You are on page 1of 6

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO

DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA
MÉTODOS NUMÉRICOS
Prof. Fernando Bertino
1. ERRO

1.1 EXISTÊNCIA

A noção de erro está presente em todos os campos do Cálculo Numérico.
Os dados, em si, não são exatos;

As operações sobre valores não exatos propagam esses erros a seus resultados.

Os métodos numéricos buscam resultados o mais próximo possível do que seriam
os valores exatos.

1.1.1 NOÇÕES FUNDAMENTAIS:

I. Toda medida é um intervalo e não um número exato, decorrente do:
Do processo de medição;
Do erro do medidor;
Da incerteza do valor.

Exemplo:
Um medida de comprimento de 45,7cm é possivelmente, (45,70,1)cm, isto é, algo
no intervalo 45,6cm a 45,8cm.

II. Quando se opera com um valor, carrega-se sua incerteza para o resultado das
operações. Chama-se a esse processo, propagação de erro.

III. Os métodos numéricos, freqüentemente iterativos, se propõem a obter resultados
aproximados, diminuindo o erro a cada iteração, num processo de aproximação
sucessiva.
IV. O computador ao representar números reais com um número finito de dígitos, será
forçado a aproximá-los quando os números reais exigirem mais dígitos.
Exemplo:
Ao representarmos o número exato .

1.1.2 ALGUMAS OBSERVAÇÕES:
Quando se representa um valor tem-se (m  ); para  > 0 e  << m, para uma
medida bem feita. Assim, o valor m é expressivo diante de .

(a – b) = (50 – 21)  4 = 29  4. pois sempre se admite o pior caso. Na subtração. abs(m) é o valor absoluto de m. prevê-se. Menor valor da subtração seria 47 . contando com a sorte. ou erro relativo. ou erro absoluto. sempre. Essa medida não tem boa precisão. Assim o menor valor da soma seria 47 + 20 = 67 e o maior valor seria 53 + 22 = 75. embora com certa margem de erro. como sempre. a pode variar de 47 a 53 e b de 20 a 22.22 = 25 e o maior valor da subtração seria 53 . que poderia variar desde 5m até 15m. calcular a soma (a + b). nunca se subtraem erros. Menor valor do produto seria 47 x 20 = 940. (a x b) = (50 3) x (21  1)  1050  (3 x 21 + 50 x 1) (a x b)  1050  113. o produto ficaria entre 937 e 1163.2 PROPAGAÇÃO Vamos aos exemplos: Dados a = 50  3 e b = 21  1. exatamente pelo abandono do produto 1x3. considerado desprezível. um comprimento de 10m  5m. Assim. Essa medida teria sido feita com boa precisão. (a + b) = (50 + 21 )  4 = 71  4. variando de 25 a 33.539m. Chama-se desvio absoluto. à relação  abs( m ) onde. e o maior valor do produto seria 53 x 22 = 1166. ligeiramente diferente do verdadeiro intervalo. significa que o valor está entre 23. por ser muito pequeno diante de (3 x 21 + 50 x 1 ) = 113. variando de 67 a 75. Despreza-se o produto 3 x 1. 1.20 = 33. Chama-se desvio relativo. ao valor de . logo sabe muito pouco sobre o valor. o caso mais desfavorável. a subtração (a – b) e o produto (a x b).537m  2m.535m e 23. os erros absolutos se somam. Porém. 2 . A medida 23.

Erro relativo da soma  Esoma Erro relativo da subtração  Esub Erro relativo do produto  Eprod Erro relativo de a  Ea Erro relativo de b  Eb Erro Relativo da Soma: Soma: esoma = ea + eb esoma ea eb Esoma    (a  b) (a  b) (a  b) Multiplicando e dividindo o primeiro termo por a e o segundo termo por b. Analisando os erros relativos dessas operações.ea) Estamos admitindo a.05 Erro relativo de (a + b): 3 . ponderada pela participação da parcela no total da soma. o erro relativo da soma é a soma dos erros relativos de cada parcela.06. ea . (– b ) etc. A soma a + b = 71 ± 4 Erro relativo de a: Ea = 3/50 = 0.(b  eb) = a . eb sempre positivos. temos: ea a eb b ea a e b Esoma     b (a  b) a (a  b) b a (a  b) b (a  b) a b Esoma  Ea  Eb (a  b) (a  b) Assim. Erro relativo de b: Eb = 1/21 = 0. Quando efetuamos operações sobre números sujeitos a erros. que vão refletir a incerteza dos números que compõem a operação. esses se propagam aos resultados das operações. Assim: (a  ea) + (b  eb) = a + b  (ea + eb) (a  ea) .b  (ea + eb) (a  ea) x (b  eb)  a x b  (a.eb + b. Exemplo: Sendo a = 50 ± 3 e b = 21 ± 1. Se negativos tomaremos (– a ). b.

b) (a  b) Assim o erro relativo da subtração é a soma dos erros relativos do minuendo com o erro relativo do subtraendo.14  4/29 Erro Relativo do Produto: Produto: prod (a ± ea) x (b ± eb)  a x b ± (a x eb + b x ea) eprod = a x eb + b x ea e prod eb ea E prod    (a.b) Multiplicando de dividindo o primeiro termo por a e o segundo termo por b. Erro relativo de b: Eb = 1/21 = 0.05 4 .b) (a .06 . 50/29 + 0.05 x 21/71 = 0.b) b a (a  b) b (a  b) a b Esub  Ea  Eb (a .06. Esoma = 0.b) (a . O produto (a x b) = 1050 ± 113 Erro relativo de a: Ea = 3/50 = 0. Erro relativo de b: Eb = 1/21 = 0.b) b a Assim o erro relativo do produto é a soma dos erros relativos dos fatores.057  4/71 Erro Relativo da Subtração: Subtração: esub = ea + eb esub (e  e ) e e Esub   a b  a  b (a .05 . 21/29 = 0.b) (a . Exemplo: Sendo a = 50 ± 3 e b = 21 ± 1. temos: ea a eb b ea a e b E sub     b (a . A subtração (a – b) = 29 ± 4 Erro relativo de a: Ea = 3/50 = 0.b) a (a .06 x 50/71 + 0. ponderados pela participação de cada um no resultado da subtração.05 Erro relativo de (a – b): Esub = 0. Exemplo: Sendo a = 50 ± 3 e b = 21 ± 1.06.

38 RESUMO Propagação de Erros 5 .05 = 0.a/(b.06 + 0. Exemplo: Sendo a = 50 ± 3 e b = 21 ± 1.64.b)] (b  eb ) Erro Relativo da Divisão: div ea e . A divisão a/b = 2.14 e 53/20 = 2. x3.26/2. A divisão estará entre 47/22 = 2.x3 + x4 -… abandonando-se os termos em x2.05 = 0. isto é. entre 2.11 Ediv  0. x4.(1  eb /b)  a/b  [ea /b  eb .. ( 1  eb /b) Divisão (a  ea )  (a/b  ea /b)..Erro relativo de (a x b): Epro = 0. temos: 1  1  eb /b . 1/(1 ± eb/b) Por outro lado.b  ea  eb a a b b Assim o erro relativo da divisão é a soma dos erros relativos do dividendo e do divisor.11  113/1050 Divisão (a  ea ) (b  eb ) Analisando incialmente a fração: 1/( b ± eb) 1/( b ± eb) = 1/b..06 + 0.26.12 e 2.(1 ± eb/b) = 1/b .38 ± 0.a  b Ediv  b b. a série binomial (1+x)-1 é dada por: (1+x)-1  1 .38 ± (3/21 + 1x50/(21x21)) a/b = 2. Erro relativo de a/b: Ediv = 0.65.x + x2 .

ponderados pela participação de cada um no resultado da subtração. 6 . Erro relativo da subtração é a soma dos erros relativos do minuendo com o erro relativo do subtraendo. Erro relativo do produto é a soma dos erros relativos dos fatores. Erro relativo da divisão é a soma dos erros relativos do dividendo e do divisor.Erro relativo da soma é a soma dos erros relativos de cada parcela. ponderada pela participação da parcela no total da soma.