You are on page 1of 3

SIMULADO PAULO FREIRE

ITEM 01
A estratégia pedagógica de Paulo Freire para educação de adultos significava
fazer com que a aprendizagem partisse do:
a) projeto do aluno.
b) contexto do aluno
c) planejamento do professor
d) livro didático.
ITEM 02
Sobre Paulo Freire é incorreto afirmar:
a) A relação professor aluno é horizontal, pois não é imposta.
b) Professor e aluno ensinam e aprendem, nenhum é mais importante do que o
outro.
c) Para ele, o saber não é historicamente construído.
d) Para ele, a ciência é um produto histórico pois é elaborada pelo homem que,
integrado ao seu contexto, reflete sobre ele.
ITEM 03
Qual foi o autor responsável em dizer que: “Ninguém liberta ninguém, ninguém
se liberta sozinho: Os homens se libertam em comunhão”?
a) Rubens Alves.
b) Jean Piaget.
c) Edgar Morin.
d) Paulo Freire.
e) Cipriano Luckesi.
ITEM 04
Ghiraldelli afirma que os professores brasileiros chegaram ao século XXI guiando
suas práticas por cinco tendências pedagógico-didáticas que seguem a
inspiração de filosofia educacional de seus autores. De acordo com uma delas, os
passos segundo os quais acontece o processo ensino aprendizagem, se
resumem, sequencialmente, em: vivência, temas geradores, problematização,
conscientização e ação política. Assinale o autor cujas ideias melhor caracterizam
essa sequência.
a) Herbart.
b) Dewey.
c) Paulo Freire.
d) Paulo Ghiraldelli Júnior.
e) Demerval Saviani.
ITEM 05
Para Paulo Freire, grande educador brasileiro, a educação serve para:
a) a conscientização;

Paulo Freire procura mostrar o papel político que a educação pode desempenhar na construção de uma outra sociedade. d) O ponto de partida do processo educativo é o universo vocabular e as palavras geradoras extraídas do contexto escolar. estariam incorretas somente a(s) alternativa(s): a) II. V. mas sim as experiências vividas em salas de aula. Segundo Paulo Freire. II. que serão recriadas pela reflexão e pela ação. é CORRETO afirmar: a) Partindo sempre da análise do contexto social da educação. Humildade. pois a teoria do conhecimento interessa apenas ao educador. tolerância e luta em defesa dos direitos dos educandos. mas não se confundem com os conteúdos. Ensinar exige: I. Convicção de que a flexibilização do plano de aula é realizada sempre no início do ano/semestre letivo junto com o Plano Político Pedagógico do Curso. IV e V. II e V. II e III. b) II. em um movimento dialético do pensamento. d) I. c) a leitura. Nesse sentido. d) o racismo. seus conhecimentos e suas experiências são sempre utilizados como exemplos para melhor entendimento. b) Teoria e prática são dois momentos educativos importantes. c) A relação estabelecida entre educandos. ITEM 07 Segundo Paulo Freire. III. Respeito a autonomia do ser do educando. c) I. III e V. e) o silencia. ponto central da educação escolar. conseqüentemente. com igual participação dialógica do educador e do educando. ITEM 08 A ideia de que a educação se torna um momento da experiência dialética total da humanização dos homens. e) I. ensinar não é transferir conhecimento. enquanto a prática pressupõe o educando como sujeito do processo histórico e. Ênfase na exclusividade do ensino do conteúdo. pois através da educação seria possível ampliar a participação política consciente. ITEM 06 A respeito do pensamento pedagógico de Paulo Freire. é defendida por: . em seu livro “Pedagogia da Autonomia”. a realidade do educando. IV. III e IV.b) a libertação. do processo educativo. Que no processo ensino-aprendizagem não importam as experiências informais das ruas e trabalho. educador e conhecimento é uma relação dialógica.

tudo o que façamos na defesa e na prática da ética universal do ser humano. mas não é uma virtude e por isso não podemos aceitá-la. como sujeitos históricos. b) Achamo-nos. d) Augusto Cury e) Rubem Alves. c) Não podemos nos assumir como sujeitos da procura. da decisão. da ruptura. a não ser assumindo-nos como sujeitos éticos.a) Karl Marx b) Maria Montessori. d) A transgressão dos princípios éticos é uma possibilidade. ITEM 09 Para Paulo Freire. . c) Paulo Freire. ao nível do mundo e não apenas do Brasil. transformadores. a) A prática educativa tem natureza ética. é incorreta a alternativa. da opção. e) É perfeitamente possível ao sujeito ético viver sem estar permanente exposto à transgressão da ética. de tal maneira submetidos ao comando da malvadez da ética do mercado que é pouco. enquanto prática especificamente humana.