Funcionamentos

55-001 – Gener. Sistema air bag Linea

Linea T.T.

Funcionamentos
55-001 – Generalidades do Sistema de Air bag

O veículo está equipado com um sistema de controle eletrônico que em caso de
choque frontal ou lateral comanda a ativação de dispositivos de retenção específicos.

O sistema de proteção frontal inclui:

- air bag frontais do condutor e passageiro com duplo estádio de ativação;
- cintos dianteiros com pré-tensor e limitador de carga;
- sensor frontal de detecção de choque;

O sistema de proteção lateral é constituído por:

- dois side bag nos bancos dianteiros visíveis (opcional);
- dois Air-Bags de cortina, alojados nas longarinas por baixo do teto (opcional);
- dois sensores de detecção de choque posicionados nos montantes centrais.

O sistema de proteção frontal do condutor de duplo estágio é capaz de adaptar
automaticamente os parâmetros de ativação em função da gravidade do impacto.
Os Air-Bags frontais do condutor e passageiro são de duplo estágio de ativação:

- quando o choque é de gravidade média a central eletrônica comanda o
primeiro estágio de ativação dos Air-Bags e, sucessivamente, o segundo
estágio de modo a que a energia descarregada no ocupante não seja lesiva;

- para choques mais severos, a central ativa por sua vez o primeiro e segundo
estágio após um pequeníssimo atraso de modo a poder absorver a maior
energia cinética do ocupante antes que o mesmo bata contra o volante.

Um sensor ECS "Early Crash Sensor", colocado na travessa dianteira próximo da
fechadura do capuz do motor, ajuda a central eletrônica a antecipar a intervenção dos
Air-Bags frontais (mesmo para choques de média severidade, a fim de garantir o
esgotamento da carga pirotécnica, a central ativa após um tempo pré-fixado, também o
2º estágio).

OBS.: Os componentes do sistema de Air Bags foram projetados para
funcionarem num veículo específico. Portanto, NÃO PODEM ser adaptados ou
instalados em outros tipos de veículo.

dois pré-tensores eletrônicos situados nos cintos dianteiros.ao quadro de instrumentos. CONSTITUIÇÃO O sistema é constituído pelos seguintes dispositivos: . . "cinto de segurança desafivelado" e "Air Bag do passageiro desativado" bem como do buzzer de sinalização de "cinto de segurança desafivelado".um sensor suplementar de detecção de impacto ECS (Early Crash Sensor). através da qual troca informações com outros nós. OBS. Funcionamentos 55-001 – Gener. A ligação da central ao sistema é efetuada por dois conectores. a desativação do módulo Air Bag frontal do lado do passageiro desativa também o Air Bag lateral. para o controle das luzes espias de "avaria do sistema Air Bag".dois módulos Window Bag de proteção lateral dos ocupantes. A central está ligada à rede CAN do veículo.à tomada unificada de diagnóstico via CAN. . . o sistema de Air Bags liga-se: . . sempre via CAN.dois sensores de impacto lateral nos montantes laterais.ao Body Computer para a possível personalização de fim de linha (Proxi) e a conseqüente redução do número de componentes nas Peças. desligada. no display do quadro de bordo. Sistema air bag Linea O veículo deve ser entregue ao cliente com o comando de desativação do Air- Bag do passageiro. integrada nos feixes dos cabos do plancia e nos cabos traseiros. .: Caso o veículo esteja equipado com Side Bags. .dois Side Bag nos bancos dianteiros. . acende as luzes espias no quadro de instrumentos e efetua as operações de diagnóstico. Sendo a central um nó da rede CAN. . um para o cabo da plancia e outro para o cabo traseiro.dois Air Bags frontais do condutor e passageiro de "estágio duplo de ativação" (Dual Stage). na posição "ON" e a respectiva luz espia. .uma central eletrônica de controle. Por razões de segurança NÃO são tolerados controles de continuidade na fiação. A ligação elétrica entre os componentes do sistema de Air Bags é realizada através de um chicote próprio.

Módulo Window Bag lado condutor 7 .Sensor de choque lateral lado passageiro 5 .Luz espia de anomalias no sistema de Air Bags 14 .Módulo Window Bag lado passageiro 6 .Luz espia desativação Air-Bag frontal lado passageiro 15 .ligação via rede B-CAN à tomada de diagnóstico para o controle do funcionamento. Sistema air bag Linea Para assinalar o estado de eficiência. .Sensor de choque frontal 13 . .Central eletrônica de controlo 2 .Luz sinalização de Cinto não apertado lugares anteriores .Pré-tensor lado passageiro 10 .Módulo Side Bag lateral lado passageiro 4 .Pré-tensor lado condutor 9 .Sensor de choque lateral lado do condutor 8 .Módulo Air bag do passageiro 3 . 1 . Funcionamentos 55-001 – Gener. . o sistema prevê: .Módulo Air Bag do condutor 12 .Módulo Side Bag lado condutor 11 .luz espia de desativação do Air Bag do passageiro no quadro de instrumentos.luz espia de Cinto não apertado nos bancos dianteiros no quadro de instrumentos.luz espia de anomalias do sistema (vermelha) no quadro de instrumentos.

Funcionamento Impacto frontal: Quando o choque é de gravidade média. Sistema air bag Linea CENTRAL ELETRÔNICA DE CONTROLE A figura seguinte apresenta a central. . Constituição A central está equipada com um sensor eletrônico de desaceleração que. Funcionamentos 55-001 – Gener. Esta gere todos os dispositivos de detecção e ativação do sistema de retenção processando os sinais que lhe chegam dos vários sensores espalhados pelo veículo e dos instalados no seu interior.Central eletrônica de controle. 2 . e está fixada rigidamente à plataforma do veículo em correspondência com o túnel central.: Se a central cair ao chão ou sofrer choques anormais DEVERÁ ser substituída. 1 . a central eletrônica comanda o primeiro estágio de ativação dos Air-Bags e sucessivamente. A central do air bag é a unidade de processamento do sistema de proteção dos ocupantes. com a ajuda dos sensores-satélite frontais ou laterais e de um algoritmo de cálculo. após certo atraso.Indicação do sentido de marcha. gera a ativação dos pré-tensores e dos Air Bags frontais e laterais. o segundo estágio de modo a que a energia descarregada no ocupante não seja lesiva. OBS.

1 impacto com ativação dos pré-tensores e dos Air Bags frontais. A central. por conseguinte os Air Bags laterais e os pré-tensores presentes no lado correspondente ao impacto. no total (direito ou esquerdo). os sensores-satélite registram a desaceleração devida ao impacto e a central.qualquer combinação dos casos referidos até atingir o número máximo. . A última ativação. necessária a substituição da central. . Air-bags laterais) memoriza a ativação na memória indelével e comanda a ativação da luz espia de anomalias no quadro de instrumentos. depois de ter restabelecido as condições operativas do sistema. Ao verificar-se um impacto lateral. a central ativa ambos os estágios quase simultaneamente para poder absorver a maior energia cinética do ocupante antes que o mesmo colida contra o volante ou contra a plancia. A central garante a ativação de cada um dos dispositivos por um número determinado de vezes: . depois de cada ativação de um dos sistemas comandados (pré- tensores. em relação aos limites indicados impedirá novas execuções dos procedimentos de restabelecimento. Air-Bags frontais. Os Air Bags laterais (Window Bags e Side Bags) são ativados simultaneamente e independentemente daqueles dos dispositivos de segurança frontais. . ajuda a central eletrônica a antecipar a intervenção dos Air-Bags frontais (mesmo para choques de média severidade. com a ajuda de um algoritmo de cálculo adequado. correspondente ao número máximo. a fim de garantir o esgotamento da carga pirotécnica. Para fornecer uma cobertura total aos choques laterais são utilizados dois sensores-satélite localizados nos montantes centrais. com ativação dos Air Bags laterais.3 impactos. Impacto lateral: Analogamente. será possível. O sensor ECS "Early Crash Sensor". colocado na travessa dianteira próximo da fechadura do capuz do motor. ativando.3 choques com ativação de apenas os pré-tensores dos cintos de segurança dianteiros. Sistema air bag Linea Para impactos muito graves. reutilizar a central após a prévia execução do procedimento de RESET com o EDI. sendo. Caso não seja atingido o número máximo descrito. . Funcionamentos 55-001 – Gener. quando se verifica um impacto lateral a central é capaz de reconhecer o sentido e a intensidade. gere a ativação dos pré-tensores e Air Bag laterais. também o 2º estágio). a central ativa após um tempo pré-fixado.

) 14 (N. PINO SINAL 1 CAN BUS L 2 CAN BUS H 3 Sensor frontal (-) 4 Sensor frontal (+) 5 (N.azul na presença de ambos os air-bags frontais (lado do condutor e lado do passageiro).) 12 Alimentação de 12 V 13 (N.castanho na presença de air-bags laterais e window bags de cortina.) 16 Massa da central do Air Bag 17 Air-Bag lado condutor .L.) 6 (N. Funcionamentos 55-001 – Gener.) 8 (N.1º estágio (+) 22 Air-Bag lado condutor .L. .2º estágio (-) 19 Air-Bag lado passageiro -2º estágio (-) 20 Air-Bag lado passageiro -2º estágio(+) 21 Air-Bag lado condutor . Sistema air bag Linea Pin out da Central A .L.L.2º estágio (+) 18 Air-Bag lado condutor .) 11 (N.L.L.CONECTOR DIANTEIRO (chicote lado plancia) O conector pode assumir as seguintes cores: .cinzento na presença de apenas o air-bag lado do condutor.) 10 (N.) 9 (N.) 7 (N. .1º estágio (-) 23 Air-Bag lado passageiro -1º estágio (-) 24 Air-Bag lado passageiro -1º estágio(+) .) 15 (N.L.L.L.L.

.L.) 16 (N. Sistema air bag Linea B .azul na presença de air bags laterais e window bag.preto na ausência de air bags laterais e window bag.CONECTOR TRASEIRO O conector pode assumir as seguintes cores: .) 17 Air bag de cortina lado do condutor (+) 18 Air bag de cortina lado do condutor (-) 19 Air bag de cortina lado do passageiro (-) 20 Air bag de cortina lado do passageiro (+) 21 Air bag tórax lado do condutor (+) 22 Air bag tórax lado do condutor (-) 23 Air bag tórax lado do passageiro (-) 24 Air bag tórax lado do passageiro (+) .L. Funcionamentos 55-001 – Gener. PINO SINAL 1 Sensor de impacto lateral do lado do condutor (-) 2 Sensor de impacto lateral do lado do condutor (+) 3 Sensor de impacto lateral do lado do passageiro (-) 4 Sensor de impacto lateral do lado do passageiro (+) 5 Interruptor cinto do condutor colocado (-) 6 Interruptor cinto do condutor colocado (+) 7 Sensor de presença de passageiro (+) 8 Sensor de presença de passageiro (-) 9 Pré-tensor dianteiro lado condutor (-) 10 Pré-tensor dianteiro lado condutor (+) 11 Pré-tensor dianteiro lado passageiro (+) 12 Pré-tensor dianteiro lado passageiro (-) 13 Interruptor cinto do passageiro colocado (+) 14 Interruptor cinto do passageiro colocado (-) 15 (N.

uma cobertura plástica. Constituição O módulo é constituído por: . permitindo à bolsa de se expandir. . . graças aos dois furos presentes na parte inferior da bolsa. em caso de impacto frontal. através da cobertura. O módulo Air Bag está instalado no centro do volante e. colocando-se entre o corpo do condutor e as estruturas da parte dianteira do habitáculo.um gerador de gás do tipo pirotécnico.uma bolsa com 60 litros de volume. Funcionamentos 55-001 – Gener. O gerador de gás é ativado por duas resistências elétricas que queimam o propelente dentro do gerador. desempenha também a função de comando dos sinalizadores acústicos. O esvaziamento do Air Bag é imediato. Funcionamento O enchimento do Air Bag ocorre devido a um gerador de gás que dispõe de dois estágios de intervenção ativáveis separadamente.um alojamento plástico. que em caso de ativação se rompe em pontos predefinidos para permitir a correta expansão da bolsa. fabricada em fio de nylon. Sistema air bag Linea MÓDULO AIR BAG DO LADO DO CONDUTOR Características O Air Bag do lado do condutor é um dispositivo de segurança passiva constituído por uma bolsa que. . se enche. . em função da gravidade do impacto. tecido de modo a reduzir ao mínimo as abrasões da pele em caso de contato e dobrada de forma particular para tornar o seu enchimento gradual e não diretamente virado contra o condutor.dispositivo de comando do sinalizador acústico. Quando completamente cheia. Estes furos . a bolsa encontra-se na posição ideal para desempenhar a função de proteção do ocupante.

Conexão elétrica de ligação do segundo estádio do Air Bag. 1 .Cabo das funções elétricas do volante. Sistema air bag Linea desempenham também a função de "amortecimento" do contato do passageiro contra a bolsa.Conexão elétrica de ligação do primeiro estádio do Air Bag. os cabos de ligação do módulo e dos botões dos comandos da buzina são envolvidos em espiral. permitindo-lhes seguir os movimentos do volante. 3 .Cabo em espiral. Características O cabo em espiral permite transferir o sinal elétrico dos comandos presentes no volante (sinalizador acústico e outros comandos opcionais) e ligar o módulo Air Bag sem perigo de ruptura. O dispositivo constituído por dois pratos está fixado através do prato inferior ao comando de luzes e ao volante através de encaixes adequados no prato superior. . 4 . 2 . Funcionamentos 55-001 – Gener. evitando o risco de abrasões. Contato espiralado (clock spring) A figura seguinte mostra o cabo em espiral. No interior dos dois pratos.

Funcionamentos 55-001 – Gener. Quando novo. Sistema air bag Linea Pin out do contato espiralado PINO SINAL 1 Não ligado 2 Não ligado 3 Comando rádio no volante (direito) 4 Comando rádio no volante (esquerdo) 5 Alimentação "sob chave" para luzes de comandos 6 Massa dos comandos no volante 7 Massa dos comandos da buzina e alimentação de comandos 8 Sinal dos comandos da buzina 9 2º nível do Air Bag (+) 10 2º nível do Air Bag (-) 11 1º nível do Air Bag (+) 12 1º nível do Air Bag (-) Constituição O cabo em espiral apresenta no lado do volante três cabos. está equipado com uma chave de segurança para o transporte e que deve ser removida após a montagem. do lado do volante. . dos quais dois servem para ligar o módulo Air Bag (primeiro e segundo estádios) e outro para a ligação das funções elétricas do volante (buzina e comandos do rádio). No prato superior. está presente um anel que bloqueia automaticamente a rotação entre os dois pratos quando o dispositivo é separado do volante.

que se inserem na sede localizada no cubo do volante. Esta função evita que o prato superior. desenrolando ou enrolando a espiral dentro do dispositivo. eventualmente quebrando-a. é obrigatório ter em atenção o seguinte: .um suporte plástico de acondicionamento. em caso de impacto frontal. A rotação do prato superior ocorre através dos encaixes existentes no interior do anel de bloqueio. Nas operações que prevêem a desmontagem do volante e do dispositivo. Sistema air bag Linea Funcionamento Dentro dos dois pratos. Constituição O módulo é constituído por: . já separado do volante. fabricada em nylon tecido de modo a reduzir ao mínimo as abrasões da pele em caso de contato e dobrada de forma particular para que não se desdobre diretamente contra o ocupante. Ao remover o volante. . protege o passageiro dianteiro através de uma bolsa que se coloca entre o ocupante e a plancia do veículo. . MÓDULO AIR BAG DO LADO DO PASSAGEIRO Características O módulo Air Bag do lado do passageiro é o dispositivo de segurança passiva que. rode livremente. o volante pressiona o anel. bloqueia a rotação entre os dois pratos. bloquear com uma braçadeira os dois pratos antes de remover o dispositivo do comando de luzes.trabalhar sempre com as rodas alinhadas em posição de marcha retilínea.uma bolsa com 120 litros de volume. Funcionamentos 55-001 – Gener. Na posição de trabalho. . o anel.por segurança. os dois cabos de ligação do módulo Air Bag e das diversas funções elétricas estão enrolados em espiral com um número de voltas suficiente para seguir as rotações do volante. pressionado por uma mola. libertando-o dos encaixes e desbloqueando assim a rotação entre os dois pratos.

a bolsa encontra-se na posição ideal para desempenhar a função de proteção do ocupante. Quando completamente cheia. Sistema air bag Linea . O Side Bag exerce a proteção das zonas torácica e pélvica e garante. Funcionamento A lógica de ativação do Air Bag do passageiro é idêntica àquela do lado do condutor. Funcionamentos 55-001 – Gener. independentemente da regulação do banco ou do tamanho do próprio ocupante. a proteção das zonas críticas do corpo como as costelas e o abdômen. Esta disposição permite ter o Air Bag sempre numa posição ideal em relação ao ocupante. Módulo do Side bag (air bag lateral) Características Para aumentar a proteção oferecida pela carroçaria em caso de impacto lateral. juntamente com os painéis das portas. O desdobramento da bolsa abre a portinhola integrada na plancia em correspondência com o entalhe pré-definido. . que nos lugares dianterios deve ser colocada no sentido contrário ao de andamento. estão disponíveis no interior dos bancos dianteiros dois módulos de Air Bags laterais. Esta função pode ser ativada no menu de configuração do quadro de instrumentos. Desativação do air bag do lado do passageiro O utilizador pode desativar o Air Bag do passageiro para instalar sem riscos uma cadeira para crianças.dois geradores de gás do tipo pirotécnico.

Após este sinal. enchendo assim a bolsa. previsto no lado externo do próprio revestimento. os gases saem por aberturas adequadas. permite a abertura através da linha de ruptura facilitada. é ativada uma carga pirotécnica de ignição que provoca a expansão dos gases contidos no gerador. Funcionamentos 55-001 – Gener. o Air Bag de cortina protege tanto os passageiros dianteiros como os traseiros. Dado que a sua extensão vai desde o montante dianteiro até ao vão do bagageiro. A ligação do módulo ao sistema elétrico é feita com um cabo de bainha amarela. que permitem a correta saída da própria bolsa. Os dois cabos terminam num conector que se fixa no pavimento por baixo do banco. montantes etc. a bolsa encontra-se na posição ideal para desempenhar a função de proteção. contido juntamente com o cabo de ligação à massa do banco numa calha isolante de proteção fixada à estrutura do banco. impedindo o contato da cabeça contra objetos altamente intrusivos tais como vidros. dado que a dinâmica de abertura da bolsa minimiza o risco de danos ao corpo causados pelo impacto com a carroçaria. com cerca de 12 litros de volume. o . com o revestimento do encosto montado. Constituição O módulo Air Bag lateral é constituído por um recipiente de material metálico onde se encontram alojados um gerador de gás e uma bolsa de nylon. Quando completamente cheia. O recipiente em plástico do módulo apresenta uma proteção de bolsa em papel que. MÓDULO AIR BAG LATERAL DE CORTINA (WINDOW BAG) Características Os Air Bags de cortina (Window Bag) ativam- se em conjunto com os Air Bags laterais e colocam-se entre o ocupante e o veículo. Funcionamento O gerador de gás é ativado eletricamente através de um sinal proveniente da central eletrônica de controle. Ao se expandirem. Sistema air bag Linea A sua posição no banco garante sempre a máxima eficácia independentemente da posição do mesmo. O seu desdobramento causa a ruptura na região pré-estabelecida do revestimento do encosto.

colocado na travessa dianteira próximo da fechadura do capuz do motor. o esvaziamento dos gases. Constituição O módulo Window Bag é constituído por: .uma bolsa com cerca de 30 litros de volume. ajuda a central eletrônica a antecipar a intervenção dos Air- Bags frontais. a bolsa encontra-se na posição ideal para desempenhar a função de proteção do ocupante. . uma vez enchida. após o seu enchimento efetuado pelos mesmos. uma vez completado o enchimento. A saída dos gases da bolsa. O aumento do volume da bolsa provoca a ruptura das costuras da manga e a abertura do revestimento de acabamento. . os gases saem por aberturas adequadas e são distribuídos uniformemente ao longo de todo o desdobramento da bolsa. é imediato. Funcionamentos 55-001 – Gener. Após este sinal.parafusos plásticos para a fixação do Air Bag no veículo. .um gerador de gás fixado. Quando completamente cheia. é imediata graças à permeabilidade do tecido. através de 2 braçadeiras. fabricada em tecido permeável de nylon e dobrada no interior de uma manga de acondicionamento. é ativada uma carga pirotécnica de ignição que provoca a expansão dos gases contidos no gerador. na zona do nodo metálico de ligação entre o gerador de gás e a bolsa. Sistema air bag Linea sistema de cortina oferece as melhores condições graças à ampla superfície de desenvolvimento e à sua capacidade de auto-sustentação mesmo na ausência de apoio. SENSOR-SATÉLITE DE IMPACTO FRONTAL Características O sensor ECS "Early Crash Sensor". uma absorção correta da energia do impacto mantendo a cabeça dos ocupantes à distância devida da zona de impacto. colocado de forma a permitir a correta saída da bolsa para baixo.uma alça de retenção fixada no montante dianteiro e que mantém a bolsa. em posição. Funcionamento O gerador de gás é ativado eletricamente através de um sinal proveniente da central eletrônica de controle. que acontece pela porosidade do tecido. A bolsa é concebida para assegurar. O desdobramento correto da bolsa é garantido por uma alça de retenção existente na extremidade anterior da bolsa. com o enchimento completo. Ao se expandirem. fixada ao gerador de gás juntamente com o tubo flexível. .

também pela eletrônica de controle que lhe permite o correto acionamento. Para medir as acelerações resultantes de um impacto lateral existem. além do Side Bag. a informação é confrontada com o registro obtido pelo sensor de segurança contido na centralina eletrônica de controle do sistema Air Bag. Sistema air bag Linea SENSORES-SATÉLITE DE IMPACTO LATERAL Características O sistema de proteção lateral é constituído. instalados no interior dos montantes laterais dois sensores satélites que contêm um acelerômetro Constituição O sensor satélite de impacto lateral é constituído por um corpo contendo o sensor de aceleração. Funcionamento No caso em que o valor de aceleração registrado pelo sensor superar um determinado limite. a centralina comanda o acionamento dos Air Bags laterais do lado do respectivo impacto . Funcionamentos 55-001 – Gener. Na parte posterior do corpo existe um pino para o correto posicionamento na própria sede. O corpo apresenta ainda um ponto de ligação para o sistema elétrico. Se os valores registrados são congruentes.

Funcionamentos 55-001 – Gener. Funcionamento A figura seguinte mostra o mecanismo do pré-tensor. Os cintos estão dotados ainda de limitadores de carga que diminuem a força transmitida pelos cintos ao tórax: o nível de força para o qual intervêm os limitadores é de forma a reduzir consideravelmente o risco de fratura das omoplatas e das costelas mesmo para as pessoas com ossos mais frágeis (ex: idosos). Sistema air bag Linea PRÉ-TENSORES DOS CINTOS DE SEGURANÇA Características Os pré-tensores são dispositivos pirotécnicos. 1 .Conector elétrico 3 . o sensor eletrônico colocado na central de comando envia um sinal que ativa as cargas pirotécnicas dos geradores de gás. enrolando-o alguns centímetros. ativáveis eletricamente.Gerador de gás 2 . detectada pelos acelerômetros do sistema. A combustão do propelente desenvolve uma reação química formando gás inerte cuja pressão gera uma força que empurra um pistão para cima. Os pré-tensores têm a função de recuperar a eventual lassidão da fita do cinto de modo a reter o ocupante contra o encosto desde os primeiros momentos do choque. mudando o movimento rotativo do enrolador para o sentido oposto ao desenrolar da fita do cinto. reduzindo o seu afastamento no interior do vão do habitáculo. A mesma lógica que controla os Air Bags comanda a ativação dos pré-tensores dos cintos de segurança.Fita 4 – Enrolador No momento em que se verifica uma desaceleração suficientemente elevada do veículo. através de um sinal proveniente da central eletrônica de controle e integrado no enrolador dos cintos de segurança dianteiros. .

Se o impacto implicar a intervenção dos módulos de Air Bag frontais. a luz espia apaga-se depois dos 4 segundos de auto-diagnóstico e mantém-se acesa no caso contrário. Funcionamentos 55-001 – Gener.a central detecta um choque com ativação do sistema. erros de funcionamento internos que não possam ser resolvidos com o EDI.a central detecta uma anomalia no sistema de Air Bag. a luz espia de anomalias do sistema Air Bag (de cor vermelha). acende-se durante cerca de 4 segundos (fase de auto-diagnóstico inicial) e depois se apaga. Caso se verifique.Luz espia de anomalias do sistema Air Bag 2 .Luz espia de Air Bag do lado do passageiro desativado 3 . A luz espia mantém-se acesa ou acende-se durante o andamento normal do veículo quando: . durante a vida operativa da central. .: Uma vez ativados os pré-tensores. Se no "Key ON" não forem detectadas anomalias no sistema e não houver avarias guardadas na memória da central. estes serão assinalados pelo acendimento permanente da luz espia. os cintos mantêm-se bloqueados e devem ser substituídos. Após um impacto com intervenção só dos pré-tensores ou dos Air Bag laterais. LUZES ESPIAS DO SISTEMA DE AIR BAGS 1 . . a luz espia mantém-se acesa permanentemente. Sistema air bag Linea OBS. a luz espia mantém-se acesa até ao restabelecimento das condições operativas do sistema (substituição do componente em causa e restabelecimento da central com o EDI). não sendo possível restabelecer a central (que neste caso deve ser substituída).Luz espia de cintos de segurança desapertados Luz espia de anomalias do sistema air bag No “key on”.

o cinto seja desapertado (a menos que não sejam válidas as condições indicadas seguidamente. O "Ciclo de warning" é composto pela ligação da luz espia na modalidade intermitente (freqüência igual a 2 Hz D. .naturalmente. Obs. este continua de qualquer forma até se esgotarem os 90s. segundo a seguinte lógica: . no key-on a luz espia permanece apagada. Funcionamento durante o ciclo de 90 segundos . Funcionamentos 55-001 – Gener. .a luz espia acende-se na modalidade fixa.tempo decorrido igual a 50s e registro da velocidade do veículo superior a 10 km/h. .no key-off a luz espia deve estar sempre apagada. . "ciclo de warning": sinalização através da luz e do avisador acústico O ciclo de aviso é ativado por um tempo igual há 90 segundos.no caso em que o cinto já esteja afivelado. o ciclo de warning interrompe-se imediatamente (a luz espia apaga-se e o buzzer interrompe a sinalização acústica) e o sistema é predisposto para uma nova e sucessiva sinalização. em condição de key-on.quando for executado o key-off. no key-on. o cinto de segurança é apertado.sempre que os cintos sejam afivelados. Sinalização dos cintos de segurança desapertados (seat belt reminder) "ciclo de primeiro aviso": sinalização com luz espia A luz espia "cintos de segurança" assinala a "falta de aperto dos cintos de segurança". o ciclo de aviso interrompe-se imediatamente. o cinto fosse apertado o ciclo de aviso terminaria. com cinto desapertado e estado de key-on. se durante a sinalização do novo acontecimento. 50 %) juntamente com a reprodução de uma sinalização acústica. na condição de key-on. .quando for pelo menos um dos três eventos a causar a ativação do ciclo de aviso.a luz espia apaga-se quando. . Sistema air bag Linea Luz espia de air bag do lado do passageiro desativado No "Key ON". . acende-se por cerca de 4 segundos (fase de auto-diagnóstico inicial). .: A sinalização atravéz da luz espia acesa não pode ser excluída. pelas quais a luz espia deve lampejar).velocidade do veículo superior a 20 km/h. quando.espaço percorrido superior a 400 m.C. a luz espia de Air Bag do lado do passageiro desativado. . de cor amarela. se verifique pelo menos uma das seguintes condições: . em caso de cinto de segurança não afivelado. .a luz espia acende-se na modalidade fixa sempre que.

de modo temporário. quando se verifiquem as seguintes condições: portanto. . este não volta a se repetir.a sinalização acústica é desativada.manter os mesmos apertados (contemporaneamente durante um tempo mínimo de 20 s após o key-on). Funcionamentos 55-001 – Gener. O procedimento de desativação deve ser feito com o aparelho de diagnóstico e com comunicação com o quadro de instrumentos. Modalidade de exclusão do "ciclo de aviso" (luz espia/avisador acústico) O cliente pode desativar o "ciclo de aviso".desapertar pelo menos um cinto de segurança. O cliente pode desativar o "ciclo de warning" de modo permanente.o ciclo de lampejo da luz espia é interrompido e a luz espia permanece acesa na "modalidade fixa". . O ciclo de sinalização de aviso é novamente ativado automaticamente em cada nova operação de key-on. através do seguinte procedimento: . se o cinto continuar desapertado. Nova sinalização O ciclo de aviso é repetido apenas quando é novamente registrada a condição de cinto desapertado (transição de cinto apertado para cinto desapertado) e uma das três condições anteriormente descritas. .apertar os cintos de segurança lado do condutor e lado do passageiro.sempre que persista a condição de cinto de segurança desafivelado: . a conclusão do mesmo (decorridos 90s). Sistema air bag Linea Funcionamento após os 90 segundos . . O ciclo de aviso é executado uma única vez. -executar o key-on. unicamente através da intervenção da Assistência Técnica.