Assembleia Municipal do Seixal

Moção

Pelo apoio à população residente
em Vale de Chícharos (Bairro da Jamaica)

O Bairro de Vale de Chícharos localizado na freguesia de Amora, tem vindo a eternizar-se há
décadas, como ponto problemático no concelho de Seixal. Este bairro confere um problema
social grave, em que os moradores vivem em condições de habitação precárias e sem uma
solução de realojamento prevista.

O direito à habitação, passa também pela obrigação do Estado central, incentivar e promover
medidas de apoio para que as autarquias locais possam desenvolver os mecanismos
necessários para colmatar as carências habitacionais das famílias.

Recentemente foi noticiado, o possível corte de fornecimento de energia às habitações do
bairro decorrente de queixa da EDP em Tribunal, devido à falta de pagamento dos valores
totais facturados, algo que resulta de actualmente a facturação estar ser feita por um contador
de obra em cada prédio com fatura única por conjunto de habitações. Desta forma basta um
dos residentes não pagar, para que a empresa prestadora do serviço considere os
pagamentos em falta; e na realidade o que acontece é que mesmo tendo uma esmagadora
maioria pagando, e uma minoria não pagando, a EDP só aceita receber o pagamento da
totalidade da fatura – uma situação que acaba por ser injusta para quem quer cumprir.

A Câmara Municipal, enquanto mediadora, tem responsabilidade acrescida nesta situação e
terá que encetar todos os esforços em conjunto com a administração central com vista a
resolver este problema no imediato; para o bem não só dos moradores do bairro como
também para toda a população circundante.

Contudo, as dificuldades nem são novas, e será de assinalar a falta de alguns cuidados no
local. Como exemplos mais visíveis, é fácil verificar o péssimo estado da rua que atravessa o
bairro, a falta de iluminação pública no local, mais ainda, a falta de manutenção ao parque
infantil existente (e que não está contemplado na lista de parques cuja manutenção foi
contratualizada com a Junta de Freguesia de Amora),

É de clarificar: entendemos que não devem existir seixalenses de primeira e de segunda; e
assim, todos os bairros do concelho deverão ser alvo de atenção e de cuidados por parte dos
serviços da CMS – seja de forma direta ou indireta; bem como, e sempre que necessário, da
sua influência enquanto unidade mediadora na comunicação com diferentes entidades que
atuam, ou têm algum tipo de interesse ou responsabilidade neste ou noutro bairro.

Nesse contexto é de notar que, como referido anteriormente, a CMS já promove através de
outras entidades, acções no Bairro de Vale de Chícharos; ora dessa forma será pelo menos
coerente que, com os devidos cuidados legais, se possa alargar este tipo de parceria –
convenhamos que recuperar um parque infantil ou garantir o estado de uma estrada não será
excessivamente oneroso para os cofres camarários, e ainda assim contribuirá para melhorar
as condições de vida dos residentes. Igualmente, garantir com a EDP a existência de
iluminação pública no bairro (garantindo o natural pagamento), não será certamente uma
despesa incomportável.

Assim e considerando que a CMS já actua no bairro, nomeadamente com outros parceiros; e
poderá direta ou indiretamente aumentar o âmbito da sua intervenção; a Assembleia
Municipal do Seixal, reunida na sua 2ª Sessão Ordinária de 2017, em 17 de Abril de 2017
delibera recomendar à Câmara Municipal do Seixal:

I. Que sejam reforçadas as diligências, junto da entidade privada proprietária dos
terrenos do Bairro de Vale de Chícharos, e junto do governo; com o objectivo de
definir uma solução que leve ao realojar dos habitantes do bairro, ao demolir dos
actuais edifícios e ao recuperar do espaço.

Que enquanto não acontecer o realojamento, sejam feitas as devidas diligências para:

II. Proceder à recuperação do parque infantil existente no local;
III. Proceder ao arranjo e à manutenção do piso nas ruas alcatroadas já existentes;
IV. Garantir a iluminação das ruas no bairro.

Pelos eleitos do PS

(Luís Pedro Gonçalves)

: