You are on page 1of 9

Terraplanagem e Pavimentação

Prof. MSc. Ruiter da Silva Souza

O PAVIMENTO - Definição
Segundo SANTANA (1993), Pavimento é uma estrutura construída sobre a
superfície obtida pelos serviços de terraplanagem com a função principal de fornecer
ao usuário segurança e conforto, que devem ser conseguidos sob o ponto de vista
da engenharia, isto é, com a máxima qualidade e o mínimo custo.

Para SOUZA (1980), Pavimento é uma estrutura construída após a terraplanagem
por meio de camadas de vários materiais de diferentes características de resistência
e deformabilidade. Esta estrutura assim constituída apresenta um elevado grau de
complexidade no que se refere ao cálculo das tensões e deformações.

Pavimento de uma rodovia é a superestrutura constituída por um sistema de
camadas de espessuras finitas, assentes sobre um semi-espaço considerado
teoricamente como infinito - a infra-estrutura ou terreno de fundação, a qual é
designada de subleito (IPR-2006).

1

Definição Segundo a NBR-7207/82 da ABNT tem-se a seguinte definição: "O pavimento é uma estrutura construída após terraplenagem e destinada. em seu conjunto. O PAVIMENTO . tornando mais durável a superfície de rolamento. a: a) Resistir e distribuir ao subleito os esforços verticais produzidos pelo tráfego.Definição 2 ." O PAVIMENTO . c) Resistir aos esforços horizontais que nela atuam. b) Melhorar as condições de rolamento quanto à comodidade e segurança. econômica e simultaneamente.

e a definição da espessura das várias camadas depende do valor do CBR e do mínimo de solicitação de um eixo padrão(8. 3 . Geraldo Luciano: -São aqueles constituídos por camadas que não trabalham à tração.2 ton. onde as de melhor qualidade encontram-se mais próximas da carga aplicada. a carga se distribui em parcelas aproximadamente equivalentes entre as camadas. macadame) ou por uma base de solo pedregulhoso. 2006): aquele em que todas as camadas sofrem deformação elástica significativa sob o carregamento aplicado e.Classificação Pavimento Flexível: De acordo com o Prof. -No dimensionamento tradicional são consideradas as características geotécnicas dos materiais a serem usados. Exemplo típico: pavimento constituído por uma base de brita (brita graduada. -A capacidade de suporte é função das características de distribuição de cargas por um sistema de camadas superpostas. portanto. Normalmente são constituídos de revestimento betuminoso delgado sobre camadas puramente granulares. revestida por uma camada asfáltica. O PAVIMENTO .Classificação Pavimento Flexível: De acordo com o Manual de Pavimentação (DNIT. O PAVIMENTO .) (Número N).

O PAVIMENTO .Classificação Pavimento Flexível: O PAVIMENTO .Classificação Pavimento Flexível: 4 .

Geraldo Luciano: -São constituídos por camadas que trabalham essencialmente à tração. Exemplo típico: pavimento constituído por lajes de concreto de cimento Portland. as quais são apoiadas em uma camada de transição. -Espessura é determinada com base em na resistência à tração do concreto.Classificação Pavimento Rígido: De acordo com o Manual de Pavimentação (DNIT. a sub-base. 5 . portanto. -Pouco deformáveis e vida útil maior O PAVIMENTO . coeficiente de reação do subleito e cargas aplicadas. O PAVIMENTO . absorve praticamente todas as tensões provenientes do carregamento aplicado.Classificação Pavimento Rígido: De acordo com o Prof. 2006): -Aquele em que o revestimento tem uma elevada rigidez em relação às camadas inferiores e. Seu dimensionamento é baseado nas propriedades resistentes de placas de concreto de cimento Portland. -Feitas considerações em relação à fadiga.

1997). -Para (MEDINA.Classificação Pavimento Semi-Rígido: -Situação intermediária entre o pavimento flexível e o rígido. O pavimento reforçado de concreto asfáltico sobre placa de concreto é considerado como pavimento composto. 6 .Classificação Pavimento Rígido: O PAVIMENTO . por uma camada de solo cimento revestida por uma camada asfáltica. -Conforme Manual de Pavimentação (IPR. o pavimento é dito semi-rígido. 2006). Quando se tem uma base cimentada sob o revestimento betuminoso. O PAVIMENTO . caracteriza-se por uma base cimentada por algum aglutinante com propriedades cimentícias como por exemplo.

por circunstâncias técnico econômicas. transversal e longitudinalmente. Serve para melhorar as qualidades do subleito e regularizar a espessura da sub- base. O PAVIMENTO – Nomenclatura da Seção Pavimento Semi-Rígido: Transversal Regularização do subleito (nivelamento): É a operação destinada a conformar o leito. Se o CBR do subleito for <2% . CBR≥2% e Expansão≤2%(DNIT). será executada sobre o subleito regularizado.00 metro.0m). 7 . de acordo com o dimensionamento do pavimento. Compreende cortes ou aterros até 20 cm de espessura. pode ser usado como sub -base. O PAVIMENTO – Nomenclatura da Seção Pavimento Semi-Rígido: Transversal -Subleito: É o terreno de fundação onde será apoiado todo o pavimento. fazendo parte integrante deste e que. Poderá ou não existir. Reforço do subleito: É a camada de espessura constante transversalmente e variável longitudinalmente. (2%≤CBR≤20) até pelo menos 1. dependendo das condições do leito.50 m de profundidade) (DNIT trabalha com 1. CBR≥CBRsubleito e Expansão≤1%(DNIT). Deve ser considerado e estudado até as profundidades em que atuam significativamente as cargas impostas pelo tráfego (de 60 a 1. ele deve ser substituído por um material melhor. Se o CBR do material do subleito for ≥ 20% .

tanto quanto possível impermeável.5%. Deve ser usada quando não for aconselhável executar a base diretamente sobre o leito regularizado ou sobre o reforço. que recebe diretamente a ação do rolamento dos veículos e destinada econômica e simultaneamente: . Pode ser usado para regularizar a espessura da base. . Índice de plasticidade ≤ 6%.a resistir aos esforços horizontais que nele atuam. O PAVIMENTO – Nomenclatura da Seção Pavimento Semi-Rígido: Transversal Sub-base: Camada complementar à base.Deve ser resistente ao desgaste. por circunstâncias técnico-econômicas.Melhorar as condições de conforto e segurança do usuário. O PAVIMENTO – Nomenclatura da Seção Pavimento Semi-Rígido: Transversal Revestimento: É camada. IG=0 e Expansão≤1%(DNIT). (DNIT). Também chamada de capa ou camada de desgaste. . Limite de liquidez ≤ 25%. Nos pavimentos rígidos normalmente essa camada é dispensada. os esforços oriundos do tráfego e sobre a qual se construirá o revestimento. CBR≥80%. 8 . Base: Camada destinada a resistir e distribuir ao subleito. Expansão≤0. CBR≥20%. Nos pavimentos rígidos esta camada é usada para evitar bombeamento de solo do subleito. tornando mais durável a superfície de rolamento.

BIBLIOGRAFIA -MEDINA. Mecânica dos Pavimentos. G. 2010. 719). 210 p. Editora UFRJ. (IPR. – Rio de Janeiro. 1ª edição. Rio de Janeiro-RJ. Notas de Aula da Disciplina Pavimentação. 274p. 9 . 2006. Juiz de Fora-MG. Versão: 06. 3. -MARQUES. Publ. J.ed.L.. 1997..O. 380 p.2.. -Manual de pavimentação.