You are on page 1of 6

NOTA

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO


CORPO DE BOMBEIROS
CENTRO DE ENSINO E INSTRUÇÃO DE BOMBEIROS

1ª Verificação Corrente
(Pronto Socorrismo, Direção Defensiva e Meio Ambiente)

CEP – Condução de Viatura em Situação de Emergência – IV/09

Franco da Rocha, _____ de __________________ de 2009.

Grad:_________ RE: ____________ Nome: ____________________________________________.

VC individual e sem consulta; deverá ser preenchida com caneta preta ou azul;
VC sem identificação será atribuída “grau zero”;
Transcreva as respostas para o quadro de respostas
Lembre-se, qualquer rasura anulará a questão; leia atentamente a VC antes de iniciar a sua resolução;
NÃO deixe nenhuma questão sem resposta; tempo de duração 50 (cinqüenta) minutos.
Proibido emprestar material de uso pessoal como: lápis, caneta, borracha e líquido corretivo.

1. Os poluentes do ar especificados pelo CTB são:


A - Poeira
B - Vapores
C - Gases
D - Gases e poeira

2. Os veículos que apresentam maior potencial de poluição do ar são aqueles:


A – que utilizam gasolina.
B – que utilizam diesel.
C – que utilizam gás natural.
D – que utilizam álcool.

3. Em relação ao efeito estufa na atualidade, é correto afirmar:


A - Provoca maremoto.
B - É responsável pelo aumento da temperatura média da terra e provocar alterações indesejáveis no clima.
C - Diminuir a temperatura terrestre.
D - Provocar terremotos.

4. A má conservação e a regulagem inadequada dos veículos:


A - Contribuem apenas para a poluição da água
B - Contribuem apenas para a poluição do solo
C - Não agridem o meio ambiente
D - Contribuem, principalmente, para a poluição do ar e a poluição sonora.

5. A retirada do catalisador original de um automóvel:


A - Diminui o consumo do combustível.
B - Melhora a qualidade dos gases do escapamento.
C - É proibida.
D - É possível apenas para os motores a álcool.
6. Nos centros urbanos são observadas maiores concentrações de poluentes do ar nos meses
mais frios do ano. Este fato caracteriza-se:
A - Pelo excesso de veículos em circulação.
B - Pela dificuldade de dispersão dos poluentes nesta estação do ano.
C - Pela maior emissão de poluentes.
D - Pela desregulagem dos motores causadas pelo frio.

7. É correto afirmar que a destruição da camada de OZÔNIO é responsável pelo:


A - Aumento de CO2, H2O, e materiais particulados na terra.
B - Aumento dos índices de câncer de pele.
C - Aumento dos índices de doenças das vias respiratórias.
D - Aumento de Monóxido de carbono, óxido de enxofre e materiais particulados na atmosfera.

8. A poluição ambiental é essencialmente causada pelo(s):


A - Homem.
B - Animais.
C - Natureza.
D - Ar.

9. Em relação ao Código de Trânsito Brasileiro, é correto afirmar:


A - O motorista não tem responsabilidade penal com o meio ambiente.
B - Os deveres e direitos do cidadão são apenas determinados pelo Código Penal.
C - Prevê punição ao motorista em relação ao meio ambiente.
D - Como direito do homem, numa sociedade moderna, quem tem mais bens pessoais deve ter mais proteção.

10. As inspeções de emissão de gases melhoram as condições de vida dos habitantes


porque:
A – contribuem para a segurança dos veículos.
B – diminuem o desgaste do motor..
C – reduzem a emissão de poluentes urbanos.
D – diminuem a emissão de ozônio.

11. As manobras de abertura de vias aéreas são:


A – Tração do mento; elevação da mandíbula; extensão cervical.
B – extensão do mento; tração da cabeça; elevação da mandíbula.
C – elevação do mento; extensão da mandíbula; tração cervical;
D – Tração da mandíbula; elevação cervical; extensão da cabeça.

12. A corrente da sobrevivência, utilizada em pacientes com parada cardiorrespiratória, possui


os seguintes itens:
A – 1º ELO – acionamento do serviço de emergência; 2º ELO – RCP; 3º ELO – uso do DEA; 4º ELO –
colocação do colar cervical.
B - 1º ELO – transporte imediato; 2º ELO – uso do DEA; 3º ELO – uso do prancha longa; 4º ELO – colocação
do colar cervical.
C - 1º ELO – acionamento do serviço de emergência; 2º ELO – RCP; 3º ELO – uso do DEA; 4º assistência pré
ou intra-hospitalar.
D - 1º ELO – transporte imediato; 2º ELO – abertura de VAS; 3º ELO – uso do DEA; 4º ELO – RCP.

13. Técnica de RCP em vítimas com idade acima de 8 (oito) anos:


A - 15 compressões, 01 ventilação, ritmo de 100 compressões por minuto.
B - 15 compressões, 02 ventilação, ritmo de 120 compressões por minuto.
C - 30 compressões, 01 ventilação, ritmo de 100 compressões por minuto.
D - 30 compressões, 02 ventilações, ritmo de 100 compressões por minuto.

14. Dentre as situações abaixo, para quais são indicada o transporte imediato.
A – Parto complicado, parada cardiorrespiratória e envenenamento.
B – Parada cardiorrespiratória, fratura de clavícula e fratura de patela.
C – Envenenamento, parto normal e trauma de crânio.
D – Trauma de crânio, entorse e parada cardiorrespiratória.
15. Podemos afirmar que é correto não movimentar uma vítima politraumatizada sem antes
imobilizá-la, exceto quando:
A – Estiver em risco iminente, sua posição impede a realização da análise primária ou liberação de VAS e para
garantir acesso a uma vítima mais grave.
B – Retirar veículo da via e liberar o trânsito.
C – A ocorrência envolve um número de vítimas maior que a capacidade de atendimento.
D – As fraturas apresentadas são fechadas e somente em membros superiores ou a vítima esteja inconsciente.

16. A chave de rauteck é um procedimento de movimentação de vítima utilizado quando:


A – for imprescindível para acessar a vítima mais grave e houver mais de 02 (dois) socorristas.
B – não houver risco iminente para a vítima e/ou socorrista.
C – houver risco à vida da vítima que exija o transporte imediato e houver apenas um socorrista.
D – a vítima já estiver estabilizada e sem evidências de trauma.

17. Se a vítima de queda de queixar-se de dor na coluna cervical, devemos:


A – Transportá-la com o capacete fixo à prancha.
B – Retirar o capacete com mais cuidado.
C – Retirar o capacete o mais precocemente possível.
D – Retirar o capacete conforme técnicas utilizadas em vítimas que não apresentam queixa de dor na cervical.

18. O Colar Cervical deve ser aplicado na vítima, quando:


A - Durante a análise secundária
B - Ao término da Análise Primária
C - Logo após a abordagem da vítima
D - No momento da realização de manobras de movimentação do acidentado

19. Ao encontrarmos uma vítima de acidente de trânsito, em pé na cena de ocorrência,


devemos:
A – Abordar a vítima por trás, estabilizar a coluna cervical e deitar a vítima na prancha.
B – Abordar a vítima pela frente, explicar o procedimento, aplicar o colar cervical, posicionar a prancha atrás da
vítima e descer em três socorristas.
C – Abordar a vítima por trás, aplicar o colar cervical, aplicar colete imobilizador dorsal, posicionar a vítima na
prancha.
D – Abordar a vítima pela frente, explicar a necessidade do procedimento, colocar a prancha atrás da vítima,
descer em três socorristas, aplicar o colar cervical.

20. Um socorrista atendendo isoladamente uma vítima de trauma deverá adotar a seguinte
manobra para manter permeabilidade das vias aéreas:
A - Tríplice Manobra.
B - Extensão da cabeça.
C - Elevação da mandíbula.
D - Tração do queixo.

21. Vital em sua moto, em código “três” vê um buraco em uma via, então:
A - Olha o tempo todo para o buraco, a fim de evitá-lo.
B - Olha para o local que usará para desviar do buraco.
C - Pára e liga para o “C.E.T.”, Departamento de Vias.
D - Acelera para passar mais rápido dentro dele.

22. O que é considerado um acidente inevitável;


A - É aquele que o motorista fez tudo o que era possível fazer, mas foi impossível evitar.
B - É aquele que o culpado é sempre o outro motorista.
C - É aquele que a culpa é das condições adversas.
D - É aquele que a culpa é da via.

23. Dentre as alternativas abaixo qual está relacionada às condições adversas da VIA.
A - Bebidas alcoólicas.
B - Tipos de pavimentação e acostamento.
C - Ingestão de substâncias tóxicas.
D - Neblina e chuvas.
24. Distância de frenagem é:
A - Aquela em que o carro percorre desde o momento em que o perigo é avistado até parar.
B - Aquela em que o carro percorre depois de acionado o mecanismo de freio até parar.
C - Aquela em que o carro percorre a partir do momento em que o carro parar.
D - Aquela em que o carro percorre durante a redução de sua marcha até o ponto morto.

25. Tempo de parada é:


A - O tempo gasto depois de acionado o mecanismo do freio até parar.
B - tempo que gasto para ligar e desligar o carro, puxando o freio de estacionamento.
C - tempo correspondente a um terço de segundo, ou seja, um piscar de olhos.
D - tempo gasto desde que o motorista percebe o perigo até o veículo parar,

26. São condições adversas:


A - Luz, água, tempo percorrido e motorista.
B - Vias, motorista, luz, tempo e veículo.
C - Vias, luz, tempo, CTB e radares.
D - Luz, vias, roupas, motorista e chuva.

27. Dê o significado de distância de segmento?


A - É a distância entre a sua vtr e o que segue imediatamente à sua frente.
B - É aquele que a vtr percorre desde que o perigo é visto até que o piloto tome providencia acionando o freio.
C - É aquele que a vtr percorre depois de acionado o mecanismo de freio até parar.
D -É aquele que a vtr percorre desde que o perigo é visto até parar.

28. Qual é a melhor definição de Direção Defensiva?


A - É dirigir de modo a evitar acidentes, seguindo as sinalizações do trânsito.
B - É dirigir sem causar acidentes, cumprindo as regras do transito.
C - É dirigir de modo a evitar acidentes, observando seus direitos.
D - É dirigir de modo a evitar acidentes, apesar das ações incorretas de outros motoristas e das condições
adversas, seguindo e cumprindo as legislações de trânsito.

29. O que é tempo de reação?


A - É aquele que o veículo transcorre depois de acionado o mecanismo de freio até parar.
B - É aquele que o veículo transcorre desde que o perigo é visto até parar.
C - É aquele que o veículo transcorre, desde que o perigo é visto até que o motorista tome providência.
D - É aquela que o veículo transcorre, antes que o perigo é visto até que o motorista deixe de tomar
providência.

30. Uma das regras utilizadas para manter-se à distância segura do veículo da frente é:
A - Regra dos dez segundos.
B - Manter-se sempre à distância de 50 m do veículo frente.
C - Regra do piscar dos olhos.
D - Regra dos cinco segundos.

31. O condutor deve adotar uma postura adequada, sendo:


A – Agressivo e rápido.
B – Decidido e agressivo.
C – Cuidadoso e atento.
D – Cuidadoso e ousado.

32. A segurança na direção de um veículo depende:


A – Da marca do veículo.
B – Da categoria da CNH.
C – Do comportamento adequado do motorista.
D – Do trânsito.
33. A segurança de trânsito na via depende:
A – Apenas da atenção dos condutores.
B – Apenas da sinalização das vias.
C – Apenas da manutenção dos veículos.
D – Do comportamento dos elementos envolvidos.

34. O condutor, ao ser ultrapassado, deverá:


A – Facilitar a ultrapassagem.
B – Reduzir bastante sua velocidade.
C – Aumentar a velocidade.
D – Parar o veículo para permitir a ultrapassagem.

35. O condutor precisa ver tudo o que acontece:


A – Apenas à frente e a direita do seu veículo.
B – À sua frente à direita, à esquerda e atrás do seu veículo.
C – Apenas à sua frente e nos lados do seu veículo.
D – Apenas à frente e nos espelhos retrovisores.

36. Todo condutor antes de mudar de direção, deverá:


A – Dar um toque rápido na buzina.
B – Levar o veículo para a direita da via.
C – Acender e piscar os faróis.
D – Ligar os dispositivos indicadores de direção.

37. Ao levar várias fechadas de outro veículo que “costura” no trânsito, você:
A – Procura ficar longe dele e mantém a tranqüilidade.
B – Mantém-se na faixa da direita necessariamente.
C – Buzina sem parar até que ele mude de atitude.
D – Segue o veículo e discute com o outro condutor.

38. A velocidade compatível com a segurança permite ao condutor:


A – Frear rapidamente o veículo, sem se preocupar com os demais veículos.
B – Perceber antecipadamente os riscos e agir prontamente para evitá-los ou controlá-los.
C – Manter uma conversa animada com os passageiros.
D – Forçar a saída do veículo que estiver á sua frente para um dos lados da via.

39. Na passagem de vias urbanas para vias rodoviárias, você:


A – Confia em seu veículo e em sua habilidade e faz a passagem confiante.
B – Atravessa essa área buzinando.
C – Obedece a sinalização e redobra a atenção.
D – Trafega bem devagar, acelera e passa rapidamente.

40. Nos acidentes, o cinto de segurança visa garantir:


A – Que os ocupantes não sofram qualquer ferimento.
B – Que os todos os ocupantes do veículo não sejam lançados para frente ou para fora do veículo.
C – Que os ocupantes da frente do veículo não sejam lançados para frente ou para fora do veículo.
D - Que os ocupantes do banco de trás do veículo não sejam lançados para frente ou para fora do veículo.
QUADRO DE RESPOSTAS

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40