You are on page 1of 2

4.6.

4 Enxofre
A remoção do enxofre é favorecida pelas mesmas condições necessárias à
eliminação do fósforo. Entretanto, é de difícil previsão. Ele requer um
excesso de cal além da quantidade necessária para controlar a basicidade da
escória.
Essa condição ocorre próximo ao meio do sopro e atinge o ponto ótimo
próxima ao seu final, quando o máximo de cal está em solução. O enxofre,
presente no metal como sulfeto de ferro (FeS), reage com a cal para formar
sulfeto de cálcio que é facilmente dissolvido pela escória básica.
O melhor caminho para minimizar os problemas da remoção do enxofre é
limitar o enxofre na carga que entra.

4.7 Importância da escória
Durante o processo de elaboração do aço, a escória é um material
necessário apesar de ser nulo o seu valor comercial. A sua função é controlar
a composição química do aço durante a sua fabricação, proporcionando
reações químicas na região de contato entre eles (na interface
metal/escória).
É composta basicamente de óxidos, tais como: CaO, SiO2, FeO, MnO, MgO,
Al2O3, e de outros constituintes que não são óxidos.

4.7.1 Características da escória
Escória oxidante – é aquela que possui alto potencial de oxigênio, ou seja,
é a escória que oferece oxigênio e consegue oxidar outros elementos que fi
cam em contato com ela, através de uma reação química de oxidação.
Escória redutora – é aquela que tem escassez de oxigênio. Esta escória
tem a característica de tirar oxigênio (desoxidar) dos óxidos que se
encontram em contato com ela através de uma reação química de
desoxidação, pois é rica em composto que tem afi nidade com o oxigênio.

4.7.2 Características quanto à composição química
Escória básica – quando a quantidade de CaO dividida pela quantidade de
SiO2, for maior que 1.

a escória é acida se quando dividida a quantidade de CaO pela quantidade de SiO2.Essa escória é básica. por exemplo. e por fim. . a graxa tem menor fluidez entre os três. Assim. A fluidez da escória é muito importante. A escória do processo LD deve ter um alto grau de fluidez e basicidade para absorver e reter as impurezas da carga como o fósforo e o enxofre. e também pelo aumento de temperatura do sistema meta/escória. É necessário que uma escória básica seja formada o mais cedo possível para proteger o revestimento do conversor e promover um rápido refino da corrida. melhor ela reagirá com o metal. reduzem a vida do revestimento e geralmente tendem a tornar o controle do processo mais difícil. Entretanto. a água é mais fluida que o óleo. O óxido de ferro (FeO) na escória proporciona as condições oxidantes necessárias ao refino da carga. pois quanto mais fluida ela for. escórias com teores de ferro excessivamente altos diminuem o rendimento metálico. o óleo é mais fluido que a graxa de lubrificação. O valor obtido desta divisão é denominado de basicidade e constitui um item importante para qualifi car a escória. Escória ácida – da mesma forma. Observe que quanto mais CaO na escória. Essa característica da escória pode ser obtida por adição de certas substâncias como a fluorita. a tendência é que ela seja mais básica. quando derramada.7. pois o resultado dessa divisão é maior que 1.3 Características físicas da escória Fluidez da escória – entende-se por fluidez a capacidade de escoar. Por sua vez. 4. o resultado da divisão for menor do que 1.