You are on page 1of 10

Curso Básico em Orçamento Público

Módulo
4 Orçamento e Cidadania

Brasília - 2017

Bloco “D”. 70770-524.gov. Lote 8.br . Desenvolvimento e Gestão Romero Jucá Secretário-Executivo Dyogo Henrique de Oliveira Secretário de Orçamento Federal Francisco Franco Secretários-Adjuntos Antonio Carlos Paiva Futuro George Alberto Aguiar Soares Cilair Rodrigues de Abreu Diretores Clayton Luiz Montes Felipe Dariuch neto Marcos de Oliveira Ferreira Zarak de Oliveira Ferreira Coordenador-Geral de Inovação e Assuntos Orçamentários e Federativos Girley Vieira Damasceno Coordenadora de Educação e Difusão Orçamentária Rosana Lôrdelo de Santana Siqueira Organização do Conteúdo Fernando César Rocha Machado Revisão do Conteúdo Karina Rocha Martins Volpe Luiz Aires Maranhão Cerqueira Revisão Pedagógica Janiele Cardoso Godinho Revisão Gramatical e Ortográfica Renata Carlos da Silva Projeto Gráfico Tiago Ianuck Chaves Colaboração Bruno Rodolfo Cupertino Karen Evelyn Scaff Nayara Gomes Lima Informações: www.br Secretaria de Orçamento Federal SEPN 516. Brasília – DF.gov. Tel.: (61) 2020-2329 escolavirtualsof@planejamento.Ministério do Planejamento. Desenvolvimento e Gestão Ministro do Planejamento.orcamentofederal.

........ 5 2....... Participação Social............................................................................................................ Orçamento Participativo.............................................................................................................. 8 Revisão do Módulo........................................................................................................................... 6 3........................ 10 ..................................... Controle Institucional... Como Participar?..............SUMÁRIO 1................................................................ 9 Referências.................... 7 4............

.

os cidadãos podem participar exercendo influência na sua elaboração e discussão. Cabe ressaltar especial 5 . é inerente e indispensável à democracia contemporânea. que tal descobrir por meio de uma enquete.youtube. é o efetivo exercício do poder político pelo seu titular. modifica e aprova essa proposta. saiba que a sociedade pode ajudar a desenvolver algumas dessas ações participando da elaboração e execução dos orçamentos públicos. sendo necessário acompanhar o cronograma de atividades deste processo para uma efetiva participação. Primeiro semestre de todos os anos: processo de elaboração. quais as palavras. É possível atuar junto ao Poder Executivo. convidamos você a relembrar um momento histórico ocorrido na década de 80 de efetiva participação social na busca pela democracia. quando serão definidas as estratégias (diretrizes. Como tal. se você é um cidadão participativo? Participe desse desafio em nosso Ambiente Virtual de Aprendizagem. que contém as metas e prioridades do governo para cada ano. sendo que os prazos variam de acordo com cada Ente (União. objetivos e metas) do governo para os próximos quatro anos. Participação Social Quando você pensa em participação social. como por exemplo.com/ watch?v=3ABH7qkXFys Em relação ao orçamento público. ao legislativo. e aos órgãos de controle e fiscalização. acesse o endereço https://www. discussão e votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias. denunciando irregularidades no uso dos recursos públicos. discussão e votação do Projeto de Lei Orçamentária Anual. Segundo semestre de todos os anos: processo de elaboração. que discute. Depois de conhecer um pouco mais acerca do seu perfil como cidadão. Antes de continuarmos aprendendo mais informações sobre esse assunto. sua expressão concreta. Para assistir ao vídeo “Diretas Já”.Módulo 4 Orçamento e Cidadania 1. a participação popular é a soberania do povo em ação. Estados. Assim. Antes de aprender como participar desse processo. há momentos cruciais no processo orçamentário que merecem maior atenção: Primeiro mandato do governante: processo de elaboração. no qual constarão as receitas e despesas previstas para o próximo ano. discussão e votação do PPA. Distrito Federal e Municípios). que elabora a proposta orçamentária.LDO. A participação social deve ser contínua. momentos históricos ou imagens que surgem em sua mente? Segundo o dicionário de direitos humanos. porém. as atividades estarão concentradas no primeiro semestre.

Como Participar? Veja que interessante. mas poderá. a) Conselhos de políticas públicas: Um conselho de política pública é um espaço público e plural. a Lei de Acesso à Informação. ONGs e movimentos sociais que atuam em diversas áreas. Ouvidorias dos Tribunais de Contas Estaduais e Distrital. O cidadão geralmente não possui direito a voto. no âmbito de cada esfera de governo: Recursos Federais: Ouvidorias dos Ministérios e órgãos do Governo Federal. Ouvidorias dos órgãos municipais de controle interno. Ouvidorias da Câmara dos Deputados e do Senado Federal e Ministério Público Federal (5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal). O conselho de política pública não é uma organização governamental e geralmente tem composição mista: representantes da sociedade civil (sindicatos. Ouvidorias dos órgãos de controle interno. A participação da sociedade civil nas políticas públicas contribui para o exercício da cidadania e para o controle social. apresentando propostas que julgarem relevantes para a defesa dos interesses da comunidade. por exemplo. normatização e deliberação sobre políticas públicas. 6 . Ouvidoria do Tribunal de Contas da União. como. Essas organizações representam a sociedade nos processos de análise e discussão das políticas públicas no país. como por exemplo. Os cidadãos podem participar denunciando as irregularidades identificadas na gestão dos recursos públicos aos órgãos competentes. Recursos Municipais: Ouvidorias das Secretarias e órgãos de cada município. por exemplo. Câmaras Municipais e Ministério Público. redes. demandas e sugestões aos conselhos. Outras leis também contribuem para o exercício desse direito. Assembleias Legislativas e Ministérios Públicos Estaduais. Essas organizações podem proporcionar melhores resultados quanto à participação social. Os cidadãos poderão participar das etapas de elaboração.atenção quanto à qualidade e coerência da alocação proposta em relação às políticas públicas do governo. no qual representantes da sociedade e do Estado exercem funções de consulta. 2. expor suas dúvidas. discussão e votação das leis orçamentárias (PPA. etc) e do governo. organizações não governamentais. b) Organizações Civis: Organizações de Sociedade Civil (OSC) são grupos. Recursos Estaduais e Distritais: Ouvidorias das Secretarias e órgãos de cada estado e do Distrito Federal. fiscalização. fóruns. a população pode participar de diversas formas no processo orçamentário! Observe atentamente cada um dos itens negritados a seguir e descubra como participar efetivamente da fiscalização e controle do dinheiro público! Os cidadãos podem participar atuando nos Conselhos de Políticas Públicas ou nas organizações civis. Saiba que a participação social é um direito dos brasileiros assegurado pela Constituição Federal de 1988 e Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF. Ouvidoria da Controladoria-Geral da União. Ouvidorias dos Tribunais de Contas. uma vez que a ação coletiva organizada tem maior impacto do que a individual. por meio de audiências públicas. LDO e LOA).

Como você viu anteriormente. representa um progresso na busca da democratização da gestão pública. A criação do Serviço de Informações ao Cidadão é um mecanismo assegurado por lei para que os cidadãos possam ter acesso às informações públicas. de 18 de novembro de 2011. O SIGA BRASIL: sistema de informações sobre orçamento público. com o fim de garantir o acesso a informações.portaltransparencia. Em outras palavras. 9º. b) informar sobre a tramitação de documentos nas suas respectivas unidades. podemos afirmar que o Orçamento Participativo é um instrumento que se caracteriza pela participação social nas escolhas das prioridades para a utilização dos recursos públicos.gov.planejamento. inclusive as relacionadas com o orçamento. para decidir a alocação de recursos públicos em áreas e ações consideradas prioritárias. a população decide as prioridades de investimentos em obras e 7 . podem ser indicados alguns canais de acesso no âmbito federal. Para isso. 3. nos órgãos e entidades do poder público. Conheça mais sobre esse sistema no site: https://www12. em que a sociedade civil é consultada quando da definição de metas e programas prioritários. Para acessar. sobretudo no âmbito municipal. Tal prática já é desenvolvida em alguns municípios e é conhecida como Orçamento Participativo. Esse tipo de orçamento é adotado por decisão do governo.br/siop/. visite o endereço https://www. o qual estabelece que o acesso a informações públicas será assegurado mediante a criação de serviço de informações ao cidadão. http://www. que permite acesso amplo e facilitado a bases de dados sobre planos e orçamentos públicos. Dessa forma. dispõe sobre os procedimentos a serem observados pela União. assunto que veremos na próxima unidade. c) protocolizar documentos e requerimentos de acesso a informações. a Lei n° 12. Esse instrumento de participação social vem sendo utilizado com êxito em diversas cidades do Brasil.br/. por meio de uma única ferramenta de consulta.gov.gov. Portal da Transparência do Governo Federal: tem como objetivo aumentar a transparência da gestão pública. br/orcamento/sigabrasil SIOP Acesso Público: sistema gerenciado pela SOF/MP que possibilita a consulta de informações e a geração de relatórios sobre o Orçamento e o Planejamento da União. permitindo que o cidadão acompanhe como o dinheiro público está sendo utilizado e ajude a fiscalizar.senado.siop. Distrito Federal e Municípios. É possível e importante a participação dos cidadãos. Em tais cidades.527. Orçamento Participativo O orçamento participativo é uma técnica que possibilita uma participação direta e efetiva da população na elaboração da proposta orçamentária do governo. dentre os quais cabe destacar o art. Estados. denominada Lei de Acesso à Informação. em local com condições apropriadas para: a) atender e orientar o público quanto ao acesso a informações.

Outras cidades brasileiras utilizam o Orçamento Participativo. Na Administração Pública. Vamos conhecer um exemplo de como funciona o orçamento participativo no âmbito municipal? Exemplo: Em Porto Alegre – RS. Para conhecer um pouco mais sobre Orçamento Participativo. esclarecendo os critérios que orientam e viabilizam as demandas. Vamos conhecer quais são esses órgãos? No âmbito federal. Julga as contas de administradores públicos e demais responsáveis por dinheiros. Na medida em que se propõe examinar se a atividade governamental atendeu à finalidade pública. o Orçamento Participativo inicia-se com reuniões preparatórias. A forma de controle exercida pela própria Administração Pública e por organizações privadas é chamada de Controle Institucional. bens e valores públicos federais. o compromisso da população com o bem público. Belo Horizonte. O Tribunal de Contas da União – TCU é um tribunal administrativo. Esse processo é acompanhado pelas secretarias e autarquias (municipais). ouça a entrevista disponível. nas quais a população elege as prioridades para o município. precisamos acompanhar o que fazem os governantes e exigir que nossos direitos sejam cumpridos! 4. extravio ou outra irregularidade de que resulte prejuízo ao erário. Dentre elas podemos destacar Porto Alegre. Por fim. ou seja. São realizadas Assembleias Regionais e Temáticas. Recife e Brasília/DF. Além disso. José Ronaldo Montalvão. 8 . Controle Institucional De acordo com a Cartilha “Olho vivo no dinheiro público” da Controladoria-Geral da União - CGU. vale ressaltar que a participação social é fundamental para o alcance de uma gestão cada vez mais eficiente. o Controle Institucional é exercido por órgãos que têm a competência legal para fiscalizar a aplicação dos recursos públicos. os principais órgãos que fiscalizam a aplicação dos recursos públicos são o Tribunal de Contas da União – TCU e a Controladoria-Geral da União – CGU. o Orçamento Participativo estimula o exercício da cidadania. No Governo Federal. quando é feita a prestação de contas do ano anterior e a apresentação do Plano de Investimentos e Serviços para o ano seguinte. o ato de controlar possui significado similar. no Ambiente Virtual de Aprendizagem. controlar significa verificar se a realização de uma determinada atividade não se desvia dos objetivos ou das normas e princípios que a regem. à legislação e aos princípios básicos aplicáveis ao setor público. a corresponsabilização entre governo e sociedade sobre a gestão municipal. com o Analista de Planejamento e Orçamento. com os recursos dos orçamentos das prefeituras. bem como as contas de qualquer pessoa que der causa a perda.serviços a serem realizados a cada ano.

atualmente por volta de 5. em sua expressão concreta. a importância da participação social! No tópico aprendemos que a participação social é a soberania do povo em ação. Devido à extensão do Brasil e ao significativo número de municípios. uma vez que exerce as suas atividades apenas no âmbito do Poder Executivo Federal. É um órgão de controle interno. os Ministérios Públicos Estaduais. o Controle Institucional é exercido por órgãos que têm a competência legal para fiscalizar a aplicação dos recursos públicos. Ressalta-se que na esfera federal os Poderes Legislativo e Judiciário têm os seus respectivos órgãos de controle interno. só o Controle Institucional sobre os recursos públicos não é suficiente! Desse modo. LDO e LOA). No tópico. é fundamental uma atuação conjunta entre os órgãos de controle e a população para um eficaz acompanhamento. é o efetivo exercício do poder político pelo seu titular. a Polícia Federal. cuja missão é defender o patrimônio público e o combate aos desvios e desperdícios de recursos públicos federais. aprendemos que a forma de controle exercida pela própria Administração Pública e por organizações privadas é chamada de Controle Institucional e que. O Ministério Público Federal. as Polícias Estaduais. investigação e repressão da corrupção no que se refere à gestão dos recursos públicos. o Poder Legislativo e o Poder Judiciário também exercem esse papel. vimos que os cidadãos podem participar do processo orçamentário de várias formas. analisamos a importância do acompanhamento e fiscalização dos recursos públicos e.500. controle. Quanto ao tópico. Revisão do Módulo Neste módulo. as Controladorias dos Estados. Pense nisso! Outros órgãos públicos também atuam na prevenção. aprendemos que o orçamento participativo é uma técnica que possibilita a participação direta e efetiva da população na elaboração da proposta orçamentária do governo e dentre as cidades brasileiras que utilizam o orçamento participativo podemos destacar Brasília. Como tal.A Controladoria-Geral da União – CGU. 9 . principalmente. etc. no Governo Federal. denunciando as irregularidades identificadas na gestão dos recursos públicos aos órgãos competentes e participando das etapas de elaboração. Porto Alegre e Belo Horizonte. discussão e votação das leis orçamentárias (PPA. Por fim. fiscalização e controle do dinheiro público. Vimos ainda que a Constituição Federal define responsabilidades para o controle dos recursos públicos a órgãos específicos. os Tribunais de Contas dos Estados e dos Municípios. Dentre elas destacamos: atuando nos Conselhos de Políticas Públicas. é inerente e indispensável à democracia contemporânea. tais como o TCU e CGU.

Porta da Transparência – Governo Federal: http://www.com/watch?feature=player_ embedded&v=3ABH7qkXFys. Boa sorte! Referências ______. Todos esses instrumentos avaliativos estão disponíveis no AVA. Câmara dos Deputados: http://www2. Secretaria de Orçamento Federal. 5º. São Paulo: Atlas. Secretaria de Orçamento Federal. no inciso II do § 3º do art. php?p_secao=18.aids. V. 216 da Constituição Federal. de 18 de novembro de 2011. Cartilha de Orientações sobre Controle Interno http://www.gov.tce. Reportagem: Eduardo Andrade: https://www.senado.gov. Brasília. Controladoria-Geral da União: http://www.gov. e dispositivos da Lei nº 8. por meio da Pesquisa de Satisfação. GIACOMONI. Orçamento e Gestão.br/img_site/Cartilha_ Controle%20Interno. Orçamento e Gestão. Direito financeiro e controle externo: teoria.527.br/. Secretaria de Orçamento Federal.mg.159.br/op/default. 2012.Agora.youtube. BRASIL. Reforma Gerencial de 1995: http://www.rs. Orçamento e Gestão. 37 e no § 2º do art. e dá outras providências.leg. Lei nº 12. 2ª edição. de 11 de dezembro de 1990.pdf _______.gov.htm. Senado Federal. J. Ministério do Planejamento. 2006.br/. 4ª edição. www.portoalegre. 2011.br/. de 5 de maio de 2005.org.cgu.gov.gov. Sofinha e sua turma apresentam: como o governo deve gastar o dinheiro pago pela sociedade.gov. 2006. Especial cidadania: para entender o orçamento. 2007. Portal da Transparência – Prefeitura de Porto Alegre: http://www2. Matéria especial realizada pelo núcleo de jornalismo da Tv Atalaia .Rede Record. Brasília. Instituto de Estudos Socioeconômicos – Brasília: INESC. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. PASCOAL. F. Ministério do Planejamento. que comtempla todo o conteúdo abordado no curso. “Diretas Já”. Lembre-se também de avaliar o trabalho da equipe Escola Virtual SOF. Brasília. Orçamento Federal ao Alcance de Todos: Projeto de Lei Orçamentária Anual – PLOA. Tribunal de Contas da União: http://portal. www. jurisprudência e 370 questões. BRASIL. BRASIL.camara. altera a Lei nº 8. 10 .tcu. 372. O orçamento público ao seu alcance.br/pagina/o-que-sao-organizacoes-da-sociedade-civil. realize os exercícios de fixação do módulo e.asp. 356 p. p.portaltransparencia. Rio de Janeiro: Elsevier. Orçamento público. revoga a Lei nº 11. Senado Federal: www. em seguida.gov. 14ª edição.111.mg.br/RGP. de 8 de janeiro de 1991.br/cidadao/cidadao. 2005.conselhos.br.112. Manual técnico de orçamento MTO: Versão 2016. a Avaliação final da Aprendizagem.bresserpereira. Ministério do Planejamento.br/pagina/faq#a2.