You are on page 1of 7

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELETRÔNICA

Carlos da Conceição Castilho Neto, Felipe Bertoldi, Lucas Bertoldi e Guilherme Gelinski.

ANTIBIÓTICO

Ponta Grossa
2016

Em 1909 Paul Ehrlich descobre o Salvarsan após observar que certo composto químico matava algumas bactérias mas outras não. ficando esta dependente somente de fontes históricas. Mais tarde . contida em bolor de paes. feita por seus antigos herbalistas. Em 1887 o uso terapêltico de produtos antimicrobianos foi reconhecido pelos cientistas Pasteur e Joubert. qua não são produzidas por microrganismos. com isso ele pôde concluir que era possível criar certas substâncias para . História Os traços mais antigos de uso dos antibióticos datam mais de mil anos. controlando assim quadros infecciosos causados por bactérias. Como a incorporação das substâncias nos tecidos ósseos nao é comum fica difícil a detecção de uso de antibióticos em povos mais antigos. Joseph Lister foi o primeiro cientista a estudar o efeito inibitório de substâncias químicas sobre as bactérias e aplicar seus conhecimentos na medicina. Fontes históricas apontaram o uso de uma substancia chamada Artemisinina. por volta de 1860. Porém. proposto por Vuillemin em 1889. um antibiótico comum que continua em uso ate os dias de hoje. devido a sua associação ao tecido ósseo. Mais adiante. em 1942. Waksman definiu o termo antibiótico como sendo uma substância produzida por microrganismos antagonista ao desenvolvimento da vida de outros microrganismos. O nome deriva do termo antibiose. Essa prática também era comum entre os chineses. usando fenol para esterilizar instrumentos cirúrgicos. com o uso diário do termo. Os estudos apontaram que os egípcios daquela época fermentavam a tetraciclina junto com a sua cerveja ou a incorporaram durante um longo período de tempo em sua dieta. foram inclusos os agentes antibacterianos sintéticos.Introdução Os antibióticos são substâncias capazes de inibir o crescimento (bacteriostático) ou destruir bactérias (bactericida). Acredita-se também que eles aplicavam pães embolorados em seus ferimentos infeccionados. que definia o antagonismo dos seres vivos em geral. como as sulfonamidas. Pesquisadores encontraram em esqueletos de antigos egípcios vestígios de tetraciclina. Isto fez com que houvesse uma significante diminuição nas taxas de mortalidade associadas às cirurgias.

os protocolos adotados nessas pesquisas resultou em um grande número de novos antibióticos. Não houve interesse por parte dos quimicos ate 1940. quando foi substituído pela Penicilina.matar seletivamente algumas bactérias sem danificar outras células ( conceito de "Magic Bullet"). Esse se tornou o primeiro antibiótico moderno. Esse antibiótico foi usado até 1940 como tratamento para a Sífilis. sendo um dos antibióticos mais conhecido e utilizado no mundo. quando começarem a aparecer as primeiras resistências de Estreptococos hemolíticos. Seus estudos permitiram que em 1945 a penicilina fosse produzida e distribuida em larga escala. como a sua purificação e estabilidade. Gonococos e pneumococos à Sulfonamida. Dentre os presentes neste grupo de fármacos temos a Trimetroprima e o subgrupo das Sulfonamidas. Houveram apenas modificações em antibióticos ja existentes a fim de controlar as resistências geradas pelas seleçõe entre as bactérias. as bactérias precisam sintetizar seu próprio acido fólico e estes agentes agem inibindo esta síntese. A partir dai o cientista Chain e seus colaboradores. Outro antibiótico que também se destacou nesse periodo foi o Prontosil usado no tratamento da febre puerperal. embora o cientista o chamasse de quimioterapia (uso de um químico para tratar uma doença). sintetizado em 1932 pelos cientistas Klarer e Meitzsch. A descoberta dos antibióticos Salvarsan . passaram a estudar as propriedades do extrato de Penicillium notatum ( a penicilina) . Em 1929 Alexander Fleming descobre a Penicilina e passa os próximos 12 anos tentando convencer os quimicos da época a resolverem problemas persistentes do antibiótico . da universidade Oxford. ao contrário dos mamíferos. Quais são os principais tipos de antibióticos e como eles atuam? Agentes antimicrobianos que interferem com a síntese ou com a ação do folato: O folato (ácido fólico) é essencial no crescimento bacteriano pois é utilizado para a síntese de DNA e RNA. não havendo novas descobertas desde então. introduzida em 1936 para usos clinicos. O período compreendido entre 1950 e 1970 é tido como a era de ouro na descoberta de novovs antibióticos. . Prontosil e Penicilia foi exemplar para a futura descoberta de outras drogas.

Agentes que alteram a topoisomerase Os antibióticos desta família interferem a ação da enzima topoisomerase II no superenovelamento do DNA bacteriano.Os medicamentos presentes neste grupo são as Fluoroquinolonas onde são inclusas a Ciprofloxacina. ofloxacina.  Carbapenens: neste podemos citar o imipenem. Miscelânea Glicopeptídeos Presentes nesta classe temos a vancomicina e a teicoplanina. Lincosamidas. levofloxacina. Aminoglicosídeos. estes agem alterando os fosfolipídeos da membrana celular da bactéria . cefotaxima. Polimixinas Nesta subclasse temos a Colistina (Polimixina E) e a polimixina B. norfloxacina. ambos agem inibindo a síntese da parede celular bacteriana. cloranfenicol. o ácido nalicíxico e a moxifloxacina. Estreptograminas. ceftazidima e a ceftriaxona. pivampicilina e amoxicilina. cefadroxil.  Cefalosporinas e Cefamicinas: neste subgrupo temos a cefalexina.  Monobactâmicos: o aztreonam é um exemplo desta classe. fenoximetilpenicilina.Agentes que comprometem a síntese de proteína bacteriana Esses agentes tem como principal função a inibição da síntese protéica em diversas maneiras como competição com RNA transportador . Dentre os fármacos inclusos neste grupo temos o subgrupo das tetraciclinas. não permitindo sua trasncrição ou replicação. Oxalazidononas e o ácido fusídico.inibição da transpeptidação. cefuroxima. inibição da translocação entre outros. Macrolídeos. Nesta classe de antimicrobianos temos os seguintes subgrupos:  Penicilinas: benzilpenicilina. Beta Lactâmicos Os beta lactâmicos têm como mecanismo de ação a inibição da síntese da parede celular bacteriana. meropenem e o ertapenem. ampicilina.

porém há a possibilidade dos micro-organismos em questão não ser sensível a elas. faringite. infecções ósseas e das articulações. sinusites e infecções do trato biliar e urinário. meningites. diarréias. irritações gástricas. No geral os efeitos colaterais do uso de antibióticos podem incluir náuseas.Usos dos diferentes tipos de antibióticos: O uso clínico destes agentes antimicrobianos são variados e dependem do espectro e de seus respectivos mecanismos de ação. são chamadas de probioticos. onde elas atuam na digestão de carboidratos complexos e para outros serviços metabólicos. como a reabsorção de água e nutrientes pelo intestino. O cloranfenicol está indicado em infecções causadas porHaemophilus influenzae. As sulfonamidas são indicadas para queimaduras infectadas. porem existem as bactérias que não são malignas e que ajudam o nosso corpo. Grande parte destas superbactérias surgiu em função do uso de antibióticos de forma incorreta.endocardite. Problemas causados pelo mau uso dos antibióticos Os antibióticos são desenvolvidos para eliminar bactérias patógenas do corpo. As Penicilinas são amplamente utilizadas na atualidade. A maior parte dos probiotocos são encontradas no nosso intestino. Quando as bactérias boas do nosso corpo também são eliminadas. O principal problema causado pelo mau uso dos antibióticos é a seleção de bactérias resistentes. tonturas. indiscriminada ou sem prescrição e acompanhamento de um médico. algumas doenças sexualmente transmissíveis (DST's) infecções respiratórias. Com o passar do tempo. otite entre outras infecções. cervicite. antraz e doença de Lyme. no caso de sensibilidade bacteriana à esta classe elas são indicadas para tratamento de meningites bacterianas. febre tifóide. infecções por Rickettsia e Chlamydia. são as superbactérias. pneumonia. nefrotoxicidade e neurotoxicidade. rashes cutâneos e em alguns casos ototoxicidade . As fluoroquinolonas são usadas para tratar gonorréia. que deixam de responder aos antibióticos tornando-os ineficientes. prostatite bacteriana e para infecções do trato urinário. As tetraciclinas podem ser usadas para o tratamento de infecções do trato respiratório. As cefalosporinas são utilizadas no tratamento de septicemias. osteomielite crônica por bacilos gram-negativos. muitas bactérias foram . a imunidade se desestabiliza. O antibiótico não faz diferenciação entre probioticos e patógenos e acaba eliminando as duas. em infecções porPneumocystis Carinii são utilizadas em associação com a trimetoprima. sífilis. meningites.

Apesar de novas drogas terem sido desenvolvidas.ncbi. as bactérias podem facilmente transmitir umas para as outras através de plasmídeos (pequenos fragmentos de DNA) ou através da reprodução bacteriana (uma bactéria se divide em duas a cada 20 minutos).brasilescola.htm http://www. Uma vez ganha a resistência.ufpr. as bactérias não são eliminadas e ganham resistência ao medicamento. Fontes: https://www.microbiologysociety.ganhando resistência aos antibióticos.br/bem-estar/saude/o-mal-uso-dos- antibioticos-19437.medicaldaily. elas não serão capazes de resolver o problema sozinhas.ht m .vilamulher.suapesquisa. pois muitas pessoas interrompem o tratamento antes do prescrito pelo médico. Nestes casos.com.cfm http://www.html http://www.org/outreach/antibiotics- unearthed/antibiotics-and-resistance/history-of-antibiotics.br/biologia/a-historia-dos- antibioticos.br/?q=content/uso-indiscriminado-de-antibioticos- contribui-para-superbacterias http://www.uol.instituto-camoes. Isso acontece.com/antibiotic-resistance-history-373773 http://www.gov/pmc/articles/PMC3109405/ http://www.html http://monografias.nih. que eram tratáveis há décadas.pt/glossario/Textos/Medicina/HTM/curar.com/ecologiasaude/bacterias/superbacterias.nlm. Segundo um relatório da Organização Mundial da Saúde com a ineficácia dos antibióticos cada vez maior a humanidade caminha para uma era pós- antibióticos em que as pessoas estão morrendo de infecções simples.com.hc.

http://www.com/medicina/antibioticos/ .infoescola.