You are on page 1of 1

De 14 a 16 de outubro de 2016, a MICAR – Mostra Internacional de

Cinema Anti-Racista regressa ao Teatro Municipal do Porto – Rivoli.

Eu. Tu. Eles. Nós. Homem. Mulher. Criança. Eu. Branco. Preto. Negro.
Cigana. Sapos. Estrangeira. Estranho. Eu. Judeu. Islão. Católica. Credo.
Inclusão. Exclusão. Eu. Nacionalidade. Limite. Poder. Segregação.
Muro. Fronteira. Cá. Lá. Atravessar. Migrar. Barco. Mar. Terra. Eu. Autorização. Visto. Quota.
Residência. Casa. Bairro. Violência. Emprego. Cidadania. Dignidade. Eu. Direitos. Humanos. Res-
peito. Comunidade. Família. Vida. Morte. Miséria. Fome. Guerra. Ódio. Eu. Ilegal. Conflito. Se-
gurança. Insegurança. Vigilância. Refugiado. Medo. Ocidente. Oriente. Norte. Sul. Eu. Outro.

Não há parágrafo que possua a amplitude necessária para abarcar todas as palavras e imagens
repetidas ao longo do último ano. É neste contexto que a 3.ª edição da MICAR – Mostra Inter-
nacional de Cinema Anti-Racista assume o desafio de dar um rosto às palavras, de se aproximar
à realidade de quem as habita e de derrubar muros.

Afinal, o cinema tem esse condão: não nos deixar indiferentes e não deixar cair o Outro na indi-
ferença.

E é através do cinema que olhamos para a discriminação, para o racismo e xenofobia, desde a
questão dos refugiados na Europa e no Médio Oriente, passando novamente pelo colonialismo
e pós-colonialismo, pela violência sobre as comunidades ciganas, quer na Europa de Leste, quer
em Portugal, até às dificuldade sentidas por milhões de migrantes em vária partes do planeta.

A Mostra Internacional de Cinema Anti-Racista, promovida pelo Movimento SOS RACISMO, vem
mais uma vez, nesta terceira edição, estimular a reflexão e o debate para que não vença a indi-
ferença.

Este ano, a MICAR volta a contar com um espaço para os mais novos na sexta-feira, dia 14 de
outubro, com a exibição de dois filmes: "Clube das Crianças Feias" (2012), de Jonathan Elbers, e
“Samba” (2014), de Olivier Nakache e Eric Toledano.

Ainda na sexta-feira, iremos também inaugurar uma exposição de fotografia, que estará locali-
zada no próprio Rivoli, sobre o projeto que o SOS Racismo tem vindo a desenvolver em 2016,
denominado “Não engolimos sapos”, e que se centra na problemática da utilização de sapos nas
montras de lojas comerciais, com o propósito de afastar elementos de comunidades ciganas. Na
inauguração, será exibida a premiada curta-metragem de Leonor Teles, “Balada de um Batrá-
quio”.

Pela tela da MICAR irão passar mais de uma dezena de filmes, destacando-se “The Black Power
Mixtape 1967-1975” (2011), de Göran Olsson, o premiado “Lampedusa in Winter”, de Jakob
Brossmann e “A Walnut Tree” (2015, estreia absoluta em Portugal), de Ammar Aziz.

Iremos regressar a clássicos como os sublimes “O medo come a alma” (1974), de Rainer Werner
Fassbinder, e “A Pirâmide Humana” (1961), de Jean Rouch, e contaremos ainda com a presença
da realizadora húngara Eszter Hajdú, para um debate em torno do seu filme de 2013, “Judg-
ment in Hungary”, o qual será exibido no sábado, dia 15 de outubro, pelas 21h30.

Como sempre, a entrada para todas as sessões é gratuita, embora sujeita a levantamento prévio
de bilhete nas bilheteiras do Teatro Municipal do Porto - Rivoli.

Contamos convosco! Até já!

micar.sosracismo@gmail.com | micar.sosracismo.pt | facebook.com/micarporto | twitter.com/micarporto