You are on page 1of 8

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

BRIGADA MILITAR – DEPARTAMENTO DE ENSINO

COLÉGIO TIRADENTES DA BRIGADA MILITAR/SÃO GABRIEL

PEDRO HENRIQUE SALAU SIMON

QUEM É O HOMEM, COMO ELE SE RELACIONA NO MUNDO EM QUE VIVE

SÃO GABRIEL

2014

1

COMO ELE SE RELACIONA NO MUNDO EM QUE VIVE Trabalho apresentado à disciplina de Filosofia. Profª. PEDRO HENRIQUE SALAU SIMON QUEM É O HOMEM. do Colégio Tiradentes da Brigada Militar/São Gabriel. para obtenção da nota trimestral. Cássia Bairros SÃO GABRIEL 2014 2 .

..................... SUMÁRIO INTRODUÇÃO....................................................................4 REFERÊNCIAS...................................................................................................................................................4 DESENVOLVIMENTO....................4 3 ...................................................................4 CONCLUSÃO............................................................................................................

Sendo assim a antropologia filosófica dá uma interpretação basicamente ontológica do homem. portanto. A partir disto tudo se deduz através do homem tornando ele o centro da especulação filosófica. 4 . essencial do homem. INTRODUÇÃO O homem quando analisado em sua essência e não através de suas características nós estaremos falando em relação à antropologia filosófica que é o ramo da filosofia que investiga a estrutura.

e não o de nós próprios enquanto individualidade. “logos” (tratado. tornar-se pessoa com características singulares de um sujeito pensante. ou seja. Interessa estudar o homem e tudo mais apenas em relação a ele. etc. emitir juízos. cor. história natural do homem. tem um conhecimento ilimitado e é capaz de compreender a si mesmo e às que o rodeiam. DESENVOLVIMENTO A palavra antropologia provém do grego “anthropos” (homem). tamanho. aquilo não permite que ela seja outra coisa. capacidade de transformar a natureza para adaptá-la às suas necessidades e ser racional. colocando à parte características acidentais e secundárias. verifica-se o que o homem faz em seu ambiente biológico que possa diferenciá-lo de outros animais. tais como forma. O que é mais significativo é o conhecimento do homem. estudando-se também o caráter biopsicológico do homem. está sujeito as mesmas leis que governam todas as matérias vivas. estudo) e “ia” que seria o estudo das raças e variedades humanas. por possuir autoconsciência. Sendo assim a antropologia filosófica tem como objeto de estudo a origem. O desfio está em desvendar a essência humana sob a ótica filosófica. 5 . Converte-se numa ontologia. e que seja apenas o que ela realmente é distinguindo-a das demais. O Homem ao buscar seus fins. enquanto um ser animal. dominar e modificar a natureza através de técnicas. possuir um corpo. a natureza e o destino do homem. O Homem (o Ser Humano) se diferencia dos animais por: agir sobre a natureza deforma intencional e planejada. elaborar conceitos e ideias. Mas mesmo assim o homem continua um ser animal através de suas características comuns como estar vivo. bem como o seu lugar no universo. isto é. A essência é a natureza de cada coisa. na medida em que nos conduz à questão do significado do “Ser”. Como ser racional o homem é capaz de refletir. tem mobilidade e instinto de autopreservação para sua sobrevivência. a partir de seus valores torna-se efetivamente humano. Concentrando-se no estudo das estruturas fundamentais do homem.

constantemente. aceitação. necessita de afeto. compreensão. perfeição e completude. reverencia forças e divindades consideradas entidades superiores e transcendentais através dos ritos e mitos por ele criado. crescer. ele reza. Diante desse mundo hostil e de uma realidade indecifrável. é dotado de sentimentos o que o faz ter aspirações. arrepende-se. renova e inova sua existência pessoal e coletiva. o que permite e garante o avanço e progresso de cada geração em relação a seus antepassados. cultua. o impulsiona para à ação racionalizada. que se fundamenta na racionalidade. E como ser psíquico. desejos e necessidades buscando novas alternativas e perspectivas. Modificando o que está ao seu redor. possui uma identidade própria e esta lhe garante uma singularidade. pede perdão pelos erros cometidos e invoca proteção e segurança de um deus que condensa as ideias de infinidade. possibilitando-o compreender melhor o presente e projetar melhor o futuro de forma mais adequada e promissora. aí. transformando o mundo e transformando-se a si mesmo por meio de sua ação. Ao mesmo tempo que o Homem aspira por novas possibilidades. ele percebe a sua finitude quando reconhece o ciclo da vida: nascer. ele adora. ele está consciente de suas limitações e compreende que é um ser finito que procura a perfeição e o absoluto. 6 . como consequência. Como ser pensante. Assim. o homem intervém no curso da história. é através do pensamento e do raciocínio que o homem resgata o que ele já praticou. autoestima e auto respeito. ele se projeta para o futuro em busca do infinito. Esse processo faz com que os conhecimentos adquiridos sejam. amadurecer e morrer. liberdade e intencionalidade da consciência tendo consciência do tempo. renovados. ele não se satisfaz com o que é agora: está em constante procura de ser melhor. Assim. Para sair dessa situação contraditória ele se lança na esfera espiritual e.

porém em sua intelectualidade também é pensante. racional. o homem convive em sociedade subordinados às mesmas diretrizes dos demais e isso em sua essência é analisado pela antropologia filosófica que estuda a sua essência. 7 . Então através de suas atitudes guiadas pela sua auto consciência. fisicamente. capaz se se auto compreender e de diversas outras coisas que os animais por assim dizer não são capazes de fazer. CONCLUSÃO Assim concluímos que o homem é um ser como qualquer animal.

php?query=Antropologia+Filos %C3%B3fica&field[]=title&field[]=paper&period=any&pages=0&pages_from=1&page s_to=10&words=0&words_from=1&words_to=1500&match_mode=any&exact_query =&exclude_query=> <http://www.blogspot.br/scielo. REFERÊNCIAS <http://olhar-filosofico.com/search_results.com.wikipedia.com.org/wiki/Antropologia_filos%C3%B3fica> <http://www.html> <http://pt.php?pid=S1413-294X1998000200003&script=sci_ art text> 8 .scielo.br/content/ABAAAAOZcAH/que-homem-afinal> <http://www.br/2012/03/visao-da-antropologia- filosofica-sobre.ebah.trabalhosfeitos.