Universidade de Brasília

Instituto de Ciências Humanas

Departamento de História

139335 – História da América 3 –Turma A

Prof. Dr. Francisco Doratioto

Rosa Torre González, a primeira mulher a ocupar um cargo por eleição popular no
México.

Juliana Silva Santos

14/0147489

Brasília/DF

Junho de 2017

............................................. 7 2 ............................ 6 4.Sumário 1.................................................................................................................... 3 2.......................... 4 3................................................................................................................................... Introdução .................... Cronograma ................................................... Referências Bibliográficas ................. Metodologia...........................................................

no México. e ainda a como se deu o fim de seu mandado. 2 Em seu escrito Rosa afirma que trabalhou para a cidade de Mérida até 12 de dezembro de 1923. Por conseguinte. Ao passo que como fontes secundarias. p. p. Em novembro de 1922 ela foi eleita vereadora da cidade de Mérida e em de janeiro de 1923 tomou posse de seu cargo. 1. no estado de Yucatán. sobre sua atuação na cidade de Mérida enquanto vereadora. ocupando a Comisíon de Prensa y Beneficencia. Torre foi a primeira mexicana que chegou a exercer um cargo por eleição popular. A fonte primária do trabalho será o folheto escrito por Rosa em 1924 (publicado apenas em 19534). serão usadas algumas atas de sessões legislativas do Estado de Yucatán. Será apresentar suas realizações durante seu curto mandato (de janeiro até dezembro de 19232) como conselheira municipal. 2004. 1 GONZÁLEZ. afirma que o período do mandato de Rosa abarcou até o ano de 1924 (p. escrito em 1924 quando ela já não exercia mais seu cargo. seus feitos. o principal objetivo deste projeto de pesquisa será voltado para sua atuação política. em menos de um ano de exercício. 3 . José Antonio Escalante Chan. Rosa Torre. Contudo. a primeira mulher eleita por voto popular no México.7. 2004. em: Rosa Torre Gonzaléz: Feminismo revolucionario em la Tierra del Mayab. 6) 3 GONZÁLEZ. às circunstancias em que se deu a eleição de Rosa ao cargo de regidora. no México. 1 Sendo assim. A fonte primária utilizada para esta análise será o um texto de Rosa sobre seu trabalho como regidora. Rosa Torre. os objetivos secundários deste trabalho serão voltados à preocupação de Rosa para com os “problemas específicos de seu sexo”3. Introdução Rosa Torre González nasceu em agosto de 1890 em Mérida. 4 Ano em que o direito de voto é concedido às mulheres. durante seu mandato como vereadora na cidade de Mérida no ano de 1923. 4 e 5. Resumo: O presente projeto tem por intuito um estudo das realizações políticas de Rosa Torre González.

1978. Outrora.com. As atas legislativas da cidade também servirão para obter-se mais detalhes sobre o desempenho de Rosa nestas comissões. Rosa escreve à secretaria da cidade denunciando nunca ter tomado conhecimento de tal carta. Asunción Lavrin. México. também servirá para esta contextualização da “renuncia”7 de Rosa. que respectivamente tratam do primeiro congresso feminista no Mexico e sobre Elvia Carrillo. Conforme foi relatado por Rosa em: Mi actuación en el H. ayuntamiento de Mérida en el año de 1923. Alguns livros da bibliografia. 2.. no. 11 Elvia Carrillo Puerto. Contudo. 5. onde atuou “para eliminar tudo aquilo que pudesse influir ao público mal exemplo” e no Ramo de Salubridade e Higiene. Contudo.org/stable/3173552. (RIVERO Conociendo a Rosa Torre González. nas Comissões de Nomenclatura de Calles y Padrón Municipal e de Educación Pública. 4 . pp. serão uteis para a construção daquele contexto histórico vivido pelas mulheres das sociedades latino-americanas. e conforme mencionado em atas legislativas. criaram juntas a 5 Copia eletrônica da ata mencionada: http://acervo.pl?fn=9015&jzd=/janium/AP/XVI-1923-029/d. 9-10) 8 Historia de las mujeres en América Latina. em uma reunião do conselho da cidade é apresentada um carta de renuncia de Rosa Gonzaléz ao cargo de regidora.jzd 6 BRUSH. Signs. Peru: Centro de estudios la mujer en la historia de América Latina. p. 1.bibliotecavirtualdeyucatan. España. Castillo.. servirão para uma apresentação de Rosa que vá além de se cargo na cidade de Mérida. 7 Em julho de 1924. O livro de Brush6. www. 10 The First Feminist Congress in Mexico. David Allen. os trabalhos de Foppa10 e Lemaitre11. por tratar da rebelião de la huerta. Ed. 1979. bem como para a análise de como e quando se deu o fim de seu mandado. 192–199. 1998. La monja roja del Mayab. dias depois de tal renuncia ser aceita pelos membros do concelho. Metodologia Será analisado o desempenho de Torre na Comisíon de Prensa y Beneficencia. 2002.jstor. juntamente com Elvia. como os de Andreo8 e Lavrin9 por exemplo. Inclusive. possuem temas mais gerais. vol. onde fez algumas reformas ao código vigente. E ainda na Comisión de Espetáculos. CEMHAL. Pois Rosa. se destacam como pioneiras do feminismo no país. 9 Latin American Women: Historical Perspectives. mas também as circunstâncias de como se deu sua eleição ao cargo e ainda as circunstâncias que levaram ao término prematuro de seu mandato. The De La Huerta Rebellion in Mexico. 1923-1924. 1980. JSTOR. 1916.5 Em seu escrito Rosa relata não só seus feitos enquanto vereadora. Contemporánea y de América. Murcia: Departamento de Historia Moderna. Universidad de Murcia.mx/janium- bin/janium_zui.

Medio siglo de lucha. Os próximos sete meses serão voltados à redação e a leitura da bibliografia. p. Piedad Peniche. Os quatro primeiros meses da elaboração do trabalho serão voltados às leituras da bibliografia e ao início da pesquisa nas fontes. Os outros seis meses centram-se na redação e no início da revisão final do trabalho. cujo lema foi “Instrucción. 12 RIVERO. Conforme vê-se no cronograma a seguir. La tradicion feminista radical yucateca: de “la siempre viva” a la liga feminista “Rita Cetina Gutiérrez”.liga feminista Rita Cetina Gutiérrez. Progreso y Derechos de las Mujeres12. Nos próximos dois meses se realizará a revisão final e no mês de julho visa-se a entrega do trabalho. Nos quatro próximos meses visa-se o início da redação do trabalho e a continuação do estudo de fontes. 16 5 .

3. Cronograma 2017 AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAIO JUN JUL LEITURAS X X X X X X X PESQUISA X X X X X X X X EM ARQUIVO REDAÇÃO X X X X REVISÃO FINAL ENTREGA 2018 AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAIO JUN JUL LEITURAS X X X X X PESQUISA X X EM ARQUIVO REDAÇÃO X X X X X X X X X REVISÃO X X X FINAL ENTREGA X 6 .

Monique: Elvia Carrillo Puerto. 1978. FOPPA. Castillo. España.mx Arquivo geral do Estado de Yucatán: Fundos Municipais Fundos de Justiça Bibliografia: ANDREO. Un recorrido histórico por la revolución de las mujeres mexicanas. Sara Beatriz (compilación y edición). México.cirsociales. 4. Rosa Torre.biblioteca virtualdeyucatan. pp. CEMHAL. Asunción Lavrin. Jeffrey M. 1916. Disponível em: http://www. 5. The First Feminist Congress in Mexico. 1980. pp. Asunción. 1998. 1-9. 1923-1924. Patricia. Contemporánea y de América. LAVRIN. 2014. 2002. La monja roja del Mayab. www. Peru: Centro de estudios la mujer en la historia de América Latina. pp. IN: La Revolución de las Mujeres en México. Ed. México: Instituto Nacional de Estudios Históricos de las Revoluciones de México. 1979. DE AGUILAR. David Allen. 1. Mexico.uady. Mérida.Revista de la Uiversidad de Yucatán. IN: Pilcher. GUARDIA. SR Books. Helena. março de 1924. BUCK.jstor. no. GALEANA. Referências Bibliográficas Fonte primária: GONZÁLEZ. México.pdf .mx/revUADY/pdf/230/ru2302. Signs. 2003. 2004. Fontes secundárias: Atas legislativas do Estado de Yucatán. Núm. Sarah A. Rosa Torre González Soldadera and Feminist. vol. The Human Tradition. Mi actuación en el H.com. Murcia: Departamento de Historia Moderna. 7 . Universidad de Murcia. BRUSH. 192–199. LEMAITRE. 137-148. Mérida. Ayuntamiento de Mérida en el año de 1923. Juan. The De La Huerta Rebellion in Mexico. JSTOR. Disponível em:http://acervo. Latin American Women: Historical Perspectives. Yucatán. Wilmington. Alaide. 230.org/stable/3173552. Historia de las mujeres en América Latina.

225. Mérida. Woman Suffrage in Mexico. pp. 3-19. RIVERO.uady. ------La tradicion feminista radical yucateca: de “la siempre viva” a la liga feminista “Rita Cetina Gutiérrez”. Conociendo a Rosa Torre González.pdf WARD M. pp.mx/revUADY/pdf/225/ru2252. 2007. Gina Villagómez. VALDÉS. la primera mujer electa en mexico. Gainsville. actuacion politica y la purga de genero del partido socialista del sureste en 1924. Morton. Piedad Peniche. Medio siglo de lucha. Mujeres de Yucatán: precursoras del voto femenino.15-69. 8 . Sus identidades.cirsociales. ------El movimiento feminista de Elvia Carrillo Puerto y las Cultura de Yucatán. IN: Revista de la Uiversidad de Yucatán. Fla.: University of Florida press. Disponível em: http://www. Núm. 1962.