Suponha que hoje é o seu último dia de vida, Que a última milha irá, hoje, trilhar.

Depois de tanta luta, quão digna é você, O que vai você, à presença de Deus levar? Não conte entre seus bens a prata e o ouro, Pois amanhã, para trás, os haverá de deixar. Tudo o que você tem, o seu grande tesouro, É o serviço que à humanidade soube prestar.

Autor anônimo, citado por David O. McKay, Treasures of Life (“Tesouros da Vida”)