You are on page 1of 8

Exercício de Contabilidade Social – Vale 30% da nota do Grau A

Entregar em 26/04/2010 – Pode fazer em duplas

1) Questões conceituais
a. O que é um problema de dupla contagem do produto de um
país? Dê um exemplo de como isso acontece.
Ocorre dupla contagem quando se somam os valores brutos da produção de
todos os setores da economia. Como por exemplo, o milho colhido, vendido
para a industrialização para se tornar farinha e, mais tarde fornecido para a
fabricação de bolo. O problema de cálculo pode ser evitado somando-se
apenas os valores adicionados em cada setor ou, a soma do valor dos
rendimentos pagos em cada etapa produtiva.
b. Se uma empresa vende chips de computador para uma
fabricante de computadores, essa transação deve ser incluída no
PIB? Por quê?
Não. No PIB de uma economia só devem ser incluídos os bens finais. O chip
será implanto em um computador, agregando assim o valor final do mesmo,
sendo o computador o bem final.
c. Onde reside a distinção entre os agregados Produto
Nacional Bruto e Produto Nacional Líquido?
O Produto Bruto inclui (e o Produto Líquido exclui) a parte da produção
destinada a simplesmente repor o desgaste sofrido pelos bens de capital
existentes (processo a que se denomina depreciação).

d. Considerando-se a distinção existente entre os conceitos de


Produto Interno
Bruto (PIB) e Produto Nacional Bruto (PNB), no caso brasileiro,
qual desses agregados é o maior? Explicar a resposta.
O maior dos agregados é o PIB, pois, ele soma a parcela do valor da produção remetida
ao exterior sob a forma de renda de fatores de produção residentes fora do país
(deduzidas as rendas de mesma natureza recebidas do resto do mundo).
e. Como podem, da maneira mais geral (segundo a categoria
de uso) , ser classificados os bens produzidos para utilização final
em uma economia?
De maneira geral, os bens finais podem ser classificados em:
• Bens de consumo: duráveis e não duráveis;
• Bens de Capital;
• Bens de serviços.
f. O que expressa o agregado denominado valor adicionado
(ou agregado) bruto no contexto de uma empresa tomada
isoladamente e para o conjunto da economia?
É quanto cada empresa que processa bens ou serviços adiciona ao seu valor,
correspondendo ao preço pelo qual a empresa vende o seu produto menos os materiais
utilizados na produção. Somando a receita de venda deduzida dos custos dos recursos
adquiridos de terceiros. Portanto, o quanto a entidade contribuiu para a formação do
Produto Interno Bruto (PIB) do país.
g. Em que consiste as rendas enviadas e recebidas do
exterior? Dê exemplos de transações com o exterior referentes a
essas finalidades.
A renda líquida enviada ao exterior diz respeito à diferença entre o
pagamento pelo uso de fatores de produção estrangeiros, utilizados
internamente e o pagamento recebido pelo uso de fatores nacionais no
exterior. Por exemplo, exportamos milho, soja e feijão para outros países e,
importamos tecnologia de outros.
h. O que significa produção para utilização intermediária em
uma economia?
Significa a produção de bens intermediários, que serão utilizados por
outros setores para a produção de bens finais.
i. Em que consiste o agregado denominado Valor Bruto da
Produção?
É o somatório de todas as transações ocorridas na economia. Desde o setor
primário, até a produção do bem final.
j. Explique de maneira consistente, quais as três óticas (ou
caminhos) através dos quais pode-se medir o esforço de produção
de uma sociedade. Como são apresentados esses agregados pelo
IBGE? Dê o exemplo de valores de um determinado ano (pós
2005): ver na página do IBGE na internet.
São elas: ótica da renda, ótica das despesas e a ótica do produto.

2) Assinale se as questões a seguir são verdadeiras (V) ou falsas (F),


justificando brevemente quando escolher a alternativa falsa.
a. Não há diferença entre os conceitos de valor bruto da
produção e o de produto.
Falso. Valor bruto da produção refere-se a soma de todas as transações de todos os
setores corridas na economia. Já o valor bruto do produto refere-se ao valor final do bem.
b. Valor adicionado e renda são necessariamente iguais,
porque o valor adicionado é decomposto segundo as
remunerações dos fatores de produção que o geraram.
Verdadeiro. O valor adicionado está diretamente relacionado a renda (ou remunerações
pagas aos fatores de produção mobilizados pelas empresas).
A geração do produto nacional ocorre simultaneamente com os pagamentos que
totalizam a renda nacional. Isto porque produto e custo dos fatores são, também,
expressões equivalentes.
c. Em uma economia que apresenta duas únicas entidades
econômicas (famílias e empresas), o produto pode ser
dividido em duas parcelas: a que é consumida pelas
famílias e a que constitui o conceito de investimento das
empresas.
Verdadeiro
d. Uma parte dos lucros das empresas é retida e não
distribuída como dividendos. Esses lucros não distribuídos
são, por definição, parte da poupança das empresas.
Verdadeiro.
e. A poupança bruta das empresas pode ser obtida pela
adição dos seus lucros retidos com a depreciação do capital
fixo.
Verdadeiro
f. Uma vez que os serviços produzidos por uma empresa do
setor terciário devem ser forçosamente consumidos no
exato momento em que são prestados, eles jamais poderão
ser de utilização intermediária.
Falso.
g. O Produto Interno Bruto é o valor de mercado de todos os
bens e serviços transacionados em uma economia durante o
período de um ano.
Errado. O PIB refere-se ao valor de mercado de todos os bens e serviços finais
produzidos em uma unidade territorial em um determinado período de tempo.
h. Em uma economia cuja renda enviada ao exterior supera a
renda recebida do exterior, o seu Produto Interno Bruto a
preços de mercado supera o seu Produto Nacional Bruto a
preços de mercado.
Verdadeiro.

3) Para uma economia fechada e sem governo são disponíveis as seguintes


informações, referentes a determinado ano, em unidades monetárias:
- Valor bruto da produção agropecuária ............ ................. = 8.730
- Vendas de serviços de transportes a agropecuária ..... ................. = 1.340
- Vendas de matérias- primas agrícolas a indústria ........................ = 2.300
- Valor bruto da produção da indústria ................................. = 10.300
- Valor bruto da produção de serviços ................................. = 11.240
- Vendas de sementes a agropecuária ..............................= 1.408
- Vendas de fertilizantes a agropecuária .................................= 2.493
- Vendas de insumos industriais a indústria ...............................= 2.420
- Vendas de serviços de transportes e outros ao setor de serviços = 2.190
- Vendas de serviços de transporte e outros à industria .......................= 1.340
- Vendas de produtos agropecuários ao setor de serviços ...................= 940
- Vendas de produtos industriais ao setor de serviços ..........................= 1.200
CALCULAR:
A) O produto bruto por setor de produção e para o conjunto da economia.
Agropecuária: VA=3.489
Serviços: VA=6.910
Indústria: VA=4.240
PIBVA=16.639

B) O valor dos bens e serviços para utilização final, por setor de produção e
para o conjunto dessa economia.
Agropecuária: Venda p/ uso final=4082
Serviços: Venda p/ uso final=6370
Industria: Venda p/ uso final=6680
PIB=17132
C)O valor do conjunto de salários, juros, lucros e aluguéis gerados nessa
economia.
PIBVA=16.639
C) Interprete os valores dos resultados obtidos para cada setor de
produção e para toda a economia nos itens A e B acima .

4) Desagregados segundo os três setores de produção, são conhecidos os seguintes


dados, expressos em unidades monetárias e referentes a uma economia fechada
com Governo.

Especificação Setores de atividade


Primário Secundário Terciário
Valor bruto da produção 1.800 4.400 3.300
Pagamentos a fatores de produção
Salários e encargos sociais 620 1.900 1.460
Aluguéis 60 175 130
Juros 120 350 260
Reservas para depreciações 84 245 182
Lucros
• Distribuídos 36 60 68
• Não distribuídos 100 155 110
Tributos indiretos pagos 168 490 364
Subsídios recebidos 48 350 104

Pede-se sejam calculados os seguintes agregados, para a economia como um todo:


a) O valor agregado bruto.
Primário: VAB=
Secundário: VAB=
Terciário: VAB=
VAB da economia=
b) O Valor das transações intermediárias.
Valor=
c) O produto nacional bruto, a preços de mercado.
PNB=
d) O produto nacional líquido, a preços de mercado.
PNL=
e) A renda nacional.

5) Com os mesmos dados e sabendo que nessa economia, durante o mesmo


período, os dispêndios de consumo atingiram 80% do tal da procura de bens e
serviços finais produzidos e que os dispêndios em formação bruta de capital fixo
atingiram 20%, pede-se a montagem da conta de Produção. Para tanto, deve-se
considerar que:
a) Do total do consumo, 75% foram realizados pelas unidades familiares e 25% pelo
Governo.
b) Do total da formação bruta de capital fixo, 60% foram realizados pelas empresas e
40% pelo Governo.
c) Não houve variações positivas ou negativas de estoque.
6) Considerando ainda os mesmos dados, montar as seguintes contas:
• Conta de apropriação.
• Conta consolidada de capital. Interpretar o significado da mesma.
• Conta corrente do governo.
Para tanto, considere que:
a) A renda disponível das unidades familiares é acrescida por um fluxo de
transferências originário do Governo, no valor de 150 unidades monetárias.
b) As receitas do Governo limitam-se a tributos indiretos e diretos, não havendo outras
formas de receitas correntes.
c) O total dos recursos para formação de capital provém apenas de três fontes:
poupança das unidades familiares, lucros não distribuídos e depreciação do capital.
Não há poupança do Governo, cabendo observar que, para seus dispêndios em
formação de capital, o governo recorre a empréstimos públicos.

7) A economia de uma tribo indígena, em determinado ano, produziu apenas os


seguintes bens de consumo e de produção, finais e intermediários, medidos em
unidades monetárias:
Canoas, como equipamentos para pesca e 10.000
transporte do pescado.
Redes e anzóis para pescar 30.000
Iscas para utilizar nos anzóis 2.000
Peixes 200.000
Equipamentos para caça 15.000
Caças 120.000
Frutos silvestres coletados 50.000
Durante o ano, 15.000 unidades monetárias de redes e de anzóis, 2.000 de canoas e
3.000 de equipamentos para caça foram abandonadas pela tribo, por se encontrarem
danificadas.
Considerando que todos os bens produzidos durante o ano foram consumidos ou
acumulados no próprio ano, determinar, para a economia dessa tribo:
a) O produto bruto;
PB=427000
b) O produto líquido;
PL=407000
c) O investimento total;
=55000
d) O investimento líquido.
=35000

Fonte: Contabilidade Social – Livro de Exercícios. José Paschoal Rossetti e Maria Lúcia Moraes Lehwing.

8) Considere as informações abaixo em bilhões de reais:

Produção a preços básicos 111


Consumo intermediário 58
Consumo das famílias 36
Consumo das Administrações Públicas 11
Formação bruta de Capital Fixo 12
Exportações de bens e serviços de não fatores 5
Importações de bens e serviços de não fatores 4
Impostos sobre produtos 7
Impostos sobre a atividade 8
Remuneração dos assalariados 29
Excedente Operacional Bruto 23

⇒ Construa: a) a medida do Produto pelas três óticas.

Fonte: livro Contabilidade Social. Organizadores Carmem Aparecida Feijó e Roberto Luis
Olinto Ramos.

9) Considere os seguintes dados, para uma economia hipotética, calculados para um determinado
período, em unidades monetárias:

Consumo pessoal 600


Consumo do governo 100
Formação bruta de capital fixo 300
Variação de estoques 50
Exportações de bens e serviços não fatores 100
Importações de bens e serviços não fatores 50
Depreciação 20
Impostos indiretos 60
Subsídios 10
Renda recebida do exterior 20
Renda enviada ao exterior 70

Pedem-se: a) PIB cf = 1100+10-60=1050 ; b) PIB pm; 600+300+50+100+50=1100 c)


PIL cf = 1050-20=1030 ; d) PIL PM = 1100-20=1080 ; e) PNB cf = 1050+50=1100 ;
f) PNB PM = 1100-50=1050; g) PNL cf = 1100-20=1080 ; h) PNL PM = 1050-
20=1030.
Fonte: Livro “A nova contabilidade social”. Autores: Leda Maria Paulani; Márcio Bobik Braga.

10) Considere os seguintes dados, para uma economia hipotética, calculados para determinado período,
em unidades monetárias:
Total de salários pagos 152
Transferências do governo 14
Lucros brutos e outras rendas 74
Impostos diretos 28
Impostos indiretos 29
Formação bruta de capital fixo 47
Depreciação 19
Consumo das famílias 168
Consumo do governo 42
Exportações 50
Renda líquida recebida do exterior 1
Importações de bens e serviços “não-fatores” 52
PEDEM-SE:
A) Calcule o PIB a preços de mercado e a Renda Nacional;
PIBpm=168+47+42+2=259
RN=259-1=258
B) Calcule e divida a poupança em privada, governo e resto do mundo;
Sp=152+14+74-28-19-168+1=24
Sg=28+29-14-42=1
Sx=2+1=3
C) O saldo do governo em conta corrente;

Conta corrente do governo=42+14-29+28=1

D) Construa um sistema de contas nacionais (modelo com 5 contas).

Conta de produção
Débito R$ Crédito R$
15
1.1 Pagamento de fatores para as 2 1.7 Consumo das famílias 168
famílias 1.8 Consumo do Governo 42
1.1.1 Salários 1.9 Form. Bruta de Capital Fixo 47
1.1.2 Aluguéis 1.10 Variação de estoques
1.1.3 Juros 1.11 Exportação de BSNF 50
1.1.4 Lucros distribuídos
1.2 Lucros retidos 74
1.3 Tributos indiretos 28
1.4 Subsídios
1.5 Depreciação 19
1.6 Importações de BSNF 52
Total da oferta de bens e serviços 325 Total da procura de bens e serv . 307

Conta de apropriação
Débito R$ Crédito R$
2.1 Compra de bens de consumo 2.6 Renda das famílias 152
2.2 Poupança das famílias 24 2.6.1 Salários
2.3 Tributos diretos 28 2.6.2 Aluguéis
2.4 Outras receitas do Governo 29 2.6.3 Juros
2.5 Renda líquida enviada ao exter. 1 2.6.4 Lucros distribuídos
2.7 Transferências 14
Total da Despesa 80 Total da Renda 166

Conta de capital
Débito R$ Crédito R$
3.1 Form. Bruta de capital fixo 47 3.3 Poupança privada 24
3.2 Variação de estoques 3.3.1 Poupança das famílias
3.3.2 Lucros retidos
3.3.3 Depreciação
3.4 Poupança do Governo
3.5 Déficit conta corrente do B.P.
Total do investimento 47 Total da poupança 25

Conta corrente do governo


Débito R$ Crédito R$
4.1 Consumo do Governo 42 4.5 Tributos indiretos 29
4.2 Subsídios 4.6 Tributos diretos 28
4.3 Transferências 14 4.7 Outras receitas do Governo
4.4 Poupança do governo 1
Utilização da receita corrente 57 Total da receita corrente 57

Conta corrente do resto do mundo


Débito R$ Crédito R$
5.1 Exportaç. de bens e serviços 5.3 Import. de bens e serviços
não fatores 50 não fatores 52
5.2 Déficit do B.P. em T.C. 5.4 Renda líquida enviada ao ext. 1
Total de recebimentos 50 Total de pagamentos 53

Fonte: Livro “Contabilidade Social- Uma introdução à macroeconomia ”. Autor:André Franco Montoro Filho.

11)