaduais. dona do subsolo mais rico do planeta. CINICO. DESTRUIDOR. em todos os cidadãos. Acontece que já venderam inúmeras estatais incluíndo-se dois gigantes – A COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL e a USIMINAS e a Dívida interna vem crescendo.o BANESPA e outro. O plano é destruidor. mas pela impossibilidade absoluta de quem trabalha. por 250 milhões de dólares. cínico e desumano. e por isso eles querem privatizá-la. em 1984 e 1988. dando de mão beijada toda a riqueza que é de nossos filhos. Correios. Se o senhor ganha R$ 300. Estes números são astronômicos. Ai vem o Governo e diz que tem que privatizar as estatais para diminuir a Divída Interna. aparentemente agora rende na sua mão. É o cachorro correndo atrás do próprio rabo. a semelhança do que estão com a Argentina. quase 1000 anos. Do que adiantou vender as estatais? Venderam a Escelsa. Escelsa. concorrer com a sabotagem institucionalizada pelo Governo e aplaudida pela imprensa. Até quando a Agricultura vai aguentar? Até onde as diversas classes de trabalhadores vão suportar as perdas salariais? Até que nível vão fazer descer a atividade industrial? O senhor que ganha um salário mínimo. porque eles não deixam o senhor saber que a situação atual esta sendo artificialmente mantida. a Previdência só deu prejuízo 2 vezes. faz crescer. que serviram para pagar 3 a 4 dias de juros. QUADRO ESTA 224 . O plano diabólico conseguiu também quebrar os bancos estaduais. de nossos netos. porque. CSN. bem mais que um salário mínimo (em 1996).

É A VERDADE SOBRE O PLANO REAL.

O FUTURO

Página 57 a 62

FIGURA: (Um cifrão $ cometa) Com energia, determinação, ordem e disciplina seremos a nação
mais próspera do planeta!

QUADRO: Nada se move ou se transforma, no mundo, sem energia. Energia é tudo aquilo que é
capaz de produzir trabalho. Toda a história das civilizações pode ser escrita a partir de formas de
energia que, em cada época, foram utilizadas.

Nos estertores do século XX, o mundo assiste á exaustão das forma energética fósseis – o
petróleo – moveram o mundo nos últimos 100 anos.
À chegada do 3º milênio, o Homem volta-se para o mundo em busca de uma forma de energia
limpa e renovável, que possa ser utilizada em grande escala para dar continuidade á nossa
civilização.

QUADRO: O Brasil detém, no planeta, uma situação ímpar e privilegiada.
Possui a maior quantidade de água doce do mundo, fundamental para captação de energia solar
e seu armazenamento sob a forma de biomassa.
Recebe energia sola durante o ano inteiro: um dia inteiro de sol sobre o território brasileiro
equivale á energia produzida em 24 horas por 120.000 usinas hidrelétricas do por de Itaipú, que
é a maior do mundo.
Graças a essa fantástica incidência de energia solar, só possível nos trópicos, o continente
brasileiro dispõe de uma riqueza vegetal inigualável, contendo óleos vegetais, celulose,
açúcares, amido etc., que poderão gerar formas energéticas capazes de satisfazer, com
vantagens, todos os derivados do petróleo, podendo, com isso prover praticamente todas as
necessidades mundiais de combustíveis sólidos, líquidos e gasosos, assim como de eletricidade,
por tempo ilimitado.
POR ESTA É A RAZÃO FUNDAMENTAL POR QUE O BRASIL É TÃO IMPORTANTE PARA OS
DONOS DO MUNDO.
E É POR ISSO QUE ELES ESTÃO TENTANDO DESTRUIR O POVO BRASILEIRO, LEGÍTIMO
DONO DO SEU TERRITÓRIO.

Entretanto, dentre todas as riquezas que este documento mostrou, a maior delas é O HOMEM
BRASILEIRO.

O Brasil esta entre os maiores mercados potenciais do planeta, com cerca de 70% da sua
população afastada do consumo, vivendo em uma economia que é, na melhor da hipóteses, de
pura subsistência. Cumpre dar a essa gente condições de vida que implicam o pleno emprego,
participando ativamente da produção e do consumo, criando-se uma economia pujante
poderosa, auto-suficiente, que tornará o Brasil a mais justa, a mais generosa e a civilização do 3º
milênio.

Bom, leitor, após esta maravilhosa explanação, faz-se possível entender o
tamanho do buraco que nosso país se encontra.

225

Claro que, também, já pode identificar quem são os “Donos do Mundo”, os
mandatários do Sistema Financeiro Internacional, os donos do dinheiro
mundial a quem se refere o Dr. Enéas.

- O Governo Fernando Henrique Cardoso (FHC)

FHC foi o maior privatizador que o Brasil já teve. Seu partido, o PSDB, tem
política baseada em privatizações. Muitos o acusam de entregar as riquezas do
Brasil, e de crime lesa-Pátria. Não se deixou levar por “baboseiras
nacionalistas”. A ordem de seu governo foi entregar as riquezas nacionais aos
especuladores.
Vejamos alguns de seus feitos:
- doação/empréstimo bilionária com o dinheiro do BNDES, que deveria ser
usado para o desenvolvimento da economia nacional, para salvar banqueiros
em falência.
- Dolarização da economia nacional e total submissão ao Sistema Financeiro
Internacional (como explicado na Cartilha do Dr. Enéas)
- Assinatura do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares. Aqui cabe
comentários. Armas nucleares são necessárias para a Defesa de um País, como
fator de dissuação. Qualquer País do Mundo pensa muito antes de declarar
guerra contra um país que tem armas nucleares. Motivos para sermos
invadidos não falta: Amazônia, auto-suficiência em petróleo, bio-combustíveis,
água potável (Aqüifero do Guarani), etc.
- redução do contingente das Forças Armadas e sucateamento das mesmas.
- SIVAM (Sistema de Vigilância da Amazônia): contratou uma empresa
americana para construir este sistema, quando duas Universidades Brasileiras
estavam dando pulos, pois ambas tinham toda a tecnologia para fazê-lo.
Priorizou a tecnologia americana em detrimento da nacional. O sistema
funciona assim: radares captam os aviões voando sobre a Amazônia, mandam o
sinal para um satélite, que manda esse sinal para e empresa americana, que
repassa o sinal a outro satélite, que repassa o sinal à FAB (Força Aérea
Brasileira). Pergunta: no caso de uma invasão da Amazônia, vocês acham que
essa empresa americana avisaria a FAB se fossem aviões americanos voando
sobre a Amazônia?
- Tentou entregar a base de Alcântara aos americanos: a Base de Alcântara, em
função de sua proximidade com a linha do Equador, permite o lançamento de
foguetes e a colocação de satélites em órbita com uma redução de até 55% do
gasto de combustível. Isso faria com que o Brasil entrasse em um seletíssimo
mercado internacional com preços para demolir a concorrência. Assinou um
Tratado com os EUA (que Eu nem acredito como, nosso Congresso Nacional,
num raro momento de lucidez, vetou) onde entregava esta base aos americanos.
Pásmem, é isso mesmo, os americanos teriam uma base militar em solo
brasileiro! Nos termos desse acordo, os americanos pagariam um aluguel ao
Brasil (dinheiro de pinga, valor irrisório) e o Brasil não poderia usar esse
dinheiro para desenvolver tecnologia aeroespacial. Além disso, o Brasil não

226

teria acesso à Base nem mesmo poderia inspecionar ou verificar o que os
americanos trouxessem pra cá. Ou seja, se os americanos trouxessem uma arma
atômica pra cá, por ex., não saberíamos!
Assim que o Congresso vetou a entrega da Base aos americanos, no início do
Governo Lula, um “acidente” ocorreu na base, onde morreu quase toda a mão-
de-obra, rara e especialmente qualificada. O prejuízo ao Brasil foi enorme.
Estima-se que levaremos 20 anos para conseguir repor essa mão-de-obra e
retomar nossos estudos e pesquisas!
Na verdade, os americanos fizeram o de sempre: já que não puderam ficar com
a base, acabaram com o nosso Programa Espacial.

Vejamos algumas das privatizações de FHC:

- Companhia Siderúrgica Nacional
- Vale do Rio Doce
- Companhia Rio-Grandense de Telecomunicações
- Malha Nordeste (ferrovias)

Essas empresas privatizadas tem uma coisa em comum: todas foram compradas
por JUDEUS! Só na Vale do Rio Doce (comprada pelo judeu Benjamim
Seinbruch), a jazida de ouro que encontraram nela após a privatização, supera
em muito o valor pago aos cofres públicos!
Não à toa a professora Eliane Alves da Silva, professora de Cartografia do
Cursos de Geografia da UFF, disse:

“O Brasil é um País de merda, com seus governantes de merda, que venderam a Vale pra um
judeu safado e sem pátria. O Presidente do IBGE é um judeu safado e canalha!

O desabafo da professora lhe rendeu um processo por racismo (“O Globo”,
25/06/1997).

- FHC - entrou para a religião judaica quando estava exilado em Paris. Hoje
acostumado a visitar a sede da Confederação Israelita de solidéu na cabeça e
apoiar entidades internacionalistas como “Diálogo Americano”, pode ser visto
na foto abaixo, publicada na Folha de S. Paulo em 24/10/1994, visitando o
famoso Cemitério Judaico de Praga, onde os judeus costumam reverenciar o
rabino Simeão Bem Judah (Caleb).

227

Segundo inúmeras fontes, a reunião do Kahal no Cemitério Judaico de Praga
acontecia junto ao túmulo do Grão-Mestre Caleb (o Cão) e de acordo com o
Historiador Brasileiro Gustavo Barroso “proporcionava aos eleitos de cada geração o
poder sobre a terra e autoridade sobre todos os descendentes de Israel.”

O Boletim EP (Esclarecimento ao País) n/ 17, de abril de 1997, na pág. 8, mostra
algo interessante sobre o “staff” de FHC:

- Rute Cardoso - esposa de FHC, também aderiu ao judaísmo por laços
familiares.
- Betariz - filha de FHC, casada com o judeu David Zilberstein, ex-Secretário de
Energia de São Paulo, e na época desempenhava alta função na Petrobrás
- José Serra, então Ministro da Saúde, junto com Elena Landau (judia),
comandou a maioria das privatizações brindes para os compradores judeus.
- Ronaldo Sandenberg - Secretário de Assuntos Estratégicos
- Raul Jungmann – Ministro da Reforma Agrária
- Kustavo Krause – Ministro do Meio Ambiente
- Luís Carlos Bresser Pereira – Ministro da Administração
- Francisco Weffort – Ministro da Cultura
- Luís Felipe Lampréia – Ministro das Relações Exteriores
- Milton Seligman – Secretário Geral do Ministério da Justiça
- Sérgio Besserman – Diretor de Planos do BNDES
- Cláudio Mauch – Diretor de Normas do Banco Central
- Rodrigo Rollemberg - Secretário de Turismo
- Fábio Feldman – Secretário do Meio Ambiente
- Abram Szajman – Presidente da federação de Comércio de São Paulo
- Maurício Schulman – Presidente da Febran
- Merheg Cachum – Presidente da Abriplast
- Boris Tabacof – Diretor do Depto. de Economia da FIESP
- Nathan Herszkowikz, Presidente de Sindicato
- Ricardo Yazbekc - Presidente do Secovi
- José Goldemberg – Presidente das Centrais Elétricas de São Paulo
- Salo Seibel – Presidente da PNBE
- Alfred Szwarc – Presidente da CETESP
- Simon Schwartzman – Presidente do IBGE
- Ramez Tebet – Senador e Relator do Caso SIVAM
- Peter Greiner – Secretário Nacional de Energia
- Francisco Gross – ex-Presidente do Banco Central
- Horácio Lafer – Diretor de Pesquisas da FIESP
- Rose Neubauer – Secretária de Educação de São Paulo
- Paulo Roberto Feldman – Presidente da Eletropaulo
- Zenalfo Loibman – Secretário da Receita Federal

Todos JUDEUS, ou filo-semitas!
E por aí vai nos 2° e 3° escalões...

228

presidente da congregação . Marta Suplicy (PT). e os governos dos povos pediam dinheiro. Ele fez a declaração ao receber os membros do Comitê Nacional que prepara a participação brasileira na Conferência Mundial das Nações Unidas contra o racismo. os primeiros a reboque destes. foram chamados ao palco . que faz parte do comitê. O presidente já disse que gostaria de ser artista e que se considerava um ''mulatinho com pé na cozinha''. Vol. presidente do rabinato da CIP.com Sobel e Ronaldo Heilbut. morto no ano passado" dizia que o rabino Sobel era o seu pastor. Agora vejamos a metéria do Jornal do Brasil de 05/07/2001: O presidente Fernando Henrique Cardoso disse ontem que ''sempre quis ser rabino''. presidente da Associação Israelita Paulista. fez a dobradinha com o presidente . 229 . Foi aplaudido duas vezes. Ao rabino Henri Sobel.mar. cantando (no microfone) uma música em hebraico. senador José Serra. II. 51 E estes mesmos “poderes secretos” ou “forças ocultas” foram descritos por Getúlio Vargas e Jânio Quadros quando estes deixaram o poder. Assim os poderes políticos minguavam diante dos poderes secretos e dos poderes financeiros.2002/Folha Imagem GABRIELA ATHIAS DA REPORTAGEM LOCAL O candidato do PSDB à Presidência da República. que será realizado entre 31 de agosto e 7 de setembro. a discriminação racial. dia 13/03/2002. como explica Gustavo Barroso: “Os povos na época de nossa Independência pediam cartas constitucionais. Fernando Henrique disse que sua família tem ramificações na religião judaica e até freqüenta a sinagoga.” – História Secreta do Brasil.cantou a música frase por frase para que FHC pudesse repeti-las sozinho. o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e a prefeita de São Paulo. menos Marta. O presidente FHC recebeu da congregação o prêmio Le Dor Va Dor -que leva o mesmo nome da música que ele e Henry Sobel cantaram. que significa "de geração em geração". Henry Sobel. que falou durante 35 minutos sobre a importância da paz no Oriente Médio. Com o Brasil não aconteceu diferente. a xenofobia e a intolerância. deu autógrafos e posou para fotografias. Todos. na África do Sul. foram chamados a discursar. encerrou sua participação na festa. pág. ''O senhor é quase um judeu''."Le Dor Va Dor".Vejamos a matéria da Folha de São Paulo. O Império nasceu curvado diante da Internacional Maçônica e da Internacional bancária. foi saudado na noite de anteontem como futuro presidente do Brasil pelos 800 convidados do jantar que comemorou os 65 anos da CIP (Congregação Israelita Paulista). O presidente Fernando Henrique Cardoso. A Maçonaria elaborava as cartas e o judaísmo dava o ouro. Alckmin agradeceu a deferência da congregação para com os tucanos: "O cristão Mário Covas [governador. A influência judaica no Brasil é antiga. A boa tradição do governo continua". no Caderno Imagem: Israelitas aplaudem Serra em SP Jorge Araújo 13.para entregar os prêmios de reconhecimento que a CIP ofereceu a alguns de seus membros. O presidente. respondeu Sobel.